Em Manaus, Rodoviários suspendem greve de ônibus marcada para esta terça-feira

segunda-feira, 23 de julho de 2012

A greve dos rodoviários prevista para começar a partir de meia noite de terça-feira (24), foi suspensa temporariamente pela categoria após um pedido da Superintendência Municipal de Trânsito Urbano (SMTU), para convocação de uma reunião em sua sede às 9h da manhã, entre os empresários do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Manaus (Sinetram) e Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário de Manaus (STTRM).

Segundo Élcio Campos, presidente do STTRM, o Sinetran vem se negando a negociar os reajustes salariais requeridos, além de reclamarem de descontos no contra-cheque dos trabalhadores. Caso não haja um acordo, a categoria promete parar 70% da frota de transporte coletivo da cidade.

“Queremos apenas que seja cumprido o direito do trabalhador, com reajuste de INSS,  FGTS e o fim do desconto no nosso salário. Se não conseguirmos chegar a um acordo, infelizmente a greve vai acontecer no mesmo dia”, comenta Campos.

A assessoria de imprensa do Sinetram alega que não vai abrir mão do dissídio coletivo da Justiça do Trabalho quanto ao desconto na folha salarial dos rodoviários pela paralisação realizada pela categoria no dia 10 de abril deste ano. A justiça classificou a greve como ilegal e determinou o desconto nos salários dos trabalhadores e multa ao STTRM. Na época, o presidente do sindicato dos rodoviários era Francisco Bezerra.
Fonte : A Critica
READ MORE - Em Manaus, Rodoviários suspendem greve de ônibus marcada para esta terça-feira

MetrôRio começa a vender novo cartão de integração com ônibus

A partir desta segunda-feira (23) o MetrôRio, em parceria com a Fetranspor e a Riocard, começa a vender um novo cartão unitário de integração ônibus expresso-metrô, em substituição ao bilhete de papel nas 14 linhas integradas ao sistema. O objetivo da mudança é coibir as fraudes nos bilhetes de integração.

Os novos cartões, bloqueados, serão vendidos exclusivamente nos ônibus. Em seguida, nas estações com integração, o cartão deverá ser introduzido nos validadores — os bilhetes de papel já não são são mais válidos.

O novo cartão terá o tempo máximo de integração de duas horas. Não haverá modificações no sistema de bilhetagem no sentido metrô-ônibus expresso.

Veja a lista com as linhas de ônibus em que o novo cartão de integração ônibus expresso-metrô será válido:

590 (Cardeal Arcoverde / Leme)
513 (Botafogo / Urca)
133 (Largo do Machado / Estácio / Rodoviária)
580 (Largo do Machado / Cosme Velho)
204 (Estácio / Rio Comprido)
209A (Estácio / São Cristóvão / Caju)
605 (São Francisco Xavier / Vila Isabel)
609 (São Francisco Xavier/Méier)
602 (Saens Peña / Andaraí)
603 (Saens Peña / Usina via Rua São Miguel)
604 (Saens Peña / Usina via Conde de Bonfim)
608 (Saens Peña /Grajaú)
626 (Saens Peña / Muda)
913 / 616 (Nova América - Del Castilho / Fundão)

Fonte: G1 Rio de Janeiro

READ MORE - MetrôRio começa a vender novo cartão de integração com ônibus

Recife: Novo binário promete melhorar trânsito nas estradas do Arraial e do Encanamento

Para aumentar a fluidez no tráfego e as condições de mobilidade urbana, o Recife vai ganhar mais um binário. No próximo sábado (28), será implantada a alteração no trânsito na Estrada do Arraial com a Estrada do Encanamento. A mudança vai propiciar a criação de ciclofaixas com um total aproximado de 4,3 quilômetros para o deslocamento de ciclistas. O binário vai atingir diretamente os motoristas que transitam pela área em direção aos bairros de Casa Forte, Casa Amarela, Tamarineira e Monteiro. As duas vias terão sentido único, em complemento ao binário já existente entre as avenidas Conselheiro Rosa e Silva e Rui Barbosa.

Nesta segunda-feira (23), a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) iniciou uma campanha educativa para alertar os motoristas e pedestres sobre as alterações.

A Estrada do Arraial terá fluxo no sentido cidade/subúrbio. Por sua vez, a Estrada do Encanamento levará o fluxo na direção oposta - exceto no trecho após a Rua Engenheiro Oscar Ferreira, que permanece com mão dupla para garantir a mobilidade na localidade. O giro à esquerda na Estrada das Ubaias para a Estrada do Encanamento deixará de existir. Também haverá mudanças de sentido nas vias transversais, como a Rua Sebastião Alves, que terá direção única da Rua Padre Roma para a Estrada do Arraial; a Rua Gomes Coutinho, que ficará mão única da Avenida Norte para a Estrada do Arraial; e a Rua Engenheiro Oscar Ferreira, que terá sentido único da Avenida 17 de Agosto à Estrada do Arraial.

A Prefeitura do Recife fará a manutenção da sinalização horizontal e vertical das vias transversais e promete melhorar a sincronização da rede semafórica.

Ciclofaixas
A Estrada do Arraial e a Estrada do Encanamento irão ganhar ciclofaixas unilaterais e monodirecionais no mesmo sentido das vias e que irão se interligar. Cada espaço reservado aos ciclistas terá 1,70m de largura e um total aproximado de 4,3 km. As ciclofaixas ligarão o Sítio Trindade e os parques da Jaqueira e de Santana.

Transporte complementar
Por conta da modificação no tráfego da Zona Norte, duas linhas de transporte complementar que fazem circuitos interbairros, terão seus trajetos alterados. A linha 104 (Cassiterita/Casa Amarela/Jaqueira) e a linha 108 (Dois Unidos/Torre). Cartazes serão afixados nos micro-ônibus para orientar os passageiros. Pelo novo percurso, no trajeto de ida, ambas as linhas circularão agora pelas seguintes vias: Rua Ana Xavier, Rua Paula Batista, Estrada das Ubaias, Rua Dr. Germano Guimarães, Rua Irmã Lúcia, Estrada do Encanamento, Rua Ferreira Lopes, Rua Estrela, Rua Desembargador Goes Calvalcanti e Avenida Parnamirim.

No trajeto de volta, apenas a linha 104 terá alteração. Ela deixará de passar pela Estrada do Encanamento, saindo agora da Rua Desembargador Goes Cavalcante e continuando pela Rua da Estrela e em seguida, entrando na Rua Ferreira Lopes, para ter acesso à Estrada do Arraial. Com o novo trajeto, o micro-ônibus continuará pela Estrada do Arraial, Rua da Harmonia e Rua Conselheiro Nabuco, para chegar à Rua Paula Batista, depois retornando à Estrada do Arraial.

Fonte: Diário de Pernambuco

READ MORE - Recife: Novo binário promete melhorar trânsito nas estradas do Arraial e do Encanamento

Em São Paulo, Corredor ABD terá 100% de ônibus elétricos

O Corredor ABD, faixa exclusiva de ônibus que liga o Grande ABC a três terminais da Capital, será 100% elétrico até abril de 2014. A garantia é do diretor de gestão operacional da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), Evandro Losacco. Atualmente, cerca de 30% dos veículos do sistema são elétricos, o que corresponde a 65 carros. Além dos trólebus, também são usados ônibus híbridos, que podem utilizar combustível e eletricidade.

Desde o ano passado, o corredor passa por obras de repotencialização da rede aérea eletrificada em 22 quilômetros, no trecho entre os terminais Piraporinha, em Diadema, e São Mateus, na Zona Leste de São Paulo.

A troca dos ônibus convencionais, movidos a diesel, pelos trólebus elétricos só será possível após a conclusão do serviço, prevista para março de 2013. "A partir daí, acredito que em um ano será possível substituir todos os veículos", avalia Losacco. O investimento total para a repotencialização da rede foi de R$ 36 milhões.

"O maior ganho é na redução da poluição, tanto do ar quanto sonora", comenta o diretor. A estimativa é que, nos trólebus, os ruídos internos e externos sejam 50% mais baixos  que nos coletivos convencionais. A emissão de gás carbônico é zerada, já que a tecnologia não utiliza motor à combustão.

O diretor da EMTU acrescenta que o Estado não terá gastos na compra dos trólebus. "A concessionária tem a obrigação contratual de substituir os veículos." Desde 1997, o corredor é operado pela empresa Metra.

CARTÃO BOM

Segundo Losacco, até o início de 2013, as catracas do Corredor ABD aceitarão apenas o Cartão BOM (Bilhete de Ônibus Metropolitano). O bilhete eletrônico começou a ser aceito no sistema em janeiro. Desde então, o usuário pode embarcar com o BOM ou com os tíquetes magnéticos, que ainda são comercializados em pontos de venda credenciados. As passagens unitárias deverão deixar de ser vendidas até o fim do ano.

Com a mudança, mesmo os usuários eventuais precisarão providenciar o cartão, que é feito nos terminais. Para facilitar, Losacco promete ampliar os pontos de cadastro do BOM. Os motoristas das linhas que circulam pelo Corredor ABD não aceitam dinheiro em espécie, procedimento que continuará a ser adotado após o fim dos bilhetes magnéticos.

Cerca de 300 mil pessoas utilizam diariamente o sistema e, atualmente, 57% já usam o Cartão BOM.

Valor da integração em Diadema deve ser definido em agosto

A EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) deve demorar 30 dias para definir quanto irá cobrar pela integração nos dois terminais de Diadema. Desde 1991, a conexão do sistema de transporte municipal para o Corredor ABD era gratuita, condição que era sustentada por meio de convênio firmado entre o Estado e a Prefeitura. De fevereiro até agora, a gratuidade era mantida por meio de liminar, que foi cassada nesta semana pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça).

O diretor de gestão operacional da EMTU, Evandro Losacco, explica que é necessário atualizar os estudos sobre o valor cobrado. Em novembro, a empresa propôs ao município que a baldeação fosse feita a R$ 1. Em outros terminais, a conexão é feita a R$ 2,95.


Fonte: Diário do Grande ABC

READ MORE - Em São Paulo, Corredor ABD terá 100% de ônibus elétricos

Prefeitura de Porto Alegre promete funcionamento de BRTs até o final de 2013

Um transporte público mais rápido e com mais qualidade estará em funcionamento até o final de 2013 em Porto Alegre, garante a prefeitura. As estações de BRT (Bus Rapid Transit — em português, ônibus de trânsito rápido) estão em construção nas avenidas Protásio Alves e Bento Gonçalves. Para a João Pessoa, os envelopes da licitação já foram abertos e estão em fase final de análise.

Orçadas em mais de R$ 112 milhões, as obras fazem parte dos projetos da Capital para a Copa de 2014. Iniciado em março, o projeto está na fase de implantação das placas de concreto, escolhidas por darem mais agilidade aos veículos, na comparação com o asfalto tradicional.

As estações funcionarão de forma semelhante às de metrô, a exemplo do que ocorre em cidades como Bogotá, na Colômbia, e em Curitiba (PR). O usuário entra na estação, compra a passagem, valida o tíquete e embarca em um local fechado, destinado apenas a quem usará os ônibus.

A estrutura prevê veículos que abram e fechem as portas como nos trens. Isso torna o processo de embarque e desembarque mais ágil e evita o acúmulo de veículos nos corredores.

— Como a cobrança é feita anteriormente, o usuário embarca, ou desembarca, e o ônibus arranca — explica o diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari.

Sem escadas, fechados e com ar-condicionado, os terminais receberão usuários conforme a demanda — uma estação na área central será maior, porque receberá mais passageiros. Por isso, os terminais não serão idênticos.

— A passagem terá o mesmo preço dos ônibus atuais — diz Urbano Schmitt, da Secretaria de Gestão da Copa.

O sistema BRT já nascerá integrado com ônibus e trensurb. O desconto será de 20% para quem sair de um BRT diretamente para o metrô. Os passageiros continuarão autorizados a pegar dois ônibus ao preço de uma passagem em até 30 minutos.

A pretensão, além de remodelar o transporte, é terminar com o que acontece, atualmente, nas avenidas Assis Brasil e Bento Gonçalves em horários de pico. Segundo Cappellari, em pelo menos três estações de ônibus da Assis Brasil, há operação especial para manter a velocidade de 19 a 22 km/h, porque o corredor está saturado.

— A demora no embarque atrasa a fila. Ocorre o que chamamos de ultrapassagem assistida, que é de conhecimento dos agentes e fiscalizadores de trânsito — diz Cappellari, referindo-se aos ônibus que passam à frente dos que param para proporcionar o embarque de 16, 17 passageiros.

READ MORE - Prefeitura de Porto Alegre promete funcionamento de BRTs até o final de 2013

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960