Em Florianópolis, Três terminais de ônibus construídos e abandonados

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

O cumulo do absurdo, 03 terminais de ônibus (Capoeiras, Jardim Atlântico e o do Saco dos Limões) construídos há 07 anos e que custaram milhões estão prontos para uso da população e não podem ser utilizados, os terminais já estão com as plataformas prontas, as áreas destinadas às lanchonetes entre outros, porém o que se vê é o abandono e a falta de compromisso com a população e o dinheiro público.
Hoje o terminal é depósito de lixo e até serve de moradias para moradores de rua, e o que estava quase pronto, está sendo destruído aos poucos pelos vândalos, onde banheiros e guaritas de apoio estão com os vidros quebrados pelo abandono.
O terminal conta com segurança, porém parecem que eles não dão conta da segurança do terminal. População não se conforma com a situação e pede que o terminal seja então transformado em escolas, postos de saúde, postos de segurança entre outros.
Esses 03 terminais segundo a prefeitura não fazem plano das integrações do transporte coletivo da cidade,
Segundo a prefeitura de Florianópolis, estes terminais não podem entrar em funcionamento por estarem mal localizados e sua funcionalidade aumentaria o custo do sistema.
Enquanto este impasse continua, o terminal do Jardim Atlântico já se encontra em operação, mas de testes de aprendizagem de motoristas do DETRAN.

Informações da RBS TV

READ MORE - Em Florianópolis, Três terminais de ônibus construídos e abandonados

CONUT entrará na justiça exigindo da Prefeitura de Manaus à planilha de custos do transporte público da cidade

Totalmente contrária a posição tomada pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Pas-sageiros do Amazonas, que pretende guardar nas garagens os 531 novos ônibus que já estão circulando nas ruas da capital amazonense. Até que o valor das tarifas volte a R$2,75, sob a alegação de que a Prefeitura de Manaus não está cumprindo a parte dela no contrato, que é o reajuste, e que assim sendo as empresas também ficam livres da obrigação de colocar os veí-culos novos em circulação.

E ao mesmo tempo sensibilizada com a situação dos passageiros de transportes coletivos de Manaus, é que a CONUT, como legítima defensora dos direitos dos usuários de transportes coletivos em todo o país, dentre eles o terrestre, entrará na justiça para exigir da Prefeitura através da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos, o envio das planilhas de cus-tos e a metodologia utilizada para os cálculos, para sua sede em Brasília DF, bem como a permanência dos ônibus novos nas ruas.

No impasse que foi gerado devido a uma recente decisão judicial que anulou o reajuste da tarifa de R$2,25 para R$2,75, apedido do Ministério Publico Estadual (MPE), que resultou na liminar que manteve a tarifa, e está tramitando na 1ª Vara da Fazenda Publica Municipal, sobre tudo porque o presidente em exercício do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembargador Domingos Chalub, negou o Pedido de Sus-pensão de Liminar (PSL) feito pela prefeitura e manteve a tarifa de ônibus em R$ 2,25, decisão que foi anunciada na manhã da última sexta-feira (14), quando, segundo relatos de usuários do transporte coletivo, alguns ônibus continuavam cobrando R$ 2,75. O desembargador afirmou que manteve a decisão do juiz Rosselberto Himenes até que o processo seja julgado em primeira instância.

A ação pediu a anulação do reajuste até que a Prefeitura comprove a compra dos ônibus no-vos, pois de acordo com o Presidente do Tribunal Domingos Chalub: “A decisão de não sus-pender a liminar, como queriam as empresas de transportes, foi adotada a fim de evitar que a população continue tendo prejuízos até que saia a decisão do processo.”

Para o presidente CONUT Sr. José Felinto a prefeitura agindo assim esta se omitindo de suas responsabilidades, demonstrando estar contra a população e a favor das empresas. 

Que ao comentar sobre o assunto disse: “Nosso objetivo é verificar a adequação, ou não, deste reajuste que fará um rombo no bolso do trabalhador usuário, uma vez que os passageiros já pagaram por esses ônibus novos, na depreciação dos mesmos no item de renovação de frota.” “Haja vista que no contrato antigo e as planilhas de custos, já consta a clausula da vida útil dos ônibus, a fim de que não rode com idade vencida, por essa razão eu não entendo a atitude do prefeito em se dobrar aos empresários desta forma.” finalizou.


Informações do setor de imprensa da Conut


READ MORE - CONUT entrará na justiça exigindo da Prefeitura de Manaus à planilha de custos do transporte público da cidade

Novo ônibus Marcopolo Viale BRT é exposto na Intrans 2011, no Rio de Janeiro

O ônibus urbano Marcopolo Viale BRT, que será o primeiro a circular pelo novo corredor BRT da capital fluminense, estará na VII INTRANS - Exposição Internacional de Produtos e Serviços de Transporte e Trânsito, um dos maiores eventos destinados à mobilidade urbana do Brasil, que acontece de 19 a 21 de outubro, no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro. O veículo, do modelo articulado, foi apresentado recentemente ao prefeito Eduardo Paes, durante a inauguração da estação Novo Leblon, que faz parte do sistema Transoeste.

Desenvolvido para aplicação nos avançados sistemas de transporte coletivo em grandes centros urbanos, o Marcopolo Viale BRT é o mais avançado já fabricado no Brasil e consumiu dois anos de pesquisas e desenvolvimento. A versão articulada tem até 21 metros de comprimento, capacidade para transportar 145 passageiros e foi concebida com inéditos conceitos de design, ergonomia, conforto, segurança e eficiência.
 As áreas de engenharia de desenvolvimento e design da Marcopolo aplicaram a experiência e o conhecimento adquiridos nos quase 40 anos de fornecimento para os sistemas viários de transporte coletivo de diversos países. “Este é o grande diferencial do Viale BRT em relação a qualquer veículo da categoria, pois nenhum outro fabricante tem tamanha vivência e nem desenvolveu e forneceu tantos ônibus para sistemas como o BRT em todo o mundo. E isso faz uma enorme diferença na hora de definir as características do modelo, tanto na redução de custos e na eficiência operacional para o frotista, quanto no conforto, segurança e bem-estar para passageiros e usuários”, destaca Paulo Corso, diretor de operações comerciais para o mercado brasileiro.

Externamente, o Viale BRT tem desenho futurista, inspirado nos mais modernos trens de alta velocidade em operação no mundo. Os vidros laterais colados proporcionam visão panorâmica aos passageiros.

O veículo tem exclusivos conjuntos óticos dianteiro e traseiro em LEDs, que garantem melhor iluminação e reforçam a identidade da marca. Também é o primeiro ônibus urbano no mercado brasileiro a contar com Daytime Running Light, dispositivo de acendimento automático dos faróis mesmo durante o dia.

Conforto interno
Internamente, o Viale BRT inova nos conceitos de ocupação de espaço e de ergonomia. A maior largura interna, associada à configuração das poltronas, proporciona maior área livre e facilita a circulação dos passageiros, tornando a viagem mais cômoda e confortável. A altura interna também foi aumentada, permitindo a inclusão de eficientes dutos de ar, alto-falantes e amplo espaço para propaganda nas laterais superiores.

A concepção do Viale BRT é de um veículo robusto e extremamente confiável, imagem conquistada junto às pessoas que o utilizam, produto de excelente relação custo/benefício, atributo reconhecido pelos empresários do setor de transporte urbano de passageiros. Outras características importantes são a redução de custos, sustentabilidade do produto, praticidade e tecnologia embarcada.

Para atingir o objetivo de valorizar a viagem de ônibus, independente do percurso ou duração, e proporcionar ganhos operacionais para os empresários, o Viale BRT pode ser oferecido com GPS, televisão digital, internet sem fio (wireless), câmeras de segurança, computador de bordo, além de sistemas de indicação de parada áudiovisual e gerenciamento de frota.

Ideal para o transporte urbano, o Viale possui câmbio automático e sistema de segurança para que não se movimente com as portas abertas. O veículo atende a todas as exigências dos sistemas de plataformas de embarque existentes no País, com opção de porta com 1.100 mm de vão livre na frente do rodado dianteiro e piso elevado, adaptados à acessibilidade.


Informações da Marcopolo

READ MORE - Novo ônibus Marcopolo Viale BRT é exposto na Intrans 2011, no Rio de Janeiro

Recife: Prova do ENEM contará com reforço na frota de ônibus

No próximo final de semana (22 e 23/10), milhares de estudantes realizarão as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Para auxiliar os candidatos a chegarem aos locais de prova, o Grande Recife Consórcio de Transporte reforçará 37 linhas de ônibus. Além disso, 15 coletivos extras estarão nos terminais integrados da Macaxeira, PE-15, Pelópidas Silveira e de Igarassu à disposição dos usuários. Ao todo, 89 veículos extras realizarão 571 viagens a mais que nos finais de semana comuns. Durante os dois dias, 596 veículos circularão nas 37 linhas reforçadas especialmente para as provas do ENEM, realizando um total de 5.638 viagens.

No sábado (22), as linhas reforçadas operarão com 305 ônibus, que realizarão 2.898 viagens, um aumento de 18 ônibus e 134 atendimentos. Além disto, a linha 424-CDU/Torrões (Via San Martin) será ativada, pois geralmente não opera nos sábados.

Já no domingo (23), 291 veículos circularão nas linhas reforçadas, somando 2.740 viagens. Com isso, serão 71 ônibus extras e 437 atendimentos a mais que um domingo comum. Para completar o reforço, as linhas 116-Circular (Príncipe), 330-Casa Amarela/CDU, 424-CDU/Torrões (Via San Martín), 431-Cidade Universitária e 469-Camaragibe/CDU serão ativadas, já que, geralmente, não operam aos domingos.

Outras cinco linhas participantes da operação terão seus itinerários modificados ou reativados para atender ao interior do Campus Recife da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). As linhas 060-Shopping/CDU, 303-Curado II/Caxangá (BR-232), 431-Cidade Universitária e 920-Rio Doce atenderão ao local, tanto no sábado quanto no domingo.

Estocagem – o sistema de estocagem funciona como uma reserva especial de coletivos em um determinado local, geralmente um terminal de integração, preparado para atuar nas linhas que apresentarem maior demanda de passageiros. Para o ENEM, 15 ônibus participarão do sistema de estocagem. No sábado, oito ônibus estarão estocados, sendo quatro no Terminal Integrado da PE-15, dois no TI da Macaxeira, um em Igarassu e outro em Pelópidas. Já no domingo, seis veículos serão reservados à espera dos usuários, sendo três na no Terminal Integrado da Macaxeira, um no TI da PE-15, outro no TI de Igarassu e mais um no Pelópidas Silveira.

Os candidatos podem obter mais informações sobre os itinerários das linhas que levam até os locais de prova entrando em contato com a Central de Atendimento ao Cliente do Grande Recife através do telefone 0800 081 0158, ou acessando www.granderecife.pe.gov.br.

Linhas que farão parte do esquema especial:

032-SETÚBAL (CONDE DA BOA VISTA)
060-SHOPPING/CDU
061-PIEDADE
062-JARDIM PIEDADE
100-CIRCULAR
115-AFOGADOS/AEROPORTO
115-AFOGADOS/AEROPORTO
116-CIRCULAR (PRÍNCIPE)
202-BARRO/MACAXEIRA (VÁRZEA)
207-BARRO/MACAXEIRA (BR-101)
243-VILA DOIS CARNEIROS
302-CURADO II/CAXANGÁ
303-CURADO II/CAXANGÁ (BR-232)
330-CASA AMARELA/CDU
331-TOTÓ PLANALTO
424-CDU/TORRÕES (VIA SAN MARTIN)
431-CIDADE UNIVERSITÁRIA
432-CDU (VÁRZEA)
450-CAMARAGIBE (CONDE DA BOA VISTA)
460-CAMARAGIBE (PRÍNCIPE)
469-CAMARAGIBE/CDU
490-CAMARAGIBE/MACAXEIRA
520-MACAXEIRA/PARNAMIRIM
522-DOIS IRMÃOS (RUI BARBOSA )
524-SITIO DOS PINTOS (DOIS IRMÃOS)
645-AV. NORTE (MACAXEIRA)
905-IGARASSU/PAULISTA
914-PE-15/AFOGADOS
920-RIO DOCE/CDU
944-LOT. CONCEIÇÃO/PAULISTA
946-IGARASSU (BR-101)
960-MARIA FARINHA/CASA CAIADA
964-IGARASSU/MACAXEIRA
968-ILHA DE ITAMARACÁ/IGARASSU
977-PAULISTA (CONDE DA BOA VISTA)
990-PAU AMARELO/VARADOURO
992-PAU AMARELO


Fonte: CGRT



READ MORE - Recife: Prova do ENEM contará com reforço na frota de ônibus

Chineses apresentam primeiro dos 34 trens comprados pelo Governo do Rio

O sistema ferroviário urbano da Região Metropolitana do Rio de Janeiro é um dos mais extensos e bem distribuídos do Brasil. As 98 estações cobrem 12 municípios e atendem cerca de 540 mil pessoas diariamente. O Governo Sérgio Cabral, através da Secretaria de Estado de Transportes, iniciou um intenso programa de investimentos, que resultarão na duplicação da capacidade de transporte da rede até os Jogos Olímpicos de 2016. O trabalho de recuperação do sistema começou com a compra de 34 novos trens chineses, que começam a ser entregues a partir do próximo mês. 

As novas composições, financiadas pelo Banco Mundial, estão em processo final de fabricação pelo consórcio chinês China National Machinery Import & Export Corporation, que venceu a licitação feita em 2009. Nesta terça-feira, dia 07 de junho, acontece na cidade de Changchun, na China, a cerimônia de apresentação do primeiro trem, integralmente montado. O secretário estadual de Transportes, Julio Lopes, e o presidente da SuperVia, Carlos José da Cunha, acompanhados por uma equipe de engenheiros, estarão presentes ao evento e farão uma vistoria in loco.

Para o Governador Sérgio Cabral, a chegada dos novos trens é a garantia de um transporte digno e adequado, aguardado há décadas pela população do Grande Rio.

- Não há cidade viável sem um transporte de massa eficiente. Esta é a maior compra de trens já realizada pelo Estado em 40 anos. É uma felicidade para mim o fato do nosso Governo estar proporcionando um serviço de qualidade à população, que há décadas padecia com a falta de investimentos no setor. Estamos trabalhando para oferecer aos usuários da SuperVia uma frota totalmente refrigerada e modernizada – explica o Governador.

Oos veículos contam com tecnologia de ponta e modernos circuitos de tração e frenagem. As composições são dotadas de interiores mais amplos e confortáveis, equipados com painéis de LED, circuito interno de TV, ar condicionado, além de bagageiro, atendendo a uma solicitação especial dos passageiros. Como parte do acordo contratual, a empresa chinesa oferece garantia de assistência técnica de três anos, incluindo manutenção e troca de peças.


A comitiva do Governo do Estado vai acompanhar os testes dinâmicos que já estão sendo desenvolvidos na China. Até o mês de julho, o primeiro trem será embarcado para o Rio. Ao chegar à cidade, uma equipe chinesa fará os testes finais de adaptação nos ramais operados pela SuperVia. Poucas semanas depois, o equipamento já estará pronto para operar com passageiros.

- Após a chegada da primeira composição, serão entregues lotes de três a quatro veículos, a cada dois meses. O consórcio CMC é um dos maiores do mundo, e exporta trens para as principais grandes cidades do mundo. Com a chegada dos novos trens comprados pelo Governo do Estado, e com o cronograma de melhorias que será desenvolvido pela concessionária, teremos, em pouco tempo, um padrão de sistema metroviário na SuperVia, com intervalos de até 3 minutos entre cada partida – afirma o secretário Julio Lopes.

Ao custo total de U$165 milhões, a aquisição dos 34 trens entrou para a história do Banco Mundial como a licitação pública mais rápida já realizada na América do Sul. Outro aspecto importante foi a grande economia, com custos menores dos equipamentos, também encomendados por outros estados brasileiros por valores consideravelmente superiores.

Frota totalmente modernizada e refrigerada até 2016

Ainda este ano o Governo deverá iniciar um novo processo de concorrência para a compra de mais 60 novos trens. Por determinação do Governo Sérgio Cabral, a SuperVia também fará encomenda de outras 30 composições, como parte dos compromissos previstos no documento de renovação contratual. Também é de responsabilidade da concessionária a modernização de 73 trens, adicionando novos interiores, ar condicionado e novo sistema de tração.

Este efetivo, somado aos 20 novos trens coreanos e as 38 composições reformadas, todos já em operação, resultarão numa frota de mais de 250 veículos refrigerados, responsável por um alto padrão de operação, agregando pontualidade, conforto e agilidade às viagens da população.

* Secretaria de Estado de Transportes


Fonte: Supervia

READ MORE - Chineses apresentam primeiro dos 34 trens comprados pelo Governo do Rio

Prefeitura de Salvador vai iniciar fase de testes do metrô

O primeiro trecho do metrô de Salvador, que vai levar os passageiros da Estação da Lapa ao Acesso Norte (Rótula do Abacaxi), está prestes a entrar na fase de experimento.

Para tanto, conforme explicou o chefe da Casa Civil do município, João Leão, resta apenas a conclusão das obras do pátio de manobras dos trens na Estação Bonocô e a aquisição de algumas ferramentas. Leão chegou de Brasília ontem e trouxe boas novas.

Na próxima semana, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) deverá repassar à Companhia de Transporte de Salvador (CTS) o montante de R$ 68 milhões, vindos do Ministério das Cidades.

Segundo o secretário, são necessários ainda recursos da ordem de R$ 37 milhões para que a primeira etapa do metrô esteja transportando passageiros, o que deve acontecer em abril de 2012, prevê Leão. A fase de testes será iniciada em dezembro próximo.

Já para o segundo trecho do transporte, que vai do Acesso Norte à Estação Pirajá, totalizando 12 quilômetros de percurso, a Prefeitura de Salvador precisa de R$ 540 milhões, que também virão da CBTU, através de verbas do Ministério das Cidades. Ainda de acordo com Leão, os recursos já foram solicitados à União e as obras devem iniciar também no próximo mês de dezembro.

A expectativa é a de que a obra seja concluída em um ano e meio, a partir do início. “A coisa está andando e está andando bem”, garante o chefe da Casa Civil de Salvador. Ele vai a Brasília em busca de mais recursos na próxima terça-feira (25).

Sobre o plano de mobilidade urbana da cidade, no qual o metrô será o principal modal de transporte que ligará Salvador a Lauro de Freitas ao longo da Avenida Paralela, o secretário afirmou que a Prefeitura está aguardando o Estado encaminhar à União o projeto final.

Uma novidade é a de que o prefeito João Henrique (PP) está pleiteando um valor adicional de R$ 600 milhões aos já programados R$ 2,4 bilhões para intervenções viárias na região do Iguatemi, um dos principais gargalos da cidade. Conforme João Leão, o prefeito quer construir um complexo de viadutos no entorno da Avenida Antônio Carlos Magalhães.

O secretário está tentando agendar uma reunião para segunda-feira (24) com a chefe da Casa Civil do Estado, Eva Chiavon, para apresentar as ideias do prefeito.

CQC Proteste Já Metro de Salvador  (Programa exibido em 2010)






READ MORE - Prefeitura de Salvador vai iniciar fase de testes do metrô

Novo sistema de transporte público BRT diminuirá 40% do tempo de viagem na Grande Vitória

Que cidadão nunca desejou um serviço de transporte público de alta qualidade, eficiente, ágil, confortável e com custo atrativo? Este é o conceito do novo sistema de transporte BRT (Bus Rapid Transit - Transporte Rápido por Ônibus), que tem o objetivo de atrair os usuários de automóveis e melhorar toda mobilidade urbana. O sistema reduz 40% o tempo de viagem quando comparado ao ônibus convencional, além de reduzir a poluição do ar em 35% e os acidentes em 54%.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nos últimos dez anos, a Grande Vitória recebeu 225.492 habitantes. Para suprir a demanda, a quantidade de transportes também aumentou, os automóveis cresceram 500%, enquanto a frota de ônibus aumentou somente 70%.

Para o presidente do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES), Luis Fiorotti, as cidades que utilizam bicicletas e ônibus como principais meios de transporte, são exemplo em mobilidade urbana eficiente e sustentável.

"O trânsito da Grande Vitória está cada vez pior, precisamos que sejam feitos investimentos em transportes públicos competentes e em ciclovias. Desta forma, o cidadão poderá deixar o seu automóvel em casa e utilizar outros meios para se locomover. Isto diminuirá as emissões de gases poluentes, além de reduzir os gargalos existentes no trânsito", diz.

O secretário de Estado dos Transportes e Obras Públicas (Setop-ES), Fábio Ney Damasceno, revela que para que haja redução no número de automóveis nas ruas da Grande Vitória, é necessário que seja implantado um sistema rápido, eficiente, pontual e de alta qualidade. "Certamente desta forma, o usuário do automóvel irá se atrair".

No Espírito Santo, o sistema BRT está em fase de planejamento. Segundo previsões da Setop-ES, o novo sistema de transporte coletivo começa a ser implantado em 2012 e operado no início de 2014.

O presidente do Sindicato da Indústria da Construção Pesada do Espírito Santo (Sindicopes), José Carlos Chamon, diz que o segmento transporte demanda infraestrutura com potencial, necessária para direcionar o desenvolvimento urbano.

"Um transporte competitivo com o carro é aquele que consegue apresentar vantagens similares quanto ao tempo total de viagem, ao conforto, ao custo e à conveniência. Assim, projetar um sistema BRT para manejar a alta demanda de passageiros de maneira veloz é um dos pilares da construção de um serviço competitivo em relação aos carros. A capacidade e a velocidade são características do BRT que definem as feições que o coloca afastado dos serviços de ônibus convencionais", afirma.

O primeiro sistema BRT do mundo foi implantado na cidade de Curitiba, no Brasil. Além de ter sido testado e aprovado em países como Canadá, Colômbia, Chile, Espanha, Estados Unidos, México, Equador, Turquia e Venezuela.

O presidente do Espírito Santo Convention & Visitors Bureau, Maely Coelho, diz que receber bem o turista é o desafio de qualquer destino turístico. "Todo destino precisa estar preparado e equipado para oferecer boas opções de hospedagem, gastronomia, eventos e entretenimento. Mas, para que o turista aproveite todas as opções, é extremamente necessário que ele possa se locomover com facilidade dentro da cidade. O BRT é sucesso em muitas cidades e países, a implantação do sistema no Estado certamente trará bons resultados", afirma Maely Coelho.

Como funciona o sistema BRT

Corredores exclusivos para ônibus;
Veículos de alta capacidade, modernos e com tecnologias mais limpas;
Integração entre serviços;
Serviços alimentadores e interbairros municipais alimentando as linhas BRT nos terminais, portais ou estações;
Cobrança antecipada da tarifa (externa ao veículo);
Integração com outros modais em estações, terminais e portais;
Estacionamentos e bicicletários em locais estratégicos;
Programação e controle rigorosos da operação por meio do sistema inteligente;
Amplo sistema de sinalização e informação ao usuário.



READ MORE - Novo sistema de transporte público BRT diminuirá 40% do tempo de viagem na Grande Vitória

Rodoviária de Criciúma inaugurada neste mês já tem problemas estruturais

O Terminal Rodoviário de Criciúma Algemiro Manique Barreto foi reinaugurado no dia 6 de outubro, porém, alguns pontos ficaram pendentes no local. Problemas de goteiras nos boxes, pias e vasos sem funcionamento e não implantação da climatização são algumas das especificações presentes no projeto que ainda não foram feitas. A Autarquia de Segurança, Trânsito e Transporte de Criciúma (ASTC) afirma que a etapa de finalização das reformas ainda está acontecendo.
Foto: Richard de Luca
“Em dias de chuva a água cai em cima dos ônibus e molha passageiros, bagagens e quem trabalha com os ônibus”, conta o gerente de uma empresa de ônibus, Joenio Soares Júnior. Uma cobertura nova e mais extensa foi colocada, entretanto, como há uma diferença de altura da cobertura antiga para a nova a goteira continua pingando. “Vamos fechar com tijolos e revestir este buraco e construir uma calha interna”, afirma o diretor Administrativo, Financeiro e Patrimonial da ASTC, Adriano Boaroli.

A extensão na cobertura dos taxistas também não foi implantada e deve ser feita. “Temos no máximo 30 dias para deixar tudo pronto na rodoviária. O dia 18 de novembro é a data final”, explica o diretor da ASTC. Uma placa  que proíbe o tráfego de pedestres na calçada em frente a rodoviária também foi questionada por usuários, mas Boaroli explica que o problema estava no lado em que a placa estava virada. “A sinalização já foi arrumada e serve para indicar que é proibida a presença de pessoas onde os ônibus transitam”, salienta.

Banheiros, estacionamento e climatização por fazer
Nos banheiros, alguns vasos e pias não funcionam. “O banheiro está na etapa final. Os da rua foram feitos novos e os internos serão repaginados”, explica Boaroli. Os motoristas estão preocupados também por não terem estacionamento aonde deixar os ônibus. “O problema é que não temos estacionamento e só podemos ficar por 15 minutos nos boxes se não somos multados”, reclama o motorista Wanderlei Trindade.

O diretor da ASTC explica que um regimento interno do terminal está em fase de produção e estipulará o tempo de permanência de cada coletivo na rodoviária. “Quanto ao problema do estacionamento estamos arrumando um local para que os ônibus possa ficar no intervalo até irem até o box”, explica Boaroli. Cinco cancelas com sensores vão controlar o tráfego de veículo atrás da rodoviária e somente ônibus autorizados poderão passar pelo local.

A climatização também causa discórdia entre os que precisam utilizar o terminal. “A climatização estava o orçamento inicial e não foi feita”, fala Soares Júnior. “Foi licitada e serão implantadas três cortinas de ar e outros aparelhos de ar condicionado até o dia 13 de dezembro”, informa Boaroli. A obra está orçada em aproximadamente R$ 45 mil.


Fonte: Engeplus

READ MORE - Rodoviária de Criciúma inaugurada neste mês já tem problemas estruturais

Em Santos, CET confirma implantação de corredor de ônibus na Avenida Bernardino de Campos

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) confirmou a implantação do corredor de ônibus na Avenida Bernardino de Campos, em Santos, nas próximas duas semanas. De acordo com a CET, a medida beneficiará cerca de oito mil passageiros transportados nos coletivos que circulam no Canal 2.
Foto: Alexsander Ferraz
O corredor será acionado no sentido Centro/Praia, de segunda a sexta-feira, das 17h às 20 horas, em toda extensão da via. O modelo é semelhante ao implementado na Avenida Conselheiro Nébias, onde os demais veículos não são proibidos de circular na faixa, mas devem dar a preferência de passagem ao transporte coletivo. 

Com a futura intervenção, o condutor fica proibido de estacionar no lado direito ou esquerdo, dependendo do plano da via. Com a mudança, o estacionamento na pista sentido Centro/Praia será permitido apenas na faixa da esquerda (rente ao canal). E entre 17 e 20 horas, será proibido estacionar em qualquer faixa.

A sinalização já foi iniciada ao longo da avenida, e o término da instalação depende das condições do tempo.


Fonte: A Tribuna

READ MORE - Em Santos, CET confirma implantação de corredor de ônibus na Avenida Bernardino de Campos

Zona Norte do Rio terá corredor exclusivo de ônibus BRS até 2012

Os corredores exclusivos de ônibus rápidos (BRS) que já existem em Copacabana, Ipanema e Leblon, na Zona Sul do Rio de Janeiro, vão chegar à Zona Norte da cidade até o ano que vem. No Centro, o sistema começa a funcionar já em dezembro. O esquema foi anunciado pela prefeitura nesta quarta-feira (19).

O modelo é aposta do governo municipal para organizar o trânsito e o transporte para a Copa do Mundo de 2014.

No Centro, o sistema será instalado nas avenidas Presidente Antônio Carlos até a 1º de Março e também na Presidente Vargas. Haverá ainda um novo corredor nas Ruas São Clemente e Voluntários da Pátria, em Botafogo, na Zona Sul. Já na Zona Norte, o modelo será implantado na Tijuca, em Vila Isabel e nas Avenidas Marechal Rondon e 24 de Maio.

BRTsO sistema de transportes do Rio também vai ganhar o reforço de corredores expressos de ônibus articulados, os chamados BRTs. Um dos principais será o da Avenida Brasil, que vai ligar o Caju a Santa Cruz, e terá capacidade de transportar 900 mil pessoas por dia - mais do que transportam o metrô e os trens. Isso fará do BRT da Avenida Brasil uns dos principais meios de transporte coletivo da cidade.

Além da Avenida Brasil, a cidade vai ter outros três corredores de BRT: a Transoeste, que vai da Barra da Tijuca a Campo Grande, na Zona Oeste, a Transolímpica, até Deodoro, também na Zona Oeste, e a Transcarioca, que vai até o Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, passando pela Penha, na Zona Norte.

A prefeitura também apresentou nesta quarta-feira o modelo dos ônibus dos BRTs. Os corredores exclusivos só devem ficar prontos para as Olimpíadas de 2016.

“Até a gente ter esse sistema de BRT implantado, a gente tem que trabalhar mesmo com o sistema de BRS. Vamos diminuir o número de ônibus e tudo isso para dar velocidade ao ônibus e ordenar o trânsito, que é o mais importante”, disse o secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão.
Zona Sul
O novo corredor de ônibus rápido (BRS) na Zona Sul começou a funcionar no dia 8 de outubro na Avenida General San Martín, no Leblon, e na Rua Prudente de Moraes, em Ipanema.

No dia 20 de agosto, o corredor exclusivo começou a operar na Avenida Ataulfo de Paiva, no Leblon, e na Rua Visconde de Pirajá, em Ipanema . As vias passaram a ter uma faixa preferencial para ônibus e duas para os demais veículos.


Fonte: G1.com.br

READ MORE - Zona Norte do Rio terá corredor exclusivo de ônibus BRS até 2012

Em Juiz de Fora, Pontos de ônibus começam a receber novo piso

As plataformas de embarque e desembarque dos pontos de ônibus da avenida Rio Branco começaram a receber o no piso. As intervenções incluem ainda remanejamento e ampliação de algumas plataformas para dar mais segurança aos pedestres e usuário dos transportes coletivo, além de instalação de novos abrigos. O protótipo já está sendo avaliado pela equipe técnica da Prefeitura de Juiz de Fora.

Os novos pisos, foram projetados para dar mais segurança em função da regularidade e aderência, e contam com faixa tátil/direcional e rampas que dão mais acessibilidade. As obras de instalação do novo piso estão sendo executadas no ponto situado na altura do número 3.760 da avenida, próximo ao bairro Bom Pastor, no sentido Centro/Bairro. O novo piso conta com uma faixa de 40 cm em concreto vassourado na lateral de embarque/desembarque; uma faixa com piso direcional/tátil com 20 cm; a parte central da plataforma com 1,40 cm em piso intertravado e, finalizando, mais uma faixa de 40 cm em concreto vassourado.



READ MORE - Em Juiz de Fora, Pontos de ônibus começam a receber novo piso

Projeto do VLT para Grande Cuiabá é apresentado

Secretários municipais e técnicos da prefeitura de Cuiabá conheceram, nesta quarta-feira (19), o projeto funcional do transporte coletivo a ser implantando na capital, visando à Copa do Mundo de 2014.

O projeto foi apresentado pelos técnicos da Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo Fifa 2014 (Secopa). Também participaram da reunião, realizada na sede da Secopa, representantes da prefeitura de Várzea Grande.

A Secopa apresentou o pré-projeto do traçado do VLT (Veículo Leve Sobre Trilho) - modal de transporte escolhido pelo Governo do Estado para atender a demanda do Mundial de Futebol.

O VLT fará o percurso CPA – Aeroporto e Coxipó – Centro. O novo modelo de transporte público percorrerá toda a Avenida Rubens de Mendonça, do CPA até a Ponte Júlio Muller, continuando na Avenida da FEB, em Várzea Grande, e também a Avenida Fernando Corrêa, no Coxipó.

O VLT será implantado na área central das avenidas, com estações de embarque e desembarque ao longo do percurso. Também fará a integração com os ônibus que fazem o transporte dos bairros, além de promover a integração total do sistema entre Cuiabá e Várzea Grande.

Nas avenidas onde o VLT será implantado, não será mais permitido a tráfego de ônibus ou veículos grandes.

A implantação do modal exigirá uma série de obras e interferências no trânsito e no transporte nas duas cidades, nos próximos dois anos. A implantação do VLT também necessitará de alterações nas legislações municipais.

Um exemplo será a modificação da largura das calçadas, especificada em Lei.

As maiores obras e intervenções acontecerão na Avenida Rubens de Mendonça, na altura de Prainha. Em alguns trechos será necessário fazer desapropriações. A Ponte Júlio Muller, por exemplo, será duplicada para que os trilhos sejam implantados.

Os representantes dos dois municípios pediram que a Secopa repasse o pré-projeto do VLT, para ser apresentado aos prefeitos Chico Galindo e Sebastião dos Reis Gonçalves e passarem por análise das equipes técnicas de Cuiabá e Várzea Grande.

Representando Cuiabá, estavam presentes os secretários municipais, Josemar de Araújo Sobrinho (Trânsito e Transporte Urbano), Marcio Puga (Desenvolvimento Urbano), Eldo Orro (Meio Ambiente e Assuntos Fundiários) e Carlos Haddad (assessor Especial de Assuntos Estratégicos da Prefeitura de Cuiabá).

Mais Notícias de Mato Grosso

Fonte: Midia News

READ MORE - Projeto do VLT para Grande Cuiabá é apresentado

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960