Rio tem nova fase de mudanças de linhas de ônibus no sábado

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

A partir deste sábado (27), os usuários de ônibus do Rio vão enfrentar mais uma mudança nas linhas, com a implantação de uma nova etapa do plano de racionalização das linhas da Zona Sul, organizado pela Secretaria Municipal de Transportes. Nesta fase, sete linhas terão o trajeto modificado, uma será eliminada e duas novas linhas serão criadas.

Assim como nas etapas anteriores, as informações sobre as mudanças nas linhas estarão disponíveis no site da SMTR e agentes da prefeitura estarão nas ruas distribuindo panfletos aos usuários e tirando todas as dúvidas sobre as alterações.

Para as mudanças deste sábado, os agentes serão distribuídos em pontos-chave dos seguintes bairros: Botafogo, Jardim Botânico, Horto, Cosme Velho e Tijuca.

Sete linhas alteradas
A linha 201 (Santa Alexandrina - Praça XV - circular) passa a ser 201 (Santa Alexandrina - Castelo - via Lapa - circular).

A linha 409 (Saens Peña - Jardim Botânico - via Horto) passa a ser 409 (Saens Peña - Praia de Botafogo - via Lapa - circular).

A linha 410 (Saens Peña - Gávea) passa a ser 410 (Saens Peña - Gávea - via Túnel Santa Bárbara).

A linha 422 (Grajaú - Cosme Velho) passa a ser 422 (Grajaú - Largo do Machado - circular).

A linha 497 (Penha - Cosme Velho) passa a ser 497 (Penha - Largo do Machado).

A linha 498 (Circular da Penha - Cosme Velho) passa a ser 498 (Circular da Penha - Largo do Machado).

A linha 509 (Horto - Jardim de Alah - circular) passa a ser 509 (Horto - General Osório - via Leblon - circular).

Extinção de 1 linha
A linha 438 (Vila Isabel -Leblon - via Jóquei - circular) acaba. A opção para os passageiros é pegar a linha 439 (Vila Isabel - Leblon - via Túnel Rebouças/Jóquei - Circular).

Criação de 2 linhas
Serão criadas as linhas 218 (Vila Isabel - Candelária - circular). O itinerário de ida e volta é o seguinte: Praça Barão de Drummond, Rua Visconde de Santa Isabel, Rua Mendes Tavares, Rua Teodoro da Silva, Av. Professor Manuel de Abreu, Rua Dona Zulmira, Rua São Francisco Xavier, Av. Heitor Beltrão (pista direita), Rua Silva Ramos, Rua Gonçalves Crespo, Largo Frei Cassiano Villarosa, Rua Felisberto de Menezes, Rua Mariz e Barros, Praça da Bandeira, Viaduto dos Fuzileiros, Av. Presidente Vargas (pista lateral), agulha acesso pista central após Rua Carmo Neto, Av. Presidente Vargas (pista central), Praça Pio X, Praça da Candelária, Praça Pio X, Av. Presidente Vargas (pista central), Viaduto dos Marinheiros, Av. Osvaldo Aranha, Rua Pará, Rua Senador Furtado, Rua Mariz e Barros, Rua Ibituruna, Rua General Canabarro, Rua Mata Machado, Av. Maracanã, Praça Varnhagem, Rua Felipe Camões, Boulevard Vinte e Oito de Setembro, Praça Barão de Drummond (ponto terminal).

A outra nova linha é a 5088 (Horto - Botafogo - via Jardim Botânico - circular). E o itinerário de ida e volta é: Rua Pacheco Leão, Rua Jardim Botânico (sentido Botafogo), Rua Humaitá, Rua Voluntários da Pátria, acesso à Praia de Botafogo (sob o Viaduto Álvares Cabral), Praia de Botafogo (pista lateral), agulha de acesso à pista central, Praia de Botafogo (pista central), retorno altura da Rua Farani, Praia de Botafogo (sentido Copacabana), Rua São Clemente, Rua Humaitá, Largo dos Leões, Rua Humaitá, Rua Jardim Botânico, Rua Lopes Quintas, Rua Corcovado, Rua Van Martins, Rua Pacheco Leão (ponto terminal próximo à Rua Dona Castorina).

Informações: G1 Rio


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - Rio tem nova fase de mudanças de linhas de ônibus no sábado

Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina encerram greve após 17 horas

Após 17 horas de greve geral, o sistema de transporte público de Teresina voltou a funcionar normalmente. A decisão foi dada após uma reunião no final da tarde desta sexta-feira (26) na Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans).

Participaram do encontro representantes do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário (Sintetro), da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) e o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (Setut).

De acordo com o presidente do Sintetro, Francisco das Chagas, as empresas se comprometeram em honrar todas as pendências que a categoria exigia. “Na reunião as empresas sinalizaram um acordo e se comprometeram em pagar todas as pendências que tinham com a categoria, e assim, finalizamos a greve que tínhamos iniciado a 00h00 de hoje”, disse. 

Dentre as reinvindicações, a categoria pedia o pagamento do reajuste salarial acordado no ano passado que foi de 12,36% sobre o valor do salário, reajuste dos planos de saúde, pagamento de férias, melhorias nos terminais de ônibus, fim do pagamento pelos cobradores dos valores levados em assaltos e entrega de duas fardas anuais.

Durante o período de greve estavam circulando na cidade os ônibus particulares cadastrados pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), além dos 30% da frota que são garantidos pela lei.

Por Francisca Pinto
Informações: GP1


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina encerram greve após 17 horas

No Recife, Cartão Vem Infantil já beneficia mais de 22 mil crianças

O Vale Eletrônico Metropolitano Infantil (VEM Infantil) - destinado às crianças menores de seis anos foi lançado pelo governo em 2009 e hoje beneficia mais de 22 mil crianças. Com o VEM Infantil, os pequenos usuários podem utilizar os ônibus do Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/RMR), girando a catraca, acabando de vez com a necessidade de pular ou se arrastar por baixo do equipamento. O VEM Infantil entrou em funcionamento no dia 13 de outubro de 2009.


Local de Cadastramento – em regime permanente: 
Gerência Comercial do Grande Recife
Endereço: Rua Joaquim Felipe, nº73–Boa Vista
Horário: 8h às 16h.

Documentos necessários para solicitar o cartão:
certidão de nascimento da criança (cópia e original); carteira de identidade ou profissional dos pais ou responsável legal (original); comprovante de residência (original) e foto (é necessário que a criança compareça até a Gerência Comercial do Grande Recife para ser fotografada).

PERGUNTAS FREQUENTES

Quem pode ser o responsável pela criança?

O pai, a mãe ou os avós da criança.

Caso o acompanhante da criança não seja seu responsável, qual a documentação que deverá ser apresentada para solicitação da 1ª via?

Cópia do documento de identificação dos responsáveis com foto e autorização por escrito dos mesmos para a solicitação do cartão.

A 1ª via do cartão é paga?

Não, a primeira via é gratuita.

A partir de que idade o VEM Infantil pode ser solicitado?

A partir do segundo ano de vida.

Até que idade o VEM Infantil pode ser solicitado?

A criança tem direito ao cartão Vem Infantil até que complete o sexto ano de vida.

Em quanto tempo receberei o cartão?

O cartão será entregue em até 05 (cinco) dias úteis após sua solicitação.

O que fazer em caso de roubo/perda do cartão VEM Infantil?

O responsável pela criança deve se dirigir ao Posto de Atendimento do VEM na Rua da Soledade, 259 – Boa Vista das 08:30h às 17:30h, de segunda a sexta-feira, portando documento de identificação com foto, para efetuar o bloqueio do cartão.

Como solicitar a 2ª via do cartão?

O responsável deve se dirigir ao Posto de Atendimento do VEM, situado à Rua da Soledade, 259 – Boa Vista das 08:30h às 17:30h, de segunda a sexta-feira, portando seu documento de identificação com foto e certidão de nascimento da criança e pagar o valor referente à 2ª via, que custa o valor equivalente a 6 (seis) tarifas do 1º anel A, em dinheiro. A 2ª via será entregue na hora.

Ao apresentar o cartão da criança, o acompanhante também terá direito à gratuidade?

Não o cartão é de uso pessoal, logo, o acompanhante da criança deverá pagar a sua passagem individual.

Qual a validade do cartão?

O cartão VEM Infantil é válido até que a criança complete 6 (seis) anos de idade. A partir daí, o validador nos ônibus exibirá a mensagem “cartão vencido”.

A partir dos 06 (seis) anos de idade, por Lei, toda criança deve pagar a passagem.

O que acontecerá se o cartão VEM Infantil for utilizado por outra pessoa?

Caso seja identificado, o cartão será bloqueado, correndo o risco de ser cancelado. O cartão VEM Infantil é de uso pessoal e intransferível.

Informações: Blog Meu Transporte


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - No Recife, Cartão Vem Infantil já beneficia mais de 22 mil crianças

Em SP, Estudantes têm mais uma maneira para imprimir o boleto do Bilhete Único

Para facilitar o acesso ao Bilhete Único Estudante, a SPTrans disponibiliza a partir desta quinta-feira, 25 de fevereiro, mais um meio de emissão do boleto da revalidação anual do benefício.

Agora, além de ter o boleto disponível na página de acesso público ao sistema Bilhete Único, os estudantes também podem obter o documento ao acessar “Consultar Situação do Estudante”, no endereço https://scapub.sbe.sptrans.com.br/sa/consultaEstudante. Caso os dados do aluno tenham sido enviados pela instituição de ensino e o documento já estiver disponível para pagamento, será aberto um link para impressão do boleto.

Cadastro

Quem vai utilizar o Bilhete Único Escolar pela primeira vez deve acessar o site e realizar seu cadastro junto à SPTrans e, depois, solicitar o benefício na área “Estudante – Solicitação do Benefício”, no menu à esquerda. Já os alunos que possuem o cartão do ano passado, devem solicitar a renovação do seu benefício.

Em ambos os casos, o boleto referente à taxa de validação anual do Bilhete Escolar deve ser pago, no valor de sete tarifas, ou R$ 26,60.

Vale lembrar que esses passos devem ser seguidos após a realização da matrícula junto à instituição de ensino. A responsabilidade do envio dos dados dos estudantes regularmente matriculados é de cada escola. Desta forma, os alunos cujo sistema não estiver liberado para solicitação do benefício devem pedir providências às instituições de ensino.

Passe Livre

Os estudantes do Ensino Superior que têm direito ao Passe Livre têm de acessar seu cadastro e preencher a declaração de baixa renda para ter seu direito ao benefício. A análise do cadastro é feita em até três dias úteis.

Quem cursa os ensinos Fundamental e Médio da rede pública municipal ou estadual de ensino já têm direito à gratuidade automaticamente.

INFORMATIVO

A SPTrans informa que o ponto final da linha 174M-10 Jd. Brasil / Museu do Ipiranga será remanejado para a Rua dos Ituanos a partir de segunda-feira, dia 29, por conta da implantação da faixa exclusiva de ônibus na Rua Agostinho Gomes, no bairro do Ipiranga.

A faixa, que será construída entre as ruas Leais Paulistanos e Xavier Curado, funcionará das 17h às 20h, de segunda a sexta-feira.

Acompanhe as mudanças na linha

174M/10 Jd. Brasil / Museu do Ipiranga

Ponto inicial: Sem alteração

Ponto final: Rua dos Ituanos, oposto ao nº 250

Itinerário:

Ida: Normal até a Rua Agostinho Gomes e Rua dos Ituanos (Praça Nami Jafet).


Volta: Rua dos Ituanos (Praça Nami Jafet), Rua Cipriano Barata, Rua Tabor, prosseguindo normal.

READ MORE - Em SP, Estudantes têm mais uma maneira para imprimir o boleto do Bilhete Único

Usuários reclamam da situação precária dos ônibus em Cuiabá

Cuiabá é uma das cidades mais quente do Brasil e isso não é novidade pra ninguém, mas quando se trata do transporte coletivo o sofrimento com o calorão se torna maior ainda.

De acordo com a Associação Mato-grossense dos Transportes Urbanos (MTU), 464 ônibus de quatro empresas andam pelas ruas da capital, Pantanal Transportes, Integração Transportes, Expresso Norte Sul e a União Transportes com as linhas intermunicipais. Essa frota é responsável por atender 350 mil pessoas que utilizam o transporte público da capital todos os dias.

Dentre as reclamações dos usuários, a que tem maior apelo é a questão da climatização dos veículos. Cuiabá registra recorde de temperatura todos os anos e é uma das cidades que tem a média da umidade relativa do ar mais baixa dos Pais.

A estudante Raylla Borges, de 20 anos, utiliza diariamente os ônibus da capital para ir  ao trabalho e à faculdade, “Eu acho uma falta de respeito com o cidadão, que é cliente de certa maneira. Agora eles querem aumentar o valor da passagem, sendo que a frota está toda sucateada, há poucos ônibus nas linhas e, além do calor, a gente é obrigada a andar num aperto” Raylla, ainda justifica por que há poucos ônibus nas ruas e os que estão em circulação demoram a passar “Conversando com alguns motoristas, eles disseram que a frota está sucateada, todos os ônibus têm diversos problemas, e essa demora é por estarem quebrados ou na mecânica concertando” informou.

De toda frota que circula em Cuiabá, apenas alguns carros possuem ar condicionado, o que é indispensável numa cidade com temperaturas tão elevadas. Das empresas que operam na capital, a que chama mais atenção é a Integração Transportes que, de acordo com o setor operacional, dos 81 carros que compõem a frota, nenhum possui ar condicionado.

Diante dessa situação, os usuários do transporte público acabam utilizando a criatividade para tentar amenizar o calor, como no caso da estudante Michele Silva, 20 anos “Eu costumo usar a capa do caderno pra me abanar, o calor em certos horários é insuportável, não só eu, mas muitas pessoas, não saem de casa sem uma garrafinha com água”.  

E os problemas não acabam por ai, Cuiabá também sofre com a falta de pontos de espera com abrigo, de acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), A cidade possui dois mil pontos de ônibus, sendo que, desse montante, apenas 900 são cobertos, deixando os passageiros expostos ao clima desértico da cidade. Michele também mostra sua indignação relacionada a este tema “Cuiabá tem 360 dias de sol e, quando chove, é sempre tempestade. Isso é uma falta de respeito com o cidadão, porque se nós pagamos nossos impostos, com certeza não é pra ficarmos nessa situação, expostos à chuva e ao sol por vários minutos, chegando a horas em alguns casos” Acrescentou Michelle.

Recentemente o Governador do Estado Pedro Taques (PSDB) resolveu conceder isenção do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do óleo diesel para as concessionárias responsáveis pelo transporte coletivo urbano de Cuiabá. A medida irá conter o aumento na tarifa de ônibus, em Cuiabá, em 20 centavos. 

Porém esta decisão não conterá o aumento da tarifa que, a partir deste sábado (27) passará de R$ 3,10 para R$ 3,60 obedecendo os critérios da Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec).

Por Raul Bradock
Informações: Circuito MT 


Colabore com o Blog Clicando nos anúncios da página
READ MORE - Usuários reclamam da situação precária dos ônibus em Cuiabá

VLT da Baixada Santista, já em operação comercial, gerou 1.500 empregos em três anos

O primeiro Veículo Leve Sobre Trilhos elétrico do Brasil opera comercialmente desde 31 de janeiro na Baixada Santista e já gerou 1.500 empregos diretos e indiretos - entre obras civis, projetos, veículos e sistemas - desde 2013, ano em que foram iniciadas as obras do primeiro trecho. No segundo semestre de 2016, quando o Centro de Controle Operacional (CCO) e o pátio de manutenção - localizados na região do porto de Santos - estiverem concluídos, serão mais 200 empregos diretos gerados, entre vagas de perfil técnico e administrativo.

O governo do Estado de São Paulo investiu R$ 1,5 bilhão no empreendimento, com financiamento parcial da CEF e Banco do Brasil. O investimento no CCO foi de R$ 313 milhões.

Desde o início da operação comercial, quatro veículos transportaram 20 mil usuários num trecho de 6,5km entre as estações Mascarenhas de Moraes, em São Vicente, e Pinheiro Machado, em Santos. Ao todo, serão 22 VLTs a serem entregues até o início de 2017 pelo Consórcio Tremvia, associação da espanhola Vossloh com a brasileira TTrans. Doze deles já estão na Baixada Santista. Na fase de testes, entre abril de 2015 e janeiro último, foram transportados cerca de 90 mil usuários.

As 15 estações previstas no trecho de 11km ficarão prontas até julho de 2016. 

Gerenciado pela EMTU/SP (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), vinculada à Secretaria dos Transportes Metropolitanos, o VLT é o eixo principal do Sistema Integrado Metropolitano – SIM que o Governo do Estado está implementando na região por meio da parceria público-privada com o Consórcio BR Mobilidade Baixada Santista. 

O SIM será complementado pela reestruturação do sistema de ônibus metropolitano, contribuindo para a melhoria da mobilidade entre os nove municípios da Baixada e trazendo ganhos de qualidade de vida ao reduzir o nível de ruído urbano e a poluição ambiental.

READ MORE - VLT da Baixada Santista, já em operação comercial, gerou 1.500 empregos em três anos

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960