Curitiba monitora transporte e trânsito em tempo real

quarta-feira, 11 de abril de 2012

O prefeito Luciano Ducci apresentou na manhã desta terça-feira (10) o Centro de Controle Operacional (CCO) que dá início à implantação do Sistema Integrado de Mobilidade (SIM) de Curitiba.

O novo Centro, um dos mais modernos do país, instalado na Urbs, reúne técnicos, fiscais, agentes e operadores do transporte coletivo e do trânsito que vão acompanhar em tempo real o que acontece nos ônibus e nas ruas, formando um núcleo de comando on line com comunicação direta com motoristas de ônibus e do trânsito em geral.

Os operadores do CCO dispõem de um painel de 7,20m por 1,80m, formado por 21 telas de LCD de 46 polegadas onde são projetadas as imagens captadas por câmeras de circuito fechado de televisão (CFTV), instaladas em pontos chave; e de bancadas individuais com duas telas de computador, o que permite ações simultâneas, como receber e enviar mensagens, seja para os painéis de trânsito instalados nas ruas, seja para controladores de semáforos ou para motoristas do transporte coletivo através de computadores de bordo já instalados em todos os ônibus da frota operante e de reserva, num total de 2,3 mil veículos.

"Este é o começo do começo, o início de um processo de transformação na área da mobilidade urbana. Curitiba está entrando em um novo patamar e terá avanços importantes a partir deste Centro de Operações", destacou. Ducci disse que o processo iniciado com a implantação do CCO colocará Curitiba em um novo patamar na mobilidade urbana.

"É um processo em andamento e por isso fiz questão de apresentá-lo no seu início, para que a cidade possa acompanhar desde agora os avanços que vão acontecer na sequência". O funcionamento do Centro de Controle Operacional, afirmou, é um passo decisivo na modernização da cidade que passa a contar com tecnologia de ponta na gestão da mobilidade urbana.

O presidente da Urbs, Marcos Isfer, detalhou o funcionamento do Centro de Controle Operacional e destacou a importância deste processo no dia a dia dos curitibanos. "Trabalhamos todos para termos uma cidade cada vez melhor, como o sr. pediu", disse Isfer, destacando que o CCO vai ajudar o usuário do transporte coletivo e o trânsito da cidade. "O monitoramento em tempo real do trânsito e do transporte será fundamental no planejamento e na melhoria da mbilidade em Curitiba", disse, detalhando o funcionamento e os benefícios do novo CCO.

TRANSPORTE - Computadores de bordo, GPS e equipamentos acoplados à parte elétrica dos ônibus permitem que operadores e fiscais do transporte saibam em tempo real a situação de cada ônibus – em que ponto do trajeto ele se encontra, se está no horário, se parou fora do ponto e em quanto tempo chegará à próxima parada.

Nos terminais, o usuário também será informado, em painéis luminosos no próprio ponto de parada, do tempo previsto para a chegada do próximo ônibus. Este sistema está em teste nos terminais Pinheirinho e Cabral e a previsão é que esteja em todos os pontos de todos os terminais até o fim deste ano.

Todas as ações e a movimentação dos ônibus geram relatórios que vão ajudar no planejamento permitindo também readequar a operação do transporte coletivo a qualquer momento.

Através de um console, instalado no painel do ônibus cujo acesso só é possível com o ônibus parado, o motorista poderá acionar o Centro de Controle e receber orientação do operador em casos de alteração de rota, readequação de horário e paradas não previstas, por exemplo.

O Controle Operacional do transporte é feito a partir de informações dos fiscais da Urbs que agora passam a contar com uma ferramenta decisiva que é o monitoramento em tempo real. Neste primeiro momento, o monitoramento é feito nas linhas expressas – biarticulados que só circulam nas canaletas – e a previsão é incluir todas as 355 linhas até o fim do ano.

TRÂNSITO - O primeiro trecho da cidade monitorado pelo CCO será o anel viário – um conjunto de ruas que permite deslocamento em mão única entre os bairros sem passar pela área central da cidade.

Cinco câmeras – serão 21 até junho – captam imagens permitindo monitoramento do trânsito. Três painéis – serão 14 até junho – vão orientar os motoristas sobre as condições de tráfego à frente, avisando por exemplo, em casos de congestionamentos e sugerindo vias alternativas.

O CCO também agiliza a chamada de socorro quando necessário em casos de acidentes, e permite uma análise permanente das condições de tráfego auxiliando no planejamento de obras e do trânsito.

No CCO também funciona a Central de Tráfego em Área (CTA), responsável pelo monitoramento e intervenções nos semáforos. No caso do anel viário serão 190 semáforos no sistema auto-adaptativo que abrem e fecham de acordo com o volume do tráfego, evitando que o motorista fique parado quando não há trânsito na transversal. Esse sistema será implantado gradativamente com softwares que serão desenvolvidos a partir da leitura do volume de tráfego do anel viário. Com o CCO, além do aviso de que há algum problema em semáforo os técnicos terão também a imagem do local, facilitando e agilizando a solução do problema. Em geral, problemas em semáforos são provocados por acidentes, tempestades, queda de energia, etc.

O CCO entrou em funcionamento com cinco câmeras e três painéis de trânsito. As câmeras estão instaladas nos cruzamentos das ruas e avenidas Ubadino do Amaral com Visconde de Guarapuava; Campos Sales com Augusto Severo; Vicente Machado com Brigadeiro Franco; Brigadeiro Franco com Padre Agostinho; e Lisymaco Ferreira da Costa com Cândido de Abreu.

Os painéis de trânsito estão nas ruas Desembargador Motta (perto da Padre Agostinho); Brigadeiro Franco (entre a Chile e a Baltazar Carrasco dos Reis); e Mauá (perto da Barão de Guaraúna).

SIM - A entrada em funcionamento do CCO é um passo decisivo para a implantação do Sistema Integrado de Mobilidade e significa que a fase de definição de tecnologias, equipamentos e desevolvimento de sistemas já foi vencida. Até 2014, o CCO vai atuar com 711 câmeras e 80 painéis de trânsito, além de 694 painéis de informação aos usuários do transporte coletivo, instalados em todos os pontos de ônibus nos terminais e na estações tubo.Fazem parte do SIM, também, o dispositivo que dá prioridade à passagem dos Ligeirão nas canaletas e o carregamento do cartão transporte diretamente na catraca dos ônibus, terminais e estações tubo, sem necessidade de carregar o cartão em validadores que ficavam nos terminais, sujeitos à ação de vândalos.

Operação integrada – O controle operaciona integrado de trânsito e transporte é um dos diferenciais de Curitiba em relação a outros centros operacionais existentes no país.

Conheça como funciona o CCO:

Câmeras - Instaladas em pontos estratégicos, em postes de até 15 metros de altura, câmeras de circuito fechado de televisão (CFTV), com zoom de até 36 vezes a imagem real, registram o que acontece nas ruas. Atualmente 21 câmeras estão instaladas cobrindo os 25 quilômetros do anel viário. Cinco câmeras estão em operação e outras 16 serão ligadas até junho. O Sistema Integrado de Mobilidade, monitorado pelo CCO, prevê 711 câmeras até junho de 2014.

Telão - As imagens captadas pelas câmeras são acompanhadas no CCO em um telão de 7,20 m por 1,80m, formado por 21 telas de LCD de 46 polegadas e em telas individuais dos operadores que têm comunicação on line com o trânsito, através de painéis e com o transporte, através de computadores de bordo já instalados em todos os ônibus.
Computador de bordo

 
Um dispositivo acoplado na parte mecânica do ônibus, GPS e computador de bordo registram informações variadas, como velocidade, trajeto, localização e paradas feitas pelos ônibus, acompanhadas em tempo real no CCO. Com o ônibus parado, o motorista também tem possibilidade de comunicação direta com o CCO e é avisado quando há mensagem - que ele só vai ler com o ônibus parado. Em casos de emergência, o motorista pode emitir um alerta imediato ao CCO. As informações emitidas ficam registradas em relatórios que são uma importante ferramenta no planejamento e operação do transporte coletivo.
Painéis do Transporte - horário on line
Como o sistema permite acompanhamento em tempo real da localização de cada ônibus, o usuário terá acesso à informação - nas estações tubo e terminais – do tempo previsto até a próxima parada, tempo de espera ou qualquer alteração de rota ou horário. A previsão é que até o fim do ano sejam instalados em todos os terminais e estações tubo,694 painéis de informação ao usuário do transporte
Painéis de trânsito
Instalados em pontos estratégicos, os painéis vão informar ao motorista que está em trânsito, as condições da via – por exemplo, se há acidente, obstáculo na pista

Infovia

A comuncação entre os diferentes equipamentos que compõem o CCO é feita por uma rede subterrânea de fibra ótica, implantada inicialmente nos 25 quilômetros do anel viário.

Semáforos adaptativos 

Sistema composto por controladores semafóricos, detectores veiculares, rede e concentradores de comunicação com capacidade para transmissão de dados, vai permitir a implantação dos chamados semáforos adaptativos – que abrem ou fecham de acordo com o volume de tráfego.

Fonte: URBS

READ MORE - Curitiba monitora transporte e trânsito em tempo real

No Recife, Itinerário de ônibus é invertido no centro da cidade

O itinerário da linha de ônibus 122*Vila da Sudenne foi alterado nesta semana, a linha que antes atendia primeiro a Avenida Agamenom Magalhães teve seu percurso invertido, agora em vez de ele entrar pelo cabangá, a linha passa a atender ao Cais de Santa Rita, 1º de Março, Av. Conde da Boa Vista e depois a Avenida Agamenom Magalhães.
Essa mudança coincide com a retirada das linhas de ônibus do Jordão da Conde da Boa Vista, na qual devido a inauguração do TI Aeroporto, estas linhas deixaram de ir ao centro da cidade fazendo retorno no proprio terminal.
Blog Meu Transporte

READ MORE - No Recife, Itinerário de ônibus é invertido no centro da cidade

São Paulo: Informativo de mudanças SPtrans

SPTrans altera linha 2182/10 na zona Norte
A SPTrans informa que a partir de 14 de abril  altera as característica operacional da linha 2182/10 Jd Brasil - Pça do Correio, que deixa de ser circular com a implantação de ponto final no Terminal Correio.

Linhas e itinerários:

2182/10 Jd. Brasil – Pça. do Correio.
Ida: Pça. Erotides de Campos, Av. Mendes da Rocha, Pça. Carlos Koseritz, Rua Alonso Peres, Av. João Simão de Castro, Pça. Lourenco Bellis, Av. Milton da Rocha, Pça. Angelo Conti, Av. Prof. Castro Junior, Pça. João de Oliveira, Av. Conceição, Av. das Cerejeiras, Pq. Oyeno, Av. das Cerejeiras, Pça. Nippon, Av. das Cerejeiras, Rua Araritaguaba, Av. Guilherme Cotching, Pte. Pres. Janio Quadros, Av. Guilherme Cotching, Rua Juvenal Gomes Coimbra, Av. Ariston de Azevedo, Rua Catumbi, Pça. Gen. Humberto Souza Mello, Rua Marcos Arruda, Av. Celso Garcia, Av. Rangel Pestana, Lgo. da Concórdia, Viad. Gasometro, Rua do Gasometro, Av. Mercurio, Av. Sen. Queiros, Pça. Alfredo Issa, Av. Casper Libero, Lgo. Sta. Ifigenia, Rua do Seminário, Pca. Pedro Lessa e Terminal Correio,

Volta: Terminal Correio, Rua Brig. Tobias, Rua. Cap. Mor Jeronimo Leitão, Av. Prestes Maia, Terminal Correio, Ac. Retorno Sobre Tunel Papa João Paulo II, Av. Prestes Maia, Rua Washington Luis, Rua Paula Sousa, Rua da Cantareira, Rua Cav. Basilio Jafet, Rua Gen. Carneiro, Pq. D. Pedro II, Av. do Exterior, Viad. Vinte e Cinco de Março, Av. Rangel Pestana, Viad. Mto. Alberto Marino, Av. Rangel Pestana, Av. Celso Garcia, Rua S. Leopoldo, Rua Dr. Ubaldino do Amaral, Rua Saldanha Marinho, Rua Catumbi, Rua Jequitinhonha, Av. Guilherme Cotching, Pte. Pres. Janio Quadros, Av. Guilherme Cotching, Rua Araritaguaba, Av. das Cerejeiras, Pça. Nippon, Av. Das Cerejeiras Pq. Oyeno Av. Das Cerejeiras Av. Prof. Castro Junior Pca. João de Oliveira, Av. Prof. Castro Junior, Pça. Angelo Conti, Av. Milton da Rocha, Pca. Lourenco Bellis, Av. João Simão de Castro, Rua Alonso Peres Pça. Carlos Koseritz, Av. Mendes da Rocha e Pça. Erotides de Campos.

Linha 2161/10 do Pq. Edu Chaves terá ponto final na Praça do CorreioA SPTrans informa que a partir de 14 de abril  altera as característica operacional da linha 2161/10 Pq Edu Chaves - Pça do Correio, de circular para radial com a implantação de ponto final no  Terminal Correio e operando com uma frota de 12 veículos dia/útil/pico.

Linhas e itinerários

2161/10 Pq. Edu Chaves – Pça. do Correio.
Ida: Rua Cap. Alcock, Rua Cap. Rubens, Av. Edu Chaves, Av. Roland Garros, Av. Gustavo Adolfo, Av. Nsa. Sra. do Loreto, Rua Rev. Israel Vieira Ferreira, Rua Eurico Sodré, Rua Francisco Medeiros Jordão, Av. Conceição Rua Tupirama,  Rua Pe. Saboia de Medeiros, Pça. Marcelino Machado, Rua Pe. Saboia de Medeiros, Pça. Maria Montessori, Av. Alberto Byington, Pça. Joaquim José da Nova, Rua Simão Borges, Rua do Imperador, Rua Araritaguaba, Av. Guilherme Cotching, Pte. Pres. Janio Quadros, Av. Guilherme Cotching, Rua Juvenal Gomes Coimbra, Av. Ariston de Azevedo Rua Catumbi, Pça. Gen. Humberto Souza Mello, Rua Marcos Arruda Rua Cachoeira, Rua Silva Teles Rua João Teodoro, Rua Br. de Ladário, Lgo. da Concórdia, Viad. Gasometro, Rua do Gasometro, Av. Mercúrio, Av. Sen. Queiros, Pca. Alfredo Issa, Av. Casper Libero, Lgo. Sta. Ifigenia, Rua do Seminário, Pca. Pedro Lessa e Terminal Correio.

Volta: Terminal Correio, Rua Brig. Tobias, Rua Cap.Mor Jeronimo Leitão, Av. Prestes Maia, Terminal Correio Ac. retorno sobre túnel Papa João Paulo II, Av. Prestes Maia,  Rua Washington Luis, Rua Paula Sousa, Rua da Cantareira, Rua Cav. Basilio Jafet, Rua Gen. Carneiro, Pq. D. Pedro II, Av. do Exterior, Viad. Vinte e Cinco de Março, Av. Rangel Pestana, Viad. Mto. Alberto Marino, Av. Rangel Pestana, Lgo. da Concórdia, Rua Miller, Rua Oriente, Rua Maria Joaquina, Rua Bresser, Rua Alm. Barroso, Rua João Boemer, Rua Sta. Rita, Rua Paulo Andrighetti, Pça. Gen. Humberto Souza Mello, Rua Jequitinhonha, Av. Guilherme Cotching, Pte. Pres. Janio Quadros, Av. Guilherme Cotching, Rua Araritaguaba, Rua do Imperador, Rua Simão Borges, Pça. Joaquim José da Nova, Av. Alberto Byington, Pça. Maria Montessori, Rua Pe. Saboia de Medeiros, Pca. Marcelino Machado, Rua Pe. Saboia de Medeiros, Rua Tupirama, Av. Conceição, Rua Francisco Medeiros Jordão, Rua Eurico Sodré, Rua Rev. Israel Vieira Ferreira, Av. Nsa. Sra. do Loreto, Av. Gustavo Adolfo, Av. Roland Garros, Av. Carlos dos Santos  e Rua Cap. Alcock.

SPTrans altera ponto final da linha 2290-41 Vila Formosa - Terminal Princesa IsabelA SPTrans informa que a partir de 14 de abril, a linha 2290/41 Jd Vila Formosa - Terminal Princesa Isabel passa a fazer ponto final no Terminal Pq D.Pedro II, passando a ter a denominação  2290/41 Jd Vila Formosa - Terminal Pq Dom Pedro II. Os usuários que desejarem seguir para a região do Terminal Princesa Isabel, tem como opção as linhas 2001/10 Terminal Amaral Gurgel - Terminal Pq Dom Pedro II e a linha 9300/10 Terminal Casa Verde - Terminal Pq Dom Pedro II.

Itinerário:
Sentido Ida:
Av. Rio Paris, Av. Carneiro Ribeiro, Av. João XXIII, Av. Rio das Pedras, Av. Dezenove de Janeiro, Term. Vila Carrão, Av. Dezenove de Janeiro, Av. Cons. Carrão, Viad. Cons. Carrão, R. Antonio de Barros, Av. Celso Garcia, Av. Rangel Pestana, Lgo. da Concórdia, Viad. Gasômetro, R. do Gasômetro, Viad. Diário Popular, Acesso, Term. Parque Dom Pedro II.

SPTrans altera número de linha semi-expressaA SPTrans informa que a partir do dia 16 de abril a linha Jd Imperador - Metrô Belém ( semi-expressa) que circula pela Av. Abel Ferreira,  passa a ter o número 3746/31, sem alteração do horário das partidas e de itinerário.
Itinerário
Ida: Pça Catas Altas, Av. Luís Pires de Minas, Av. Barreira Grande, Av. Sapopemba, Rua Hamilton Prado, Av. Ver. Abel Ferreira, Av. Regente Feijó, Av. Álvaro Ramos, Term. Metrô Belém (Lado Sul).
Volta: Term. Metrô Belém (Lado Sul), Rua Silva Jardim, Rua Taquarí, Rua Siqueira Bueno, Rua Serra da Bocaína, Av. Álvaro Ramos, Rua Marechal Barbacena, Rua Guapeva, Acesso a, Av. Ver. Abel Ferreira, Av. Renata, Rua Planeta, Av. Sapopemba, Av. Barreira Grande, Av. Luís Pires de Minas, Pça. Catas Altas, Rua Cachoeira do Campo e Pça. Catas Altas.

Partidas:
Ida:  06:12, 06:18, 06:30, 06:40, 06:48, 06:56, 07:07, 07:20 e 07:43.
Volta: 16:05, 16:18, 16:29, 16:42, 16:55, 17:10, 17:27, 17:44, 18:05, 18:18, 18:29 e 18:41.

Assessoria de Imprensa – SPTrans

READ MORE - São Paulo: Informativo de mudanças SPtrans

Novos ônibus são entregues em Rio Grande

Ocorreu na manhã desta terça-feira, 10, no Largo Engenheiro João Moreira, em frente a Prefeitura, a apresentação por parte do Consórcio Rio Grande formado pelas empresas Viação Noiva do Mar e Cotista, a apresentação de ônibus que serão utilizados no transporte coletivo urbano do Município.
O evento contou com a presença da secretária municipal da Segurança, dos Transportes e Trânsito (SMSTT), Rúbia Mara Rodrigues; do secretário municipal de Obras e Viação (SMOV), Deloy Ribeiro; da Procuradora do Município, Stela Simões; do vereador Charles Saraiva; além de diretores das empresas que formam o Consórcio Rio Grande.

A Viação Noiva do Mar adquiriu seis ônibus novos, cada um com capacidade de atendimento de 41 passageiros sentados, carroceria da Camil, chassi da Volkswagen, caixa semi-automatizada, com poltrona para obeso, GPS, monitoramento de frota, elevador para cadeirantes e vidros fumes.
"É uma renovação de frota do sub-sistema do Parque Marinha que atende as linhas que passam no bairro", afirmou o gerente geral da Viação Noiva do Mar, Eduardo Freitas. Em 2011, a Viação Noiva do Mar adquiriu 101 ônibus novos.

Já a Cotista, adquiriu oito novos ônibus com capacidade de 44 lugares. Os veículos possuem GPS, bilhetagem eletrônica, sendo o chassi da Volkswagen e a carroceria da Mascarello. Os carros estão equipados ainda com o sistema de acessibilidade e banco para obeso. Esses veículos estarão atendendo Cohab IV, Carreiros, Castelo, Cidade de Águeda, Santa Rosa e Barra.
Ao todo, a empresa dispõe de uma frota de 26 ônibus. "Estamos cumprindo e respeitando as metas da renovação de frota, qualificando o atendimento ao usuário", frisou Alexandre Lima, gerente administrativo da Cotista. A titular da SMSTT, Rúbia Mara Rodrigues, destacou que a complementação da frota do consórcio faz parte das cláusulas do processo licitatório.
O prefeito Fábio Branco enfatizou que um maior número de veículos e a renovação da frota qualifica o sistema de atendimento. "Com a frota renovada, é a comunidade do Rio Grande que ganha em qualidade", concluiu o prefeito.

Informações da Prefeitura

READ MORE - Novos ônibus são entregues em Rio Grande

Licitação da Linha 2 do metrô de Salvador sai em maio

A ministra chefe da Casa Civil, Miriam Belchior, fez questão de lembrar nesta segunda-feira (09) que a presidente Dilma Roussef está atenta à construção da Linha 2 do metrô de Salvador (que ligará o Aeroporto ao Acesso Norte). “É um sonho antigo da Bahia, que vai se realizar”, prometeu. Questionado sobre prazos, o governador Jaques Wagner respondeu que a responsabilidade agora está com o governo estadual e a prefeitura.

Wagner prometeu que até maio deverá liberar o edital para licitação da Linha 2 e que, depois de 60 dias, as obras já deverão começar. “Creio que se em maio conseguirmos fazer a licitação, em 2014 teremos todas as condições de operar o metrô”, disse.

Questionada sobre o pedido de recursos feito pela prefeitura para colocar os seis quilômetros de metrô que estão prontos para funcionar, a ministra deu a entender que, como está, não vê viabilidade na obra. “Acredito que precisamos ter uma solução coletiva para o metrô de Salvador. No momento em que o governo federal resolveu apoiar o trecho 2 foi exatamente nesta visão de que precisávamos de uma linha maior para dar viabilidade comercial. E agora estamos aguardando uma proposta do governador e da prefeitura para analisar isso. Nos parece, em princípio, que precisamos completar o metrô todo, para que valha a pena esta operação”, declarou a ministra.

Wagner reforçou que o ideal seria rodar o metrô quando este estiver totalmente pronto, ou seja, com 12 quilômetros e não apenas os seis quilômetros atuais. “Se a demanda (de passageiros) for muito pequena, teremos que aportar muito dinheiro. Eu entendo que, até pela pressão política, há uma vontade do município de ver o metrô rodando. Mas seria mais próprio rodar quando estiver integrado à Linha 2”, concluiu.

Fonte: Correio 24 Horas

READ MORE - Licitação da Linha 2 do metrô de Salvador sai em maio

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960