Santos inaugura painel eletrônico com tempo de espera dos coletivos; Cidade terá 50 equipamentos

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Com as inovações tecnológicas que entraram nesta quarta (15) em operação, o transporte coletivo da cidade atinge nível internacional. A prefeitura, CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) e Viação Piracicabana colocaram em funcionamento painéis eletrônicos digitais, que informam o tempo previsto para a passagem dos ônibus municipais nos principais pontos de embarque.

A Praça Mauá, no Centro Histórico, a Praça Independência e Avenida Ana Costa, próximo à Livraria Martins Fontes, no Gonzaga, já contam com a novidade, que será ampliada para toda a cidade, até atingir o total de 50 equipamentos.

Dotados de tecnologia de última geração, os painéis facilitarão a viagem dos usuários. A partir de informações do Sismo (Sistema de Supervisão e Monitoramento de Ônibus), da Viação Piracicabana, que acompanha, via satélite, a movimentação das linhas em tempo real, os painéis informam o tempo de chegada de ônibus naquele determinado ponto. Os equipamentos têm dupla face, permitindo que a leitura seja feita dos dois lados. Possuem 1,83m de altura por 1,26 de largura e ficarão a 2,20 metros do piso.

Segundo a CET, Santos é uma das primeiras cidades do país a disponibilizar os painéis eletrônicos em espaços abertos. Em outras regiões eles estão em locais fechados ou em corredores de circulação de ônibus. A nova ferramenta foi criada a partir de exigência da prefeitura no contrato com a Piracicabana, empresa responsável pela operação das linhas coletivas.

Para o prefeito João Paulo Tavares Papa, as inovações tecnológicas colocam o transporte coletivo da cidade entre os melhores e mais avançados do mundo, a exemplo do que ocorre nos grandes centros europeus, como França, Espanha e Holanda. “Essas mudanças são resultados de planejamento, estudo e de trabalho, que visam propiciar ainda mais eficiência ao transporte público e mais conforto e segurança ao passageiro, com a manutenção do valor da tarifa”.

Frota renovada
Até o final de outubro, a frota municipal de ônibus receberá 109 novos carros, passando a ser considerada uma das mais novas do país, com idade média de 1,3 ano. Destes, 65 já estão circulando. Os novos carros contam com três câmeras digitais, duas voltadas para o interior do veículo e outra para o exterior, o que vai garantir mais segurança aos motoristas e passageiros, além de agilizar o socorro em casos de acidentes e maior controle e eficiência do funcionamento da linha. As câmeras também serão instaladas nos demais veículos da frota.

Atendendo à reivindicação das pessoas com deficiência, os novos ônibus de Santos contam com espaço para o deficiente visual viajar com o cão-guia, que auxilia na locomoção. Os veículos já possuem também os dispositivos para o acesso a deficientes físicos. Até 2011, os 305 ônibus em circulação na cidade devem estar totalmente adaptados a esse público.

Internet
Outra novidade que entrou em vigor nesta quarta no transporte público foi a consulta de horários e itinerários de ônibus pela internet. Por meio dos sites http://www.santosonibus.com.br/ e http://www.cetsantos.com.br/, o internauta visualiza a localização exata do veículo em tempo real, podendo programar sua viagem e reduzir o tempo de espera pelo ônibus.

É possível ainda verificar todos os pontos de parada ao longo do percurso de cada linha e o horário em que os veículos passaram no último ponto.

Fonte: Prefeitura de Santos

READ MORE - Santos inaugura painel eletrônico com tempo de espera dos coletivos; Cidade terá 50 equipamentos

O apagão diário no trânsito de São Paulo tem solução

Até os dezenove anos, fiz parte de uma família da classe média baixa, que morava no bairro de Olaria, no subúrbio do Rio de Janeiro. Nesse período, meus meios de transporte eram o bonde, o trem, o ônibus e andar a pé. Lutei para ser proprietário de um automóvel e não ter que enfrentar as filas, esperas, apertos, além do “senegalesco” calor  do Rio de Janeiro, que é maior para quem viaja espremido num ônibus, durante mais de uma hora. Esse depoimento é importante para uma análise sobre o apagão no trânsito de São Paulo.
.
As principais vítimas desse apagão diário, cujos indicadores são os enormes engarrafamentos e o mar de fumaça e gases tóxicos expelidos, são: os usuários de ônibus; os motoristas de caminhões e de táxis; os ciclistas; os pedestres e os motociclistas. Quanto ao grande vilão, todos os especialistas são unânimes no diagnóstico: a grande quantidade de automóveis em circulação.
.
Com a melhoria das condições salariais, a estabilização da inflação e as facilidades de crédito, muitos milhares de usuários do ônibus, do trem, do metrô estão fazendo o que eu fiz, há quarenta anos: comprando o seu próprio meio de transporte.
.
Paradoxalmente, quanto mais gente ascende à esse “melhor padrão de vida”, maior a deterioração da qualidade de vida da coletividade e da sua própria. O sonho de reduzir o tempo de deslocamento contribui, no dia-a-dia, para o pesadelo dos engarrafamentos e da poluição.
.
Sem precisar entrar em detalhes em relação ao problema, que é do conhecimento de todos, temos convicção em afirmar que a política a ser adotada, para melhorar o trânsito e a vida das pessoas em São Paulo, é a de restringir a circulação de automóveis particulares e - no curto, médio e longo prazo - investir em infra-estrutura e legislação que priorize o transporte público. Essa restrição não é temporária, mas um caminho sem volta, em cidades como São Paulo. Fugir disso é querer aumentar o problema.
.
Os milhões de carros particulares que circulam diariamente em São Paulo se apropriam de grande parte dos espaços viários e urbanos, muitas vezes com apenas uma pessoa no seu interior. Enquanto isso, milhões de pessoas, nos transportes coletivos, são espremidas nos reduzidos espaços deixados pelos automóveis.
.
As tentativas de soluções, implantadas nos últimos quarenta anos, como viadutos, mergulhões, elevados e estacionamentos subterrâneos só fazem sentido dentro de uma política de restrição ao automóvel e favorecimento dos ônibus, táxis, caminhões, motos, bicicletas e pedestres. Fora dessa política, é dinheiro jogado fora, já que a principal causa do problema não é atacada de frente.
.
A lógica perversa dessa política é: quanto mais automóvel em circulação, mais congestionamento, mais obras para permitir a maior circulação de automóveis, mais automóveis em circulação, mais congestionamento. Esse é o ciclo vicioso que precisa ser quebrado, já que é finita e bastante limitada a capacidade de alocação de recursos pelo poder público.
.
Quais as principais ações, em nossa opinião e de muitos especialistas, a serem desenvolvidas pela Prefeitura e pelo Governo do Estado de São Paulo, tendo como referência o que foi realizado em grandes cidades, como Londres e Paris?
.
·    Implantação do pedágio urbano, com a aplicação dessa receita na conclusão dos corredores de ônibus, ciclovias e melhoria das condições para o pedestre
.
·    Completar a implantação de corredores de ônibus (cerca de 350 km), iniciados no governo Marta Suplicy (110 km) e abandonados nos governo seguintes
.
·    Elevar as tarifas de estacionamento nas áreas centrais e redução das áreas disponíveis
.
·    Estimular à utilização de táxi pelo usuário do automóvel, com medidas que permitam a redução da tarifa com manutenção da renda dos taxistas
.
·    Ampliar a capacidade da malha física e das operações ferroviárias (trens e metrô)
.
·    Implantar malhas de ciclovias e projeto semelhante ao “Vélib” francês, com a disponibilização de milhares de bicicletas para circulação nas áreas centrais
.
·    Ampliar as restrições via rodízio, até a completa implantação do pedágio urbano
.
·    Aumentar o rigor na fiscalização e retirar de circulação veículos irregulares
.
·    Racionalizar a circulação e os horários de carga e descarga dos caminhões, lembrando sempre que eles são vitais para o funcionamento da cidade, enquanto que os automóveis são prescindíveis para a melhoria do bem estar da coletividade. É só constatar o paraíso que é o trânsito nas áreas centrais, nos domingos e feriados.
.
·    Concluir todos os tramos do anel rodoviário de São Paulo, já que uma grande quantidade de veículos tem origem e destino fora da cidade e não precisa circular pelas suas ruas e avenidas
.
As medidas restritivas causarão algum incômodo inicial, especialmente naqueles que acabaram de ascender ao privilegiado círculo dos proprietários de automóveis. No entanto, como elas serão eficazes, não só melhorará muito o transporte público como essas pessoas poderão utilizar seu carro em inúmeras situações, regiões, dias e horários não atingidos pelas restrições e ter a sua mobilidade e conforto em grande parte atendida.
.
O principal: a vida melhorará para todos e a indústria automobilística poderá continuar seu atual nível de produção, sem levar a parcela de culpa que tentam, erroneamente, lhe imputar.

 ( Fonte: Agência T1) José Augusto Valente é Diretor Técnico do T1

Share |
 
READ MORE - O apagão diário no trânsito de São Paulo tem solução

Manifestação paralisa temporariamente transporte coletivo de Caxias do Sul

No início da manhã desta quinta-feira uma manifestação do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Caxias do Sul paralisou temporariamente o transporte coletivo da cidade. Os portões da Visate, empresa responsável pelo transporte coletivo, foram bloqueados, impedindo a saída dos ônibus.

Após uma paralisação de pouco mais de uma hora, os ônibus começaram a circular por volta das 6h30min.

Por volta das 6h55min, grande parte dos ônibus ainda saía da garagem da empresa, deixando o trânsito lento no bairro Esplanada.

 
Fonte: Pioneiro

Share |
READ MORE - Manifestação paralisa temporariamente transporte coletivo de Caxias do Sul

Recife: Prazo de solicitação da carteira de estudante 2010 encerra dia 30 de setembro

O Grande Recife Consórcio de Transporte encerra no próximo dia 30 de setembro o prazo para a solicitação das carteiras de estudante 2010. O documento, que é utilizado por estudantes do ensino fundamental, médio e de cursinhos pré-vestibulares da Região Metropolitana do Recife, garante aos alunos o direito a meia passagem através da aquisição de créditos para o Vale Eletrônico Metropolitano Estudante (VEM).

O processo de solicitação, que teve início em janeiro deste ano, já contabilizou um total de 6.482 remessas solicitadas e 5.653 remessas entregues, totalizando 354.371 carteiras entregues e 5.398 prontas, aguardando o resgate por parte das escolas. Outras 8.284 mil carteiras estão sendo processadas e deverão ficar prontas em breve. No total, 368.053 mil documentos foram solicitados em 2010.

No total, 2.087 escolas solicitaram remessas do documento. O prazo de entrega dos documentos é de até 50 dias úteis, tempo necessário para averiguação da documentação e confecção das carteiras. O Consórcio alerta aos estudantes e seus familiares para que estejam em contato permanente com as escolas, cobrando das mesmas o envio das informações para a emissão das carteiras e o resgate imediato do material confeccionado.

É importante lembrar que a solicitação das carteiras poderá ser realizada até o fim de setembro. O requerimento é feito por parte das escolas que devem acessar o site www.granderecife.pe.gov.br e imprimir um boleto gerado no mesmo, preencher as informações, anexar a documentação necessária e enviar até a Gerência Comercial do Grande Recife, localizada na Av. Agamenon Magalhães, 143, no bairro da Boa Vista.

Para mais informações sobre a situação da carteira de estudante, os usuários podem entrar em contato com nossa Central de Atendimento através do telefone 0800.081.0158 ou acessar o site do Grande Recife (www.granderecife.pe.gov.br).

Informações sobre a carteira de estudante 2010:

Carteiras solicitadas: 368.053 mil
Carteiras entregues: 354.371 mil
Carteiras prontas: 5.398 mil
Carteiras em processamento: 8.284mil
Prazo de entrega da carteira de estudante 2010: 50 dias úteis

Fonte: CGRT

Share |
READ MORE - Recife: Prazo de solicitação da carteira de estudante 2010 encerra dia 30 de setembro

São Paulo: Linha terá alteração operacional na Zona Oeste a partir de sábado

A SPTrans informa que a partir de sábado, 18 de setembro, a linha 7282/10 Parque Continental - Metrô Vila Madalena terá alteração operacional, o serviço será prolongado até a Praça Ramos de Azevedo. Ressaltamos que o serviço não atenderá a Parada Paulista, sentido Centro-Bairro.
Para informações sobre os trajetos de linhas de ônibus consulte itinerários ou ligue 156.

Linha e itinerário:
7282/10 Pq. Continental – Praça Ramos de Azevedo (circular)
Ponto inicial
: Term. V. Iara, s/nº
Sentido único: Term. Vila Iara, Av. dos Autonomistas, Rua Candomba, Av. Dr. Francisco de Paula de Azevedo, Rua Eva Terpins, Av. Antonio de Souza Noschese, Rua Andréa Bolgi, Rua São Fidélis, Pça. Manoel Vilar, Rua São Fidélis, Av. Presidente Altino, Pça. Henrique Drumond Villares, Av. Presidente Altino, Av. Gen. Mac Arthur, Av. Corifeu de Azevedo Marques, Pça. César Washington A. de Proença, Av. Jaguaré, Ponte Jaguaré, Av. Queiroz Filho, Pça. Apecatu, Av. Dr. Gastão Vidigal, Av. Mofarrej, Av. Imperatriz Leopoldina, R. Schilling, Rua Passo da Pátria, Rua Barbalha, Rua Jasper Negro, Av. Diogenes Ribeiro de Lima, Rua Dr. José Elias, Rua Visconde de Indaiatuba, Rua Pio XI, Rua Cerro Corá, Rua Heitor Penteado, Av. Dr. Arnaldo, Viaduto Okuhara Koei, Rua da Consolação, Rua Cel. Xavier de Toledo, Pça. Ramos de Azevedo, Rua Cons. Crispiniano, Lgo. Paissandú, Av. São João, Av. Ipiranga, Rua da Consolação, Av. Paulista, Rua Minas Gerais, Av. Dr. Arnaldo, Ac. da Av. Dr. Arnaldo a Rua Heitor Penteado, Rua Heitor Penteado, Rua Cerro Cora, Rua Bairi, Rua Pio XI, Pça. Osvaldo Zanini, Rua Visconde de Indaiatuba, Rua Dr. Jose Elias, Rua Jorge Americano, Rua Passo da Pátria, Rua Cordilheiras, Rua Tebicuari, R. Schilling, Av. Imperatriz Leopoldina, Av. Mofarrej, Av. Dr. Gastão Vidigal, Rua Henri Bouchard, Av. Queiroz Filho, Ponte Jaguaré, Av. Jaguaré, Pça. Cesar Washington A. de Proença, Av. Corifeu de Azevedo Marques, Av. Gen. Mac Arthur, Av. Presidente Altino, Pça. Henrique Drumond Villares, Av. Presidente Altino, Rua São Fidélis, Pça. Manoel Vilar, Rua São Fidelis, Rua Andrea Bolgi, Av. Antonio de Souza Noschese, Rua Eva Terpins, Av. dos Autonomistas e Term. Vila Iara.

Horários de Operação:
Dias úteis: das 4h30 às 23h20
Sábados: das 4h50 às 23h25
Domingo: das 6h às 22h40

Fonte: SPTrans

Share |
READ MORE - São Paulo: Linha terá alteração operacional na Zona Oeste a partir de sábado

SPTrans informa alteração de itinerário na zona leste

A SPTrans informa que a partir do dia 25 de setembro, a linha 2736/10 – Hospital Ermelino Matarazzo – Metrô Penha terá o seu itinerário prolongado no sentido bairro/centro. A medida é para reforçar o atendimento e estabelecer a ligação do centro de Ermelino Matarazzo ao Hospital de Ermelino Matarazzo e o colégio Argumento (Colégio Objetivo), nos quais os usuários tinham acesso somente com percurso a pé.

Para informações sobre os trajetos de linhas de ônibus consulte itinerários ou ligue 156.

Linha e itinerário:

2736/10 Ermelino Matarazzo – Metrô Penha
Ida:
Rua Bispo Isaias Sucasas, Rua Luiz Perassa Sobrinho, Rua Manuel de Mattos Godinho, Rua Sampei Sato, Av. Paranaguá, Av. Milene Elias, Pça. Benedito Ramos, Rua Prof. Antonio de Castro Lopes, Rua João Antonio de Andrade, Av. Paranaguá, Rua José Muniz Ribeiro, Rua João Batista de Oliveira, Rua Raul Gomes, Acesso a, Rua Miguel Novais, prosseguindo normal.
Volta: normal até a Rua Felipe José Figueiredo, Rua Caetano Furquim, Rua Elias Guimarães, Rua Rodrigo de Brum, Rua Antonio Carlos Lamengo, Rua Felipe José de Figueiredo, Av. Paranaguá, Av. Milene Elias, Rua Abel Tavares, Rua Sampei Sato e Rua Bispo Isaias Sucasas.

Share |
READ MORE - SPTrans informa alteração de itinerário na zona leste

Fortaleza: Prêmio propõe boas práticas

Como melhorar a qualidade de vida dos usuários e funcionários do transporte público em Fortaleza e minimizar os danos causados pelos engarrafamentos, demora, lotação e greves? Pensando em soluções práticas para esses problemas, a Associação Nacional dos Transportes Público (ANTP) fez workshop, ontem de manhã, como o tema "Como melhorar o desempenho das organizações de transporte e trânsito". Durante o evento, foi apresentado também o 8º ciclo do prêmio ANTP de Qualidade, voltado para dirigentes de organizações do setor e com a finalidade de auxiliar os grupos a adotarem modelos de gestão orientados para a excelência do desempenho e a qualidade dos serviços visando à Copa do Mundo de 2014, que terá Fortaleza como uma das subsedes.

O workshop é um estímulo para que novos grupos se agreguem ao prêmio ANTP de Qualidade e melhorem seus serviços. "Temos uma metodologia com 160 indicadores de qualidade, como o diálogo entre os órgãos gestores. No caso da Copa, as obras devem ser feitas de modo racional e ficarem para usufruto da população mesmo após o fim dos jogos", disse o secretário executivo da ANTP, Alexandre Rocha que veio à Fortaleza convidar novas empresas para participarem do prêmio.

Das 25 empresas de transporte urbano na capital, apenas cinco a aderiram às metas prevista na premiação e assumiram compromissos com os planos a fim de garantir um melhor trajeto, com menos estresse, demora e chateação. O resultado será divulgado em outubro de 2011 na cidade do Rio de Janeiro.
Em FortalezaAtualmente, 25 empresas de ônibus operam o transporte público na Capital cearense

Frota Cadastrada
Empresas associadas: 1.817 ônibus urbanos e 303 metropolitanos, conforme dados de maio de 2010

Linhas Urbanas233 linhas de ônibus regulares, sendo 172 integradas aos terminais fechados e 61 não integradas. Há, ainda, 22 linhas "corujões" regulares, que operam a partir das 00h

Número de funcionários11.594


Share |
READ MORE - Fortaleza: Prêmio propõe boas práticas

Rio de Janeiro: Obras de via exclusiva para BRT começam

Tiveram início na manhã desta quarta-feira as obras para a construção da Transoeste, via que irá ligar os bairros de Santa Cruz ao Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio de Janeiro.
Na via a ser inaugurada, vai passar o Bus Rapid Train (BRT), um ônibus que utiliza-se de corredor exclusivo. O veículo vai passar pelo Túnel da Grota Funda, que faz parte das intervenções que tiveram início nesta quarta.
Na solenidade, Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro, destacou que a obra implica benefícios para a cidade.
- Todas as obras para a Copa e para a Olímpíada vai refletir na vida da população.
Na cerimônia, estava presente Ricardo Teixeira, presidente da CBF e do Comitê Organizador da Copa 2014.
O dirigente ressaltou que a obra vai desafogar o trânsito para quem quiser se dirigir às cidades da Costa Verde, tais como Angra dos Reis e Parati.

Fonte: Lance

Share |
READ MORE - Rio de Janeiro: Obras de via exclusiva para BRT começam

Em Santos, Av. Conselheiro Nébias receberá corredor de ônibus até dezembro

A Avenida Conselheiro Nébias, em Santos, é a próxima a ganhar corredor exclusivo de ônibus. O anúncio foi feito pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) nesta tarde.

Em entrevista à TV Tribuna, o presidente da CET, Rogério Crantschaninov, informou que a empresa estudava implantar o serviço em três vias da Cidade: Avenida Bernardino de Campos (Canal 2) , Avenida Conselheiro Nébias e Rua João Pessoa.

No entanto, procurado pela reportagem, o presidente confirmou que a Avenida Conselheiro Nébias será a primeira a passar por modificações e que o novo sistema será implantado ainda este ano.

No momento, a única via que conta com faixa exclusiva de ônibus é a Avenida Ana Costa, em seus dois sentidos, em horários distintos: das 6 às 6 horas, no sentido Praia-Centro e das 17 às 20 horas, no sentido Centro-Praia.

O objetivo da faixa exclusiva é incentivar o uso do transporte coletivo e melhorar a fluidez do trânsito.

Questionado sobre o rigor das fiscalizações, Crantschaninov destacou que, diferente da Avenida Ana Costa, a circulação dos veículos na Avenida Conselheiro Nébias será permitida. No entanto, o estacionamento de veículos, em ambos sentidos da via, estará proibido nos horários de pico.

Ainda conforme o presidente da CET, os horários de fiscalização na via serão os mesmos adotados na Ana Costa.

Como funciona

Nos corredores de ônibus é permitido parar o veículo apenas para embarque ou desembarque de passageiros; acessar a faixa para entrar e sair do estacionamento de prédios e estabelecimentos; e convergir à direita ou sair de vias transversais. Tudo sempre com a sinalização da luz de seta.

Fonte: A Tribuna

Share |
READ MORE - Em Santos, Av. Conselheiro Nébias receberá corredor de ônibus até dezembro

Câmara de Goiânia decide volta dos cobradores nos ônibus

A Câmara Municipal de Goiânia aprovou ontem em primeira votação e por unanimidade, projeto de lei (PL-84/09) que prevê o retorno dos cobradores de ônibus no transporte coletivo de Goiânia. A intenção é desfazer o acumulo de funções dos motoristas, no qual o projeto relata ser o único responsável pelo veículo. Para a lei entrar em vigor o projeto deve passar por uma nova votação na Câmara e posteriormente ser aprovado pelo Executivo.

Ainda de acordo com o projeto, as empresas ficam obrigadas a contratarem os cobradores. As que descumprirem e manter a dupla função do motorista terá sua concessão suspensa. O prazo de adaptação estabelecido, caso a lei seja aprovada, é de, no máximo, 60 dias.

Presidente da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo de Goiânia (CMTC), Marcos Massad considera o projeto um retrocesso. “Acredito que isso não será aprovado pela Prefeitura. Os motoristas hoje não são obrigados a liberar a catraca para estudantes e passageiros idosos”, declarou. O Prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), estava em uma reunião em Brasília e não pode comentar sobre o assunto com a reportagem. De acordo com a assessoria de imprensa do Sindicato das empresas do Transporte Coletivo, (Sintrans), a diretoria ainda irá tomar conhecimento sobre o projeto para posicionar sobre o assunto.

O Projeto de lei é de autoria da vereadora Tatiana Lemos (PDT), que acredita ser estressante a rotina dos motoristas de ônibus. “Eles são os únicos responsáveis pelo veículo, é impossível tomar conta de tudo e ainda prestar atenção no trânsito”, defendeu. A vereadora defende a volta do cobrador de ônibus para facilitar tanto a vida do motorista como do usuário. “Será uma espécie de fiscal que irá facilitar a aquisição de sitpass, ficará responsável também por manter a organização no interior do ônibus”, disse. Para ela, o motorista deve se preocupar exclusivamente com o trânsito. “A função de uma outra pessoa dentro do ônibus não é só liberar passagem e sim fiscalizar.”

Em defesa, Tatiana Lemos diz ser um retrocesso a situação atual do transporte coletivo da Capital. A vereadora não defende o fim do sit pass e nem das catracas automáticas. “Não tem nenhum usuário satisfeito com o transporte coletivo de Goiânia”, frisou. O Sindicato dos Motoristas do Transporte Coletivo de Goiânia, ressalta que não tem influência sobre o projeto, mas que o assunto é bem-vindo quando se trata do acumulo de funções tão debatido por todos os motoristas dos coletivos de Goiânia.

Ontem pela tarde a fisioterapeuta Nátila Freire, 25, apoiou o projeto de lei que prevê a volta dos cobradores de ônibus. Nátila utiliza o transporte coletivo diariamente é se irrita com os transtornos causados pela falta de alguém que auxilie o fluxo de passageiros na entrada dos ônibus. “Muita gente coloca o sit pass de forma errada. Se isso acontece a catraca trava e o motorista não para nos pontos”, reclamou. Além disso Nátila apóia a volta dos cobradores devido a oportunidade de emprego para a população. “Tem muita gente que precisa trabalhar essa seria mais uma boa oportunidade”, defendeu.

Considerando que a frota do trasporte coletivo que atende a região metropolitana é de aproximadamente 1,3 mil veículos, cerca de 2,5 mil vagas devem ser abertas.
Muitos usuários apoiam a volta dos cobradores e não se preocupam com a violência. A fonoaudióloga, Nilva Rosa de Freita, 39, é a favor da presença de uma outra pessoa responsável pelo ônibus. “Já fiquei sem poder me locomover porque não tinha comprado o sit pass e não havia nenhum lugar para comprar”, reclamou. Sobre a violência ela disse que “existe em todo lugar”.

A enfermeira Edna da Silva, 49, também quer os cobradores de volta. Para ela, a entrada do ônibus é um tumultuo, “as vezes tem mais gente antes da catraca do que dentro do ônibus”, disse.

Fonte: Jornal o Hoje

Share |
READ MORE - Câmara de Goiânia decide volta dos cobradores nos ônibus

Uberaba: População reclama de motoristas que não param no ponto de ônibus

Usuários de serviço de transporte coletivo reclamam pelo fato de motoristas de algumas linhas de ônibus não pararem no ponto quando os veículos estão muito cheios. Conforme denúncias, o horário em que a ocorrência é mais comum é no fim da tarde, quando encerra o expediente nas empresas e que, consequentemente, aumenta o número de passageiros nos ônibus.
De acordo com doméstica que trabalha próximo ao centro da cidade, há dias em que tem que caminhar até um ponto de ônibus próximo ao Calçadão da Artur Machado para garantir o lugar dentro do veículo de transporte público. "Ainda assim, não é garantia que vou até minha casa, no Residencial 2000, sentada no banco".
De acordo com ela, quando os veículos estão abarrotados de passageiros, os motoristas passam direto e, é preciso esperar até 30 minutos pelo próximo ônibus. O superintendente de Planejamento de Trânsito e Transporte, Robinson do Amaral Camargo, adverte que essa é uma prática irregular e que a população deve denunciar na Ouvidoria quando isso acontecer. "Quanto mais dados a pessoa tiver, melhor. Por exemplo, o número do prefixo do ônibus, o horário, o local, a linha e o sentido. Assim, a partir da reclamação, fazemos o levantamento, dentro do sistema de monitoramento para identificar o motorista. Depois encaminhamos um ofício notificando a empresa para que possa chamar o motorista para tomar as devidas medidas", afirma.
O superintendente atenta para o fato de o motorista não ser punido, mas sim instruído para poder saber lidar com essa situação, de lotação, quando acontecer. "Também levamos em conta sua justificativa já que pode ser que aquele número de veículos não seja suficiente para atender a demanda daquela linha. Nesse caso, fazemos estudos, com base nas estatísticas e se necessário aumentamos o número de carros".
As denúncias podem ser feitas pelo site da Prefeitura Municipal (www.uberaba.mg.gov.br) no link do transporte coletivo ou, através do número 3318-0801. "Os usuários também podem acompanhar em tempo real, onde está o ônibus mais próximo, através da ouvidoria do monitoramento, pelo 3318-0408", observa.

Fonte: Jornal de Uberaba

Share |
READ MORE - Uberaba: População reclama de motoristas que não param no ponto de ônibus

Florianópolis terá licitação para o ônibus

A Câmara de Vereadores aprovou, hoje, a lei que autoriza a realização de um processo licitatório para escolher as empresas responsáveis pelo transporte público em Florianópolis.
Na prática, isso significa que, se o prefeito sancionar a nova regra, as empresas interessadas em prestar este tipo de serviço em Florianópolis terão de participar de uma seleção.
Por outro lado, de acordo com a proposta atual (veja o quadro) adquirem vantagens como a de permanecer explorando o transporte público por até 35 anos.
Dezenas de estudantes e trabalhadores que acham que o projeto deveria ser mais discutido antes de ser votado participaram da seção e não gostaram da decisão. Houve protestos a cada voto a favor (foto) e, no fim da votação, os vereadores não conseguiram sair de carro da Casa: manifestantes sentaram-se em frente ao portão da garagem do prédio e até queimaram um ônibus “de mentirinha”, feito de papelão.

Fonte: Blog da Hora

Share |
READ MORE - Florianópolis terá licitação para o ônibus

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960