Prefeitura de Fortaleza reorganiza circulação de vias e itinerário dos ônibus no bairro Bela Vista

terça-feira, 14 de junho de 2016

O bairro Bela Vista (Regional III) conta com novo ordenamento de circulação em algumas vias, como parte das intervenções em andamento para a implantação de três binários que irão conectar a região ao bairro Jóquei Clube. Com isso, as linhas 243 - Parque Universitário/Antônio Bezerra, 304 - Bela Vista/Lagoa, 310 - Campus Universitário/Pan Americano, 394 - Parque Universitários/Lagoa I, 396 - Parque Universitários/Lagoa II devem modificar seus itinerários a partir desta sexta-feira e sábado (11/06).

Com a mudança, a Rua Rio Grande do Sul vai operar no sentido único norte-sul, e a Rua Estado do Rio de Janeiro funcionará no sentido sul-norte. O trecho que compreende as mudanças nestas vias é entre as avenidas Sen. Fernandes Távora e Eng. Humberto Monte.

A Rua Pernambuco passará a operar no sentido leste-oeste e a Rua Alagoas no sentido oeste-leste. O trecho contemplado pelas mudanças fica entre a Avenida José Bastos e a Rua Estado do Rio de Janeiro.

Também no sentido leste-oeste funcionarão as avenidas Carneiro de Mendonça, Padre Sá Leitão e Franco Matos. Já a Avenida Monsenhor Hipólito e a Rua Diamantina vão operar no sentido oeste-leste, sendo que o trecho compreendido por essas intervenções fica entre a Rua Cel. Matos Dourado (Perimetral) e a Avenida José Bastos.

Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) permanecem no local para orientar a população e dar reforço durante a execução dos trabalhos.

Linhas de ônibus
A linha 243 - Parque Universitário/Antônio Bezerra, quando estiver no sentido de ida, passa a circular pela Rua Espírito Santo e, no sentido de volta, pega a Rua Alagoas para seguir pela Rua Estado do Rio.

A linha 304 - Bela Vista/Lagoa e a linha 394 - Parque Universitários/Lagoa I, no sentido de ida, passam a trafegar pela Rua Guanabara, já no sentido de volta, pegam a Rua Professor Edgar Arruda, Rua George Rocha, retornando para a Carneiro de Mendonça e a Rua Estado do Rio.

Já a linha 310 – Campus Universitário/Pan Americano deixa de passar pela Rua Estado do Rio e segue o seguinte itinerário: Rua Minas Gerais, Rua dos Estados, Rua Santa Catarina, Rua Maranhão, Rua Guanabara para voltar ao itinerário original.

A linha 396 – Parque Universitários/Lagoa II, no sentido de ida, deixa de trafegar pela Rua do Estado do Rio, seguindo pela Rua Guanabara, em direção à Avenida Carneiro de Mendonça. Já no sentido de volta, a linha 396 segue o seguinte itinerário: Avenida Fernandes Távora, Rua Ribeiro Leitão, Rua Professor Edgar Arruda, Rua Pe. Sá Leitão, Rua Renato Viana, segue em direção à Rua George Rocha.

As linhas 047 – Corujão/José Bastos/Centro e 398 – Corujão/José Bastos/Genibaú alteram seus itinerários, seguindo pela Rua Senador Fernandes Távora e Rua George da Rocha.

A linha 303 – Igreja São Raimundo deixa de trafegar pela Rua Rio Grande do Sul e segue a Viriato Ribeiro, em direção à Rua Major Pedro Sampaio, Rua José Façanha e segue o itinerário vigente.

A linha 308 – Demócrito Rocha também deixa de trafegar pela Rua Rio Grande do Sul e segue pela Avenida Américo Barreira, Rua Minas Gerais, Avenida Carneiro de Mendonça, Rua Paulo Frontin, Rua Santa Catarina e Rua Ceará.

Binários Jóquei Clube / Bela Vista
A região concentra um fluxo intenso de pedestres, motoristas e ciclistas, tendo polos geradores variados, como escolas, universidades, hospitais, shoppings, comércio, serviços e equipamentos de gestão pública. Para se ter uma ideia, 40 linhas de transporte público passam por ali diariamente, interligando diretamente os nove terminais e transportando cerca de 146 mil passageiros. As vias com mais fluxo são as avenidas Carneiro de Mendonça e Lineu Machado, além das ruas Rio Grande do Sul e Estado do Rio de Janeiro.

Na região, serão implantados três binários compreendidos pelas seguintes vias:
- Rua Rio Grande do Sul / Rua Estado do Rio de Janeiro (entre as avenidas Sen. Fernandes Távora e Eng. Humberto Monte)
- Av. Carneiro de Mendonça / Rua Monsenhor Hipólito Brasil / Rua Diamantina (entre a Rua Cel. Matos Dourado (Perimetral) e a Avenida José Bastos)
- Rua Pernambuco / Rua Alagoas (entre a Avenida José Bastos e a Rua Estado do Rio de Janeiro)

O projeto que vai reorganizar a dinâmica do trânsito na região é desenvolvido pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), em parceria com a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf), Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e Regionais III e IV.

No momento, a região está recebendo os serviços de recapeamento asfáltico, sinalização horizontal e vertical de vias, além de obras de microdrenagem, com mudança de calhas. Também estão sendo feitos os serviços de construção de ilha e novas geometrias dotadas com rampas de acessibilidades. Com isso, os veículos poderão utilizar a direta direita livre e consequentemente reduzir seu tempo de espera nos semáforos, como por exemplo no cruzamento das avenidas Carneiro de Mendonça x Lineu Machado e Carneiro de Mendonça x José Bastos.

Estão previstas no projeto dos três binários Jóquei Clube/Bela Vista outras intervenções, como implantação de novos semáforos, travessias elevadas para pedestres, faixa exclusiva de ônibus e outras melhorias, como nova pavimentação, sinalização, iluminação e limpeza.

Infraestrutura cicloviária
A Rua Rio Grande do Sul passa por intervenções para a implantação de uma ciclofaixa bidirecional, ligando a ciclovia da Av. Humberto Monte à Av. Senador Fernandes Távora. As avenidas Caneiro de Mendonça, Padre Sá Leitão e Franco Matos também estão sendo contempladas com ciclofaixa bidirecional iniciando na Av. José Bastos até a Av. Cel. Matos Dourado. A ciclovia existente na Av. Cel. Matos Dourado também está sendo estendida para fazer a ligação com a nova infraestrutura cicloviária que virá da Av. Carneiro de Mendonça.

Informações: ETUFOR
READ MORE - Prefeitura de Fortaleza reorganiza circulação de vias e itinerário dos ônibus no bairro Bela Vista

Integração do VLT de Santos com as linhas de ônibus metropolitanas começa dia 19

A partir do dia 19/06, usuários do transporte metropolitano da Baixada Santista poderão contar com integração de 37 linhas intermunicipais ao sistema VLT, que hoje opera nove estações ligando São Vicente a Santos. 

Com a conexão dos dois sistemas, que são gerenciados pela EMTU/SP e operados pelo Consórcio BR Mobilidade, o Governo do Estado inicia a reestruturação do transporte público na região, propiciando aos usuários mais rapidez e conforto durante as viagens, além de uma economia significativa, já que será possível usar os modos ônibus e VLT pagando apenas uma tarifa. 

O sistema funcionará da seguinte maneira: ao embarcar no ônibus metropolitano será debitada no cartão do usuário a tarifa da linha utilizada, e na integração com o VLT não será debitado valor adicional. No sentido contrário, ao embarcar no VLT, serão debitados no   cartão o valor de R$ 3,80 mais o complemento da tarifa da linha no embarque no ônibus metropolitano. Exemplo: R$ 3,80 (tarifa do VLT) + R$ 0,35 (complemento) = R$ 4,15 (tarifa do ônibus). O débito vai variar de acordo com a tarifa da linha a ser utilizada. 

É necessário que o usuário tenha o Cartão BRCard para a integração entre o VLT e as linhas metropolitanas. As informações para obter o cartão podem ser conhecidas no site www.brmobilidade.com.br. 

Critérios de integração 
Do total de 66 linhas da RMBS, as 37 linhas selecionadas para iniciar a integração com o VLT atendem os critérios de circulação no raio de 400 metros ao longo do trajeto VLT. Os serviços são operados com uma frota de cerca de 350 ônibus e atendem diariamente 150 mil passageiros. No primeiro momento a integração será voluntária, ou seja, o usuário poderá optar em continuar a sua viagem na linha de ônibus ou fazer a integração com o VLT.   A integração com as linhas municipais deve ocorrer a partir de dezembro deste ano. A EMTU/SP já iniciou tratativas com as prefeituras de São Vicente e Santos.

Veja a relação das linhas integradoras.

Status do VLT da Baixada Santista 

A operação do VLT da Baixada Santista começou em abril de 2015. Atualmente, nove estações das 15 estações previstas no trecho entre Barreiros, em São Vicente, e Porto de Santos, atendem a população entre as duas cidades. Neste mês de junho começa a operação comercial da 10ª Estação, a Bernardino de Campos, em Santos. Em outubro deste ano todo o trecho de 11 km de extensão será concluído. 

Para o trecho Conselheiro Nébias – Valongo, de 8 km de extensão, a EMTU/SP aguarda a emissão da Licença Ambiental Prévia pela Cetesb para a publicação do edital de contratação de obras que deve ocorrer no segundo semestre deste ano. Esta ligação do VLT contará com um terminal (Valongo) e 13 estações de embarque/desembarque.

Os dois trechos do VLT da Baixada Santista atenderão cerca de 100 mil passageiros  transportados diariamente por 22 VLT´s, 15 deles já entregues pelo fabricante. O restante dos veículos chegará em Santos até 2017. 

Informações: EMTU SP
READ MORE - Integração do VLT de Santos com as linhas de ônibus metropolitanas começa dia 19

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960