No Recife, Terminal Integrado Tancredo Neves não tem data para inauguração

sábado, 1 de outubro de 2011

Já se encontra em fase final as obras do terminal integrado Tancredo neves, este terminal terá 17 linhas que atenderão a uma demanda aproximada de cerca de 150 mil pessoas dia e atenderá as comunidades da região sul da cidade ao metrô e também ao Litoral Sul do Estado, como a cidade do Cabo de Santo Agostinho, por exemplo, pagando apenas uma passagem.

Segundo informações da secretária das cidades, ainda não se tem uma data certa para que este terminal seja inaugurado e possa entrar em operação, pois além de muitas linhas ainda estarem indefinidas, é visível a vontade do Governo em inaugurar o terminal em datas próximas a o Terminal Integrado de Cajueiro Seco, visto que um depende do outro para uma boa operação do sistema, ainda sobre o terminal, o Blog Meu Transporte fez uma visita nesta sexta-feira, na qual ainda tem muita coisa a serem feitas como pavimentar as vias dos ônibus, colocar as barras de ferro para ordenar as filas, pintura e outros acabamentos, também está semana o terminal passará por um teste prático onde alguns ônibus comuns e articulados estarão no terminal para um teste de aprimoramento como espaço entre os pontos, estocagem, etc.




O Terminal integrado de ônibus Tancredo Neves (Situado por trás da UPA da Imbiribeira) tem uma área aproximada de 11.6 m2, e estão sendo gastos cerca de R$ 10 milhões em sua construção.
Além das obras não estarem completamente concluídas, outros problemas vão atrasar a entrega do terminal, pois a rua que dá acesso ao terminal é hoje usada para estacionamentos de caminhões que fazem descarga de mercadorias nos galpões nesta rua, e em conversa com a CTTU, foi relatado que os estacionamentos serão proibidos, até porque está rua faz parte de uma ação também da Prefeitura do Recife em fechar à entrada a esquerda da av. Mascarenhas de Moraes com destino a Avenida Recife, porém ainda falta colocar sinalização, e outro problema é que existem 18 casas já cadastradas pela prefeitura para remoção, pois estes imóveis ficam simplesmente no meio fio da rua e o grande movimento de carros e ônibus fará que está remoção seja feita antes da inauguração.
Rua que dá acesso ao Terminal


Mais informações deste terminal ainda esta semana.

READ MORE - No Recife, Terminal Integrado Tancredo Neves não tem data para inauguração

São Paulo: Comissão define uso de corredor de ônibus por táxis

Terminou o prazo para a Secretaria Municipal dos Transportes decidir se renova ou não a autorização para circulação de táxis e carros de passeio nos corredores de ônibus. A decisão deveria ter sido tomada em março, mas foi adiada por causa da criação de uma comissão que avalia a medida.

O grupo apura o impacto do uso das faixas pelos 30 mil táxis e se eles atrapalham os coletivos e contribuem para diminuir a velocidade média nos corredores exclusivos.

A permissão para o tráfego nessas faixas existe desde 2005 e era renovada automaticamente até este ano, quando foi criada a comissão.

Com a autorização, os taxistas trafegam na faixa desde que estejam transportando passageiros e não tenham película de escurecimento no vidro, para não dificultar a fiscalização. Veículos de passeio podem usar o corredor todos os dias, das 23h às 4h.

O presidente do Sindicato dos Taxistas de São Paulo, Natalício Bezerra, espera a renovação. “O taxista precisa do corredor, mas a população muito mais, porque, com o táxi na faixa, ela chega mais rápido ao destino. Também gasta menos, já que o trânsito está sempre parado.”

Pelas regras, o taxista não pode sair e voltar para o corredor – ação conhecida como “costurar”. Mas, para o especialista em transporte Jaime Waisman, é isso que eles fazem. O consultor explica que conduzir dessa forma atrapalha os motoristas nas faixas de rolamento, complica o trânsito e potencializa o risco de acidentes. “Era a favor da medida, mas agora não mais, porque há mau uso do corredor pelo táxi. Falta educação”, afirma.



Fonte: Band


READ MORE - São Paulo: Comissão define uso de corredor de ônibus por táxis

Prefeitura de Aracaju vai abrir concurso para 200 agentes de trânsito

A Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) prevê para até o fim do ano o lançamento do edital para o concurso público para a contratação de Agente e Analista de Mobilidade Urbana. A proposta é lançar 200 vagas para o cargo de agente e cinco para o de analista, e aguarda aprovação da Câmara Municipal de Aracaju (CMA). A medida faz parte da política de melhorias para a mobilidade urbana que a Prefeitura de Aracaju vem desenvolvendo.
 
De acordo com o diretor de Trânsito da capital, major Paulo Paiva, a realização do concurso também visa atender a uma demanda que cresceu bastante nos últimos anos. “Temos uma estrutura de trânsito pensada há mais de 20 anos. Nesse tempo a mobilidade mudou muito, a frota de veículos triplicou e a gente precisa aumentar o efetivo. Os cargos terão atribuições que atendem à mobilidade que temos hoje; o de agente, mais especificamente, tem maior abrangência, com atribuições mais adequadas à realidade”, comenta Paiva.

Entre as atribuições do cargo de Agente de Mobilidade estão operação e fiscalização o trânsito, aulas, palestras, campanhas educativas e demais ações voltadas para a segurança e educação para o trânsito. Para exercer a função é necessário possuir ensino médio completo e Carteira Nacional de Habilitação na categoria AB.

Já para o cargo de Analista de Mobilidade Urbana é necessário ter graduação em Engenharia ou Arquitetura. As funções de analista abrangem elaboração projetos de sinalização em vias públicas, acompanhamento, vistoria e monitoramento de implantações em campo, pesquisas e análises do transporte público municipal.

Na ocasião em que anunciou o concurso, o prefeito Edvaldo Nogueira destacou que a chegada dos novos servidores não mexerá no quadro de que já dispõe a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT). “Nossa intenção é complementar o quadro de 60 funcionários já existentes, oferecendo um novo efetivo que também atue no serviço de orientação e coordenação educativa dos pedestres e motoristas, explicou Edvaldo.
Fonte: Faxaju

READ MORE - Prefeitura de Aracaju vai abrir concurso para 200 agentes de trânsito

Especialistas apontam falhas no sistema de transporte coletivo de Manaus

Os transtornos enfrentados atualmente pela população manauara no trânsito e transporte coletivo são fruto de falhas na administração pública. A afirmação é do mestre em Planejamento de Transportes, Paulo Sérgio Custódio, que participou, ontem, do último dia do seminário “Copa 2014: Sustentabilidade e Legado”, realizado em Manaus.

Para o especialista, os corredores viários da capital amazonense estão operando bem, mas o sistema de transporte coletivo precisa passar por melhorias na organização das linhas e rotas. Segundo Sérgio, diferente da postura de muitos administradores públicos, não se resolve problemas de trânsito de uma cidade construindo mais ruas e mais complexos viários. “Passei algumas horas circulando por Manaus e é possível ver que as ruas daqui estão bem estruturadas, mas é preciso melhorar muito o sistema de transporte coletivo e incentivar o uso racional dos carros”, disse.

O especialista afirmou que a opção feita por Manaus em utilizar um monotrilho como vetor de mobilidade para a Copa de 2014 pode significar mais gastos para a população. “A construção do monotrilho tem um custo muito elevado e vai ser preciso gastar ainda mais para fazer a manutenção. Os políticos não pagam essa conta e a população tem que cobrar medidas mais eficazes. A Copa não vai resolver os problemas do trânsito nas cidades”, disse. Na opinião de Custódio, é preciso que os administradores públicos comecem a planejar as cidades pensando na concepção de crescimento inteligente.

Atualmente, na maioria das cidades brasileiras, os moradores de baixa renda moram longe da área central, geralmente local de trabalho deles. “Enquanto as pessoas trabalharem muito longe de casa e houver essa diferenciação entre pobres e ricos, os problemas do trânsito vão continuar”, destacou. Além da mobilidade urbana, especialistas e técnicos dos ministérios do Meio Ambiente e Esporte discutiram, durante o segundo dia de seminário, questões relacionadas a mudanças climáticas, saneamento básico, eficiência em energia, gestão de resíduos sólidos e reciclagem.

Com as discussões será montada uma agenda de atividades sustentáveis para serem adotadas pelas cidades que serão sede da Copa de 2014. O seminário é realizado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Ministério do Esporte, em cooperação com o Ministério do Meio Ambiente, Governo do Amazonas, Prefeitura de Manaus e República da Coréia, por meio do fundo para parcerias e conhecimento.


Fonte: A Critica

READ MORE - Especialistas apontam falhas no sistema de transporte coletivo de Manaus

Mudanças no transporte coletivo de Dourados começam neste sábado

Entra em vigor neste sábado (1) o novo sistema de integração temporal, que vai permitir à população de Dourados utilizar mais de um ônibus do transporte urbano no tempo médio de uma hora, trocando de veículo em qualquer ponto. A mudança foi determinada pela prefeitura à empresa Medianeira, responsável pelo transporte coletivo na cidade.

“A administração fez várias exigências que terão de ser cumpridas pela Medianeira como contrapartida pelo aumento de tarifa, como melhoria da qualidade e pontualidade das linhas, além da implantação do sistema de integração temporal”, explicou o diretor do Departamento de Trânsito da prefeitura Jonecir Ferreira.

Também serão feitas melhorias no transporte de universitários, com acréscimo de horários nos períodos de entrada e saída das faculdades, redução do tempo de vida da frota de oito para cinco anos, além de mudança nos horários e itinerários para adequar as linhas e evitar atrasos.

Integração
Para melhorar o transporte e atender a população, está sendo implantado o sistema de integração temporal que permite ao usuário se deslocar para os outros pontos da cidade sem precisar ir até o terminal de transbordo.

“A pessoa poderá optar por qualquer linha, desde que no mesmo sentido, ou seja, não será permitido o trajeto de ida e volta. Assim, se o usuário fizer um percurso até o centro da cidade e desejar retornar ao bairro de origem, ele não pode usar a integração. Será necessário pagar outra passagem. O tempo para a troca de linha é de 40 minutos”, informa Ferreira.

Para utilizar a integração, o usuário precisa se cadastrar na Central de Passes, no Terminal Rodoviário Renato Lemes Soares, e adquirir um cartão de passe, no valor de R$ 23 com 10 créditos inseridos. “Os cartões não têm prazo de validade. Em caso de perda, o usuário deve fazer um novo pedido de cartão e pagar uma taxa”, destaca o diretor.

Ferreira chama a atenção dos usuários: “apenas quem pagar a passagem com o cartão poderá fazer a integração em qualquer ponto. Quem pagar a tarifa em dinheiro só poderá fazer a troca de ônibus no terminal de transbordo.

Cartão
A empresa concede um desconto no valor da tarifa para o usuário que utiliza o cartão magnético como forma de incentivar esse sistema de pagamento. A partir deste sábado, a tarifa com cartão passa custa R$ 2,30 e o pagamento em dinheiro, R$ 2,50.

Horário
Na segunda-feira (3) serão adicionados nove horários à linha da Cidade Universitária para atender estudantes e professores. O ônibus vai sair do transbordo às 08h15, 09h25, 14h10, 16h25, 18h25 e 21h05. A saída das universidades será às 07h35, 08h50 e 19h00, além dos horários já estabelecidos.

Serviço
Mais informações sobre o cadastro no sistema de integração temporal e os documentos necessários podem ser obtidas na Central de Passes, no terminal rodoviário, ou pelo telefone (67) 3424-8652.

Em caso de reclamação, os usuários do transporte público de Dourados podem entrar em contato com o Departamento de Trânsito, localizado na Rua Oliveira Marques, 490, ou pelo telefone (67) 3411-7121.

Fonte: Agora MS

Share |
READ MORE - Mudanças no transporte coletivo de Dourados começam neste sábado

Valor da tarifa do transporte coletivo deve subir em Taubaté

Quem anda de ônibus em Taubaté deve preparar o bolso. Em breve a tarifa deve subir na cidade. A ABC Transportes encaminhou à prefeitura uma planilha de custos atualizada solicitando o reajuste no valor da passagem. Desde novembro de 2009 a tarifa não sofre reajuste. São 86 ônibus em circulação na cidade.

A planilha é feita com base nos gastos com o veículo, peças, manutenção, combustível, motorista, cobrador e o valor final não é calculado pela empresa, mas pelo Geipot (grupo executivo de integração da política de transportes), órgão vinculado ao Ministério dos Transportes.

A direção da empresa ressalta o aumento do salário mínimo como um dos fatores para o reajuste do preço das passagens. De acordo com o contrato, o reajuste deveria ser anual. A partir da assinatura do decreto, a mudança na tarifa do transporte público tem 15 dias para entrar em vigor. A empresa aguarda uma posição da prefeitura.

A secretaria de trânsito informou que concluiu uma planilha de custos essa semana. O reajuste sugerido é de R$ 2,40 para R$ 2,75. A planilha foi entregue ao prefeito Roberto Peixoto (PMDB) na última segunda-feira (26). Ele ainda não avaliou o reajuste.



Fonte: VNews


READ MORE - Valor da tarifa do transporte coletivo deve subir em Taubaté

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960