Os futuros novos ônibus de Recife, Mega BRT é enfim apresentado a cidade

terça-feira, 9 de agosto de 2011


Foi apresentado o novo modelo de ônibus que será implantado no Recife daqui a dois anos, trata-se do mega BRT, ônibus articulado com capacidade de até 170 passageiros por viagem.
Com a circulação desses futuros ônibus, os usuários do sistema de transporte coletivo de Recife e região metropolitana terão mais conforto, qualidade e segurança, com deslocamentos mais rápidos em veículos com maior capacidade de passageiros e que dispõem da mais completa tecnologia.
O veículo é do modelo B340M articulado, produzido na fábrica da Volvo localizada em Curitiba, sede sul-americana da marca. “É um dos modelos com maiores vendas já realizadas pela Volvo para a capital paranaense, dona de um dos maiores, mais eficientes e mais avançados sistemas de transporte coletivo organizado da América Latina”.

Outras inovações do ônibus da Neobus são as câmeras para manobras, sensor de estacionamento com indicação de distância, wireless, sistema anunciador de voz (junto às portas), monitores informativos, GPS e suporte para transporte de bicicletas. O suporte pode ser adaptado para transportar, além de bicicletas, pranchas de surf.
Esses serão os que provavelmente estarão nos novos corredores a serem construídos pelo governo do estado. 
Os corredores terão um investimento de R$ 940 milhões, sendo R$ 180 milhões para o Leste-Oeste, que vai da Praça do Derby até a Estação Cosme e Damião, em São Lourenço da Mata (Cidade da Copa), R$ 280 milhões para o Norte-Sul, que sairá de Igarassu até o Recife, e R$ 480 milhões para a BR-101, que será requalificada e terá um corredor exclusivo de ônibus.
A escolha do modal para os corredores é um assunto polêmico, inclusive para o meio técnico. Alguns especialistas apontam o BRT (Bus Rapid Transit) como o sistema mais adequado para o Recife, e ele já consta inclusive na Matriz de Responsabilidades. 
A solenidade contou com empresários do setor e representantes da sociedade civil.
Depois da apresentação, o ônibus articulado saiu pelas principais ruas do centro da cidade.
Meu Transporte/Clayton Leal

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
READ MORE - Os futuros novos ônibus de Recife, Mega BRT é enfim apresentado a cidade

Em Goiânia, Medidas vão beneficiar usuários do Eixo Anhanguera, Metrobus terá ônibus novos articulados e biarticulados

O governo do Estado, por meio da  Metrobus Tansporte Coletivo S/A, atende às antigas reivindicações dos usuários do Eixo Anhanguera com  a compra de novos ônibus e anúncio de diversas melhorias. O presidente da Metrobus, Carlos Maranhão, explica que os investimentos ultrapassam os R$ 90 milhões  e fazem parte dos compromissos firmados pelo governador do Estado, Marconi Perillo. “Assim nós vamos oferecer mais conforto, diminuir a superlotação, evitar o tumulto gerado no embarque  e desembarque nos terminais e plataformas do Eixo”, explica o presidente.   

Já no próximo dia 27 de agosto serão entregues à população 25 novos veículos, 20 articulados com capacidade para 170 pessoas cada, e cinco biarticulados com capacidade para 270 passageiros cada. Até o mês de novembro deste ano toda a nova frota ultramoderna, 90 veículos no total (30 biarticulados e 60 articulados),   estará à disposição dos 240 mil passageiros/dia do Eixo. O presidente da Metrobus, Carlos Maranhão, afirma que apesar da frota diminuir (atualmente são 104 ônibus) a capacidade será ampliada em 20%.   “Todos os ônibus serão substituídos. É uma frota antiga, com média de 13 anos de uso. Cada novo ônibus, articulado e biarticulado,  comporta 100 passageiros a mais do que os antigos similares. Estamos  dando assim um importante passo para a nova prioridade da Metrobus, que é o cidadão, o nosso cliente”, completa.

No último dia 1º, Carlos Maranhão apresentou o modelo do ônibus que vai circular no Eixo. O Mega-BRT(sigla inglesa para Ônibus de Transporte Rápido) da marca Volvo, modelo 2011/2012,  montado pelo consórcio Suécia/San Marino. A nova frota tem motor e suspensão eletrônicos, computador de bordo, monitor de TV e sistema eletrônico de segurança que não permite o deslocamento do veículo de porta aberta.   No interior  dos veículos haverá painéis eletrônicos que identificam qual a próxima parada a ser realizada pelo ônibus e equipamentos de áudio com a mesma função.O ônibus ainda será monitorado por câmeras. “Além de ultramodernos, são os maiores ônibus de passageiro do Brasil e do mundo”, explica Maranhão.

A nova pintura dos novos ônibus será azul, baseada nas cores da estatal. O novo modelo de pintura foi escolhido em consulta popular, em pesquisa realizada nos cinco terminais pela Epom- Pesquisa e Mercado, nos dias 28 e 29 de julho. Foram consultadas 22.640 pessoas. A opção escolhida obteve 39,8% dos votos.    
Melhorias
 
O presidente ainda anunciou que os passageiros serão beneficiados com a reforma de terminais e da pista por onde os ônibus trafegam. As obras começam em setembro,. “As licitações  já estão sendo elaboradas, mas como elas demoram em torno de 30 dias para ficarem prontas, as obras devem começar no mês de setembro. Até dezembro, os usuários do transporte coletivo já terão as melhorias”, confirma. O terminal da Praça da Bíblia será o primeiro a ser   reformado, sendo ampliado em 80 metros. O próximo será o terminal Padre Pelágio que deve ser concluído no começo de 2012.

O próximo passo será a reforma da pista do eixo. Maranhão afirma que esse é um dos grandes problemas enfrentados pela empresa e explica, que além de sofrer recapeamento, o corredor do eixo será ampliado para a circulação dos veículos que farão a linha expressa, parando apenas nos terminais. “Isso vai permitir  que os ônibus  façam ultrapassagem e sigam roteiros específicos, que serão chamados de linha expressa”, informa. O presidente da Metrobus explica ainda que um dos grandes problemas que o eixo enfrenta hoje é a baixa velocidade dos veículos que formam comboios atrasando as viagens. “Então vamos fazer uma linha direta para as pessoas que vão de um terminal para o outro e fazer integração  a outras linhas de ônibus”, completa. Para reformar a pista e abrir locais de ultrapassagem, Maranhão explica que parte da avenida, destinada aos carros comuns, será invadida. O presidente ressalta que os motoristas não serão prejudicados pois os locais escolhidos não deverão ter estacionamento.

Expansão

Carlos Maranhão ainda anunciou a expansão do Eixo Anhanguera no sentido noroeste e oeste da Capital até junho de 2012. Para a expansão oeste um terminal deverá ser construído no Setor Vera Cruz onde a linha deve chegar para abranger a cidade de Trindade.   Depois que a expansão oeste for concluída a linha será estendida sentido noroeste até a Vila Mutirão, para abranger a cidade de Goianira. Em 2013, de acordo com o presidente, a linha também será expandida sentido leste abrangendo a cidade de Senador Canedo, indo até o Jardim das Oliveiras.

O presidente da Metrobus afirma que os motoristas estão passando por novos treinamentos e os 60 fiscais de transporte que trabalham nas plataformas e nos terminais do Eixo Anhanguera estão sendo preparados. “Essas medidas também fazem parte do trabalho de viabilização das melhorias implantadas no Eixo Anhanguera que têm como eixo principal, como prioridade, a melhoria na qualidade do atendimento aos nossos clientes”, ressalta Carlos Maranhão.

      



READ MORE - Em Goiânia, Medidas vão beneficiar usuários do Eixo Anhanguera, Metrobus terá ônibus novos articulados e biarticulados

Em Salvador, Metrô será o novo modal de transporte implantado na Avenida Paralela

O governador da Bahia Jaques Wagner anunciou na tarde desta segunda-feira (08) que o metrô será o novo modal de transporte implantado na Avenida Paralela, em Salvador.

O anúncio ao público foi feito durante uma cerimônia das Obras Sociais Irmã Dulce em que o governador recebeu o título de sócio honorário da instituição.
De acordo com a assessoria do governo do estado, a decisão foi tomada após a reunião de Jaques Wagner com a presidente da República Dilma Roussef. Em seguida, representantes do governo e da prefeitura de Salvador se reuniram e chegaram a um consenso de que essa seria a melhor opção para a região.

O metrô na Avenida Paralela vai sair do aeroporto Luís Eduardo Magalhães até a Rótula do Abacaxi, correspondendo à linha 2 do meio de transporte, já que a linha 1 vai sair da Rótula com destino à Estação da Lapa. 

“O acordo foi feito sobre trilhos no trecho Aeroporto-Rótula do Abacaxi e será complementado com todo um sistema de alimentação que envolve intervenções urbanas, além da gente começar a projetar já a interligação do bairro de Cajazeiras com o sistema modal de metrô em Pirajá”, explicou o governador, segundo nota da assessoria.

“É importante que o legado de mobilidade urbana que será deixado para Salvador com a Copa do Mundo atenda todo o território da cidade, dentro de uma rede interligada intermodal de transporte coletivo. O nosso entendimento está levando em conta a implantação desta rede, atendendo aos moradores de bairros como Subúrbio Ferroviário, Valéria, Pirajá e Cajazeiras, entre outros, ao mesmo tempo em que vamos eliminar pontos altamente críticos do trânsito já identificados pela Transalvador”, destacou o prefeito João Henrique, de acordo com a nota da assessoria.


A assessoria disse ainda que os detalhes da decisão devem ser divulgados na próxima quinta-feira (11), por intermédio da publicação do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) da mobilidade urbana.
O edital para a realização das obras deve ser publicado em um prazo de 35 a 40 dias, com o objetivo de que elas sejam iniciadas ainda este ano.


Fonte: G1.com.br

READ MORE - Em Salvador, Metrô será o novo modal de transporte implantado na Avenida Paralela

Frota de ônibus em Curitiba com 90% de acessibilidade

Única cidade do mundo a contar com um sistema de transporte urbano exclusivo para portadores de necessidades especiais - o Sistema Integrado de Transporte para Ensino Especial (Sites) - Curitiba também vai cumprir, com folga, a exigência legal de 100% de acessibilidade nos ônibus até 2014.

Noventa por cento dos ônibus da frota operante da Rede Integrada de Transporte (RIT) já estão adequados à legislação, com elevadores, espaço para cadeirantes e acompanhantes e balaustres em relevo próximo aos bancos exclusivos para pessoas com deficiência.

Estes ônibus atendem a 85% das 355 linhas da Rede o que inclui as 18 linhas de Ligeirinhos (Linhas Diretas) onde a acessibilidade já é de 100%. Ou seja, todos os 395 ônibus da frota de Ligeirinhos estão dentro das normas nacionais de acessibilidade.

Além dos ônibus, também as estações tubo estão sendo adequadas. Atualmente, 87% das estações são acessíveis, com elevadores ou rampas. As rampas são a melhor alternativa em estações onde a altura em relação à calçada é pequena.

Transporte EspecialOs curitibanos também contam com um serviço pioneiro no mundo. É o transporte prestado a alunos especiais por 56 ônibus que fazem 52 linhas e contam com terminal exclusivo. Todos os ônibus circulam com atendentes que auxiliam os alunos no embarque, desembarque e acomodação dentro do veículo, garantindo que todos viajem com segurança.

Implantado em 1984, o sistema é operado em parceria pela Urbs e Secretaria Municipal da Educação e atende atualmente 2.429 alunos de 35 instituições de ensino especial. Do total de alunos atendidos, 1.128 usam ônibus a partir do Terminal do Sites, que fica na avenida Visconde de Guarapuava, 830, entre as ruas Padre Germano Mayer e Schiller.

Outros 1.304 alunos são atendidos no próprio bairro, o mais próximo de suas casas, pelas chamadas linhas diretas. São 31 linhas que percorrem a cidade de Norte a Sul e de Leste a Oeste. O ponto mais distante fica no Tatuquara, perto do conjunto Rio Bonito, já na divisa com Araucária.

O serviço diferenciado prestado pelo Sites, conta Airton Correa, que há 25 anos coordena o sistema especial de transporte, tem atraído visitantes de várias cidades tanto do Brasil quanto do exterior. "As pessoas chegam aqui e ficam admiradas com o serviço por sua importância na qualidade de vida dos alunos e suas famílias", conta. "Não tenho dúvida de que, sem o Sites, muitas destas famílias simplesmente não teriam como levar os alunos até as instituições", completa.


Fonte: Paraná Online

READ MORE - Frota de ônibus em Curitiba com 90% de acessibilidade

Prefeitura do Rio lança consulta pública para implantação da Transolímpica

A Prefeitura do Rio de Janeiro se prepara para as obras da Transolímpica, via que vai ligar os bairros da Barra da Tijuca a Deodoro, na zona oeste da cidade. A Secretaria Municipal de Obras publicou no Diário Oficial a consulta pública para concessão de implantação, operação, manutenção, monitoração, conservação e realização de melhorias para a via. O modelo adotado pela prefeitura para a construção será concessão precedida de obra pública. A obra faz parte dos projetos para os Jogos Olímpicos de 2016 e terá início em 2012. A concorrência será em setembro deste ano.

O valor estimado no edital é de R$ 1,6 bilhão e as construtoras interessadas poderão consultar a minuta no período de 5 a 22 de agosto. Para a construção da obra, serão necessários cerca de 40 meses. 

A via, com aproximadamente 23 quilômetros de extensão, vai ligar os bairros do Recreio dos Bandeirantes à Deodoro, passando por Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Curicica, Taquara, Jardim Sulacap e Magalhães Bastos.

O município se compromete a arcar com até R$ 1,1 bilhão na obra. Ganhará a concessão por 35 anos a empresa que calcular o menor volume a ser investido pela Prefeitura. No orçamento, estão incluídos apenas os gastos diretos nas obras da via expressa. 


O projeto

A Transolímpica ligará a Vila dos Atletas e o Parque Olímpico do Rio, no Riocentro, ao Parque Radical do Rio (que vai sediar as provas de pentatlo moderno, esgrima, tiro e montain-bike da Olimpíada de 2016), em Deodoro.

Serão construídas duas pistas com três faixas para veículos e faixas exclusivas para BRT (Bus Rapit Transit), permitindo a conexão com as vias da Transcarioca, na Taquara, em Jacarepaguá; e com a Transoeste, na avenida das Américas, na altura do Recreio dos Bandeirantes, além de interligar com os trens da SuperVia (concessionária responsável pelos trens no Rio) na estação Deodoro e com a Transbrasil.

Também serão construídas ciclovias nas duas laterais do corredor, nos bairros de Jacarepaguá, Barra da Tijuca e Deodoro, e nas paradas das estações BRT, incentivando o uso deste sistema de transporte.

Avenida Salvador Allende será ampliada
A obra ampliará a avenida Salvador Allende, por onde passam atualmente 59 mil veículos por dia. Dos atuais 30 metros de largura e quatro faixas de rolamento (duas por sentido), a via passará a ter 80 metros de largura e dez faixas (cinco por sentido).

As faixas centrais serão reservadas ao sistema de transporte por ônibus articulados BRT. O município vai assumir os custos desta reurbanização, cujo investimento pode chegar a R$ 100 milhões. Apesar de estar fora da concessão, a via será o principal acesso à Transolímpica pela Barra.

Como será o corredor
O traçado prevê a abertura do maciço da Pedra Branca com um túnel de 1.800 metros no Parque da Pedra Branca. Também serão construídos 12 viadutos e pontes.

A Transolímpica terá três faixas por sentido e o limite de velocidade será de 80 quilômetros por hora, sendo que as faixas centrais são exclusivas para o BRT. A partir da Taquara, será aberta uma nova via que cortará a Colônia Juliano Moreira, transpondo através de pontes e viadutos algumas estradas da região, como a do Rio Grande e da Boiúna.

A nova via terá a capacidade de receber mais de 52 mil veículos por dia. Por ser uma concessão, a Transolímpica terá pedágio, cujo valor será o mesmo já praticado na linha Amarela: R$ 4,30.
Fonte: R7.com

Share |
READ MORE - Prefeitura do Rio lança consulta pública para implantação da Transolímpica

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960