Metroviários do Recife decretam greve a partir de sexta

terça-feira, 11 de junho de 2013

O Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (Sindimetro-PE) aprovou, na noite desta segunda-feira, uma paralisação por tempo indeterminado. Entretanto, o metrô do Recife continua funcionando normalmente até a próxima quinta-feira (13), quando os funcionários se reúnem novamente em assembleia, às 18h, para decidir se param efetivamente de trabalhar a partir da sexta-feira (14).

A paralisação, justamente no final de semana em que começa a Copa das Confederações, vai depender das negociações dos servidores com a Companhia Brasileira de Transporte Urbano (CBTU), que começam nesta terça-feira (11).
Uma equipe deverá embarcar para Brasília a fim de dialogar com o Ministério do Planejamento. Os metroviários exigem reajuste salarial de 6,5%, revisão do plano de saúde, melhorias no sistema, adicional noturno e periculosidade, além de concurso público, pois o último realizado foi em 2005.

"Temos um déficit de mais de 100 maquinistas. No horário de pico, estamos trabalhando com sobrecarga", afirmou o diretor de Comunicação do Sindimetro, Levi Arruda. De acordo com ele, o movimento acontece em nível nacional. "Os sindicatos de outros estados também estão negociando. Tudo indica que a paralisação será em todo o País.

Ainda segundo Levi Arruda, no Recife, cerca de 1,5 mil funcionários, sendo 200 maquinistas, deverão parar as atividades, caso a greve seja deflagrada.

Proposta - A CBTU oferece duas opções aos metroviários: ou reajuste de 2,02% e manutenção da hora extra em 100% ou aumento de 4,7% e redução do valor da hora extra para 50%. Além disso, a empresa sugeriu um plano de demissão voluntária para os funcionários que já se aposentaram mas continuam trabalhando.

Informações: Diário de Pernambuco

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960