No Recife, Metrô e ônibus param nesta sexta-feira

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Metroviários e Rodoviários fazem paralisações em protesto contra o projeto de lei da terceirização e as medidas provisórias que alteram a aposentadoria e mexem no seguro-desemprego e pensões previdenciárias. A mobilização é nacional. Foi convocada por centrais sindicais.

Os metroviários param por 24 horas. Já os rodoviários cruzam os braços na manhã desta sexta-feira (29) no Centro da Cidade. A ideia é travar a Avenida Guararapes com os coletivos para que nenhum consiga circular.

A partir das 14h, as duas categorias se concentram na Avenida Cruz Cabugá na esquina com a Avenida Norte. De lá, seguem em caminhada que passará pela Avenida Conde da Boa Vista e Rua Princesa Isabel.

O sindicato dos Rodoviários espera entre 30% e 50% de adesão dos profissionais. Já o Sindicato dos Metroviários acha que 80% dos trabalhadores devem aderir à ação.

De acordo com o presidente da entidade, Diogo Morais, as áreas de manutenção dos trens param às 22h de hoje. O Metrorec transporta uma média de 420 mil usuários por dia. Dois milhões é o número de passageiros de ônibus diários da RMR.

Informações: Diário de Pernambuco

READ MORE - No Recife, Metrô e ônibus param nesta sexta-feira

Governo e Prefeitura de Fortaleza realizam ação por segurança nos terminais de ônibus

O Governo do Estado e a Prefeitura de Fortaleza iniciam, nesta quinta-feira, uma ação integrada para reforçar investimentos sociais na capital cearense. A ação é denominada de a Agenda Fortaleza. A primeira ação prevê o incremento da segurança nos terminais de ônibus da Capital, com a assinatura de dois termos de cooperação, pelo governador Camilo Santana e pelo prefeito Roberto Cláudio. O ato acontecerá às 9 horas, no Terminal do Antônio Bezerra.

A ação que conta com o apoio dos empresários, através do Sindiônibus, quer levar um maior número de policiais e guardas municipais aos terminais, além de prestação de serviços em segurança pública e  monitoramento por câmeras 24 horas para cada uma das sete unidades que compõem o sistema de transporte coletivo de Fortaleza.

Os altos índices de assaltos e violência ocorridos nos terminais de ônibus motivaram a iniciativa. Segundo dados do Sindiônibus, de janeiro a novembro do ano passado ocorreram, 1.596 assaltos a ônibus na Capital, representando (4,7) assaltos, por dia. Nos terminais os assaltos e roubos são constantes, principalmente no entorno dos equipamentos, onde os marginais esperam a saída e entrada de passageiros para agirem.

Informações: Ceára Agora

READ MORE - Governo e Prefeitura de Fortaleza realizam ação por segurança nos terminais de ônibus

Em Goiânia, Governo mantém subsídio ao Eixo Anhanguera inalterado

O governo de Goiás decidiu manter inalterado o subsídio do Eixo Anhanguera, em Goiânia. O dinheiro usado para conceder a redução de 50% na passagem – quase R$ 6 milhões por mês – seria redistribuído para a criação de um benefício para a população de baixa renda. Assim, a passagem da linha que circula pela Avenida Anhanguera será mantida em R$ 1,65.

Segundo a Metrobus, empresa que tem a concessão para administrar o Eixo Anhanguera, o projeto prevê que os usuários de baixa renda pagariam meia passagem tanto nos ônibus do Eixo Anhanguera quanto nas demais linhas da Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC). Os que não se enquadrassem nos requisitos, pagariam o valor integral, R$ 3,30 em todos os coletivos, inclusive os da linha da Avenida Anhanguera.

O secretário de Governo, Henrique Tibúrcio, esclareceu que a medida faz parte de um estudo feito pela Metrobus para ajuste fiscal. “O governador vai manter o subsídio inalterado, porque ele entendeu que não é justo tirar o benefício de uma parte da população que já utiliza da meia passagem, para passar a outra parcela que não tem”, explicou.

Polêmica
O repasse da verba para a Metrubus foi instituído em 2004. Para o presidente da empresa, Eduado Machado, o dinheiro público está sendo mal aproveitado. “Hoje, entre milhares de pessoas que andam no nosso sistema, tem pessoas que não são necessitadas de receber esse subsídio do Poder Público”, disse.

Conforme a medida, o governo não iria reduzir a verba destinada ao transporte público. Entretanto, a redistribuição iria beneficiar 40 mil pessoas de baixa renda, que teriam direito a 90 passagens por mês para utilizar em qualquer ônibus, inclusive no Eixão.

Os estudos sobre a alteração do destino do subsídio ainda estão sendo feitos. A previsão é de que no próximo mês um projeto de lei seja encaminhado à Assembleia Legislativa.

Diariamente, cerca de 330 mil pessoas circulam pelo Eixo Anhanguera. A notícia da possível mudança provocou reclamações de muitos passageiros. Eles afirmam que poucos serão beneficiados. “Nosso salário já está bem defasado, então acho que pagar a metade ajuda muita gente”, diz um usuário.

Outra passageira teme não ter condições financeiras de arcar com o aumento da despesa com o transporte público. “Como a gente ganha pouco, como é que vai fazer?”, questiona.

Por Vitor Santana
Informações: G1 GO

READ MORE - Em Goiânia, Governo mantém subsídio ao Eixo Anhanguera inalterado

Ônibus de Salvador ganham sistema de monitoramento via smartphones

Foi inaugurado na manhã desta terça-feira (26), o Centro de Controle Operacional (CCO) para monitoramento em tempo real dos ônibus de Salvador via GPS. O centro, que está instalado na Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), em Amaralina, permitirá o acompanhamento de todos os veículos que compõem a frota de transporte coletivo da cidade. 

Com isso, será possível identificar minunciosamente o roteiro dos ônibus, o tempo de circulação deles, as paradas nos pontos, além de possibilitar a mudança de itinerário caso seja visualizado alguma eventualidade.

Todos os mais de três mil pontos de ônibus de Salvador foram georreferenciados. Os dados que abastecem este sistema são os mesmos fornecidos para os painéis informativos disponíveis nos principais pontos da cidade, como estações de transbordo de universidades. Os primeiros já foram instalados na Estação da Lapa (cinco TVs), Universidade Católica de Salvador (Ucsal - Pituaçu), avenidas Tancredo Neves (Hospital Sarah), Mário Leal Ferreira (Bonocô, posto BR Mataripe), Luiz Viana Filho (Paralela, saída do Imbuí) e Manuel Dias da Silva (igreja Nossa senhora da Luz), Rio Vermelho (Mercado do Peixe). Os próximos a serem instalados deverão contemplar as estações Iguatemi, Pirajá e Mussurunga, Ogunjá (Ceasa), Ondina (praça das Gordinhas), avenidas Juracy Magalhães Júnior (Mercado do Rio Vermelho) e Vasco da Gama (via exclusiva) e Universidade Federal da Bahia.

Na inauguração do centro, que contou com as presenças do prefeito ACM Neto e do secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota, também foi lançado o aplicativo do celular CittaMobi. A ferramenta gratuita tem o intuito de  auxiliar os mais de 1,3 milhão de usuários de ônibus. "Isso dá a possibilidade do usuário se organizar, de economizar tempo, ganhando qualidade no serviço de transporte”, afirmou ACM Neto durante o evento.

O secretário de Mobilidade, Fábio Mota, acrescentou que essa plataforma resolve diversos problemas concomitantemente, melhorando a prestação do serviço. “Agora temos uma radiografia do sistema de transporte coletivo, o que antes não era possível. Se não fosse isso, precisaríamos ter um fiscal em cada ponto de ônibus, em cada turno, um fiscal para cada ônibus, em cada turno, e mais um fiscal nas garagens, em cada turno. Se hoje a maior queixa é de motorista que não para no ponto ou de ônibus que foge da rota, vamos poder monitorar isso diariamente, em tempo real, e sanar todos os erros identificados”, declarou.

O aplicativo já foi baixado por 72,3 mil, e é uma iniciativa da Prefeitura com o Sindicato das Empresas de Transporte Público de Salvador (Setps), em conjunto com a Cittati Tecnologia, que criou a ferramenta. Há também a versão “CittaMobi Acessibilidade”, destinado a pessoas com deficiência visual.

Ainda de acordo com Neto, esse é o primeiro passo para todo o sistema de controle do transporte da cidade. “Em seguida, vamos monitorar o trânsito com a instalação de 300 câmeras espalhadas em toda a cidade. Isso vai permitir, por exemplo, que os agentes de trânsito controlem todos os semáforos em tempo real. A previsão para início do funcionamento dessa novidade é para 2016. A partir de julho, teremos mais uma novidade, com ônibus circulando 24 horas. Isso sem contar no que já foi e está sendo feito, com a melhoria em 300 abrigos, chegando a 800 até o final de 2016, com a grande reforma na Estação da Lapa e com as intervenções em mais de 50 finais de linha da cidade até o próximo ano”, apontou.

Informações: Correio 24 Horas


READ MORE - Ônibus de Salvador ganham sistema de monitoramento via smartphones

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960