Goiânia terá maior investimento no Transporte Coletivo

quarta-feira, 12 de março de 2014

O prefeito de Goiânia, Paulo Gárcia, irá assinar amanhã (13) um convênio com a Presidente Dilma Rousseff, para a liberação de recursos, destinados aos corredores exclusivos de ônibus, na capital.

O valor deverá atingir um patamar histórico para o transporte coletivo em Goiânia; ao todo serão R$ 545,3 milhões vindos dos PAC - 2, para investimentos que devem atingir 21,7 quilômetros, ligando as região Noroeste, setor Recanto do Bosque, Sudoeste e na divisa de Aparecida de Goiânia.

A maior parte da verba será destinada aos corredores que ligam o Recanto do Bosque à região sudoeste na divisa com Aparecida de Goiânia. Ao todo serão gastos R$ 390 milhões de verbas federais e R$ 18 milhões do município.

Por Hélio Lemes
Informações: Diário da Manhã

READ MORE - Goiânia terá maior investimento no Transporte Coletivo

Trilhos do metrô de Salvador passarão por limpeza

Os trilhos do metrô de Salvador passarão por um processo de limpeza ainda essa semana. Segundo a assessoria de imprensa da CCR, empresa que detém a concessão do equipamento, uma máquina específica para realizar o esmerilhamento dos trilhos já está na cidade e passa por etapa de calibragem. A assessoria afirmou que, assim que o equipamento estiver devidamente ajustado, a limpeza será iniciada. O processo deve durar 50 dias e não impactará o trânsito nas regiões adjacentes aos trilhos.

Trânsito
Uma outra operação, porém, já está em curso, segundo a  a Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador).

Uma publicação  no Diário Oficial do Município de segunda-feira detalhou a autorização para interdição de uma faixa de tráfego, em vários trechos da Avenida Barros Reis.

Segundo o texto, a operação se faz necessária para "lançamento de pré-moldados para passagem de emergência de pedestres do Elevado Metroviário", e será realizada do dia 6 a 27 desse mês.

As interdições acontecem em sete  etapas, quase sempre das 22h às 5h30. Apenas no dia 16 de março o bloqueio permanecerá até às 14h. A assessoria da  CCR não deu mais detalhes sobre essa operação.

Trechos interditados
Até o dia 16/3Avenida Barros Reis, na faixa de tráfego à esquerda da pista Rodovia BR-324 / Retiro, no trecho sobre o Elevado Metroviário em frente à Via de acesso a Rua do Bom Juá.

De 23 e 24/3 Via de ligação da Avenida Barros Reis a Rodovia BR - 324, na faixa de tráfego à esquerda, no trecho sobre o Elevado Metroviário em frente à Via de acesso ao Arraial do Retiro.

Por Flávia Faria
Informações: A Tarde Online


READ MORE - Trilhos do metrô de Salvador passarão por limpeza

Licitação das linhas de ônibus de Teresina será publicada nesta sexta (14)

O edital de licitação das linhas de ônibus de Teresina, que deveria ter sido lançado em janeiro, de acordo com a previsão da Prefeitura de Teresina, será publicado nesta sexta-feira (14), no Diário Oficial do Município.

Durante a apresentação do edital, no começo do ano, o prefeito Firmino Filho garantiu que o preço da passagem do ônibus não será reajustado após sua publicação.


A licitação será ofertada na modalidade concorrência, o popular pregão, e terá prazo de concessão definido em 15 anos. Segundo a prefeitura, serão investidos R$ 104 milhões, obtidos por meio de recursos federais do PAC Mobilidade Grandes Cidades.

Melhorias na mobilidade urbana, como a implantação de corredores exclusivos e terminais de integração serão alguns dos benefícios vindouros com a implantação do modelo, que deve entrar em vigor ainda neste ano, segundo expectativa da prefeitura.

Haverá também a construção de oito terminais de integração, três estações de transbordo, uma ponte na Avenida Gil Martins, que, segundo os técnicos da Prefeitura Municipal de Teresina, criará um corredor de tráfego alternativo à própria Frei Serafim, tudo garantido com a disponibilização destes recursos.

Lei da Mobilidade Urbana

Os principais pontos que serão alterados após a licitação dizem respeito ao Plano Diretor de Transporte e Mobilidade Urbana de Teresina, que só pode ser implantado mediante processo licitatório.

A Lei 12.587/12 – Lei da Mobilidade Urbana – determina que o município só pode receber os recursos do Plano Nacional de Mobilidade Urbana depois da apresentação e aprovação da licitação.

Como Teresina ainda não realizou o processo, o município ainda hoje está impedido de obter os recursos, fato que acaba comprometendo ainda mais a qualidade e eficiência do transporte público da capital, uma vez que não há como receber os recursos para se investir em melhorias.

“Depois da parte técnica concluída, e de feitos ajustes no texto legal da documentação, que já está pronto, ela seguiu para a Secretaria de Administração do Município, e será divulgada nesta sexta-feira, no Diário Oficial do Município”, define o superintendente de Transportes e Trânsito de Teresina, Pang Yen Shiao.

Segundo o diretor de Trânsito e presidente da Comissão de Licitação, Ricardo Freitas, o modelo atual não tem capacidade de expansão, e possui linhas muito longas, portanto, há a necessidade de mudança que passe por uma reformulação complexa, apresentada na licitação.

Ele lembra que o novo sistema envolverá linhas alimentadoras, troncais e intermediárias, e que isso trará frequência, pontualidade, tecnologia, mobilidade ao transporte público.

Empresas e funcionários contratados

O superintendente explica que ele será dividido em quatro lotes que podem ser explorados por empresas individuais ou por consórcio. Os lotes das Zonas Norte, Leste-Centro, Sul e Sudeste, cada um com três terminais de integração, exceto o do Centro, com duas, unirão linhas alimentadoras, troncais e intermediárias, que totalizam 106 linhas.

Com a licitação, as novas empresas vencedoras irão gerir em duas etapas a transição do sistema atual para o novo. “A primeira etapa consiste na transição das atuais empresas para as vencedoras. Mesmo que as vencedoras sejam as atuais, muitas vão mudar de linha, e a forma de transportar os passageiros. Na segunda fase, após a finalização dos primeiros terminais de integração, a rota dos ônibus passará dos bairros para esses pontos, e depois para o centro e outras zonas da cidade.”

Outra promessa do superintendente é a de que as empresas licitadas, no caso de já realizarem o serviço de transporte, que continuarem admitindo os funcionários já contratados, receberão incentivos do Município.

A decisão foi anunciada logo após a polêmica que gerou até uma manifestação de motoristas e cobradores do transporte público, por temerem demissão em massa, quando dos procedimentos e negociações de criação da licitação.

"Existem regras de nota qualitativa, técnica, pra disputar aonde tem uma graduação nesse tipo de atendimento. Vai ter uma regra que vai privilegiar os existentes. Esse tipo de coisa a gente não pode obrigar”, disse Pang.

Por Lyza Freitas
Informações: capitalteresina.com.br
READ MORE - Licitação das linhas de ônibus de Teresina será publicada nesta sexta (14)

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960