Sistema implantado nos corredores do Grande Recife não é considerado BRT

sexta-feira, 22 de maio de 2015

O criador do sistema BRT, o urbanista Jaime Lerner, primeiro a implantar um modelo de transporte com corredores exclusivos e segregados para ônibus, estações em nível e pagamento antecipado, na década de 1970 em Curitiba, afirma que o sistema implantado no estado não condiz com as premissas de seu modelo.
Foto: Aline Soares Especial DP/D.A.Press

Exportado para o mundo inteiro na sigla de Transporte Rápido por Ônibus (Bus Rapid Transit), foi também escolhido para dois corredores de transporte da RMR: Norte/Sul e Leste/Oeste. Previstos para serem entregues até a Copa, os dois corredores chegaram ao primeiro semestre de 2015 sem operar da forma prevista.    

Sem faixa segregada ao longo do seu percurso, os ônibus do BRT ficam presos nos congestionamentos e até mesmo nos trechos onde a faixa é exclusiva ocorrem invasões por falta de segregação do espaço. Pelo menos duas estações de BRT (Tacaruna e Prefeitura) tiveram parte do teto danificado por caminhões na faixa destinada ao ônibus. “Não acompanhei as obras, mas isso não é BRT”, ressaltou Jaime Lerner em entrevista durante um seminário de mobilidade promovido, na última quarta-feira, pela Volvo, em Curitiba.

Informações: Diário de Pernambuco
READ MORE - Sistema implantado nos corredores do Grande Recife não é considerado BRT

Volvo e Ericsson firmam parceria para sistema de mobilidade urbana

De acordo com as empresas, a solução Inteligent Tranportation System (ITS) permite a melhoria na eficiência da rede de transporte urbano e contribui com a melhoria da mobilidade por meio de um sistema de gestão de tráfego e informação ao passageiro, gerado, processado e transmitido em tempo real.
“Estamos somando a expertise da Ericsson no desenvolvimento tecnologia de ponta para aprimorar um produto que temos e ampliar a nossa oferta de soluções para melhoria da mobilidade urbana nas cidades”, afirma o presidente da Volvo Bus LatinAmerica, Luis Carlos Pimenta.

A Ericsson será responsável pelo desenvolvimento, implantação, suporte e manutenção da solução de Gestão de Tráfego e Informação para Passageiros que será oferecido comercialmente pelas duas empresas na América Latina. A solução deverá ser desenvolvida por profissionais de pesquisa e desenvolvimento da Ericsson no Centro de Inovação que a companhia mantém na cidade de Indaiatuba, interior do estado de São Paulo.

“A parceria evidencia as transformações que facilitam o dia-a-dia dos passageiros, à medida que conectamos a sociedade por meio das redes de comunicação. Tanto as operadoras dos ônibus em diversas cidades, quanto os usuários desses coletivos, podem se beneficiar com o aumento do uso da tecnologia e, juntos com Volvo Bus Latin America, estamos possibilitando isso”, ressalta o presidente da Ericsson para a América Latina, Sérgio Quiroga.

A customização do sistema, além de atender às necessidades das cidades da América Latina, vai garantir mais agilidade no suporte aos operadores de transporte e gestores públicos. O sistema de gestão de trafego e informação ao passageiro é uma ferramenta que auxilia as cidades a utilizar os recursos que já possuem para tornar o sistema de transporte urbano mais eficiente. Há melhoria da qualidade da mobilidade, e aumento da produtividade operacional e da satisfação dos passageiros.

Para os operadores, a vantagem é acompanhar a frota em tempo real e ter informações como tempo de percurso, pontualidade e quantidade de ônibus nos trajetos, o que permite redistribuir os veículos de acordo o modelo mais adequado para atender o fluxo de passageiros por rota e horário.

Os passageiros têm a vantagem de ter acesso em tempo real aos horários de chegada dos ônibus aos pontos de cada uma das linhas. As informações podem ser acessadas pela internet, aplicativos de smartphones, mensagem de texto e ainda por meio de um call center. São informações que permitem aos passageiros planejar melhor suas viagens e tempos de deslocamentos, evitando atrasos e longos períodos de espera.

por Amauri Vargas
Informações: Bitmag
READ MORE - Volvo e Ericsson firmam parceria para sistema de mobilidade urbana

Em João Pessoa, Fiscalização na faixa exclusiva de ônibus começa na segunda-feira

Termina nesta sexta-feira (22) a última fase da campanha educativa para o respeito à faixa exclusiva de ônibus. A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) realizou campanha educativa, com diversas ações ao longo dos últimos meses, direcionada tanto para os motoristas de ônibus de linhas urbanas, quanto para os condutores de veículos particulares.

Durante esta última etapa, os educadores da Divisão de Educação (Died) da Semob distribuíram material educativo com os motoristas, promovendo assim, interação com todos que circulavam na Avenida Epitácio Pessoa, no trecho da faixa exclusiva de ônibus. Além disso, agentes de mobilidade urbana ficaram posicionados em quatro pontos estratégicos da avenida, das 7h às 19h, orientando os condutores que ainda trafegavam pela faixa exclusiva para retornar a sua faixa correta.

Fiscalização – Após a fase educativa, a partir da próxima segunda-feira (25), os agentes da Semob irão fiscalizar o cumprimento do Código de trânsito Brasileiro (CTB) que disciplina a utilização das faixas exclusivas de circulação de ônibus, que têm por objetivo dar mais agilidade ao transporte público, bem como mais segurança para o tráfego de veículos e pedestres.

O superintendente da Semob, Roberto Pinto, falou sobre o início da fiscalização. “Passada a fase educativa, em suas diversas etapas realizadas, vamos dar início à fiscalização propriamente dita, mas estamos confiantes que a população vai continuar respeitando a faixa exclusiva de ônibus, como já acontece. Pesquisa interna demonstrou que 92% dos motoristas de João Pessoa respeitam espontaneamente a faixa exclusiva, o que nos deixa bastante tranquilos quanto ao início da fiscalização”, disse.

O que diz o CTB – O artigo 184 do CTB, prevê multa de R$ 53,20 (infração leve) e 3 pontos negativos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para os condutores de veículos particulares  que circularem na faixa exclusiva destinada aos ônibus. Já o artigo 185, também do CTB, pune os motoristas de ônibus que circularem fora da faixa reservada ao transporte coletivo urbano com multa de R$ 85,13 (infração média) e 4 pontos negativos na CNH. Agentes da Semob continuarão monitorando a Epitácio Pessoa em pontos estratégicos, assim como, com equipe de fiscalização móvel (motocicletas e automóveis da Semob).

Tráfego na faixa exclusiva – É permitido aos veículos particulares trafegar apenas por poucos metros na faixa exclusiva de ônibus para ter acesso aos imóveis e garagens ou para fazer conversões à direita mudando de direção. Esse tráfego curto deve ser feito quando o veículo estiver bem próximo do imóvel ou garagem que vai acessar, bem como à via que pretende entrar à direita (entre 25m e 50m antes).

Informações: Paraíba.com.br
READ MORE - Em João Pessoa, Fiscalização na faixa exclusiva de ônibus começa na segunda-feira

RMTC anuncia lançamento de aplicativo mundial para auxiliar usuários do transporte coletivo

A Rede Metropolitana de Transportes Coletivos (RMTC) anunciou nesta sexta-feira (22/5) o lançamento em Goiânia de um aplicativo mundial que facilita o uso do transporte público.

Chamado de Moovit, a plataforma combina dados do sistema de localização em tempo real dos ônibus da RMTC às informações fornecidas pelos próprios usuários para indicar as melhores rotas e oferecer todos os elementos que o passageiro precisa para planejar seu trajeto e economizar tempo.

No Moovit o usuário tem acesso à busca inteligente das melhores opções de trajeto em um mapa que mostra os próximos horários de chegada das linhas em todos os terminais e pontos de parada dos 18 municípios da Região Metropolitana de Goiânia atendidos pela RMTC.

Durante a viagem o usuário pode ver o tempo estimado de chegada e ser avisado quando deve desembarcar. O aplicativo também permite avaliar a viagem e relatar informações úteis, como a lotação, a limpeza dos ônibus e até mesmo incidentes. Além disso, o usuário também pode receber alertas da RMTC com novidades, mudanças ou imprevistos sobre sua linha

Utilizado por mais de 20 milhões de pessoas de 600 cidades em 55 países, o Moovit está disponível em 36 idiomas. No Brasil, ele possui mais de 4 milhões de usuários em mais de 50 cidades, dentre elas São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Fortaleza e Curitiba.

O download do aplicativo pode ser feito em celulares e tablets com sistemas Android, Windows Phone e iOS e é totalmente gratuito.

Por Marcelo Gouveia
Informações: Jornal Opção
READ MORE - RMTC anuncia lançamento de aplicativo mundial para auxiliar usuários do transporte coletivo

Terminal Central de Uberlândia começa a receber mudanças

O Terminal Central de Uberlândia começou a receber mudanças estruturais após recomendações do Ministério Público Estadual (MPE). A Companhia de Administração de Terminais Urbanos e Centros Comerciais (Comtec) afirmou que está trabalhando no Termo de Audiência do dia 15 de abril e reafirmou o compromisso em cumprir todas as ações de competência da empresa no prazo alinhado com o MPE.

De acordo com a Comtec, 33 pessoas foram contratadas para dar apoio nas plataformas. Elas foram divididas em três turnos e há reforço nos horários de pico. Os colaboradores usam camisa verde e estão no Terminal desde sexta-feira da semana passada para orientar o embarque e o desembarque e auxiliar pessoas com algum tipo de dificuldade.

As medidas foram sugeridas depois de um acidente no início de março em que uma idosa de 76 anos foi atropelada no local. Ela ficou internada durante 22 dias mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo o promotor Fernando Martins, a presença dos agentes é apenas uma das recomendações do MPE. Ele acrescentou que faltam espelhos nos retrovisores dos ônibus, quadro com informações e barra de proteção aos usuários do transporte coletivo.

Para a cuidadora de idosos Maria Salete Medeiros, além das mudanças físicas, outro item que poderia ajudar a melhorar o convívio e garantir a segurança de quem precisa utilizar os serviços no terminal é a tolerância.

Multa
Mesmo com as mudanças que começaram a ser feitas, o promotor Fernando Martins falou que os responsáveis pelo Terminal Central e a Prefeitura de Uberlândia vão pagar uma multa por não ter cumprido o decreto de 1997 com regras de fiscalização e funcionamento para todos os terminais. Haverá multa e não tem como fugir disso. Ela será baseada no faturamento da empresa e no orçamento e Município”, disse.

Administradora do Terminal, a Contec informou que não vai se pronunciar sobre a multa.

Já o secretário de Trânsito e Transportes, Alexandre Andrade, disse que a Prefeitura não foi notificada, mas que está seguindo todas as orientações do MPE e que já reforçou a fiscalização nas plataformas.

O secretário disse ainda que em breve será realizada uma campanha educativa nas plataformas.

Informações: G1 Triângulo Mineiro
READ MORE - Terminal Central de Uberlândia começa a receber mudanças

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960