Metrô de Salvador receberá investimentos de R$ 3 bilhões do PAC

terça-feira, 24 de abril de 2012

As obras do metrô de Salvador e o Sistema de Transporte da Região Metropolitanavai receber R$ 3 bilhões em investimentos do PAC Mobilidade. O valor foi anunciado na manhã desta terça-feira (23) durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília, que contou com a presença da preseidente Dilma e do governador Jaques Wagner.

O projeto do PAC Mobilidade Urbana tem o objetivo de investir R$ 22 bilhões para projetos de metrô, veículo leve sobre trilho (VLT) e corredores de ônibus em cidades com mais de 700 mil habitantes.

Em todo o país estão previstas a construção de mais de 600 km de corredores exclusivos para ônibus, mais de 380 estações e terminais, 200 quilômetros de linhas de metrô, além da aquisição de mais de mil veículos sobre trilhos.

Além de Salvador, foram contempladas Belém (PA); Belo Horizonte (MG); Brasília (DF); Campinas (SP); Campo Grande (MS); Curitiba (PR); Fortaleza (CE); Goiânia (GO); Guarulhos (SP); João Pessoa (PB); Maceió (AL); Manaus (AM) ; Natal (RN); Nova Iguaçu (RJ); Porto Alegre (RS); Recife (PE); Rio de Janeiro (RJ); São Bernardo do Campo (SP); São Luís (MA); São Paulo (SP) e Teresina (PI).


READ MORE - Metrô de Salvador receberá investimentos de R$ 3 bilhões do PAC

Greve de rodoviários completa uma semana em Campos dos Goytacazes



Os rodoviários de Campos dos Goytacazes, no norte do Estado do Rio de Janeiro, completam uma semana de greve nesta terça-feira (24). Eles reivindicam reajuste de 23% no piso salarial. No último sábado (21), a categoria rejeitou a oferta de 16% oferecida pelos empresários. A saída para os passageiros está sendo o transporte alternativo oferecido por vans e kombis.

Uma nova reunião foi marcada para a tarde desta terça-feira. A expectativa é que desta vez trabalhadores e donos de empresas cheguem a um acordo.
De acordo com o presidente do sindicato dos Rodoviários, Roberto Virgílio, parte dos rodoviários de uma das empresas que atuam no município tinha aceitado a proposta dos empresários. Mas quando a proposta foi apresentada a toda a categoria, ela foi rejeitada. No início da greve, os patrões tinham oferecido 10%.

Carlos Grevi / Agência Ururau

Os rodoviários estão em greve desde o dia 17. Eles querem equiparação salarial com os trabalhadores de Macaé, no norte do Estado, e de Niterói, na região metropolitana, que têm piso salarial de R$ 1.578,36. Hoje, o piso em Campos é R$ 1.283,40.

Na última quarta-feira (18) um grupo de manifestantes depredou pelo menos sete ônibus nas principais ruas da cidade. Os veículos circulavam para cumprir determinação judicial que obriga a circulação de 30% da frota durante paralisações.

Durante a greve a população usou basicamente as vans. A Emut (Empresa Municipal de Transporte) intensificou a fiscalização para evitar abusos, como aumento do valor da passagem, superlotação, vans clandestinas ou qualquer situação que coloque em risco os usuários.

Fonte: R7.com


READ MORE - Greve de rodoviários completa uma semana em Campos dos Goytacazes

Governo anuncia R$ 32 bilhões para o PAC da Mobilidade

A presidenta Dilma Rousseff anunciou nesta terça-feira (24) um pacote de R$ 32 bilhões para 37 projetos do PAC da Mobilidade Grandes Cidades, inserido na segunda versão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Do montante, R$ 10 bilhões de responsabilidade dos estados e municípios – parte deles assumidos em linhas de crédito subsidiada pela União. “O Brasil vai enfrentar grandes desafio de mobilidade e precisamos estar preparados”, afirmou.

Dilma destacou como desafios no campo do transporte público a conferência climática Rio+20, Copa 2014 e Olimpíadas 2016. A presidente indicou também que o governo terá controle da execução das obras. “Estaremos capacitados para monitorar os projetos”, afirmou.

O programa coordenado pelo Ministério das Cidades prevê a construção de 600 quilômetros de vias, 200 quilômetros de trilhos, 381 estações e terminais (metrô e trens) e aquisição de 1.060 veículos para sistemas sobre trilhos. As obras deverão atender, segundo estimativas oficiais, cerca de 39% da população brasileira.

Metrô é destaque
Os projetos de construção de linhas de metrô de Bahia e Ceará foram os mais beneficiados, com R$ 3 bilhões para cada estado. O governo federal se comprometeu a repassar R$ 1 bilhão para cada estado. Em seguida está o metrô de Belo horizonte, com R$ 2,9 bilhões, sendo R$ 1 bilhão em repasse da União.

O estado de São Paulo terá R$ 2,8 bilhões para a construção de um monotrilho na região metropolitana, ligando a capital a São Bernardo do Campo. A União repassará R$ 400 milhões do total.
O governador Geraldo Alckmin indicou que R$ 1,2 bilhão será contratados como empréstimo junto à Caixa Econômica Federal. O restante na forma de Parceria Público Privada entre o governo estadual e empresas.

O PAC Mobilidade Urbana vai destinar R$ 32 bilhões –  dos quais R$ 22 bilhões têm como origem recursos do governo federal – para projetos de metrô, veículo leve sobre trilho (VLT) e corredores de ônibus que beneficiam moradores de cidades com mais de 700 mil habitantes.

Entre as obras previstas estão a construção de mais de 600 quilômetros (km) de corredores exclusivos para ônibus, pelo menos 380 estações e terminais para esse tipo de transporte, além de 200 km de linhas de metrô e da aquisição de mais de 1.000 veículos sobre trilhos.

No total, serão beneficiados 51 municípios em 18 estados. Com isso, o alcance previsto pelo governo federal é 53 milhões de brasileiros. O prazo para a entrega dos projetos finalizados por estados e municípios é 18 meses a partir da publicação da seleção das propostas no 
Diário Oficial da União.

Por Nivaldo Souza, iG Brasília


READ MORE - Governo anuncia R$ 32 bilhões para o PAC da Mobilidade

Comissão vai debater ampliação do metrô e mobilidade em Salvador

A Comissão de Desenvolvimento Urbano realizará audiência pública com o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, para debater a mobilidade em Salvador (BA). O principal tema será a conclusão da linha 1, a construção da linha 2, a operação, a integração e os subsídios do Metrô de Salvador/BA. Proposta pelos deputados Paulo Ferreira (PT-RS) e Nelson Pellegrino (PT-BA), a audiência ainda não tem data marcada.

Na opinião dos deputados, a mobilidade é tema estratégico para o desenvolvimento do estado e para a realização das atividades sociais e econômicas da sociedade. Os parlamentares ainda ressaltam que a concepção de mobilidade tem se centrado em princípios e diretrizes como intermodalidade, acessibilidade universal, equidade no acesso de cidadãos ao transporte público coletivo, segurança nos deslocamentos das pessoas, equidade no uso do espaço público de circulação, vias e logradouros e integração com as políticas de uso do solo e de desenvolvimento urbano.

Para discutir a implementação e a operacionalização do metrô em Salvador também serão convidados o prefeito de Salvador, João Henrique; o diretor-presidente da Companhia de Transporte de Salvador, Luiz Hebert Silva Motta; e um representante do governo da Bahia.

Informações: Camara dos Deputados

READ MORE - Comissão vai debater ampliação do metrô e mobilidade em Salvador

Campo Grande vai ganhar 58 quilômetros de corredores do transporte coletivo


A partir da execução dos projetos de mobilidade urbana, Campo Grande vai ganhar 58 quilômetros de corredores do transporte coletivo. O investimento previsto é de R$ 136,6 milhões, valor que computa o custo de melhoramentos como o recapeamento da avenida Bandeirantes, um dos eixos do corredor sudoeste. Os ônibus que hoje descem pela 14 de Julho, circularão pela Rui Barbosa. Haverá um corredor entre a rua Hélio de Castro Maia e a avenida Mato Grosso. Está previsto o alargamento da calçada (a partir da Fernando Corrêa da Costa), melhorias na drenagem e nova iluminação.

Os corredores terão 3,50 metros largura e serão separados das demais pistas por tachões refletivos. O mais extenso, com 21,73 quilômetros, o Corredor Sudoeste, abrangerá avenidas como a Bandeirantes (numa extensão de 3 km), Afonso Pena (entre a Guia Lopes e o Shopping Campo Grande); Marechal Deodoro (6 km entre os terminais Morenão e Aero Rancho) e rua Brilhante (2,3 km entre a Guia Lopes e Marechal Deodoro). A rua 13 de Maio, eixo do corredor sul, receberá o transporte coletivo numa extensão de 3 km, entre as avenidas Eduardo Elias Zahran e Mato Grosso.

A cada 400 metros, serão instalados pontos de parada, incluindo 41 estações de embarque pré-pago, 18 no Corredor Sudoeste, 14 no Sul e 9 no Corredor Norte. Para garantir fluidez à passagem dos ônibus, serão instalados semáforos inteligentes que garantirão a “onda verde” para o transporte coletivo.

O projeto reserva R$ 1,5 milhão para modernização da sinalização. Está prevista a coordenação semafórica em 35 cruzamentos nos corredores do transporte, com câmera e radar para o controle de velocidade. Serão multados os motoristas que invadirem a faixa exclusiva dos ônibus.

O trajeto dos corredores

Sudoeste – 21,73 km
Esse corredor exclusivo terá início no Terminal Aero Rancho, seguindo pela avenida Marechal Deodoro. Continuará pela avenida Bandeirantes, entra na Afonso Pena e segue até o Shopping Campo Grande, onde retorna pela outra pista, seguindo até em frente do Circular Militar, na rua Guia Lopes. De lá, passará pela rua Brilhante até atingir o Terminal Bandeirante e o Aero Rancho (pela avenida Marechal Deodoro).

Corredor Sul – 16,94 km
Avenida Gury Mary (sentido bairro-centro)
Avenida Costa e Silva (sentido bairro-centro)
Rua Rui Barbosa (entre Hélio Castro Maia e avenida Mato Grosso)
Rua 13 de Maio (entre Mato Grosso e Eduardo Elias Zahran)

Corredor Norte – 19,50 km
Rua Bahia (entre Afonso Pena e Coronel Antonino)
Av. Coronel Antonino (rua Bahia/Terminal General Osório)
Avenida Cônsul Assaf Trad (Terminal Nova Bahia/Terminal Gal. Osório)
Rua Alegrete (Entre avenida Mascarenhas de Moraes/25 de Dezembro)
Rua Antonio Maria Coelho (entre as ruas 14 de Julho e Ceará)
Avenida Mato Grosso (rua Ceará/13 de Maio)

Fonte/Autor: Flávio Paes DRT/MS


Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook

READ MORE - Campo Grande vai ganhar 58 quilômetros de corredores do transporte coletivo

Prefeitura de São Caetano estuda criar duas faixas exclusivas para ônibus

A Prefeitura de São Caetano estuda criar duas faixas exclusivas para ônibus, nas avenidas Goiás e Guido Aliberti. O objetivo é organizar o trânsito nas duas avenidas mais movimentadas da cidade e garantir mais fluidez para o transporte público. A administração avalia também a construção de duas estações de conexão nas divisas com São Bernardo e Santo André para reestruturar o itinerário das linhas intermunicipais.
As propostas dependem de análise da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) e da conclusão do Plano Regional de Mobilidade, que está em fase de licitação no Consórcio Intermunicipal do Grande ABC. Segundo a diretora de Transportes de São Caetano, Cristina Baddini, a Prefeitura aguarda há um mês e meio o agendamento de reunião com a EMTU para apresentar os projetos.
Baddini explica que as mudanças fazem parte de plano para otimizar o transporte na cidade e diminuir a sobreposição das linhas intermunicipais e municipais. "Temos só nove linhas municipais, mas 42 linhas metropolitanas cruzam o município", informa a diretora. Segundo ela, 30% das viagens são para outras cidades, ou seja, não têm como destino São Caetano.
De acordo com a proposta, as estações de conexão seriam transformadas em pontos finais para as linhas intermunicipais com destino a São Caetano. Lá, os usuários fariam conexão gratuita com ônibus municipais, que seguiriam rumo ao terminal rodoferroviário, no Centro. A ideia é construir os mini-terminais no fim da Avenida Goiás e nas proximidades da Praça Mauá. A partir desses pontos, as faixas exclusivas agilizariam o traslado até o Centro.

As mudanças nas linhas intermunicipais que utilizam São Caetano apenas como passagem só poderão ser definidas após a conclusão do Plano de Mobilidade. Após a assinatura do contrato, o conjunto de estudos, orçado em R$ 1 milhão, irá demorar seis meses para ser elaborado.

TRENS
A partir de junho, passageiros do município terão desconto - o valor ainda não foi definido - ao fazer baldeação dos ônibus para os trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), no Centro. A Câmara Municipal aprovou em março projeto que autoriza a integração tarifária.

São Bernardo terá 11 pistas segregadas em até quatro anos
Em São Bernardo, a proposta da Prefeitura para melhorar o transporte coletivo é a construção de 11 corredores exclusivos de ônibus e quatro terminais. Os três primeiros corredores serão os do Alvarenga, João Firmino e Senador Vergueiro, que devem ficar prontos até 2014. A previsão de entrega dos outros oito é para o fim de 2016.

As intervenções foram orçadas em US$ 250 milhões (cerca de R$ 470 milhões). Deste total, 50% virão por meio de contrato de financiamento a ser assinado com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). O restante virá do orçamento municipal. Os outros corredores serão os da Faria Lima, Jurubatuba, Montanhão, Ferrazópolis, Rotary, Capitão Casa, Castelo Branco, Alvarenga e Galvão Bueno.

Fonte: Diário do Grande ABC

READ MORE - Prefeitura de São Caetano estuda criar duas faixas exclusivas para ônibus

Em Fortaleza, Internautas apontam prioridade para vias de acesso ao transporte coletivo

Internautas que responderam à enquete do portal da Assembleia Legislativa entendem que, para melhorar a mobilidade urbana, o poder público deve priorizar vias de acesso para o transporte coletivo e a construção de ciclovias. Essa a opinião de 51% dos participantes, enquanto 44% apontaram o investimento na ampliação e qualidade dos transportes coletivos como a melhor alternativa. Apenas 4,3% dos participantes da enquete publicada entre os dias 16 e 23 de abril concordaram com a redução da circulação de veículos em horários e áreas predeterminadas.  

Para o deputado Heitor Férrer (PDT), presidente da Comissão de Viação, Transporte e Desenvolvimento Urbano, esse resultado demonstra uma clara percepção do problema da mobilidade urbana, agravada sobremaneira nos últimos anos, por conta do aumento da frota de veículos particulares.

A resultante do incremento do número de veículos, na opinião do parlamentar são vias supersaturadas, principalmente nos horários de pico, transformando o deslocamento diário em um sofrimento para todos, principalmente para os que dependem de transporte coletivo. O deputado também defende mais investimentos para o transporte coletivo, fazendo que o serviço seja atraente ao proprietário do veículo particular.

O deputado Paulo Facó (PTdoB) pondera que é preciso tornar o transporte público mais eficiente e confortável. Ao mesmo tempo, oferecer condições para que as pessoas possam se deslocar pelas vias de bicicleta e com segurança. Ele defendeu ainda a instalação de semáforos inteligentes, que não obriguem os motoristas a parar em cada cruzamento, por conta da falta de sincronismo entre os equipamentos.  

O presidente da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) de Fortaleza, Fernando Bezerra, afirmou que em termos de transporte coletivo, a cidade está muito atrasada. Ele salientou que o metrô de Londres foi construído em 1898 e o de Buenos Aires em 1908. No Brasil, conforme ele, esta modalidade só foi implantada nos anos 1980, no Rio de Janeiro e em São Paulo. Em Fortaleza, a primeira linha somente agora está em fase de conclusão. Mesmo assim não pode nem sequer ser considerado com um autêntico metrô, na sua avaliação.

“A Linha, ligando o Centro ao Município de Maracanaú não irá reduzir em nada a utilização do veículo individual, pois está somente substituindo uma ferrovia que já existia”, salientou Fernando Bezerra. Ele explicou ainda que, por decisões equivocadas de administrações passadas, reduziu-se a prioridade dos transportes coletivos. Lembrou que em diversas avenidas havia faixas exclusivas para ônibus, que foram paulatinamente sendo desarticuladas, elevando em muito o tempo do percurso, provocando engarrafamentos e o desconforto dos passageiros.

Fernando Bezerra considerou praticamente inviável o alargamento as atuais vias de transportes nos trechos onde o tráfego está mais saturado, por conta do forte adensamento populacional. Mas salientou que é meta elevar o número de corredores exclusivos de transportes coletivos, iniciando pela avenida Bezerra de Menezes.
Fonte: Assembléia Legislativa

READ MORE - Em Fortaleza, Internautas apontam prioridade para vias de acesso ao transporte coletivo

Transerp disponibiliza linhas de ônibus regulares e especiais para o Ribeirão Rodeo Music

A Transerp, empresa que gerencia o trânsito e o transporte urbano de Ribeirão Preto, vai disponibilizar linhas de ônibus regulares e especiais durante a realização do Ribeirão Rodeo Music 2012, no Parque Permanente de Exposições, no período de 26 a 30 de abril.

A população em geral poderá contar com as seguintes opções de transporte coletivo até o local do evento:

1)  Linhas de ônibus regulares
302- Jardim Aeroporto, 402- Jardim Salgado Filho I e 702- Ribeirão Verde

2)  Rotas do Serviço Complementar Leva e Traz
52- Jardim Iara e 62- Parque de Exposições
Local: Avenida Brasil com Rua Peru / Ponto de Conexão
Horários: até 00h20

3)  Linha Especial de Ônibus
Itinerário
Ida: Terminal Urbano / Plataforma A / Ponto 1 - Avenida Jerônimo Gonçalves, acesso a Alameda Botafogo, Alameda Botafogo, retorno, rua José Bonifácio, rua Américo Brasiliense, rua Barão do Amazonas, rua Duque de Caxias, rua Amador Bueno, rua São Paulo, rua Fernão Salles, avenida da Saudade, avenida Brasil, avenida Mogiana, avenida Dr. Oscar de Moura Lacerda, rotatória, avenida Luis Augusto Gomes de Matos, avenida Orestes Lopes de Camargo, Parque de Exposições.
Volta: Parque de Exposições - avenida Orestes Lopes de Camargo, avenida Milton Tapajós Roselino, avenida Thomaz Alberto Whately (pista centro-bairro), retorno junto à avenida Recife, avenida Thomaz Alberto Whately (pista bairro-centro), rotatória, avenida Brasil, avenida da Saudade, rua Saldanha Marinho, rua Florêncio de Abreu, avenida Jerônimo Gonçalves, retorno, avenida Jerônimo Gonçalves, Terminal Urbano / Plataforma A / Ponto 1.

Horários de partida
Local: Terminal Urbano / Plataforma A / Ponto 1
18h – 18h30 – 19h – 19h30 – 20h – 20h30 – 21h – 21h30 – 22h – 22h30 – 23h
Horários de retorno
A partir das 00h30

Pontos de embarque e desembarque
No Centro: Terminal Urbano / Plataforma A / Ponto 1 
Rua Duque de Caxias / Praça Carlos Gomes
No Parque de Exposições: Avenida Orestes Lopes de Camargo
As empresas operadoras deverão disponibilizar diariamente veículos extras para serem utilizados nas linhas noturnas “Corujão”, caso haja necessidade de suplementar o atual quadro de horários, para atender a demanda com destino aos bairros.

Fonte: Prefeitura de Ribeirão Preto


READ MORE - Transerp disponibiliza linhas de ônibus regulares e especiais para o Ribeirão Rodeo Music

Motoristas desrespeitam pistas exclusivas de ônibus em Campinas

Motoristas e motociclistas desrespeitam as faixas exclusivas para ônibus em Campinas, mesmo com a sinalização de solo indicando que os corredores são para o transporte coletivo.
“Eu já até derrubei passageiro no chão, porque tive que frear bruscamente”, disse o motorista Wagner Moraes.

O secretário de Transportes de Campinas, André Aranha Ribeiro, disse que a fiscalização existe e que no ano passado pelo menos 3,1 mil foram autuados. A multa para quem é flagrado é de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira de motorista. Em breve esta fiscalização deve ser eletrônica, segundo o secretário de transportes.
Fonte: G1 SP

READ MORE - Motoristas desrespeitam pistas exclusivas de ônibus em Campinas

Governo Federal anuncia pacote de R$ 30 bilhões para mobilidade urbana

A presidente Dilma Rousseff anuncia nesta terça-feira um pacote de aproximadamente R$ 30 bilhões para impulsionar obras de mobilidade urbana em 23 grandes cidades de 18 Estados.

O montante inclui verbas do Orçamento Geral da União, linhas de crédito de bancos públicos e financiamentos externos obtidos pelos Estados. Desse total, o governo desembolsará R$ 8 bilhões.

O anúncio será feito em cerimônia no Palácio do Planalto e faz parte da estratégia do governo de manter uma agenda positiva em meio às discussões da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investigará as ligações do suposto esquema ilegal de jogos de azar chefiado pelo empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, com agentes públicos e empresas.

Está incluída nessa estratégia do governo a viagem que a presidente fez hoje para Sergipe, onde participou da solenidade de assinatura de um contrato entre a Petrobras e a Vale para o arrendamento das reservas de potássio no Estado. Na avaliação do governo, o acordo entre as duas empresas permitirá uma redução da dependência brasileira da importação de fertilizantes.

Dilma realizou ainda uma reunião com governadores do Nordeste sobre as regiões afetadas pela seca. “Nós pretendemos não deixar que a seca devaste tudo o que conquistamos nos últimos anos de crescimento, de melhoria de vida, de condições de sobrevivência no semiárido nordestino”, discursou a presidente, em Aracaju.

Na quinta-feira, Dilma irá ao Rio de Janeiro para participar da solenidade de aniversário de um ano do plano Brasil Sem Miséria e da entrega de cartões de benefícios do Bolsa Família e do Renda Melhor – o programa de transferência de renda do governo fluminense. Na ocasião, deverá ser anunciada a expectativa do governo de que, no Rio de Janeiro, todas as famílias da classe E passarão a ser atendidas pelos programas de combate à miséria a partir de 2013.

Fonte: Valor online, Por Fernando Exman
READ MORE - Governo Federal anuncia pacote de R$ 30 bilhões para mobilidade urbana

Em São Paulo, Nova tecnologia vai permitir integração entre sistemas de semáforos e de ônibus

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) anunciou nesta segunda-feira (23) a implantação de uma tecnologia na cidade de São Paulo que vai permitir que o sistema de semáforos seja integrado a outros sistemas, por exemplo o de ônibus. O primeiro passo para isso, que começa a ser dado este ano, é a adoção de um padrão único de leitura de códigos de controladores, que permitirá a ampliação do número de empresas fornecedoras dos equipamentos.

De acordo com o secretário municipal de transportes, Marcelo Cardinale Branco, o custo dos controladores será reduzido, mas a principal vantagem da nova tecnologia é possibilitar a priorização das fases dos semáforos de acordo com o fluxo de passageiros nas vias. Atualmente, os semáforos inteligentes (que representam 25% do total de semáforo de SP) programam as aberturas de acordo com o número de veículos, mas ignoram que os ônibus representam um fluxo muito maior de pessoas.

— Vamos pegar como exemplo a avenida Santo Amaro que fica com os corredores lotados nos horários de pico. A ideia é que, nesses períodos, a CET diminua o tempo de abertura nas transversais, dando preferência à liberação do fluxo de ônibus.

O prazo para que isso aconteça, entretanto, ainda não está definido. A abertura de protocolos (linguagem do sistema), que foi desenvolvida no Brasil pela USP (Universidade de São Paulo), é apenas a primeira etapa para que as gestões dos serviços públicos sejam unificadas. De acordo com o diretor de sinalização da CET, Valter Vendramini, a tecnologia começou a ser implementada nos semáforos porque são eles que comunicam as decisões de trânsito para a população.

— Temos que começar fazendo com que os controladores se entendam. Depois, vamos criar um nível mais alto, que pode comunicar com o transporte público e de segurança urbana. Esses passos virão nos próximos anos.

Atualmente, apenas três empresas fornecem os equipamentos para a capital paulista por causa da restrição de protocolos. Segundo Vendramini, a tendência de abertura das linguagens é mundial. Em um fórum realizado na manhã desta segunda-feira na USP, especialistas em transporte da Inglaterra e dos Estados Unidos apresentaram as tecnologia que funiconam nesses países.

— Eles perceberam a necessidade de não ficar dependente de uma ou outra tecnologia. Então, eles criaram protocolos em seus países. O que estamos fazendo aqui através da USP? Criando uma tecnologia que une esses dois protocolos e qualquer empresa que tenha o produto poderá fornecer para nossa cidade.

Ainda de acordo com Vendramini, a experiência desse países mostra que o custo dos equipamentos caiu significativamente após a abertura daslinguagens.

Pedestres
A CET também lançou nesta segunda-feira uma nova etapa da campanha de proteção ao pedestre que vem sendo implementada pela prefeitura desde o ano passado. O vermelho piscante dos semáforos para pedestres terão seu tempo estendido. Eles não mais indicarão que a pessos tem que parar do outro lado da rua, mas que ele tem rempo suficiente para fazer a travessia.
De acordo com o órgão, os semáforos que apresentarem a mudança serão identificados com um adesivo de um boneco verde.

Fonte: R7.com

READ MORE - Em São Paulo, Nova tecnologia vai permitir integração entre sistemas de semáforos e de ônibus

Etufor prorroga prazo de validade da carteira estudantil

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) prorrogou o prazo de validade das carteiras estudantis 2011 por um mês. Os estudantes poderão pagar a metade da tarifa nos ônibus e vans da cidade até o dia 31 de maio.

De acordo com a Etufor, foram entregues este ano mais de 100 mil carteiras estudantis, porém, cerca de 200 mil alunos ainda necessitam fazer a solicitação. "Para não prejudicar esses alunos, a Etufor dará mais um tempo para que eles possam realizar o requerimento. O procedimento deve ser feito pela internet", informa o órgão.

Nova carteira
A partir do dia 1º de junho, só será aceita a carteira de estudante 2012. O documento estará desbloqueado automaticamente nesta  data, sem a necessidade do comparecimento do aluno à sede da Etufor.
 
Socilitação online
O procedimento de confecção e emissão das carteiras deve ser feito através do site das entidades estudantis ou na secretaria da própria instituição de ensino.

Após preencher os dados corretamente, o aluno deve imprimir o comprovante de solicitação, anexar a documentação exigida e entregá-lo na entidade, colégio ou universidade.

No caso dos estudantes de escolas e universidades particulares, será emitido também o boleto com as taxas de R$ 13,00 e R$ 15,00, respectivamente, para ser pago em agências lotéricas. A nova carteira só será entregue mediante confirmação da matrícula e pagamento do boleto.

A exemplo do que acontece todos os anos, alunos da rede pública receberão o documento gratuitamente, já que o mesmo será custeado pela Prefeitura Municipal de Fortaleza.


READ MORE - Etufor prorroga prazo de validade da carteira estudantil

Sem previsão de redução, tarifa dos executivos já é mais aceita em Manaus

Passados mais de cinco meses após o aumento da tarifa dos ônibus executivos em Manaus, de R$ 3 para R$ 4,20, a população dá sinais de que voltou a aderir ao transporte alternativo mesmo com o aumento considerável no preço da passagem.

O cenário é vantajoso para a Federação das Cooperativas de Transportes Executivos (Fecootran), que argumenta estar aguardando uma reunião com a Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) para tratar de uma redução na tarifa desde dezembro e até agora nada sequer foi agendado.
Segundo o presidente da Fecootran, Equias Sobrinho, a exoneração do ex-presidente da SMTU, Marcos Cavalcante, atrapalhou o processo de negociações com a prefeitura. “Conseguimos impugnar o caso no Tribunal do Estado. Foi o tempo em que o Cavalcante foi exonerado, então está parado. Estamos aguardando a Prefeitura”, informou.

Sobrinho disse que a intenção da federação é diminuir o valor da tarifa para até no máximo R$ 3. “A Prefeitura diz não querer essa redução, pois isso faria com que os executivos competissem com o transporte público comum”, explicou. A SMTU informou, por meio de sua assessoria, que não sabe de nenhum acordo com a Fecootran sobre futuras reuniões.

Equias Sobrinho disse não ter nenhum levantamento sobre o lucro dos ônibus executivos em 2012, mas defende que não houve grandes mudanças com relação aos primeiros momentos após o aumento da tarifa. Em dezembro de 2011, a Fecootran contabilizou queda de aproximadamente 57% do seu lucro líquido desde o aumento da passagem para R$ 4,20.

Motorista da linha 804 há um ano, Luiz Gonzaga revela que a aceitação da população pelo novo preço da passagem está aumentando. “Tem passageiro que só pega ônibus executivo e tem passageiro que só pega ônibus comum. Os executivos ajudam bastante a comunidade e aumentou muito o número de passageiros nos últimos meses”, constatou.

Alternativa ideal para evitar os transtornos e contratempos causados pelo transporte público comum, os ônibus executivos ainda são opção requisitada entre os manauaras. “É rápido, não lota e eu pego mesmo com o aumento. O ônibus normal, só nos fins de semana e quando não demora”, disse o pintor, Francisco Moreira, 45.

A estudante Rosa Ângela, 31, mantém a preferência pelos executivos porque alega não ter alternativa. “Geralmente, quando atraso para ir à faculdade, tenho que pegar o executivo, pois ele é mais rápido e vou sentada”, explicou.
Fonte: d24am.com

READ MORE - Sem previsão de redução, tarifa dos executivos já é mais aceita em Manaus

Em São Luís, Rodoviários realizam greve de advertência e deixam mais de 500 mil pessoas prejudicadas

Na manhã desta terça-feira (24), as paradas de ônibus de São Luís amanheceram vazias. O transporte alternativo, entretanto, lucra com a paralisação dos rodoviários. O Sindicato dos Rodoviários de São Luís foi notificado nesta segunda-feira (23), pela Gerência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/MA), para que cumpra a manutenção mínima de 30% do serviço de transporte coletivo durante a paralisação anunciada para esta terça-feira (24).

Foto: Douglas Juniro/Imirante

De acordo com a nota de utilidade pública enviada à imprensa, o órgão tomou a providência para que seja mantida a “essencialidade do serviço e aos possíveis danos causados aos consumidores”. Caso a determinação não seja cumprida, o Procon informou que a postura dos rodoviários poderá resultar na abertura de processo administrativo para apurar eventuais irregularidades cometidas.

Fonte: G1 Maranhão

READ MORE - Em São Luís, Rodoviários realizam greve de advertência e deixam mais de 500 mil pessoas prejudicadas

Sinal verde para construção do Metrô de Curitiba

O prefeito Luciano Bucci (PSB) viaja amanhã para Brasília, onde participa, às 10h30, do ato de assinatura, pela presidente Dilma Rousseff, da portaria que autoriza o início do processo das obras do metrô de Curitiba. Depois de quatro adiamentos, a portaria será assinada com uma variação no valor total do projeto, que era de R$ 2,2 bilhões e agora já está em R$ 2,33 bilhões.

A mudança mais significativa nos valores está nos recursos que serão arrecadados através de PPP (Parceria Público Privada), que eram de R$ 500 milhões e agora estão orçados em R$ 550 milhões.

O restante dos recursos será arrecadado da seguinte forma: R$ 1 bilhão do governo federal, repassados a fundo perdido; cerca de R$ 750 milhões em financiamentos, sendo R$ 450 milhões para a prefeitura de Curitiba e R$ 300 milhões para o estado do Paraná.

Com a assinatura da portaria e sua publicação no Diário Oficial da União, a prefeitura pode dar início ao processo de licitação das obras. A expectativa é de que ainda na primeira quinzena de maio seja publicado no Diário Oficial do Município o aviso de abertura do prazo de consulta pública e a minuto do edital de licitação.

Se os prazos forem mantidos, as obras devem começar em um prazo de sete meses. A prefeitura deve fazer uma licitação internacional para contratar as obras do metrô, que, apesar dos adiamentos, ainda tem o prazo para entrar em funcionamento mantido pelo município. De acordo com a previsão, o primeiro trecho, com 14,4 quilômetros, passará a funcionar em 2016.

Fonte: Band

READ MORE - Sinal verde para construção do Metrô de Curitiba

Dilma assina PAC da mobilidade urbana para o Recife nesta terça-feira

O prefeito do Recife, João da Costa, viaja nesta terça-feira, para Brasília, para participar do lançamento do PAC da Mobilidade Urbana, a ser lançado pela presidente Dilma.

O PAC da Mobilidade vai priorizar as obras de transporte que facilitem a circulação de torcedores e turistas durante a Copa. Projetos de transporte coletivo que interliguem estádios, hotéis, aeroportos, rodoviárias e portos.

O PAC da Mobilidade prevê um investimento de R$ 2.4 bilhões no Recife, dos quais R$ 1.8 bilhão podem ser aplicados nos corredores do transporte coletivo.

Esse montante não inclui as previsões para os corredores fluviais e os projetos específicos como passarelas, teleféricos e elevadores nas áreas de morro, que fazem parte de planos da PCR. Só o modal fluvial, segundo a previsão, seria de mais R$ 600 milhões. Um cálculo para a implantação da infraestrutura dos eixos viários e corredores do transporte coletivo e suas conexões (Sistema Estrutural Integrado, SEI), que correspondem a 20% da infraestrutura viária da cidade, concluiu que representará um custo de R$ 6 bilhões.

Fonte: Blog de Jamildo

READ MORE - Dilma assina PAC da mobilidade urbana para o Recife nesta terça-feira

PAC Mobilidade vai investir R$ 336 milhões no Estado da Paraíba

O governador Ricardo Coutinho participará nesta terça-feira (24), em Brasília, ao lado da presidente da República, Dilma Rousseff, da solenidade de liberação de recursos para as obras do PAC Mobilidade Grandes Cidades. A Paraíba será contemplada com R$ 336 milhões para execução de projetos que serão realizados em parceria com o Estado e a Prefeitura Municipal de João Pessoa. Na oportunidade, o governador e o prefeito Luciano Agra assinarão contratos com o Governo federal para execução de obras no sistema de transporte público do Estado.

O PAC Mobilidade Grandes Cidades, que integra a segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), tem como objetivo requalificar e implantar sistemas de transporte público coletivo, com maior capacidade. O Governo Federal, por meio do Ministério das Cidades, investirá R$ 18 bilhões em 24 municípios. A capital da Paraíba foi incluída no grupo três, que envolve cidades de 700 mil a um milhão de habitantes.


Na Paraíba, o PAC Mobilidade Grandes Cidades vai contemplar, além de João Pessoa, os municípios de Bayeux, Santa Rita e Cabedelo, beneficiando 600 mil pessoas. A melhoria do sistema de transporte público será desenvolvida da seguinte forma: o Governo do Estado será responsável pela implantação do Sistema VLT (Veículo Leve sobre Trilho) Metropolitano de João Pessoa com a construção de corredores e viadutos (inclui dois viadutos na obra do VLT, o corredor 2 de Fevereiro e um viaduto nesse corredor e o Terminal de Integração no Centro).

O Governo Municipal vai construir a Rede Integrada de Corredores de Transporte Público, que liga o sistema BRT (Bus Rapid Transit) com terminais de ponta, e vai de Cruz das Armas às Avenidas D. Pedro II e I, incluindo um corredor exclusivo da Epitácio Pessoa ao Terminal de Integração no Centro.

Conforme o secretário executivo de obras do PAC, Ricardo Barbosa, o governo vai implantar melhorias estruturais e operacionais para a requalificação do sistema sobre trilhos da Grande João Pessoa. Além das obras de modernização e aumento de capacidade de transporte do sistema ferroviário, haverá também a modernização do Sistema de Controle Operacional e Sinalização, que prevê intervenções para a implantação do VLT entre os municípios de Cabedelo e Santa Rita, com a recuperação do trecho de 28 km de ciclovias no percurso.

Fonte: PB Agora

READ MORE - PAC Mobilidade vai investir R$ 336 milhões no Estado da Paraíba

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960