Em Natal, Trens que circulam há mais de 40 anos serão substituídos pelo VLT

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Uma luz se acendeu no fim dos trilhos para a implantação do sistema de Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), espécie de metrô de superfície que será criado em Natal até a Copa 2014. Na terça-feira, o Diário de Natal publicou declarações da governadora Rosalba Ciarlini informando que o projeto está sob análise da Caixa Econômica Federal. "É uma obra relativamente mais rápida já que temos os trilhos, que serão apenas melhorados, e contaremos com um trem mais veloz e com vagões maiores. Esperamos que seja liberado até o final do ano", ela disse. Ontem a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) informou que vai realizar uma audiência pública de instrução, ou seja, um primeiro passo para licitar e adquirir doze VLTs para Natal.

De acordo com informações do Ministério das Cidades, o Governo Federal vai dispor inicialmente cerca de R$ 154 milhões, oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC Equipamentos), para atender a estas necessidades e iniciar o processo de modernização do Sistema de Trens Urbanos de Natal. "Com a implantação do VLT, a população poderá contar com um meio de transporte público melhor e que certamente permitirá a integração entre o modal ferroviário e o rodoviário, contribuindo para uma maior fluidez do trânsito na grande Natal", afirmou o superintendente da CBTU em Natal, o engenheiro João Maria Cavalcanti.

Cavalcanti participa da audiência, que acontece no dia 13 de agosto, no auditório da Associação dos Engenheiros Ferroviários (AENFER), no Rio de Janeiro. Neste mesmo dia também será discutida a licitação de oito VLTs para João Pessoa e dez Trens Unidade Elétrica (TUE's) para Belo Horizonte. O sistema VLT, espécie de "bonde moderno" já é adotado em várias cidades de países como Estados Unidos, Inglaterra e França, e começou a ser implantado em algumas capitais brasileiras. Maceió, Recife e a cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, já realizam o transporte de passageiros por meio do Sistema de Veículo Leve Sobre Trilhos.

Em Natal, o transporte sobre trilhos atende atualmente a região metropolitana, e funciona atualmente com locomotivas da década de 1950 e com carros de passageiros da década de 1970. Obsoleto, o sistema apresenta sinais de fadiga e necessita de adequação ao novo sistema para melhorar as condições de aparelhamento para promover a mobilidade e o acesso da população ao transporte público. Segundo informou o secretário estadual da Copa, Demétrio Torres, o VLT de Natal terá capacidade para transportar até 50 mil passageiros por dia. "É a mesma quantidade de passageiros que transportam mil ônibus. Imagine o impacto que isso pode causar, diminuindo o tráfego de pessoas na região da Ponte de Igapó", colocou o secretário.

Fonte: Diário de Natal




READ MORE - Em Natal, Trens que circulam há mais de 40 anos serão substituídos pelo VLT

Marcopolo entrega 19 ônibus Viale BRT a Campinas


Nesta semana, a Marcopolo entregou ao sistema de transporte de Campinas (SP) o primeiro lote formado por 15 ônibus Viale BRT. Segundo a fabricante, os veículos oferecem internet sem fio e monitores de televisão. O motorista conta com uma tela ao lado do volante para acompanhar o embarque e desembarque de passageiros, câmeras de segurança e computador de bordo, além de sistemas de indicação de parada audiovisual e gerenciamento de frota. 

Desenvolvido para aplicação em grandes centros urbanos, o modelo tem 19 metros na versão articulada e capacidade para até 145 passageiros. É montado com chassi Volvo. A sigla BRT vem de Bus Rapid Transit, sistema de transporte metropolitano em que grandes coletivos trafegam por corredores exclusivos e equipados com boa estrutura para abrigar os passageiros nas paradas. 

“Em Campinas o sistema foi escolhido como padrão do transporte coletivo nos próximos anos. É um exemplo que deve ser replicado para outras cidades brasileiras pelos benefícios e vantagens que proporciona”, destaca o diretor de operações comerciais da Marcopolo, Paulo Corso. 

“Enquanto os corredores exclusivos não ficam prontos, os ônibus serão utilizados no sistema atual da cidade. A partir de 2013 deverão ser colocados novos veículos nos corredores Ouro Verde e Campo Grande. A estimativa é de que os dois corredores transportem juntos no horário de pico cerca de 30 mil passageiros por hora”, explica o executivo. 

Ideal para uso urbano, o Viale tem câmbio automático e sistema de segurança que impede o movimento com as portas abertas. O veículo atende todas as exigências dos sistemas de plataformas de embarque no País.

Fonte: automotivebusiness.com.br


READ MORE - Marcopolo entrega 19 ônibus Viale BRT a Campinas

Em Cuiabá, Projeto para construção do BRT fica pronto em 20 dias


O prefeito Chico Galindo (PTB) anunciou ontem que o projeto do Bus Rapid Transit (BRT) deve ficar pronto em no máximo 20 dias. Após ser avaliado pelo Executivo municipal, o plano segue para Brasília, onde deve receber o aval da presidente Dilma Rousseff (PT). 


O prazo final para dar entrada na proposta junto ao Governo Federal é 30 de agosto. A assinatura do contrato, no entanto, só deve aconteceu em 14 de dezembro. 



O modal deve ser implantado no trecho que liga o futuro parque de exposições, na saída para Santo Antônio de Leverger, até a avenida Fernando Correa da Costa, onde haverá um terminal do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT). 



O petebista afirma que o objetivo é unir os dois modais para “ampliar e agilizar” o sistema de transporte coletivo da Capital. “Estamos complementando o VLT, queremos melhorar o nosso sistema de transporte coletivo”. 



De acordo com Galindo, a intenção era instalar o BRT em toda a avenida dos Trabalhadores, no entanto os recursos financeiros disponibilizados não foram o suficiente para a viabilização do projeto, já que era necessário realizar diversas desapropriações no local. 



“A primeira opção que pensamos era fazer o BRT na avenida dos Trabalhadores porque daria mais fluência no transporte coletivo, mas os recursos são insuficientes”, enfatiza. Galindo ressalta que o BRT não vai chegar até o futuro Hospital Universitário Julio Müller, mas ficará próximo. (KA) 


Diário de Cuiabá

READ MORE - Em Cuiabá, Projeto para construção do BRT fica pronto em 20 dias

Setransp cobra apresentação de projetos para transporte público


Enquanto nesse período eleitoral diversos políticos fazem discursos sobre a situação do transporte coletivo, e, nesse ínterim, debatem sobre a necessidade de licitação ou não do sistema, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp), provocado sobre o tema, cobrou um posicionamento concreto sobre o caos no transporte. Comentando a respeito, o presidente do Setransp, Adierson Monteiro, criticou o que ele chama de "discursos de bravata".

"É o Estado que gere a saúde, educação e segurança, e esses serviços já são um caos. Imagine se cuidasse também do transporte coletivo? Precisamos de um serviço de transporte público em Aracaju de qualidade, então não é os gestores públicos fazendo discursos de bravata que teremos soluções. O Executivo deve é apresentar projetos para investimentos no transporte, porque há um custo para se desenvolver um sistema de qualidade, mas de fato apesar de o transporte coletivo ser um serviço público é o único serviço que coloca dinheiro no Estado através da alta carga tributária e não recebe investimentos como os demais serviços", contestou Adierson.

Para Adierson, a sociedade precisa ser alertada sobre a realidade do que é o processo de licitação. "O importante não é ter ou não licitação do transporte, até porque para o cidadão isso não interfere em nada. Licitação é um contrato entre as empresas de ônibus e a prefeitura, sendo assim é a única garantia que o empresário tem de recebimento sobre o serviço prestado inclusive com a tarifa sendo reajuste de maneira correta de acordo com a planilha de custo colocada no contrato", explicou ele, "afirmando que a licitação não traz prejuízos para as empresas como muitos tentam jogar".

Segundo Adierson Monteiro, o Setransp nunca esteve contra a licitação. "A ação que movemos foi por conta da forma como estava sendo feito o processo de licitação que não seguia as normas devidas. Pedimos em juízo que o edital fosse revisto", disse ele, defendendo "que os candidatos nestas eleições apresentem propostas concretas para o transporte e não fiquem apenas em críticas fazias".

“Se o ônibus não tiver prioridade sobre os demais veículos, iremos continuar apenas com a falácia. É preciso vias exclusivas para os ônibus entre outros investimentos. É assim que acontece nas grandes cidades como Curitiba, onde o sistema de transporte é considerado como modelo de qualidade: o ônibus, que leva a maioria da população, é prioridade. É uma decisão política: os gestores vão priorizar a maioria que utiliza o ônibus ou vão optar por circular com seu carrão por onde quiser?", indagou Adierson Monteiro, citando os congestionamentos no trânsito, um dos principais fatores de maior influência para precariedade na mobilidade do transporte público.

Setransp


READ MORE - Setransp cobra apresentação de projetos para transporte público

Venham ''Curtir'' o Blog Meu Transporte, 900 pessoas já curtiram, e você?


Ser uma ferramenta para informar aos usuários de transporte público o que acontece nos sistema de transporte do Brasil é normal, mas quando essa ferramenta vem de um usuário do transporte público, faz com que realidades na flor da pele sejam mostradas, e nessas lutas enfrentadas pelos usuários e também pelo Blog Meu Transporte, faz com que mais pessoas venham se ajuntar neste portal de mobilidade.

Por isso o Blog Meu Transporte vem a agradecer a todos novos usuários que Curtiram o Blog no Facebook, e em especial ao leitor Ronaldo MO que se tornou a 900ª pessoa a "Curtir" um dos maiores Portais de Mobilidade Urbana do Brasil, este trabalho não seria o mesmo sem a participação de vocês, por isso, divulguem a seus familiares e amigos, pois aqui, somos todos usuários de transporte.


Abraço a todos!!!


READ MORE - Venham ''Curtir'' o Blog Meu Transporte, 900 pessoas já curtiram, e você?

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960