Grande Recife reforça linhas de ônibus durante paralisação do metrô

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

O Grande Recife Consórcio de Transporte divulgou, nesta quinta-feira (3), que montou um esquema especial em virtude da paralisação de 24 horas dos metroviários, anunciada para esta sexta-feira (4). Estão previstos o reforço e a criação de linhas especiais de ônibus nas áreas atendidas pelo metrô. Diariamente, cerca de 320 mil passageiros circulam pelas 29 estações da Região Metropolitana. A categoria referendou a paralisação de advertência em assembleia na noite desta quinta. Com isso, o metrô terá o serviço afetado das 5h às 23h da sexta-feira (4).

O pedido ao Consórcio de Transporte para montar um esquema especial de coletivos partiu do Metrô do Recife (Metrorec). No total, 21 linhas receberão reforço, totalizando 232 veículos atendendo à população, 73 a mais que a frota utilizada em dias normais. Entre elas, quatro linhas especiais serão criadas para suprir as demandas dos terminais de ônibus Barro (Zona Oeste da capital), Aeroporto (Zona Sul), Centro, Joana Bezerra e Santa Rita, na área central.


Os metroviários vão se concentrar pela manhã na Estação Central do Recife para esclarecer à população sobre as reivindicações. "Queremos investimento no metrô, um serviço de qualidade e segurança para passageiros e funcionários, também somos contra à política de privatização e terceirização da CBTU [Companhia Brasileira de Trens Urbanos]. Reajuste de salário não entrou nesta pauta", explicou o diretor de comunicação do Sindicato dos Metroviários e Conexos do Estado de Pernambuco (Sindmetro-PE), Levi Arruda.

Confusão
Na última segunda-feira (30), dois trens e a estação Coqueiral do metrô foram depredados por passageiros que se revoltaram com o atraso nas viagens. Segundo a assessoria de imprensa do metrô, um corte no fornecimento de energia travou as rodas de uma composição, provocando a demora. O prejuízo estimado com os atos de vandalismo chega a R$ 600 mil.

Informações: G1 Pernambuco


READ MORE - Grande Recife reforça linhas de ônibus durante paralisação do metrô

Prefeitura de São Paulo vai banir os táxis das faixas exclusivas de ônibus

Uma polêmica no trânsito da maior cidade do país: a Prefeitura de São Paulo decidiu que vai proibir a circulação de táxis nos corredores de ônibus. A Secretaria de Transportes só espera o resultado de um estudo para anunciar a medida.

Essa decisão de banir os taxis das faixas de ônibus é porque, para a prefeitura, os táxis atrapalham a circulação dos ônibus.

É a mesma opinião do Ministério Público, que solicitou informações para a Secretaria de Transportes. Já os taxistas defendem o contrário: querem continuar a circular nos corredores e ainda ter o direito de usar também as faixas exclusivas.

Em uma capital que chega a ter 300 quilômetros de congestionamento em um só dia, andar de táxi costuma ser uma vantagem. Isso porque os taxistas podem usar os corredores criados para os ônibus, mas desde que levem passageiros no carro. Só que às vezes há fila de táxis.

“Quando são muitos, sim. Quando eles ficam muitos, muita fileira, cinco seis atrapalha muito sim”, responde um motorista de ônibus.


Leia também sobre:
·         Metrô São Paulo
·         SPTrans
·         EMTU-SP

Os principais corredores de ônibus da cidade, aqueles que funcionam na faixa da esquerda, foram modernizados há 13 anos. Segundo o secretário municipal de Transportes, naquela época a velocidade média era de 22 quilômetros por hora. Hoje, caiu para 14.

A prefeitura estuda proibir a circulação de táxis nos corredores de ônibus. Alega que assim o caminho ficaria livre para os ônibus que poderiam rodar com mais rapidez. A proposta desagradou os taxistas.
“Vai diminuir a clientela e todo mundo tem que reclamar porque quem usa o táxi precisa de rapidez e aqui não dá”, declara Paulo César Monteiro, taxista.

Nas faixas exclusivas, criadas onde só circulam ônibus, um levantamento apontou crescimento de 45% na velocidade média dos ônibus. A velocidade média passou de 14 para 20 quilômetros por hora.

Agora, o Ministério Público pediu e a prefeitura formou uma comissão para avaliar o impacto que os táxis provocam nos corredores de ônibus.
“Se o estudo apontar para onde o Ministério Público enxerga que essa concorrência é danosa para a velocidade dos ônibus, expedição de uma recomendação à prefeitura para que proíba imediatamente ou em curto prazo a circulação de táxis mesmo com esses passageiros nos corredores”, afirma Maurício Antônio Ribeiro Lopes, promotor de Justiça de Habitação e Urbanismo de SP.

O secretario municipal de Transportes, Jilmar Tatto, lembrou que outro estudo, feito em 2011, já mostrou que os táxis reduzem a velocidade dos ônibus. Hoje, Jilmar Tatto tem certeza que a situação continua a mesma, se é que não piorou.

O Bom Dia Brasil já adianta que a decisão está tomada. Em mais alguns dias ela será anunciada. É só o tempo de a prefeitura concluir um novo estudo, atendendo ao pedido do Ministério Público.

No Rio de Janeiro, importantes vias, principalmente do Centro da cidade, também têm corredores expressos para ônibus. Mas os táxis são permitidos, apenas se estiverem com passageiros.

Eles não podem embarcar nem desembarcar ninguém nessas faixas que são pintadas de azul. Se houver duas faixas exclusivas na via, o táxi pode usar a da esquerda, nunca a preferencial, da direita. Veículos considerados essenciais, como ambulâncias, carros de polícia e bombeiro também podem trafegar.

A prefeitura do Rio inaugurou o primeiro corredor exclusivo em 2011 com o objetivo de reduzir em até 20% o tempo das viagens. Hoje são sete corredores na cidade somando quase 30 quilômetros.

Em Itapetininga, no interior de São Paulo, os motoristas encontraram uma alternativa de transporte mais rápida e confortável.

O táxi rotativo surgiu em Itapetininga há 13 anos para competir com o mototáxi. Funciona assim: leva quatro passageiros sempre no sentido bairro-centro e o inverso, e sempre para nos pontos já estabelecidos.

O táxi é regulamentado pela prefeitura, é na cor prata, tem faixas quadriculadas nas laterais e o número do alvará em local legível. Ele custa apenas R$ 0,5 a mais que o transporte público.

Na cidade, os motoristas passam por uma capacitação. São 254 motoristas cadastrados na prefeitura. Dez mil pessoas usam esses táxis na cidade por dia.

Informações: G1 Bom Dia Brasil
READ MORE - Prefeitura de São Paulo vai banir os táxis das faixas exclusivas de ônibus

Obras dos BRTs, em Porto Alegre, devem ser retomadas no dia 10 deste mês

O impasse envolvendo a prefeitura de Porto Alegre e os consórcios responsáveis por obras em corredores do sistema BRT (ônibus de trânsito rápido, na sigla em inglês) está próximo do fim. A garantia foi dada pela administração municipal nesta quarta-feira — os trabalhos que estavam paralisados devem ser retomados no dia 10, nas avenidas Protásio Alves e Bento Gonçalves.

Conforme informações da prefeitura, a decisão foi tomada após despacho de conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) na semana passada. Os relatores de processos sobre os BRTs, Marco Peixoto e Adroaldo Loureiro, assinalaram que um apontamento do órgão ao prefeito José Fortunati (PDT), de sobrepreço de mais de R$ 1 milhão em dois serviços (leia ao lado), "não caracterizam medida cautelar". Em nota, o tribunal afirmou que documentos que sustentam "retenção unilateral dos valores determinada pela prefeitura" foi "sugestão apresentada pela equipe técnica".


O prazo para retomada das obras é para remobilização de equipamentos e mão de obra. O titular da Secretaria de Gestão, Urbano Schmitt, diz que esta primeira etapa é a mais difícil, pois estão sendo substituídos os pisos em asfalto por placas de concreto:

— Estamos com cerca de 80% das obras concluídas nesta primeira fase, considerada a mais complicada. Com a retomada das obras pelas empresas, o novo piso dos corredores de BRTs, estará pronto em abril de 2014. Sendo assim, os atuais ônibus poderão trafegar normalmente, proporcionando mais conforto aos usuários do transporte coletivo.

A próxima etapa do projeto será a substituição das estações por estações fechadas e a construção de novos terminais. Os novos ônibus serão comprados pelas empresas que vencerem a licitação — a prefeitura estima que isso pode ocorrer no ano que vem.

O IMPASSE

— O TCE apontou sobrepreço em dois pontos das obras do sistema BRT. Segundo o órgão, fresagem e sinalização noturna tem sobrepreço de 100% e 30%, respectivamente

— A partir disso, a prefeitura decidiu repassar às empresas somente os valores identificados como corretos pelo tribunal. Ou seja, diminuiu o pagamento

— O consórcio formado por Sultepa e Conpasul, encarregado dos trechos da Bento e da Protásio, entrou na Justiça em busca dos valores integrais, conforme o contrato. Obteve liminar favorável, mas a prefeitura manteve a posição. Por isso, as empresas interromperam as obras

— Fresagem: a área de retirada de asfalto prevista na licitação, segundo o TCE, é o dobro do pavimento existente. O critério de medição no contrato apontava a retirada de duas camadas de 5cm. O TCE, porém, afirma ter consultado o fabricante do equipamento e ouvido que a capacidade da máquina é superior a 10cm

— Ainda assim, há pontos do pavimento nos quais a espessura supera 10cm. Diante disso, a concessionária pediu um aditivo ao contrato (apesar de que, segundo o TCE, a espessura maior estaria dentro do limite de um corte da máquina)

— Sinalização noturna: consiste em contratar três serviços para as obras — carro-seta (30% de sobrepreço), baliza refletiva (50%) e baliza com luz piscante (50%). Como o serviço previsto na licitação só cobriria um mês de trabalho, as empresas pediram um aditivo ao contrato para contemplar toda a duração das obras

Informações: ZERO HORA
READ MORE - Obras dos BRTs, em Porto Alegre, devem ser retomadas no dia 10 deste mês

Secretaria dos Transportes de São Paulo considera inviáveis vagões só para mulheres

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos de São Paulo disse considerar “operacionalmente inviável” a adoção de vagões exclusivos para mulheres em composições da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e do Metrô. Em nota divulgada nesta quarta-feira (2), a pasta afirma que a medida, aprovada por unanimidade na Câmara Municipal da capital na terça (1º), “infringe o direito de igualdade entre gêneros à mobilidade livre”.

De autoria do vereador Alfredinho do PT, o projeto pretende evitar a ocorrência de abusos e situações constrangedoras que mulheres sofrem no transporte coletivo por causa do comportamento de alguns homens. O texto obriga também uma quota exclusiva para mulheres em ônibus e em vagões do Metrô durante o horário de pico (das 6h às 10h e das 16h às 20h), de segunda a sexta-feira, exceto feriados. O projeto ainda vai para uma 2ª votação, sem data prevista.


Segundo a Secretaria dos Transportes Metropolitanos, “diariamente, o sistema metroferroviário transporta 7,2 milhões de passageiros”, e que 58% deles são mulheres, “fazendo com que a adoção de vagões femininos seja operacionalmente inviável”.

Pelo projeto, seria obrigatório destinar faixa cor de rosa “nos ônibus e vagões específicos nos trens e metrô “com dizeres ‘espaço exclusivo para mulheres’ em percentual não inferior a 50% da frota, para identificar o veículo, indicando ser espaço reservado a mulheres em horário determinado", diz o texto.

Na nota, a secretaria do governo estadual ressalta que atualmente há a operação “Embarque Preferencial”, que visa auxiliar pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, como idosos, gestantes, crianças e obesos. A operação acontece em nove estações da CPTM e em 21 do Metrô.

Informações: G1 São Paulo

Leia também sobre:
·         Metrô São Paulo
·         SPTrans
·         EMTU-SP
READ MORE - Secretaria dos Transportes de São Paulo considera inviáveis vagões só para mulheres

Segunda etapa da licitação das linhas de ônibus da Região Metropolitana do Recife deve ocorrer em meados deste mês

A segunda etapa da licitação das linhas de ônibus da Região Metropolitana do Recife deve ocorrer em meados deste mês. Quase dois meses depois do prazo previsto pelo Grande Recife Consórcio de Transporte Metropolitano. 

Pelo menos os lotes 1 e 2 da licitação dos corredores de ônibus do BRT da Região Metropolitana do Recife foram concluídos. O lote 1, que corresponde ao corredor Norte/Sul, entre Igarassu e Recife, com 33,2 km de extensão e 33 estações de embarque e desembarque, ficou nas mãos do consórcio Conorte, formado pelas empresas de ônibus Itamaracá, Cidade Alta e Rodotur. Já o lote 2 referente ao corredor Leste/Oeste, entre Camaragibe e Recife, com 12 km de extensão, teve como menor proposta de preço o consórcio Rodoviária Metropolitana. Nos dois casos, as empresas já operavam os trechos. 

Os outros cinco lotes a serem licitados vão atender aos corredores da José Rufino e Abdias de Carvalho; Mascarenhas de Moraes; Rosa e Silva, Rui Barbosa e Avenida Norte; Beberibe e Presidente Kennedy; Domingos Ferreira e BR-101 e Cabo/Ipojuca. De acordo com o presidente do Grande Recife Consórcio de Transporte Metropolitano, Nélson Menezes, o atraso no lançamento da segunda etapa do edital de licitação, prevista para o último dia 30 de agosto, se deu para novas adaptações. “Nós tivemos que atualizar os dados de demanda. Não adiantaria nada a gente definir um número x de linhas e ônibus em um terminal que já está com a demanda superada”, afirmou.

READ MORE - Segunda etapa da licitação das linhas de ônibus da Região Metropolitana do Recife deve ocorrer em meados deste mês

Programa do Metrô de SP orienta idosos sobre questões de segurança

O Metrô de São Paulo promove nesta quinta-feira (3), Dia do Idoso, a campanha “Metrô para Todos”, que aborda o respeito aos idosos quanto ao seu uso preferencial em elevadores, nos assentos nos trens e no embarque preferencial. A ação que acontece na estação Brás,  no Centro de São Paulo, contará com cartazes e mensagens sonoras nas estações e trens, além de informações veiculadas nos monitores de TV que ficam no interior das composições.

O Metrô de São Paulo atua como um forte indutor de modificações no contexto urbano, revitalizando e interagindo atentamente com os diversos segmentos da cidade e reposicionando hábitos e costumes de toda a população.

Ao longo dos anos foram concebidas e implantadas ações de comunicação, sempre buscando a utilização adequada desse meio de transporte. Em 1974, antes mesmo da inauguração do primeiro trecho operacional da Linha 1 - Azul, teve início o Programa de Treinamento da População.


Leia também sobre:
·         Metrô São Paulo
·         SPTrans
·         EMTU-SP

Face ao interesse manifestado pela comunidade e pelos usuários foram criados Programas de Visita com o objetivo de informar e esclarecer dúvidas sobre o funcionamento do sistema metroviário, destacando os atributos e os benefícios deste transporte, mobilizando e envolvendo escolas, empresas e instituições. O Programa recebeu até o final de 2010 aproximadamente 190 mil visitantes.

As visitas são dedicadas à comunidade técnica, setores acadêmicos, empresas, representantes de governo, instituições, escolas, grupos e público em geral. É possível participar das visitas monitoradas de segunda-feira ao sábado em horários pré-estabelecidos, de acordo com o local da visita e com os pré-requisitos estabelecidos (verifique antes de solicitar a visita).

O local de visitas depende do roteiro escolhido e pode contemplar várias áreas do Metrô, tais como: Pátio de Manutenção, Estações, Salas Técnicas, Centro de Controle Operacional - CCO ou Obras. Os interessados deverão fazer o pré-agendamento da visita com até 90 dias de antecedência preenchendo o formulário específico no site.

Informações: Metrô SP
READ MORE - Programa do Metrô de SP orienta idosos sobre questões de segurança

Em Uberaba, Prazo final para troca dos cartões encerra em 15 de outubro e não será prorrogado

A Prefeitura de Uberaba alerta os usuários do transporte coletivo quanto ao prazo final para a troca do cartão magnético pelo cartão Mafer com chip. Os usuários têm até o dia 15 de outubro para proceder a troca. De acordo com o superintendente de Planejamento e Transporte, Claudinei Nunes, cerca de 70 mil cadastros dos novos cartões para a troca já foram feitos, entretanto, 19 mil cartões não foram retirados. 

“Existem 115 mil cartões em Uberaba, mas esse número não retrata o número de usuários visto que alguns possuem mais de um cartão e outros nem são mais utilizados. Como esse novo sistema só permite um cartão por pessoa, é exclusivo e utiliza o CPF, acreditamos que ainda falta de 20 a 25% dos usuários para se cadastrarem”, explicou. 


Claudinei destacou, ainda, que o prazo não será prorrogado novamente. “É importante enfatizar para as pessoas não deixarem para a última hora, evitando correria e fila. Tivemos 90 dias de prazo, que é o suficiente para efetuar todas as trocas”, salientou. A partir do dia 16, os validadores só aceitarão os novos cartões. 

Os usuários devem procurar a Transube, localizada no Edifício Elvira Shopping, na Praça Rui Barbosa, de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 17h30 e especialmente aos sábados para atender a demanda, das 7h30 às 12h30. Idosos e portadores de necessidades especiais têm a opção de realizarem a troca na Unidade de Atenção ao Idoso (UAI), das 7h às 18h, em posto de atendimento exclusivo. Não há custos para fazer a troca.

Informações: Jornal de Uberaba
READ MORE - Em Uberaba, Prazo final para troca dos cartões encerra em 15 de outubro e não será prorrogado

Cidade de São Paulo é candidata no projeto de soluções inovadoras de Mobilidade Sustentável

São Paulo é candidata à Cidade Líder do Projeto Solution, projeto de Soluções inovadoras em mobilidade urbana. O principal objetivo é apresentar projetos que estão sendo implantados na cidade de São Paulo e estão contribuindo para melhorar a qualidade de vida da população, valorizando a cidadania, a inclusão social e a preservação do meio ambiente.

Além de compartilhar experiências com as outras cidades participantes, a inscrição é importante para a troca de ideias e conhecimentos  sobre mobilidade urbana.


Na lista de projetos que estão sendo  adotados pela atual administração e já  estão fazendo  a diferença no dia a dia da população  paulistana, estão as medidas que garantem a redução no tempo das viagens nos ônibus urbanos. Outros programas inovadores na área  de trânsito e transportes são:

•         Corredores e faixas exclusivas: têm o objetivo de aumentar a velocidade média do ônibus, reduzir o tempo de trânsito, reduzir as emissões de poluentes, promover o transporte público, permitir a operação controlada (evitar aglomeração) e democratizar o espaço  viário  público. Só neste ano, já foram implantadas 204,1 quilômetros de faixas exclusivas na cidade  até o final de setembro . A meta  inicial, de chegar ao fim de 2013 com 220 quilômetros de faixas exclusivas consolidadas, será ultrapassada já  neste mês de outubro. Até 2016 , a atual administração também pretende concluir a construção de mais 150 quilômetros de corredores de ônibus  na cidade ;

•    Centro Integrado de Mobilidade Urbana  (Cimu): tem o objetivo de Integrar trânsito e transporte em um centro baseado em padrões abertos, disponibilizando todas as informações sobre a operação do trânsito e transporte da cidade. Será disponibilizado aos usuários do transporte por meio de aplicativos móveis e pela Internet;
•         Bilhete Único Mensal: permitirá uma nova funcionalidade no sistema de bilhetagem de ônibus existente que permite viagens ilimitadas com uma taxa mensal fixa;
•         Bike Sampa: tem como meta implantar 400 quilômetros de infraestrutura cicloviária na cidade e aumentar de 106 para 300 estações de empréstimo de bicicletas em toda cidade até 2014.

A iniciativa de selecionar cidades comprometidas com a mobilidade urbana é da ICLEI - Local Governments for Sustainability, associação mundial de cidades e governos locais dedicados ao desenvolvimento sustentável.

Outras cidades do Estado de São Paulo também estão participando  da iniciativa e os projetos vencedores serão conhecidos durante o mês de outubro no site do Programa Solutions: www.urban-mobility-solutions.eu. 

Assessoria de Imprensa - SPTrans

Leia também sobre:
·         Metrô São Paulo
·         SPTrans
·         EMTU-SP
READ MORE - Cidade de São Paulo é candidata no projeto de soluções inovadoras de Mobilidade Sustentável

No Recife, Corredores de BRT sofrem adaptações para serem entregues no prazo

A segunda etapa da licitação das linhas de ônibus da Região Metropolitana do Recife deve ocorrer em meados deste mês. Quase dois meses depois do prazo previsto pelo Grande Recife Consórcio de Transporte Metropolitano. A demora foi para adaptar as linhas dos terminais integrados à demanda que superou os estudos iniciais. O Terminal de Xambá, por exemplo, que tinha previsão de receber 40 mil usuários, já alcançou 55 mil. 
Foto: Roberto Ramos/DP/D.A Press
A estimativa é que até dezembro o processo licitatório esteja concluído. Enquanto a licitação está em andamento, as obras dos corredores Norte/Sul e Leste/Oeste sofreram alguns percalços e os projetos estão tendo que ser adaptados para serem concluídos no prazo. Depois da substituição das estações em concreto por estruturas metálicas para dar mais celeridade às obras, estão sendo feitas adequações no desenho do corredor Leste/Oeste para permitir que o sistema entre em operação antes da Copa de 2014. 


Uma das mudanças fica no trecho da Avenida Belmiro Correia, no Centro de Camaragibe, ponto de chegada do Leste/Oeste, onde parte das estações não irá mais ocupar o centro da via. Segundo a Secretaria das Cidades, haverá duas estações do BRT no corredor central e outras três paradas nas bordas laterais, nos dois sentidos, que terão os abrigos adaptados para receber o BRT. Com isso, os ônibus terão portas nos dois lados. Há pelo menos duas razões apontadas pelo estado para implantar as mudanças: a demora na conclusão do processo de desapropriação de imóveis e a falta da construção da via de contorno em Camaragibe, prevista para ter as obras iniciadas somente em 2014. 

Há, no entanto, uma terceira razão mais subjetiva, mas não confirmada pela Secretaria das Cidades, em que os comerciantes locais estariam temendo que a avenida se transformasse numa Presidente Kennedy, que se tornou zona de conflito com a população após a implantação do corredor centralizado. Assim como a Kennedy, a avenida central de Camaragibe é voltada para o comércio. “A prioridade deve ser mesmo o transporte público. É bom lembrar que a Belmiro é mais larga que a Kennedy”, disse o professor do departamento de engenharia da UFPE Leonardo Meira. 

Uma das preocupações apontadas pelo professor é  quanto à mudança de faixa do centro para as bordas laterais do que em relação aos abrigos improvisados. “Acho que estão esquecendo o R de Rapid do BRT. Essa mistura com o trânsito misto reduz a velocidade do corredor”, criticou. De acordo com o secretário das Cidades, Danilo Cabral, a mudança não irá comprometer a operação. “É uma questão pontual. O ônibus vai mudar de faixa na chegada e na saída”, disse. Ainda segundo o secretário serão duas estações de BRT na via: 1 e 2, onde o processo de desapropriação foi concluído. Já as estações 3,4 e 5 serão deslocadas para as calçadas. O secretário disse ainda que as paradas laterais são provisórias até que seja construída a via de contorno para desafogar a maior parte do tráfego que hoje passa pela Belmino. A via está orçada em R$ 70 milhões. 

Informações: Diário de Pernambuco
READ MORE - No Recife, Corredores de BRT sofrem adaptações para serem entregues no prazo

Blumenau: Seterb cria linha exclusiva e prevê mais de 320 horários extras de ônibus

O Seterb, responsável pelo transporte urbano em Blumenau, criou uma linha de ônibus que vai circular entre a Vila Germânica e o Terminal Proeb durante toda a 30ª Oktoberfest, no horário das festas. Além deste, para incentivar o uso do transporte coletivo, estão previstos mais de 320 horários extras de ônibus, sendo 61 de segunda a sexta-feira, 121 aos sábados e 139 aos domingos, em todas as linhas do sistema.

O ônibus que faz a linha entre o Terminal Proeb e a Vila Germânica funcionará de 30 em 30 minutos entre domingo e quinta-feira e de 15 em 15 minutos às sextas-feiras e sábados. Haverá ponto de embarque e desembarque na rua Humberto de Campos. O preço da passagem é de R$ 2,75.


As bilheterias do Terminal Proeb irão funcionar 24 horas todos os dias da festa, que ocorre entre 3 e 20 de outubro, e a bilheteria do Terminal Fonte atenderá 24 horas de quinta a sábado. As dos demais terminais vão operar em horário normal e por isso, após a meia-noite, o pagamento será feitos dentro dos ônibus.

Além disso, haverá um ônibus que percorrerá a rota dos principais hotéis da cidade durante a madrugada. Os ônibus vai passar pelos bairros Centro e Ponta Aguda. A linha será feita pelos ônibus seletivos e funcionará de hora em hora com a tarifa de R$ 3,65.

Táxis
Na rua Alberto Stein, em frente ao Parque Vila Germânica, funcionará o serviço de táxi, com um espaço destinado exclusivamente para estes automóveis. Este ano, a identificação destes veículos ficará ainda mais fácil para os usuários, já que estarão adesivados nas portas laterais dianteiras com a expressão "Táxi Blumenau" e nas portas laterais traseiras com a bandeira de Blumenau.

Informações: G1 Santa Catarina
READ MORE - Blumenau: Seterb cria linha exclusiva e prevê mais de 320 horários extras de ônibus

Diadema testa itinerário expresso em horários de pico

A partir de hoje, passageiros da linha 31 D (Vila Paulina/Terminal Diadema) passarão a contar com ônibus  expressos nos horários de pico. O projeto ainda está em fase de teste e funcionará durante um mês. Após esse período, a Prefeitura irá avaliar se o serviço será ou não mantido.

Veículo  adicional fará três viagens extras nos picos da manhã e da tarde. Somente usuários que possuem o Cartão SOU (Sistema de Ônibus Urbano) poderão embarcar. “Também é uma forma de estimular o uso do bilhete eletrônico”, afirma o secretário de Transportes, José Carlos Gonçalves.


O coletivo expresso sairá da Vila Paulina às 5h50, 6h40 e 7h35, em direção ao Terminal Diadema, no Centro. À tarde, no sentido inverso, o ônibus sairá da estação às 17h10, 18h10 e 19h10. A linha fará somente dez paradas. Normalmente, o veículo para em aproximadamente 30 pontos. “A ideia é acabar com aquela fila enorme nos horários de pico”, comentou o secretário.

Segundo o titular da Pasta, o projeto surgiu quando ele passou a circular pelas linhas municipais para ouvir as reclamações dos usuários. “Nesse trajeto, a demanda é grande. Por isso, a gente sugeriu esse modelo para fazer em comum acordo com a empresa (Benfica), que aceitou essa alternativa”, disse Gonçalves, que irá fiscalizar a primeira viagem do itinerário expresso em teste. A ligação entre a Vila Paulina e o Terminal Diadema recebe diariamente cerca de 11 mil passageiros, diz a Prefeitura.

A previsão é de que após um mês de funcionamento seja feita avaliação do novo sistema. Caso seja aprovado, haverá proposta da administração municipal para expansão do serviço para outras regiões da cidade. “Achamos que vai dar certo. Com isso, iremos sugerir para as empresas operadores do sistema municipal que implementem a mesma ação nos itinerários em que detectarmos maior demanda”, disse Gonçalves.

O supervisor operacional da Benfica, Divaldo de Oliveira Freire, afirmou que aceitou criar o trajeto experimental para “proporcionar melhor atendimento aos usuário”, mas que a implementação definitiva depende de avaliação futura.

Informações: Diário do Grande ABC

Leia também sobre:
·         Metrô São Paulo
·         SPTrans
·         EMTU-SP
READ MORE - Diadema testa itinerário expresso em horários de pico

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960