Estudantes prometem parar o Recife terça-feira contra aumento das passagens

domingo, 9 de janeiro de 2011

Em resposta ao aumento nas tarifas de ônibus, metrô e trem do Recife e Região Metropolitana (RMR), os estudantes prometem parar a capital pernambucana na próxima terça-feira (11). O protesto foi decidido no início da tarde deste sábado, durante reunião dos líderes do movimento estudantil.
"Se a passagem não baixar, o Recife vai parar", ameaçou a presidente da União dos Estudantes Secundaristas de Pernambuco (Uespe), Stephannye Vilela. O protesto está marcado para as 13h e deve sair no antigo Ginásio Pernambucano, que fica na Rua do Hospício. Até o fim do dia, as entidades estudantis devem definir o percurso, mas a ideia é que a passeata comece e passe pela Avenida Conde da Boa Vista.
Com a ação, os estudantes pretendem não apenas evitar o aumento, mas exigir melhorias na qualidade do transporte público da RMR. "A nossa proposta é justamente o contrário do que eles estão fazendo. Nossa luta é para que eles diminuam o preço das tarifas", disse Alexandre Ferreira, presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE). Para isso, os representantes do movimento estudantil reivindicam que as empresas de ônibus prestem contas e passem por uma auditoria.
Além da UNE e da Uespe, a reunião também contou com a participação dos diretórios centrais de estudantes da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).
Reajuste - O aumento de 8,66% foi anunciado na última sexta-feira pelo Grande Recife Consórcio de Transportes e começa a valer a partir deste domingo (9). A tarifa do anel A, responsável por 80% do deslocamento dos cerca de 1,85 milhão de passageiros todos os dias no Grande Recife, passa de R$ 1,85 para R$ 2,00. Enquanto o anel B passa de R$ 2,80 para R$ 3,10. A passagem do metrô passará dos atuais R$ 1,40 para R$ 1,50.

READ MORE - Estudantes prometem parar o Recife terça-feira contra aumento das passagens

Em Uberaba, Tarifa do transporte coletivo passa para R$ 2,40

Na última segunda-feira (03) a prefeitura municipal divulgou o reajuste da tarifa que agora passará a valer R$2,40 (aumento de R$0,20). A mudança foi baseada em estudo técnico feito pela Superintendência de Planejamento de Trânsito e Transporte.
No ano passado, as concessionárias do transporte coletivo de Uberaba encaminharam à Prefeitura Municipal, uma solicitação para que a tarifa do transporte fosse reajustada, no valor de 24,54%, o que elevaria a tarifa para R$ 2,74. Entretanto, na ocasião, o prefeito descartou a possibilidade de reajuste em 2010, mas logo no início do ano de 2011 foi anunciada a mudança, porém menor do que o solicitado pelas empresas, sendo um reajuste de 9,09%.
No início de 2010 a prefeitura havia reajustado a tarifa de 15,78%, que fez a passagem saltar de R$ 1,90 para R$ 2,20 a partir do dia 4 de janeiro de 2010, através de decreto publicado no dia 30 de dezembro de 2009 no Porta-Voz. Agora no início de 2011 vêm novos valores.
De acordo com o superintendente de Planejamento de Trânsito e Transporte, Robinson do Amaral Camargo, entre os itens que foram considerados para o aumento da tarifa estão o reajuste do salário mínimo, o percentual dos índices inflacionários ao longo do ano e o aspecto comparativo do percentual de reajuste das tarifas de cidade de mesmo porte. Além disso, foram considerados o IPK (índice de passageiro por quilômetro rodado), o alto índice de gratuidade (idosos/portadores de necessidades especiais/estudantes) e a situação da frota com média atual de 1,36 anos de idade com 100% de acessibilidade.
O decreto que reajusta as tarifas para o serviço de transporte coletivo urbano e rural será publicado na edição desta quarta-feira (05) do órgão oficial do município, Porta-Voz.
 
READ MORE - Em Uberaba, Tarifa do transporte coletivo passa para R$ 2,40

Em Campina Grande, Valor da nova tarifa será R$ 2,10

O Conselho Municipal de Transportes Públicos de Campina Grande (COMUTP) esteve reunido para avaliar a planilha técnica e votar o valor da tarifa indicada pelos estudos realizados pela STTP.

A reunião raalizada na ultima quarta-feira, foi presidida pelo superintendente da STTP e presidente do Conselho Municipal de Transporte Público, Salomão Augusto, que, a partir das informações da planilha técnica, previamente encaminhada para conhecimento de cada representante do COMUTP, apresentou a nova tarifa no valor de R$ 2,10.

Outras duas propostas com valores diferentes para a tarifa surgiram. Quem primeiro se pronunciou foi a Associação dos Aposentados que reconheceu a necessidade do sistema de transporte público remunerar os seus serviços para poder atender aos usuários com melhor qualidade, propondo uma tarifa no valor de R$ 2.

De acordo com a entidade, Campina Grande sempre manteve uma diferença de dez centavos em relação ao valor praticado pelo transporte coletivo de João Pessoa. O representante dos estudantes apresentou proposta defendendo o valor da passagem do transporte público urbano de Campina Grande de R$ 1,90.

Diante das três propostas apresentadas, o presidente da reunião colocou-as em votação e, por nove votos favoráveis, o Conselho Municipal de Transporte Público aprovou a tarifa no valor de R$ 2,10, que deverá vigorar nos próximos dias, após a sanção por parte do prefeito Veneziano Vital do Rêgo. A proposta da Associação dos Aposentados obteve dois votos e a do DCE apenas um voto.

Fonte: ClickPB
READ MORE - Em Campina Grande, Valor da nova tarifa será R$ 2,10

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960