Transporte nos Jogos Rio 2016: Linha 4 do metrô começa a operar em 1º de agosto

quarta-feira, 1 de junho de 2016

A partir do dia 1º de agosto, entra em funcionamento no Rio de Janeiro uma nova opção de transporte entre a Barra a Ipanema. Trata-se da Linha 4 do metrô, que começa a operar com as estações Nossa Senhora da Paz, Jardim de Alah, Antero de Quental, São Conrado/Rocinha e Jardim Oceânico. A informação é da Secretaria de Estado de Transportes (Setrans), que divulga o esquema de funcionamento do metrô durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.

A Linha 4 irá operar das 6h às 23h entre os dias 1º e 4 de agosto. Durante os Jogos Olímpicos, de 5 a 21 de agosto, as cinco estações passam a funcionar entre 6h e 1h, de segunda a sábado, e entre 7h e 1h, aos domingos e feriados. Já na Linha 1, que liga a Tijuca a Ipanema, a operação acontece das 5h a 24h, entre 1º e 4 de agosto, das 5h à 1h30, nos dias úteis, e de 6h30 a 1h30, nos domingos e feriados. 

Nas 29 paradas da Linha 2, que vai da Pavuna a Botafogo, os trens circulam entre 5h e 24h, nos quatro primeiros dias de agosto e de segunda a sábado. Nos domingos e feriados, o horário muda: 7h às 24h. 

O cronograma prevê operações especiais em alguns datas. Uma delas é 5 de agosto, quando acontece no Maracanã a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos. Neste dia, as Linhas 1, 2 e 4 funcionarão até 2h para atender os espectadores. 

O mesmo acontece nos dias 6, 12 e 13 de agosto, quando competições acontecem no período da noite no Parque Olímpico, na Barra. Em fase de testes desde janeiro, a Linha 4 recebeu a primeira viagem de carro no chamado eixo olímpico no último dia 22. De acordo com a Setrans, as cinco estações que compõem o percurso a ser aberto em 1º de agosto estão agora em fase final de acabamento.

Informações: Rio 2016
READ MORE - Transporte nos Jogos Rio 2016: Linha 4 do metrô começa a operar em 1º de agosto

Metroviários aceitam proposta salarial do Metrô de São Paulo

Em assembleia realizada na noite desta terça (31), os metroviários decidiram aceitar a proposta salarial do Metrô (Companhia do Metropolitano de São Paulo). Assim, não acontecerá a paralisação prevista para esta quarta-feira (1º).

Mais cedo, durante audiência realizada no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 2ª Região, o Metrô apresentou a proposta de reajuste salarial de 10,03%. O aumento será efetuado em duas parcelas: a primeira retroativa ao dia 1º de maio e a segunda em novembro. O mesmo índice de 10,03% será aplicado para reajustar os demais benefícios, a exemplo do vale refeição.

A categoria dos trabalhadores pedia 10,82% de reajuste mais 6,59% de aumento real. Depois chegou a propor o aumento imediato de 10,03%, mas acabou por aceitar o reajuste salarial parcelado.

Informações: Do UOL, em São Paulo
READ MORE - Metroviários aceitam proposta salarial do Metrô de São Paulo

Santos recebe mais um trem para integrar sistema do VLT

Santos recebeu, na madrugada desta quarta-feira (1), o 15º trem do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que vai operar no trecho entre o Terminal Porto e o Terminal Barreiros, em São Vicente. A promessa é que até o ano que vem outros sete veículos sejam enviados ao Município, totalizando 22 composições compradas pelo Estado. 

Com capacidade para 400 usuários, o VLT tem 2,65 metros de largura por 44 metros de comprimento e 3,20 metros de altura.

Conforme informações da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU), o VLT atende, atualmente, a média diária de 1.750 usuários, das 7h às 19 horas. Os seis veículos que já estão em funcionamento funcionam com intervalo de dez minutos entre as estações Mascarenhas de Moraes, em São Vicente, e Pinheiro Machado, em Santos. 

A promessa é que até 2017 outros sete veículos sejam entregues (Foto: Alexsander Ferraz)
Nove das 15 estações previstas no trecho Barreiros – Porto já recebem o VLT: Mascarenhas de Moraes, São Vicente, Emmerich, Nossa Senhora das Graças, José Monteiro, Itararé e João Ribeiro, em São Vicente; Nossa Senhora de Lourdes e Pinheiro Machado, em Santos. 

Integração com ônibus 

Prevista para ocorrer na segunda quinzena deste mês, a integração do VLT com as linhas de ônibus metropolitanas ainda é um mistério. Isso porque, apesar do sistema entrar em funcionamento ainda este mês, a EMTU ainda não definiu quais linhas estarão integradas ao sistema, nem tampouco qual será o valor cobrado pela tarifa. 

Em nota enviada à Reportagem, a empresa informou apenas que o contrato de concessão com o Consórcio BR Mobilidade, empresa que opera o novo cartão transporte metropolitano da Baixada Santista, já está vigorando desde janeiro. 

O chamado BR Card passará a ser usado, a partir da segunda quinzena de junho, nos coletivos operados pelas empresas Breda, Translitoral, Bertioga e Intersul, no VLT e na integração entre os dois meios de transporte. Nos veículos da Piracicabana, o atual cartão continuará funcionando até 31 de dezembro.

Conforme divulgado por A Tribuna, em reportagem publicada no último dia 21, a confecção do BR Card é gratuita, mas, para retirá-lo, o usuário deverá carregá-lo com ao menos duas passagens de valor mínimo, totalizando R$ 7,60. Ou seja, na prática, o usuário terá de pagar pelo cartão.

Para transferir créditos do atual cartão para o novo, será necessário procurar a empresa permissionária, pois, conforme a EMTU, cada uma terá procedimentos próprios.

Quem quiser tirar dúvidas deve entrar em contato pelo telefone 3344-3004, de segunda-feira a sábado, das 7 às 19 horas, ou pelos e-mails sac@viacaobertioga.com.br e sac@translitoral.com.br.

Informações: A Tribuna
READ MORE - Santos recebe mais um trem para integrar sistema do VLT

Bilhete único já pode ser recarregado nas catracas dos ônibus em SP

Os bilhetes únicos agora podem ser carregados nas catracas dos ônibus em São Paulo. Por enquanto, a novidade está em 334 ônibus articulados da capital, em fase de testes, e a previsão é que até o final do ano todos estejam com a máquina nova, disse a Prefeitura.

Primeiro, o usuário recarega o valor pela internet ou em aplicativos como o Ponto Certo e o Moovit. Depois, encosta o cartão na máquina que fica antes da catraca para confirmar a transação. Todos os tipos de recarga são aceitos.

O objetivo é reduzir ainda mais o número de pessoas que usam dinheiro para pagar os ônibus. Segundo a Prefeitura, 94% já usam o transporte sem usar dinheiro.

"Cada vez mais você tem tecnologias novas, avançadas, na área de celulares, então isso permite uma operação bastante segura e que facilita a vida de todos", disse o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto.

Desde o ano passado, usuários enfrentam problemas para recarregar o bilhete único. Em abril, passageiros seguiam com dificuldades.

Veja aplicativos para recarregar o bilhete único:
- Rede Ponto Certo;
- Zuum;
- Moovit;
- Conta Super.

Informações: G1 SP
READ MORE - Bilhete único já pode ser recarregado nas catracas dos ônibus em SP

Florianópolis amanhece sem ônibus nesta quarta-feira

Os ônibus não saíram da garagem da principal empresa de transporte coletivo no início da manhã desta quarta-feira (1) na Grande Florianópolis, apesar da determinação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de circulação de uma frota mínima de 50% com horário de sábado. Viaturas da Polícia Militar estão nas garagens desde às 5h para garantir a segurança dos veículos e trabalhadores.

Segundo o diretor do Sindicato dos Trabalhadores de Transporte Urbano da Grande Florianópolis (Sintraturb) Deonísio Linder, motoristas e cobradores não abrem mão de aumento de salário e de vale-refeição, entre outras reinvindicações.

“O sindicato não impedirá ninguém de trabalhar, a categoria é que não está disposta a retornar e exige o direito dela. A questão de circular com frota mínima é pior, porque a população acha que não tem ônibus e não vai para as paradas e quem vai encontra meia dúzia de veículos, que não atendem a demanda, as pessoas se irritam e até entram em atrito com motoristas e cobradores. A solução para o problema é sentar, negociar e regularizar a situação”, disse Denísio.

Uma reunião está marcada para as 10h entre sindicato e patrões e uma assembleia deve ocorrer com os trabalhadores às 12h. “Eles que façam uma proposta que os funcionários retornam ao trabalho”, disse o diretor.

Decisão judicial
O Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina (TRT-SC) determinou frota de transporte coletivo com horário de sábado durante a greve dos motoristas e cobradores da Grande Florianópolis. A decisão foi tomada em audiência na noite de terça-feira (31).

A greve começou na terça e desde a manhã os ônibus não circularam. Houve trânsito intenso na região e filas no transporte alternativo, oferecido na capital. A audiência no TRT-SC ocorreu em resposta à ação do Ministério Público do Trabalho de Santa Catarina (MPT-SC) que solicitou frota mínima.

Informações: G1 SC
READ MORE - Florianópolis amanhece sem ônibus nesta quarta-feira

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960