Novos ônibus articulados da Mercedes-Benz tem capacidade para transportar mais de 200 passageiros

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Nova linha de ônibus Mercedes-Benz com tecnologia BlueTec 5 apresenta motores mais ecológicos e econômicos, atendendo à legislação PROCONVE P-7
Lançamento do chassi OF 1724 traz nova solução para os segmentos urbano, intermunicipal, fretamento e rodoviário de curtas distâncias
Mercedes-Benz apresenta os novos chassis O 500 MDA e UDA para ônibus articulados de alta capacidade no transporte coletivo urbano
Novos articulados permitem o uso de carroçarias até 23 metros, com capacidade para transportar mais de 200 passageiros

Com destaque para motores mais compatíveis com o meio ambiente e mais econômicos, a Mercedes-Benz está lançando sua nova linha de chassis para ônibus, que chegará ao mercado a partir de janeiro de 2012. Com isso, renova e amplia o mais completo portfólio de produtos do País, passando a oferecer 20 modelos de veículos para transporte urbano e rodoviário, sendo 3 deles inéditos, com os quais oferece soluções para novas demandas dos clientes.

A nova linha de ônibus Mercedes-Benz chegará ao mercado brasileiro com a avançada tecnologia BlueTec 5, solução da marca para ônibus e caminhões em atendimento ao PROCONVE P-7, legislação que entrará em vigor no Brasil a partir de 1º de janeiro de 2012.

Utilizado com sucesso na Europa desde 2005, o BlueTec 5 foi desenvolvido e testado pela Empresa, durante mais de três anos, para uso no Brasil. “Além de reduzir drasticamente as emissões de poluentes, atendendo aos limites do PROCONVE P-7, esta avançada tecnologia proporciona menor custo operacional, com redução no consumo de combustível e maiores intervalos de manutenção. Destaca-se ainda pelo excelente desempenho, eficácia e confiabilidade”, diz Ricardo Silva, vice-presidente de Ônibus América Latina da Mercedes-Benz.

Com a linha 2012, todos os atuais chassis Mercedes-Benz para ônibus urbanos e rodoviários serão sucedidos por novos modelos com tecnologia BlueTec 5. Isso altera algumas denominações de produtos (veja a lista completa no final deste texto).

Entre as destaques da linha de ônibus 2012 está o lançamento do chassi OF 1724, mais uma solução da marca para o transporte urbano, intermunicipal, fretamento e rodoviário de curtas distâncias. Equipado com motor de 6 cilindros, este novo modelo é indicado para percursos que exigem uma maior velocidade média.
A Mercedes-Benz também traz inovações para o segmento de alta capacidade de transporte de passageiros, como o sistema BRT (Bus Rapid Transit) e corredores exclusivos. A Empresa está apresentando os chassis O 500 MDA e UDA para ônibus articulados. Estes novos modelos podem receber carroçarias até 23 metros, para mais de 200 passageiros.
Maior oferta de ônibus com motor frontalCom o novo portfólio, a Mercedes-Benz ampliará a oferta de chassis de ônibus urbanos com motor dianteiro, segmento de mercado no qual mantém longa e tradicional liderança, situada hoje em 55% de participação.

Na faixa de 17 toneladas de peso bruto total – PBT, os clientes terão à escolha o OF 1721 com motor eletrônico OM 924 LA de 4 cilindros e 208 cv de potência a 2.200 rpm e o OF 1724 com motor OM 926 LA de 6 cilindros e 238 cv de potência a 2.200 rpm.

O chassi OF 1721 – sucessor do atual OF 1722, o modelo de ônibus mais vendido do País – é indicado para os percursos caracterizados por trechos travados, do tipo para-e-anda. Já o OF 1724 é ideal para trechos mais livres, que exigem maiores velocidades médias. O frotista escolhe o que melhor se adequa às características de suas atividades de transporte.

Desenvolvidos para carroçarias até 13,2 metros, ambos recebem trem-de-força Mercedes-Benz, com destaque para o câmbio de 6 marchas com carcaça de alumínio, que traz menor impacto de peso no veículo.

Os dois chassis contam com suspensão metálica, exclusivo freio-motor Top Brake, polia adicional para ar condicionado e novo painel de instrumentos. Entre seus opcionais, incluem-se limitador de velocidade e preparação para o sistema de aquecimento do interior do ônibus.

Novos chassis para ônibus articulados com carroçaria até 23 metros

Também na oferta de chassis O 500 para ônibus articulados, a Mercedes-Benz aumentará as opções para os clientes. Além das atuais versões MA e UA (este último, piso baixo tipo “low entry”), que receberão a tecnologia BlueTec 5, a Empresa está apresentando dois novos modelos: O 500 MDA e UDA (“low entry”).

A grande novidade dos novos MDA e UDA são seus 4 eixos, sendo 2 eixos na parte traseira do veículo, o que possibilita a instalação de carroçarias até 23 metros, para mais de 200 passageiros, dependendo da configuração interna do ônibus.

Com essas novidades, a Mercedes-Benz passa a atender um novo segmento de alta capacidade nos sistemas de transporte coletivo urbano, como o BRT e os corredores exclusivos, destacando-se pela facilidade de operação e manutenção.

Outro importante benefício é que o articulado é operacionalmente rentável durante todo o período de sua utilização diária e não apenas nos horários de pico, aumentando assim as vantagens para os transportadores.

Os modelos O 500 UA e UDA "low entry" são indicados para pontos de embarque ao nível da calçada. Já os O 500 MA e MDA, com piso normal, são mais adequados para corredores que utilizam plataformas de embarque elevadas.

Todos os chassis articulados Mercedes-Benz são indicados para corredores de ônibus, ficando a cargo dos gestores e dos operadores a escolha do que melhor atenda ao dimensionamento da capacidade do seu sistema de transporte.

Diferencial dos chassis O 500 MDA e UDA, o segundo eixo traseiro é móvel, com suspensão independente. Instalado atrás do eixo de tração, ele reduz o arraste, melhora as manobras e evita o desgaste dos pneus.

Com essa suspensão direcional, os pneus se movem de acordo com o movimento do volante e da articulação, reduzindo o raio de giro do ônibus. Isso propicia um maior conforto de dirigibilidade, vantagem essencial no trânsito urbano.

A padronização de frota com chassis articulados O 500 da Mercedes-Benz traz mais vantagens para os clientes. Isso favorece, por exemplo, a intercambiabilidade de peças, os trabalhos de manutenção e o treinamento de motoristas e mecânicos. Com exceção do 2º eixo traseiro, todos os demais componentes do MDA e UDA são os mesmos do MA e UA.

Novo painel de instrumentos e linha CAN

Todos os chassis da linha 2012 sairão de fábrica equipados com um novo painel de instrumentos, ainda mais moderno, prático e funcional, que propicia melhor visualização dos instrumentos e facilita o operação pelo motorista. A grafia utilizada realça a leitura dos instrumentos e facilita a interpretação das informações.

Outra vantagem muito importante é que o novo painel traz funções que auxiliam o condutor a operar o veículo de uma forma mais econômica. Este é o caso, por exemplo, da indicação do consumo de combustível instantâneo do veículo, expresso em km/l, e do Econômetro, faixa verde variável no contagiros que indica ao condutor a melhor rotação de trabalho do motor para o menor consumo de combustível.

Opcional para ônibus com câmbio mecânico, o Econômetro faz com que o motorista obtenha um melhor aproveitamento do veículo. Os benefícios para o frotista são ainda maiores, porque o uso dessa ferramenta contribui para a redução das diferenças de consumo de combustível entre os motoristas. Há ainda uma diminuição na dependência de treinamento para obtenção de maior economia de combustível.

No novo painel, o motorista também visualiza, de forma digital, a temperatura do líquido de arrefecimento do motor, o que proporciona um maior controle sobre este dado vital para o funcionamento do veículo.

Os chassis da nova linha também chegarão ao mercado com linha CAN, sistema que interliga todos os dados de gerenciamento eletrônico do veículo. Entre eles, destacam-se as informações do motor e do sistema de pós-tratamento dos gases de escape.

Fonte: Mercedes-Benz

READ MORE - Novos ônibus articulados da Mercedes-Benz tem capacidade para transportar mais de 200 passageiros

SPTrans informa alteração de itinerários na Zona Leste

Devido a mudanças no viário das Ruas General Leite de Castro, Sylla Mattos, Ruas Amadeu Giusti e Frei Paulo da Conceição, na zona leste, realizadas para melhorar a fluidez do trânsito, a SPTrans informa alteração no itinerário de cinco linhas de ônibus. Informamos que as alterações nos itinerários dos serviços não prejudicam os seus usuários, devido à proximidade das vias envolvidas.
Para informações sobre linhas e trajetos de linhas consulte itinerários ou ligue 156.
 
Linhas e itinerários:
 
4706/10 Jd. Maria Estela II – Metrô Vila Mariana
4732/10 Vila Liviero – Metrô Saúde
4732/41 Vila Liviero – Metrô Saúde
5034/10 Vila Liviero – Term. Sacomã
Ida: normal até a Rua Giusepe Crespi, Rua Francisco Bautista, Rua Frei Paulo da Conceição, Praça Dirceu de Castro Fontoura, Av. General Leite de Castro, Rua Vinte e Cinco de Julho, prosseguindo normal.
Volta: sem alteração.
 
4717/10 Jd. Maria Estela - Metrô Santa Cruz
Sentido único: Rua Prof. Sylla Mattos, Praça Dirceu de Castro Fontoura, Rua Amadeu Giusti, Av. General Leite de Castro, Rua Vinte e Cinco de Julho, Rua Cachoeira Dourada, prosseguindo normal.
 
 
 Assessoria de Imprensa – SPTrans

READ MORE - SPTrans informa alteração de itinerários na Zona Leste

Binário altera linhas de ônibus em Curitiba

Duas linhas de ônibus – a Linha Direta Inter 2, e a linha convencional Raquel Prado / PUC, tiveram seus trajetos parcialmente alterados pelos técnicos da Urbs – Urbanização de Curitiba S/A, a partir desta quarta-feira (26), por causa da implantação do binário formado pelas ruas Teffé e Doutor  Roberto Barrozo.

A linha Inter 2, no sentido anti-horário, teve seu percurso alterado para as ruas Teffé e José Antoniassi, enquanto a linha Raquel Prado / PUC teve o itinerário mudado, no sentido centro-bairro, para as ruas Teffé e Raquel Prado; e no sentido bairro-centro, para as ruas Raquel Prado e Doutor Roberto Barrozo.

Outras mudanças – Até o fim de outubro, outras três linhas de ônibus terão seus percursos alterados. No próximo sábado (29), a linha Fanny sofre mudanças e circula pelas ruas Coronel Izaltino Pinho, Omílio Monteiro Soares e Roberto Faria, quando volta ao caminho normal.

Também dia 29, os ônibus da linha Parque Industrial têm itinerário mudado para as ruas Amilcare Bientinezi, no sentido terminal / bairro; e para as ruas Jaime Rodrigues da Rocha e José Silva de lima, no sentido bairro / terminal.

Já na segunda-feira (31), muda o percurso feito pelos ônibus da linha Vila Esperança. Do terminal ao bairro, seguirão pela avenida Confúcio e rua Darwin; no sentido inverso, pelas ruas Darwin, Einstein e Huxley. A regulagem de horário será feita no ponto final, que fica na rua Darwin, no trecho entre as ruas Aristótoles e Copernico.


Fonte: URBS

Share |
READ MORE - Binário altera linhas de ônibus em Curitiba

Tarifa de ônibus de Teresina continua à R$ 1.90

Por determinação do prefeito Elmano Férrer, a tarifa do transporte coletivo em Teresina permanece R$ 1,90. A  Comissão Especial nomeada por ele para analisar a planilha de custos do sistema entregou hoje (26) o relatório final da auditória na planilha realizado nos últimos dois meses. Além da manutenção da tarifa, também foi anunciado pelo prefeito Elmano Férrer a implantação do sistema de integração temporal das linhas urbanas do transporte coletivo.

A Comissão Especial realizou uma análise detalhada de todos os itens que incidem diretamente no valor da tarifa. De acordo com essa análise, é possível manter o valor da tarifa caso sejam implementadas a desoneração tributária e que seja feita uma maior fiscalização no uso da meia passagem e gratuidade. “Nossa maior preocupação é em oferecer um serviço a preço justo para população. A integração é fundamental e nossa principal meta para este momento. Não podemos mais aceitar que a parcela mais humilde da população seja penalizada”, defendeu o prefeito.

O prefeito enfatizou que está disposto a reduzir em até 33% o valor do Imposto Sobre Serviços (ISS), tributo municipal que incide sobre a tarifa. Entretanto, destacou o prefeito, que os impostos das esferas Federal e Estadual, como Imposto Sobre Circulação de Mercadorias (ICMS), são os que mais pesam dentro da planilha de custos. “Vamos conversar e buscar auxílio. É de extrema importância o apoio das demais esferas governamentais para que, juntos, seja possível desonerar a tarifa do transporte público”, frisou Elmano.

Análise da planilha
O presidente da comissão que realizou a auditoria da planilha, Henrique Nunes, disse que todos os membros fizeram um trabalho de qualidade dentro das suas limitações técnicas e temporais. “Nos últimos dois meses procurarmos fazer o melhor trabalho possível tendo como foco o interesse da população”, comentou Henrique, destacando que um dos aspectos mais positivos da comissão diz respeito a uma série de medidas que foram apontadas, como a desoneração, que visa garantir redução da tarifa, mas também um serviço de maior qualidade a preço justo.

Todos os membros da comissão foram convocados para participar da solenidade de entrega do relatório. O representante da Ordem dos Advogados do Brasil (Seção Piauí) na comissão, Eduardo Diniz, que estava presente na solenidade, lembrou que a comissão realizou um trabalho sério e ético.

Ministério Público, organização estudantil, classe política, Setut, além dos técnicos da Prefeitura de Teresina integraram a comissão que ao todo era composta por 17 membros. A auditoria também foi acompanhada por três membros do Tribunal de Contas do Estado e orientada por Calina Barros, diretora-técnica da Empresa de Transporte de Fortaleza (ETUFOR), órgão que possui as mesmas atribuições da Strans.

Teresina possui atualmente 450 ônibus operando na cidade em 90 linhas. Mensalmente, é computado o total de sete milhões de passagens, sendo que um milhão corresponde a gratuidade e 2,5 milhões à meia-passagem.

Fonte: 45 Graus

READ MORE - Tarifa de ônibus de Teresina continua à R$ 1.90

Em Sorocaba, 41 ônibus são entregues e atenderão 15 linhas a partir de segunda

Foram entregues na manhã desta quarta-feira (26) 41 novos ônibus que vão integrar o sistema de transporte coletivo de Sorocaba. Os veículos devem atender 15 linhas da Zona Norte e do Parque Industrial a partir desta segunda (31).

A cerimônia de entrega dos veículos foi realizada no Paço Municipal e contou com a presença do Prefeito Vitor Lippi, que fez um discurso agradecendo todos os funcionários que trabalharam durante o período de transição das linhas e classificou o transporte de Sorocaba como um dos melhores, ressaltando ainda, que acredita ser normal que haja lotação nos ônibus em horários de pico.
Todos os veículos contam com GPS, câmera de videomonitoramento, sistema diferenciado de ventilação e acessibilidade para deficientes com rampas e elevadores. 

O Consórcio Sorocaba, empresa ganhadora da licitação do transporte coletivo, assumiu os transportes do chamado lote 1 (composto por 44 linhas) que estavam sob os cuidados de três empresas, em caráter emergencial, desde a intervenção feita em 2008 na Transporte Coletivo Sorocaba (TCS) - empresa que enfrentava problemas com dívidas trabalhistas.
 
As primeiras linhas a contarem com os novos ônibus são:
* 02 - Brasilândia
* 16 - Angélica/Botucatu
* 20 - Carol
* 23 - Industrial/Dois Corações
* 24 - Guadalupe
* 25 - Itavuvu
* 39 - Aldeia dos Laranjais
* 39/1 - Sta. Esmeralda/Portal do Itavuvu
* 45 - Retiro São João
* 46 - Paineiras
* 50 - Hungarês
* 54 - Paes de Linhares
* 58/1 - Vitória Régia/Sorocaba Park
* 61 - Iporanga
* 70 - Nova Sorocaba/Nova Horizonte

LINHAS ALTERADAS

Cinco linhas de ônibus terão alterações durante o mês de novembro. De acordo com a Urbes - Trânsito e Transportes, as mudanças visam uma melhoria na oferta das linhas, que passarão a operar em intervalos de 30 minutos o dia todo.
Confira as alterações:
Linha 08 - Trujillo - Alteração dos horários de segunda a sexta-feira, com melhora na oferta onde a linha passará a operar em intervalos de 30 minutos o dia todo.

Linha 15 - Jd. São Paulo/Jd. Capitão - Criação do horário de atendimento ao Condomínio Vila dos Ingleses na viagem de 8h04, partindo do Terminal Santo Antônio, de segunda à sexta-feira.

Linha 21 - Lopes de Oliveira - Alteração dos horários de atendimento ao bairro Jacutinga de 11h56 para 12h10, partindo do Terminal Santo Antônio e, de 12h43 para 13h, partindo do Ponto Final do bairro. Criação de novos horários de atendimento no Jacutinga, nas seguintes viagens: partindo do Terminal Santo Antônio: 8h40, 10h30, 13h50 e 22h50; partindo do Ponto Final: 9h40, 11h20 e 14h50.

Linha 42 - Laranjeiras - Criação dos horários de 23h49, partindo do Ponto Final no Jardim Casa Branca, e 0h25, partindo do Terminal Santo Antônio, aos sábados.

Linha 61 - Iporanga - Criação de novos horários de segunda à sexta-feira: partindo do Terminal Santo Antônio: 9h30, 21h05 e 22h50; e partindo do Ponto Final: 11h e 22h.
 


READ MORE - Em Sorocaba, 41 ônibus são entregues e atenderão 15 linhas a partir de segunda

No Recife, Número de usuários nos ônibus cresceu apenas 6% nos últimos anos

O número de pessoas que usam carros aumenta mais dos que utilizam o transporte coletivo, para se ter uma idéia, no período 2004 a 2009 a frota de veículos na RMR aumentou  34% enquanto o número de passageiros transportados no STPP/RMR cresceu apenas 6%. No Ano de 2009, foram transportados cerca de 438.554.393 contra 413.348.600 em 2004.
Falta de corredores de ônibus
Pode-se dizer que o número de passageiros dentro dos coletivos cresceu menos de 1% ao ano.

Isto acontece pela falta de investimentos no sistema de transporte da Região Metropolitana do Recife como falta de corredores de ônibus, ônibus sem qualidade, insegurança e falta de ônibus. Para muitos especialistas e urbanistas, a resolução deste assunto é priorizar o transporte público de massa. Para isso, é preciso restringir o uso dos carros de forma a priorizar os ônibus nas principais vias da cidade.

E para somar tudo isso, o crescimento econômico do Brasil e de Pernambuco, onde as famílias passaram a terem mais renda e facilidades no crédito.
E foi justamente nesta facilidade ao crédito junto com a redução do IPI dos automóveis fez com que aumentasse ainda mais o número de pessoas com carros na cidade.

Atualmente, o Estado tem emplacado entre 1 mil e 1.300 veículos por dia. E a tendência é cada vez mais os automóveis ganharem as ruas impulsionados pelo culto ao carro comum entre os brasileiros.

Confira a invasão de carros em PE. Os números mostram a frota veicular em setembro/2011.
PE – 2.013.881 veículos
RMR – 1.002.681 veículos
Recife – 559.942 veículos



READ MORE - No Recife, Número de usuários nos ônibus cresceu apenas 6% nos últimos anos

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960