Semana começa com dúvidas de usuários e falhas no BRT em Uberaba

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

A primeira segunda-feira após a inauguração do sistema de transporte coletivo Vetor/BRT foi de dúvidas e análises em Uberaba. Por volta das 7h, os terminais estavam cheios e alguns usuários do serviço buscavam informações sobre horários e itinerários. Durante as viagens, a porta da estação tubo do Parque Mirante apresentou problemas para abrir. De acordo com o superintendente do Transporte Coletivo, Claudinei Nunes, o período ainda é experimental e o modelo passará por reajustes.

As mudanças nas linhas de ônibus causou incômodo para uma usuária do transporte público que não quis se identificar. Para ela, faltaram informações sobre o funcionamento, e a dúvida resultou em atraso para chegar ao trabalho. “Eu pegava o Circular 3 perto da minha casa e agora não sei qual tenho que pegar. Deu para entender mais ou menos as explicações e não estamos gostando disso. Estou no terminal e já era para estar no serviço há muito tempo”, disse.

Outra usuária questionou a agilidade prometida com o BRT. O problema maior, segundo ela, é a espera por linhas de bairros distantes em terminais que não possuem lugar para sentar. “Saí às 7h05 do terminal leste. Se passaram 35 minutos e tenho que ficar de pé esperando no terminal oeste, já chego cansada no serviço. A gente anda em pé no ônibus e tem que esperar de pé no terminal”, reclamou.

O superintendente do Transporte Coletivo afirmou que o acompanhamento do sistema tem sido feito e garante melhorias para breve. “Percebemos as questões desde às 5h30 da manhã. Muitos ajustes serão feitos, inclusive nos horários e mais carros em determinadas linhas. Há uma questão de migração de usuários para outras linhas também. Estamos ajustando isso”, afirmou.

Em nota enviada à imprensa, a Prefeitura de Uberaba já confirmou algumas mudanças. Além do aumento de ônibus em linhas alimentadoras do sistema, visto a demanda apresentada por usuários e conferida in loco, linhas como a 54 (Jardim Primavera) e 27 (Jardim Copacabana) já entrarão em operação nesta terça-feira (3) com mais dois ônibus cada. Outras linhas também estão sendo monitoradas para averiguar esta necessidade, bem como ajuste nos horários dos ônibus, caso ocorrido nas Linhas 13 (IFTM) e também Ponte Alta (saindo do Terminal Leste). A partir de quarta-feira  (4), a linha 50 (Abadia) também terá ônibus saindo do Terminal Oeste. Atualmente, a saída é apenas no Praça Rui Barbosa.

Trânsito 
Equipe da empresa Transzum, consultoria encarregada de levantar informações e dados sobre o trânsito de Uberaba e que norteou a contratação da semaforização inteligente, estará em Uberaba nesta terça-feira (3). Conforme anunciado, a prefeitura irá reestudar o sistema nas rotatórias visando dinamizar o trânsito. 

A Superintendência também informou que onde for necessário o ar-condicionado das estações será reforçado e/ou substituído. Onde houve problema nas portas (estações tubo) a equipe atuou e já foi solucionado. O vidro da estação tubo, próximo ao calçadão da Rua Artur Machado. que foi alvo de vandalismo será substituído o mais rápido possível. 

Informações: G1 Triângulo Mineiro

READ MORE - Semana começa com dúvidas de usuários e falhas no BRT em Uberaba

Frota de São Paulo ganha 509 carros por dia

Apesar das recentes medidas adotadas para incentivar o uso do transporte coletivo, como as faixas exclusivas, o número de carros e motos emplacados na capital paulista não para de aumentar - e em um ritmo maior do que nos últimos anos.

Segundo estatísticas do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo, a quantidade de automóveis que começaram a circular nas vias paulistanas no ano passado cresceu 3,4% em relação a 2013. No mesmo período, 4,5% mais motocicletas foram para as ruas.

Em 2014, 186 mil carros (509 por dia) e 45 mil motos (123 por dia) foram acrescentados à frota da cidade, ante 130 mil e 32 mil dois anos atrás. O número de carros chegou a 5,63 milhões e o de motos, 1,04 milhão.

Na avaliação de especialistas, a situação só deve mudar com a melhora da qualidade do serviço de ônibus. Como revelou o Estado na semana passada, em 2014 o número de usuários nos coletivos administrados pela São Paulo Transporte (SPTrans) caiu 0,3%.

E, embora a cidade já tenha 465 km de faixas exclusivas, esse mecanismo não é suficiente.

Para Sergio Ejzenberg, engenheiro e mestre em Transportes pela Universidade de São Paulo (USP), a população opta pelos meios de deslocamento "menos ruins".

"O tempo é o bem mais precioso e as pessoas têm levado até 5 horas para ir e voltar do trabalho de ônibus. Com uma moto paga à prestação, por exemplo, essa pessoa poderia voltar mais cedo para casa", afirma Ejzenberg.

Foi o que fez o universitário Thiago Anastacio, de 30 anos. Usuário contumaz de trens e ônibus, ele, que mora em Carapicuíba, na Grande São Paulo, comprou uma moto alguns meses após começar a estudar em uma faculdade na Barra Funda, na zona oeste. "Eu pagava R$ 12 por dia para ir voltar de trem e ônibus.

Agora, com a moto, gasto R$ 7. Deixaria a moto de lado se o sistema de transporte público fosse mais barato e rápido."

Já o consultor de Tecnologia da Informação David Ribeiro, de 32 anos, decidiu comprar uma moto há quatro meses, depois que mudou de emprego.

Ele vive na região de Interlagos, na zona sul, e sempre andou de transporte público. Antes, trabalhava no centro. "Mas agora, meu trabalho é em Moema e lá não tem metrô nenhum perto. Não quero depender de ônibus. Por isso, comprei a moto. Com ela, faço o percurso em 25 minutos. De ônibus, em no mínimo uma hora e meia."

Bicicleta

Alexandre zum Winkel, que é consultor em Trânsito, afirma que apenas a abertura de novos eixos de transporte de alta capacidade, como linhas de metrô e corredores de ônibus, resolverá o impasse da mobilidade em São Paulo, atraindo pessoas dos transportes individuais para os coletivos.

"Fala-se muito que está fazendo (metrô e corredores), mas isso não está sendo efetivamente sentido pela população. A Prefeitura passou a incentivar mais a bicicleta em vez do transporte público e a maioria dos grandes corredores de ônibus previstos estão parados."

Melhorias

A Secretaria Municipal dos Transportes informou, em nota, que estimula o uso do transporte coletivo, tendo obtido "resultados positivos" nesse sentido. A pasta ressalta as melhorias, como as faixas de ônibus, as ciclovias (que já somam 214 km) e a construção de 150 km de corredores de ônibus, previstos para serem entregues até o fim de 2016.

Para a Prefeitura, "não se pode relacionar o aumento de poder aquisitivo da população - refletido pela elevação de vendas de veículos - com a maior ou menor utilização do transporte público".

READ MORE - Frota de São Paulo ganha 509 carros por dia

No Recife, Carteira de estudante 2015 já pode ser solicitada

Os mais de 700 mil estudantes do ensino Infantil, Fundamental, Médio, Técnico e de cursinhos pré-vestibulares já podem solicitar a versão 2015 da Carteira de Estudante. Para isso, basta que a instituição de ensino preencha corretamente os dados dos alunos no sistema com informações sem abreviações e de acordo com a certidão de nascimento ou carteira de identidade. Também deve ser anexada uma foto 3x4, igual à utilizada para emissão de RG, Carteira de Trabalho ou Passaporte.

Após esse preenchimento, os estudantes devem acessar o link da Carteira de Estudante no site do Grande Recife (www.granderecife.pe.gov.br) para gerar o boleto de pagamento. O documento poderá ser pago nos bancos do Brasil (nas seguintes redes de atendimento: agências bancárias, Internet, Autoatendimento, Correspondente MaisBB, Banco Postal nas agências dos Correios); Caixa Econômica Federal (nas redes de atendimento: Agências lotéricas, Internet, Autoatendimento, Correspondente Caixa Aqui). A carteira é confeccionada em até 30 dias corridos, após o pagamento. A taxa para aquisição da carteira é de R$ 10,25.

Entre os benefícios do documento está a garantia do direito de utilização da meia passagem, através da aquisição de créditos para o Vale Eletrônico Metropolitano Estudantil (Vem Estudante) e o pagamento de meia entrada em eventos culturais e esportivos. É importante lembrar que os alunos devem estar matriculados em instituições de ensino localizadas na Região Metropolitana do Recife e em curso regular com duração mínima de um ano, além de freqüentar a escola regularmente.

Outro dado importante é que as solicitações poderão ser efetuadas até o dia 31 de dezembro desse ano, portanto todos os boletos deverão ser pagos, impreterivelmente, até esta data. É importante lembrar, que a carteira versão 2014 vale até abril deste ano. Para mais informações, os usuários devem entrar em contato com a Gerência Comercial do Grande Recife no 3182-5800 e a Central de Atendimento ao Cliente, no 0800 081 0158.

Informações: GRCT

READ MORE - No Recife, Carteira de estudante 2015 já pode ser solicitada

Passe livre em ônibus já vale para aluno de escolas públicas de São Paulo

Os alunos de escolas públicas de São Paulo passaram hoje (2) a ter direito ao passe livre estudantil nos ônibus. Já os estudantes de escolas particulares com renda familiar até dois salários mínimos, e que também terão acesso à gratuidade, de acordo a proposta da prefeitura paulistana, só terão o benefício disponível a partir da próxima segunda-feira (9).

O estado também anunciou a gratuidade nos mesmos moldes para os trens da CPTM e no metrô. Porém, o benefício depende de aprovação de projeto do Executivo enviado à Assembleia Legislativa, que retomou as atividades hoje. A Secretaria de Transportes Metropolitanos não informou a partir de quando o benefício entrará em vigor.

Estudante universitário pelo Prouni, Ricardo Simões mora na Vila Mariana e estuda no bairro do Saúde, na zona sul de São Paulo, aguarda a gratuidade da tarifa do metrô. “Já me informei no Metrô e me disseram que ainda não tinha data. É um dinheiro que vai fazer falta, e que não volta, porque os dias que eu gastei não vão acumular quando o passe de estudante estiver valendo. Achei falta de planejamento, com tanto anúncio, as aulas começarem sem o passe livre.”

Prefeitos do ABC paulista, Carapicuíba, Barueri, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus e Santana de Parnaíba também implementaram a tarifa zero estudantil, e em algumas cidades os bilhetes também estão valendo a partir de hoje.

No ABC paulista, embora as regras para a gratuidade tenham sido definidas pelo Consórcio Intermunicipal do ABC, cada um dos sete municípios atua de forma individual para que os alunos consigam ter acesso à gratuidade antes da aprovação da lei pelas Câmaras Municipais. Santo André, Mauá, Diadema e São Bernardo começaram a cadastrar os alunos na última semana de janeiro, e quem conseguiu fazer o cadastro pode usar o benefício hoje. São Caetano publicou na sexta-feira (30) as regras, e ainda não iniciou o cadastramento. Ribeirão Pires cadastra os estudantes a partir de hoje.

Alunos de instituições particulares também terão acesso ao passe de estudante, sem a necessidade de comprovação de baixa renda ou de participação em programas sociais, como Prouni e Fies.

Em Carapicuíba, os alunos com direito ao passe de estudante têm de apresentar também documento escolar indicando o controle de frequência nas aulas.

Informações: Rede Brasil Atual

Leia também sobre:
READ MORE - Passe livre em ônibus já vale para aluno de escolas públicas de São Paulo

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960