Após paralisação, Ônibus no Rio voltam a circular

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Após as 24 horas da paralisação dos rodoviários que causou muito transtorno para quem dependia do transporte público no Rio, nesta sexta-feira (9) os passageiros encontraram o funcionamento normal dos ônibus, trens e o BRT Transoeste.

O movimento de ônibus e passageiros no Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, Zona Oeste, era tranquilo nesta manhã. Na Central do Brasil, no Centro, várias linhas de ônibus trafegavam sem problemas. A Rio Ônibus informou que as empresas fizeram um mutirão para arrumar os veículos que tinham sido depredados.

Os ônibus do BRT Transoeste também rodavam sem qualquer tipo de problema. Na Rodoviária de Campo Grande o fluxo de passageiros era tranquilo no período. Cerca de 40% das linhas do BRT não rodaram na quinta-feira e o tempo de espera dos passageiros chegou a quase duas horas.

O metrô e os trens estavam circulando com intervalos regulares nesta sexta. A plataforma da SuperVia em São Cristóvão estava movimentada por volta das 6h50. Segundo os passageiros que usam o transporte, as composições estavam mais cheias porque a população ficou com receio de ter problemas pelo segundo dia consecutivo com a falta de ônibus. Na quinta-feira, a SuperVia operou com capacidade máxima para atender ao aumento da demanda; segundo a empresa, o movimento foi 8% maior do que é registrado na média por dia.
Paralisação de 24 horas dos rodoviários terminou com 467 veículos depredados e uma trocadora ferida (Foto: Daniel Silveira/G1)

Paralisação dos rodoviários
Os Motoristas e cobradores questionam o acordo firmado entre o Sindicato dos Rodoviários e as empresas de ônibus em março. A categoria ganhou um aumento de 10% no salário retroativo a abril e o salário base do motorista passou para cerca de R$ 1.950. Os rodoviários também tiveram um reajuste de 40% no valor da cesta básica, que subiu para R$ 140.

Os grevistas, no entanto, querem um aumento de 40% no salário — passariam a receber quase R$ 2,5 mil, além de cesta básica de R$ 400. Outra reivindicação é o fim da dupla função, onde motoristas também trabalham também como trocadores. Segundo eles, o sindicato não consultou a categoria ao aceitar o acordo com as empresas.

A paralisação de rodoviários deixou 467 ônibus depredados e uma trocadora ferida, segundo a Rio Ônibus. As principais avarias foram quebra de parabrisas, janelas, retrovisores e portas. A área mais afetada foi a Zona Oeste, incluindo Barra e Jacarepaguá.

READ MORE - Após paralisação, Ônibus no Rio voltam a circular

No Recife, Veículos do BRT começam a testar giro na Praça do Derby

Os veículos BRT, que irão operar no Corredor Leste/Oeste, entram na terceira fase de teste na noite da última quarta-feira (07). Neste momento, serão analisadas três alternativas de retorno na Praça do Derby. As opções serão pelas ruas Feliciano Gomes, Severino Pinheiro ou um looping de quadra em frente ao Quartel do Derby. 

A operação do corredor começará com a linha Camaragibe/Derby e os veículos possuem entre 19 e 21 metros de comprimento. Os testes começaram no início de maio com acoplagem na Avenida Caxangá e a circulação na Avenida Belmino Correia.

Informações: GRCT

READ MORE - No Recife, Veículos do BRT começam a testar giro na Praça do Derby

Metrô de Salvador funciona em esquema especial durante a Copa do Mundo

O plano de mobilidade urbana para Salvador durante a Copa do Mundo 2014 foi divulgado, nesta quarta-feira, 7, pela Secretaria Estadual para Assuntos da Copa do Mundo (Secopa). O projeto inclui o início da operação do metrô, criação de linhas especiais de ônibus, uma rota especial destinada aos pedestres, do Centro Histórico até o estádio e monitoramento de estradas e de outros pontos de acesso à cidade.

Segundo informações divulgadas pela Secopa, a ideia foi melhorar o acesso à Arena Fonte Nova. Além de melhorias no transporte, no plano consta a revitalização do sistema viário, recuperação de calçadas, construção do viaduto que dá acesso ao estádio, que já foram executados, e criação da Fun Walk - rota para pedestres, que liga pontos do Centro Antigo ao estádio.

A Secopa também informou que no dia 10 de junho, o metrô de Salvador começa a funcionar, em operação assistida, com linha expressa, que sai da estação do Acesso Norte ao Campo da Pólvora, em horários específicos. Mas, conforme assessoria, só terão acesso ao metrô torcedores que tiverem ingresso uma vez que a rota está dentro do perímetro monitorado pela Fifa. Só poderão ter acesso à estação durante os dias de jogo, os ônibus e vans credenciados que estiverem fazendo o transporte de pessoas com ingressos.

O projeto prevê dez linhas especiais criadas para atender a cidade durante os jogos, com 150 veículos. Duas delas saem do Aeroporto Internacional de Salvador - a primeira com início de operação até o final deste mês, que seguirá em direção a Pituba, Rio Vermelho, Ondina e Jardim de Alah, e a outra criada especialmente para os dias de jogos, com sentido Arena Fonte Nova.

Para os torcedores com necessidades especiais ou dificuldade de locomoção, haverá duas vans, com saída do Shopping Barra. Do Salvador Norte Shopping sairão outras linhas de ônibus em apoio às rotas do aeroporto.

Estradas
De acordo com a Secopa, para as pessoas que chegarão pelas rodovias estaduais e federais, o plano inclui melhorias em trechos da BA-093 e da 001 e monitoramento nas BRs 324, 116, e 101. Além de uma operação na BA-099, na altura da Estrada do Coco para atender delegações e turistas que se hospedarão no litoral norte.

Informações: A Tarde Online
READ MORE - Metrô de Salvador funciona em esquema especial durante a Copa do Mundo

Na Grande Cuiabá, Trens que vão compor o sistema do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) continuam chegando

A Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa) anunciou a chegada, a Várzea Grande, na terça-feira (6), de mais duas unidades que compõem a oitava remessa de trens que vão compor o sistema do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), novo modal de transporte da Grande Cuiabá. 

Outras duas foram descarregadas no pátio de estacionamento do Centro de Manutenções (CM) na sexta-feira passada (2). 

Mais quatro composições chegaram ao Porto de Santos (SP) e aguardam os procedimentos aduaneiros para então serem enviadas a Cuiabá.

Com a oitava remessa, o número de composições (VLTs) no pátio de estacionamento chega a 29, o equivalente a 72,5% do total encomendado pelo Governo de Mato Grosso, que soma 40 veículos. 

Os trens foram fabricados pela CAF na Espanha e trazidos para Mato Grosso. 

A CAF é uma das cinco empresas que integram o Consórcio VLT Cuiabá-Várzea Grande, que conta ainda com as construtoras CR Almeida e Santa Bárbara e as projetistas Astep e Magna.

Ao serem estacionados nos trilhos do CM, os veículos passam por manutenções programadas, além de testes mecânicos e eletrônicos, obedecendo aos procedimentos descritos nos manuais de instrução.

Segundo a Secopa,, a fabricante garante ainda que os trens não sofrem prejuízo quanto à exposição a intempéries. 

Isso porque, os trens foram projetados para suportar as mais variadas condições climáticas como sol, chuva, ventos, raios, poeira, frio, entre outros, por um período de 30 anos, independentemente de estarem estacionados ou em circulação.

Mais veículos

Seguindo o cronograma de entrega dos VLTs, outros quatro veículos chegaram ao Porto de Santos. Cada trem possui cerca de 44 metros de comprimento. 

É composto por sete módulos, com capacidade para transportar até 400 pessoas (por veículo), sendo 77 sentadas.

Segundo a Secopa, entre os benefícios do novo modal está a oferta de um serviço de transporte público regular e de qualidade, confiável, confortável e seguro, oferecendo mais eficiência ao transporte público. 

O VLT vai circular em duas linhas. A linha 1 ligará o Aeroporto ao CPA, e a linha 2, o Centro ao Coxipó.

O sistema será o primeiro da América Latina movido a energia elétrica, considerado ambientalmente sustentável, pois tem zero emissão de poluentes e baixo nível de ruídos e vibrações.

Informações: Midia News
READ MORE - Na Grande Cuiabá, Trens que vão compor o sistema do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) continuam chegando

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960