Cidade de Campinas recebe 27 novos ônibus acessíveis

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

O prefeito Jonas Donizette deu início ao processo de renovação e melhoria da frota do transporte público coletivo municipal. Campinas recebe 27 novos ônibus acessíveis. E, até meados de março, mais 20 entram em operação.

A apresentação dos novos ônibus aconteceu no último sábado, dia 2 de fevereiro, no Terminal Ouro Verde. Ficaram expostos no terminal 25 veículos, que já começam a operar na segunda-feira, 4. Os outros dois novos ônibus circulam no decorrer da semana.

“O transporte público é necessário para o trabalho, estudo e lazer. É uma prestação de serviço à população; além de ajudar na fluidez do trânsito”, destacou Jonas Donizette. “Essa renovação de parte da frota marca o compromisso da Administração com as pessoas que vivem em Campinas, de serem tratadas como gente. Vamos, juntos, construir uma cidade verdadeiramente digna e honrada”, afirmou o prefeito durante a cerimônia.

Na apresentação dos novos ônibus também estavam secretários municipais, vereadores, empresários do setor de transportes, representantes sindicais, motoristas, cobradores e usuários do terminal. A secretária do Direito das Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Emmanuele Garrido Alkmin, salientou a acessibilidade dos veículos. “Eles garante autonomia para as pessoas com deficiência, garantem o direito de ir e vir e mostram que a acessibilidade não é somente física; mas, sim, um conceito. Esse ato demonstra o compromisso do prefeito com a construção de um novo tempo para Campinas”.

Para o secretário de Transportes e presidente da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (EMDEC), Sérgio Benassi, a entrega dos novos ônibus “reafirma o importante compromisso da Prefeitura em garantir um transporte público coletivo acessível, moderno, seguro e de qualidade”. Benassi ainda destacou que “a renovação da frota de ônibus é importante, porque atrai mais usuários para o sistema”.

Nova frota
Os 27 novos ônibus foram adquiridos pela empresa VB Transportes e Turismo, responsável pela operação da Área 1 (Azul Claro) do Sistema InterCamp, que atende as regiões do Ouro Verde, da Vila União e Corredor Amoreiras, entre outras. Os veículos irão operar nas linhas 1.25 – Terminal Ouro Verde / Shopping Iguatemi (12 ônibus); 1.34 – Terminal Barão Geraldo (7 ônibus); 1.42 – Jardim Santa Terezinha (3 ônibus); e 1.62 – Jardim Paulicéia (5 ônibus). Essas quatro linhas transportam, diariamente, cerca de 15 mil passageiros do transporte público municipal.

Os investimentos com a nova frota foram da ordem de R$ 6,2 milhões. Os veículos são do tipo convencional, com capacidade para 76 passageiros. Eles são dotados com elevador para acesso de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida; balaústres emborrachados para direcionamento ao botão de parada; botão de parada com indicação em braile; espaço para cadeirantes; bancos preferenciais para idosos, obesos e gestantes, além de encostos dos bancos mais altos, oferecendo maior conforto e comodidade aos usuários.

Luiz Gustavo Merlo, 37 anos, é cadeirante e experimentou, pela primeira vez, o elevador de um dos ônibus expostos no terminal. “É um sistema prático, rápido e seguro. O espaço para cadeirantes, dentro do veículo, também oferece segurança, por conta do cinto e do apoio para os braços”, contou.

InterCamp
Com esses novos veículos, o Sistema InterCamp (sistema de transporte público coletivo municipal) possui 1.271 ônibus. São 1.023 veículos de empresas concessionárias e 248 do serviço complementar (alternativo).

Do total de veículos, 562 são acessíveis, sendo 493 das empresas e 69 do complementar. Os veículos acessíveis representam 45% da frota. A idade média do InterCamp é de 4,7 anos.

Dados do Terminal Ouro Verde
O Terminal Ouro Verde foi inaugurado em 1988; e recebe 28 linhas do InterCamp. Por dia, circulam 65 mil pessoas pelo local.

O Ouro Verde fica na Rua Armando Frederico Renganeschi, no Jardim Cristina.

Linhas no Terminal Ouro Verde: 1.01; 1.02; 1.03; 1.04; 1.05; 1.06; 1.07; 1.08; 1.09; 1.10; 1.11; 1.12; 1.13; 1.16; 1.18; 1.19; 1.20; 1.21; 1.22; 1.23; 1.25; 1.28; 1.32; 1.34; 1.96; 1.98; 2.05; e 2.39.

READ MORE - Cidade de Campinas recebe 27 novos ônibus acessíveis

Mapa Moovit mostra o tempo de deslocamento do transporte público de todas as áreas de São Paulo

O Moovit acabou de lançar um mapa mostrando o tempo de deslocamento do transporte público em São Paulo. Para ver a imagem em tamanho real e incorporá-lo em seu site visite o site do Moovit. A imagem foi criada a partir de dados coletados pelo Moovit durante sua fase inicial de pesquisa sobre as condições do transporte público paulistano. O Moovit está conduzindo essa pesquisa em conjunto com o recente lançamento de seu aplicativo móvel gratuito que melhora os horários do transporte público e a navegação com informações em tempo real.

O mapa mostra o tempo de viagem de cada ponto da cidade até o marco zero, baseado na melhor rota de acordo com o horário. Cadaintervalo de tempo é representado por uma faixa de coloração distinta, criando uma imagem de quanto tempo os moradores de São Paulo gastam com o transporte público. Como o mapa demonstra, os moradores de diversas áreas da cidade gastam mais de uma hora para chegar à área da Berrini, como a Represa de Guarapiranga e a Cantareira. Viagens da periferia podem levar até 90 minutos, ou mais.

“Nós descobrimos que os atrasados são uma das maiores frustrações vivenciadas pelos usuários do transporte coletivo em São Paulo”, disse Nir Erez, CEO do Moovit. “Atrasos podem prolongar significativamente o tempo de viagem, causando mais desconforto e incertezas. O Moovit tenta solucionar esse problema”.

O distinto aplicativo móvel do Moovit coleta informações de passageiros em tempo real para aperfeiçoar a precisão das informações do transporte público. Ao andar com o aplicativo ligado, os usuários compartilham seus dados sobre velocidade e localização com o Moovit em tempo real via GPS. Os usuários também podem enviar relatórios sobre lotação, limpeza e razões para atrasos. Esse dado é compartilhado com toda a comunidade de usuários, a fim de oferecer a todos melhores horários, planejamentos de viagem e navegação. Quanto mais pessoas usarem o Moovit, melhores serão os dados.

“O público é, de fato, a melhor fonte de informação”, acrescenta Nir Erez, CEO do Moovit. “Ao coletar informações em tempo real de passageiros, e compartilhá-las com o público, nós podemos gerar dados muito mais precisos, que por sua vez melhoram o transporte público para todos”.

Desde o lançamento no Brasil, há apenas seis semanas, mais de 15.000 paulistanos baixaram o Moovit, e já estão contribuindo com a comunidade ao enviarem dados de velocidade e localização. Ao passo em que o Moovit for reunindo dados gerados pelos passageiros, sua intenção é divulgar as descobertas ao público.

Sobre o Moovit

• O Moovit é um aplicativo móvel gratuito que revoluciona o modo com que as pessoas lidam com o transporte público. Ao combinar dados em tempo real originários do crowdsourcing com horários disponíveis de transporte, o Moovit dá aos viajantes a cada minuto um panorama de como será sua viagem. O Moovit é um projeto cooperativo, liderado pela comunidade. Basta andar com o aplicativo ligado que os usuários já estarão contribuindo com dados ao vivo para a comunidade, e enviando relatórios sobre a lotação, competência do motorista e motivos para atrasos. Quanto mais pessoas usarem o Moovit, mais dados em tempo real sobre ônibus, metrôs e trens surgirão. Esses dados, então, fornecem a todos melhores estimativas do horário de chegada e planos de rota!

Para mais informações: http://www.moovitapp.com/pt-br/

• O Moovit foi fundado em 2011 em Israel por três renomados experts em tecnologia, engenharia e transporte público. Desde seu lançamento, em 2012, o aplicativo juntou cerca de 500 mil usuários, rapidamente se tornando uma referência internacional em tornar viagens locais livres de aborrecimento e mais prazerosas. Atualmente o Moovit está disponível em 25 cidades e regiões do mundo, incluindo Roma, Madri, Países Baixos, Nova York, São Francisco, Chicago e Boston. O primeiro lançamento do Moovit na América Latina foi em São Paulo, Brasil, onde ele já reuniu mais de 15 mil usuários em seis semanas! O Rio de Janeiro será o próximo local de lançamento do Moovit no país.

READ MORE - Mapa Moovit mostra o tempo de deslocamento do transporte público de todas as áreas de São Paulo

VLT de Goiânia deve ser licitado neste mês de fevereiro

As obras do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), que cobrirá os 13,6 quilômetros da Avenida Anhanguera, substituindo os ônibus atuais, deverão ser colocadas em licitação ainda este mês. Nesta segunda-feira (4/2), na sala de reuniões do 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, representantes da Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo da Região Metropolitana de Goiânia reuniram-se com o governador Marconi Perillo para informar que todos os trâmites legais para o lançamento da obra já estavam superados.

“Foi uma reunião histórica”, comemorou o governador ao conseguir a aprovação por unanimidade do projeto. Membro da Câmara Deliberativa, o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, declarou ao final da reunião que já não existem mais empecilhos para que o edital seja lançado e a obra realizada de acordo com o cronograma.

O governador lembrou que o edital está agora passando por uma ampla avaliação pelo Tribunal de Contas do Estado. “Já solicitamos ao TCE que apresse a análise e as observações que forem necessárias. Estamos prontos e ansiosos para iniciar a obra”, declarou Marconi.

O VLT, a ser implantado no Eixo Anhanguera, ligará os terminais Padre Pelágio (lado Oeste) e Novo Mundo (lado Leste). Ao longo do trajeto, superior a 13 quilômetros, ele será dotado de completa estrutura de mobilidade urbana, como calçadões e ciclovias.

A previsão é a de que o VLT seja construído em dois anos. A obra está orçada em R$ 1,3 bilhão, recurso proveniente dos governos Federal e Estadual. “Todos os recursos já estão assegurados. Nossa expectativa é que haja uma concorrência bastante forte e assim consigamos fazer baixar o preço da obra”, disse o governador.

Em relação ao sistema existente hoje – de ônibus articulado –, de acordo com o projeto, o Veículo Leve sobre Trilhos proporcionará inúmeros ganhos aos passageiros que utilizam o transporte no chamado Eixo Anhanguera. O VLT irá transportar o dobro de passageiros a uma velocidade duas vezes superior ao transporte atual, o que resultará na redução, pela metade, do tempo do trajeto.

READ MORE - VLT de Goiânia deve ser licitado neste mês de fevereiro

Ônibus exclusivo para mulheres será votado em Campinas

O início do ano legislativo em Campinas terá uma pauta que inclui o projeto de lei 214/2012, do então vereador Petterson Prado (PMDB), que dispõe sobre a destinação de espaços exclusivos para mulheres nos veículos do transporte coletivo nos horários de pico. 

O projeto já tem parecer favorável da Comissão de Constituição e Legalidade. De acordo com a proposta de Prado, as empresas de transporte público ficarão obrigadas a destinar, nas linhas que ligam os terminais de ônibus urbanos ao Terminal Central, veículos destinados apenas às mulheres em horários diversos entre as 6h e 9h e entre as 17h e 20h. Esses veículos deverão ser identificados.

O ex-vereador justificou o projeto como sendo “uma garantia às mulheres do direito de utilizar o sistema de transporte coletivo sem serem criminalmente assediadas por homens desrespeitosos”.

Ele diz que, infelizmente, é comum a ocorrência de assédio sexual sofrido por mulheres nos ônibus da cidade e que o Município tem a obrigação de coibir tal prática. Prado diz ainda que as mulheres vítimas de assédio dentro dos ônibus criaram o movimento denominado “Expresso Mulher”, que reuniu 1,5 mil assinaturas para pedir os ônibus exclusivos.

Outro projeto de lei que entra em votação hoje é o do ex-vereador Josias Lech (PT), que prevê a gratuidade de transporte por meio de vale táxi para gestantes e mães de recém-nascidos atendidas pelo SUS durante o pré-natal e nas primeiras consultas do recém-nascido. Para receber o vale a gestante deverá se cadastrar na Secretaria de Assistência Social, que ficará responsável por conceder o cartão. 

A proposta apresentada pelo ex-vereador Eliel de Lima (PDT), que autoriza o poder Executivo a instituir o Programa Bom Café, também será votada hoje. O projeto prevê a criação do programa em Campinas com o objetivo de fornecer café da manhã a preços populares, sendo um complemento ao serviço já prestado hoje pelo governo estadual com o programa Prato Cheio, que oferece cerca de 2 mil refeições diariamente, a preços populares. 

READ MORE - Ônibus exclusivo para mulheres será votado em Campinas

Transporte coletivo em Rio Branco será monitorado por GPS

A Prefeitura de Rio Branco, está implando o sistema de monitoramento, através de GPS, de toda frota de ônibus.

Além de controlar atrasos, paineis eletrônicos com informações sobre a hora de chegada dos coletivos serão instalados em pontos de grande circulação.

Para desenvolver este trabalho foi criado o Centro de Controle de Operação. O serviço ainda está em fase de teste, mas os horários que os ônibus chegam ao Terminal Urbano já podem ser verificados em um painel instalado na Central de Serviço Público (OCA).

Segundo o Diretor de Transporte da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTrans), Jô Luis, vão ser implementados paineis no Terminal Urbano e em pontos de grande movimentação. "Esperamos em março estar com todas as informações no terminal", diz. Ele afirma que com a instalação dos GPS, será possível a central de controle descobrir onde os ônibus estão e como resolver eventuais atrasos.

Por Veriana Ribeiro
READ MORE - Transporte coletivo em Rio Branco será monitorado por GPS

Grande Recife: Empresa de ônibus animará usuários nos terminais neste carnaval

Para tentar amenizar os atos de vandalismo durante o carnaval, a empresa de ônibus Itamaracá Transportes faz campanha educativas com peças teatrais e interativas entre os usuários de ônibus. 

A Estação Clic Folia estará funcionando das 9h às 14h, nos terminais da PE-15, Pelópidas e Igarassu. Você pode se fantasiar ou usar adereços disponibilizados pela empresa e pousar para as nossas lentes. Aproveite para tirar aquela foto inesquecível com a sua turma. Todas as fotos serão publicadas na nossa Fan Page www.facebook.com/Itamaraca.

Cerca de cinco mil preservativos e três mil leques, com telefones úteis serão distribuídos entre os participantes. Confira a programação:

09/02 - TI da PE-15
10/02 - TI de Pelópidas
12/02 - TI de Igarassu


Com Informações da Itamaracá Transportes
READ MORE - Grande Recife: Empresa de ônibus animará usuários nos terminais neste carnaval

Justiça suspende licitação do transporte público em Anápolis

Desembargador Fausto Moreira Diniz, da 6ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, acatou na sexta-feira,  1º, o recurso da TCA contra o Consórcio Cidade de Anápolis, formado pelas empresas São José (filial da São José do Tocantins) e Viacap (Palmas) e suspendeu a licitação do transporte coletivo de Anápolis até que se comprove, em juízo, a perfeita adequação técnica das propostas apresentadas na primeira fase do certame. 
Foto: onibusrmtca.blogspot.com
Ao discordar do empate com o CCA no quesito técnico, relativamente ao domínio de tecnologia de bilhetagem eletrônica, TCA impetrou ação cautelar na Vara da Fazenda Pública Municipal, Registros Públicos e Ambiental da comarca de Anápolis, pleiteando a suspensão do certame. A medida liminar, negada pelo juiz Carlos Eduardo Rodrigues de Souza, foi deferida em instância superior.

Com uma proposta comercial superior a R$ 27 milhões (três vezes mais que o lance da TCA), o consórcio São José/Viacap venceu a segunda fase da licitação e comemorava na semana passada a conquista dos dois lotes do sistema de transporte coletivo local, quando foi alvo de denúncia de ocupação de área pública — Rua I-10 do Bairro Cidade Jardim — sem a tutela do processo de desafetação. A rua existe no papel, conforme certidões datadas de 28 de janeiro último, mas está ocupada pela São José do Tocantins há mais de 20 anos. Cabe ao Ministério Público apurar a denúncia, que pode desclassificar o Consórcio Cidade de Anápolis.

Defesa

Além de se defender da acusação de ocupação de área pública, descumprimento do dever legal que constitui ilícito administrativo, sujeito à declaração de inidoneidade pelas regras do edital da CMTT, o Consórcio Cidade de Anápolis terá que provar capacidade técnica para implantar bilhetagem eletrônica, no tempo hábil, em pelo menos 50 ônibus. Registre- se que a TCA opera há 7 anos a tecnologia dos cartões inteligentes – SAIT – em toda a sua frota (190 veículos) controlada por computador, sem

participação humana, há 20 anos. Sistema único, no mundo, que está sendo

pesquisado pela TCB para implantação no Distrito Federal, onde opera a São José. Em sua proposta técnica, a TCA comprovou também o domínio da tecnologia do passe temporal, que permite o segundo embarque gratuitofora do Terminal Urbano. 

Segundo o presidente da NTU, Otávio Corrêa, a TCA detém um dos maiores índices de automação do País e executa serviço de qualidade acima da média nacional, que desperta a atenção de gestores públicos e empresários do Brasil e do exterior. O empate na proposta técnica da licitação do transporte coletivo de Anápolis não apenas joga no lixo anos de pesquisas e investimentos em tecnologias, mas coloca em risco a qualidade de vida da população.

Sabiamente, o desembargador Fausto Moreira Diniz determinou a suspensão do certame licitatório: “a não concessão dos efeitos da tutela recursal teria o condão de causar prejuízos muito além da agravante, alcançando também o interesse público”. O magistrado manifestou-se “diante da existência de reiterados casos de má prestação de serviços técnicos à Administração Pública, bem como da falta de critérios técnicos na hora da escolha da melhor proposta”. 

Uma falha de avaliação técnica afetará a qualidade de vida da população de baixa renda, que o usa o transporte público para seus deslocamentos, e qualquer erro na licitação provocará um retrocesso no sistema de transporte coletivo, com perdas incalculáveis para o Município.

Por Manoel Vnaderic
Informações: Diário da Manhã
READ MORE - Justiça suspende licitação do transporte público em Anápolis

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960