Ônibus utilizam combustível menos poluente em Campinas

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

As empresas de ônibus de Campinas começaram a utilizar, nesta quarta-feira (5), um combustível menos poluente. É o Diesel S-50, que emite apenas 50 partes por milhão (ppm) de enxofre (S) após a queima no motor. O anterior liberava dez vezes mais enxofre.

Segundo a Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc), com o novo combustível a redução de material particulado emitido para a atmosfera é de 5%, mas pode chegar a 70% no futuro.
O material particulado é um conjunto de poluentes constituídos de poeiras, fumaças e todo tipo de material sólido e líquido que se mantém suspenso na atmosfera por causa de seu pequeno tamanho, têm potencial de causar riscos à saúde e são responsáveis pela chuva ácida.

Fonte: EPTV
READ MORE - Ônibus utilizam combustível menos poluente em Campinas

Feira de Santana já conta 70 ônibus com GPS

Parte da frota do Sistema Integrado de Transportes (SIT) de Feira de Santana já conta com sistema de GPS instalados em ônibus do transporte coletivo de passageiros. São 70 equipamentos, utilizando-se de sinais de satélites, para fornecer a posição exata dos veículos em suas respectivas rotas de tráfego.
O GPS está presente em 70 dos 207 ônibus do transporte coletivo urbano. A medida é uma ação do Governo Municipal que prima por um transporte mais organizado e que possa corresponder às expectativas do usuário do sistema.
Todos os novos veículos introduzidos à frota em 2010 já contam com GPS. Os novos ônibus, que ainda este semestre devem substituir os antigos, também serão equipados com o sistema de rastreamento.
O secretário municipal de Transportes e Trânsito, Flailton Frankles, credita que muito em breve toda frota do SIT já estará equipada com o sistema. “O objetivo do Governo Municipal é dotar todo sistema desse equipamento”, disse.
Com a instalação do GPS nos veículos, a Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) vai poder fiscalizar com maior eficiência o serviço prestado pelas empresas de ônibus coletivo.
“O GPS vai substituir a fiscalização feita pelos fiscais. Nos grandes terminais, por exemplo, terão telões informando o horário dos veículos, itinerário dos coletivos e o próprio cidadão, se desejar, poderá informações via celular sobre o horário exato que o seu carro estará passando pelo ponto desejado”, informa o secretário Flailton Frankles.
O secretário Flailton Frankles também ressaltou a instalação de câmeras de segurança em vários ônibus do transporte coletivo da cidade. “Todos os novos ônibus introduzidos à frota em 2010 contam com o esse sistema”, comenta.
Segundo dados da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito, mais de 3 milhões de pessoas utilizam, por mês, o sistema de transporte coletivo na cidade.
READ MORE - Feira de Santana já conta 70 ônibus com GPS

São Paulo: Metas na área do transporte não saem do papel

A tarifa aumentou, mas as melhorias prometidas pela prefeitura para o usuário do transporte público da capital continuam no papel. Nos últimos dois anos, a gestão Gilberto Kassab (DEM) pouco avançou em obras importantes, como a implantação de novos terminais urbanos --dos 13 previstos, apenas 1 foi entregue à população.
A mesma demora é observada no ritmo de criação de novos corredores de ônibus, essenciais para aumentar a velocidade das viagens, reduzir as filas nos pontos e melhorar a satisfação dos usuários. Nenhum dos 66 km previstos começou a operar.
Mesmo sem receber a esperada contrapartida, o paulistano vai pagar mais caro a partir de hoje --a passagem subiu de R$ 2,70 para R$ 3. O valor é R$ 0,35 mais caro que o aplicado pelo Metrô e pela CPTM, o que pode causar uma migração de usuários entre os sistemas de transporte.

'Velocidade média dos ônibus vai aumentar'
A Secretaria Municipal dos Transportes informou ontem que os projetos previstos no plano de metas estão mantidos. Segundo a pasta, as zonas leste e sul, que registram maior procura por transporte público, serão priorizadas. A prefeitura também afirmou que trabalha para melhorar a fluidez dos ônibus.
"A meta é aumentar a velocidade média dos ônibus entre 10% e 15%, o que equivale ao acréscimo de 1.500 a 2.250 veículos", informou a pasta, que citou a implantação de uma faixa reversível na estrada do M'Boi Mirim (zona sul) como forma de reorganizar o sistema e reduzir o tempo da viagem.
Sobre o reajuste da tarifa, a secretaria afirmou que o aumento proporcionará uma redução de cerca de R$ 150 milhões no subsídio pago às concessionárias, investindo em outras áreas. A prefeitura ainda disse que pode remanejar recursos, se necessário. Adriana Ferraz
READ MORE - São Paulo: Metas na área do transporte não saem do papel

Aumento da tarifa de ônibus em Curitiba é inevitável

Em meio às especulações sobre o aumento do preço da tarifa da Rede Integrada de Transporte de Curitiba (RIT), o presidente da Urbanização de Curitiba S/A (Urbs), Marcos Isfer, afirmou ontem que o reajuste do valor, que desde o início de 2009 é R$ 2,20, pode ser considerado inevitável.
Ele disse, no entanto, que ainda é impossível apontar o novo preço ou quando a mudança deverá acontecer. A formação da nova tarifa depende de vários fatores, entre eles o pedido de aumento salarial dos motoristas e cobradores.

O presidente lembrou que o preço da tarifa na capital é o mesmo há dois anos. “Já passamos pela licitação e pelo dissídio coletivo de 2010 sem alterações. É natural que uma hora essa mudança aconteça”, disse.
Isfer explicou que, independentemente de quanto custe a nova passagem, o valor arrecadado servirá para pagar o sistema. “Trabalhamos com o equilíbrio tarifário. O custo da passagem paga exatamente a despesa do sistema. Não existe lucro”, ressaltou.

Dentre os fatores que interferem na formação da nova tarifa estão o pagamento pelo quilômetro rodado de acordo com o tipo de veículo, gastos com tributos, peças e manutenção. “O sistema de transporte é muito significativo, pois envolve gastos com vários itens, inclusive o pagamento da mão de obra”, disse.
Em virtude desse pagamento, ainda não é possível estipular a nova tarifa. Segundo Isfer, é preciso saber o resultado do dissídio coletivo da categoria para 2011, que deverá acontecer no próximo dia 21.

De acordo com Anderson Teixeira, presidente do Sindicato dos Motoristas e Cobradores nas Empresas de Transporte de Passageiros de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc), em assembleia realizada na última segunda-feira a categoria definiu que pedirá reajuste de 38%, que será negociado dia 21 de janeiro.
“O aumento da passagem é inevitável, pois ela está estagnada há bastante tempo. A questão é que a culpa desse aumento será dada aos motoristas, como sempre acontece. É importante deixarmos claro que a passagem vai subir independentemente do salário dos motoristas e cobradores”, frisa. Atualmente, motoristas recebem R$ 1.234 e cobradores R$ 700.

Projeção

Para Valdir Mestriner, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Urbanização do Estado do Paraná (SindiUrbano), baseando-se apenas no edital de licitação do transporte coletivo de Curitiba, a passagem pode ultrapassar R$ 2,50.
Porém, situações atuais, como o pedido de aumento dos trabalhadores e custos atualizados de itens do transporte, podem aumentar ainda mais a projeção do custo da tarifa. “Com isso, a passagem poderá custar mais de R$ 2,60”, estima.

READ MORE - Aumento da tarifa de ônibus em Curitiba é inevitável

Em Recife, CBTU amplia horário de funcionamento do trem no trecho Cajueiro Seco/Curado

Por reivindicação das comunidades atendidas pelo trem diesel, a Companhia Brasileira de Transportes Urbanos (CBTU-Metrorec), ampliou nesta quarta-feira o horário e disponibilizará mais seis viagens no trecho entre Cajueiro Seco/Curado. Antes, o primeiro trem saía do Curado às 6h48 e agora será às 6h30. O último horário passará das 19h48 para 20h34, de segunda a sexta-feira.
“Desde o dia 20 de dezembro os técnicos da CBTU iniciaram uma pesquisa após receber reclamações dos moradores das comunidades de Marcos Freire e Parque Residencial Recreio, por onde passa a linha”, explicou Roberto Maranhão, gerente operacional de transporte. Por ser uma das regiões mais populosas de Jaboatão dos Guararapes, detectaram a necessidade de implementar essa nova grade. A mudança foi bem recebida pelos moradores e trabalhadores da região.

A média de passageiros que circulam pelas linhas Cajueiro Seco/ Curado e Cajueiro Seco/ Cabo é de quatro mil por dia. Segundo o gerente operacional, só na estação Marcos Freire, há cerca de 11 mil usuários por mês  e na estação Curado 5.128 passageiros. “A articulação externa da CBTU está sempre buscando melhorar e atender as necessidades da população usuária do sistema metroferroviário e dando prioridade aos lugares mais movimentados”, disse Roberto.
Fonte: Folha de Pernambuco
READ MORE - Em Recife, CBTU amplia horário de funcionamento do trem no trecho Cajueiro Seco/Curado

Vereadores de Recife pretendem melhorar o trânsito da cidade e da qualidade ao transporte público

Sérgio Magalhães acredita que para desafogar o já saturado trânsito do Recife é preciso primeiro melhorar a qualidade do transporte público como forma de incentivar a classe média a usá-lo. “Essa solução será possível com a chegada da Copa do Mundo porque teremos mais investimentos em obras estruturadoras para o trânsito”. O vereador apontou ainda como soluções em curto prazo para diminuir os congestionamentos uma maior fiscalização por parte do Executivo com o cumprimento da lei da carga e descarga e também o aumento do efetivo de agentes de trânsito. “Mas os agentes precisam, antes de multar, orientar os motoristas e pedestres. A educação no trânsito poderia ainda fazer parte do ensino escolar porque os filhos começariam a educar e a cobrar também dos pais”.

O presidente Jurandir Liberal (PT), em entrevista à rádio CBN, afirmou que vai dar prioridade, neste primeiro semestre, às discussões sobre a mobilidade urbana e a acessibilidade na cidade do Recife. “Vamos aprofundar esse debate para encontrar saídas. É o ponto central desse primeiro semestre. Está na ordem do dia. O Plano Diretor já recomendava a elaboração do Plano de Mobilidade que deve ser encaminhado à Câmara pelo executivo em fevereiro”. O presidente disse estar preocupado com a infraestrutura para a Copa de 2014 quando vai aumentar a necessidade de um rápido deslocamento na cidade.
Jurandir Liberal afirmou ser fundamental a participação dos municípios vizinhos no debate por se tratar de um problema metropolitano e defendeu o transporte coletivo como uma das soluções para os congestionamentos. “É preciso investir no transporte de massa, reduzir o tempo de espera nas paradas, estimular as pessoas a usar ônibus”.

READ MORE - Vereadores de Recife pretendem melhorar o trânsito da cidade e da qualidade ao transporte público

Nova tarifa do transporte coletivo já está em vigor em Três Lagoas

Os usuários do transporte coletivo urbano de Três Lagoas estão pagando mais caro pelo preço da passagem desde o último dia 1º de janeiro. A tarifa subiu de R$ 1,80 para R$ 2, o que representa 11,11% de reajuste. O aumento já estava sendo aguardado pela população desde o inicio de dezembro, quando o Jornal do Povo divulgou diversas matérias a respeito do assunto.

No final de novembro, a empresa Viação Três Lagoas que presta os serviços de transporte coletivo na cidade, apresentou planilha de custo, incluindo gastos com combustível e salários, desgastes da frota, número de usuários do serviço, a quantidade de gratuidades e a distância rodada pelos veículos diariamente, dentre outras informações. Com base nesses dados, a Prefeitura autorizou o aumento.

O reajuste foi autorizado pela Prefeitura Municipal, através do decreto 195 de 16 de dezembro e publicado no Diário Oficial dos Municípios de Mato Grosso do Sul na edição do dia 24 de dezembro.

A prefeitura justifica que o contrato de concessão da operação de transporte coletivo de passageiros, foi firmado em 2007 e o preço da tarifa permanecia o mesmo, desde então, a R$ 1,80. O município considera ainda que o salário mínimo foi reajustado, no período de 2007 a 2010, em 34,21%, passando de R$380 a R$ 510 e a influência desses reajustes nos custos da operacionalização dos serviços; tiveram acréscimos na ordem de mais de 16% para o IPCA (IBGE), e de 19%, para o IGPM (FGV).

Ao autorizar o reajuste, a administração municipal considera a necessidade de assegurar à população de Três Lagoas a manutenção dos serviços de transporte coletivo de passageiros. A tarifa de transporte coletivo de passageiros, no município, fica estabelecida em R$ 2, a passagem inteira e, R$ 1, a meia passagem.
READ MORE - Nova tarifa do transporte coletivo já está em vigor em Três Lagoas

Em Goiânia, Presidente da Metrobus garante tarifa reduzida no Eixo Anhanguera

O novo presidente da Metrobus, Carlos Maranhão, tranquilizou hoje os usuários do Eixo Anhanguera ao declarar que a manutenção do subsídio na tarifa é uma decisão de campanha do novo Governo e que ela vai continuar. "É uma questão de honra do governador com o povo", ressaltou Maranhão, pouco antes da reunião geral do secretariado com o Marconi Perillo no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, agora à tarde.

O presidente explicou que o compromisso inicial do Governo é com a garantia da qualidade do transporte público no Eixo Anhanguera. A linha corta Goiânia de Leste a Oeste e é responsável pelo transporte de aproximadamente 200 mil pessoas por dia. Num momento posterior, Maranhão disse que serão discutidas outras questões relativas à política de transportes, com a viabilidade da implantação de veículos leves sobre trilhos e a substituição da frota já desgastada.

Fonte: Goiás Agora
READ MORE - Em Goiânia, Presidente da Metrobus garante tarifa reduzida no Eixo Anhanguera

Campinas: Sinalização da ciclofaixa de lazer chega à Avenida Norte-Sul

Depois de concluir, na semana passada, o reforço na pintura da ciclofaixa existente no entorno da Lagoa do Taquaral e da Praça Arautos da Paz, a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (EMDEC) iniciou nesta terça-feira, dia 4, a sinalização da ciclofaixa de lazer que será implantada na Avenida José de Souza Campos, popularmente conhecida por Norte-Sul.

O trabalho está sendo realizado por duas equipes de sinalização da EMDEC. Uma delas atua na pista sentido Guarani x Taquaral da Avenida Norte-Sul, próximo ao cruzamento com a Avenida Orosimbo Maia. A outra equipe atua na Avenida Júlio Prestes, também no sentido Guarani x Taquaral, entre as avenidas Dr. Heitor Penteado e Orosimbo Maia.

Nesta primeira etapa do trabalho, as equipes da EMDEC estão fazendo a pré-marcação do trecho que receberá a sinalização da ciclofaixa, no lado esquerdo das avenidas, junto ao canteiro central. Em seguida, será executada a pintura de uma faixa com 15cm de largura na cor vermelha para sinalização da ciclofaixa.

A previsão da EMDEC é que todo trabalho nas duas pistas da Norte-Sul e da Júlio Prestes, no trecho entre a Avenida Dr. Heitor Penteado e o Viaduto São Paulo, popularmente conhecido por ”Laurão”, será concluído até a próxima sexta-feira, dia 7. Esta previsão, no entanto, poderá não se concretizar em caso de excesso de chuvas.

A nova ciclofaixa de lazer que está sendo implantada pela Prefeitura de Campinas terá 10,7 km de extensão, garantindo a ligação cicloviária entre o Largo do Pará, na Avenida Francisco Glicério, e a Lagoa do Taquaral e a Praça Arautos da Paz.

Esta ciclofaixa funcionará exclusivamente aos domingos e feriados, no período das 7h às 13h, e deverá ser inaugurada até o final do mês de janeiro.

Fonte: EMDEC
READ MORE - Campinas: Sinalização da ciclofaixa de lazer chega à Avenida Norte-Sul

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960