Em Curitiba, Passageiros elogiam sistema de internet e USB no ônibus

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

A jovem Dayane Valério dos Santos descobriu uma boa maneira de se manter conectada à internet no caminho de ida e volta ao trabalho e ainda chegar com o celular totalmente carregado. Usuária da linha Santa Cândida/Capão Raso ela escolhe o ônibus em que vai embarcar pelos adesivos colados nos vidros indicando que o veículo oferece wi fi e tomadas USB.

“É uma maravilha”, diz Dayane. “Assim posso ficar na internet sem gastar créditos, avisar em casa que já estou chegando, me comunicar com a família, com amigos. É muito bom mesmo. E quando a gente está sem crédito, dá uma segurança, porque dá para avisar se por acaso acontecer algum problema no caminho”, afirma.

Atenta, ela diz que percebeu a novidade pelo selo indicando wi fi dentro do ônibus. “Quando vi o adesivo resolvi testar. Já achei muito bom, mas aí vi os outros adesivos indicando também tomadas espalhadas nos bancos prá carregar o celular. Agora, só eu estiver mesmo com muita pressa, senão fico na estação até esse ônibus passar”.

A oferta de internet e USB é parte de um teste de equipamentos e sistemas que está sendo feito pela Urbs. Mas a novidade que mais agradou Dayane foi saber que a partir de agora os novos ônibus que vierem a circular em Curitiba terão que oferecer wi fi e tomada para celular, além de uma série de outros itens, como câmeras internas e espaço de bagagem para acomodar mochilas e sacolas.

Amparadas por liminar, as empresas de transporte coletivo deixaram de fazer a renovação da frota exigida em contrato. Ao mesmo tempo em que recorreu em todas as instâncias – o processo está em tramitação no STF – a Urbs fez a revisão do manual que especifica todos os itens dos ônibus garantindo assim a modernização da frota. Em Curitiba só podem ser comprados ônibus novos para renovação de frota.

A realização do teste para acesso gratuito à internet e instalação de tomadas USB não representa qualquer custo para o município ou para o usuário do transporte coletivo. A tecnologia utilizada é cedida pela empresa Plenatec, de Caxias do Sul, pólo de produção de carrocerias de ônibus. A qualidade do sinal e desempenho dos equipamentos são acompanhados pela Urbs e avaliados por uma equipe da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

A modernização dos ônibus é uma exigência dos usuários que, cada vez mais, estão conectados com o mundo através do celular. O professor de inglês, Tomás da Cruz, raramente usa ônibus uma vez que trabalha perto de casa. Mesmo assim, percebeu logo a novidade no biarticulado GE 720. “É muito interessante e para quem depende da internet para trabalhar, é ainda mais importante, você pode trabalhar dentro do ônibus e sem custo”, diz ele.

Claudineia de Souza, dona de casa e usuária freqüente da linha Santa Cândida/Capão Raso não chega a escolher o ônibus como faz Dayane. “Você precisa buscar o filho, fazer alguma coisa com pressa no centro, aí não dá para escolher muito. Mas quando dá certo de entrar no ônibus com internet, aí é muito bom”, afirma.

Terminais
Além dos ônibus, os usuários do biarticulado Santa Cândida/Capão Raso, já têm internet gratuita no terminal Capão Raso e, a partir de janeiro, também na outra ponta da linha, o terminal Santa Cândida.

O  wi fi foi disponibilizado no Capão Raso em agosto do ano passado e, com a aprovação do sistema, a Urbs autorizou, em novembro, a compra dos equipamentos para instalação, até o fim de janeiro, nos terminais Pinheirinho, Cabral, Boqueirão, Santa Cândida e Campina do Siqueira. A previsão é que todos os 21 terminais de transporte da cidade tenham wi fi até meados do ano.

Câmeras
A revisão do Manual garantiu a modernização dos ônibus e inclui outras novidades, como ventiladores elétricos de alta vazão para melhorar a circulação de ar, câmeras de monitoramento interno e porta mochila, por exemplo.  

Os biarticulados terão, além das câmeras internas, também câmeras nas portas para auxiliar o motorista nas manobras na plataforma e permitir maior controle do movimento de embarque e desembarque nas cinco portas do veículo. Essas câmeras já estão sendo testadas em três biarticulados, novidade que tem merecido elogios dos motoristas.

Disponível  no site da Urbs, o Manual de Especificação é um dos documentos que integram o contrato de operação do transporte coletivo firmado em 2010 com os consórcios Pontual, Pioneiro e Transbus. Por determinação contratual, só podem ser incorporados à frota veículos que atendam às exigências do manual.

O documento especifica todos os itens que compõem o ônibus, de adesivos, sensores semafóricos e campainhas, a caixas de rodas, sanfonas, limitadores de velocidade, pneus, freios, características mecânicas, etc, ilustrados por mapas, plantas e desenhos.

Informações: Prefeitura de Curitiba

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960