Trensurb amplia testes sem passageiros em novas estações

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Em reunião que envolveu diretores, gestores e técnicos da Trensurb, no fim da tarde desta segunda-feira (20), a empresa definiu a ampliação dos testes, ainda sem passageiros, nas três novas estações localizadas em Novo Hamburgo após a conclusão dos serviços no sistema de abastecimento de energia. Com o término dos trabalhos – que incluem reparos e substituição de equipamentos da Subestação Liberdade e de uma cabine de seccionamento e paralelismo – previsto para quarta-feira (22), os trens devem começar a circular sem passageiros pelas novas estações, nos horários de pico, a partir de quinta-feira (23).

Essa operação ainda sem o transporte de usuários servirá para a análise das condições do sistema de abastecimento de energia – que é mais exigido nos horários de pico, quando há mais trens circulando. Os resultados iniciais dos testes devem ser avaliados na próxima semana, a fim de que se possa julgar a possibilidade de ampliação da pré-operação com passageiros também para os horários de pico.

READ MORE - Trensurb amplia testes sem passageiros em novas estações

Em Palmas, 40 novos ônibus vão entrar em operação no mês de março

Nos meses de março e abril a população de Palmas deverá perceber alguma mudança no transporte público municipal. Foi o que anunciou o prefeito Carlos Amastha (PP), em entrevista ao Tocantins 247. O gestor garantiu que no mês de março entra em circulação uma frota de 40 novos ônibus coletivos, todos com ar condicionado. Os novos veículos foram uma exigência da prefeitura às empresas que operam o sistema de transporte público do município e, segundo Amastha, já estão comprados.

Já o modelo de transporte Bus Rapid Transit, o BRT, deve começar a ser implantado no próximo mês de abril. Na última semana a Secretaria de Infraestrutura pediu expedição de licença ambiental para iniciar as obras.



Quase faraônica se comparado ao que já foi executado em mobilidade na Capital, o BRT de Palmas custará em torno de R$ 700 milhões, em investimentos do governo federal e da prefeitura, por meio de financiamento, de acordo com o prefeito. O corredor de transporte expresso de passageiros terá 35 km de extensão, a maior parte dele no canteiro central da avenida Theotônio Segurado, ligando o setor Santo Amaro, na região norte, e Taquaralto e Taquari, na região sul, por meio de uma bifurcação. A apresentação do projeto está marcada para o próximo dia 29, na Câmara Municipal.

O problema já anunciado é que o governo do Estado também tem planos de mobilidade urbana para o canteiro central da avenida Theotônio Segurado. Pretende instalar por lá um Veículo Leve sobre Trilhos, o VLT. Para quem não tinha nenhum, o palmense se vê diante do anuncio de dois projetos de mobilidade urbana que podem melhorar sua vida.

Se depender do prefeito de Palmas, o BRT e o VLT caminharão integrados, um alimentando o outro. Mas para isso, segundo o gestor, o governo precisa apresentar o seu projeto, dizer como pensa em fazer o metrô de superfície. "A única maneira de ter viabilidade nos projetos é eles serem integrados. Só saem se for juntos. Eu procurei os secretários estaduais, para termos conhecimento do projeto, porque o nosso já está pronto, estamos discutindo isso há 15 meses. Todo o nosso BRT é pensado para um VLT no futuro. Se o estado quiser entrar com esse investimento agora, ótimo, antecipamos o futuro", afirmou.

O governo do Estado ainda não divulgou quando irá apresentar o projeto do metrô para a Capital.

Informações: brasil247.com
READ MORE - Em Palmas, 40 novos ônibus vão entrar em operação no mês de março

Doze empresas disputam PPPs de R$ 1 bi em Sorocaba

Doze empresas brasileiras e estrangeiras se habilitaram para apresentar estudos e anteprojetos para as duas primeiras Parcerias Público-Privadas (PPP) definidas pela atual administração de Sorocaba, a 92 km de São Paulo. 
Foto: Facebook
Oito grupos concorrem à instalação e operação do Bus Rapid Transit (BRT), sistema de ônibus de alta capacidade, um projeto de R$ 200 milhões. 

Outras seis empresas se apresentaram para o projeto de um hospital de clínicas na cidade, orçado em R$ 250 milhões. O prazo para os estudos é de 60 dias no caso do hospital e de 105 dias para o sistema de transporte coletivo.

Os projetos fazem parte de um investimento de R$ 1 bilhão previsto pelo município em programas a serem desenvolvidos através de PPPs. As ações contemplam ainda em áreas de saneamento, educação, resíduos sólidos e iluminação pública. 

Por envolver parceria com o setor público, as obras serão objeto de licitação. O terreno para o hospital, que terá 200 leitos, já foi adquirido pela prefeitura na zona norte da cidade. 

Na primeira fase, o BRT terá 35 quilômetros de corredores. O projeto será financiado pelo governo federal. Para o prefeito Antonio Carlos Pannunzio (PSDB), as parcerias com a iniciativa privada ampliam a capacidade de investimento do município.

Informações: Jornal Cruzeiro do Sul

Leia também sobre:
READ MORE - Doze empresas disputam PPPs de R$ 1 bi em Sorocaba

Entrega de projetos do metrô de Porto Alegre é prorrogada para abril

Em reunião de discussão e deliberação na segunda-feira (20), a comissão técnica que reúne integrantes da prefeitura e do governo decidiu prorrogar o prazo de entrega dos projetos do metrô de Porto Alegre para o dia 10 de abril de 2014. O pedido foi feito por empresas que trabalham nos estudos.

Inicialmente, a entrega deveria ser feita em 12 de março. Segundo a prefeitura, as empresas pediram a prorrogação pela necessidade de ter um maior detalhamento de planilhas, cálculo dos investimentos na execução da obra e custos de operação e manutenção, estudos de demanda de passageiros e matrizes de risco, entre outros pontos que abrangem as áreas de engenharia, econômico-financeira e jurídica.

Após a data, a comissão técnica avaliará os projetos recebidos para subsidiar o futuro Edital de Licitação e Minuta de Contrato da Parceria Público-Privada (PPP), que irá definir o vencedor responsável pelo projeto executivo, obra, operação e manutenção do metrô.

De acordo com a prefeitura, será qualificado o projeto de metrô subterrâneo mais adequado, observando critérios como menores custos de implantação e de operação, maior durabilidade e confiabilidade, e menores impactos de obras nos quesitos ambiental e urbanístico.

O projeto deve considerar tecnologias e soluções disponíveis no mercado do transporte coletivo, métodos construtivos, tipo de trem, sinalização, segurança, acessibilidade e informação ao usuário, concepção de terminais, estações de integração com ônibus e outros modais.

Investimentos
O investimento da prefeitura totalizará R$ 1,385 bilhão, somando R$ 690 milhões em financiamento para a execução da obra, R$ 195 milhões para as desapropriações e R$ 500 milhões em 25 parcelas de R$ 20 milhões, como contraprestação do serviço durante a operação. O governo do estado fará aporte de R$ 1,080 bilhão em financiamento, o parceiro privado com R$ 1,303 bilhão e o governo federal destinará R$ 1,770 bilhão a fundo perdido. O investimento total do projeto é orçado em R$ 4,8 bilhões para execução das obras.

Informações: G1 RS


READ MORE - Entrega de projetos do metrô de Porto Alegre é prorrogada para abril

Edital da linha 18-Bronze será publicado nesta quarta-feira

A novela sobre o lançamento do edital de contratação das obras do metrô do ABC, o monotrilho, oficialmente chamado de Linha 18-bronze, ganha um novo capítulo nessa semana. O edital para PPP - Parceria Público-Privada será publicado nesta quarta-feira (22/01) pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. O evento, que ocorre na sede do Palácio dos Bandeirantes, às 10h30, contará com a presença do ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro.

O deputado estadual Orlando Morando, integrante da comissão de Transportes da Assembleia Legislativa, confirmou a informação nas redes sociais e destacou a importância do cronograma. 

Os recursos destinados pelo governo federal ao empreendimento (cerca de R$ 500 mil), já liberados pela presidente Dilma Rousseff, devem ser publicados no Diário Oficial da União nesta terça (21). A presença de Dilma no evento está descartada.

O governo estadual, comandado por Geraldo Alckmin (PSDB), prometeu lançar o edital em dezembro do ano passado, a tempo de as obras iniciarem no primeiro trimestre de 2014. A Linha 18 Bronze sairá da Estação Djalma Dutra, no centro de São Bernardo, passando pelas vizinhas Santo André e São Caetano, até a estação Tamanduateí em São Paulo.

Informações: Reporter Diário

Leia também sobre:
READ MORE - Edital da linha 18-Bronze será publicado nesta quarta-feira

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960