Novas tecnologias ajudam passageiros e combatem fraude nos ônibus de São Paulo

sábado, 27 de setembro de 2014

As tecnologias que facilitam a vida das pessoas em diversos serviços e produtos também estão disponíveis no transporte coletivo da cidade de São Paulo. Na zona sul, 20 novos ônibus estão equipados com ar-condicionado, câmeras de monitoramento e validadores de bilhete único com sistema antifraude. A iniciativa tem o objetivo de proporcionar cada vez mais aos usuários viagens confortáveis e com maior segurança, principalmente na hora de embarque e desembarque.

As melhorias no transporte coletivo é um dos temas em discussão na Semana da Mobilidade 2014. Clique aqui e veja a programação completa das atividades.

Além dos 20 ônibus entregues, outros dez já estão sendo preparados para entrar em circulação em bairros como Sacomã e Vila Prudente e outras 200 unidades foram encomendadas pela São Paulo Transportes (SPTrans). Esses ônibus vão se juntar aos 1.785 novos carros que estão circulando na cidade desde janeiro de 2013. Em 2015, a renovação prevê a entrada em operação de mais mil veículos.

Os novos veículos entregues circulam pelas linhas 809P Terminal Campo Limpo-Pinheiros e 857P Terminal Campo Limpo-Paraíso, ambas operadas pela Viação Campo Belo, que atua na zona sul da cidade. Os veículos contam ainda com seis câmeras instaladas para evitar acidentes, realizar o monitoramento das portas, da movimentação do motorista e uma delas também registra a passagem dos bilhetes pelos validadores. Quatro desses veículos também oferecem sinal wi-fi gratuitamente a todos os passageiros.

Já estão em fase de homologação outros equipamentos, como contadores de passageiros, comunicação 3G/4G, letreiro externo, sistema de áudio e de telemetria (sistema de monitoramento dos veículos).

Tecnologia GPS
Todos os 15 mil veículos que operam no sistema de transporte público municipal são equipados com GPS, equipamento que permite o acompanhamento em tempo real dos coletivos. No site Olho Vivo, desenvolvido pela SPTrans, é possível visualizar um mapa do trajeto de alguns veículos e as suas posições em tempo real, com base nestes equipamentos instalados.

GPS – Global Positioning System (Sistema de Posicionamento Global), é um sistema de satélites e outros dispositivos que tem como função básica prestar informações precisas sobre o posicionamento individual de um objeto no planeta.

Validadores contra fraude
Também estão em fase de implantação os novos modelos de validadores que irão tornar o sistema mais seguro no combate às eventuais fraudes no Bilhete Único. Os novos equipamentos apresentam tecnologia avançada, com capacidade de armazenamento e transmissão de dados e fotos por meio de wi-fi.

Estes novos validadores permitirão, por exemplo, maior agilidade na identificação de cartões roubados e perdidos, aumentando a segurança dos passageiros, permitindo inclusive a identificação de usuários que estejam utilizando bilhetes especiais de maneira indevida.

As operadoras têm até janeiro para equipar os ônibus com os novos modelos. Na primeira semana de agosto deste ano, os primeiros validadores, instalados em 50 ônibus, começaram a rodar pela cidade, oferecendo aos usuários mais segurança nos seus cartões e no combate às fraudes, protegendo os cidadãos e também o patrimônio da cidade.

QR Code
Desde junho deste ano, os pontos de ônibus da cidade recebem adesivos com os chamados QR Codes, uma espécie de código de barras que ao ser fotografado por smartfones pode ser decodificado, proporcionando o acesso de informações atualizadas sobre ações que estão sendo realizadas no local.

Atualmente a cidade conta com 20 pontos de ônibus que oferecem esta tecnologia. A meta é instalar 250 pontos de ônibus com QR Code por mês na cidade de São Paulo.

Para utilizar este sistema é necessário que o usuário tenha em seu celular um aplicativo que decifre o código.

Laboratório de Tecnologia 
Lançado em fevereiro com o intuito de incentivar a criação de aplicativos e softwares, o Laboratório de Tecnologia e Produtos para Mobilidade Urbana busca soluções tecnológicas para facilitar os deslocamentos pela cidade e sua integração com os modais de transporte disponíveis.

Esta iniciativa, que tem como parceira a Universidade de São Paulo, ganhou neste mês o prêmio MobiPrize, da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, em reconhecimento por seu foco na busca por novas ferramentas de facilitação para a mobilidade.

Hackatona do Ônibus
Além destas medidas, atualmente a SPTrans apoia o desenvolvimento de novas tecnologias que auxiliam os usuários, como a “Hackatona do ônibus”, que em outubro do ano passado premiou desenvolvedores e programadores digitais de três aplicativos voltados para o transporte público coletivo.

READ MORE - Novas tecnologias ajudam passageiros e combatem fraude nos ônibus de São Paulo

Santo André coloca 15 novos ônibus na rua

A Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos (SMUOSP) e a SA-Trans, concessionária que administra o transporte público municipal, entregou nesta sexta-feira (26), no Terminal da Vila Luzita, 15 novos ônibus da viação Expresso Guarará. Os veículos são menos poluentes e contam com acessibilidade para cadeirantes, lanternas, faróis e iluminação interna em LED, tela touchscreen para o motorista controlar a iluminação, abertura e fechamento das portas, além da mudança do letreiro do itinerário.

Os veículos vão atender a ligação entre a Vila Luzita e a região central da cidade, aumentando, assim, a capacidade de transporte da frota, que passa a ter 419 ônibus. Serão atendidas as linhas TR 103, que liga a Vila Luzita ao Paço Municipal, na região central da cidade. Os novos ônibus têm capacidade para 45 passageiros sentados, 44 em pé, além de espaço para cadeira de rodas e para cão guia acompanhante de pessoas com limitação visual. A empresa também optou por elevador eletropneumático para o acesso de cadeiras de rodas, que possui acionamento mais preciso e movimentação mais suave de elevação e desembarque da cadeira de rodas.IMG 6092

Há ainda poltronas únicas, sem divisória, para passageiros com obesidade e outras demarcadas para idosos, gestantes, portadores de deficiência física ou para quem se recupera de procedimentos cirúrgicos. O corredor também é mais largo que dos modelos antigos, facilitando a movimentação dos passageiros dentro do veículo. Outra importante inovação dos veículos são que as lanternas, faróis e a iluminação interna contam com lâmpadas de led, que permitem melhor visualização.

Em relação à emissão de poluentes, os novos ônibus da Expresso Guarará seguem as atuais normas de restrição de poluição, com base nos padrões internacionais Euro V. A redução na emissão de óxido de nitrogênio é de 63%, e na de materiais particulados chega a 80%. Para o motorista, também há itens de conforto, como poltrona ergonômica e uma tela no painel sensível ao toque (touchscreen) com várias funções, como acionamento das portas, iluminação interna, faróis e lanternas e mudança do letreiro do itinerário, entre outros, reduzindo o número dos botões tradicionais.

Para o prefeito de Santo André, Carlos Grana, a renovação da frota vem ao encontro do aumento no número de usuários do terminal. “Santo André está fazendo a lição de casa. Nossa frota tem idade média de quatro anos e essa região está em expansão; a demanda cresce permanentemente. Poucos meses atrás tínhamos 30 mil passageiros, estamos chegando a quase 50 mil no terminal, por isso, o assunto merece total atenção do governo”, pontuou Grana.

Para o secretário de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos, Paulinho Serra, um dos critérios utilizados para o processo de renovação foi a idade da frota. “A entrega de novos ônibus faz parte de um grande processo de modernização do transporte público, onde implantamos o Bilhete Único Andreense, já entregamos 75 novos ônibus, nossa frota está cada vez mais acessível, houve a reforma nos pontos de ônibus, tudo isso faz parte deste processo, que tem atraído mais passageiros a cada mês. O poder público dá condições e a população passa a usar cada vez mais o transporte público”, finalizou Paulinho.

Informações: Prefeitura de Santo André

Leia também sobre:
READ MORE - Santo André coloca 15 novos ônibus na rua

Usuários e motoristas apontam os problemas do transporte coletivo de Ribeirão Preto

Nas vias de Ribeirão Preto é comum encontrar congestionamento diariamente. São carros, motocicletas, bicicletas e caminhões na disputa por um espaço no trânsito. E para os motoristas de ônibus do transporte coletivo, a situação não é diferente. Segundo dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), são 1.836 veículos do transporte coletivo circulando em Ribeirão Preto.

A linha mais movimentada é a 402 - Ribeirão Verde, que tem mais de 136 mil usuários por mês. A reportagem da CBN Ribeirão embarcou para acompanhar esse trajeto. Adriano Ricardo da Silva foi uma das pessoas a ocupar um dos trinta assentos do coletivo da linha 402. O vendedor disse que prefere deixar o carro em casa, pois é mais econômico andar de ônibus. "Eu tenho veículo, mas eu prefiro usar esse transporte porque o custo é menor pra mim. Colocando mais linhas, reduzindo o tempo de espera de um ônibus pro outro, eu acho que melhoraria bastante", contou. A superlotação é outro problema enfrentado pelos usuários. 

A estudante Ana Paula usa a leitura como passatempo durante o trajeto. "O período é muito longo de viagem e a gente tem que se distrair de alguma forma. Já basta o ônibus lotado, né, então a gente tem que se distrair", disse. Para o motorista Fabricio, as vias que apresentam maior índice de congestionamento são as Avenidas Jerônimo Gonçalves e Saudade e a Rua São Paulo. E essa é a rotina dele. "Lotado, trânsito e a gente vai levando essa vida no dia a dia. O que pesa aqui mesmo é o dinheiro. Isso de dirigir e cobrar é muita responsabilidade".

Do percurso que durou 1h35, a reportagem seguiu para a linha com maior extensão, com mais de 41 quilômetros por volta. Rogério Onofre é o condutor da 373 - Vila Abranches/ Ipiranga. Para ele, o fluxo de veículos nos horários de pico atrapalha muito, mas o grande desafio é a falta de respeito com a sinalização. "O principal problema que a gente encontra é a falta de atenção de muitos motoristas, a imprudência de atravessar sinal vermelho, parado em cima da faixa... esses são os principais acontecimentos de acidente que eu vejo pela cidade toda no decorrer do trabalho. E um pouco os pedestres que não respeitam muito a sinalização", falou. E quanto aos congestionamentos, os corredores para os ônibus ajudariam a melhorar o trânsito. 

Durante o trajeto, o motorista relatou que a Rua João Bim e as Avenidas Barão do Bananal e Dom Pedro I possuem estacionamento dos dois lados, o que dificulta bastante a locomoção. O caminhoneiro Aparecido Donizete de Souza usa o transporte público para fugir do estresse. "Eu ando nas cidades a fora e vejo que Ribeirão Preto, pelo tamanho, tinha que ter mais conscientização dos motoristas, tanto de caminhão, carro e moto. Ninguém respeita ninguém! E eu acho que tinha que ter mais planejamento dentro da cidade, então eu prefiro o trânsito do ônibus do que sair com o carro e passar nervoso", relatou.

Já o passageiro José Carlos usa o transporte coletivo porque não tem carro e acredita que, se todos fizessem o mesmo, o trânsito seria mais fácil. "Usar o ônibus e deixar o veículo em casa porque economiza e causa menos transtorno, menor quantidade de veículos na rua. A pessoa acostumaria a andar de ônibus e não ia tanto querer pegar o veículo em casa."

O advogado especialista em trânsito, Rodrigo Paschoalotto, concorda com a ideia do José Carlos e ainda acrescenta que um transporte de melhor qualidade e com confiabilidade no horário, tiraria o motorista do transporte individual e o levaria para o coletivo: "Nós temos que repensar esse modelo de ônibus que nós temos hoje em Ribeirão Preto como também nós temos que repensar o trânsito. Nós temos que fazer a circulação de ônibus fluir de uma forma melhor. Automaticamente vamos criar corredores de ônibus em Ribeirão Preto em avenidas principais. Isso vai melhorar o serviço público, dando eficiência ao serviço", concluiu.

Segundo dados da Transerp, por mês, 4 milhões e 700 mil pessoas usam o transporte coletivo em Ribeirão Preto. Em nota, a assessoria do Consórcio Pró-Urbano informou que a empresa acredita que "priorizar o transporte coletivo é a solução para os problemas de trânsito e transporte de qualquer cidade. A lotação nos horários de pico em Ribeirão está dentro de todos os parâmetros em nível nacional, em muitos casos o índices é menor. Aqui, o índice estabelecido por Edital foi de seis passageiros por metro quadrado. No entanto, o que as autoridades precisam, segundo o consórcio é priorizar o transporte, torná-lo mais ágil, deixar o ônibus ir e vir, isso sim atrai novos clientes fazendo com que deixem o carro em casa."

Informações: CBN

Leia também sobre:
READ MORE - Usuários e motoristas apontam os problemas do transporte coletivo de Ribeirão Preto

Ponto Vitória passa por atualização e modernização

Dados mais precisos, sistema ainda mais moderno e serviço disponibilizado nos dispositivos móveis, como smartphone e tablet. Esses são alguns dos ganhos do novo modelo do Ponto Vitória que está sendo desenvolvido para os passageiros na capital.
Foto: André Sobral
Enquanto o Ponto Vitória estiver em manutenção para a sua modernização, os usuários podem acessar um sistema provisório para consultar os horários de saída de todas as linhas do sistema municipal. Ao acessar o link, o usuário deve clicar em "Quero saber o horário de uma linha de ônibus".

Com a atualização do sistema, os usuários terão ainda mais exatidão na hora de consultar os horários em que os ônibus passarão pelos pontos de parada.

O serviço também ganhará uma nova "cara" e outra plataforma de uso na internet e, ainda, ficará disponível em versão mobile (IOS, Windows Phone e Android). Assim, quem estiver na rua também terá acesso facilitado às informações e mais controle sobre a hora das linhas do transporte coletivo municipal.

O subsecretário de Tecnologia da Informação da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfa), Márcio Passos, explicou que as mudanças serão feitas para aprimorar o serviço prestado aos usuários. "Vamos atualizar todo o sistema para facilitar a navegação e ainda oferecer essa ferramenta em versão mobile", afirmou.

Informações: Prefeitura de Vitória ES

READ MORE - Ponto Vitória passa por atualização e modernização

Zona Norte do Recife ganha nova ciclofaixa

A partir deste sábado (27), a Zona Norte do Recife vai ganhar uma nova ciclofaixa permanente e um binário. A Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano (Semoc) e a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) vão implantar a Ciclofaixa Marquês de Abrantes, com dois quilômetros de extensão, entre os bairros do Rosarinho e Campo Grande, incluindo Encruzilhada e o Hipódromo. Para viabilizar a ação, haverá mudanças no tráfego na localidade.

A nova rota deverá servir como alternativa mais segura para os ciclistas que transitam pela Estrada de Belém. O percurso não está em trajeto de ônibus e possui velocidade regulamentada de 30 km/h. De acordo com uma pesquisa realizada pela  CTTU, a ciclofaixa tem a potencialidade de beneficiar de imediato cerca de 90 ciclistas por hora, fluxo registrado na Estrada de Belém.

A ciclofaixa terá o fluxo bidirecional e vai ligar os bairros de Campo Grande e Rosarinho entre as ruas Amaro Coutinho e Jerônimo Vilela. O equipamento terá início na Rua Marquês de Abrantes, a partir do cruzamento com a Rua Jerônimo Vilela, em Campo Grande, onde há sinalização horizontal e vertical, além de tachões para a segregação da via. A rota continua pela Rua Carlos Fernandes, passando pela Praça Tertuliano Feitosa (conhecida como Praça do Hipódromo), que, por ter a via mais estreita, receberá um tratamento de ciclorrota, contando apenas com a sinalização vertical. Após a Rua Carlos Fernandes, o percurso segue pelas ruas da Coragem, Pedro Alves e Amaro Coutinho, passando por trás do Mercado da Encruzilhada. Nesse trecho, haverá a sinalização horizontal e vertical com tachões segregando a via. Já o trecho da Amaro Coutinho, entre a Rua Dr. Enéas de Lucena até o cruzamento com a Av. Santos Dumont, no Rosarinho, terá sinalização vertical para alertar aos motoristas que a via será compartilhada com ciclistas.

Somente neste ano, duas ciclofaixas permanentes já foram implementadas. De acordo com o plano de governo da atual gestão, 76 quilômetros de rota deverão ser implementados até 2016. O percurso também está em consonância com o Plano Diretor Cicloviário (PDC), lançado pelo Governo de Pernambuco em parceria com os municípios da RMR, que prevê 12 rotas cicláveis no Recife.

Para implantar a nova ciclofaixa, será necessário realizar mudanças na circulação de veículos na área, como a implantação do binário entre as ruas Doutor Machado e Marquês de Abrantes, em Campo Grande. Será proibido o estacionamento na Rua da Coragem, no lado oposto à ciclofaixa e nos dois lados da Rua Carlos Fernandes, das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira. A CTTU também vai alterar a circulação das ruas Marquês de Abrantes e Doutor Machado, no bairro de Campo Grande. As duas vias passam a formar um binário, no trecho entre as ruas Prudente de Moraes e Jerônimo Vilela.

A Rua Marquês de Abrantes, que é mão dupla, passa a ser mão única no sentido da Rua Prudente de Moraes. Já a Rua Doutor Machado, que também é mão dupla, vai passar a ser mão única no sentido da Rua Jerônimo Vilela. Dessa forma, o condutor que trafegar pela Rua Doutor Machado e quiser acessar a Praça do Hipódromo, deverá realizar o giro de quadra pela Rua Jerônimo Vilela e seguir pela Rua Marquês de Abrantes. Já o condutor que estiver circulando pela Rua Marquês de Abrantes e quiser acessar a Rua Jerônimo Vilela, deverá realizar o giro à direita na Rua Prudente de Moraes, acessar a Rua Doutor Machado e seguir em frente até a via desejada. O estacionamento na Rua Doutor Machado permanece liberado, assim como o estacionamento na Rua Marquês de Abrantes, no lado oposto à ciclofaixa.

A CTTU vai implantar a sinalização viária e cerca de 200 placas de sinalização vertical, que irão regulamentar a nova ciclofaixa e as alterações na circulação com a implantação do binário. Os condutores que trafegam pela área devem ficar atentos às mudanças de circulação e à sinalização. A CTTU destaca ainda a importância da educação e o respeito às leis contidas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que proíbem o estacionamento e a circulação na área destinada aos ciclistas. Os motoristas que estacionarem em local proibido ou sobre a ciclofaixa serão autuados e receberão multas que variam entre R$ 53,20 e R$ 127,69. Já os condutores flagrados transitando sobre a ciclofaixa receberão multa de R$ 574,62. Agentes da CTTU irão reforçar o monitoramento e a fiscalização da área.

Informações: Diário de Pernambuco

READ MORE - Zona Norte do Recife ganha nova ciclofaixa

Florianopolitano aprova valor das passagens de ônibus em 2014

Da metade do ano pra cá, o preço para embarcar em ônibus urbanos da cidade de Florianópolis, capital de Santa Catarina, vem agradando a população. A redução de pelo menos 15 centavos proposta em junho deste ano, foi aprovada por aqueles que dependem do transporte para trabalhar. 

Quem paga as passagens de ônibus com dinheiro deixou de desembolsar R$ 2,90 para pagar a quantia de R$ 2,75. Já a tarifa cobrada no cartão, está sendo comercializada por R$ 2,70, ou seja, 12 centavos a menos do que o valor praticado. Além da diminuição na tarifa do transporte coletivo de Florianópolis, a prefeitura da cidade deu início a dois importantes benefícios no setor, recadastrando a Tarifa Social e abrindo o cadastro do Passe Livre. Os dois programas direcionados a passageiros de baixa renda, reduzem o preço pago para viajar em coletivos urbanos da capital.

Tarifa Social
A Tarifa Social é destinada a famílias carentes que comprovem renda de até três salários mínimos, reduzindo o valor das passagens para o preço fixo de R$ 1,66 aos ingressos que reservarem as passagens rodoviárias por meio do cartão. No dinheiro, a tarifa rodoviária também fica mais barata, chegando a ser cobrada no valor de R$ 1,95.  O beneficio é válido para as viagens através das linhas do Maciço do Morro da Cruz e com a reativação passou a valer para toda a cidade. Para se cadastrar é preciso apresentar na Passarela Nego Quirido, no Centro da Capital, ou na Secretaria de Assistência Social e Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), a carteira de identidade, o CPF, comprovante de residência, carteira de trabalho, título de eleitor e principalmente, comprovante de renda.

Passe Livre
É o beneficio que garante as viagens de ônibus gratuitas para famílias carentes que tenham estudantes com inscrição no cadastro municipal de assistência social. Para garantir o passe livre é preciso apresentar nos órgãos competentes, a certidão de nascimento ou carteira de identidade, atestado de frequência escolar atualizado, comprovante de residência, e comprovante de renda ou carteira de trabalho.

Informações: Preço de Passagem

READ MORE - Florianopolitano aprova valor das passagens de ônibus em 2014

Duas avenidas de Fortaleza terão faixas exclusivas para ônibus

As avenidas de Fortaleza José Bastos e Domingos Olímpio terão 11,3 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus a partir de 29 de setembro. De acordo com a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), aproximadamente 182 mil passageiros serão beneficiados com as alterações.

A implantação da faixa na Avenida José Bastos será entre o trecho da Rua Padre Cícero e Avenida Senador Fernandes Távora, por onde passam, diariamente, 23 linhas de ônibus. Já a implantação da faixa na Avenida Domingos Olímpio ocorrerá entre a Avenida Bezerra de Menezes e Avenida Dom Manoel, por onde também circulam 23 linhas todos os dias.
Após as intervenções, Fortaleza passará a contar com um total de 30,7 quilômetros de priorização do transporte coletivo e, até julho de 2015, esse número será de 122 quilômetros.

Para viabilizar a implantação das faixas, a Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC) implantará a nova sinalização ao lado direito de cada via, além de implantar a sinalização indicativa de horário de circulação. As paradas de ônibus também passarão por alterações, pois terão suas distâncias redimensionadas e receberão comunicação visual com informações sobre as linhas.

Vias como Av. Engenheiro Santana Júnior, Av. W. Soares, Av. Abolição, Av. Godofredo Maciel, Av. Osório de Paiva, Bernardo Manuel, Av. Pres. Castro e Silva, Av. Cel. Matos Dourado, Av. Alberto Craveiro, Av. Raul Barbosa, Av. Antônio Sales e Av. Leste-Oeste também serão contempladas com as faixas.

Informações: G1 CE

READ MORE - Duas avenidas de Fortaleza terão faixas exclusivas para ônibus

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960