Cai o uso de transporte coletivo no Rio de Janeiro

sábado, 28 de setembro de 2013

O Plano Diretor de Transportes Urbanos (PDTU) do Rio de Janeiro aponta que, em dez anos, a população do Estado segue na direção contrária da tendência mundial, que é trocar o transporte individual pelo transporte público. Na capital fluminense, entre 2002 e 2012, a proporção de usuários a optarem pelo deslocamento individual motorizado (táxis, motocicletas e carros particulares) aumentou de 25,8% para 28,5%, e a dos que usam o coletivo caiu de 74,2% para 71,5%. As informações são do jornal O Globo.

Na quarta-feira, a primeira reunião do Conselho Municipal de Transporte, discutiu os problemas atuais do transporte coletivo da cidade. Dados preliminares revelam que a curva crescente de uso do transporte individual está enchendo as ruas da região metropolitana de carros. Em dez anos, segundo a pesquisa, foram feitas 660 mil viagens diárias em transporte individual, sendo 500 mil de carro e 110 mil em motocicletas. No mesmo período, a população cresceu 9.3 %.


A população que ganha até dois salários mínimos reúne o maior percentual dos que perdem duas horas ou mais cada vez que saem de casa para ir ao trabalho. Especialistas apontam que o aumento do poder aquisitivo da população, aliado a políticas públicas como a concessão de incentivos fiscais para montadoras de automóveis e no preço da gasolina, favorece o aumento do número de carros nas ruas.

Os dados do PDTU ainda não entraram na fase de proposta de indicadores a serem alcançados e de iniciativas para mudar o panorama atual. Ao jornal, o secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osorio, disse que a prefeitura já está investindo para estimular o uso do transporte público, com o BRT e o BRS.

Informações: Portal Terra
READ MORE - Cai o uso de transporte coletivo no Rio de Janeiro

Em SP, Começa a segunda etapa do serviço de ônibus Corujão

Os ônibus metropolitanos da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) que atendem a região oeste da capital oferecem o serviço 24 horas às sextas e sábados desde o dia 20 de setembro. O chamado Corujão tem cinco linhas circulando ininterruptamente nestes dois dias da semana.

As linhas são: Itapecerica da Serra (Parque Paraíso) - São Paulo (Pinheiros); Embu das Artes (Jardim São Marcos) - São Paulo (Pinheiros); Osasco (Munhoz Júnior) - São Paulo (Metrô Vila Madalena); Carapicuíba (Cohab V) - São Paulo (Pinheiros); e Cotia (Terminal Metropolitano Cotia) - São Paulo (Pinheiros).


Além da oferta de horário, a ação procura estimular as pessoas a não dirigir caso tenham consumido bebidas alcoólicas. "Isso vai beneficiar as pessoas que trabalham até mais tarde, as que começam também mais cedo, e a noite do fim de semana, sempre na linha de que se bebeu, não dirija, para evitar álcool e direção", destacou o governador Geraldo Alckmin.


A região oeste de São Paulo é onde se concentra o maior número de bares, restaurantes e casas noturnas da cidade. As linhas vão atender aos bairros de Vila Madalena e Pinheiros, além da região da Av. Dr. Arnaldo, onde fica, por exemplo, o Hospital das Clínicas.

Ampliação

O Corujão inclui outra iniciativa, que será implantada a partir da próxima semana, no dia 27. O horário de operação de 10 linhas intermunicipais será ampliado para atender aos usuários das últimas viagens do Metrô, garantindo a continuidade da viagem a 18 municípios vizinhos à capital, na região do ABC e Grande São Paulo. Algumas linhas só realizarão a última partida depois que o último trem do metrô chegar às estações incluídas no novo serviço.

"A partir da semana que vem 114 ônibus estarão operando na região norte, sul e leste da Grande São Paulo, com ônibus chegando até 1h todo dia para pegar os últimos passageiros do metrô e do trem, e aos sábados até às 2h", explicou Alckmin.

De acordo com o governador, as duas iniciativas do Serviço Corujão não implicam em alteração no valor da passagem. "Será a mesma tarifa, não tem nenhuma mudança, o mesmo valor da tarifa do dia será também do Corujão". 

Do Portal do Governo do Estado

Leia também sobre:
·         Metrô São Paulo
·         SPTrans
·         EMTU-SP
READ MORE - Em SP, Começa a segunda etapa do serviço de ônibus Corujão

Rede de mídia BusTV chega a quatro novas cidades

A empresa BusTV, rede de mídia out-of-home de ônibus urbanos, ampliará a sua frota atuando no transporte coletivo de quatro novas cidades: Campinas (SP), Goiânia (GO), Curitiba (PR) e Florianópolis (SC).

Segundo o Meio&Mensagem, com a expansão, tornam-se 13 os municípios em que a BusTV disponibiliza sua programação — São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, Porto Alegre, Recife, São Luís, Fortaleza, Sorocaba, além dos quatro novos.

A BusTV, que atualmente opera 3550 telas, distribuídas em 1680 ônibus, tem sua programação formada por boletins informativos e de entretenimento, produzidos pela própria companhia.

A companhia oferece espaço a anunciantes que queiram levar mensagens de suas marcas e produtos, para viabilizar o projeto.

Informações: Portal Imprensa

READ MORE - Rede de mídia BusTV chega a quatro novas cidades

Ônibus movido a energia solar tem ar condicionado, wi-fi e não cobra tarifa

O ônibus Tindo está circulando desde fevereiro nas ruas de Adeleide, Austrália. Ele é totalmente abastecido por energia solar, tem capacidade para 40 pessoas sentadas e oferece ar-condicionado e wi-fi aos passageiros. O veículo não cobra tarifa, pois não existe gastos com energia elétrica ou combustíveis.

Desde fevereiro, ele já percorreu mais de 60 mil quilômetros, economizando 14 mil litros de diesel e livrando a atmosfera de 70 toneladas de gases poluentes.

Ele tem autonomia de 200 quilômetros em condições climáticas normais. O mecanismo de freio ajuda a aproveitar a energia do veículo, um sistema de frenagem regenerativa, transforma o impacto dos freios em força, economizando cerca de 30% do consumo.

O veículo faz parte da frota da Adelai Connector Bus, companhia de transporte público, que pretendia reduzir as emissões de carbono.

Fonte: CatracaLivre
READ MORE - Ônibus movido a energia solar tem ar condicionado, wi-fi e não cobra tarifa

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960