Entrega do primeiro monotrilho é adiada em SP

segunda-feira, 17 de março de 2014

O governo Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou nesta sexta-feira, 14, que a entrega do primeiro sistema de monotrilho da capital paulista não ocorrerá em março, conforme anunciado no início do ano. Agora, a inauguração da Linha 15-Prata, na zona leste, só deve ocorrer em maio -- originalmente, seria em janeiro, o que não se concretizou. E o funcionamento ocorrerá de um jeito bastante limitado, em forma de "visitas" dos passageiros apenas aos finais de semana.

Segundo o presidente do Metrô de São Paulo, Luiz Antonio Carvalho Pacheco, houve atraso em relação ao cronograma e a empresa responsável pela construção dos trens do ramal, a canadense Bombardier, está sendo multada. "Agora, é um trem novo, que nunca tinha sido desenvolvido, é a primeira vez que se faz um trem desse tamanho." No Brasil, o monotrilho, que terá capacidade para mil pessoas (o maior do mundo), só tem aquele trecho para ser testado.

"O grande problema de Vila Prudente e Oratório não diz respeito à obra civil, diz respeito às questões do trem, que é novo, que está sendo desenvolvido pela primeira vez. Nunca a Bombardier fez um trem dessa magnitude. Hoje, só temos três trens entregues pela Bombardier no pátio, então, não dá para operar. Ainda não foram feitos testes suficientes, então, por uma questão de segurança, e temos discutido muito isso com a Bombardier, não adianta termos uma precipitação de colocar em operação assistida um equipamento que é moderno, novo, mas que ainda não tem a quantidade de testes necessária para se ter segurança", disse Pacheco durante evento na sede da Prefeitura de São Paulo.

Sobre o início do funcionamento das duas primeiras estações da Linha 15-Prata, remarcado para maio, o dirigente esclareceu que, diferentemente do que ocorre no restante do Metrô, as composições só estarão disponíveis aos passageiros aos sábados e domingos.

"Não estamos nem querendo chamar mais de operação assistida. No caso lá, inclusive, estou chamando de visita controlada, que provavelmente o regime de operação na fase inicial vai ser mais no final de semana, do que no regime como está (a Estação Adolfo Pinheiro) na Linha 5 (que só abre em dias úteis). Porque precisamos de muito tempo ainda para testar, então, a ideia é que lá seja uma visita controlada aos finais de semana, de tal maneira que a Bombardier possa ter o sistema durante a semana para testes."

Informações: Estadão Conteúdo

Leia também sobre:
READ MORE - Entrega do primeiro monotrilho é adiada em SP

Governo da Bahia antecipa a data de teste do metrô

O secretário  da Casa Civil e pré-candidato do PT ao governo estadual, Rui Costa, informou nesta sexta-feira, 14, que a operação assistida do metrô de Salvador será iniciada no dia 11 de junho, e não 13, como  previsto anteriormente.

O anúncio foi feito durante oficialização do apoio do PTB à candidatura deCosta, no Hotel Matiz,  Costa Azul. O motivo de se fixar uma nova data não foi declarado, mas especula-se que talvez tenha sido para evitar o risco de azar da sexta-feira, 13 (data em que o sistema seria inaugurado).

Além de antecipar  o começo da fase de testes do metrô, o titular da Casa Civil lembrou o cronograma. A operação assistida irá até setembro, no trecho Lapa-Retiro. A partir daí, será iniciada a  comercial. Em janeiro de 2015, o modal irá da Lapa à Estação Pirajá, conforme o petista.

Obras
A máquina que faz a manutenção dos trilhos  do metrô de Salvador, no trecho da linha 1 (Lapa-Acesso Norte), começou a ser preparada na última quarta-feira. O trabalho de esmerilhamento  deve durar 50 dias.

No último dia 7, por conta da chegada do equipamento, foi necessário  deslocar os seis trens que estavam na estação Acesso Norte.

De acordo com  a concessionária CCR Metrô Bahia, responsável pelas intervenções, também estão sendo realizadas a conclusão da via permanente (Lapa/Retiro), com o posicionamento de lajes, dormentes e trilhos,  a construção da estação de Retiro, além da construção do Terminal de Integração no mesmo bairro, subestação de rebaixamento de energia, revitalização do trecho  Lapa- -Acesso Norte e dos trens.

Obras complementares como recuperação da rede elétrica do sistema e melhorias no sistema de drenagem das áreas das estações da Lapa e do Campo da Pólvora também estão em andamento.

Na Linha 2 (que ligará a  capital a Lauro de Freitas), são feitas sondagem do terreno, medição do tipo do solo e   resistência às  intervenções, além de medição topográfica da   área onde será construída a linha. Esta etapa só fica pronta no primeiro semestre de 2017, segundo a CCR.

O  contrato dos governos federal e da Bahia com o Grupo CCR para a construção do Sistema Metroviário foi assinado em outubro e as obras, orçadas em R$ 750 milhões,  tiveram  início em novembro.

Para viabilizar as obras, a Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador) autorizou, via portaria publicada na última segunda-feira, no  Diário Oficial do Município, a interdição de trechos da avenida Barros Reis. A mudança no trânsito  segue até o dia 27.

Por Priscila Machado
Informações: A Tarde Online


READ MORE - Governo da Bahia antecipa a data de teste do metrô

Belo Horizonte inicia operação de sistema BRT com 18 ônibus Mercedes-Benz

Belo Horizonte (MG) iniciou a primeira etapa de operação do MOVE, o sistema BRT (Bus Rapid Transit), com 18 ônibus articulados Mercedes-Benz O 500 MA. A implantação do sistema será gradativa.

As empresas operadoras do sistema adquiriram 500 chassis de ônibus Mercedes-Benz, sendo 200 unidades do articulado O 500 MA e mais 300 de outros modelos, como os chassis OF 1724 L, com motorização de 6 cilindros e 238 cv.

“Estamos muito satisfeitos com a inauguração da primeira etapa de operação do BRT da capital mineira e muito orgulhosos de ver nossa marca com uma presença tão contundente no novo sistema de transporte coletivo da cidade”, afirma Walter Barbosa, diretor de Vendas e Marketing de Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

O MOVE terá mais de 23 km de extensão, em três vias de ligação (Antônio Carlos, Cristiano Machado e Área Central), com cerca de 40 estações de transferência e cinco estações de integração.

Segundo a BHTrans (Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte), 700 mil passageiros deverão ser atendidos diariamente pelo BRT quando todo sistema estiver em operação , com previsão de redução média de 45% no tempo de viagem.

Informações: Transporta Brasil

READ MORE - Belo Horizonte inicia operação de sistema BRT com 18 ônibus Mercedes-Benz

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960