Obras do metrô de Porto Alegre devem começar entre julho e setembro de 2013

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

O ano é de preparação para a Copa do Mundo, mas a obra que promete marcar 2013 é a construção do metrô de Porto Alegre, um dos três projetos eleitos pelos gaúchos como prioritários para o desenvolvimento do Estado. Orçada em R$ 2,4 bilhões, volume de investimento raras vezes visto por aqui, a linha subterrânea entre o Centro e a Zona Norte deve começar a ser escavada entre julho e setembro, se o cronograma for obedecido.

É verdade que o ano do metrô começou com um adiamento: na quinta-feira, a prefeitura transferiu de 10 de janeiro para 7 de fevereiro o prazo concedido para que as empresas interessadas apresentem seus projetos e estudos técnicos. Foi o segundo adiamento. O limite inicial era 12 de novembro.

O cronograma, no entanto, foi mantido. A previsão é de que as obras sejam concluídas em 2017. Segundo o secretário municipal de Gestão e Acompanhamento Estratégico, Urbano Schmitt, o prazo extra dado às 12 empresas no páreo permitirá um maior detalhamento dos projetos, o que representaria economia de tempo na próxima fase do processo.

— Com esses 30 dias a mais, poderemos ter propostas melhor acabadas. Se elas vierem mais completas, o prazo para fechamento do edital vai diminuir. Por isso, não alteramos o cronograma — afirmou.

O adiamento foi concedido a pedido de parte das empresas participantes. Elas estavam com dificuldade para concluir suas propostas. Não se de tarefa fácil. O que está em jogo neste momento é a elaboração de como será o metrô de Porto Alegre nas mais diversas dimensões. 

As empresas precisam apresentar projetos sobre tipo de trem, concepção das estações, forma de escavação dos túneis, esquema de integrações com outros meios de transporte, bilhetagem eletrônica e urbanização da área ao longo do trajeto de 14,88 quilômetros, incluindo paisagismo e ciclovias. Essas definições devem ser apresentadas já com preço, sem extrapolar o orçamento total.

A melhor proposta será selecionado por uma comissão, que poderá solicitar melhoramentos e adições. É essa fase que Schmitt espera tornar mais ágil, ao dar mais tempo para as empresas detalharem os projetos agora. A previsão é de que o edital de licitação para implantar o metrô, baseado na melhor proposta, seja lançado ainda no primeiro trimestre.

O sistema de trens subterrâneos foi eleito um dos três Projetos para o Rio Grande, ao lado da duplicação da BR-386 e da construção de uma ponte entre Brasil e Argentina. Em 2009, Zero Hora convidou a população a votar quais, dentre 15 grandes projetos, eram os mais importantes para o Estado. O jornal se comprometeu a acompanhar todos, até sua conclusão. 

Se não houver imprevisto, 2013 pode ser o ano não apenas do início do metrô, mas também da inauguração da primeira obra eleita: a duplicação da BR-386. Confira nestas páginas o que mudou deste o último acompanhamento feito por ZH, em abril.

READ MORE - Obras do metrô de Porto Alegre devem começar entre julho e setembro de 2013

Bilhetagem Eletrônica gera inúmeras vantagens para os usuários de João Pessoa

A cidade de João Pessoa já tem uma das frotas mais novas dentre as capitais brasileiras, um dos maiores volumes per capita de ônibus especiais e, ainda opera com 100% das suas linhas com bilhetagem eletrônica. Para tanto, desde dezembro de 2006, a Associação das Empresas de Transportes Coletivos Urbanos de João Pessoa (AETC-JP) optou pela utilização dos cartões ‘Passe Legal’, vale-transporte e cidadão para o pagamento da tarifa nos ônibus. Com eles, os usuários apenas aproximam o cartão do validador (equipamento embarcado no ônibus) para que seja reconhecido o crédito e a roleta liberada. O uso da tecnologia de ponta proporciona mais segurança e agilidade ao passageiro na hora do embarque porque dispensa o manuseio de dinheiro ou tíquetes nas paradas ou dentro dos veículos, eliminando problemas com o troco e reduzindo, assim, o risco de assaltos.

“Com a utilização do cartão ‘Passe Legal’ foi diminuído significativamente o uso de dinheiro nos ônibus, o que favorece tanto na questão do troco, como principalmente, na segurança dos passageiros e operadores, no caso de assaltos e roubos,” enfatizou o diretor institucional da AETC-JP, Mário Tourinho.

Embora o sistema seja bem moderno e traga uma série de vantagens para o usuário, algumas pessoas ainda preferem utilizar os ônibus pagando as passagens em espécie, e nem se dão conta de que estão perdendo a oportunidade de até economizar em seus deslocamentos. Com o cartão ‘Passe Legal’ o passageiro pode andar em dois ônibus e pagar apenas uma passagem, através da integração temporal, que pode ser feita em qualquer uma das 86 linhas de forma gratuita e dentro do tempo 30 minutos. Há ainda, o benefício da integração temporal das linhas intermunicipais que circulam de forma integrada nas cidades de Bayeux, Santa Rita, Conde e Cabedelo. “Quem não tem o cartão da bilhetagem, não pode usufruir das vantagens das Integrações que possibilita o passageiro andar em dois ônibus e pagar apenas uma passagem”, destaca Mário.
Ainda de acordo com o diretor, outra vantagem do sistema é que no caso de extravio do bilhete eletrônico, os créditos não são perdidos, já que o usuário cadastrado na AETC-JP pode resgatá-los, comprando uma segunda-via do cartão. “Para resgatar os seus créditos, primeiramente o usuário deverá efetuar o seu registro de perca ou roubo do cartão junto a AETC-JP, para que seja feito automaticamente o bloqueio do mesmo e, posteriormente, no prazo de até 48 horas, o resgate do saldo de créditos”, exemplificou ele.

Mário lembra ainda que para registrar o extravio do cartão “Passe Legal”, no caso do Passe Legal Estudante e Cartão Cidadão pode ser feito diretamente na sede da AETC-JP na Rua 13 de Maio, no Centro da cidade, ou através do telefone 3221-9092, durante o horário de funcionamento que é de 2ª a 6ª, das 8h às 16h30, sem intervalo para almoço. “Já no caso do vale-transporte, as empresas cadastradas contam também com o e-mail: cadastro@passelegal.com.br, através do qual pode ser realizado tanto o registro de extravio do cartão, como ainda, a recarga de novos créditos do mesmo”, complementou. “Para registrar a ocorrência o usuário precisa informar tanto na AETC-JP, quanto por e-mail, o número do cartão ‘Passe Legal’ e o seu nome completo”, finalizou Mário.  

Informações: PB Agora
READ MORE - Bilhetagem Eletrônica gera inúmeras vantagens para os usuários de João Pessoa

SPTrans unifica linhas de ônibus da zona norte de SP

A SPTrans informa que a partir de sábado ( 12/01), as linhas 971M/10 Vila Penteado – Metrô Santana e 971P/10 Vila Penteado - Metrô Santana serão unificadas por ajustes operacionais e passarão a atender em sistema circular com a denominação de 971M/10 Vila Penteado – Metrô Santana – circular ( Via Term. Cachoeirinha).

Os usuários da Vila Penteado com destino a Av. Imirim e Rua Alfredo Pujol deverão realizar integração no Terminal Cachoeirinha com a linha 971X/10 Terminal Cachoeirinha – Metrô Santana, que terá acréscimo de veículos.

Linha: 971M/10 “Vila Penteado – Metrô Santana” – Circular (Via Term.T.V. Nova Cachoeirinha).

Itinerário:

Sentido único: Rua Professor Luis Sanches, Rua Padre Gualberto de Lima, Rua Miguel Helou, Rua Dr. Francisco Laraya, Av. João Paulo I, Rua Dr. Marcio Munhoz, Sem Denominação, Av. João Paulo I, Av. Pe. Orlando Garcia da Silveira, Av. Dep. Cantídio Sampaio, Av. Itaberaba, Terminal T. Vila Nova Cachoeirinha, Av. Itaberaba, Lgo. do Japonês, Av. Imirim, Av. Direitos Humanos, Av. Ultramarino, Rua Iris Leonor, Av. do Guacá, Av.  Zunkeller, Rua Voluntários da Pátria, Rua Francisca Julia, Praça Miguel Delgado, Rua Paulo Gonçalves, Av. Conselheiro Moreira de Barros, Rua Amaral Gama, Rua Conselheiro Saraiva, Rua Voluntários da Pátria, Rua Alfredo Guedes, Av. Cruzeiro do Sul, Rua Conselheiro Saraiva, Rua Amaral Gama, Av. Conselheiro Moreira de Barros, Rua Paulo Gonçalves, Praça Miguel Delgado, Rua Francisca Julia, Rua Voluntários da Pátria, Av. Zunkeller, Av. do Guacá, Rua Iris Leonor, Avenida Ultramarino, Av. Direitos Humanos, Rua São Norberto, Av. Imirim, Lgo. do Japonês, Av. Dep. Emilio Carlos, Rua Edson de Andrade, Av. Inajar de Souza, Terminal T. Vila Nova Cachoeirinha, Av. Itaberaba, Rua Francisco Calado, Rua Marina Lemos de Abreu, Av. Deputado Cantídio Sampaio, Av. Pe. Orlando Garcia da Silveira, Av. João Paulo I, Sem Denominação, Rua Dr. Marcio Munhoz, Av. João Paulo I, Rua Professor Luis Sanches.

Informações: SPTrans

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - SPTrans unifica linhas de ônibus da zona norte de SP

No Rio, Metrô terá bilhete especial para os quatro dias de carnaval

O embarque dos foliões cariocas nos trens do metrô promete ser mais rápido em 2013. A fim de desafogar o fluxo de passageiros durante os quatro dias de festa nas ruas, o Metrô Rio lançará o Cartão Especial de Carnaval, conforme adiantou a coluna do Ancelmo. Os bilhetes vão começar a ser vendidos no início de fevereiro em todas as 35 estações. O funcionamento do cartão, se será recarregável e quantas passagens terá, ainda será definido.

O Cartão Especial terá validade para os quatro dias de folia. Segundo a assessoria do Metrô, não haverá faixa de horário fixa para embarque, tal como ocorre nas operações de réveillon. Durante o período, os cartões Pré-Pago, Vale Transporte e Bilhete Único também serão aceitos normalmente.

Informações: O Globo

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook

READ MORE - No Rio, Metrô terá bilhete especial para os quatro dias de carnaval

Curitiba: Funcionários de empresa do transporte coletivo aprovam indicativo de greve

Funcionários da empresa CCD Transporte Coletivo S/A, responsável por cerca de 10% do sistema de transporte coletivo de Curitiba, decidiram, em assembleia realizada na noite desta terça-feira (8), pelo indicativo de greve em 72 horas. A empresa, a Prefeitura de Curitiba e a URBS devem ser notificadas do indicativo de greve na manhã desta quarta-feira (9).

Conforme a assessoria do Sindicato de Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc), que representa a categoria, a paralisação é uma resposta ao atraso no pagamento dos salários do mês de dezembro, do residual do 13º salário e do vale-alimentação. Ainda segundo o Sindimoc, se o pagamento não for efetivado até a próxima sexta-feira (11), os cerca de 1,1 mil funcionários entrarão em greve.

De acordo com o representante legal da CCD, Carlos Alberto Farracha de Castro, a empresa pagou 40% do salário do mês de dezembro, no último dia 20, mas, os 60% restantes, com vencimento na última segunda-feira (7), não foram quitados. A CCD propôs, então, o pagamento do restante em parcelas em até, no máximo, dez dias, mas os empregados rejeitaram a proposta.

“Nunca atrasamos os salários dos funcionários até o ano passado. O problema é que esse novo modelo do transporte coletivo é deficitário. Para entrarmos na licitação foi preciso pagar outorga elevada e o governo exigiu investimentos na compra de frota e em outros aspectos. Alertamos que haveria esse problema. O fato é que o sistema entrou em colapso”, alega Castro.

Segundo o Sindimoc, a empresa atende principalmente as linhas da região Leste de Curitiba, nos bairros Cajuru, Capão da Imbuia e na Vila Oficinas, e também algumas linhas do Interbairros II, do ligeirinho Inter 2, e do biarticulado Centenário-Campo Comprido.

A reportagem tentou entrar em contato com representantes da CCD e com a URBS depois da decisão da assembleia, por volta das 21h, mas ninguém atendeu às ligações devido ao horário. No último contato com a entidade que representa as empresas de ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Setransp), a associação alegou que desconhece da negociação entre a CCD e o Sindicato.

Informações: Gazeta do Povo

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Curitiba: Funcionários de empresa do transporte coletivo aprovam indicativo de greve

Passagem do Sistema Transcol, no ES, aumenta para R$ 2,55

A passagem do Sistema Transcol sofrerá reajuste a partir deste domingo (13), segundo Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas. A tarifa foi firmada em R$ 2,55, de segunda a sábado, e R$ 2,25 aos domingos. O novo valor foi decidido em reunião do Conselho Gestor dos Sistemas de Transportes Públicos Urbanos de Passageiros da Região Metropolitana da Grande Vitória (CGTran/GV), na tarde desta sexta-feira (11). A Setop informou que o aumento ficou abaixo da inflação.

Segundo o secretário de estado de Transportes e Obras Públicas, Fábio Damasceno, melhorias na frota estão contempladas com o aumento. "Um conjunto de fatores implicou nesse aumento, incluindo todas as melhorias do sistema, como aumento de frota, de linhas e de quilometragem. O combustível subiu quase 6% em 2012 e também teve o dissídio da categoria, que recebeu um aumento de 10%. Temos cerca de 1,3 mil colaboradores no sistema, entre motoristas e cobradores. Nesse ano, ainda conseguimos firmar um aumento de 4%, porcentagem abaixo da inflação", disse Damasceno.

A passagem dos ônibus seletivos também aumenta, segundo o órgão. Os valores variam de acordo com as distâncias percorridas: a tarifa das linhas de Vila Velha, Cariacica e Viana passará de R$ 3,70 para R$ 3,95; as linhas da Serra passarão de R$ 4,00 para R$ 4,35; e as linhas de Jacaraípe e Praia Grande, passarão de R$ 4,25 para R$ 4,60.

De acordo com o diretor-executivo do GVBus, Elias Baltazar, a tarifa foi calculada de acordo com os aumentos dos custos do Sistema Transcol. "A tarifa foi calculada pela Companhia de Transportes Urbanos da Grande Vitória, que comanda as planilhas de custo do sistema. O principal aumento que impactou no reajuste foi na mão-de-obra", ressaltou Baltazar.

O Conselho Gestor dos Sistemas de Transportes Públicos Urbanos de Passageiros da Região Metropolitana da Grande Vitória (CGTran/GV) por representantes de centrais sindicais, movimento estudantil, Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo (Findes), Secretaria de Estado da Educação (Sedu), Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviarios (Sindirodoviários), Federação do Comércio do Estado do Espírito Santo (Fecomércio-ES) e pelo Conselho Metropolitano de Desenvolvimento da Grande Vitória (Comdevit).

Informações: G1 ES

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Passagem do Sistema Transcol, no ES, aumenta para R$ 2,55

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960