Recife: Vestibular UFPE 2012 contará com 64 linhas reforçadas

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Pensando nos candidatos que irão realizar as provas do Vestibular 2012 da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), o Grande Recife Consórcio de Transporte preparou uma programação especial de ônibus para atuar no domingo (27/11) e na segunda (28/11). No total, 64 linhas operarão com 698 veículos e 10.207 viagens nos dois dias. Além disso, 10 ônibus extras estarão à disposição em três terminais de integração.

Para os feras chegarem aos locais de prova no domingo, 81 coletivos extras estarão em operação, realizando 772 viagens a mais que nos domingos normais, totalizando 404 ônibus e 4.202 atendimentos. Outro reforço na operação foi a ativação de cinco linhas que geralmente não operam aos domingos e a modificação no itinerário de três outras linhas para atender ao interior do campus da UFPE (veja lista completa abaixo).

Além desta programação, também no domingo, 10 ônibus estarão à disposição dos usuários em três terminais de integração, sendo seis no TI da Macaxeira, três no da PE-15 e mais um no TI do Barro. Essa estocagem funciona como uma reserva especial de coletivos em um local fixo, geralmente terminal de integração (TI), preparados para atuar nas linhas (qualquer linha do terminal) que apresentarem maior demanda de passageiros.

Já para as provas que serão realizadas na segunda (28/11), a programação de dia útil será mantida. Assim, 698 ônibus realizarão 6.005 atendimentos aos diversos locais de prova. Somados à operação de domingo, um total de 698 ônibus irá realizar 10.207 viagens nos dois dias.

Para saber mais sobre os horários que os ônibus saem do seu terminal e os itinerários das linhas, o candidato pode ligar para a Central de Atendimento ao Cliente, pelo telefone 0800 081 0158, ou acessar o site www.granderecife.pe.gov.br.

LISTA DE LINHAS REFORÇADAS*

COD Linha
20 - CANDEIAS / DOIS IRMÃOS
32 - SETUBAL CONDE DA BOA VISTA
40 - CDU/BOA VIAGEM/CAXANGÁ
60 - SHOPPING/CDU*
61 - PIEDADE
62 - JARDIM PIEDADE
116 - CIRCULAR (PRÍNCIPE)*
124 - VILA DO SESI
125 - CORREGO DA GAMELEIRA
132 - UR-02 (IBURA)
135 - UR- 10
136 - UR- 05
137 - UR - 11
138 - ZUMBI DO PACHECO
142 - ALTO DOIS CARNEIROS
143 - UR - 06
151 - JARDIM JORDÃO
152 - JORDÃO BAIXO
164 - CONJUNTO MARCOS FREIRE
181 - CABO (COHAB)
202 - BARRO/ MACAXEIRA (VÁRZEA)
203 - ZUMBI DO PACHECO/ BARRO (LOTº.)
205 - UR- 05/ BARRO (BR- 101)
207 - BARRO/ MACAXEIRA (BR- 101)
211 - VILA TAMANDARÉ
212 - JARDIM SÃO PAULO
221 - VILA CARDEAL E SILVA
222 - JARDIM UCHÔA
232 - CAVALEIRO
243 - VILA DOIS CARNEIROS
272 - COLONIA/ JABOATAO
302 - CURADO II / CAXANGÁ
303 - CURADO II / CAXANGÁ (BR-232)**
312 - MUSTARDINHA
313 - SAN MARTIN (A . DE CARVALHO)
314 - MANGUEIRA
315 - BONGI
321 - JARDIM SÃO PAULO (A . CARVALHO)
324 - JARDIM SÃO PAULO (PIRACICABA)
330 - CASA AMARELA / CDU*
331 - TOTÓ PLANALTO
351 - CURADO II
424 - CDU/TORRÕES (VIA SAN MARTIN)*
431 - CIDADE UNIVERSITÁRIA*
432 - CDU (VÁRZEA)
442 - JARDIM PRIMAVERA (VALE DAS PEDREIRAS)
445 - TABATINGA
446 - UR - 07
450 - CAMARAGIBE (CONDE DA BOA VISTA)
459 - LOT. SANTOS COSME E DAMIÃO
460 - CAMARAGIBE (PRINCIPE)
469 - CAMARAGIBE/CDU*
490 - CAMARAGIBE/MACAXEIRA
522 - DOIS IRMÃOS (RUI BARBOSA)
710 - BEBERIBE/DERBY
722 - CAMPINA DO BARRETO
723 - CAJUEIRO
724 - CHÃO DE ESTRELAS
731 - BEBERIBE (ESPINHEIRO)
741 - DOIS UNIDOS
742 - LINHA DO TIRO
743 - ALTO JOSÉ BONIFÁCIO (J. B.)
746 - ALTO DO CAPITÃO
920 - RIO DOCE / CDU**

TOTAL - 64 LINHAS

*OBSERVAÇÃO: AS LINHAS QUE NÃO OPERAM AOS DOMINGOS NORMAIS E FORAM ATIVADAS EXCEPCIONALMENTE PARA O VESTIBULAR DA UFPE.

**OBSERVAÇÃO:LINHAS QUE ATENDERÃO AO INTERIOR DO CAMPUS.
 
Informações do GRCT

READ MORE - Recife: Vestibular UFPE 2012 contará com 64 linhas reforçadas

Empresas de Transporte Coletivo do Grande ABC preparam pedido de reajuste nas tarifas

Serão iniciadas nas próximas semanas as negociações entre as empresas de ônibus e as prefeituras da região para discutir os percentuais de reajustes nas tarifas cobradas nas linhas municipais. Segundo o diretor jurídico do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo do Grande ABC, Francisco Bernardino Ferreira, as propostas de aumento deverão ser enviadas às administrações até a próxima semana.

Ferreira informa que ainda não é possível adiantar a taxa que será reivindicada pelas companhias. "Cada viação e cada cidade têm a sua realidade. As empresas estão finalizando as planilhas de custos." Na opinião do diretor, o preço da passagem cobrado na região é defasado. "A tarifa pode parecer elevada aos olhos de quem paga, mas quem recebe sabe que ela não recompõe os gastos", acrescenta.

O diretor do sindicato patronal compara os pisos salariais do Grande ABC aos da Capital para ressaltar a necessidade do aumento. Na região, motoristas de veículos leves recebem R$ 1.505, enquanto os de convencionais ganham R$ 2.047. O salário dos cobradores é de R$ 1.182. Em São Paulo, condutores recebem piso de R$ 1.676, enquanto cobradores têm remuneração de R$ 968. "Essa diferença impacta na nossa decisão de pedir reajuste, com certeza. Em São Paulo a Prefeitura subsidia a tarifa, o piso é menor e, ainda assim, a passagem sai a R$ 3, portanto, mais cara do que no Grande ABC.", comenta.

Outro fator apontado pelo dirigente é o excesso de gratuidades, que, segundo ele, não têm os valores repostos pela municipalidade. Apesar das leis municipais que determinam os subsídios, são poucas as cidades que cumprem o compromisso. Em Diadema, a Prefeitura informa que subsidia as passagens de 3% do total de usuários. São Bernardo afirma que 15% da demanda equivale às gratuidades, e que esse montante é compensado à empresa operadora. Mauá e São Caetano não fornecem subsídios. Os demais municípios não responderam aos questionamentos do Diário.

SANTO ANDRÉ

Na terça-feira, a Associação das Empresas do Sistema de Transporte de Santo André protocolou pedido de aumento de 17,6% no valor da tarifa. Caso o índice seja aceito, a passagem municipal passará dos atuais R$ 2,90 para R$ 3,41.


Informações: Diário do Grande ABC

READ MORE - Empresas de Transporte Coletivo do Grande ABC preparam pedido de reajuste nas tarifas

Cartões do metrô e do RioCard vão fazer integração

Até o fim do ano, o tíquete de papel metrô-ônibus Expresso, que garante integração entre coletivo municipal e metrô a R$ 4, será extinto. O benefício será garantido por qualquer cartão RioCard ou do metrô. Um prazo entre os dois embarques ainda será estipulado, assim como já existe no Bilhete Único.

Com o acordo entre Metrô Rio e Fetranspor, as empresas pretendem pôr fim à fraude milionária denunciada desde segunda-feira por O DIA, em que bilhetes Expresso desviados ou roubados são vendidos no mercado paralelo.

“Vamos fazer a compatibilização dos sistemas para permitir que cartões do metrô sejam aceitos nos coletivos e também para que os validadores instalados nos ônibus sejam programados para entender a integração e fazer a cobrança em cima do valor (R$ 4)”, disse Homero Quintais, diretor executivo da RioCard.

Com os sistemas integrados, a primeira passagem será cobrada a preço comum (R$ 2,50 no ônibus ou R$ 3,10 no metrô), mas a segunda, se o embarque estiver dentro do período estipulado, apenas completará o que falta para chegar a R$ 4. Metrô e viação repartirão a receita.

A integração digitalizada deve representar duro golpe na quadrilha, já que os ‘atravessadores’ teriam que correr contra o tempo para vender cartões válidos. Hoje, os bilhetes fraudados são vendidos sem prazo. Para passageiros, aumenta o risco de comprar no mercado negro bilhete já sem validade.

Acesso a informação sobre usuários
Com os cartões magnéticos, será possível verificar o número real de usuários do benefício e até mesmo o tamanho do prejuízo que as empresas vinham tendo com a fraude, que rendia para os rodoviários envolvidos no esquema lucro de R$ 0,50 por tíquete negociado. Os integrantes do bando que revendiam os vales faturavam até R$ 1.

Ao receber a passagem comum de usuários (R$ 2,50), rodoviários completavam para retirar o tíquete: R$ 1,50. Em seguida, vendiam por R$ 2 para a atravessadores, que o repassavam por até R$ 3 nas estações do metrô. Cinco foram detidos na segunda-feira perto de quatro estações.



READ MORE - Cartões do metrô e do RioCard vão fazer integração

São Bernardo terá mais corredores de ônibus

São Bernardo deve anunciar nos próximos dias a construção de mais dois corredores de ônibus que interligarão a cidade com Diadema. A meta é aliviar a demanda por transporte público, que tem provocado o aumento do número de veículos em circulação na cidade.

Uma das linhas deve ter início na Praça dos Bombeiros, localizada no fim da avenida Prestes Maia, e a outra ligará a Estrada do Alvarenga até o bairro Piraporinha.

Segundo o prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, as obras terão investimentos dos governos federal e estadual, e serão anunciadas oficialmente em dezembro, em solenidade com a presença do governador Geraldo Alckmin e da presidente Dilma Rousseff.

“Os dois corredores estarão interligados com a linha 18 do Metrô, que ligará São Bernardo à Estação Tamanduateí”, explicou. O projeto prevê que a estação final da nova linha fique localizada no bairro Alvarenga. Marinho ressaltou ainda que deve buscar financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

De acordo com o prefeito, duas vias também devem ser duplicadas em São Bernardo. A Estrada do Alvarenga, além de passar por duplicação, terá o trecho final asfaltado.

Em evento no ABC, a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, comentou a relevância da obra e ressaltou que o governo deve anunciar em breve pacote de cidades selecionadas para receber aportes para projetos de mobilidade urbana. “Serão R$ 18 bilhões em incentivos para esses projetos e 24 cidades beneficiadas. Se tratam de demandas antigas dos municípios para melhorar a malha urbana”, afirmou Miriam.

Na região, o projeto do Metrô Leve que passará pelas cidades de São Caetano, Santo André e São Bernardo já recebeu R$ 1,8 milhão de investimento. O monotrilho cruzará importantes avenidas, como Faria Lima, Café Filho, Capitão Casa, Pereira Barreto e Guido Aliberti.




READ MORE - São Bernardo terá mais corredores de ônibus

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960