Licitação do Trem Bala brasileiro fracassa em São Paulo

segunda-feira, 11 de julho de 2011

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) anunciou nesta segunda-feira (11) que o governo vai refazer o processo de licitação para a construção do trem-bala, que ligará o Rio de Janeiro a São Paulo, passando por Campinas. A decisão foi tomada após o leilão, marcado para hoje, fracassar por falta de interessados.

De acordo com o presidente da ANTT, Bernardo Figueiredo, o novo leilão será feito em duas partes. Ainda este ano, a agência vai abrir concorrência para a tecnologia e o operador. Isso significa que o governo vai chamar empresas internacionais que detenham o conhecimento do trem-bala para formular o projeto executivo da obra.

- Temos vários grupos empresariais que detêm a tecnologia e é um mercado disputado. Esses grupos têm a percepção que o mercado brasileiro é estratégico.

A segunda parte do leilão, prevista para o ano que vem, será para o fornecimento da infraestrutura, ou seja, a obra em si. Nesse processo, deverão concorrer empreiteiras brasileiras que se negaram a fazer parcerias com as empresas internacionais de tecnologia para o leilão fracassado.

- O operador vencedor da primeira fase do leilão vai nos ajudar a definir as regras para a segunda fase. Ele que vai utilizar a obra, então precisa ajudar a organizar os parâmetros que serão colocados em prática.

Figueiredo justificou a falta de interessados no leilão pelo fato de empresas brasileiras terem se negado a formar alianças com as estrangeiras, que dominam a tecnologia.

- Embora tivéssemos várias tecnologias propostas, achávamos que poderia ter sido diferente. O que a gente percebe é que as diversas tecnologias não conseguiram formar alianças com as empresas nacionais. Houve um fechamento do mercado nacional a esse tipo de aliança e isso complicou o processo licitatório.

O presidente da ANTT também afirmou que, mesmo com o fracasso do leilão, o governo não trabalha com o engavetamento do projeto.

- O governo resolveu manter o projeto do TAV [trem de alta velocidade] por entender que é essencial para resolver os problemas de transporte de pessoas nesse eixo. Não existe a opção de não fazer nada ou outra alternativa. Não adianta ser contra e não apresentar uma solução que não seja viável.

Mesmo com a falta de interessados, Figueiredo garante que não haverá atrasos no projeto. A justificativa é que o projeto executivo, que seria feito pelo consórcio vencedor, agora terá de ser apresentado pelo vencedor da primeira etapa do novo leilão. Dessa forma, o cronograma para o início das obras continua para o início de 2013.


O trem-bala

O TAV (Trem de Alta Velocidade) tem custo estimado em R$ 34,63 bilhões, de acordo com a ANTT, e vai interligar o Rio de Janeiro a Campinas (SP), passando por São Paulo em um trajeto de 511 km. Desse percurso, 312 km serão de superfície, 108 km sobre pontes e 91 km em túneis.

Ao total, estão previstas oito estações obrigatórias no traçado, incluídas paradas nos aeroportos do Galeão (Rio), Guarulhos (São Paulo) e Viracopos (Campinas). Há outras três estações, nas cidades paulistas de Jundiaí e Aparecida e na fluminense Resende, que podem ou não ser incluídas a critério do consórcio vencedor.

A passagem da estação Barão de Mauá, no Rio, a Campo de Marte, em São Paulo, deve ficar em R$ 150, a econômica, e R$ 250, a executiva. No horário de pico, esses valores sobem para R$ 200 e R$ 325. Pelo estudo encomendado pela ANTT, o valor é menor que o das passagens aéreas do Rio para São Paulo, que ficam em R$ 400 no horário de pico e R$ 180 nos demais horários. Os valores foram calculados a partir de uma tarifa-teto de R$ 0,49/km estabelecido no edital da construção.

O tempo de viagem do Rio a São Paulo, com velocidade média de 280 km/h, será de 93 minutos contra 110 minutos por avião (incluindo o tempo de voo e espera para embarque e desembarque). A velocidade máxima prevista do trem-bala é de 350 km/h.

Fonte: R7.com

READ MORE - Licitação do Trem Bala brasileiro fracassa em São Paulo

Usuários de ônibus de Fortaleza estão inseguros quanto as paralisações dos motoristas

Uma movimentação na manhã desta segunda-feira (11) paralisou, durante algumas horas, as atividades de motoristas, fiscais e cobradores de ônibus de Fortaleza. O encontro aconteceu em frente a uma das empresas de ônibus da Capital. O objetivo era discutir os novos rumos do movimento grevista.

Sem acordo
Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado (Sintro), Domingos Neto, a categoria está evitando ao máximo entrar em greve. Entretanto, já estão na 6ª rodada de negociações e ainda não entraram em acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (Sindiônibus). Na última reunião, no dia 1º de julho na Superintendência Regional de Trabalho e Emprego (SRTE), os motoristas não aceitaram a proposta dos empresários.
O Sindiônibus propôs um aumento de 6,3% do salário, que representa, segundo eles, uma reposição da inflação de 12 meses. O Sintro, no entanto, não aceitou a proposta. A categoria reivindica reajuste salarial de 25%, além de aumento do preço da cesta básica, do vale refeição e plano de saúde. De acordo com o presidente do Sindicato, caso não haja negociações em breve, uma nova paralisação pode acontecer.

Estado de greve
A categoria se encontra em estado de greve desde o último dia 2 de julho, após uma assembleia geral realizada na sede do Sindicato. Representantes do Sintro pretendem continuam visitando as empresas de transportes nesta segunda-feira (11) para expor as reivindicações dos motoristas, fiscais e cobradores de ônibus.

Resposta do Sindiônibus
Em nota oficial o Sindiônibus se posicionou em relação a paralisação desta segunda-feira(11) que durou três horas (das 04 às 07h00 da manhã)e impediu a saída de 106 ônibus da empresa Santa Cecília. O Sindiônibus, em parceria com a Etufor, conseguiu amenizar o impacto da ação deslocando cerca de 40 ônibus de outras linhas e outras empresas para as prejudicadas, em uma operação coordenada que reduz o prejuízo aos usuários.



Redação Jangadeiro Online, com informações do Sintro e Sindiônibus




READ MORE - Usuários de ônibus de Fortaleza estão inseguros quanto as paralisações dos motoristas

No Recife, Ônibus expresso é uma grande vantagem para os passageiros, confira horários de algumas linhas expressas

Muitas passageiros que precisam usar o transporte coletivo na cidade se locomovem de um terminal para outro, e este percurso em viagens normais fazem com que estes usuários percam de certa forma mais da metade do tempo, por isso, foram criadas pelo Consórcio Grande Recife de Transportes algumas linhas expressas para facilitar a vida destes usuários, estes ônibus saem de um certo terminal e só acontece o desembarque no outro terminal, o Blog Meu Transporte vem neste momento informar estes horários a pedido de alguns leitores que não sabiam o horário exato destas linhas, por isso, se sua linha expresso não estiver aqui, comente nesta postagem que solicitaremos ao CGRT para futura postagem.
Linha 207 – Barro / Macaxeira (BR 101) è 5h30, 5h39, 5h48, 5h57, 6h06, 6h15, 6h24, 6h33, 6h42, 6h51, 7h, 7h09, 7h18, 7h27, 7h36, 7h45, 7h54, 8h03, 8h12, 8h19, ...., 17h05, 17h14, 17h23, 17h32, 17h42, 17h52, 18h02, 18h10, 18h20, 18h30, 18h40, 18h50, 19h e 19h10.
Linha 216 – Barro / Prazeres (BR 101) è 5h30, 5h42, 6h, 6h13, 6h27, 6h40, 6h54, 7h08..., 16h06, 16h22, 16h39, 16h54, 17h09, 17h24, 17h39 e 17h54.

Obs: Horários de saída do terminal do Barro, passível de mudanças devido ao trânsito.

Linha 983 - Rio Doce / Princesa Isabel  è 6h00, 6h14, 6h21, 6h28, 6h42, 6h56, 7h03

Obs: Horários de saída do terminal de Rio Doce, passível de mudanças devido ao trânsito.
      Mais Notícias de Pernambuco

Com Informações do CGRT - Blog Meu Transporte


Share |
READ MORE - No Recife, Ônibus expresso é uma grande vantagem para os passageiros, confira horários de algumas linhas expressas

Porto Alegre recebe mais 20 ônibus novos para atender a Zona Sul

De acordo com o programa de qualificação e renovação permanente da frota de transporte coletivo da cidade, 20 ônibus novos, sendo 12 articulados, um deles no modelo Bus Rapid Transit (BRT), todos com acessibilidade, entram em circulação a partir da próxima semana, para atender comunidades da região Sul e Extremo Sul da Capital, como Restinga, Lami, Hípica e Belém Novo, entre outras. A apresentação dos veículos, do Consórcio STS, acontece às 10h30 desta segunda-feira, 11, no Largo Glênio Peres, Centro Histórico. Estarão presentes na apresentação o prefeito José Fortunati e o diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari.
Recentemente entraram em circulação 26 ônibus novos para atender 90 linhas da região Norte da Capital. A previsão da prefeitura, por intermédio da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), é de 270 novas unidades em atividade no sistema até o final de 2011. Com a renovação, a idade média da frota deve chegar a 4 anos e 2 meses até dezembro.
O sistema de ônibus de Porto Alegre atende 343 linhas, 1,1 milhão de usuários por dia, sendo 200 mil isentos, com deslocamentos em 55 km de corredores exclusivos e mais de 5 mil pontos de parada (92 estações).


Fonte: Prefeitura de Porto Alegre

READ MORE - Porto Alegre recebe mais 20 ônibus novos para atender a Zona Sul

Em Goiânia, Família gasta até R$ 500 com passagem

O impacto do transporte coletivo no orçamento de uma família, sobretudo quando todos os membros fazem uso das linhas de ônibus da capital, figura como uma das despesas mais relevantes, e também preocupantes, nas contas mensais feitas pela diarista Luciene Sousa Oliveira, de 31 anos.

Ela conta que, somente para trabalhar, utiliza quatro passagens diárias de ônibus, locomovendo-se de casa para casas onde oferece seu serviço. Mãe de duas meninas, as crianças pagam meia passagem mas vão e voltam de ônibus da escola, além de frequentarem aulas de inglês, duas vezes por semana. O marido também não tem veículo próprio e quando não está viajando a trabalho, usa diariamente o transporte coletivo.

Colocadas na ponta do lápis, são utilizadas, ao todo, 50 passagens semanais, considerando-se que todos façam seus trajetos apenas nos dias úteis da semana. Um gasto de R$ 125, que mensalmente representam um desfalque de R$500 no orçamento doméstico - praticamente o mesmo valor da prestação de um veículo popular.

"Já tentamos algumas alternativas para aliviar isso mas é complicado. Eu moro no Jardim Europa, e atendo em bairros bem distantes. As meninas também precisam do transporte para estudas. Moto, sinceramente eu não tenho coragem e carro acaba gastando muito mais devido a gasolina" desabafa Luciene Oliveira. "É uma das coisas que mais tem pesado no bolso, ao lado de alimentação, já que preciso almoçar na rua" afirma.

Como alternativa para diminuir o impacto do transporte coletivo nas finanças, o designer de móveis Paulo Ernandes Feitosa, de 43 anos, associa a liberdade de ser trabalhador autônomo com as necessidades. "Costumo deixar para fazer todas as compras que preciso em apenas um dia da semana e vou pelo citybus", revela. "Acaba sendo mais vantajoso pois pago seis reais e circulo durante o dia todo, passando por várias lojas", salienta.

Caminhando

Para Paulo Ernandes, o incoveniente acaba sendo o fato da circulação do citybus se encerrar às 20 horas, levando-o a utilizar as demais linhas. "Acabo andando muito à pé, acho que as pessoas deveriam caminhar mais, sobretudo depois dos 30 anos. Isso sem contar também a necessidade do governos de se investir em veículos elétricos. Sei que há muito interesses para que não sejam implantados, mas já existem cidades com circulação de motos elétricas, com custo bem mais barato que gasolina ou álcool", reforça.
 

Fonte: O Popular

READ MORE - Em Goiânia, Família gasta até R$ 500 com passagem

São Paulo: Faixa de ônibus é ampliada na Avenida Vereador José Diniz

Começou a funcionar no início da manhã desta segunda-feira (11) o novo trecho da faixa exclusiva de ônibus na Avenida Vereador José Diniz, na Zona Sul de São Paulo. A faixa irá funcionar como uma ampliação do corredor exclusivo de ônibus que já existia na via.
A partir desta segunda, a faixa exclusiva à esquerda irá funcionar entre a Avenida Adolfo Pinheiro e o Viaduto Vereador José Diniz. A faixa irá funcionar entre 6h e 10h e das 16h às 20h nos dias úteis. No total, 39 linhas municipais devem utilizá-la. Segundo a SPTrans, mais de 375 mil passageiros serão atendidos por dia.


Fonte: G1.com.br

READ MORE - São Paulo: Faixa de ônibus é ampliada na Avenida Vereador José Diniz

Setransp prossegue cadastramento biométrico dos idosos que utilizam o transporte público na capital sergipana

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju (Setransp), dará prosseguimento nesta segunda-feira, 11, ao cadastramento biométrico dos idosos que utilizam o transporte público na capital sergipana. Com isso, os moradores do bairro Jabotiana que têm 60 anos ou mais, devem comparecer ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Largo da Aparecida.
Para fazer o cadastramento que dá direito à gratuidade no transporte coletivo, os idosos devem comparecer à sede do Setransp, na rua F S/N no Distrito Industrial de Aracaju, das 8h às 17h, das segundas às sextas-feiras, ou aos CRAS, nos períodos determinados.
As pessoas devem estar munidas de Carteira de Identidade, CPF e comprovante de residência. Somente é permitida a entrega de documentos originais. O cadastramento dos idosos teve início no último dia 6 de junho no CRAS do conjunto Augusto Franco. Já foi feito também no CRAS dos bairros Veneza, Santos Dumont, Porto D’Anta e Coqueiral.
Com informações do Setransp - Infonet

READ MORE - Setransp prossegue cadastramento biométrico dos idosos que utilizam o transporte público na capital sergipana

Em Fortaleza, Programa "Bem na Hora" funciona pela metade

O programa ´Bem na Hora´ foi criado para melhorar a eficiência das viagens de ônibus em Fortaleza. Com gerência da Autarquia Municipal de Trânsito, Cidadania e Serviços Públicos (AMC), sete anos depois de sua implantação, ele funciona pela metade.

Agrada a quem está nas ruas, e desagrada a quem está nos terminais de integração ou no interior dos ônibus. É que, no primeiro caso, na maioria das vezes, o ônibus chega na hora marcada no relógio ou o atraso é mínimo, o que agrada aos usuários. No segundo caso, nos terminais de integração, ele simplesmente não funciona. O mesmo acontece nos ônibus.

Uma explicação encontrada para a desativação do "Bem na Hora" nos terminais, segundo a assessoria de imprensa da AMC, é que o contrato com a empresa responsável pela manutenção dos relógios acabou e deverá ser renovado em outros termos em um novo acordo.

O programa deveria funcionar bem. Desde 2004, conta com ônibus equipados com GPS; "semáforos inteligentes"; câmeras de vídeo nos terminais e embarcadas nos veículos; placas eletrônicas nas paradas para informar a previsão de chegada; painéis dentro dos ônibus para indicar a próxima parada, com recursos de áudio e imagem; e, mais recentemente, um site na internet disponibilizando as informações das placas que estão nas ruas.

Objetivos
O sistema, em sua origem, tem três objetivos básicos: informar o usuário, melhorar e dar prioridade ao transporte coletivo, e fornecer mais segurança à viagem, o que não vem acontecendo na realidade.

Existem pelo menos 35 placas espalhadas pelas 100 paradas cobertas pelo programa e no site ´Bem na Hora´ em Fortaleza - os números atualizados ainda não foram gerados pelo sistema da AMC.

Enquanto isso, nos sete terminais de integração, os aparelhos, vez por outra, dão sinal de vida e voltam a apagar sem gerar nenhuma informação aos usuários.

READ MORE - Em Fortaleza, Programa "Bem na Hora" funciona pela metade

No Rio, Projeto original do metrô na Gávea é defendido por moradores

Representantes de pelo menos oito associações de moradores das zonas Sul e Oeste do Rio se reuniram neste domingo (10) na Praça Santos Dumont, na Gávea, Zona Sul, para divulgar o movimento que pede a manutenção do projeto original do metrô no bairro. O grupo, que já vem se reunindo há seis meses e discutindo o assunto pela internet busca uma solução para o transporte público, segundo eles, para um projeto que atendesse toda a cidade.
De acordo com a presidente da Associação de Moradores da Gávea, Maria Amélia Crespo, o movimento “O metrô que o Rio precisa” defende a construção da estação da Gávea em dois níveis, para que seja possível fazer uma ligação com a Linha 1 e ter uma linha independente que ligue o bairro à futura estação Uruguai, na Tijuca, na Zona Norte, seguindo direto pelo Centro.
“Não queremos que a Gávea seja uma mera continuação das linhas 1 e 4 (Barra da Tijuca), porque isso não vai significar uma opção de transporte, mas sim, a falta dela. O metrô, do jeito que o governo quer, vai ficar inviável. Vai sair da Barra e quando chegar à Gávea ou Ipanema, já vai estar superlotado. Ninguém vai conseguir entrar”, lamentou Maria Amélia.


Segundo a representante do movimento, pelo projeto atual, a Linha 1, já saturada, se ligaria à Linha 4 a partir da estação General Osório, em Ipanema, e a estação da Gávea seria apenas mais uma estação de passagem. Ou então, a ligação entre Leblon e São Conrado seria feita por ônibus do sistema BRT, sem passar pela Gávea.
“Não podemos aceitar a mudança no projeto porque desta forma, o metrô só vai atender o período das Olimpíadas. O transporte público não pode ser apenas um projeto olímpico, ele tem de contemplar toda a cidade e por um período muito maior”, disse o representante da Associação de Moradores de Botafogo, Licínio Rogério.

Reivindicações
Entre as reivindicações do grupo estão também: a extensão da Linha 4 do Jardim Oceânico à Alvorada, na Barra da Tijuca; um trajeto da Linha 4 independente, com baldeação para a Linha 1; a construção do trajeto Gávea-Carioca, seguindo pelo Jardim Botânico, Humaitá, Botafogo e Laranjeiras; e a futura ligação da Gávea com a estação Uruguai.
“É importante frisar que, em qualquer lugar do mundo, o metrô é um transporte que, para atender bem à população, precisa de capilaridade, tem de ter baldeações”, destacou Maria Amélia, acrescentando que os encontros públicos serão realizados nos fins de semana em outros bairros da Zona Sul para conscientizar os moradores da necessidade de se defender o projeto original do metrô.
Neste primeiro encontro público, o grupo começou a recolher assinaturas para um abaixo-assinado que será enviado ao governo do estado com as reivindicações dos moradores. O evento contou que a presença de representantes das associações de Botafogo, Barra da Tijuca, Gávea, Ipanema, Copacabana, Jardim Botânico, Leblon e Urca e de parlamentares, que apoiam o projeto do grupo.



Fonte: G1.com.br


READ MORE - No Rio, Projeto original do metrô na Gávea é defendido por moradores

Nova versão do Google Maps avisa a hora de descer do ônibus

A Google deve agradar em cheio quem utiliza transporte público. O aplicativo de mapas da empresa (Google Maps), se já era capaz de exibir quais ônibus ou trens o internauta teria de pegar para chegar ao seu destino, resolveu deixar as coisas ainda mais fáceis: passará a avisá-lo sobre o momento de descer do veículo.

A função será importante para usuários que precisam, por exemplo, descer do ônibus em determinado ponto para pegar outro. O aplicativo acompanhará o itinerário do passageiro e, quando chegar a hora, exibirá um alerta no smartphone para que ele saia da condução. Como o vídeo explicativo destaca, o programa funciona normalmente em segundo plano, portanto, mesmo que o navegador ou um game esteja aberto, a notificação aparecerá.

O Transit Navigation – nome dado ao recurso – já pode ser usado no Brasil. Ele possui as informações de transporte público de cinco cidades: Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Recife. Quem quiser aproveitá-lo, deve ter em mente que ele ainda está em estágio de testes, portanto, erros podem acontecer.

Download de mapas
Outro recurso útil que a nova versão traz é a possibilidade de armazenar mapas na memória do aparelho. Dessa forma, o usuário poderá baixá-los em casa, aproveitando sua conexão Wi-fi, e economizar no consumo de dados de seu plano 3G. Mantendo o GPS ligado, as instruções para seguir seu caminho continuarão acessíveis.

Naturalmente, o Google Maps 5.7 só roda em dispositivos móveis (tablets e smartphones). Por enquanto, é compatível apenas com Android 2.1 ou superior - seu download já está disponível na loja virtual - mas não deverá demorar muito para chegar ao iPhone e à linha BlackBerry.

Fonte: DIG NOW

READ MORE - Nova versão do Google Maps avisa a hora de descer do ônibus

Terminal de ônibus do Jardim Casa Branca é inaugurado em Embu

O governador Geraldo Alckmin e o secretário de Estado de Desenvolvimento Metropolitano, Edson Aparecido, inauguraram neste domingo (10), o terminal de ônibus do Jardim Casa Branca, em Embu. O investimento do fundo nas obras foi de quase R$ 2 milhões
Além da reforma e ampliação do terminal de ônibus, o Fumefi (Fundo Metropolitano de Financiamento e Investimento) investiu na reforma da praça secundária do Jardim Casa Branca e na pavimentação da rua Constantinopla.

A entrega do terminal Casa Branca, que abrigará três linhas metropolitanas da região, beneficiará em torno de 20 mil usuários por dia.

As três linhas metropolitanas, gerenciadas pela EMTU/SP, que atenderão o novo terminal, com uma frota de 42 ônibus, são as seguintes:

- Linha 090 (Embu/ Jardim Santa Tereza - Pinheiros) que opera com 18 ônibus com a frequência de um veículo a cada 5 minutos;

- Linha 459 (Embu/ Jardim Santa Tereza – Itaim Bibi) operada por seis ônibus a uma frequência de um coletivo a cada 20 minutos;

- Linha 272 (Embu/ Casa Branca – Pinheiros) operada com 18 ônibus com a partida de um veículo a cada 5 minutos também.

Na ocasião, Alckmin também anunciou a liberação de recursos do Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias) no valor R$ 4.104.970,12 para a construção do Centro de Eventos do Parque Rizzo; e outros R$ 4 milhões - relativos ao ano passado - para a revitalização do Centro Histórico. Além disso, o governador liberou recursos do Dersa para recompor as ruas danificadas com as obras do rodoanel sul. 

 


Fonte: R7.com

READ MORE - Terminal de ônibus do Jardim Casa Branca é inaugurado em Embu

Curitiba: Horário dos ônibus pelo Site, confira:

A URBS Curitiba fornece aos usuários de ônibus da Região Metropolitana de Curitiba os horários e itinerários das linhas que compõem o sistema de transporte, para isso o usuário basta clicar no link a seguir, Fazer Consulta Aqui, isso faz com que os usuários possam se programar quanto a sua saída de casa e também do trabalho por exemplo, para os usuários do sistema isso é de fundamental importância, pois sair de casa sem saber o intervalo dos coletivos faz com que muitas pessoas fiquem esperando muito em paradas de ônibus muitas vezes sem boas estruturas, vale lembrar que devido ao fluxo do trânsito, esses horários muitas vezes não podem ser cumpridos rigorosamente, este serviço também é ofertado em outras cidades do Brasil.

Informação: Blog Meu Transporte

Siga o Blog Meu Transporte pelo Facebook
Share |
READ MORE - Curitiba: Horário dos ônibus pelo Site, confira:

Prefeitura de São Paulo não vai atingir meta de ciclovias para 2012

A Prefeitura de São Paulo estabeleceu como meta entregar aos paulistanos 100 km de novas ciclovias até 2012, mas essa marca não deve ser atingida neste prazo.
Isso porque, até agora, apenas 18,5 km de faixas destinadas às bicicletas estão prontos e a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), documento que estabelece metas que serão perseguidas pelo governo em sua proposta orçamentária, prevê que a administração municipal faça 31 km de novas ciclovias em 2012, totalizando apenas 49,5 km – menos da metade do prometido. 
Foto: Márcio Fernandes
Na conta para atingir a meta, a prefeitura ainda contabiliza 2,5 km da Ciclofaixa de Lazer, que liga os parques Ibirapuera e Villa-Lobos. Esse via, no entanto, só abre aos domingos e está em teste nos feriados nacionais. Mesmo somando tudo, a prefeitura só chega a 52 km de faixa exclusiva para bicicletas.

Até agora foram entregues 13 km da Estrada Parque, que fica nas subprefeituras da Penha/ Ermelino Matarazzo e São Miguel, na zona leste; 3 km, na região da Capela do Socorro, e 2,5 km, na Vila Mariana, ambas na zona sul da capital paulista. O prefeito Gilberto Kassab fica no cargo só até o final de 2012, não podendo se reeleger para cumprir a promessa de 100 km de ciclovias.

A reportagem do solicitou à SMT (Secretaria Municipal de Transportes) um posicionamento sobre o assunto, mas não obteve retorno. A população pode acompanhar o cumprimento das metas pelo site Agenda 2012, criado para monitorar as ações realizadas e programadas pela prefeitura. 


Fonte: R7.com

READ MORE - Prefeitura de São Paulo não vai atingir meta de ciclovias para 2012

Cortes no transporte público prejudicam passageiros na Califórnia

Apesar de as ruas de Los Angeles estarem rotineiramente congestionadas com carros buzinando na parte da manhã, há também um grupo de pessoas quase invisível – os milhões de usuários do transporte público, na maioria pobres – que depende dos ônibus da cidade.
Mas o futuro desse sistema não está claro. Enquanto as autoridades locais empurram o transporte público como o caminho para um futuro mais sustentável, a Autoridade de Transporte Metropolitano do Condado de Los Angeles anunciou que irá cortar dezenas de linhas de ônibus e encurtar percursos para economizar dinheiro que diz que seria melhor gasto em outro lugar.
Assim, a linha 305, que vai de Watts, no sudeste da cidade, a Westwood, no noroeste, será em breve substituída por um sistema centralizado que as autoridades dizem ser mais eficiente, com trens e outras rotas de ônibus.
Essa é a única rota direta que liga os bairros mais empobrecidos da cidade a regiões mais ricas, onde legiões de porteiros, babás e empregadas domésticas trabalham diariamente. Para as dezenas de pessoas que usam o ônibus todas as manhãs, a perspectiva pode parecer assustadora.
"Alterar as linhas significa que eu nunca sei quantas horas levarei de um lugar para outro", disse Guadalupe Lopez, que usa a mesma rota há mais de uma década para chegar ao seu trabalho como faxineira. "Pode chegar ao ponto em que não vale a pena, pois vai levar muito tempo. Mas ninguém onde moro vai me pagar para limpar casas".


Supervisão

Durante anos, o governo federal supervisionou o sistema de trânsito, seguindo um processo de direitos civis dizendo que a autoridade de transporte não tinha feito o suficiente para manter suas tarifas baixas ou impedir a superlotação. Mas essa supervisão expirou em 2006, e um grupo de defesa, o Sindicato dos Usuários de Ônibus, entrou com uma ação que desencadeou uma investigação.
As autoridades de trânsito dizem que estão tentando usar novas linhas ferroviárias para transformar o sistema desconexo da região em uma grade de transporte – um objetivo dificultado pelo fato de que Los Angeles não foi construída com precisão geométrica e que a área de serviço se espalha por cerca de 4 mil km².
Mas o Sindicato dos Usuários de Ônibus reclama que o órgão responsável pelo trânsito continua a tratar as linhas de ônibus como um "sistema separado e desigual". "As pessoas vão pagar mais por menos serviço", disse Esperanza Martinez, uma organizadora do sindicato. "Em nome da eficiência, eles retrocederão para onde estávamos anos atrás”.

Por Jennifer Medina - Ultimo Segundo

READ MORE - Cortes no transporte público prejudicam passageiros na Califórnia

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960