Brasília ganha o primeiro corredor para ônibus

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Previstos para novembro, os corredores exclusivos para ônibus começam a ser demarcados pelo DFtrans na Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB). A partir de terça-feira (27), as faixas da direita dos dois sentidos da via ficarão livres apenas para o tráfego de transporte público coletivo. Veículos particulares ficam proibidos de transitar nelas. A medida visa dar mais fluidez ao trânsito, beneficiando 415 mil habitantes.
Foto: Andressa Anholete / 247


Escolhida por ser a via com maior fluxo de passageiros por ônibus, a EPNB – que hoje conta com três faixas de rolamento – será a primeira das sete vias a serem divididas. Em oito quilômetros, duas faixas ficarão liberadas para carros particulares, táxis, motos e caminhões. Na pista da direita, somente ônibus, e o acostamento permanece com trânsito proibido. O sistema funcionará 24 horas por dia.

Uma faixa branca de 25 centímetros de largura pintada ao chão separa as pistas. Os veículos devem respeitar a sinalização horizontal e só usar a faixa exclusiva onde a demarcação estiver seccionada. Os motoristas terão um limite de 100 metros para usar esses pontos se precisarem entrar nos acessos ou retornos.

Câmeras de monitoramento também estão sendo instaladas para fiscalizar as vias. São elas que vão tentar inibir os carros particulares de invadirem a via a destinada a ônibus. Os fiscais estarão observando o trânsito de uma central de monitoramento no DFtrans. De lá, se algum motorista entrar no percurso, os fiscais acionam uma viatura da polícia militar que deve ficar próxima à região para multar o condutor. A fiscalização, no entanto, não deve ocorrer nesse primeiro momento. Ficará para o ano que vem.

Diretor do DFTrans, Marco Antonio Campanella, pretende, em princípio, educar os motoristas. Ele não soube informar quando o DFTrans começará a punir os condutores infratores. “Serão entregues folhetos educativos aos motoristas orientando-os a seguirem as novas sinalizações”, afirmou. Nos trechos onde a velocidade da via for de 80km/h, haverá redução para 60 km/h nos corredores.

Com a medida, Campanella espera reduzir em 20 minutos o tempo de viagem de ida e volta do passageiro no ônibus. “Por semana, será uma economia de tempo de 1h40min fora do trânsito”, explica.

Para instalar o sistema, o DFTrans mapeou o perfil do tráfego na via. A maioria dos veículos que passam pela EPNB são particulares (94,26%); ônibus representam 5,74% do total. Mas os coletivos são responsáveis por transportar 70,31% dos passageiros. “Uma vez enfileirados, a área ocupada pelos automóveis na EPNB seria de 286.020 m², seis vezes mais que a dos ônibus (44.820 m²)”, explica Campanella.

As medidas vão atender moradores da Candangolândia, Samambaia, Recanto das Emas, Riacho Fundo I e II e Núcleo Bandeirante, além dos passageiros e motoristas de Taguatinga Sul, Park Way, Arniqueiras e Águas Claras. Apontada pelos especialistas do DFTrans como o eixo com maior fluxo de passageiros em ônibus, a EPNB é a primeira a receber os corredores exclusivos. Outras sete vias estão listadas para passarem pela intervenção viária.

Saiba quais vias receberão corredores exclusivos para ônibus:
1- BR-020, entre Sobradinho I e a entrada da Ponte do Bragueto (dois sentidos).
2- BR-040, entre o Viaduto de Santa Maria e o Viaduto da Candangolandia (dois sentidos).
3- Eixo Monumental, entre o Cruzeiro Velho e a Rodoviária do Plano Piloto (dois sentidos).
4- Hélio Prates, entre o Centro/Feira de Ceilândia e o antigo Buritinga (dois sentidos).
5- DF-085, entre o Estádio e até o Centro de Taguatinga.
6- Via Estrutural, entre a Cidade do Automóvel e a entrada do Viaduto Ayrton Senna (pico da manhã).
7- Via Estrutural, entre o Posto do Batalhão da Polícia Militar de Trânsito e o Viaduto do Pistão Norte (pico da tarde).


READ MORE - Brasília ganha o primeiro corredor para ônibus

São Paulo: Terminais Lapa e Mercado terão terão distribuição gratuita de livros

Os usuários que passam pelos terminais Lapa e Mercado terão à sua disposição livros gratuitos distribuídos pelo programa De Mão Em Mão, lançado hoje pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com a Fundação Editora Unesp e apoio da SPTrans.

O programa é inspirado na iniciativa Libros al viento, iniciada em 2004 em Bogotá, na Colômbia. A proposta destas ações é que os livros circulem de mão em mão, isto é, que as pessoas compartilhem os livros retirados com outros leitores, criando uma rede informal de divulgação.

Após a leitura, as obras podem ser devolvidas nos próprios quiosques, a qualquer tempo, possibilitando o compartilhamento com outros leitores. Neste caso, funciona como um empréstimo, com a diferença de que não há controle formal de entrega e devolução. Cada pessoa poderá retirar um único exemplar.

Nesta primeira fase experimental, 20 mil exemplares de “Missa do Galo e outros Contos”, de Machado de Assis, serão distribuídos nos terminais de ônibus Mercado, na região central, e Lapa, na zona oeste. Os quiosques do programa funcionarão a partir de amanhã (22) , todos os dias da semana, das 10h às 20h, com exceção dos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1º de janeiro. Atualmente, 72 mil pessoas passam diariamente pelo Terminal Lapa e 33 mil pelo Terminal Mercado.

Cada exemplar, além do texto literário, conta também com uma lista de endereços de bibliotecas municipais, pontos de leitura, bosques de leitura e ônibus-biblioteca, divulgando os serviços municipais de cultura.

Fonte: SPTrans
READ MORE - São Paulo: Terminais Lapa e Mercado terão terão distribuição gratuita de livros

Em Brasília, Metroviários decidem manter greve e os problemas com o metrô continuam

O Sindicato dos Metroviários do DF (Sindmetrô-DF) decidiu manter a greve por falta de acordos com a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal, responsável pelo funcionamento do metrô. A decisão foi tomada após assembléia realizada na segunda-feira (19/12), na Praça do Relógio (Taguatinga).

Segundo o diretor de comunicação do sindicato, Anderson Pena de Oliveira, não houve proposta por parte da Companhia e os metroviários foram ameaçados de terem os pontos descontados pelos dias que não foram trabalhados. "A greve começou no dia sete, já chegamos no dia 20 e até agora eles não mostraram interesse em fazer acordo. Isso quer dizer que você (Metropolitano) não se importa com os funcionários, a greve e nem com a população", reclamou.
A Metropolitano confirmou, na manhã desta terça-feira (20), que vai cortar o ponto dos grevistas.

Greve
A categoria decidiu parar por tempo indeterminado em assembléia realizada na quarta-feira (7/12). Os metroviários reivindicam o cumprimento do acordo coletivo e melhorias dos benefícios. A categoria afirma que não tem gratificações e reclama que recebe benefícios menores que os de outras empresas públicas do DF. “A greve poderia ter acabado hoje (ontem), mas sem acordo, permanece por tempo indeterminado”, avisou.

Nesta quarta-feira (21) outra assembleia será realizada na Praça do Relógio às 20h.




READ MORE - Em Brasília, Metroviários decidem manter greve e os problemas com o metrô continuam

Curitiba lança edital de viaduto estaiado e outras três obras da Copa

Quadro grandes obras de infraestrutura e mobilidade urbana de Curitiba tiveram suas licitações autorizadas no último sábado (17). A construção do viaduto estaiado e da trincheira da rua Guabirotuba, a reconstrução e ampliação do terminal Santa Cândida e a implantação do Sistema Integrado de Mobilidade fazem parte do pacote de obras para a Copa do Mundo da Fifa 2014 e custarão juntas R$ 181 milhões.

Os editais de licitação, agora autorizados, devem ser publicados até sexta-feira no Diário Oficial de Curitiba. Os projetos serão pagos pelo Programa de Aceleração do Crescimento Copa e pela prefeitura.


Também no sábado foi sancionada a lei que cria a Operação Urbana Consorciada Linha Verde, que pretende transformar o perfil urbano do eixo viário que vai desde o Contorno Sul até o Atuba. A expectativa da prefeitura é captar R$ 1,5 bilhão por meio da venda dos Certificados de Potencial Adicional de Construção (Cepacs). A estimativa, no entanto, é que o valor possa chegar a R$ 3 bilhões.
Hoje Curitiba já tem sete obras em andamento para a Copa, com investimento de R$ 143 milhões, com recursos próprios, do Banco Interamericano de Desenvolvimento, da Agência Francesa e do Governo do Estado do Paraná.

Obras
Serão investidos R$ 95,8 milhões na construção do Viaduto Estaiado, que integra o pacote de obras do Corredor Aeroporto-Rodoferroviária. O viaduto será suspenso por cabos de aço e será construído na confluência das avenidas Comendador Franco (avenida das Torres) com a Coronel Francisco H. dos Santos. Sua extensão será de 129 m, com quatro pistas de rolagem, suspensas por 21 cabos de aço ancorados em um pilar de 74 m de altura.

Quando pronto, o viaduto estaiado sob a perspectiva de quem passará por baixo dele terá 6 m de altura, desde a base do asfalto até o tabuleiro. Serão mais 68 m de altura de quem o olha sob a ótica desde as quatro pistas do viaduto até o topo do pilar que ancora os cabos de sustentação.

A trincheira da rua Guabirotuba  terá investimento de R$ 13,7 milhões e tem como objetivo dar maior fluidez ao tráfego na região ao ligar os bairros Jardim Botânico, Prado Velho e Rebouças.

Já o terminal de ônibus Santa Cândida receberá R$ 12 milhões para reforma  e ampliação. Será construída uma nova plataforma e galeria subterrânea para travessia segura dos passageiros e área de comércio, além de novos sanitários.
A reforma do terminal inclui reconstrução das calçadas do entorno e troca da iluminação. Também foi projetado um sistema de captação da água da chuva para aproveitamento em sanitários e na limpeza.

Sistema Integrado de Mobilidade
O Sistema Integrado de Mobilidade (SIM) é um conjunto de medidas, obras, equipamentos e softwares que possibilitará novas ferramentas na gestão da mobilidade em Curitiba. O investimento neste pacote de obras será de R$ 60 milhões para a implantação de um Centro Operacional para o monitoramento permanente das ruas da cidade que integram o Anel Viário.

A partir de um núcleo de comando de operações será possível, por exemplo, avisar em tempo real a necessidade de desvio da rota, em função de obra ou acidente. Com a operação da central os motoristas também receberão informações através de painéis luminosos colocados em pontos estratégicos. Os primeiros painéis serão instalados nas ruas que compõem o Anel Viário, em implantação pela Prefeitura.

O sistema será composto por controladores semafóricos inteligentes, detectores veiculares, rede e concentradores de comunicação com capacidade para transmissão de dados, além dos semáforos.

As imagens que permitirão o monitoramento no Centro Operacional serão de câmeras de circuito fechado de televisão. Ao longo dos 25 km do Anel Viário serão instalados 190 semáforos adaptativos, 18 câmeras e 12 painéis digitais de informações ao motorista.

Outras obras da Copa 
No primeiro semestre de 2012 serão licitadas outras duas importantes obras de infraestrutura urbana que integram o pacote para a Copa do Mundo de 2014. O Corredor avenida Cândido de Abreu, com investimentos de R$ 12,1 milhões, já tem projeto sendo analisado pela Caixa Econômica Federal.

A Cândido de Abreu ganhará novas pistas para os veículos e um calçadão central para pedestres com largura média de 17 m, onde serão implantadas as estações de embarque e desembarque de passageiros e equipamentos públicos.

Outra obra importante, com licitação prevista para o começo do ano que vem, é a da requalificação da Rodoferroviária e seus acessos. Serão investidos R$ 36,8 milhões na reforma e ampliação do prédio, áreas de estacionamento, acesso de veículos e pedestres e em um viaduto ligando as avenidas Affonso Camargo e Comendador Franco (Avenida das Torres). O projeto também está em análise pela Caixa Econômica Federal.

Fonte: PINI Web

READ MORE - Curitiba lança edital de viaduto estaiado e outras três obras da Copa

Em Blumenau, Obras nos corredores de ônibus da rua 2 de Setembro terão início no dia 03 de Janeiro

A Prefeitura de Blumenau, por meio da Secretaria de Obras, informa que as atividades para a implantação dos corredores exclusivos de ônibus na rua 2 de Setembro, no bairro Itoupava Norte, serão iniciadas no próximo dia 03 de janeiro de 2012.

De acordo com o Secretário de Obras, Alexandre Brollo, a decisão foi tomada em conjunto com a Secretaria de Serviços Urbanos, a URB e também com o Seterb. “As obras começam no trecho em que o trânsito segue nos dois sentidos (bairro-centro e centro-bairro), da Ponte Santa Catarina até a Ponte Irineu Bornhausen Neto (conhecida como ponte da rua Santa Catarina)”, explica. A meta é que os trabalhos em toda a rua 2 de Setembro sejam concluídos até o dia 30 de janeiro, dependendo das condições do tempo.

A data para o início das obras foi escolhida em função do menor tráfego de veículos na cidade durante o mês de janeiro. Embora as obras nas pistas sejam concluídas até o início de fevereiro, a implantação do corredor exclusivo de ônibus só acontecerá após a conclusão do Binário da rua Paris. “Vamos esperar que o Binário seja concluído para que o corredor entre em funcionamento. Antes disso não será possível em função das mudanças previstas para o trânsito no local”, ressalta Brollo.

O trabalho realizado nas pistas será o de fresagem, reforço das vias e nova pavimentação. Além da pista onde o corredor será implantado as demais vias também receberão reforço na estrutura, em função do grande tráfego de veículos que passa pelo local todos os dias.

Trânsito
A partir do dia 03 de janeiro, as vagas de estacionamentos da rua 2 de Setembro serão suprimidas, ou seja, será proibido estacionar ao longo da via em ambos os lados. As ruas transversais já receberam sinalização para estacionamento rotativo (área azul). Placas de sinalização estarão instaladas indicando a nova medida.

O transporte coletivo continuará passando normalmente pelo local, mas vale aos usuários ficarem atentos, pois possíveis atrasos poderão ocorrer.

“Pedimos o mínimo de compreensão dos condutores que por ali passarem. Esta obra é de grande importância para toda população blumenauense, e temos certeza que depois de concluída todos sentirão os benefícios dela, da mesma forma que ocorreu nas ruas 7 de Setembro, Martin Luther, Beira Rio, Engenheiro Paul Werner e São Paulo”, afirma o presidente do Seterb, Rudolf Clebsch.

As obras fazem parte do projeto Blumenau 2050, que visa estruturar e estabelecer um plano de diretrizes e projetos para o município, no que diz respeito ao planejamento territorial urbano, com previsão de implantação total até 2050.

Fonte: Prefeitura de Blumenau

READ MORE - Em Blumenau, Obras nos corredores de ônibus da rua 2 de Setembro terão início no dia 03 de Janeiro

Projeto que autoriza o ingresso do transporte de Jaboatão no Grande Recife Consórcio de Transporte será apreciado até o fim deste ano

Encaminhado para a Câmara de Vereadores de Jaboatão dos Guararapes há dois meses, o projeto de lei que autoriza o município a ingressar no Grande Recife Consórcio de Transporte será votado até o fim do ano. A garantia foi dada pelo presidente da câmara, o vereador Manuel Pereira da Costa Neco. Ele afirmou que a proposta está sendo analisada pelas comissões técnicas da Casa e será submetida à apreciação dos vereadores em sessão extraordinária. Com a entrada do município no Grande Recife, a gestão do transporte do município passa a ser metropolitana, como já ocorre com o Recife e Olinda.

Atualmente, a relação entre o número de habitantes de Jaboatão e a oferta de ônibus disponível é totalmente defasada. Para se ter uma ideia, a população do Recife é de 1,5 milhão de pessoas e a frota de coletivos circulando na cidade é de 1.200 ônibus. Já Jaboatão possui 700 mil habitantes e apenas 50 ônibus. O serviço é complementado pelo transporte alternativo formado por 365 microônibus, que fazem a ligação entre os bairros.
“O sistema hoje é péssimo. Levei uma queda quando estava saindo de um dos micro-ônibus porque os motoristas não têm o menor respeito pelo usuário. Com a entrada no consórcio, acredito que o serviço vai melhorar”, afirma Neuza Cohene, 37 anos
O secretário municipal de Serviços Urbanos, Evandro Avelar, ressaltou a importância de votar o projeto de lei o mais rápido possível. “Já passamos muitos anos segregados do sistema metropolitano de transporte, o que trouxe muitos prejuízos para a população. É como imaginar Jaboatão fora do Sistema Único de Saúde (SUS). Isso é inconcebível nos dias atuais”, afirmou. Ele citou, por exemplo, a perspectiva de inauguração de dois terminais do Sistema Estrutural Integrado (SEI) no município: o primeiro em Cajueiro Seco, previsto para ser entregue no próximo mês, e o de Prazeres, que deverá ficar pronto até o fim do próximo ano.

“Com o funcionamento desses novos terminais, é fundamental que o sistema esteja integrado. São muitas as vantagens. Não só para os gestores, mas, sobretudo para o usuário”, ressalta. Avelar destaca que o transporte de Jaboatão passará a utilizar a bilhetagem eletrônica e fazer parte do Vale Eletrônico Metropolitano (VEM). “Além de permitir ao passageiro um número maior de viagens pagando uma única passagem, o bilhete eletrônico é essencial para o controle do poder público na operação do sistema de transporte. Com a bilhetagem, podemos monitorar o nível de eficiência do serviço com muito mais transparência”, explica.
“Acredito que o uso do bilhete eletrônico vai trazer muitas facilidades para o passageiro. Sei que a gente pode fazer mais de uma viagem, pagando a mesma passagem”, diz a moradora Leocina Oliveira, 29 anos
Filho do proprietário de um dos ônibus que possui permissão para realizar o transporte complementar, Ítalo José Borges, 18 anos, diz que o uso da bilhetagem eletrônica trará novos passageiros para o sistema. “Sem o cartão, estamos perdendo usuários. A aprovação da lei é urgente. Deveria ser uma prioridade para os vereadores”, afirmou.

Ítalo diz que bilhetagem eletrônica vai atrair novos passageiros
O presidente da câmara acredita que a proposta será aprovada sem maiores polêmicas. “Na minha avaliação, acho que não haverá restrições por parte dos vereadores. Há um consenso de que o projeto é positivo e trará benefícios para a população”, afirmou Manuel Pereira da Costa Neco.


Fonte: JC Online


READ MORE - Projeto que autoriza o ingresso do transporte de Jaboatão no Grande Recife Consórcio de Transporte será apreciado até o fim deste ano

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960