Em São Paulo, Faixa preferencial à esquerda na Avenida Comendador Martinelli diminui tempo de viagem

quinta-feira, 30 de junho de 2011

A SPTrans informa que com a implantação da faixa preferencial à esquerda na Avenida Comendador Martinelli, Zona Norte, priorizando o tráfego dos coletivos, a travessia da Ponte da Freguesia do Ó teve um ganho de 45% no tempo do percurso. Com a implantação dos pontos à esquerda, os ônibus que trafegam pelo corredor da Av. Marquês de São Vicente seguirão à esquerda na Av. Comendador Martinelli, utilizando paradas desmembradas.
Do mesmo modo, os ônibus que seguem para o centro vindos pela Av. Inajar de Souza, pelo corredor, passam a utilizar os pontos à esquerda antes da ponte e logo após, evitando o cruzamento da via para acessar os pontos do lado direito. Esta medida ajudou a melhorar também a fluidez dos automóveis que não disputam mais o viário com os ônibus.

Para informações sobre linhas e trajetos de linhas consulte itinerários ou ligue 156.

Paradas e linhas:

Parada Ponte Freguesia do Ó (Plataforma Central – à esquerda)

8214-10 Jd. Paulistano – Praça do Correio
8528-10 Jd. Guarani – Praça do Correio
9501-10 Term. V.N Cachoeirinha – Paissandu
978A-10.Term. V.N. Cachoeirinha – Metrô Barra Funda
117Y-10 Cohab Antártica – Pinheiros
8542-10 Brasilândia – Praça do Correio
8548-10 Jardim das Cunhas – Praça do Correio

Parada Ponte Freguesia do Ó (Ponto Lateral – à direita)
8542-10 Brasilândia – Praça do Correio
8545-10 Penteado – Metrô Barra Funda
8548-10 Jd. Dos Cunhas – Praça do Correio
8549-10 Taipas – Praça do Correio
9012-10 Itaberaba – Terminal Lapa
9014-10 Morro Grande – Terminal Lapa
9014-42 Jd. Iracema – Terminal Lapa
938L-10 Term. V.N Cachoeirinha – Lapa
957T-10 Cohab Taipas – Itaim Bibi
9181-10 Vila Terezinha – Lapa
938P-10 Vila Penteado – Metrô Barra Funda
938V-10 Jd. Vista Alegre – Metrô Barra Funda
9785-10 Vila Terezinha – Terminal Barra Funda
978T-10 Jd. Guarani – Terminal Barra Funda
148L-10 Cachoeirinha – Lapa
148L-41 Mandaqui – Lapa
148R-10 Cohab Jd. Antártica – Lapa
118Y-10 Lauzane Paulista – Lapa
128Y-10 Jd. Pery Alto – Lapa

Parada Martinelli (Plataforma Central – à esquerda)
8214-10 Jd. Paulistano – Praça do Correio
8528-10 Jd. Guarani – Praça do Correio
9501-10 Term. V.N. Cachoeirinha – Paissandu
978A-10 Term. V.N. Cachoeirinha – Metrô Barra Funda
117Y-10 Cohab Antártica – Pinheiros

Parada Martinelli (Ponto Lateral - à direita)
8542-10 Brasilandia - Praça Do Correio
8545-10 Penteado - Metrô Barra Funda
8548-10 Jd. Dos Cunhas - Pca. Do Correio
8549-10 Taipas - Praça Do Correio
9012-10 Itaberaba - Terminal Lapa
9014-10 Morro Grande - Terminal Lapa
9014-42 Jd Iracema - Terminal Lapa
938L-10 Term. V.N.Cachoeirinha - Lapa
957T-10 Cohab Taipas - Itaim Bibi
9181-10 Vila Terezinha - Lapa
938P-10 Vila Penteado - Metrô Barra Funda
938V-10 Jd. Vista Alegre - Metrô Barra Funda
978T-10 Jd. Guarani - Metrô Barra Funda
148L-10 Cachoeirinha - Lapa
148L-41 Mandaqui - Lapa
148R-10 Cohab Jd. Antártica - Lapa
118Y-10 Lauzane Paulista - Lapa
128Y-10 Jd. Pery Alto – Lapa

Assessoria de Imprensa – SPTrans


READ MORE - Em São Paulo, Faixa preferencial à esquerda na Avenida Comendador Martinelli diminui tempo de viagem

Anunciadas melhorias no transporte coletivo de Porto Alegre

Os avanços e as novidades do transporte coletivo de Porto Alegre e Região Metropolitana foram tema de coletiva de imprensa na manhã de hoje, 28, no Paço Municipal. O prefeito José Fortunati anunciou as melhorias para os usuários dos ônibus da Capital e do trem metropolitano.

A partir de 1º de julho entram em vigor a segunda passagem integrada grátis, inclusive para estudantes; a implantação do cartão SIM Vale-transporte da Trensurb; a integração do TRI e do SIM com desconto para usuários do vale-transporte e da passagem antecipada e, em 15 de julho a compra dividida de créditos escolares. Durante o evento foram assinados os decretos que autorizam a gratuidade do segundo trecho e o fracionamento da venda de passes escolares.Também foi apresentada a campanha publicitária sobre as  inovações.

Segundo o prefeito, as novidades vão facilitar o deslocamento e trazer economia para a população. "Serão beneficiadas especialmente as pessoas que tem menor renda, que acabam caminhando um trecho, por vezes bastante grande,  para não pagar a segunda passagem", afirmou ao salientar que estas iniciativas são avanços e agregam mais qualidade ao transporte coletivo da cidade juntamente com ações como a renovação da frota.

"Desde 2010 foram  substituídos 142 ônibus em Porto Alegre e 58 novos foram agregados à frota", destacou Fortunati.
Atualmente, 1650 veículos fazem parte da frota de ônibus de Porto Alegre, divididos em mais de 350 linhas. Para Kasper, a integração entre o TRI e o SIM representa uma facilidade para os usuários que utilizam os dois modais. "Agora a integração poderá ser feita com qualquer linha da Capital", disse o presidente da Trensurb.

O presidente da ATP falou da parceria que proporciona a efetivação dos avanços. "A Prefeitura, a ATP e a Trensurb unem esforços para concretizar ações que melhoram o transporte coletivo na cidade", frisou Reis.

Melhorias no transporte coletivo de Porto Alegre e Região Metropolitano:

Segunda passagem grátis: possibilita o desconto integral na tarifa do segundo ônibus. Atualmente, quem desce do primeiro coletivo e embarca no seguinte em até 30 minutos, recebe 50% de desconto na passagem. A partir do dia 1° de julho, o desconto será de 100% para quem faz o embarque dentro do tempo da integração. Além disso, o benefício será estendido aos estudantes e professores.

Atualmente são cerca de 223 mil usuários do cartão TRI escolar e 515 mil usuários do cartão de vale-transporte e de passagem antecipada. Esses números indicam que mais de 700 mil pessoas estarão aptas a realizar o segundo percurso com isenção da tarifa. Por mês, dois milhões de viagens já são feitas com o abatimento de 50% no segundo trajeto.
Integração TRI e SIM: o lançamento do cartão de vale-transporte da Trensurb dá continuidade à implantação do SIM - Sistema Integrado Metropolitano. Em dezembro de 2009 foi criado o cartão SIM de passagem antecipada e em novembro de 2010 o cartão SIM para idosos, sendo que com este último teve início a integração do TRI com o SIM.

No dia 1° de julho começará o cadastramento para usuários do vale-transporte do trem. A implantação do cartão SIM de vale-transporte trará também a inclusão de uma nova vantagem  para passageiros do trem e do ônibus: o passageiro terá desconto de 10%  quando utilizar os dois meios de transporte. Os usuários do cartão TRI de  vale-transporte e de passagem antecipada acrescidos aos usuários do cartão  SIM de passagem antecipada resultam em quase 525 mil pessoas que poderão se  beneficiar da integração logo no primeiro dia de lançamento.
Compra fracionada de passagem escolar: A compra dividida de créditos  escolares terá início no dia 15 de julho. A mudança consiste na  possibilidade de mais de uma compra de passagens por mês. No momento, o  professor ou estudante pode realizar apenas uma recarga. Com a alteração, será possível fazer até quatro compras mensais, desde que não exceda o  limite de créditos permitido, que é de 75 passagens ou 150 para quem comprova necessidade.



Fonte: JornalVS


READ MORE - Anunciadas melhorias no transporte coletivo de Porto Alegre

Em Curitiba, Sai Licitação para extensão da Linha Verde Sul

O prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, autorizou nesta quarta-feira a publicação do edital de licitação do primeiro lote de obras de implantação da extensão da Linha Verde Sul, no trecho entre o Terminal do Pinheirinho e a Rua Isaac Ferreira da Cruz.
O edital de licitação estará publicado nos jornais desta quinta-feira (30). As obras têm custo total de R$ 15,2 milhões e fazem parte do PAC da Copa.
Numa extensão de 1,7 quilômetro o eixo da BR-476 vai se transformar numa via urbana com a implantação de 10 pistas de rolamento, sendo duas para canaletas exclusivas para o transporte coletivo, seis para o sistema viário (três em cada sentido) e duas vias locais de passagem (uma em cada sentido), ciclovia, além de iluminação renovada, paisagismo e calçadas.
No trecho, que vai da altura do terminal do Pinheirinho até a Issac Ferreira da Cruz haverá a estação Winston Churchill de integração do transporte coletivo.
Integração metropolitana - A extensão da Linha Verde Sul tem, no total, dois lotes de obras dentro dos limites de Curitiba.

Além da ligação de 1,7 quilômetros do primeiro lote há o trecho que vai desde a Isaac Ferreira da Cruz até o trevo do Contorno Leste, numa extensão de 1,6 quilômetros. Ainda não há data prevista para a licitação do segundo trecho de obras.
Para além dos limites de Curitiba estão previstas as obras de extensão da Linha Verde Sul até o município de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana. A intervenção no trecho sob concessão da OHL, também prevê a reserva de área para a linha exclusiva de transporte num trecho de 11,8 quilômetros até Fazenda Rio Grande e a duplicação da rodovia prosseguindo até o município de Mandirituba.
A Prefeitura é a responsável pelo investimento de R$ 13,5 milhões na construção das alças de acesso à rodovia nas proximidades da Ceasa e a OHL por 15,8 milhões para a execução da trincheira no local. 



READ MORE - Em Curitiba, Sai Licitação para extensão da Linha Verde Sul

Salvador deverá ter rede de ciclovias de 215km, sendo a maior malha cicloviária do Brasil

Além de um sistema sobre trilhos- que pode ser o metrô ou o monotrilho- e o BRT entre as alternativas de mobilidade urbana para Salvador que foram contempladas dos projetos enviados ao Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), está a construção e recuperação de ciclovias, o que representará um total de 215 km de faixas exclusivas para bicicletas, segunda maior malha da América Latina, atrás apenas de Bogotá, na Colômbia.
Segundo o secretário Especial da Copa do Mundo de 2014, Ney Campello, esta proposta, avaliada em R$ 40 milhões, está no modelo integrado de mobilidade que prevê captação de recursos via Ministério das Cidades, como parte das obras para a Copa do Mundo de 2014.
“Teremos as ciclovias até 2014, que serão integradas com o sistema sobre trilhos. Nas estações deverá haver bicicletários ou até espaços para bicicletas serem levadas dentro dos vagões”, explicou o gestor. Ele considera ainda que o sistema de transporte via bicicletas pode ajudar a custear a manutenção da Arena Fonte Nova, em um modelo similar ao adotado no Estádio Olímplico de Amsterdã, na Holanda, em que as cerca de mil vagas construídas no subsolo da arena esportiva seriam utilizadas, durante a semana, para o comércio da região. “O cidadão para o carro no estádio e vai ter um bicicletário lá para que ele vá para seu trabalho”, projetou. Campello revela ainda ter ouvido a proposta de uma empresa chinesa de construir uma fábrica de bicicletas na Bahia, caso as ciclovias sejam construídas. “Podemos também pensar em linhas de financiamento para bicicletas para incentivar a população”, disse.



READ MORE - Salvador deverá ter rede de ciclovias de 215km, sendo a maior malha cicloviária do Brasil

Fiscalização eletrônica melhora fluxo do transporte público

A tecnologia usualmente aplicada para monitorar o trânsito e registrar a infração de quem abusa da velocidade ou infringe outras regras de trânsito está sendo aplicada também à gestão de transporte: para o monitoramento de corredores exclusivos.
     A prática dos chamados Bus Rapid Transit (BRTs), comum em alguns países e cidades brasileiras como Curitiba, Goiânia e São Paulo, é uma solução que está sendo ampliada, a exemplo de Belo Horizonte e Rio de Janeiro. Nestas cidades, o projeto já considera a fiscalização nas faixas exclusivas de tráfego - este ano a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET–Rio) implantou um sistema de monitoramento teste na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, e a BHTrans terá 12 equipamentos para registrar os veículos que invadem o espaço destinado aos ônibus.
     O corredor exclusivo para transporte coletivo da capital carioca ganhou uma adaptação e outro nome: Bus Rapid System (BRS). As vias seletivas ocupam duas das quatro faixas e trabalham num sistema interessante: porque Copacabana é uma região residencial, os engenheiros de trânsito criaram um sistema em que o motorista pode acessar o BRS para virar na primeira via que der mão à direita ou acessar garagens e só é multado se dois dispositivos seguidos flagrarem o veículo no corredor. 


Richele Cabral, diretora de Mobilidade Urbana da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor), explica que as obras foram feitas pensando nos grandes eventos internacionais que estão por vir: “A Prefeitura começou a trabalhar os sistemas de exclusividade pelo advento da Copa e das Olimpíadas, como forma de organizar e planejar melhor o trânsito numa cidade com três milhões de usuários de ônibus, e 208 empresas de transporte atuando. E, em pouco tempo, já podemos notar que os motoristas absorveram a cultura de respeito à segregação dos transportes. Um mês após a implantação, quando as multas começaram a ser computadas, notamos um número baixo de infrações, o que demonstra o respeito dos motoristas à nova orientação”, diz.
     No Zona Sul do Rio, a fiscalização é feita por 23 câmeras espalhadas pela via e cerca de 70 guardas municipais. Richele pontua os benefícios da ação: “Apesar de nossa primeira opção ser sempre a construção de um corredor exclusivo para o trânsito dos transportes coletivos, quando falamos de vias já existentes, o controle por esses dispositivos se mostra extremamente eficaz, em contrapartida das outras opções, que seria a construção de uma barreira física. Temos estimativas de que o tempo que se levava para percorrer a Avenida Nossa Senhora de Copacabana reduziu 40% após o início das atividades de fiscalização. Antes, um carro levava 40 minutos, agora leva, em média, 17 minutos”, aponta.

Fiscalização da velocidade dos ônibus     

A solução da tecnologia para garantir a medida restritiva dos corredores funciona bem e pode ir além. Segundo José Mario de Andrade, especialista em trânsito e diretor da Perkons, “A eficácia comprovada da fiscalização eletrônica no fluxo dos BRTs também suscita uma polêmica. Há quem defenda a utilização desses dispositivos posicionados nas vias especiais também na vigilância dos próprios ônibus. E os acidentes graves, cada vez menos espaçados, e com várias vítimas, colocam essa possibilidade dentro do cabível. Nem só por conta das penalidades, que, antes de alcançar o infrator, passariam por um grande processo burocrático, mas pela imposição de respeito que a presença do aparelho causa. Se o motorista sabe que está sendo fiscalizado, não vai abusar da velocidade, o que garante facilmente a segurança do usuário de transporte público”, sugere.
     O professor Coca Ferraz, Coordenador do Núcleo de Estudos de Segurança no Trânsito da USP - São Carlos, acredita que somente as ferramentas disponíveis hoje para conter a velocidade dos ônibus poderiam ser reforçadas. “Os órgãos responsáveis pelo trânsito costumam controlar a velocidade dos ônibus com tacógrafos, dispositivos que registram e armazenam as velocidades desenvolvidas pelo veículo. Essas podem ser verificadas após o período de operação. Assim, o tacógrafo atua de maneira eficaz para o controle da velocidade, uma vez que o condutor sabe que se ultrapassar o limite permitido o fato ficará registrado”, explica.
     No entanto, aponta o especialista, que vários acidentes com ônibus em corredores exclusivos são causados por alta velocidade. “Sem dúvida, a fiscalização eletrônica seria uma solução para a segurança dos usuários desse transporte, pois contribuiria para um maior controle da velocidade e redução dos acidentes, sobretudo se os ônibus não tivessem operando com tacógrafo”, pontua.
     Sobre a hipótese de contrassenso de implantação de fiscalização eletrônica em corredores com veículos com velocidade controlada, na medida em que o governo é responsável por ambas as áreas (transporte coletivo e controle de tráfego), o professor desmistifica a questão: “O controle com fiscalização eletrônica se somaria ao controle com tacógrafo, inibindo ainda mais o emprego de velocidade acima do permitido”, conclui.


Fonte: Perkons

READ MORE - Fiscalização eletrônica melhora fluxo do transporte público

Projeto de lei que liberava circulação de carros de passeio e de táxis nos corredores exclusivos de ônibus de Blumenau é vetado

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Vereadores vetou nesta terça-feira o projeto de lei que pretendia liberar a circulação de carros de passeio e de táxis nos corredores exclusivos de ônibus. O projeto foi considerado inconstitucional. De acordo com a procuradoria jurídica do Legislativo, só o Executivo poderia ter encaminhado a proposta.

Foto:Artur Moser / Agencia RBS
O projeto de lei nº 6123, de autoria do vereador Jovino Cardoso Neto (DEM), previa que os corredores fossem liberados aos sábados, a partir das 13h, domingos e feriados o dia todo, e segundas-feiras até 5h. Táxis poderiam circular em qualquer dia e horário. A proposta segue o modelo de cidades como Joinville e São Paulo.
Desde que foi protocolado na Câmara, o projeto gerou polêmica. O vereador Jovino alegou que aos finais de semana, por terem pouco uso, os corredores de ônibus poderiam ser liberados para carros de passeio. Para ele, a mudança agilizaria o trânsito.
Contrários à ideia, o secretário de Planejamento, Walfredo Balistieri, e o presidente do Seterb, Rudolf Clebsch, afirmaram que, como há pouco trânsito nos finais de semana, as outras pistas estariam livres e não haveria necessidade de liberar o espaço para outros veículos.


Fonte: JORNAL DE SANTA CATARINA

READ MORE - Projeto de lei que liberava circulação de carros de passeio e de táxis nos corredores exclusivos de ônibus de Blumenau é vetado

Em Fortaleza, Terminal da Parangaba conta com mutirão de organização de filas

O mutirão de organização de filas está de volta ao Terminal da Parangaba durante toda esta semana. O objetivo é dar continuidade ao trabalho realizado por cerca de 60 agentes operacionais da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), que orientam o embarque de passageiros, objetivando mais segurança durante a entrada nos coletivos.
O efetivo atua nas filas das linhas de maior demanda nos horários de pico, de 5h às 9h. A ação, que percorre todos os terminais de integração da cidade, busca incentivar o respeito entre as pessoas nos terminais de integração.


Fonte: Prefeitura de Fortaleza

READ MORE - Em Fortaleza, Terminal da Parangaba conta com mutirão de organização de filas

Linha 4-Amarela do Metrô de SP começa a funcionar até 21h

Foi ampliado nesta quarta-feira o horário comercial das estações Paulista, Faria Lima, Pinheiros e Butantã da Linha 4-Amarela, que passa a operar até as 21h, de segunda a sexta-feira, em São Paulo (SP). O serviço inaugurado no ano passado - após atrasos e um acidente com uma cratera durante as obras, que deixou sete pessoas mortas - fucionava apenas das 4h40 às 15h. O anúncio foi feito pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), durante uma vistoria da nova estrutura da estação Pinheiros da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que nos últimos meses passou por várias intervenções para a integração entre metrô e trem.

Na solenidade, Alckmin também definiu que a entrega de mais duas estações será antecipada: "nós vamos inaugurar em 30 dias duas estações novas: a estação República e Luz. Estavam programadas para outubro, elas virão para setembro e aí o horário vai para meia-noite e todos os finais de semana", assegurou.

Apesar de estar pronta para circular até o início da madrugada, a Secretaria dos Transportes Metropolitanos optou por operar a Linha 4-Amarela até as 21h, enquanto ocorrem testes de operação em toda a linha, incluindo as estações República e Luz. Com a medida, será possível garantir a entrega das novas estações no próximo mês de setembro e, assim, antecipar a integração com as linhas 3-Vermelha (Palmeiras/Barra Funda-Corinthians/Itaquera) e 1-Azul (Jabaquara-Tucuruvi).

Com as mudanças, o número de passageiros atendidos por dia salta de 10 mil para 150 mil. "Finalizando a instalação de alguns equipamentos e detalhes da comunicação visual, acabamento e limpeza, as estações República e Luz estarão praticamente prontas", disse o secretário dos Transportes Metropolitanos de São Paulo, Jurandir Fernandes.

Até setembro, o Metrô de São Paulo deve contratar a segunda fase da Linha 4-Amarela, que compreende a complementação das estações Fradique Coutinho, Oscar Freire, Higienópolis/Mackenzie, São Paulo/Morumbi e a implantação de mais 1,5 km de linha da estação e do terminal de ônibus de Vila Sônia. A segunda fase da linha, que inclui a aquisição de mais 15 trens pela concessionária Via Quatro, será entregue gradativamente à população até 2014 e atenderá a mais de 900 mil passageiros/dia.


Fonte: Terra

READ MORE - Linha 4-Amarela do Metrô de SP começa a funcionar até 21h

Guarulhos ganha novos ônibus e serviço de atendimento telefônico 24 horas

Mais 20 novos ônibus, da empresa Vila Galvão, irão entrar em operação no sistema de transporte coletivo, em substituição a veículos antigos da viação. Assim que começarem a circular – encontram-se em processo de emplacamento e de regularização de documentação –, todos os 211 veículos da Vila Galvão estarão devidamente equipados para permitir o acesso de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. A previsão é que toda frota municipal de ônibus e micro-ônibus esteja adaptada até o final do ano.

A cerimônia de entrega dos novos ônibus ocorreu na manhã desta quarta-feira (29) no Paço Municipal. O ato teve presença do prefeito Sebastião Almeida; do secretário de Transportes e Trânsito, Atílio Pereira; do diretor da empresa Vila Galvão, José Roberto Yasbek; do presidente do Sindicato dos Trabalhadores Autônomos em Lotação (Sindlotação), Cícero Augusto, conhecido como Mossoró; além de diversas outras autoridades.

Novas Linhas

Além da apresentação dos ônibus, o prefeito comunicou a criação de três novas linhas: 436 – Aeroporto/Centro, 441 – Santa Paula/Santa Clara (via Taboão) e 494 – Lavras/Pimentas. O prefeito falou ainda da adaptação feita em outras duas: a 440 – Parque Santos Dumont/Centro (via Taboão) passa a circular normalmente e não mais somente nos horários de pico, e a ampliação até a Vila Carmela do itinerário da linha 812, que passa a cobrir o trecho Vila Carmela/Centro. Todas essas mudanças, promovidas a partir de sugestões das comunidades locais, passam a vigorar já nesta quinta-feira (30).

Serviço 24H

A cerimônia serviu ainda para anunciar o início do Disque Transporte e Trânsito. Trata-se de uma ampliação do modelo de atendimento telefônico montado no início das operações do Bilhete Único de Guarulhos. O serviço funcionará diariamente 24 horas por meio do número 2475-6996. O objetivo é estabelecer um canal direto com a população para receber sugestões e considerações sobre todos os serviços da Secretaria de Transportes e Trânsito.
Uma novidade é que haverá acesso rápido com a Central de Controle Operacional (CCO), o que agilizará a verificação e a busca por solução para as demandas apontadas. Será possível ainda gerar relatórios dos registros feitos, o que contribuirá para melhorar a qualidade dos serviços prestados.

O Disque Transporte e Trânsito trará, entre outros itens, informações sobre os serviços oferecidos pelo Fácil Transportes e Trânsito, o sistema de transporte coletivo municipal (itinerários e horários das linhas de ônibus e micro-ônibus) e a Escola Pública de Trânsito (dúvidas sobre campanhas de trânsito, palestras e outras atividades educativas). O serviço também atenderá e encaminhará as observações da população em relação ao transporte e ao trânsito (pedidos de fiscalização, manutenção de sinalização viária, recursos de autuações etc.).

READ MORE - Guarulhos ganha novos ônibus e serviço de atendimento telefônico 24 horas

Em Juiz de Fora, Nove linhas de ônibus têm horários e/ou itinerários alterados

A partir da próxima sexta-feira, dia 1º de julho, nove linhas do transporte coletivo urbano passarão por alterações nos horários e/ou itinerários. São elas: 129 (Previdenciários); 145 (Centenário / Santa Efigênia); 443 e 444 (Nossa Senhora de Lourdes); 603 (Carlos Chagas); 708 (Vale dos Lírios); 716 (Distrito Industrial); 740 (Humaitá) e 741 (Valadares).

Confira as mudanças:

  • 1 – A linha 129 (Previdenciários) ganhará um novo veículo, o que permitirá a inclusão de novos horários para a população. Além disso, para adequação do tempo de viagem da linha, todo o quadro de horário será modificado. Confira como fica:
Sentido Bairro / Centro (dias úteis):
4h30 / 5h10 / 5h50 / 6h10 / 6h30 / 7h10 / 7h30 / 7h50 / 8h30 / 8h50 / 9h10 / 9h50 / 10h30 / 11h10 / 11h50 / 12h30 / 13h10 / 13h50 / 14h30 / 15h10 / 16h / 14h40 / 17h10 / 17h40 / 18h20 / 18h50 / 19h20 / 20h / 20h30 / 21h / 21h40 / 22h20 /23h / 23h40 / 00h20 / 00h55
Sentido Bairro / Centro (sábados):
5h10 / 5h50 / 6h30 / 7h10 / 7h50 / 8h30 / 9h10 / 9h50 / 10h30 / 11h10 / 11h50 / 12h30 / 13h10 / 13h50 / 14h30 / 15h10 / 15h50 / 16h30 / 17h10 / 17h50 / 18h30 / 19h10 / 19h50 / 20h30 / 21h10 / 21h50 / 22h30 / 23h10 / 23h50
Sentido Bairro / Centro (domingos): será incluído o horário de 00h55
Sentido Centro / Bairro (dias úteis):
5h10 / 5h50 / 6h30 / 6h50 / 7h10 / 7h50 / 8h10 / 8h30 / 9h10 / 9h50 / 10h30 / 11h10 / 11h50 / 12h30 / 13h10 / 13h50 / 14h30 / 15h10 / 15h50 / 16h20 / 17h30 / 18h / 18h30 / 19h10 / 19h40 / 20h10 / 20h50 / 21h40 / 22h20 / 23h / 23h40 / 00h20
Sentido Centro / Bairro (sábados):
5h50 / 6h30 / 7h10 / 7h50 / 8h30 / 9h10 / 9h50 / 10h30 / 11h10 / 11h50 / 12h30 / 13h10 / 13h50 / 14h30 / 15h10 / 15h50 / 16h30 / 17h10 / 17h50 / 18h30 / 19h10 / 19h50 / 20h30 / 21h10 / 21h50 / 22h30 / 23h10
Sentido Centro / Bairro (domingos): será incluído o horário de 00h20

  • 2 – A linha 145 (Centenário / Santa Efigênia), nos dias úteis, terá os seguintes horários alterados:
Os horários de 22h e 23h30, com saída do Santa Efigênia, serão alterados para 22h10 e 23h35. Já o horário de 22h45, com saída do Centenário, será modificado para 22h55.

  • 3 – A linha 443 (Nossa Senhora de Lourdes) terá seu itinerário e seu horário alterados para adequação do tempo de viagem das linhas.
Itinerário sentido Bairro / Centro: rua Horácio de Melo Brandão (ponto final), rua Joaquim Pavão, rua Maria Gonçalves Torres, rua Antenor Celso Rizzato, rua Emergina E. Guilherme, rua Francisca Bechllufft Santos, rua Lemos Monteiro, …
Horários sentido Bairro / Centro: 5h20 / 6h10 / 7h / 7h50 / 8h40 / 9h30 / 10h20 / 11h10 / 12h / 12h50 / 13h40 / 14h30 / 15h20 / 16h10 / 17h / 17h50h / 18h40 / 19h30 / 20h20 / 21h10 / 22h / 22h50 / 23h40 / 00h30
Horário sentido Centro / Bairro: 5h43 / 6h33 / 7h23 / 8h13 / 9h03 / 9h53 / 10h43 / 11h33 / 12h23 / 13h13 / 14h03 / 14h53 / 15h43 / 16h33 / 17h23 / 18h13 / 19h03 / 19h 53 / 20h43 / 21h33 / 22h23 / 23h13 / 00h03
Empresa de ônibus é condenada a pagar R$ 15 mil à passageira ofendida por motoristaVinte e uma linhas de ônibus sofrem alterações provisórias no itinerário

  • 4 – A linha 444 (Nossa Senhora de Lourdes) terá seu itinerário e seu horário alterados para adequação do tempo de viagem das linhas.
Itinerário sentido Centro / Bairro: …, rua Lemos Monteiro, rua Francisca Bechllufft Santos, rua Emergina E. Guilherme, rua Antenor Celso Rizzato, rua Maria Gonçalves Torres, rua Joaquim Pavão, rua Horácio de Melo Brandão à direita até o viradouro (ponto final).
Horários sentido Bairro / Centro: 5h45 / 6h35 / 7h25 / 8h15 / 9h05 / 9h55 / 10h45 / 11h35 / 12h25 / 13h15 / 14h05 / 14h55 / 15h45 / 16h35 / 17h25 / 18h15 / 19h05 / 19h55 / 20h45 / 21h35 / 22h25 / 23h15 / 00h05
Horários sentido Centro / Bairro: 6h09 / 6h59 / 7h49 / 8h39 / 9h29 / 10h19 / 11h09 / 11h59 / 12h49 / 13h39 / 14h29 / 15h19 / 16h09 / 16h59 / 17h49 / 18h39 / 19h29 / 20h19 / 21h09 / 21h59 / 22h49 / 23h39

  • 5 – A linha 603 (Carlos Chagas) terá seus horários alterados nos dias úteis para adequar o tempo de viagem da linha.
Horários sentido Bairro / Centro: 5h38 / 6h00 / 6h22 / 6h43 / 7h05 / 7h27 / 7h48 / 8h10 / 8h32 / 8h53 9h15 / 9h37 / 9h58 / 10h20 / 10h42 / 11h03 / 11h25 / 11h47 / 12h08 / 12h30 / 12h52 13h13 / 13h35 / 13h57 / 14h20 / 14h45 / 15h13 / 15h40 / 16h05 / 16h35 / 17h05 / 17h30 / 17h55 / 18h25 / 18h50 / 19h15 / 19h45 / 20h10 / 20h50 / 21h20 / 21h50 /22h20 / 22h50 / 23h20
Horários sentido Centro / Bairro: 6h10 / 6h32 / 6h54 / 7h15 / 7h37 / 7h59 / 8h20 / 8h42 / 9h04 / 9h25 / 9h47 / 10h09h / 10h30 / 10h52 / 11h14 / 11h35 / 11h57 / 12h19 / 12h40 / 13h02 / 13h24 / 13h45 / 14h07 / 14h29 / 14h55h / 15h20 / 15h48 / 16h15 / 16h40 / 17h10 / 17h40 / 18h05 / 18h30 / 19h / 19h25 / 19h50 / 20h15 / 20h40 / 21h20 / 21h50 / 22h20 / 22h50 / 23h20 / 23h50

  • 6 – A linha 708 (Vale dos Lírios), nos dias úteis, terá as seguintes alterações para adequação do tempo de viagem da linha:
O horário de 07h20, com saída do Vale dos Lírios, será alterado para 07h35.
O horário de 08h10, com saída do Centro, será alterado para 08h30.

  • 7 – A linha 716 (Distrito Industrial) terá as seguintes alterações:
O horário de 06h40, com saída do Centro, estenderá até a usina da Empav nos dias úteis.
O horário de 11h05, com saída do Distrito Industrial, estenderá até a Usina da Empav aos sábados.

  • 8 – A linhas 740 (Humaitá) realizará, nos horários a seguir, o seguinte itinerário nos dias úteis:
Saída do Centro (23h) – Extensão à Igrejinha: …, BR-267, rua Arno Krambeck Duque, Rua “G” – Vila Paraíso, BR-267, …

  • 9 – A linha 741 (Valadares) terá as seguintes alterações:
Saídas do Centro (22h45 e 23h30) – Extensão à Igrejinha: …, BR-267, rua Arno Krambeck Duque, rua “G” – Vila Paraíso, BR-267, …


Fonte: Acessa.com

READ MORE - Em Juiz de Fora, Nove linhas de ônibus têm horários e/ou itinerários alterados

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960