Metrô Recife: Escada rolante da estação Tancredo Neves ainda não foi instalada

domingo, 12 de janeiro de 2014

No Recife, dos 15 novos trens adquiridos pelo Metrorec, 14 já estão em solo pernambucano, e muitos deles já em operação transportando por dia mais de 300 mil pessoas por dia.

Mesmo com essa renovação, o Metrô do Recife ainda enfrenta dificuldades de superlotação e reparos tecnicos que atrasam as viagens, fatos estes que aconteceram e muito em 2013.

Com a operação dos novos terminais, mais de 120 mil usuários por dia passaram a usar a linha sul do metrô nos 08 trens novos, mas a sensação é de muito mais.
Usuários disputam espaço com escada rolante desinstalada
Vergonha
Mas o que queremos mostrar hoje é um problema relacionado a Estação Tancredo Neves, onde os usuários são forçados a subir e descer escadas sem corrimão nescessários, e o pior de tudo, pois desde a inauguração do terminal integrado (Abril de 2013), na plataforma do metrô se encontra uma escada rolante novinha para ser instalada, e o que é mais grave, com ferragens cortantes espostas podendo causar sérios acidentes aos usuários, isso sem falar que também está ocupando o espaço fisíco da estação, mas o que impressiona, é que não há previsão de instalação da mesma.

Últimas sobre a linha sul

Uma explosão em uma subestação próxima à estação Shopping do Metrô do Recife (Metrorec) deixou a Linha Sul completamente paralisada por quatro horas, neste domingo (12), entre as 5h e 9h. O Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar o incêndio.

De acordo com o Metrorec, a explosão foi causada por um raio que causou um curto-circuito, danificando os equipamentos da subestação. O reparo já foi feito e agora os técnicos estão realizando os testes para liberar a linha.

Segundo a assessoria de imprensa do Metrorec, no momento, a Linha Sul do Metrô está operando com apenas três trens. O trecho do serviço entre o bairro da Imbiribeira, no Recife, e Porta Larga, em Jaboatão dos Guararapes, está funcionando com intervalo maior, com passagem do trem a cada 25 minutos, ao invés dos 10 habituais.

Nos trechos entre as estações Centro/Imbiribeira e Porta Larga/Cajueiro Seco, o metrô opera normalmente. O Metrorec informa que todo o serviço deve ser normalizado ainda durante a tarde.

Informações: Blog Meu Transporte

READ MORE - Metrô Recife: Escada rolante da estação Tancredo Neves ainda não foi instalada

Corredor ABD terá ligação com Metrô no ano que vem

O Corredor ABD (Jabaquara/Brooklin/São Mateus) deverá ter mais uma ligação com o Metrô até o fim do ano que vem. Atualmente, a via possui integração física com a Linha 1-Azul, na Estação Jabaquara. O Terminal São Mateus, localizado na Capital e próximo às divisas com Santo André e Mauá, terá acesso ao monotrilho da Linha 15-Prata. Quando concluído, em 2016, o ramal ligará o Ipiranga, na Zona Sul, à Cidade Tiradentes, na região Leste.

O primeiro trecho da nova linha, entre as estações Vila Prudente e Oratório, será inaugurado em operação assistida em março. Até o início de junho, o sistema funcionará em horário reduzido para a aplicação de testes. Em seguida, serão iniciadas as atividades comerciais convencionais. O trajeto tem cerca de três quilômetros. Ainda neste ano, a previsão é que sejam abertas outras duas plataformas: Camilo Haddad e Jardim Planalto.

“Para 2015, nos comprometemos a levar a linha até a (estação) Jacu-Pêssego. Então teremos mais dez estações garantidas até 2015”, garante o secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes. A extensão envolve o Terminal São Mateus, onde será possível fazer baldeação com o sistema da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos). O modelo deverá ser semelhante ao que já é feito no Terminal Jabaquara, sem qualquer desconto tarifário para quem faz a troca de modal.

A previsão é que a linha seja totalmente finalizada em 2016, quando será oferecida aos moradores do Grande ABC a terceira possibilidade de acesso ao Metrô. A Estação Ipiranga, da Linha 10-Turquesa da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) será o início do percurso da Linha 15-Prata, que tem como destino o Hospital Cidade Tiradentes, no extremo Leste da Capital. Ao todo, serão 26,6 quilômetros de extensão e o investimento aplicado foi de R$ 6,4 bilhões.

Segundo Fernandes, o monotrilho da Linha 15-Prata será o maior do mundo em capacidade. “Serão 48 mil passageiros por hora a cada sentido”, ressalta. A cada dia, a demanda deve chegar a cerca de 500 mil usuários. O trem que será utilizado é fabricado no Canadá pela empresa Bombardier. O modelo escolhido deverá ser semelhante ao que irá circular na Linha 18-Bronze (Tamanduateí/Djalma Dutra), cuja construção irá começar ainda neste ano (leia ao lado).

Quando o sistema estiver em pleno funcionamento, as composições poderão atingir velocidade de até 80 km/h. A linha terá 58 veículos e o intervalo entre trens chegará a cerca de 75 segundos.

Edital do monotrilho da região deverá sair na semana que vem

O secretário de Transportes Metropolitanos Jurandir Fernandes afirmou que o edital para licitação da Linha 18-Bronze (Tamanduateí/Djalma Dutra) deverá ser lançado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) até a semana que vem. “Caminharam bem as relações com a Caixa Econômica Federal. Nesta semana, técnicos da prefeitura de São Paulo fizeram vistoria. Eles queriam ver se tinha (ao longo do percurso) reassentamentos e invasões de terra, mas não têm. As áreas a serem desapropriadas pelo município são pequenas.” Segundo o titular da Pasta, a minuta do edital está à disposição do Executivo municipal para que seja feita a assinatura – último passo antes do lançamento ao mercado.

A Linha 18-Bronze será o terceiro monotrilho da Grande São Paulo e ligará a Capital a São Bernardo, passando também por São Caetano e Santo André. O orçamento previsto é de R$ 4,1 bilhões, sendo parte financiada pelo governo federal. A obra será feita por meio de PPP (Parceria Público-Privada). Cerca de 203 mil metros quadrados de terrenos deverão ser desapropriados durante a construção. 

Informações: Fábio Munhoz 
Do Diário do Grande ABC

Leia também sobre:
READ MORE - Corredor ABD terá ligação com Metrô no ano que vem

Tarifa técnica do metrô de Curitiba está em R$ 2,45

A Prefeitura de Curitiba afirmou, na tarde desta quinta-feira (9), que a tarifa técnica do metrô da capital será de R$ 2,45, 9,5% a menos que os R$ 2,71 previstos pelo projeto original feito na gestão do Luciano Ducci. O anúncio foi feito pelo prefeito Gustavo Fruet (PDT) durante evento de lançamento da minuta do edital do metrô, que pode  ser consultada, a partir de hoje, no site da Prefeitura Municipal. Até o dia 10 de fevereiro, o documento estará disponível para análises, críticas e sugestões por parte da comunidade. “Esse é um passo grandioso para Curitiba e queremos contar com a contribuição de todos. Cada etapa será cumprida com muita transparência e serenidade, para que possamos decidir aquilo que é melhor para a nossa cidade”, destacou o prefeito Gustavo Fruet. 

O secretário municipal do Planejamento, Fábio Scatolin, explicou que a redução na tarifa técnica ocorreu por causa do aumento nas receitas  (dinheiro ganho com a locação de espaços comerciais no metrô, por exemplo) e à desoneração dos impostos PIS e COFINS.

Na próxima quarta-feira (15), entre 15h e 18h, será realizada a primeira e única audiência pública para discutir a minuta do edital. O evento será aberto ao público e realizado no Parque Barigui.

Apesar de ser realizada apenas uma audiência, o prefeito Gustavo Fruet ressaltou que a administração municipal deu total transparência ao projeto do metrô curitibano. “Não será apenas uma consulta ou audiência, porque desde fevereiro do ano passado estamos afinando os pontos para este edital e dando total publicidade pro processo”.

Uma das exigências é o transporte de no máximo seis pessoas por metro quadrado durante o horário de pico, com intervalo máximo de dois minutos e meio entre trens. Também há aspectos de limpeza e conforto dos passageiros que serão obrigatórios para que o consórcio cumpra e, então, receba o repasse da prefeitura.

A tarifa técnica de R$ 2,45 é o teto que seria praticado hoje, mas como o metrô só entra em operação depois da obra, o preço deverá ser corrigido com base na inflação.

Fruet destacou a principal característica que permeia todo o processo: transparência. “A consulta pública tem o objetivo de mostrar à população todos os dados e termos que deverão constar do edital, ao mesmo tempo em que permite que todos os cidadãos ofereçam contribuições ou façam críticas ao documento, bem como aos seus anexos”, explicou Gustavo Fruet.

O prefeito fez questão de destacar que todo o processo de construção do texto final do edital de licitação será marcado pela transparência e pela ampla participação da sociedade. No dia 15 de janeiro, a partir das 15 horas, no Salão de Atos do Parque Barigüi, terá início a segunda etapa desse processo que é a audiência pública sobre a implantação do metrô.

Aberta a toda a comunidade, a audiência pública vai permitir que as pessoas levem pessoalmente ao prefeito, e aos integrantes do primeiro escalão do governo municipal, todas as suas dúvidas e solicitações a respeito do assunto. “Todas as contribuições serão consideradas, e nós explicaremos para a população quais serão as sugestões que poderão ser anexadas ao processo, assim como aquelas que, por questões técnicas, não puderem ser aproveitadas”, destacou Gustavo Fruet.

Após o período de 30 dias de consulta pública ao documento, terá início a redação final do edital de licitação que deverá ser lançado dentro de aproximadamente 45 dias. Depois disso, as empresas ou consórcios empresariais que desejarem concorrer terão um prazo de 90 dias para a apresentação de propostas. Está previsto para o mês de maio o anúncio do vencedor da licitação que, além de comprovar capacidade técnica e experiência no ramo, deverá apresentar a proposta com a menor tarifa para o metrô.

READ MORE - Tarifa técnica do metrô de Curitiba está em R$ 2,45

No Recife, Av. Mascarenhas de Morais terá Faixa Azul a partir desta segunda-feira

A partir de amanhã (13), a Avenida Mascarenhas de Morais ganhará um corredor exclusivo para transporte público. Com sete quilômetros de extensão, inicialmente a Faixa Azul, como foi batizada, será instalada apenas no sentido cidade/subúrbio. A segunda via exclusiva instalada na capital funcionará de segunda a sexta-feira, das 6h às 22h. A ação faz parte das estratégias de melhoria de tráfego da Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano (Semoc) e da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU).

A Faixa Azul vai da Rua Júlio Verne até a Rua Arthur Lopes. Diariamente, são transportadas cerca de 60 mil passageiros através das 11 linhas de ônibus que trafegam na via (no sentido da implantação). São 1.151 viagens de transporte coletivo por dia. Foram gastos cerca de R$ 160 mil com a sinalização horizontal e vertical nesse trecho. A expectativa é que, até o final deste mês, seja implantado também o trecho da Avenida Marechal Mascarenhas de Morais que fica no sentido subúrbio/cidade.

Projeto
Este é o segundo de seis corredores que receberão a iniciativa até junho de 2014. A primeira via a receber o projeto foi a Rua Cosme Viana, em Afogados, no dia 16 de dezembro. Ao final das implantações, serão cerca de 60 quilômetros de faixas exclusivas para o transporte público. Atualmente, existem 7,6 quilômetros de corredor exclusivo no Recife.

A princípio, a fiscalização será realizada pelos agentes de trânsito da CTTU. Posteriormente, serão instalados equipamentos de fiscalização eletrônica para coibir a invasão de automóveis no corredor. A licitação para a aquisição das 406 câmeras responsáveis por fiscalizar os 60 quilômetros de Faixa Azul será realizada em fevereiro.

Multa
O veículo flagrado trafegando pela faixa será autuado em R$ 53,20 (infração leve – 3 pontos na Carteira Nacional de Habilitação). Além dos ônibus, também vão ter acesso às Faixas Azuis os táxis que estiverem transportando passageiros durante o trajeto. Os demais veículos só poderão entrar no corredor quando precisarem realizar conversões e acessar os lotes à direita. A sinalização horizontal vai mostrar aos condutores, quando a linha for pontilhada, que é possível entrar na faixa.

Vias que ainda receberão a Faixa Azul:

- Avenida Recife
- Avenida Beberibe
- Avenida Herculano Bandeira
- Avenida Antônio de Gois
- Rua Cônego Barata
- Estrada dos Remédios
- Avenida Visconde de Albuquerque
- Estrada Velha de Água Fria

Informações: Diário de Pernambuco

READ MORE - No Recife, Av. Mascarenhas de Morais terá Faixa Azul a partir desta segunda-feira

Concluir obras de mobilidade antes da Copa passa a ser prioridade

BRASÍLIA - No dia seguinte à primeira reunião do ano para iniciar a operação “pente fino” nas obras e nas ações para a Copa do Mundo, integrantes do governo voltaram a se reunir. No encontro, comandado pela ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, os integrantes do Executivo deram prioridade a obras de mobilidade urbana. Entre elas, a construção da Transcarioca, via que irá ligar a Barra da Tijuca ao aeroporto Tom Jobim, na Ilha do Governador, cortando diversos bairros no percurso.

Por ser uma obra que traz consigo outras diversas intervenções de infraestrutura, a Transcarioca foi citada na reunião como uma das que têm de ficar pronta antes do início do evento, porque tem grande potencial de atrapalhar o fluxo no Rio de Janeiro se ainda estiver em obras durante a Copa. A reunião de quinta-feira teve participação de um grupo menor de ministros, e sem a presença da presidente Dilma. Gleisi Hoffmann (Casa Civil), um representante do ministério do Esportes e Aguinaldo Ribeiro (Cidades) se encontraram para começar a mapear o andamento das obras para a Copa e aquelas que, mesmo sem ter relação direta com os jogos, possam atrapalhar a locomoção e o sistema operacional na realização do evento.

Outro exemplo tratado na reunião foi o caso das obras de drenagem nas cidades-sede, que estejam sendo feitas em locais de passagem para os jogos ou perto de estádios. Por ordem do Palácio do Planalto, deverá ser feito um levantamento sobre essas obras e quais as providências serão tomadas para que não atrapalhem o evento.

Sinal amarelo aceso
Dilma deu início às reuniões para tratar os assuntos relacionados à Copa do Mundo nesta quarta-feira, depois de novas críticas da Fifa sobre o atraso nas obras das cidades-sede que irão receber os jogos. Na ocasião, a presidente convocou nove ministros para iniciar a operação “pente fino” nas diversas áreas relacionadas, especialmente sobre os problemas nos aeroportos e a segurança nos estádios e de autoridades. A pouco mais de cinco meses do início da Copa do Mundo, o sinal amarelo no Planalto acendeu devido a atrasos em obras e dúvidas sobre a eficiência do sistema operacional para o evento.

Dilma fez uma espécie de interrogatório com seus subordinados a respeito dos problemas relacionados à Copa que cada pasta está enfrentando e exigiu que os ministros tragam um plano de soluções detalhado para cada um dos obstáculos que terá de ser enfrentado nos próximos meses. As reuniões com os ministros serão constantes a partir de agora e, já nos próximos dias, Dilma também chamará para reuniões no Planalto os governadores dos 12 estados que vão sediar os jogos. A presidente pretende fazer duas reuniões, com grupos de seis governadores para acompanhar o quadro de cada local e cobrar soluções.

Por Júnia Gama
READ MORE - Concluir obras de mobilidade antes da Copa passa a ser prioridade

Cidade de Santos poderá ter corredores de ônibus nas avenidas da praia e da ZN

Até dezembro, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de Santos pretende implantar faixas exclusivas para coletivos na Rua João Pessoa (Centro) e nas avenidas Jovino de Mello (Zona Noroeste) e Epitácio Pessoa (Embaré a Ponta da Praia). 

Há um projeto também para a criação de um grande corredor de ônibus que funcionará 24 horas por dia, na Zona Noroeste. Essa faixa exclusiva para os coletivos incluirá as avenidas Jovino de Melo e Nossa Senhora de Fátima, além das ruas Martins Fontes e Visconde de São Leopoldo (ambas no Centro). 

“Mas este corredor deve demorar um pouco mais para ser concluído, pois é o que demanda mais obras. Haverá a construção de um viaduto e o alargamento da Nossa Senhora de Fátima”, explica o presidente da CET-Santos, Antonio Carlos Silva Gonçalves. Esta obra será feita com verba do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade.

Outra alternativa que está em estudo é a implantação de uma faixa para os ônibus, nos horários de pico, na orla da praia. “Em determinados horários, há um conflito muito grande entre carros e ônibus que seria resolvido desta forma”, afirma Gonçalves.O resultado do estudo pode indicar novos trajetos exclusivos para os coletivos municipais.

De volta 

A partir de segunda-feira, quem dirige na Cidade pelas avenidas Ana Costa, Conselheiro Nébias e Bernardino de Campos (Canal 2) deve ficar atento aos corredores de ônibus, que serão reativados. A medida foi suspensa durante quase um mês devido ao grande número de turistas no Município durante as festas de Natal e Ano Novo.

Com isso, voltam a valer as restrições a estacionamento e circulação de veículos em determinados horários. Na Ana Costa, é proibido estacionar ou circular nas faixas da direita. Na pista Praia-Centro, o impedimento acontece das 6 às 9 horas, de segunda a sexta-feira. No sentido inverso, a proibição é das 17 às 20 horas.

Já na Conselheiro Nébias e Bernardino de Campos, a faixa da direita é preferencial para ônibus - há a possibilidade de que carros andem com os coletivos. O corredor de ônibus funciona das 17 às 20 horas, nas pistas sentido Centro-Praia, de segunda a sexta-feira.

Informações: Diário do Litoral

Leia também sobre:
READ MORE - Cidade de Santos poderá ter corredores de ônibus nas avenidas da praia e da ZN

Em Manaus, Rotas de ônibus agora disponíveis pelo celular no aplicativo

A equipe do site Trânsito Manaus, em ação conjunta com o deputado estadual Marcelo Ramos (PSB), começa a adesivar informativos do aplicativo “Ônibus Manaus”, que disponibiliza todas as linhas e percursos dos veículos do transporte coletivo da cidade para celular. A adesivagem será realizada nos coletivos da empresa Via Verde (antiga cidade de Manaus), no bairro Nova Esperança, Zona Oeste.

De acordo com Marcelo Ramos, que é presidente da Comissão de Transporte, Trânsito e Mobilidade (CTTM) da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o apoio à iniciativa é pela criação do aplicativo para celulares Android e IOS. O parlamentar explica que o aplicativo Ônibus Manaus é a versão instalável do site móbile www.onibusmanaus.com.br.
Segundo o deputado, com este aplicativo, é possível consultar todas as linhas de ônibus da cidade de Manaus, seja por lugar, por avenida, por linha ou de um bairro para outro (este ainda em versão beta). “Tudo isso de forma simples e fácil. A população tem acesso com o aplicativo a todas as linhas, além de percursos completos, mostrando as avenidas e ruas com seus itinerários”, explica.

Manual
A CTTM lançou em 2012, também em parceria com a equipe do site Trânsito Manaus, um manual com todas as linhas de ônibus da cidade e seus respectivos itinerários, com inclusão de mapas. O serviço já era disponibilizado na Internet, por meio do endereço eletrônico www.onibusmanaus.com.br. Segundo o coordenado do site, Luiz Eduardo, a ideia surgiu após pesquisas terem detectado que o número de pessoas que procuram informações sobre linhas de ônibus e seus percursos é alto, mas que não existia nenhuma fonte de dados.

Informações: A Critíca
READ MORE - Em Manaus, Rotas de ônibus agora disponíveis pelo celular no aplicativo

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960