Prefeitura do Rio aguarda auditoria para reajustar tarifa de ônibus

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

O prefeito do Rio Eduardo Paes disse neste domingo (22) que vai aguardar o fim das investigações do Tribunal de Contas do Município (TCM) para decidir sobre o aumento das passagens de ônibus. Como mostrou o Bom Dia Rio, o reajuste estava previsto para janeiro.

Na sexta-feira (20), o Tribunal de Contas recomendou que as tarifas não sejam reajustadas até a conclusão da auditoria nos contratos das empresas de ônibus.

"Eles pedem que a gente aguarde o fim da auditoria deles pra aí sim proceder com o reajuste, então parece que o prazo da auditoria já se esgotou, mas a gente aguarda. Mas vamos cobrar que eles façam o mais rápido possível, porque se tiver uma auditoria que diga até que a gente tem que reduzir a passagem, a gente cumpre a ordem do TCM", afirmou Eduardo Paes.

Informações: O Globo

READ MORE - Prefeitura do Rio aguarda auditoria para reajustar tarifa de ônibus

Programa PE Conduz dobra o número de beneficiados

O programa PE Conduz, desenvolvido pela Superintendência de Apoio à Pessoa com Deficiência (SEAD), órgão vinculado a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSDH), ampliou suas atividades e duplicou o número de atendimentos. Até agosto, 97 pessoas com deficiência eram atendidas pelo programa. Atualmente, já são 206 usuários. 

Entre setembro e novembro, foram feitos 5.970 viagens levando as pessoas de suas casas às unidades de saúde e entidades onde fazem acompanhamento especializado (fisioterapia, fonoaudiologia, entre outros). No caso da rota do lazer, já são 339 transportados. 

A partir da ampliação estabelecida na lei 15.106/2013, além das pessoas com deficiência que moram na Região Metropolitana, também estão sendo beneficiados com o transporte público os residentes nos polos Caruaru e Petrolina. Os números foram analisados pela coordenadora técnica do PE Conduz, Patrícia Lima, durante uma capacitação sobre Direitos Humanos oferecida pela SEAD 

Como participar
O cadastro no PE Conduz pode ser feito pela Central de Atendimento pelo telefone 0800 281 0312, ou pelo site www.peconduz.pe.gov.br. Outra opção é na sede da SEAD (Rua João Ivo da Silva, 342, Madalena, Recife). Cada usuário cadastrado terá direito a cinco viagens semanais, sendo uma por dia, para tratamento em hospitais e clínicas credenciadas.

Com informações da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos

READ MORE - Programa PE Conduz dobra o número de beneficiados

Linha Turismo de Curitiba transportou mais de 500 mil pessoas em 2013

Todos os dias, perto das 9 horas, dezenas de pessoas aguardam no ponto que fica em frente à Catedral Basílica, na Praça Tiradentes, o primeiro ônibus do dia da Linha Turismo. Essa cena mostra o quanto a linha tem atraído curitibanos e turistas. De janeiro a novembro deste ano, de acordo com a URBS – Urbanização de Curitiba S.A., empresa que gerencia o sistema de transporte urbano, 522.030 pessoas foram transportadas pela cidade, o que equivale a uma média de 47,5 mil passageiros por mês.

Neste ano, o maior movimento na linha foi registrado em janeiro, quando 85.084 passageiros percorreram a cidade no período de férias de verão, e em julho – temporada de inverno - quando o movimento registrado foi de 67.010 passageiros.

A passagem adquirida em forma de cinco tíquetes dá direito a quatro reembarques durante o trajeto. Custa 29 reais para um passeio com direito à paisagem vista do alto do double decker (ônibus de dois andares), com trajeto passando por 25 pontos de atração turística. O percurso tem 46 quilômetros e dura em média 2h30, com saídas a cada 30 minutos.


"Do alto dos ônibus é interessante observar as belezas da cidade", diz o estudante Eduardo Sales, mato-grossense da Chapada dos Guimarães, que está de passagem por Curitiba, com destino a Itajaí (SC).

Desde o dia 9 de dezembro até 8 de fevereiro de 2014, a frota da Linha Turismo está operando também às segundas-feiras, sempre das 9h às 17h30 (no restante do ano não opera neste dia da semana). Os tíquetes podem ser comprados nos ônibus, na hora do embarque, em qualquer ponto, ou antecipadamente na URBS, que fica nos fundos da ala estadual da rodoviária, na Avenida Presidente Afonso Camargo, 330. Crianças até cinco anos de idade não pagam passagem.

Demanda

A presença de mais turistas e visitantes em Curitiba, no fim de ano, projeta também, segundo a URBS, uma maior procura pelos serviços da Linha Turismo. A cada 30 minutos, todos os dias, dois ônibus deixam a Praça Tiradentes. Durante dezembro de 2012, a procura pelo passeio atraiu 63.180 pessoas.


O moderno, como o Museu Oscar Niemeyer; o histórico, como o Teatro Paiol; e o tradicional, como Santa Felicidade, se fundem ao formar o roteiro percorrido pela Linha Turismo, revelando aos olhos dos visitantes os mais conhecidos ícones urbanos.

"A atração da Linha Turismo está em passar por locais que mostram a história do passado e o presente, contrastes que impressionam e nos ajudam a conhecer um pouco mais de Curitiba", define a turista Mariana Sales.

Levantamento realizado pela URBS de 2006 a 2012, mostra que o mês de janeiro, com exceção do ano de 2008, foi o que registrou maior movimento na Linha Turismo. Em 2006, foram transportados 40.899 turistas; em 2007, no início do ano, 47.567; em 2008, excepcionalmente, o maior movimento, de 53.181 pessoas, foi em dezembro.

Informações: Urbs
READ MORE - Linha Turismo de Curitiba transportou mais de 500 mil pessoas em 2013

Governo do Distrito Federal declara intervenção em empresas de transporte coletivo da Capital

As empresas de transporte Viplan, Condor e Lotáxi, do Grupo Viplan, tiveram seus controles assumidos pelo Governo do Distrito Federal (GDF) na manhã de ontem, (23). A justificativa da medida foi a de garantir a conclusão do processo de renovação da frota e assegurar os direitos dos rodoviários na transição entre as empresas que estão saindo e as que começarão a operar no transporte público local, conforme nota da Agência Brasília. A decisão foi tomada após sucessivas tentativas do Grupo que tiveram o objetivo de atrasar a migração dos trabalhadores para as novas empresas do transporte público.

Ainda segundo a Agência, o Governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), declarou ser "hoje (ontem) um dia histórico para o Distrito Federal. Com muita coragem e determinação deste governo nós estamos assumindo a empresa Viplan para garantir, primeiro, o funcionamento do serviço público e, segundo, que essa transição para as novas empresas seja concluída com tranqüilidade e no prazo mais curto possível", afirmou Agnelo. 

O GDF assume com esta ação o comando de 214 linhas, que são operadas por 744 veículos. Já foram transferidos para empresas vencedoras da licitação do Sistema de Transporte Público Coletivo outros 74 percursos percorridos por 221 ônibus. 

"Uma decisão dessas sempre é a última que um governo gostaria de tomar, mas tem que tomar. Não se pode ficar subordinado a interesses de grupos econômicos. Este governo não é subordinado a interesses de grupos econômicos. O governo é voltado para o compromisso com a comunidade, com a sociedade e com a vontade de manter a normalidade do transporte público do DF", frisou o vice-governador do Distrito Federal Tadeu Filippelli.


A intervenção no Grupo Viplan vinha sendo articulada desde a intervenção no Grupo Amaral, quando o governador Agnelo Queiroz teria dito que uma nova intervenção “depende muito mais das empresas do que do próprio GDF. A obrigação das permissionárias é cumprir os contratos. O GDF não vai se furtar a tomar as providências”.

Outras intervenções

Rápido Brasília, Viva Brasília e Rápido Veneza, empresas do Grupo Amaral, foram assumidas pelo GDF em fevereiro deste ano sob alegação que havia risco de paralisar os serviços prestados aos passageiros da capital. Ligado ao ex-senador Valmir Amaral, o Grupo detinha cerca de 10% das operações de transporte coletivo do mercado brasiliense. A empresa Sociedade de Transportes de Brasília (TCB) ficou responsável pelas operações. Segundo informações no jornal Correio Braziliense, à época o GDF teve de investir mais de R$ 35 milhões na compra de combustível e outros insumos, como pneus, além de recuperar metade dos ônibus das empresas, que estavam sem condições de circulação.

Informações; Diário da Manhã
READ MORE - Governo do Distrito Federal declara intervenção em empresas de transporte coletivo da Capital

Metrô de BH cresceu 13,5% em 2013: sete milhões de novos embarques

O número de passageiros da CBTU-Belo Horizonte cresceu 13,5% em 2013, uma elevação que equivale a mais de sete milhões de novos embarques, na comparação com o mesmo período de 2012. O crescimento registrado pela operadora já supera a média nacional prevista pela ANPT – Associação Nacional de Passageiros sobre Trilhos (ANPT), que estimou em cerca de 10% o crescimento acumulado para o setor em 2013.

O percentual de elevação da demanda no metrô de Belo Horizonte contrasta com a pesquisa Origem e Destino (OD) divulgada na capital, nesta sexta-feira (17/12). Enquanto a pesquisa aponta queda, entre 2002 e 2012, em relação ao levantamento total da procura por transporte coletivo, no metrô os números indicam elevação sucessiva.

Crescimento recorde na última década
Considerando o mesmo período apontado pela pesquisa, o Metrô de Belo Horizonte saltou de 27,8 milhões de passageiros para mais de 57,4 milhões, crescendo cerca de 210%, na última década. A média diária de usuários do sistema também cresce em ritmo acelerado nas 19 estações e a operadora chegou a registrar recorde de 270 mil pessoas/dia, em 2013.

O número de viagens realizadas pelos trens também cresceu mais de 41%, passando de 61 mil viagens para 86 mil viagens/ano, entre 2002 e 2012 .

Para efeito de comparação, enquanto o metrô transporta cerca de 26 mil passageiros por hora/sentido, o automóvel e o ônibus têm capacidade de 1,4 mil e 5,4 mil, respectivamente. E, considerando os padrões dos diversos sistemas de transporte no mundo, o sobre trilhos chega a emitir cerca de 60% menos gases de efeito estufa (GEE) que os automóveis e 40% menos que os ônibus.

Esses e outros números apontam a real contribuição do metrô para toda a população de Belo Horizonte e Região Metropolitana.

Atualmente o Brasil tem 15 sistemas urbanos de transporte de passageiros sobre trilhos, implantados em 11 Estados e a CBTU está presente em cinco deles, levando cerca de 150 milhões de brasileiros em todo o pais.

Informações: CBTU

READ MORE - Metrô de BH cresceu 13,5% em 2013: sete milhões de novos embarques

Tatuzão da Linha 4 do metrô no Rio começa a operar em Ipanema

Começou nesta segunda-feira a escavação do trecho entre Ipanema e a Gávea, na zona sul do Rio de Janeiro, do túnel da Linha 4 do metrô, que vai ligar a Barra da Tijuca a Ipanema. O Consórcio Linha 4 Sul usa o equipamento Tunnel Boring Machine (Tatuzão), considerado o maior da América Latina, para perfurar aproximadamente 16 quilômetros de extensão.


A previsão é que a Linha 4 comece a funcionar no primeiro semestre de 2016, transportando mais de 300 mil pessoas por dia e retirando cerca de 2 mil carros das ruas. O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, informou que a criação da Linha 4 é a maior obra urbana da América Latina, com mais de 7,5 mil empregados trabalhando para que as obras, orçadas em mais de R$ 8 bilhões, sejam concluídas.

"É um legado olímpico, um legado para a cidade. Uma obra que nos sacrificou muito em termos de comprometimento orçamentário. Nós nos dedicamos muito em termos de saneamento das contas públicas para fazer uma obra dessa, de mais de R$ 8 bilhões, somando os nossos recursos e os do consórcio", disse o governador.

Cabral informou ainda que o impacto que a criação da Linha 4 causará no trânsito será "vital para o trabalhador, que não vai precisar dormir menos". "Vai poder descansar mais", ressaltou. De acordo com ele, toda a frota de trens e 65% da frota de metrôs já foram renovadas.

"Depois que terminar essa perfuração da Linha 4, ele (o Tatuzão) vai continuar. Nós temos o projeto Gávea-Botafogo, Botafogo- Centro. O que não vai faltar é trabalho para o Tatuzão. Ele tem condições para isso. A vida útil dele é muito longa", concluiu o governador.

Sem vibrações
O gerente de Produção do Consórcio Linha 4 Sul, Aluisio de Abreu Coutinho, garantiu que nenhum tipo de vibração será sentida enquanto o Tatuzão estiver escavando. "Essa máquina não escava com percussão. Ela escava com o giro da sua roda de corte, destruindo as camadas de solo. Então, ela não bate, simplesmente destrói. Então, isso não deve induzir nenhum tipo de vibração à superfície".

O Tatuzão pesa 2,7 mil toneladas, mede 120 metros de comprimento por 11,5 metros de diâmetro e vai escavar de 15 a 18 metros por dia, quatro vezes mais rápido que os métodos utilizados anteriormente no Rio de Janeiro.

As obras para a criação da Linha 4 do metrô começaram em 2010 na Barra da Tijuca, na zona oeste da capital fluminense. De acordo com a assessoria de imprensa do Consórcio Linha 4 Sul, as obras estão dentro do cronograma.

Informações: Terra

READ MORE - Tatuzão da Linha 4 do metrô no Rio começa a operar em Ipanema

Em Porto alegre, Tabela de Verão no sistema de ônibus começa quinta-feira

A partir de 26 de dezembro, quinta-feira, até 23 de fevereiro, domingo, entra em funcionamento a Tabela de Verão no sistema de ônibus da Capital. A redução de viagens nesta época de férias será de apenas 6%, bem menor do que a diminuição de passageiros no sistema de transporte coletivo, que chega a 17%. Não haverá redução de horários em algumas linhas mais carregadas. Os primeiros e últimos horários de todas as linhas de ônibus não sofrerão qualquer tipo de alteração.

A EPTC irá monitorar o atendimento de todas as linhas para a realização de ajustes, se necessários. Dúvidas, informações ou reclamações podem ser encaminhadas pelo fone 156 (118) ou no site da EPTC (www.eptc.com.br). Outras informações sobre transporte coletivo, como itinerários, horários, acontecem pelo site www.poatransporte.com.br.

Informações: EPTC


READ MORE - Em Porto alegre, Tabela de Verão no sistema de ônibus começa quinta-feira

Ponte estaiada da Barra será inaugurada nesta terça-feira

A prefeitura abre nesta terça-feira a ponte estaiada da Barra da Tijuca, na Avenida Ayrton Senna, após dois anos de obras. A estrutura tem quatro pistas, das quais duas são destinadas à passagem de carros de passeio. As outras duas faixas serão exclusivas para a circulação dos veículos articulados do BRT Transcarioca (Barra-Aeroporto Internacional Tom Jobim) e permanecerão fechadas até a entrada em operação do novo corredor de ônibus, no primeiro semestre do ano que vem. 

Antecipada por Ancelmo Gois em sua coluna, a inauguração da ponte na véspera de Natal vai permitir a desativação de sinais de trânsito no cruzamento das avenidas Ayrton Senna e Embaixador Abelardo Bueno, um dos principais gargalos no trânsito para quem chega à Barra ou deixa o Recreio dos Bandeirantes.
— A obra não aumentará a capacidade de trânsito na Ayrton Senna, mas ajudará a reorganizar o tráfego com a eliminação dos sinais — explicou o secretário municipal de Obras, Alexandre Pinto.

A nova ponte será usada pelos motoristas de carros particulares que seguem no sentido Linha Amarela/Cidade de Deus para a Barra da Tijuca. No caso dos ônibus de BRTs, os veículos usarão a ponte tanto no sentido Barra da Tijuca quanto em direção a Jacarepaguá.

Com 209 metros de extensão e sustentada por 56 cabos de aço, a ponte terá iluminação cênica. São 184 postes com lâmpadas led, dotadas de filtros que permitem alterar as cores da iluminação em datas especiais. 

A técnica empregada é semelhante à usada na iluminação do Cristo Redentor, que eventualmente tem suas cores alteradas. Como a ponte será inaugurada na véspera de Natal, ela ficará vermelha e verde nos primeiros dias. Segundo o secretário, a construção da ponte custou R$ 120 milhões. Alexandre Pinto afirmou que será possível entregar todas as obras do BRT Transcarioca antes da Copa do Mundo, em junho de 2014, como previsto originalmente.

Informações: O Globo

READ MORE - Ponte estaiada da Barra será inaugurada nesta terça-feira

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960