Porto Alegre: Cartões de transporte público TRI e SIM funcionarão de maneira integrada

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Os cartões de transporte coletivo de ônibus, TRI, e do Trensurb, SIM, funcionarão de maneira integrada a partir da próxima segunda-feira. A medida, anunciada nesta quinta-feira pelo prefeito José Fortunati, o presidente da Trensurb Marco Arildo Cunha e o presidente da Associação das Empresas de Transporte de Passageiros de Porto Alegre Enio Roberto dos Reis, na sede do Trensurb, será válida primeiramente para as pessoas acima de 65 anos.

Segundo o prefeito, o próximo passo será a inclusão dos usuários de vale-transporte, o que deverá acontecer até meados de 2011.

— Estamos trabalhando para facilitar, ampliar e qualificar o uso do transporte coletivo, também como forma de agilizar o trânsito e mobilidade urbana — afirmou Fortunati.

A inclusão do cartão TEU, que é o passe utilzado na Região Metropolitana de Porto Alegre, na integração dos cartões de transporte está em estudo, segundo Fortunati.

A partir da integração entre o TRI e o SIM, o usuário poderá ter qualquer um dos cartões e viajar tanto nos ônibus da Capital como nos trens metropolitanos.

Fonte: Zero Hora
READ MORE - Porto Alegre: Cartões de transporte público TRI e SIM funcionarão de maneira integrada

UFRN terá terminal e novo ônibus circular

O reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ivonildo Rêgo, reuniu-se na última sexta-feira, 29, com a prefeita da cidade de Natal, Micarla de Souza, o secretário municipal de planejamento, Antônio Carlos Luna, e o secretário chefe de gabinete da prefeita, Kalazans Louzá Bezerra, para discutir providências referentes à melhoria da linha circular no Campus Universitário.

No encontro, ficou decidido que será implantado mais um ônibus para fazer o percurso por dentro da Instituição, com a ampliação do horário nos sábados até as 19h. O objetivo desse acréscimo é atender melhor aos usuários da comunidade universitária. Além disso, a prefeita garantiu implantar também um terminal rodoviário dentro do Campus, dotando os veículos de transporte coletivo com equipamentos que possam permitir a acessibilidade.

Fonte: DN Online
READ MORE - UFRN terá terminal e novo ônibus circular

Rio dá incentivo fiscal de R$ 33 mi a empresas de ônibus

Formados por 40 das 47 empresas que controlam as linhas de ônibus no Rio de Janeiro, os consórcios vencedores da licitação feita pela prefeitura para "reorganizar" o sistema de transporte municipal serão beneficiados com um incentivo fiscal de R$ 33 milhões ao ano. Em contrapartida, as empresas serão submetidas a "regras claras que não existiam", como promete o prefeito Eduardo Paes (PMDB), e vão ser incluídas no sistema de Bilhete Único, válido por apenas duas horas.
Eduardo Paes sancionou lei de sua autoria, aprovada por 36 votos a 4 na Câmara dos Vereadores, que torna simbólica a cobrança do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) para empresários do setor - a alíquota do tributo foi reduzida de 2% para 0,001%.
O professor de engenharia de Transportes da Pontifícia Universidade Católica do Rio (PUC-Rio) José Eugênio Leal critica o resultado da licitação das linhas de ônibus da capital fluminense, vencida por quatro consórcios formados por 40 empresas que já operavam o sistema. "O edital deixava antever que as coisas ficariam como estão. A exigência de os concorrentes terem sua frota atuando em pelo menos 50% na região impediu que concorrentes de Curitiba ou São Paulo, por exemplo, participassem."
Para o prefeito, é "natural" que empresas já estabelecidas saiam em vantagem no processo licitatório. "Mas elas terão de se adequar a uma série de regras e pagar por isso", afirmou Paes. "Agora as empresas passam a ter contrato, com regime de obrigações e pagando pela concessão (de 20 anos), com regras claras que não existiam."
Subsídio
Um dos quatro vereadores que votaram contra o projeto, Paulo Pinheiro (PPS) disse que o grupo estuda uma forma de contestar a nova lei na Justiça. "Essa renúncia fiscal serve claramente para subsidiar o bilhete único", criticou o vereador. "O serviço no setor é péssimo e não houve renovação alguma", afirmou. Com a implantação do bilhete único municipal, as passagens serão reajustadas de R$ 2,35 para R$ 2,40. O bilhete é válido por 2 horas e é restrito aos ônibus.
Entre as contrapartidas exigidas aos consórcios está a padronização da pintura dos ônibus, a implantação de novos pontos e a instalação de GPS e de câmeras de filmagem nos coletivos, entre outras. Outro ponto contestado do edital é quanto a readequação dos trajetos. De acordo com a prefeitura, será a "racionalização" das linhas que adequará a "oferta de ônibus de acordo com a demanda por passageiros começará a partir de janeiro".

Fonte: G1.com
READ MORE - Rio dá incentivo fiscal de R$ 33 mi a empresas de ônibus

Novo Hamburgo: transporte municipal vai passar por reformulação

Para a alegria dos usuários de ônibus, a novela da passagem integrada parece estar chegando ao fim. O prefeito Tarcísio Zimmermann anunciou que nesta semana será enviado à Câmara de Vereadores o projeto de lei que regulamenta as diretrizes do transporte municipal. Depois de aprovada pelo Legislativo, será lançado o edital de licitação de concorrência do transporte coletivo municipal. Assim, as empresas que decidirem concorrer terão de implementar uma série de mudanças.

Entre as principais novidades, além da passagem integrada estão incluídas a integração com o Trensurb, bilhetagem eletrônica em todas as linhas e maior frequência de horários, principalmente nos bairros. A previsão é que dentro de quatro a seis meses, assim que ocorrer a licitação, os ônibus já estejam operando no novo sistema. Até que as novas empresas assumam, as atuais continuarão prestando o serviço nos moldes de hoje.

Conforme Tarcísio, a publicação do edital depende também de acordos que serão realizados com a Procuradoria Geral do Município (PGM). "É uma nova proposta de organização para o transporte. Quando o processo estiver concluído, vamos convocar audiências públicas para dialogar com a comunidade", avisa.
Mudanças confirmadas

As linhas que passam nos bairros, normalmente de 30 em 30 minutos, deverão ser mais frequentes, com intervalos menores

O objetivo é reduzir o número de ônibus que transitam no Centro. Em contrapartida, irá crescer a quantidade de coletivos nos bairros

O modelo dos veículos também deverá mudar. Serão utilizados micro-ônibus, principalmente na área central, contribuindo com o projeto de revitalização
Haverá linhas alimentadoras nos bairros, chamadas de troncais. Por conta disso, está prevista a construção de três ou quatro pontos de integração. Assim, as viagens serão mais rápidas

A licitação vai contemplar linhas troncais entre os bairros Canudos e Santo Afonso, passando pelo Centro

A Avenida Victor Hugo Kunz será uma das principais ligações com o Centro

CORREDORES

A Prefeitura tem projeto de construir corredores exclusivos para os ônibus, alteração que tornaria os coletivos mais rápidos. Tarcísio informa que a intenção é incluir essa proposta no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). "É importante dizer que o novo sistema de transporte está preparado para operar em vias exclusivas", acrescenta.

TARIFAS

Na avaliação de Tarcísio, é possível baratear o preço das tarifas. Isso porque atualmente, muitos ônibus saem do bairro e vão para o Centro com poucos passageiros. Isso reflete no preço da tarifa, que é calculada por meio de um índice de usuários por quilômetro rodado. Para o prefeito, com as novas linhas e itinerários, isso não acontecerá mais e a tarifa será mais acessível à população.

O SISTEMA ATUAL

A última licitação do transporte público de Novo Hamburgo ocorreu em 2001. No Município, três empresas respondem por mais de 95% do transporte urbano: Viação Hamburguesa, Courocap e Viação Futura. Já o transporte do bairro rural de Lomba Grande para o Centro é responsabilidade da Viação Feitoria. O último aumento da passagem ocorreu em 21 de março deste ano, quando a Viação Feitoria passou a cobrar R$ 2,20 por bilhete. Desde então, todas as empresas cobram o mesmo valor pelo serviço de transporte coletivo urbano.

Foto: Débora Ertel * Fonte: Jornal Novo Hamburgo
READ MORE - Novo Hamburgo: transporte municipal vai passar por reformulação

Em Uberaba, Empresas de transporte coletivo demitem cobradores

Denúncia feita ontem no plenário da Câmara de Vereadores pelo vice-líder governista, Samuel Pereira (PR), trouxe à tona problema trabalhista com as empresas concessionárias do transporte coletivo em Uberaba. Os cobradores estão sendo demitidos e os motoristas obrigados a acumular as duas funções.
Após externar a situação, o vereador anunciou que sua assessoria foi deslocada para vários pontos da cidade para comprovar a veracidade das denúncias. Samuel Pereira confirmou no fim da tarde que o fato foi constatado na linha do Josa Bernardino, operada pela empresa Líder, e ainda nas linhas do Costa Teles, bairro de Lourdes e Uniube, de responsabilidade da Piracicabana.
O plenário reagiu.  O vereador Tony Carlos (PMDB), ratificando que tal denúncia foi feita também em seu programa de rádio, enfatizou existência da Lei 9.822, de sua autoria, que coloca um “freio” na postura adotada pelas concessionárias. Aprovada em 2005, a Lei Municipal proíbe que as empresas gestoras do transporte coletivo, mesmo que adotem o sistema de bilhetagem eletrônica, são obrigadas a manter os cobradores. Estes, além de sua função, podem também, de acordo com a lei, auxiliar os motoristas em situações eventuais.
O presidente Lourival dos Santos (PCdoB) informou que enviará documento em nome de todos os vereadores às empresas, exigindo o cumprimento da Lei 9.822. Em caso de resistência das operadoras, anunciou a disposição de recorrer ao Judiciário.
A reportagem tentou ouvir os empresários sobre a demissão dos cobradores. O diretor da Líder, André Barsam, e da Piracicabana, Carlos Querulli, estavam com os celulares desligados e, segundo informações, não se encontravam nas empresas no horário acionado.

READ MORE - Em Uberaba, Empresas de transporte coletivo demitem cobradores

Grande Vitória: Ônibus devem atingir 39 km nos horários de pico em Corredores exclusivos; hoje, a velocidade é de apenas 9km/h

Desde o dia 31 de outubro, aproximadamente 3,5 mil usuários do Sistema Transcol que utilizam duas linhas alimentadoras que circulam no município da Serra foram beneficiados com aumento de frota e acréscimo de viagens nos dias úteis e aos sábados, domingos e feriados.

A linha 845 (Costa Bela / Terminal Jacaraípe via Castelândia), que transporta, em média, mil usuários nos dias úteis, ganhou mais um ônibus na frota, que possibilitou aumento de cinco viagens nos dias úteis e nove aos sábados, domingos e feriados.

Os cerca de 2,5 mil usuários transportados nos dias úteis pela linha 856 (Terminal Laranjeiras / Cidade Pomar via Porto Canoa – circular) foram beneficiados com mais um veículo na frota. O serviço recebeu mais 16 viagens nos dias úteis e mais 11 aos sábados, domingos e feriados.

Fonte: Certurb-GV
READ MORE - Grande Vitória: Ônibus devem atingir 39 km nos horários de pico em Corredores exclusivos; hoje, a velocidade é de apenas 9km/h

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960