Passe livre em ônibus para estudantes de SP começou a valer nesta segunda-feira

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

O passe livre em ônibus municipais para estudantes começou a valer nesta segunda-feira (2). O benefício é concedido a alunos do ensino fundamental, médio e superior da rede pública de ensino, segundo a SPTrans (São Paulo Transporte).

Para ter direito à gratuidade, o estudante deve ter pagado o boleto com a taxa anual de validação do Bilhete Único Estudante e já estar com o cartão em mãos. No caso dos alunos de ensino superior, eles também devem preencher o formulário de autodeclaração de renda, que está disponível desde domingo (1º) no site da SPTrans.

De acordo com a SPTrans, quem já estiver com toda a situação regularizada terá as cotas gratuitas disponíveis para recarga no Bilhete Único a partir do dia seguinte do preenchimento do formulário. Para quem ainda for pagar o boleto, o prazo para liberação do crédito é de três dias úteis.

A taxa de validação do Bilhete Único Escolar é de sete tarifas, ou R$ 24,50, para todos os alunos, com gratuidade ou não.

Faculdades particulares

Para quem estuda na rede particular de ensino superior, o benefício estará disponível na segunda-feira (9). Nestes casos, terão direito aqueles que a instituição de ensino já tiver informado se têm direito ao benefício ao atender os seguintes critérios:

- bolsistas do programa Prouni;

- financiados pelo Fies;

- integrantes do Programa Bolsa Universidade (Programa Escola da Família), que possuam renda familiar per capita inferior a 1,5 salário mínimo nacional;

- abrangidos por programas governamentais de cotas sociais que possuam renda familiar per capita inferior a 1,5 salários mínimo nacional.

Os beneficiados com o Bolsa Universidade ou as cotas sociais também devem preencher o formulário de autodeclaração que, para eles, estará disponível na internet a partir de quinta-feira (5).

Em todos os casos, se o benefício não estiver disponível na data informada, o estudante deve procurar sua instituição de ensino e verificar se os dados de sua matrícula foram enviados à SPTrans.

Informações: R7.com

Leia também sobre:
READ MORE - Passe livre em ônibus para estudantes de SP começou a valer nesta segunda-feira

Justiça de São Paulo bloqueia R$ 282 mi da Alstom

A Justiça de São Paulo decretou nesta segunda feira, 2, o bloqueio de R$ 282 milhões da multinacional francesa Alstom e do conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado, Robson Marinho, réus em ação de improbidade movida pelo Ministério Público Estadual.

A decisão é da juíza Maria Gabriella Pavlópoulos Spaolonzi, da 13.ª Vara da Fazenda Pública da Capital.  Em agosto de 2014, Maria Gabriella decretou o afastamento de Marinho de suas funções no TCE. Ele está sob suspeita de ter recebido na Suíça US$ 2,7 milhões em propinas da multinacional francesa Alstom, entre os anos de 1998 e 2005 (US$ 3,059 milhões em valores atualizados).

A Promotoria acusa Marinho de enriquecimento ilícito, sustenta que ele lavou dinheiro no exterior e afirma que o conselheiro de contas participou de um "esquema de ladroagem de dinheiro público". A Promotoria afirma que o conselheiro recebeu propina para favorecer a Alstom, contratada na década de 1990 no âmbito do aditivo X do Projeto Gisel, empreendimento da Eletropaulo, antiga estatal paulista.

A ação é subscrita pelos promotores de Justiça Silvio Antonio Marques, José Carlos Blat e Marcelo Daneluzzi. Eles haviam pleiteado bloqueio total de R$ 1,129 bilhão, incluindo o valor do dano mais multa. A juíza Maria Gabriella definiu o valor a ser indisponibilizado em um quarto do valor total da ação proposta pela Promotoria. A jurisprudência, anotou a magistrada, impõe o bloqueio sobre o valor da causa, não incluindo a multa.

Ao mesmo tempo em que pediu o afastamento do conselheiro, a Promotoria ingressou com ação de improbidade contra Marinho, um sócio dele, o empresário Sabino Indelicatto, a Alstom e sua coligada Cegelec, além da offshore MCA Uruguay e da Acqualuz (de propriedade de Indelicatto). O bloqueio é de responsabilidade solidária, ou seja, todos os réus devem o valor global.

Robson Marinho nega ter recebido propinas da Alstom. A empresa informou que não foi notificada sobre o bloqueio de seus ativos e reitera "o cumprimento de seus negócios à legislação brasileira".

Por Fausto Macedo
Informações: MSN

Leia também sobre:
READ MORE - Justiça de São Paulo bloqueia R$ 282 mi da Alstom

Primeiro dia de funcionamento do BRT em Uberaba é tranquilo

No primeiro fim de semana de funcionamento do Sistema de Transporte Rápido em Uberaba,  pesar de algumas reclamações, não houve tumultos e tudo ocorreu de forma tranquila. As bilheterias nos terminais começaram a funcionar neste sábado (31), com a passagem sendo vendida por R$ 3,10, mesmo preço de antes.
Foto: Jairo Chagas | JM Online
Com o novo sistema, o usuário conseguiu fazer integração entre linhas e trocar de ônibus, pagando apenas uma viagem. Mesmo com frota reduzida, o que será regra nos fins de semana, a quantidade de ônibus atendeu bem aos usuários.

Adequações e reparos na parte estrutural do sistema continuam sendo feitos, principalmente em relação ao trânsito. Uma equipe ainda está concluindo a instalação dos tachões que delimitam a faixa exclusiva para os ônibus.

Funcionários da Prefeitura continuam orientando os usuários com dúvidas nos terminas e nas estações. Segundo o superintendente do Transporte, Claudinei Nunes, a recomendação para os usuários que ainda não conhecem o sistema é se adiantar na segunda-feira para a hora do trabalho ou da escola.

Obra
A obra teve valor total de pouco mais de R$ 31 milhões, sendo R$ 19 milhões da Prefeitura, aproximadamente R$ 1,9 milhão de estações, obtidas por meio de compensação da MRV e quase R$ 10 milhões das empresas de transporte coletivo (construção de um terminal e frota nova). Ao todo, 12 ônibus irão percorrer as extremidades da Avenida Leopoldino de Oliveira, passando a cada quatro minutos nas estação tubo. O Terminal Leste recebeu o nome de Isaura Fuzaro Pereira. O Terminal Oeste recebeu o nome de Adauto Pereira de Almeida.

O custo da passagem é de R$ 3,10, obedecendo reajuste de 2015. A utilização do sistema vetor nas estações tubo só é possível através de cartão que pode ser obtido nos terminais ou Associação das Empresas do Transporte Coletivo Urbano de Uberaba (Transube).

Em discurso, o prefeito Paulo Piau afirmou que o objetivo principal da implantação é oferecer condições para que o uso do transporte coletivo aumente entre a população. “Uberaba tem um baixo índice de uso do transporte coletivo se comparado a outras cidades. O transporte coletivo atinge em 3,9 vezes à população, queremos que seja 7 vezes a população andando de ônibus”, afirmou.

Informações: G1 Triângulo Mineiro
READ MORE - Primeiro dia de funcionamento do BRT em Uberaba é tranquilo

São Paulo vai estatizar garagens de ônibus

O prefeito Fernando Haddad decidiu que vai estatizar todas as garagens de ônibus do transporte municipal, segundo reportagem publicada neste sábado pela Folha de S. Paulo.

O fato de São Paulo ter um dos metros quadrados mais caros do mundo é um entrave para que mais empresas possam explorar o sistema de transporte.

A ideia da Prefeitura, de acordo com o jornal, é se apropriar das garagens e, depois, entregá-las aos vencedores de uma nova licitação, medida que deve reorganizar o transporte público paulistano.

Ainda segundo a Folha de S. Paulo, Haddad também pretende mudar a exploração do transporte público. O prefeito irá optar por um novo modelo, dividido em três redes e que privilegia o fluxo de passageiros. Será divido em estrutural (corredores e grandes vias), coletores (deslocamento a áreas de grande fluxo) e intra-bairro.

A desapropriação das garagens, de acordo com a reportagem, deve começar ainda no primeiro semestre deste ano.

Nova onda de protestos

A cidade de São Paulo tem assistido ao surgimento de novos protestos contra a alta da tarifa de ônibus, apesar de a Prefeitura ter oferecido passe livre para estudantes de escolas públicas e congelado a tarifa para os bilhetes mensal, semanal e integrado com o metrô.

No início deste mês, as passagens de ônibus, trem e metrô subiram para R$ 3,50. O valor não subia desde 2011 no caso dos ônibus, e desde 2012 no caso dos trens e metrô.

Com isso, o Movimento Passe Livre (MPL) tem convocado protestos para pressionar o poder público para diminuir o valor da tarifa. No último deles, os manifestantes chegaram a levantar uma catraca de ônibus e fizeram um jogral em frente ao prédio do prefeito Fernando Haddad.

Tarifa cara

Entre 12 grandes metrópoles no mundo, a tarifa de ônibus da cidade de São Paulo é a que pesa mais na renda do trabalhador que usa o transporte público para ir e voltar do trabalho.

Por mês, 17,7% da renda de um morador da cidade de São Paulo que recebe um salário mínimo é revertida apenas para o transporte público. Em Paris, a proporção é de 4,45%.

Informações: Exame Abril
READ MORE - São Paulo vai estatizar garagens de ônibus

Câmeras nos ônibus de Goiânia dão mais segurança aos usuários

A Rede Metropolitana de Transportes Coletivos (RMTC) aponta que caiu em torno de 75% o número de crimes registrados nas linhas de ônibus do transporte coletivo que possuem câmeras de monitoramento, em Goiânia. Os equipamentos começaram a ser implantados em agosto do ano passado e, atualmente, 640 câmeras estão instaladas nos veículos.

Uma delas flagrou um assalto dentro de um ônibus. As imagens mostram dois homens de camisetas vermelha e cinza que passam por baixo da catraca. No fundo veículo, um deles  senta ao lado da vítima e anuncia o assalto.

A Rede Metropolitana de Transportes Coletivos (RMTC) aponta que caiu em torno de 75% o número de crimes registrados nas linhas de ônibus do transporte coletivo que possuem câmeras de monitoramento, em Goiânia. Os equipamentos começaram a ser implantados em agosto do ano passado e, atualmente, 640 câmeras estão instaladas nos veículos.

Uma delas flagrou um assalto dentro de um ônibus. As imagens mostram dois homens de camisetas vermelha e cinza que passam por baixo da catraca. No fundo veículo, um deles se senta ao lado da vítima e anuncia o assalto.

Informações: G1 GO | TV Anhanguera
READ MORE - Câmeras nos ônibus de Goiânia dão mais segurança aos usuários

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960