Metrô do Recife amplia o número de trens para o carnaval

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

O Metrô do Recife (Metrorec) vai ampliar o número de trens durante o desfile do Galo da Madrugada. O esquema de funcionamento do órgão foi divulgado na manhã desta quinta-feira (7), durante entrevista coletiva na Estação Central. Um total de 26 composições serão utilizadas para transportar os foliões que vão brincar no Centro do Recife. A expectativa é que cerca de 300 mil pessoas utilizem o metrô para chegar ao Galo da Madrugada.

No sábado, o metrô vai manter o mesmo horário de funcionamento dos dias normais (das 5h às 23h). Das 26 composições que serão utilizadas, 17 vão fazer a linha Centro (Jaboatão/Camaragibe/Recife). Nos dias normais, são 14 trens que atuam nesse trecho. Neste sábado, dia de desfile do Galo, o intervalo entre trens na linha Centro será de três minutos e meio, durante todo o dia.

Na linha sul serão utlizadas seis metrôs (o mesmo número dos dias normais), com intervalo de 8 minutos entre os trens. Também haverá funcionamento da linha VLT, entre Cajueiro/Cabo e Cajueiro/Curado. Nesse trecho, o intervalo é maior (41 minutos).

Quem chegar na linha centro deverá sair da estação pelo terminal integrado, que estará desativado. A recomendação é que o folião compre o bilhete com antecedência, se possível na quinta ou sexta-feira. Se deixar para comprar no sábado, que faça tudo na ida, evitando retenções na volta.

Além dos 100 policiais ferroviários federais, o Metrô terá outros 400 seguranças de uma empresa privada trabalhando no dia do Galo.

Nos demais dias do Carnaval, o metrô funciona normalmente das 5h às 23h, mas o intervalo entre os trens será maior que no dia do Galo.

READ MORE - Metrô do Recife amplia o número de trens para o carnaval

Transporte coletivo terá reforço durante o carnaval em Porto Alegre

A circulação dos ônibus que atendem a Zona Norte de Porto Alegre terá reforço durante o carnaval. A partir desta sexta-feira (8) e até a próxima segunda-feira (11), além das linhas convencionais, haverá transporte especial para os foliões. Os desfiles do Grupo Especial e de Acesso são realizados no Complexo Cultural Porto Seco.

Três linhas farão o trajeto direto até o local dos desfiles, a partir das 16h. Outros dois itinerários, que atendem a mesma região, terão acréscimo de horários durante a madrugada. As demais linhas atendem em horário normal, conforme o dia da semana. No domingo (10), haverá passe livre.

Como chegar até o Complexo Porto Seco

E10 e E10.1 - Restinga/Carnaval (Via Lomba)
A linha especial circula das 20h20 às 00h20, saindo do terminal da Restinga Nova até o Complexo Cultural Porto Seco. Retorno no final dos desfiles com veículos à disposição conforme a demanda no local. Itinerário: Av. João Antônio da Silveira, Av. João De Oliveira Remião (Lomba do Pinheiro - parada 21), Av. Bento Gonçalves, Av. Antônio de Carvalho, Av. Protásio Alves, Av. Manoel Elias e Av. Plínio Kroef.

T6.1 - Tranversal 6 (Carnaval)
Atendimento a partir das 19h, a linha sai do terminal Princesa Isabel (Azenha), segue pela av. Ipiranga, Ramiro Barcelos, Av. Protásio Alves, Rua Otávio dos Santos, Av. Baltazar de Oliveira Garcia, Av. Plínio Kroef.

E33 - Centro/Evento (Via Sertório)
A linha Especial Carnaval opera a partir das 16h, partindo do Centro Histórico (Terminal Rui Barbosa/CPC) e saindo do Porto Seco. Com veículos a disposição no final do evento.  Itinerário: Av. Farrapos, Av. Sertório, Baltazar de Oliveira Garcia, Av. Plínio Kroef.

Além das linhas especiais e extensões das existentes, os ônibus 633 – Costa e Silva e B02 – Leopoldina/Aeroporto, que atendem a região do Porto Seco, terão acréscimos de viagens durante a madrugada.

Lotações - As linhas de transporte seletivo que terão atendimento especial na região do Porto Seco são a 40.41 – Petrópolis/Fapa, 60.1 – Sarandi, 60.5 – Jardim Leopoldina e 60.6 – Parque dos Maias.

Estacionamento - Para quem vai de carro ou moto, uma das alternativas é o estacionamento da EPTC, localizado na Av. Mil Novecentos e Trinta e Sete, esquina com Plínio Kroeff. O valor é R$ 10 para motos e R$ 15 para carros. O espaço tem capacidade de 390 vagas e funciona das 18h até o término do evento.

Táxis - Terão pontos no entorno do complexo, na av. Mil Novecentos e Trinta e Sete. Nos dias de Carnaval não pode ser cobrada bandeira dois nos táxis da capital, segundo legislação municipal, com a exceção de domingo (10) e nos outros dias das 22h às 6h.

READ MORE - Transporte coletivo terá reforço durante o carnaval em Porto Alegre

BHTrans divulga operação na Rodoviária, de 7 a 18/2, para o Feriado de Carnaval

A BHTRANS realiza, no período de 7/2 a 18/2/2013, intervenções operacionais no trânsito na região do Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro - TERGIP, em função do feriado de Carnaval. As medidas visam organizar e garantir a fluidez de veículos e pedestres e a operacionalização do terminal, cujo volume aumenta na região da rodoviária.

Será implantado um esquema especial para a chegada e saída das pessoas à Rodoviária, além de uma área de estocagem para os ônibus rodoviários ao longo da Avenida do Contorno, que irá regular o acesso ao terminal.

OPERAÇÃO

INÍCIO

TÉRMINO
DIA
PLANO OPERACIONAL
7 e 8/2 – quinta e sexta-feira

Saída

6h

24h

9/2 – sábado
Saída
6h
15h
10 e 11/2 – domingo e segunda-feira
Monitoramento

-


-

12/2 – terça-feira
Chegada

17h


24h

13/2 – quarta-feira (Cinzas)
Chegada

6h


15h

14, 15 e 16/2 – quinta-feira, sexta-feira e sábado
Monitoramento

-


-

17/2 – domingo
Chegada

17h


24h

18/2 – segunda-feira
Chegada

6h


12h



PLANO DE SAÍDA – Dias 7, 8, e 9/2

• Os cruzamentos das ruas Paulo de Frontim e Saturnino de Brito (Praça Rio Branco), serão fechados para o trânsito de veículos;

• Interdição Obras do BRT – Está interditada a Avenida Paraná, entre as Ruas dos Caetés e Tupis, no sentido Rodoviária/Mercado Central;

• Os passageiros originários das regiões sul e leste acessarão a área de embarque principal por meio da Avenida Afonso Pena;

• Os passageiros originários das regiões noroeste e oeste acessarão a rodoviária pelos seguintes itinerários: Opção 1: ..., Av. do Contorno, R. Tupinambás, Av. Afonso Pena, R. Curitiba,  R. Saturnino de Brito; Opção 2: Av. do Contorno, R. São Paulo, Av. Santos Dumont, R. Saturnino de Brito.

• Os passageiros originários das regiões norte e nordeste acessarão a rodoviárias pelo seguinte itinerário: Rua Rio de Janeiro, Rua dos Guaicurus, Rua São Paulo, Avenida Santos Dumont, Rua Saturnino de Brito;

• Será permitido o embarque/desembarque de passageiros na Rua Paulo de Frontim entre Rua do Acre e Avenida Paraná;

• O trecho da Rua de Caetés entre Avenida Olegário Maciel e Avenida Contorno será utilizado para Operação da Linha Intermunicipal Sete Lagoas;

• Na Rua Acre será permitido somente acesso de trânsito local;

• A Rua dos Guaranis, entre R. Paulo de Frontim e R. Caetés será viabilizada para a Saída do Estacionamento.

DESVIO DE TRANSPORTE COLETIVO

Não haverá alterações nos itinerários e pontos das linhas gerenciadas pela BHTRANS. As linhas do DER que operam no pátio leste e oeste do TERGIP serão remanejadas para a Avenida do Contorno, entre as ruas 21 de Abril e Curitiba. 

O embarque para ônibus de Sete Lagoas será na Rua dos Caetés, entre Avenida Olegário Maciel e Avenida do Contorno.


PLANO DE CHEGADA – Dias 12, 13, 17 e 18/2

• Os cruzamentos das ruas Paulo de Frontim e Saturnino de Brito (Praça Rio Branco) serão fechados para o trânsito de veículos.

Os desvios serão indicados por faixas de pano e sinalização complementar para orientar os motoristas e garantir segurança aos passageiros, pedestres e condutores. A empresa alerta para a importância dos motoristas redobrarem a atenção à sinalização implantada. Agentes da Unidade Integrada de Trânsito irão operar (monitorar, fiscalizar, interferir e orientar) o tráfego na região e nos principais acessos à rodoviária.

TERMINAL DE APOIO – ESTAÇÃO JOSÉ CÂNDIDO DA SILVEIRA
A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria de Administração Regional Municipal Centro-Sul e da BHTRANS, realiza desde o dia 1/12/2012, a transferência do embarque/desembarque de algumas viagens interestaduais do Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro (TERGIP) para a Estação de Integração José Cândido da Silveira. A mudança, que passa a ser permanente até que a nova rodoviária fique pronta, tem o objetivo de garantir mais conforto aos passageiros nas viagens e também minimizar os impactos no trânsito da Área Central.

READ MORE - BHTrans divulga operação na Rodoviária, de 7 a 18/2, para o Feriado de Carnaval

Rodoviária de Curitiba dá início à Operação Carnaval

A Urbs iniciou nesta semana a Operação Carnaval, que prevê uma série de alterações no funcionamento da Rodoviária, no trânsito do entorno e na circulação dos ônibus rodoviários.

Faixas e banners com indicação dos locais de venda de passagens e de acesso às plataformas de embarque foram colocados nesta segunda-feira (4) em pontos estratégicos do terminal, que está em obras. Ao longo da semana haverá distribuição de folhetos, avisos no sistema de som da Rodoviária, mensagens de alerta a motoristas em faixas e nos painéis de trânsito nas ruas e nos painéis de informação nos terminais de transporte.

A Operação Carnaval se estenderá até o dia 18 e é resultado de parceria entre a Urbs, Secretaria Municipal de Trânsito (Setran), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR), Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário do Paraná (Rodopar), Federação das Empresas de Passageiros do Paraná e Santa Catarina (Fepasc) e empresas de transporte rodoviário.

Confira o que muda na Rodoviária e entorno

Desembarque na sexta-feira, dia 8 – Das 19 horas à meia-noite todos os desembarques serão na Rua General Carneiro, na quadra entre as avenidas Sete de Setembro e Affonso Camargo. A Polícia Militar vai reforçar a segurança e as luzes externas do Mercado Municipal ficarão acesas durante o período para maior segurança dos passageiros. Ao desembarcar, o passageiro encontrará táxi na frente e nos fundos do Mercado e na Rua da Paz e também ônibus do transporte coletivo tanto na Sete de Setembro como na Affonso Camargo. A partir do sábado (9) os desembarques acontecerão na própria Rodoviária.
Embarques – Os embarques continuam sendo feitos normalmente na Rodoviária. O acesso às plataformas de embarque da maioria das empresas será feito pela ala estadual (dos fundos). O usuário deve informar-se ao chegar à Rodo.

Passagens – Os guichês de passagens de todas as empresas funcionam na ala estadual, que é o bloco dos fundos. Não há venda de passagens na ala interestadual (bloco da frente).

Acessos para quem está de carro – O trânsito está bloqueado a partir da trincheira da Rodo, que dá acesso à parte interna da ala estadual.  Agora, veículos particulares só podem parar para embarque e desembarque no início da ala estadual. Na ala ferroviária será permitido estacionar por 15 minutos. Os estacionamentos pagos vão funcionar 24 horas. 

Estacionamentos – Os estacionamentos da Rodoviária vão funcionar 24 horas. O preço é de R$ 4,00 a hora, R$ 3,00 por meia hora e R$ 20,00 a diária (após a quinta hora). Os estacionamentos particulares na Rua da Paz, ao lado do Mercado Municipal, também vão funcionar 24 horas.

Ônibus rodoviários –  A partir de sexta-feira (8), os ônibus chegarão na plataforma de embarque 15 minutos antes do horário de partida. Antes disso, eles vão aguardar na Rua Tibagi, entre Nilo Cairo e Sete de Setembro. 
Também durante o feriado, os ônibus rodoviários que estiverem na Affonso Camargo, sentido centro, não poderão cruzar a canaleta em frente à Rodoviária. Eles vão seguir pela Dr Faivre, Visconde de Guarapuava, Tibagi e Sete de Setembro.
Durante este período os ônibus rodoviários deixarão de circular na Visconde de Guarapuava a partir da Dr. Faivre. A partir de sexta-feira (8) eles seguirão pela Dario Lopes dos Santos, Engenheiros Rebouças e Brigadeiro Franco, onde entram na Visconde de Guarapuava.

Motoristas de veículos particulares devem, se possível, evitar estes trechos especialmente na noite de sexta-feira, quando o movimento deverá ser intenso.

Alteração no transporte coletivo – De sexta a quarta-feira de Cinzas (8 a 13), as linhas Curitiba / Urano; Curitiba / Apolo; Curitiba / São José; Curitiba / Xingu; Curitiba / Braga; Curitiba / PUC e Curitiba / Quisisana,  Vila Macedo, Estudantes, Jardim Centauro e Jardim Itiberê vão desviar o viaduto do Colorado pelas ruas Engenheiros Rebouças e Conselheiro Laurindo, podendo, em caso de congestionamento, optar pelo viaduto do Capanema, a partir da Brasílio Itiberê.

READ MORE - Rodoviária de Curitiba dá início à Operação Carnaval

Piracicaba tem horário especial de ônibus para o carnaval de rua 2013

O transporte coletivo de Piracicaba (SP) seguirá programação diferenciada durante o carnaval 2013. Os horários especiais dos ônibus foram elaborados, segundo a Prefeitura, também para atender a população durante o desfile oficial das escolas de samba, previsto para ocorrer entre 17h de sábado (9) e 4h de domingo (10).

De acordo com a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Semuttran), o sistema vai funcionar de sábado até segunda-feira (11) com os horários normais para esses dias. Já na terça-feira (12) os ônibus seguirão horários de domingo. Os ônibus voltam ao esquema regular na quarta-feira (13).

Já o atendimento do Cartão TIP (Transporte Integrado de Piracicaba) funciona normalmente no sábado e na segunda, mas fecha na terça e só funciona até as 12h na quarta.

No período, das 15h às 24h, também foi definida alteração dos trajetos dos veículos que operam no Terminal Central Integração (TCI), nas linhas com sentido à Vila Rezende, à Avenida Independência e à Catedral (pela Rua XV de Novembro), por exemplo.

Nos dias de carnaval também entrarão em operação 20 linhas especiais em sistema de lotação, a partir da 0h20. Mais informações e detalhes de horários e linhas por meio dos telefones (19) 3417-1601 e (19) 3417-1617.

READ MORE - Piracicaba tem horário especial de ônibus para o carnaval de rua 2013

Prefeitura de Fortaleza anula licitação do transporte alternativo oferecido por vans

A Prefeitura de Fortaleza aceitou recomendação do Ministério público do Ceará (MP-CE) para o cancelar a licitação referente ao transporte alternativo oferecido por vans, na capital cearense. A redomendação foi feita após suspeita de fraude na licitação. Em ofício de 30 de janeiro e encaminahado ao promotor de Justiça Ricardo Rocha, titular da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, o Procurador Geral do Município, José Leite Jucá Filho, informa sobre a decisão de cancelar o processo licitatório.

O pedido de cancelamento, enviado à prefeitura em 16 de janeiro, o MP-CE alertava de que teria havido benefício de forma fraudulenta para a Cooperativa dos Transportadores Autônomos de Passageiros do Estado do Ceará (Cootraps), vencedora da licitação.

Segundo análise do MP, o edital da apresentava exigências que direcionavam para uma determinada cooperativa. Constatou-se que, pela forma como o processo licitatório era feito, apenas uma cooperativa teria as condições previstas e exigidas no edital, implicando, segundo Ministério Público, em direcionamento da licitação para um determinado concorrente, conduta que é vedada pela legislação. Para o promotor, “a licitação assumiu conotação oportunista e caráter de desvio de finalidade, porquanto foi produzido às pressas e durante o final do mandato eletivo da última gestão municipal”.

'Arrecadação compulsória'
Em 5 de dezembro de 2012, o MP ingressou com uma ação cautelar pedindo que o edital da licitação para a exploração e prestação de serviço de transporte alternativo urbano de passageiros de Fortaleza fosse suspenso. A licitação aconteceu no período de 10 a 20 de dezembro.

Segundo o MP,  o serviço de transporte coletivo de passageiros na modalidade "complementar" como é chamado o serviço de vans, era prestado por 320 permissionários autônomos, congregados em duas cooperativas, Cooperbus e Cootraps, que exploravam 16 linhas. Desde o dia 10 de novembro de 2008 os contratos estavam vencidos e só no último ano de mandato da prefeita Luizianne Lins, a prefeitura de Fortaleza lançou edital de licitação para exploração das 320 vagas de transporte alternativo.

Denúncias recebidas pelo MP mostravam uma campanha do Sindicato dos Permissionários Autônomos de Veículos em Transporte Público Alternativo de Passageiros do Estado do Ceará (Sindvans), juntamente com a Cootraps para arrecadação compulsória de R$ 10 mil de cada permissionário - depois realinhado para R$ 8 mil - com desconto da renda diária de cada um, que seria utilizado na "reestruturação física e técnica" do sindicato.

Segundo a ação, "os permissionários/cooperados foram devidamente esclarecidos e tranquilizados de que realizando tal pagamento estaria assim o permissionário garantindo uma vaga na licitação sem risco de perder sua permissão atual, pois, segundo eles, tudo estaria 'acertado com o pessoal da Prefeitura', inclusive, foram advertidos de que quem não pagasse ficaria de fora da licitação e perderia a vaga de permissionário".

De acordo com o promotor Ricardo Rocha, a estimativa é de que tenham sido arrecadados cerca de R$ 3 milhões, "sem que tenha sido realizada qualquer espécie de reestruturação no sindicato nem mesmo um único investimento que justifique tamanha arrecadação". O promotor disse, ainda, que "não havia no âmbito do sindicato nenhuma comprovação do destino dado a esse dinheiro e não foi contabilizada a entrada desse recurso na escrituração da entidade, o que aumenta ainda mais a suspeita de que o dinheiro foi de fato utilizados para promover e garantir o sucesso da Cootraps na contemplação de vagas de permissionário na licitação".

Para o MP, a campanha articulada pela Cootraps e Sindvans promoveu um esvaziamento em massa dos associados da outra cooperativa, a Cooperbus, na medida em que os cooperados temendo a perda da vaga de permissionário migraram para a Cootraps, que garantiu o sucesso na licitação.

READ MORE - Prefeitura de Fortaleza anula licitação do transporte alternativo oferecido por vans

Licitação do transporte coletivo de Anápolis é oficialmente suspensa

Em decisão monocrática, o desembargador Fausto Moreira Diniz, da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), determinou a suspensão do processo licitatório para a contratação de empresa para o transporte público de Anápolis.

A medida foi requerida pela Transportes Coletivos de Anápolis Ltda. (TCA) sob alegação de ilegalidade na aferição de dados técnicos das participantes. Com esse argumento, a TCA havia tentado a interrupção do certame, em ação cautelar com pedido de liminar que foi, entretanto, negado pelo juiz da Vara de Fazenda Pública Municipal, de Registros Públicos e Ambiental daquela comarca.

Na ação, proposta contra o Município de Anápolis e o Consórcio Cidade de Anápolis, a TCA sustentou que, na fase da aferição de habilitação técnica, sua concorrente não comprovou as condições exigidas no edital. “O objeto da licitação não consiste na mera seleção de empresa capaz de realizar o serviço público de transporte coletivo urbano de passageiros, mas daquela que seja capaz de comprovar desempenho anterior, também, na implantação e operação de bilhetagem eletrônica em sistemas de transporte coletivo com frota diária de no mínimo 50 veículos”, argumentou. Segundo a TCA, o consórcio não apresentou prova da referida experiência anterior.

Ao se posicionar pelo deferimento do recurso, no qual foi requerida antecipação de tutela até julgamento final da ação cautelar, Fausto Moreira Diniz observou que, de acordo com o artigo 558 do Código de Processo Civil (CPC), tal medida pode ser concedida quando há risco de lesão grave ou de difícil reparação. Para ele, se impõe, no caso, o resguardo do interesse público, a fim de evitar lesão relevante, consistente na possibilidade de se constatar, após a concorrência e com a licitante vencedora já contratada, que ela não dispunha da necessária capacitação técnica para o desempenho da atividade.

“Por mais tênue que se mostre a fronteira entre o interesse público imediato – continuidade do certame – e mediato – prestação de serviço de qualidade – no certame licitatório, a existência dos indícios de eventual prejuízo ao interesse público recomenda a sustação”, pontuou o desembargador.

Fonte: TJGO
READ MORE - Licitação do transporte coletivo de Anápolis é oficialmente suspensa

Possível greve de ônibus em Guarujá é descartada após acordo

A Translitoral Contabilidade, que assessora as empresas de ônibus urbanos de Guarujá e Bertioga, além dos seletivos de Santos, comprometeu-se a saldar pagamentos atrasados de benefícios trabalhistas, nos próximos dias, e evitou a paralisação dos serviços a partir desta quinta-feira (7).
Foto: Luiz Torres/DL
Em duas assembleias, nesta quarta-feira (6), os motoristas e demais empregados das viações Bertioga e Translitoral (Guarujá), aceitaram os termos da contraproposta, defendidos pelo Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Santos e região, suspendendo a greve anunciada na semana passada.

As duas empresas, mais a Guaiúba, responsável pelos seletivos de Santos, propuseram o pagamento dos vales alimentação e refeição, em fevereiro, conforme agenda apresentada ao sindicato, por escrito.

O vale alimentação será pago no dia 15, para os trabalhadores operacionais. No dia 19, para o pessoal de manutenção. E, no dia 20, para os empregados administrativos. O vale refeição, por sua vez, será pago, para todos os empregados, no dia 28.

A proposta estabelece que, a partir de março, os pagamentos “voltarão à regularidade”. Isso quer dizer, segundo o presidente do sindicato, Valdir de Souza Pestana, que o vale refeição, de R$ 312, será pago no dia 25. E o vale alimentação, também chamado de cesta básica, de R$ 76, no quinto dia útil.

Segundo Pestana, a empresa continua negociando como pagará as mensalidades atrasadas da Translitoral referentes ao plano de saúde. Ele explica que a parcela atualizada foi saldada. “Por via das dúvidas, deixamos as assembleias em caráter permanente e em ‘estado de greve’. Se a empresa alterar a proposta, entraremos automaticamente em greve”.

READ MORE - Possível greve de ônibus em Guarujá é descartada após acordo

Ônibus de São Paulo terão de ser acessíveis até 2014

Até o fim de 2014, todos os ônibus terão de oferecer acessibilidade a deficientes físicos. A obrigatoriedade, estipulada em decreto federal, será cobrada pela secretária especial da Pessoa com Deficiência, Marianne Pinotti (PMDB). Nesta segunda-feira (4), em entrevista à TV Estadão, ela disse que São Paulo está no caminho certo, mas, por enquanto, só alcançou metade do índice. Hoje, 8,9 mil veículos dos 15 mil estão adaptados.

— Há outros problemas: as pessoas precisam chegar até o ponto de ônibus e as interligações com metrô ou trem são feitas em estações não completamente acessíveis.

Para acelerar uma reforma ampla no calçamento público, a secretária defende ainda uma mudança na atual legislação que impõe multa ao contribuinte que não faz manutenção de sua calçada. Para Marianne, a autuação não deveria ser imediata, como ocorre hoje.

— Dessa forma, ele poderia usar o dinheiro para arrumar a calçada.

A secretária ainda planeja espalhar pela cidade novas rotas de acessibilidade.

— Elas visam a atender os centros dos bairros, onde estão comércio, sistema de saúde e de educação.

Em função da Copa de 2014, rotas sairão do Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, com destino ao Vale do Anhangabaú, onde será montado um telão, e ao Itaquerão, estádio que receberá a primeira partida do Mundial.

Com R$ 12 milhões de orçamento, a pasta espera ter financiamento federal. A ideia é receber uma fatia do programa Viver sem Limite, que prevê R$ 7,6 bilhões em ações afirmativas.

— Vamos elaborar os projetos e buscar os recursos.

READ MORE - Ônibus de São Paulo terão de ser acessíveis até 2014

Em Salvador, Ônibus e táxis farão o transporte dos foliões neste Carnaval

Neste Carnaval, 1.593 ônibus estarão à disposição para fazer o deslocamento dos foliões nos circuitos da festa. De acordo com a Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador), essa frota atenderá os usuários 24 horas, com linhas expressas para o Porto da Barra e da Lapa para Ondina. Além disso, sete mil táxis estão regulamentados para também transportar os foliões.

O superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, informou que fiscais do órgão estarão dentro das garagens das empresas de ônibus controlando o horário de saída e o número de veículos para garantir a eficiência e a qualidade do serviço. Muller também garantiu que medidas já estão previstas para facilitar o trânsito em áreas dos circuitos e proporcionar mais rapidez nos deslocamentos dos veículos.
Durante uma coletiva realizada na segunda-feira (4) para apresentar a estrutura do Carnaval de Salvador, o secretário de Urbanismo e Transportes da prefeitura de Salvador, José Carlos Aleluia, afirmou que os mototaxistas estarão proibidos de fazer o transporte dos foliões. "Os mototaxistas só estarão liberados para trabalhar em qualquer época do ano depois que este trabalho for regularizado".

*Atualizado em 07 de Fevereiro de 2013

READ MORE - Em Salvador, Ônibus e táxis farão o transporte dos foliões neste Carnaval

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960