No Rio, Motoristas de ônibus denunciam longas jornadas de trabalho sem folga

quarta-feira, 11 de julho de 2012


Motoristas de ônibus do Rio de Janeiro denunciam as péssimas condições de trabalho a que são submetidos. Longas horas ao volante e pouco descanso podem causar acidentes violentos com vítimas.

Muitas vezes, os profissionais são obrigados a trabalhar mais de 12 horas seguidas fazendo a chamada “dobra”. Além do trabalho excessivo, muitos motoristas são obrigados a fazer dupla função e também serem cobradores. 

Prevendo os riscos na profissão, o Sindicato dos Rodoviários já tomou as providências necessárias, mas nada mudou. Para a categoria, é fundamental a volta dos cobradores. Caso contrário, podem haver muitos acidentes graves.


Fonte: R7.com

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - No Rio, Motoristas de ônibus denunciam longas jornadas de trabalho sem folga

Em Manaus, Novos ônibus e velhas plataformas, projeto vai reformar corredor do Expresso

Por determinação do prefeito Amazonino Mendes (PDT), as 42 plataformas centrais do corredor do Expresso serão revitalizadas para criar um ambiente confortável, com vidro temperado, sistema de TV e lanchonete. O anúncio foi feito ontem ao EM TEMPO, pelo superintendente municipal de Transportes Urbanos, o ex-corregedor e delegado da Polícia Federal (PF) Wesley Aguiar, que assumiu o cargo em julho, com o compromisso de trabalhar para moralizar o órgão e, consequentemente, o sistema de transportes coletivos.
Foto: Diego Jonata

De acordo com o superintendente da SMTU, o prefeito Amazonino Mendes demorou muito a tomar uma decisão política, porque ainda não havia um consenso entre o governo do Estado e a prefeitura sobre os projetos de mobilidade propostos para a Copa de 2014. Na discussão, dois modos de transporte coletivo foram colocados no epicentro do debate sobre o que seria melhor para Manaus: o Bus Rapid Transit (BRT) ou o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

Venceu o BRT, sistema genuinamente brasileiro criado pelo arquiteto e urbanista Jaime Lerner, ex-prefeito de Curitiba, inspirado na qualidade, na eficiência, na rapidez e segurança do metrô. Basicamente, o BRT é um sistema de ônibus biarticulados que rodam em corredores exclusivos”. “Daí porque não é necessário colocar abaixo as plataformas do Expresso. Pelo menos as bases de concreto, que ainda estão inteiras, serão adaptadas ao novo projeto, haja vista que os últimos veículos articulados e biarticulados, comprados pela prefeitura, se adaptam às antigas estações”, explica Wesley Aguiar, completando que são veículos de 19 metros, 21 metros e 28 metros, sanfonados, perfeitamente adaptados ao BRT.

“A frota já existe, precisamos apenas revitalizar as plataformas, fazer algumas adaptações e iniciar o treinamento das equipes que vão operar o sistema”, informa o superintendente, advertindo que é preciso ficar bem claro que a prefeitura não vai reativar o Expresso já que “este é um sistema falido”. “Vamos, sim, implantar o BLT nos moldes do que foi implantado em Curitiba e Goiânia. O que feito em Manaus sequer foi concluído, ou criado os corredores exclusivos”, garante Wesley.

Fonte:  EmTempo

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook


READ MORE - Em Manaus, Novos ônibus e velhas plataformas, projeto vai reformar corredor do Expresso

Aprovado empréstimo de R$ 320 milhões para obras do BRT em Belém

O empréstimo de R$ 320 milhões que o Estado do Pará deve receber do Japão para investimentos nas obras do BRT (Bus Rapid Transit) foi aprovado nesta terça-feira (10) no Senado Federal, em Brasília. Com a notícia o Governo do estado deve assinar até o mês de outubro deste ano, o acordo com a Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica), responsável pelo financiamento da verba para implantação do sistema BRT.
O objetivo do transporte rápido é interligar o Entroncamento, na saída da capital, até o município de Marituba, na Grande Belém . Por se tratar de um empréstimo internacional, o acordo dependia da aprovação do Senado Federal.  
O diretor do Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM), César Meira, afirma que a aprovação do empréstimo é um momento importante para o Estado. “A aprovação desses recursos no Senado Federal finaliza todo o processo. É um momento muito importante para o Pará, que já cumpriu todos os trâmites legais com o Governo Federal e com o governo japonês. A partir disto, o governador Jatene deverá firmar o contrato com a Jica na primeira semana de setembro, conforme foi previamente agendado”, adianta.
A partir da assinatura do acordo com a Jica, o Governo do Estado receberá os recursos para iniciar as obras de implantação do BRT Metropolitano em 2014, quando estará concluído o prolongamento da avenida João Paulo II até o município de Ananindeua. O financiamento já está na etapa final, que antecede a assinatura do acordo.
Segundo César, enquanto os recursos ainda não são liberados, o NGTM realiza estudos na área que será atendida pelo novo sistema de transporte, avaliando o impacto que terá no fluxo de passageiros, bem como no fluxo de veículos. “Estes estudos fazem parte do gerenciamento do transporte de toda a Região Metropolitana da capital”.

Fonte: G1 Pará
Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Aprovado empréstimo de R$ 320 milhões para obras do BRT em Belém

No Recife, Usuários de ônibus encontram dificuldades para reclamar ao 0800 do GRCT

Imagine um usuário na parada esperando um ônibus e este queima a parada, logo ele vai ao seu celular para fazer a reclamação e a mensagem diz que o número solicitado não aceita ligações pelo celular. Imaginemos agora que os orelhões na cidade estão em escassez, e que na maioria das paradas de ônibus não tem orelhão e quando tem, se não estão quebrados. Ou seja, o usuário tem que anotar o número de ordem do ônibus e o horário e a empresa, certo? Sim, mas se no momento ele não estiver com papel e caneta? Então vai ter que recorrer a memória cerebral mesmo. Parece até um absurdo essa paródia, mas é a situação enfrentada hoje pelos usários de ônibus na região metropolitana do Recife.

O que era para facilitar e consequentemente aumentar a fiscalização dos usuários, no que diz respeito as reclamações de infrações feitas pelos motoristas de ônibus e até mal atendimento dos cobradores e fiscais, tem um obstáculo, pois o principal número de atendimento ao cliente dos usuários de ônibus do Recife simplesmente não aceita ligações de celulares na qual deixam os usuários a mercê, e hoje quem é que não tem um aparelho deste no bolso? Central de relacionamento de diversas empresas inclusive das empresas de ônibus que operam no sistema aceitam, e porque o GRCT não aceita. 

Muitos usuários desistem de fazer a reclamação devido a esse obstáculo, o que de fato faz com que o número de reclamações feitas pelo 0800 atual não seja um número verdadeiro, pois se as reclamações fossem também feitas pelo celular, as reclamações seriam bem maiores que as divulgadas pelo GRCT. 

As empresas também com este aumento de número de reclamações iriam fiscalizar mais seus funcionários e consequentemente as infrações poderiam dimimuir, mas do jeito que está, vamos continuar vendo os absurdos e os usuários sendo prejudicados a cada parada de ônibus na cidade, não importa se é idoso ou deficiente.

Com toda esta falta de assitência ao usuário, faz com que os motoristas ignorem também os usuários, pois eles também sabem a dificuldade dos usuários em reclamar, por isso as queimas de paradas são frequentes, numa total falta de respeito para quem usa o transporte público.


Na enquete feita pelo Blog Meu Transporte, mostra que apenas 27% dos usuários reclamam sobre as infrações, e que mais de 30% não sabem a quem reclamar, ou seja, é necessário uma campanha sobre os direitos do usuário e a quem recorrer.

Resposta GRCT

Sobre a realização de chamadas para a Central de Atendimento ao Cliente via celular, o Grande Recife Consórcio de Transporte informa que está avaliando a possibilidade de incrementar o serviço ofertando aos usuários mais essa opção para registrar as denuncias. 
Em relação às informações solicitadas sobre a Central de Atendimento ao Cliente, o Consórcio destaca que o atendimento é feito de domingo a domingo, das 7h às 19h. O Grande Recife relata, ainda, que cerca de cinco mil reclamações foram oficializadas pelo serviço no primeiro semestre de 2012. Dentre as reclamações feitas, as mais recorrentes são: falta de urbanidade (desrespeito ao usuário), não cumprimento do quadro de horário e queima de parada.

O Consórcio está à disposição para esclarecimentos através da Central de Atendimento ao Cliente no número 0800 081 0158.



Blog Meu Transporte
READ MORE - No Recife, Usuários de ônibus encontram dificuldades para reclamar ao 0800 do GRCT

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960