Em Fortaleza, Motoristas não entram em acordo e decidem se entram em greve na segunda-feira

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Segue sem acordo a negociação entre empresários e servidores do setor rodoviário de Fortaleza. Os funcionários da categoria exigem um reajuste salarial de 27,85% para motoristas, cobradores e fiscais e 23% para as demais funções da categoria. O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) alega que uma proposta de reajuste acima de 10% está “fora do patamar realizável”. “Iria comprometer todo o serviço”, defende o Sindiônibus por meio de sua assessoria.
Membros do Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro) agendaram para a próxima segunda-feira (18) uma reunião da categoria para decidir se aceitam reajuste salarial de até 10%. Por conta da falta de acordo, servidores paralisaram parte das atividades na manhã desta sexta-feira (15).
De acordo com assessoria de comunicação do (Sindiônibus), trabalhadores chegaram atrasados ao serviço e foram dispensados. Ainda segundo a assessoria, a falta será descontada do salário dos funcionários, conforme previsto em lei.
O presidente do Sintro, Domingos Neto, diz que o atraso ocorreu por conta da assembleia da categoria para discutir reivindicações salariais. “A jornada de trabalho é muito pesada e não há tempo para fazer a assembleia sem atrasar”, justifica Neto.
Segundo a assessoria do Sindiônibus, foram remanejados motoristas de outras linhas para cobrir a frota que teve motoristas dispensados. Por conta do remanejamento, algumas linhas deixaram de circular nesta manhã.


Fonte: G1.com.br

READ MORE - Em Fortaleza, Motoristas não entram em acordo e decidem se entram em greve na segunda-feira

No Rio, Universitários vão pagar metade nos ônibus municipais, cadastro começou nesta sexta-feira, confira:

Começou hoje o cadastramento para o Bilhete Único Universitário, que vai beneficiar 30 mil estudantes cotistas e bolsistas do Programa Universidade Para Todos (ProUni). Com ele, todos os alunos vão pagar a metade do preço das passagens de ônibus municipais, a partir do dia 1º de agosto. O cartão só poderá ser usado duas vezes ao dia, em veículos sem ar condicionado. O desconto não vale para fins de semana e feriados.

Bolsista do ProUni, o estudante de Relações Internacionais Augusto Zamith, 27 anos,vai economizar pelo menos R$ 55 com a novidade, o que vai permitir que ele pague as cópias de texto necessárias para estudo de três disciplinas: “Achei ótimo, vou me cadastrar logo. Tenho a renda muito controlada e sempre que a passagem aumenta é um sufoco”. Não há previsão de quando o sistema será expandido para trens e metrô.

Onde se cadastrar:
Bangu: Shopping Bangu. Rua Fonseca 240, 2º piso.
Barra da Tijuca: Terminal Rodoviário Alvorada - Avenida das Américas, sem número
Botafogo: Rua Dona Mariana 48, Secretaria Municipal de Transportes
Central Brasil: Rua Cristiano Otoni s/nº, subsolo
Centro: Rua da Assembleia 10, subsolo, loja C 
Madureira: Terminal Rodoviário – Praça Armando Cruz, s/nº
Jacarepaguá: Estrada do Gabinal 313, Loja 270-A
Ilha do Governador: Rua Orçadas 435, Jardim Carioca

Documentos:
É necessário levar identidade, CPF, comprovantes de residência e de matrícula em alguma instituição de ensino superior no município do Rio e a carteira de identidade estudantil, emitida pela União Nacional dos Estudantes ou pela União Estadual dos Estudantes do Rio.

Como recarregar:
Eles devem ser carregados em loja da RioCard ou pelo site www.cartaoriocard.com.br. Deve-se imprimir boleto para pagamento em agências do banco Itaú.

Para começar a usar:
O cartão chegará na casa do estudante. Será ativado quando usado num validador nos ônibus. Em caso de perda, será cobrado R$ 15 pela segunda via. A cada seis meses será revalidado, após consultadas informações sobre permanência do aluno na instituição.





READ MORE - No Rio, Universitários vão pagar metade nos ônibus municipais, cadastro começou nesta sexta-feira, confira:

Curitiba ganhou 196 novos ônibus nesta quinta-feira

O prefeito Luciano Ducci entregou nesta quinta-feira (14) mais 196 ônibus novos para a frota do transporte coletivo. A entrega, faz parte do projeto da Prefeitura que prevê a renovação, neste ano, de 25% da frota total do transporte coletivo de Curitiba o que significará a entrada em operação de 557 ônibus zero quilômetro até dezembro.

Expresso - O projeto de melhoria do transporte inclui a renovação total da frota de 26 biarticulados da linha Centenário/Campo Comprido – 14 foram entregues nesta quinta e o restante entrará em operação nas próximas semanas. São ônibus dentro do novo padrão curitibano de biarticulados, os chamados Mega BRT (Bus Rapid Transit), que os curitibanos conhecem como Expresso.

Os novos Expresso, na cor vermelha, têm 28 metros de comprimento e capacidade para 250 passageiros, o que significa a ampliação de 10% na oferta de lugares na linha Centenário/Campo Comprido que atende 100 mil passageiros/dia.

Semelhantes aos Ligeirões, os novos biarticulados Centenário/Campo Comprido têm assentos e encostos estofados, janelas panorâmicas, vidros com película garantindo mais conforto interno, dispositivo que permite avisar o motorista do desembarque de pessoa com deficiência, plaquetas com o número do ônibus em braille e avisos sonoro e luminoso de abertura e fechamento de portas.

Ligeirinhos – Além dos novos biarticulados, o eixo Leste/Oeste ganhou também, nesta quinta-feira, a renovação total da frota de 28 ligeirinhos da linha Pinhais/Campo Comprido, que transporta 45 mil passageiros/dia. No total, o prefeito entregou nesta quinta, 89 ligeirinhos novos de diferentes linhas. Como os biarticulados, os novos ligeirinhos têm chassi Volvo e carroceria Neobus.

A renovação da frota é um dos itens do programa de melhoria do transporte coletivo de Curitiba. Só neste ano, a cidade ganhou 24 novos Ligeirões inaugurando a cor azul no sistema Expresso e oferecendo mais conforto ao usuário com a ampliação em 47% na oferta de lugares nas linhas do Expresso Ligeirão Boqueirão e Linha Verde. Em março, junto com os Ligeirões, o prefeito Luciano Ducci entregou outros 74 ônibus novos, de diferentes linhas.




No mês que vem, serão iniciadas as obras para implantação do Expresso Ligeirão Norte, que vai ligar o terminal Santa Cândida à praça do Japão. O Terminal Santa Cândida será totalmente reformado e ampliado. Também já está pronto – e inscrito para receber recursos do PAC da Copa, o projeto do Ligeirão Leste/Oeste, ligando, no novo sistema, os bairros Centenário e Campo Comprido.

Outro projeto inscrito no PAC da Copa é o que prevê a duplicação da capacidade do ligeirinho Inter 2, que transporta por dia 77 mil passageiros. O Inter 2 tem uma rota circular percorrendo a cada viagem 38 km em 12 bairros. A ampliação da capacidade do Inter 2 inclui adequação viária e reconstrução dos terminais Cabral, Campina do Siqueira, Portão, Capão Raso e Capão da Imbuia. Na nova configuração dos terminais de integração a parada dos ônibus expresso será no subsolo com as demais linhas operando na superfície.

Share |
READ MORE - Curitiba ganhou 196 novos ônibus nesta quinta-feira

No Recife, Mês de Julho está com menos ônibus nas ruas devido às férias escolares

Este mês de julho, a região metropolitana está com sua frota de ônibus reduzida, segundo o Consórcio Grande Recife de Transportes, esta medida é tomada devido as férias escolares na qual menos passageiros usam o sistema neste período.
O Grande Recife Consórcio de Transporte reduziu a oferta de coletivos em 10,7% e a de viagens em 7,8% desde o dia 27/06. A diminuição de frota e viagens será realizada até o próximo dia 31/07/2011.
Saiba mais sobre a operação do Consórcio nas férias escolares:
 Frota
O Consórcio opera diariamente – 2700 veículos
Ônibus que circulam em áreas escolares – 1712
Ônibus que atuaram nas férias – 1529
Diminuição de coletivos nas férias – 183
Redução de – 10,7%
Viagens
Viagens em áreas escolares – 15225
Viagens no período de férias – 14042
Redução de – 7,8%
Informações: Imprensa CGRT

 Fonte: Blog Meu Transporte


Share |
READ MORE - No Recife, Mês de Julho está com menos ônibus nas ruas devido às férias escolares

Novos ônibus do transporte coletivo começam a chegar em Manaus

Treze ônibus chegaram nesta quarta-feira (13) no porto da Sanave localizado no bairro da Compensa, zona oeste. Estes pertencem à primeira leva de 40 ônibus que devem chegar até amanhã em Manaus.
Foto: MARCIO SILVA
Segundo o assessor de comunicação do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amazonas (Sinetram), Fernando Reis, os 13 ônibus chegaram hoje de manhã e são da empresa City Transportes, que atua na zona oeste da cidade.  “Assim que liberados pelo porto, os ônibus serão levados até o Detran onde vão ser emplacados para entrar em circulação. Entre 7 a 10 dias esses veículos já vão ser usados pela população”, afirma Reis.
 A previsão do Sinetram é que cheguem mais 27 coletivos amanhã totalizando os 40 primeiros novos ônibus da cidade. As empresas de transporte, que ganharam o processo licitatório deste ano, têm até o fim de agosto para entregar os 400 ônibus novos para a Prefeitura de Manaus.


Fonte: A Critica

READ MORE - Novos ônibus do transporte coletivo começam a chegar em Manaus

Porto Alegre: Estudantes e professores poderão dividir compra de créditos do TRI-Escolar

A partir de sexta-feira (15), estudantes e professores da Capital poderão comprar créditos para o transporte coletivo de forma dividida. Até então, o TRI Escolar permitia apenas uma recarga mensal. Com a alteração, será possível fazer até quatro compras no mês, desde que não excedam o limite de créditos permitido, que é de 75 passagens ou 150 para quem comprova  necessidade. 

A medida beneficiará cerca de 100 mil estudantes e professores cadastrados no TRI Escolar. Sendo a aquisição mais flexível uma facilidade para quem recebe salário de forma fracionada. A medida faz parte do pacote de benefícios implantado a partir de 1º de julho no transporte coletivo de Porto Alegre. Mais informações no site www.tripoa.com.br ou pelo fone 156.





READ MORE - Porto Alegre: Estudantes e professores poderão dividir compra de créditos do TRI-Escolar

Em São José dos Campos, Verba do BID pode viabilizar projeto do metrô de superfície

O prefeito de São José dos Campos, Eduardo Cury (PSDB), planeja utilizar verba do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) para retomar o projeto de criação de um TRM (sistema de transporte rápido de massa) na cidade.
Estudo sobre a viabilidade de um novo sistema de transporte de massa em São José, inclusive a implantação de um metrô de superfície, foi elaborado por especialistas do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) no ano passado.
O trabalho apontou que, a médio prazo, a cidade não comportaria ainda um metrô, mas os especialistas apontaram alternativas.
Uma sugestão do relatório do ITA, entregue à prefeitura em fevereiro de 2010, seria a construção de corredores expressos na malha viária existente, que comportariam um serviço operado por VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) ou VLP (Veículo Leve sobre Pneus), para sistema de transporte de massa.

Retomada
Cury afirmou que planeja retomar esse estudo. “Não desisti do metrô de superfície. Vamos dar continuidade ao projeto do ITA”, disse o prefeito.
Para bancar os custos, Cury planeja aplicar recursos do empréstimo que o município irá contrair com o BID, no valor de US$ 85,6 milhões (R$ 135,1 milhões).
A operação de crédito com o órgão internacional foi aprovada anteontem pelo Senado. A expectativa do governo tucano é assinar o contrato com o BID em no máximo dois meses. A verba será empregada em projetos e obras do programa de estruturação urbana.

Pesquisa
O prefeito relatou que vai aguardar a conclusão da pesquisa em andamento sobre a origem e destino da população para retomar o projeto elaborado pelo ITA.

A pesquisa sobre origem e destino, que irá mostrar o deslocamento da população na cidade, está sendo elaborado pelo Ipplan (Instituto de Pesquisa,
Administração e Planejamento), a pedido da Secretaria de Transportes.
A previsão do instituto é que o trabalho seja concluído até o final do ano.

Corredores
Pela modelagem do trabalho elaborado pelos especialistas do ITA, um sistema de transporte de massa, poderia ser implantado em corredores viários de bairros populosos como, por exemplo, nas avenidas Andrômeda e Bacabal, região sul, e JK, zona leste. Seria um novo sistema para a tender a demanda a médio prazo, em um horizonte de 15 anos.

Pacote
A verba do BID vai contemplar um pacote de projetos e obras viárias, remoção de famílias em áreas de risco e de favelas, construção de sistemas de drenagem, parques urbanos. Os recursos também serão aplicados na melhoria do desempenho da máquina administrativa municipal.
A intenção de Cury é lançar vários editais de obras até o final do ano, após a assinatura do contrato com o BID.
A definição das primeiras obras deve acontecer nos próximos dias, segundo informou o prefeito.
Pelo menos três grandes corredores viários deverão ser implantados. A Via Banhado (prolongamento da Via Norte em direção a região Oeste), a Via Cambuí (ligação leste/sul) e a Via Ressaca (prolongamento da Via Oeste à região sul).



READ MORE - Em São José dos Campos, Verba do BID pode viabilizar projeto do metrô de superfície

Em Campo Grande, Estudantes poderão requerer passe do estudante no segundo semestre

A partir de agora, estudantes e universitários terão um novo prazo para solicitar a gratuidade no transporte coletivo: entre 20 de julho e 20 de agosto. É o que prevê o Projeto de projeto de Lei nº 6.974/11, aprovado na Câmara Municipal de Campo Grande, em regime de urgência especial, que permite a inscrição ao Programa "Passe do Estudante" em dois períodos do ano letivo. Quem assina a proposta, é a vereadora Grazielle Machado (PR).
Atualmente as concessões são regidas pelo Decreto Municipal nº 8.284/01, mais especificamente em seu art. 8º, que compreende o período para as instituições de ensino enviarem as solicitações de "Passes do Estudante" à Agência Municipal de Transporte e Trânsito - AGETRAN, até 10 (dez) de março de cada ano. Pelo texto do projeto, que seguirá para sanção do Prefeito Nelson Trad Filho (PMDB), os alunos terão um novo prazo no início do segundo semestre para solicitarem a gratuidade: entre 20 de julho e 20 de agosto.
Ao defender a proposta, Grazielle Machado explicou a existência dos vestibulares “de inverno”, e que muitos desses estudantes são obrigados a efetuarem suas matrículas a cada semestre. “É necessário que esta Casa analise a adequação de certas leis. Quando o benefício do passe do estudante foi criado no ano de 1993 na gestão do prefeito Juvêncio César da Fonseca, não existiam os chamados vestibulares de inverno, hoje realizados na metade do ano”, disparou Grazielle completando que o benefício será ampliado aos alunos dos ensinos fundamental e médio que por ventura tenham trocado de endereço ou ainda aqueles estudantes que vêem a necessidade de trocar o ensino no interior do Estado para a capital, na metade de ano letivo.
Elaborado em conjunto com a equipe técnica da Agetran – Agência Municipal de Transporte e Trânsito, Grazielle Machado agradeceu a todos os envolvidos no Projeto, como o secretário Rudel Trindade, os demais parlamentares da Câmara Municipal e reiterou a importância de mais uma conquista para os jovens campo-grandenses.
A proposta seguirá para a sanção do Prefeito Nelson Trad Filho, que terá um prazo de 15 dias para se manifestar.


READ MORE - Em Campo Grande, Estudantes poderão requerer passe do estudante no segundo semestre

Metrô de Porto Alegre terá concorrência por recursos

Empreendimento muito aguardado pelos porto-alegrenses, o metrô terá que enfrentar uma forte concorrência se quiser ser concretizado. Segundo o prefeito da Capital gaúcha, José Fortunati, o valor da soma dos projetos similares de outros estados que tramitam no governo federal é praticamente o dobro do volume de recursos disponibilizados pelo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) Mobilidade Grandes Cidades.

"Isso significa que cerca da metade das iniciativas terá que ser cortada", adianta o prefeito. O governo federal reservou R$ 18 bilhões para obras dentro desse programa, R$ 12 bilhões através de financiamento e R$ 6 bilhões pelo orçamento geral da União. O metrô gaúcho implicará investimento de cerca de R$ 2,4 bilhões e contará, além do PAC, com recursos da iniciativa privada, contraprestação da prefeitura e isenções fiscais estaduais e municipais.

Apesar da disputa acirrada, Fortunati ressalta que um fator que lhe deixa mais tranquilo é que Porto Alegre está preenchendo os requisitos exigidos como ligações com outros modais e com o transporte coletivo da Região Metropolitana, mais uma modelagem financeira adequada, com a realização de uma Parceira Público-Privada (PPP). "Estamos muito otimistas", diz o prefeito.

A definição sobre a contemplação ou não do metrô da Capital gaúcha no PAC deverá ocorrer no dia 27 de agosto. O projeto apresentado prevê a construção da primeira fase da linha com extensão de 14,88 quilômetros, com início nas proximidades da Fiergs, na avenida Assis Brasil, passando pela avenida Farrapos e rua Voluntários da Pátria, e chegando à avenida Borges de Medeiros. Ao todo, serão 13 estações, por onde circularão em torno de 300 mil passageiros por dia.

Fortunati palestrou nessa quinta-feira sobre mobilidade urbana durante a 13ª Transpo-Sul - Feira e Congresso de Transporte e Logística, que se encerra nesta sexta-feira, no Centro de Eventos da Fiergs. O prefeito destaca que o problema do trânsito é uma questão enfrentada em todos os grandes centros do mundo. Em Porto Alegre, uma ação que foi adotada para melhorar a situação foi a restrição da movimentação de caminhões de maior porte no Centro Histórico.

Outra medida que deve beneficiar a fluidez do trânsito, conforme o dirigente, é a implantação dos contêineres da nova coleta automatizada de lixo orgânico domiciliar. Os equipamentos possibilitarão que o deslocamento dos caminhões de lixo seja mais rápido, pois não será necessário recolher várias sacolas espalhadas pela calçada. Fortunati também enfatiza que os veículos não precisarão operar apenas à noite, podendo, de acordo com cálculos feitos pela EPTC, aproveitar períodos de menor fluxo nas vias. A previsão é de que 1,1 mil contêineres estejam nas ruas até a segunda-feira.

O major Ordeli Savedra Gomes, que participa do Comitê de Mobilização pela Segurança no Trânsito do governo do Estado, aponta como fundamental conciliar o aumento do número de veículos em atividade, com o transporte coletivo. Ele lembra que a Organização das Nações Unidas (ONU) indicou essa como a década mundial pela ação na segurança no trânsito. Gomes salienta que o Rio Grande do Sul aderiu à campanha e o governo trabalhará em questões como educação, fiscalização, infraestrutura, entre outras, para tentar reduzir os acidentes de trânsito.


READ MORE - Metrô de Porto Alegre terá concorrência por recursos

Maceió: SMTT lança projeto “Integração Temporal”

A partir do próximo dia 30 deste mês o transporte coletivo em Maceió passará a contar com o vale denominado “Integração Temporal”. Este novo meio permite ao usuário trocar de ônibus pagando apenas uma passagem sem precisar passar por um terminal.

Depois de pagar a primeira passagem, o usuário terá até 60 minutos para pegar um segundo coletivo, sem pagar a mais por isso. Qualquer pessoa com passe eletrônico poderá utilizar o serviço, inclusive os estudantes.

O ônibus que farão parte do projeto piloto terão adesivos com “Integração Temporal”. Segundo a Assessoria de Transportes Urbanos (Assestru), da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), neste primeiro momento, a implantação da Integração Temporal contemplará apenas três linhas em fase experimental, devendo ser ampliada nos próximos meses até atender todas as linhas que operam no complexo do Benedito Bentes.

Linhas que farão parte da Integração Temporal
Linha 703 – Benedito Bentes / Ponta Verde – Via Gruta
Linha 704 – Benedito Bentes / Ponta Verde – Via Farol
Linha 809 – Alimentador / Conjunto Selma Bandeira

Fonte: Ascom SMTT

Share |
READ MORE - Maceió: SMTT lança projeto “Integração Temporal”

Em Palmas, Estudantes protestam contra o aumento da passagem de ônibus

Para receber dez manifestantes contra o aumento da tarifa do transporte coletivo, a prefeitura montou um forte esquema de segurança, com homens armados do Grupo Tático da Guarda Metropolitana Municipal, para reprimir possíveis excessos dos manifestantes. A manifestação foi realizada na manhã desta quinta-feira, 14.

De acordo com um dos líderes da manifestação, Fernando Fagundes, o grupo irá iniciar a coleta de assinaturas de pessoas contrárias ao reajuste e irão protocolar um pedido de audiência com o prefeito Raul Filho (PT) na segunda-feira, 18. Segundo ele, a pouca adesão de manifestantes deve-se ao fato do período de férias.

"A prefeitura e o Conselho [Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade] aproveitaram a desarticulação dos estudantes, que estão em férias, outros viajando para congressos e os estudantes da UFT  para realizar o reajuste da passagem. Mas vamos continuar protestando contra o reajuste", garantiu.



Benvindo defende
Observando a manifestação, o presidente do Conselho Municipal de Trânsito, coronel Antônio Bemvindo, afirmou que o prefeito Raul Filho deve receber nesta quinta-feira o documento com a decisão do conselho pelo reajuste e garantiu que a passagem só aumentará quando o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano do Tocantins (Seturb) apresentar os 25 novos ônibus que se compreteu a comprar e por em circulação na Capital.

Segundo o coronel, enquanto  os 25 novos ônibus  não entrarem em circulação, a tarifa não será reajustada. "O Seturb apresentou um documento da empresa que venderá os ônibus, garantindo que os veículos serão entregues até o mês de agosto. Assim que eles chegarem, fazemos questão de colocar todos em frente à prefeitura, para mostrar à sociedade que irão circular. Com os novos ônibus, praticamente vai acabar com o problema da superlotação", afirmou Benvindo.

Segundo ele, a prefeitura "não irá aceitar" que a tarifa do transporte público, que com o reajuste passará, em outubro, de R$ 2,20 para R$ 2,50, aumente sem melhorias no sistema de transporte. "Já encontram-se em processo de licitação a construção de novos abrigos, e reforma dos já existentes, estamos cobrando dos motristas uma postura melhor. Não vamos aceitar que a tarifa aumente sem melhorias no sistema", afirmou. Os manifestantes prometeram seguir para a avenida JK, no centro da Capital, para parar o trânsito em protesto contra o aumento.


READ MORE - Em Palmas, Estudantes protestam contra o aumento da passagem de ônibus

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960