Em São Paulo, Velocidade dos coletivos aumenta 48%

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Apesar de reclamações pontuais, principalmente de comerciantes instalados em ruas e avenidas onde passaram a funcionar as faixas exclusivas de ônibus, os passageiros do transporte público sobre rodas da capital têm chegado mais cedo ao seu destino.

Um estudo da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) mostrou que as vias exclusivas aumentaram a média de velocidade dos ônibus de 13,8 Km/h para 20,4 Km/h. O ganho foi de 48%. “A maior variação percentual ocorreu na Zona Norte, que saltou de 11,5 Km/h para 21,5 Km/h”, disse o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto.


A região onde os ônibus trafegam mais rapidamente é na Zona Oeste,  a 24 km/h no período da tarde. Pelo menos quatro regiões monitoradas pela CET  não atingiram a velocidade média. A Zona Sudoeste é a que tem o pior desempenho –  no período da tarde: os ônibus circulam a 14,4 km/h após a criação das faixas de ônibus. As regiões Sul e Sudeste também apresentaram resultados abaixo dos 20 km/h. 

Para esses casos, o secretário prometeu maior rigor na fiscalização de motoristas que invadirem os espaços exclusivos. Para isso, ele conta com 240 novos radares eletrônicos que devem ser instalados até, no máximo, janeiro. Além disso, obras estão sendo feitas, entre elas o alargamento das ruas.

Tatto  anunciou, ainda,  mais 56,6 quilômetros de novas faixas exclusivas, o que eleverá a meta para 300 km. Na lista do secretário   estão as avenidas Corifeu de Azevedo Marques, no Butantã; Sumaré, na Zona Oeste;  Assis Ribeiro, na Zona Leste; e  Rua Voluntários da Pátria, na Zona Norte, entre outras. A escolha foi feita a pedido da própria população.

Bilhete Único/ Sobre o  Bilhete Único Mensal, que estava previsto para o início de novembro, o prazo foi reavaliado para  o fim do mês ou início de dezembro. “Há necessidade de uma avaliação”, se limitou a responder o secretário.  “Na primeira quinzena (de novembro), vamos distribuir alguns bilhetes e avaliar o seu desempenho.”

Informações: Diário de São Paulo

Leia também sobre:
·         Metrô São Paulo
·         SPTrans
·         EMTU-SP

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960