Informativo SPTrans: Linhas são unificadas na Zona Oeste

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Para melhorar o atendimento aos usuários da linha 2522/10 Jd. Santo Antonio – Shopping C. L. Aricanduva, a SPTrans informa seccionamento dessa linha na estação do metrô Itaquera a partir de sábado, 28 de setembro, com nova denominação 2522/10 Jd Santo Antonio-Metrô Itaquera ( Circular).

Aos usuários interessados no trecho entre a região de Itaquera  e o shopping Center Leste Aricanduva têm a opção de utilizar as linhas 3406/10 COHAB Juscelino - Term. Pq. D. Pedro II, 3020/10 V. Cosmopolita – Shop. C. L. Aricanduva e 3721/41 Shopping C. L. Aricanduva – Metrô Itaquera.

Linha: 2522-10 Jd. Santo Antonio – Metrô Itaquera 

Itinerário:
Sentido Único – Rua José Leão dos Santos, acesso, Av. Nordestina, Rua Avinhado, Rua Guabiroba de Minas, Av. Coroa de Frade, prosseguindo normalmente até Rua Tomazzo Ferrara, Rua Dr. Luiz Aires (Radial Leste), acesso, Rua Eng. Sidney A de Moraes, acesso, Terminal Metrô Itaquera, acesso, saída 1, acesso, Rua Dr. Luiz Aires, Rua Castelo do Piauí, Av. Itaquera, Rua Heitor, Rua Américo Salvador Novelli, Viad. Ladeira do Xisto, Rua Geraldo Vieira de Castro, acesso, Estação de Transferência Itaquera – Plataforma A, Rua Lagoa Salgada, Av. Pires do Rio, Rua Rio São Francisco do Mogiano, Rua Suzana de Melo, Rua Cardon, Rua Real Horto, Rua Criuva, Rua Mandarave, Av. Coroa de Frade, Rua Guabiroba de Minas, Rua Avinhado, Av. Nordestina, acesso, Rua José Leão dos Santos, Rua Zacarias Colaço Filho, Rua José Leão dos Santos, Rua Narceja e Rua José Leão dos Santos.  


LINHAS SÃO UNIFICADAS NA ZONA OESTE
Com o objetivo de diminuir a sobreposição de linhas na cidade e aumentar a fluidez dos ônibus na região Oeste, a SPTrans unificará as linhas 7702/10 USP – Terminal Lapa e 7725/10 Rio Pequeno – Metrô Vila Madalena a partir de sábado, 28 de setembro.
                                       
As ligações existentes atualmente serão mantidas por meio da linha 7720/10 que será estendida até o Terminal Lapa, passando a se chamar 7725/10 Rio Pequeno – Term. Lapa.

Para mais informações ligue 156 ou acesse ao site www.sptrans.com.br

Linha e itinerário:

Ida: normal até a Praça Panamericana, Av. São Gualter, Rua Bairi, Rua Pio XI, Rua Tito, Rua Aurélia, Rua Guaicurus, Rua John Harrison, acesso, Term. Lapa.
Volta: Term. Lapa, Rua Guaicurus, Rua Catão, Rua Coriolano, Rua Pio XI, Praça Dr. Antônio Bento Garcia, Rua Pio XI, Rua São Domingos Savio, Av. São Gualter, Av. Diógenes Ribeiro de Lima, Rua Da. Elisa Moraes Mendes, Praça Panamericana, prosseguindo normal.

Assessoria de Imprensa - SPTrans

Leia também sobre:
·         Metrô São Paulo
·         SPTrans
·         EMTU-SP
READ MORE - Informativo SPTrans: Linhas são unificadas na Zona Oeste

Contrato com empresas de ônibus de Joinville será prorrogado

Mesmo que lance o edital para encontrar nova empresa para o transporte coletivo até o dia 8 de janeiro de 2014, a Prefeitura de Joinville não tem mais tempo hábil para concluir a licitação até o vencimento do contrato atual.

Assim, embora ainda não assuma a necessidade de um aditamento do acordo que vigora hoje com a Gidion e Transtusa, o prefeito Udo Döhler (PMDB) terá que prorrogar o contrato. Por enquanto, Udo só admite a possibilidade de aditamento caso exista impugnações na futura licitação – algo comum nestes casos.

—Estamos aprofundando agora os estudos feitos pela gestão passada e até o fim do ano esperamos lançar o edital. Esperamos não aditar, mas se fizermos, será o mínimo possível—, diz.


Mesmo assim, a menos de quatro meses do fim do contrato, a Prefeitura não teria tempo para concluir os prazos básicos de um edital. Após a publicação, são exigidos pelo menos 30 dias para que as empresas se cadastrem – embora, em 2012, o Ippuj julgasse adequado deixar o edital aberto por 60 dias.

Depois, são necessários, em média, 30 dias para análise da documentação e questionamentos, outros 30 para a análise da proposta financeira – com estudo da viabilidade e seus recursos – e 30 dias para a verificação da viabilidade técnica das empresas e seus trâmites.

O secretário de Infraestrutura, Romualdo França (PMDB), explica que, até o agora, o processo licitatório continua em análise. Foram detectados pontos que precisam ser acrescidos, como a obrigatoriedade de que as vencedoras façam a manutenção, conservação e implantação de novos pontos de ônibus.

Ele não soube informar quando pretende concluir a revisão do documento. Da mesma forma, o prefeito Udo também não estipula uma data para lançar o edital.

—Faremos algo bem feito, para que não haja problemas judiciais—, enfatiza o prefeito.

Informações: A NOTÍCIA
READ MORE - Contrato com empresas de ônibus de Joinville será prorrogado

Licitação do transporte coletivo de Natal começa a ser discutida nesta quarta

O projeto de lei que autoriza a licitação do sistema de transporte coletivo de Natal vai começar a ser discutido com a sociedade nesta semana. A primeira audiência pública promovida pela Prefeitura para tratar do assunto vai ocorrer na próxima quarta-feira (25), com os moradores da região Oeste da capital potiguar.
Os encontros estão programados para as quatro regiões administrativas e antecedem a votação da matéria na Câmara dos Vereadores, como foi acordado entre a casa legislativa e o Executivo.As audiências serão coordenadas pela secretaria municipal de Mobilidade Urbana (Semob).


Segundo informações divulgadas pela assessoria de comunicação da Prefeitura de Natal, na Zona Oeste a audiência será no Centro Municipal de Referência em Educação Aluizio Alves (Cemure), localizado na Avenida Coronel Estevam, nº 3705 , no Bairro de Nossa Senhora de Nazaré, a partir das 9h.

O secretário adjunto de Transporte da Semob, Clodoaldo Trindade, explica que foram enviados convites para lideranças de bairros, conselhos comunitários, Ministério Público e entidades organizadas da sociedade.  Além disso, está havendo o reforço na divulgação dos eventos com panfletos e cartazes que serão distribuídos nos ônibus, além de ampla divulgação nos meios de comunicação e redes sociais.

O projeto de lei que trata da licitação dos transportes foi devolvido pela Câmara Municipal no fim de julho, após protesto promovido pela #RevoltadoBusão cobrando mais transparência e discussão com a sociedade.  A reivindicação dos manifestantes foi atendida pelos vereadores, que depois de examinarem o documento constataram a ausência de algumas informações.

De acordo com cronograma elaborado pela Semob, as audiências serão realizadas sempre no horário de 9h às 13h. No dia 27 de setembro, será a vez da Zona Sul, no dia 30 de setembro da Zona Leste e por fim a Zona Norte, no dia 2 de outubro.

Kívia Soares
Do NE10/Rio Grande do Norte
READ MORE - Licitação do transporte coletivo de Natal começa a ser discutida nesta quarta

Site da Urbs mostra deslocamento do ônibus em tempo real

Disponível no site da Urbs (www.urbs.curitiba.pr.gov.br), o mapa de itinerários de ônibus, que funciona desde junho na ferramenta Transit do Google Maps, oferece a possibilidade de saber em que ponto do trajeto está o ônibus naquele momento.

A nova funcionalidade foi desenvolvida pela área de Tecnologia de Informação da própria Urbs, a partir das informações geradas pelo Sistema de Bilhetagem Eletrônica, que permite o monitoramento dos ônibus em tempo real, no Centro de Controle Operacional. A partir de dezembro, os painéis já instalados nos pontos de parada dos terminais e nas estações tubo vão informar em quanto tempo o ônibus estará no ponto.


Além do tempo real, o sistema de informação de itinerário indica a melhor opção de ônibus, dá alternativas de linhas próximas e informa em que ponto do trajeto estão, por exemplo, unidades de saúde, armazéns da família, escolas municipais, delegacias de polícia. Se o cidadão pretende ir a um desses lugares, o sistema também informa a melhor opção a partir do ponto de partida.

Para visualizar onde está um determinado ônibus no momento, saber a melhor alternativa para o roteiro escolhido ou que linhas passam no local para onde se quer ir, entre muitas outras opções, basta clicar em Itinerários, que encabeça a página inicial do site da Urbs. Indicando o ponto de saída e o de chegada, é possível saber quais as melhores opções de linha e onde estão os pontos mais próximos.

Para saber onde está o ônibus escolhido, pode-se clicar em linhas e digitar o nome da linha ou o número do ônibus escolhido na etapa anterior para ver os estão os ônibus ao longo de todo o trajeto. Clicando sobre o ônibus, o cidadão terá o tempo real e onde ele se encontra.

Como localizar o ônibus

Clique em Itinerários, no alto da página inicial
Informe ponto de origem e destino e clique em como chegar
Escolha a opção que lhe parecer melhor, clicando sobre o número ou nome da linha para ter as opções de trajeto até o ponto mais próximo
Para saber onde está o ônibus clique em Linhas e digite o número ou nome da linha
Clique sobre o ônibus escolhido no mapa para saber em que ponto do trajeto ele se encontra naquele horário.
Para ter melhor visualização, aumente a imagem clicando no próprio mapa.

Informações: Urbs
READ MORE - Site da Urbs mostra deslocamento do ônibus em tempo real

Cidade de Aracaju terá redução da tarifa dos ônibus aos domingos

A Câmara Municipal de Aracaju (CMA) aprovou nesta terça-feira, 24/9, o Projeto de Lei (PL) 141/2013 de autoria do vereador Anderson de Tuca (PRTB) que determina a redução do valor da tarifa do transporte coletivo aos domingos para R$ 1. O PL foi aprovado por unanimidade pelo Plenário da Casa Legislativa e segue para a sanção do prefeito João Alves Filho (DEM).

Para Anderson, essa foi uma vitória do povo de Aracaju. “Esse projeto só tem a beneficiar a população que vai poder reduzir os gastos com o transporte e vai ter a oportunidade de aproveitar mais o dia de lazer com seus familiares”, frisou.

Anderson lembra que a redução no valor da tarifa não vai acarretar nenhum tipo de custo para as empresas do setor. “Aos domingos, as empresas reduzem a frota e a quantidade de funcionários. Nada mais justo do que repassar essa redução para a população”, afirmou.

A aprovação dos parlamentares só veio confirmar o desejo da população que tanto clamou por esse benefício. Em pesquisa quantitativa realizada nas redes sociais, os internautas disseram que a redução da tarifa do transporte coletivo aos domingos não é só viável como a aprovaram. A pesquisa fez a seguinte pergunta: você é a favor do projeto que determina a redução da passagem do transporte coletivo aos domingos para R$ 1? Sim ou Não? Mais de 3.700 pessoas afirmaram que sim, totalizando 100% dos votos.

Para Anderson, a pesquisa só ressalta a importância do PL para a população. "Esse Projeto só beneficia a população que vai ter acesso a um transporte mais barato e, com isso, terá a oportunidade de ter um dia diferente, seja para o lazer, ir à igreja ou visitar parentes. Nossa ideia é fazer com que a população seja beneficiada, tendo em vista que, aos domingos, a quantidade de ônibus reduz, consequentemente, os custos também", afirmou.

Por Bruno Almeida
Informações: Universo Político

READ MORE - Cidade de Aracaju terá redução da tarifa dos ônibus aos domingos

Site desenvolvido por alunos da UFPA fornece rota dos ônibus em Belém

Colaboração é a chave para o projeto Rota Urbana, que ajuda usuários de transporte coletivo a encontrarem o ônibus mais indicado para o trajeto que desejam. A informação vem por meio de um site que mostra mais de 80 linhas e seus respectivos percursos. A iniciativa foi desenvolvida por alunos dos cursos de Ciências da Computação e Sistemas de Informação da Universidade Federal do Pará (UFPA), pensando em suprir uma necessidade dos moradores da Região Metropolitana de Belém que enfrentam diariamente o trânsito caótico da cidade. 
Foto: Elivaldo Pamplona (O Liberal)
Qualquer pessoa pode acessar a página na internet e contribuir com informações sobre um novo roteiro, corrigir dados ou fazer sugestões, baseando-se em um conceito chamado crowdsourcing. O endereço do site é www.rotaurbana.net.br e um dos desenvolvedores, Adailton Lima, explica que a página está em fase beta, ou seja, sendo alterada frequentemente conforme as ferramentas são aprimoradas. “O projeto é fruto de um trabalho acadêmico feito por cinco alunos, que precisava atender uma demanda concreta da sociedade e o trânsito foi uma das principais questões apresentadas”, conta ele, que já é formado em Ciências da Computação e atualmente cursa doutorado na área. Ele e outros dois ex-alunos coordenam uma pequena empresa de base tecnológica e decidiram investir na tecnologia elaborada pelos estudantes. 

“Algumas empresas disponibilizam o itinerário da frota, mas em forma de lista com os nomes das ruas e não atualizam constantemente, um problema para uma cidade que sofre várias alterações no trânsito por causa de obras como o BRT”, afirma. Baseados nas informações fornecidas pelas empresas e, principalmente, pelos usuários do transporte coletivo, chegou-se ao formato atual do Rota Urbana. Ao acessar o site, o internauta se depara com um mapa e dois sinalizadores que podem ser arrastados para indicar os pontos desejados de saída e chegada. Após clicar em “Consultar Linhas de Ônibus” o sistema mostra as opções em um raio de 200, 300 ou 500 metros, a distância máxima apontada pelos entrevistados para se deslocar até um ponto  de ônibus.


Também é possível consultar uma linha específica pelo nome ou número e visualizar todo o trajeto que ela faz. “Eles fizeram pesquisa com usuários de ônibus para saber quais eram as maiores dúvidas e reclamações. A falta de um espaço que concentrasse informações foi uma das queixas”, completa. O projeto foi lançado oficialmente em maio e já registra 150 acessos diários. Adailton atribui a repercussão à ideia que atinge uma carência e à plataforma de fácil acesso. “A pessoa pode consultar antes de sair para pegar o ônibus ou mesmo pelo telefone celular que tenha internet, mas o próximo passo é desenvolver um aplicativo para smartphones que facilite a consulta”, adianta.

O planejamento do projeto inclui uma série de ações, como a apresentação de outros tipos de rotas. Passeios de bicicleta, patins e roteiros turísticos poderão ser incluídos futuramente. “Dentro de duas semanas, no máximo, os usuários poderão ver a localização das paradas de ônibus, para saberem exatamente onde subir e descer do coletivo”, garante. Por enquanto, o projeto não gera renda, mas Adailton mencionou a ideia de negociar funcionalidades como anúncios de cooperativas de táxis como um meio de garantir as despesas, mas sem influenciar no resultado final gratuito para o usuário.

A universitária Thalita Oliveira, 21, vê muitas vantagens no Rota Urbana porque precisa usar transporte coletivo diariamente e tem bastante dificuldade em memorizar os percursos. “Achei a iniciativa maravilhosa, porque quando tenho dúvidas sobre o caminho que o ônibus vai fazer preciso ligar para conhecidos ou perguntar para as pessoas”, confessa. O aplicativo para celular seria uma solução ainda mais prática para quem já está na rua e precisa esclarecer uma dúvida, acrescenta ela. “Já tive conhecimento de um site com a descrição das rotas, mas foi atualizado pela última vez há quatro anos e ter essas informações recentes, concentradas em um só lugar, ajuda muito”, frisa. 

Adailton ressalta que o projeto não é novidade para muitas cidades brasileiras, como Porto Alegre (RS) e Rio de Janeiro (RJ). “Aqui em Belém, as deficiências no trânsito são muitas e podemos adaptar para a nossa realidade, ampliando o alcance para outras cidades do estado, para públicos diferentes e para portadores de necessidades especiais”, comenta. A acessibilidade também é pensada no projeto e, segundo ele, há estudos sendo feitos para que um deficiente visual possa usar o aplicativo  site possui versão em inglês e uma página destinada ao “feedback” dos usuários, onde podem ser publicadas sugestões e opiniões. 

Táxi

A tecnologia também é aliada dos taxistas e passageiros de Belém que, a partir deste mês, passaram a contar com um aplicativo para celular e internet que facilita a utilização do serviço. O Easy Taxi é uma plataforma que estabelece contato direto entre o profissional e o cliente para minimizar o tempo de espera, pois identifica o veículo mais próximo do usuário em um raio de dois quilômetros. A empresa, lan-çada no ano passado, atende um milhão e meio de pessoas em 22 cidades, com mais de 40 mil táxis cadastrados em 11 países. A expansão deve continuar até a Copa de 2014, com o objetivo de alcançar as cidades que sediarão os jogos. 

O gerente nacional de operações da Easy Taxi, Fernando Pinheiro, explica o funcionamento do programa. “Uma vez feita a solicitação, o passageiro recebe o nome e modelo do carro, além de poder rastrear a localização para evitar desencontros. Ele e o taxista têm acesso ao número do telefone um do outro, facilitando o contato”, detalha. Para ele, o diferencial é a ausência de intermediários e a rapidez no atendimento, com tempo médio de dez minutos para conseguir um táxi, bem menor do que o esperado nas cooperativas de táxi. Em Belém, uma seleção criteriosa será feita para cadastrar os taxistas. “Temos uma equipe de promotores que está visitando os pontos e apresentando o programa, além da divulgação via rádio e um ponto fixo, onde eles devem levar toda a documentação da habilitação e do veículo para ser aprovado”, informa. 

Além dos documentos em dia, o taxista precisa ter um celular com sistema operacional Android. Para os passageiros, o Iphone também pode ser usado. As informações para o download do programa estão disponíveis no site oficial (www.easytaxi.com.br), que pode ser usado normalmente por quem não tem smartphone. Não há custos adicionais para quem pedir táxis por meio do aplicativo, porém o taxista terá que pagar uma taxa de R$ 2 a cada corrida conseguida por meio do serviço. 

A universitária Thalita Oliveira também costuma andar de táxi para se locomover rapidamente da faculdade para o estágio, mas reclama da demora. “Muitas vezes demora mais tempo para o carro chegar do que o trajeto em si, mesmo que eu entre em contato com a cooperativa mais próxima da minha casa”, queixa-se. Usar a tecnologia para driblar os problemas do tráfego cada vez mais complicado em Belém é uma boa saída, acredita ela, que espera que os investimentos na área aumentem e melhorem a configuração do trânsito na cidade.

Informações: O Liberal
READ MORE - Site desenvolvido por alunos da UFPA fornece rota dos ônibus em Belém

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960