Sorocaba terá app com localização de ônibus

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Os usuários do transporte coletivo de Sorocaba que possuem tecnologia 3G poderão, em breve, baixar um aplicativo semelhante ao que os munícipes da capital utilizam em celulares, smartphones e tablets.

De acordo com a Urbes, através do sistema Global Positioning System (GPS), será possível informar ao usuário onde está o seu ônibus além da distância e do tempo deste em relação ao destino.

A Urbes já oferece o app Infobus com horários e itinerários de linhas de ônibus que, após ser baixado, não mais é necessário conexão com a Internet.

Nos terminais Santo Antonio e São Paulo, além dos painéis de led instalados na área de transferência da Av. Nogueira Padilha, há também 32 monitores que orientam os usuários sobre a previsão de chegada das linhas de ônibus.

Informações: Viva Cidade

READ MORE - Sorocaba terá app com localização de ônibus

Governo de São Paulo publica edital de obras do trecho Sumaré - Santa Bárbara do Corredor Noroeste

Com a Licença Ambiental Prévia emitida pela Cetesb nesta sexta-feira (16/08), a EMTU/SP, empresa do Governo do Estado de São Paulo, publicou sábado (17/08), no Diário Oficial do Estado, o edital de obras do trecho Sumaré – Sta. Barbara D’Oeste do Corredor Metropolitano Noroeste.

A sessão pública para abertura de propostas das empresas interessadas está marcada para 20 de setembro e o início de obras está previsto para outubro. O trecho tem previsão de conclusão em setembro de 2014.

A EMTU/SP protocolou o Plano de Prospecção Arqueológica no IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e desenvolverá, ainda em agosto, o Plano Básico Ambiental, passos do processo de licenciamento ambiental que permitirão a emissão da Licença de Instalação do empreendimento.


O trecho prevê a execução das seguintes obras: Terminal Americana; Terminal Santa Barbara; Reforma Terminal de Nova Odessa; Estação de Transferência São Paulo - Santa Bárbara D´Oeste; Estação de Transferência Ribeirão dos Toledos – Santa Bárbara D´Oeste; Estação de Transferência Amizade - Divisa Americana/Santa Bárbara D´Oeste; Estação de Transferência Nova Odessa; Complexo Viário Jean Nicolini, em Nova Odessa; transposição do Ribeirão dos Toledos - Santa D´Oeste; Transposição do Córrego Mollon - Santa Bárbara D´Oeste.

O Corredor Noroeste faz parte de um total de 158km previstos no plano de expansão do transporte metropolitano no Estado, dos quais 60km estarão prontos ate dezembro de 2014. O plano também prevê corredores com o sistema  BRT (Bus Rapid Transit) nas regiões metropolitanas, onde os sistemas intermunicipais são gerenciados pela EMTU/SP. Alguns corredores já estão em obras ou em processo de contratação. Faz parte da relação o Corredor Guarulhos – São Paulo, com 3,5km em operação entre os Terminais Taboão e Cecap, e já em obras em seu segundo trecho (Cecap-Vila Galvão). Na Baixada Santista, as obras do 1º trecho do VLT (Barreiros, em São Vicente, até Av. Conselheiro Nébias, em Santos) foram iniciadas em maio.

Licenciamento ambiental
A legislação de licenciamento ambiental no Brasil prevê três etapas:
• Licença Prévia (LP) - deve ser solicitada na fase de planejamento da implantação, alteração ou ampliação do empreendimento. Aprova a viabilidade ambiental do empreendimento e o detalhamento dos projetos, não autorizando o início das obras.
• Licença Instalação (LI) - Aprova os projetos e programas ambientais previstos, autorizando o início da obra. É concedida depois de atendidas as exigências da Licença Prévia.
• Licença de Operação (LO) - Autoriza o início do funcionamento do empreendimento e é concedida depois de atendidas as exigências da Licença de Instalação.

Informações: EMTU SP
READ MORE - Governo de São Paulo publica edital de obras do trecho Sumaré - Santa Bárbara do Corredor Noroeste

Na Grande Recife, Cartão VEM Livre Acesso vai substituir carteira de gratuidade nos ônibus

O Grande Recife Consórcio de Transporte iniciou a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência com uma ação que beneficiará cerca de 93 mil pessoas que possuem direito a gratuidade. A partir desta quarta-feira (21/08), os usuários da Carteira de Livre Acesso deverão trocar o documento pelo Vem Livre Acesso. A medida do Consórcio, realizada em conjunto com a Superintendência Especial de Apoio à Pessoa com Deficiência (Sead) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Pernambuco (Urbana-PE), foi adotada como forma de moralizar o uso do documento. 

Para a troca do documento é necessário que o beneficiário faça o agendamento através do site www.vemlivreacesso.com.br ou pelo telefone 3125.7585, das 7h às 19h. No momento da troca é indispensável que a pessoa com deficiência apresente o CPF e a Carteira de Livre Acesso. Caso o deficiente tenha perdido a Carteira de Livre Acesso é necessário que ele retire a segunda via, para só então fazer a troca. 


Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook

Para o presidente do Consórcio, Nelson Menezes, com essa ação a fiscalização será mais rigorosa. “Vamos acabar com as fraudes verificadas nesse sistema, pois será usado o VEM que não é falsificável. Além disso, vamos saber quantas pessoas de fato usam a gratuidade por deficiência”, explicou. 

Os cartões eletrônicos possuem um layout diferente dos demais, facilitando a identificação e fiscalização. O VEM do beneficiário será na cor azul. Para as pessoas com deficiência que tiverem direito a acompanhante, o cartão será na cor laranja. Os cartões contarão com dados como foto, nome, CPF e o tipo de deficiência. Na troca do documento será usado o cadastro já existente na Sead, que é ligada à Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Governo de Pernambuco. 

Embarque – No momento do embarque, a pessoa com deficiência deve registrar o cartão no validador situado ao lado do cobrador e passar a catraca. Em caso de dificuldade, ela deve acomodar-se nos assentos reservados, solicitando que o cobrador gire a catraca. 

Já o cartão VEM da pessoa deficiente, que tem direito a acompanhante, deve ser utilizado para os dois passageiros. No primeiro momento, o titular do cartão passa pela catraca, registrando o seu acesso e em seguida, em até 30 segundos, o acompanhante deve fazer o mesmo procedimento. 

Informações: GRCT
READ MORE - Na Grande Recife, Cartão VEM Livre Acesso vai substituir carteira de gratuidade nos ônibus

Avenida Marechal Castelo Branco em Teresina ganha ciclovia

Os motoristas que trafegam pela  avenida Marechal Castelo  reclamam que a pintura da  ciclovia que beneficiará os ciclistas está deixando o trânsito no local lento. "Pela manhã estava quase congestionado. Além disso, tenho dúvidas sobre como vai ficar a questão do estacionamento. Por essa região, principalmente para quem trabalha próximo à Câmara de Vereadores e Assembleia Legislativa, não há vagas suficientes para estacionar. Um espaço para os ciclistas é importante para evitar acidentes, mas é preciso pensar como melhorar  também  para os ou-tros veículos", reclama Carmem Lustosa, motorista.

Sobre o espaço que existe entre a Ponte Juscelino Ku-bitschek e a Assembleia Le-gislativa, onde aparamente havia interrupção da pintura da ciclovia, com espaço para estacionamento, a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito - Strans - informou que o espaço será pintado em breve. Segundo informações da Strans, a faixa será contínua e terá cerca de 2,5 km de cumprimento e será proibir estacionar em cima da ciclovia.
O projeto da ciclovia foi pensado para proporcionar uma maior mobilidade urbana, bem como facilitar a prática do ciclismo esportivo. A obra integra várias ações traçadas pelo projeto "Operações Ciclovias Parque do Poti", elaborado pela Secretaria Municipal de Planejamento - Semplan - e executado pela Strans. Estas operações têm a meta de implantar ciclovias integradas no circuito entorno do rio Poti, que abrange avenidas como a Raul Lopes e as pontes da Primavera e Wall Ferraz.  Além da ciclovia da avenida Marechal Castelo Branco, foi pintada  uma faixa exclusiva para ciclistas e pedestres na avenida Raul Lopes, zona Leste da cidade, e a Prefeitura mandou recuperar algumas ciclovias já existentes.

Em agosto, dentro da programação do aniversário da cidade, a Prefeitura de Teresina vai entregar à população um circuito de ciclovias de 15 quilômetros para incentivar a prática do ciclismo na capital.

O circuito de ciclovias envolverá as avenidas Marechal Castelo Branco e Raul Lopes.  Teresina já possui cerca de 62 Km de ciclovias espalhadas em várias regiões da cidade que incentivam os esportes.

Fonte: Jornal de Luzilandia
READ MORE - Avenida Marechal Castelo Branco em Teresina ganha ciclovia

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960