Usuário de metrô de SP já usa a estação Vila Prudente para ganhar tempo

sexta-feira, 27 de agosto de 2010


A estudante Paloma Costa, 20, costumava pegar um ônibus na Vila Prudente que a deixava na estação Sacomã. De lá, ia de metrô até a Consolação, gastando uma hora e 40 minutos.

Ontem, primeiro dia útil de funcionamento da nova estação Vila Prudente, a Reportagem fez o mesmo percurso da estudante, pela linha verde, em 28 minutos.

Como ela precisa chegar ao trabalho às 9h, enquanto a estação estiver em fase de "operação assistida" (funcionando apenas das 9h30 às 15h), o benefício não lhe será muito útil. O Metrô não diz quando a estação funcionará em horário normal (das 4h40 à 0h).

A Reportagem conversou com 16 usuários do novo trecho na manhã de ontem. Cinco estiveram ali apenas para conhecer a estação. O restante já aproveitou a viagem gratuita até o Sacomã para agilizar um percurso que antes era feito de ônibus ou carro.

Ainda não há ponto de táxi funcionando na entrada do metrô. O pedido, protocolado no Departamento de Transportes Públicos há mais de um ano, já foi aprovado e, segundo a prefeitura, o ponto estará em funcionamento "em breve" --não foi informada uma data. Também não há ponto de ônibus integrado à estação.

Moradores apostam na valorização da região. Para o músico Áureo Galli, 51, no bairro há 12 anos, haverá um "boom" imobiliário que tornará a Vila Prudente "um grande Tatuapé".

A contadora Zélia Setti, 53, concorda. "Já valorizou. Estão derrubando casas velhas e construindo prédios."

O presidente do Secovi (sindicato do setor imobiliário), João Crestana, diz que as empresas já se movimentam quando há o anúncio da chegada do metrô a uma região --o que explica os lançamentos ali a partir de 2008. Foram 440 apenas neste ano.

Fonta: Folha.com


READ MORE - Usuário de metrô de SP já usa a estação Vila Prudente para ganhar tempo

Tarifa de ônibus intermunicipais fica mais cara a partir de domingo na Grande Porto Alegre


A partir da meia-noite de domingo, as passagens dos ônibus intermunicipais da Região Metropolitana estarão mais caras. Depois do reajuste de 4,56% autorizado pela Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS (Agergs), as empresas de ônibus começam a aplicar os novos valores em 32 municípios.

O reajuste atinge 493 mil passageiros por dia e 1.314 linhas. A menor tarifa na Região Metropolitana ficará em R$ 2,45, entre Porto Alegre e Vila Jari/Viamão, e a maior de R$11,60, entre Porto Alegre e Taquara (Via Sapiranga), modalidade comum.

As novas tarifas estarão disponíveis à população no Serviço de Apoio e Atendimento a Comunidade da Metroplan pelo telefone 0800-5104774.

O aumento foi autorizado pela Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS (Agergs) após análise do processo encaminhado pela Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan).

Fonte: ZERO HORA


READ MORE - Tarifa de ônibus intermunicipais fica mais cara a partir de domingo na Grande Porto Alegre

Cidade de Planaltina continua sem ônibus


Os 80 ônibus da Coopatran, que fazem o percurso Planaltina - Vale do Amanhecer - Plano Piloto, continuam parados na tarde desta sexta-feira (27/8). Pela manhã, durante reunião no Ministério Público do Trabalho não houve acordo. Outro encontro foi marcado para às 17h30.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Rodoviários, João Osório, os trabalhadores estão com salários atrasados e a cooperativa não tem cumprido com as obrigações trabalhistas. De acordo com os donos da empresa, eles não tem condições financeiras para pagar os motorisas e cobradores, pois afirmam que o valor da passagem não é suficiente para isso.

Após o encontro, será realizada uma assembleia para definir o rumo da greve. A paralisação afeita mais de 30 mil pessoas em Planaltina.

Fonte: Correio Braziliense


READ MORE - Cidade de Planaltina continua sem ônibus

DF: Obras do VLT são retomadas


Pegando emprestado o título do primeiro disco da Plebe Rude (1985), banda de punk rock brasiliense, O Concreto já Rachou resume o atual estágio das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que integra o pacote dos preparativos de Brasília para o Mundial de 2014.

Paralisadas desde o dia 18 de junho, as obras do VLT foram retomadas nesta quinta-feira (26). Durante o intervalo de mais de dois meses, houve um desmoronamento dentro do canteiro da obras do leito do trem que causou fissuras no asfalto do Setor Policial Sul. Uma dessas rachaduras, na lateral esquerda da pista, no sentido Asa Sul/Aeroporto, acabou motivando a interdição da pista pela Defesa Civil por risco de desmoronamento.

O chefe do Departamento de Obras da Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF), órgão responsável pela obra, Francisco de Assis Mesquita, alerta que a situação é urgente. “Nós precisamos concluir imediatamente o desvio. Com a chegada das chuvas, a tendência é que a situação fique mais difícil, levando à interdição até mesmo da outra pista”, afirma.

As obras do VLT ficaram suspensas por um embargo extrajudicial feito pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no dia 18 de junho. De acordo com o Metrô-DF, as exigências foram atendidas e os documentos e projetos, que motivaram o embargo, já foram apresentados. O cronograma será reestruturado e haverá novo prazo para concluir os trabalhos.

Pioneirismo

A construção do VLT entre o Setor Policial Sul e o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitscheck foi planejada para adequar a cidade à realização do Mundial de 2014. O projeto fará de Brasília a primeira cidade latina a oferecer uma tecnologia de metrô leve, com a primeira linha ligando o aeroporto às zonas sul, norte e central, incluindo região hoteleira. A proposta é desafogar o trânsito e reduzir a emissão de gases poluentes na atmosfera.

Aos brasilienses resta saber até quando esperar por essas melhorias? O trânsito no local já é um dos mais problemáticos da cidade. Imaginem agora com uma pista a menos…

Fonte: Terra ''De Olho em 2014''


READ MORE - DF: Obras do VLT são retomadas

São Bernardo: Cartão Legal começa em setembro


O Cartão Legal de São Bernardo, sistema semelhante ao Bilhete Único da Capital, começa funcionar na segunda quinzena de setembro.

O serviço permite ao usuário fazer mais de uma viagem em linhas do município pagando tarifa única, de R$2,50.

Dos 380 ônibus municipais, 304 já receberam o equipamento para leitura dos cartões e da impressão digital, além dos moedeiros. A implantação deve ser finalizada até o fim do mês.

O cadastro começou no dia 19 de julho para os idosos no dia 16 para deficientes físicos.

A expectativa é de que o registro dos aposentados comece na primeira quinzena de setembro e das crianças, menores de 5 anos, em outubro, seguida pelas demais categorias. Ao todo, há foram 18.717 cadastros.

Segundo a consultora em Planejamento de Transporte Urbano da Prefeitura de São Bernardo Andreia Azevedo Brisida, para iniciar a operação é preciso que a maioria das gratuidades esteja cadastrada.

"Quem possui o benefício de isenção precisa do cartão para usar o sistema. Por isso demos prazo de 60 dias para o cadastro", disse.

Além de apresentar o cartão, idosos e estudantes deverão validar o serviço com a identificação digital.

"Ao sair da loja do Cartão Legal, o usuário passa pela catraca para conhecer o sistema. Se nos ônibus houver algum problema com a digital, o cobrador e motorista irão liberar a passagem, para não causar tumulto e demora", explica.

O modelo de bilhetagem eletrônica e integração tarifária de São Bernardo é formado por nove cartões, um para cada tipo de público.

O passageiro que utilizar o Cartão Legal poderá, nos dias úteis, embarcar em mais de uma linha no período de 90 minutos. Aos sábados, domingos e feriados, a transferência poderá ser em 120 minutos - mas só valem para as viagens de ida, a volta será cobrada.

Os períodos foram calculados de acordo com o tempo médio das linhas e a espera nos pontos. "Se a pessoa pegar o transporte no primeiro ponto e descer na última linha e ainda pegar outro ônibus, os 90 minutos serão suficiente", garante.

SEGURANÇA
A consultora diz que o objetivo é proporcionar a integração das linhas. "Também dar segurança ao passageiro e cobrador que não precisarão lidar com dinheiro". Em casos de roubo ou furto, a pessoa deve registrar boletim de ocorrência e comparecer a loja do Cartão Legal (Rua Marechal Deodoro, 760, Centro). "Serão recuperados os créditos e emitida segunda via do cartão, mediante cobrança de R$ 25."

População elogia sistema, mas cobra ônibus extras

A equipe do Diário foi até um ponto de ônibus na Avenida Faria Lima para saber se a população conhecia o Cartão Legal. Todos disseram conhecer o sistema.

A dona de casa Francisca da Silva Paz já fez o cadastro. "Assim que meu filho soube do registro, me avisou. Faz uns 15 dias que fui até a loja", disse, moradora da Vila São Pedro. "Agora não preciso usar somente os primeiros assentos do ônibus", afirma.

Outras pessoas desconhecem as mudanças no sistema. "Ainda não sei como vai funcionar. Não tem muita divulgação. Vi escrito apenas no ônibus", explica a auxiliar de perecíveis Edelia Santos de Magalhães, 48, moradora do Baeta Neves.

Para o encarregado de higienização Edvaldo Barbosa da Silva, 30 anos, a iniciativa vai beneficiar quem precisa pegar mais de um ônibus.

"Todos os dias são duas conduções para trabalhar. Gasto por mês, em média, R$160. Agora com o cartão vou conseguiu usar duas linhas no percurso de 90 minutos", disse o morador da Vila Carminha.

Segundo o açougueiro Robson Santos Gomes, 29, será preciso aumentar o número de ônibus. "Acredito que o cartão proporcionará um fluxo maior de pessoas. Os microônibus, por exemplo, não vão dar conta", disse o morador do Baeta Neves que reclama da lotação da linha Baeta-Rudge Ramos. BG

Projetos vão aumentar frota e reduzir intervalos

O sistema de transporte público de São Bernardo é alvo constante de reclamações por parte dos passageiros. Ao todo são 59 linhas municipais.

A consultora em Planejamento de Transporte Urbano da Prefeitura de São Bernardo Andreia Azevedo Brisida explica que, além da implantação do Cartão Legal, há dois projetos que visam melhorar a oferta e aumentar a frota municipal.

Segundo Andreia, projeto de reprogramação de linhas deverá ser implementado até o fim do ano.

"Vamos priorizar as três linhas de maior demanda: 19 (Vila Industrial - Los Angeles), 01 (Taboão - Vila Esperança) e 11 (Jardim das Orquídeas- Paço)".
A consultora ressalta que com a compra de novos veículos haverá aumento no número das linhas e os intervalos passarão a ser de, no máximo, 20 minutos.
"Este ano, a SBCTrans adquiriu 62 microônibus que estão nas ruas, além de 50 ônibus convencionais que serão usados para substituir e complementar a frota."

TERMINAIS
Segundo Andreia, o projeto de redimensionamento de rede pretende melhorar todo o sistema de transporte.

"A criação de linhas troncais (linhas com paradas reduzidas e veículos maiores) que chegariam aos terminais estratégicos (bairro Alvarenga, Rudge Ramos e Riacho Grande) e depois seguiriam pelas linhas alimentadoras (que liga aos bairros próximos) vai gerar rapidez e otimização do serviço", afirma.

De acordo com a consultora, o projeto depende de estudo e da licitação dos terminais estratégicos para que possa ser executado. BG

Fonte: Diário Grande ABC


READ MORE - São Bernardo: Cartão Legal começa em setembro

Metrô de SP amplia horário de funcionamento da estação Vila Prudente


A estação Vila Prudente do metrô de São Paulo --inaugurada no último sábado (21)-- vai operar das 9h30 às 16h a partir da próxima segunda-feira (30). As viagens continuam gratuitas entre a Vila Prudente e a estação Sacomã. A partir daí, caso o viajante opte por seguir viagem, terá de desembolsar o preço da passagem, R$ 2,65.
A chamada operação assistida da nova estação da linha 2 - Verde começou no dia 23 com o horário das 9h30 às 15h. Esse período de monitoramento tem o objetivo de verificar o desempenho dos equipamentos e dos empregados em uma situação de funcionamento normal. Além disso, orienta a população sobre a utilização das novas tecnologias, como as portas de plataforma e os bloqueios com porta de vidro.

Não existe previsão para que a estação Vila Prudente funcione no mesmo horário das outras. Quando entrar na rotina do sistema, por volta de 66 mil pessoas devem utilizar diariamente seus serviços.

Fonte: Folha.com


READ MORE - Metrô de SP amplia horário de funcionamento da estação Vila Prudente

Greve de ônibus em Planaltina continua na sexta-feira


A paralisação relâmpago dos motoristas da Coopatram, que fazem o percurso Planaltina - Vale do Amanhecer - Plano Piloto, vai continuar nesta sexta-feira (27/8). Após reunião na tarde desta quinta-feira (26/8), entre a cooperativa e uma comissão formada pelos funcionários, ficou decidido que os 80 ônibus não sairão da garagem. Entre 20 e 30 mil pessoas são prejudicadas pela paralisação relâmpago.

De acordo com motoristas e cobradores, o motivo da paralisação, desta vez, é o atraso no pagamento dos tíquetes-refeição, cestas básicas e produtividade. Segundo o sindicato da categoria, há também o descumprimento do acordo coletivo, em que foi definido aumento de salário: de R$ 802 para R$ 1293,02 (motorista) e de R$ 540 para R$ 686 (cobrador).

Segundo um dos diretores do Sindicato dos Rodoviários, não houve acordo e a categoria votou pela paralisação. De acordo com ele, às 10h desta sexta haverá uma reunião no Ministério Público do Trabalho entre os funcionários, a cooperativa e um representante do governo. Após o encontro, será realizada uma assembleia para definir o rumo da greve.

Segundo o diretor de Comunicação da Coopatram, Luiz Martins, os pagamentos atrasados serão feitos em 4 de setembro. "A comissão dos empregados e a cúpula do sindicato compartilham com a posição da empresa. Eles confirmaram algumas ações em andamento por parte do governo, mas passar isso para os empregados, cansados e desgastados, não seria apropriado. Pedimos ajuda do sindicato para buscar uma solução junto ao governo", diz.

De acordo com Martins, a paralisação é a unica opção inviável neste momento. "Isso prejudica a empresa, os funcionários e a população. Torcemos para que essa greve acabe. Não podemos ficar parados, sem trabalhar."

Fonte: Correio Braziliense


READ MORE - Greve de ônibus em Planaltina continua na sexta-feira

Goiânia: Confira os horários dos ônibus


A RMTC (Rede Metropolitana de Transporte Coletivo) fornece aos usuários de ônibus da região metropolitana de Goiânia os horários e itinerários das linhas que compõem o sistema de transporte, para isso o usuário basta clicar no link a seguir, Fazer Consulta Aqui, isso faz com que os usuários possam se programar quanto a sua saída de casa e também do trabalho por exemplo, este serviço também é ofertado em outras cidades do Brasil.

Informação: Meu Transporte

READ MORE - Goiânia: Confira os horários dos ônibus

Campinas: Venda dos créditos do Bilhete Único será suspensa no sábado, dia 28, nos terminais


Para garantir que a Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) realize os serviços de manutenção na rede de comercialização do Bilhete Único, as vendas de crédito do cartão serão suspensas em cinco terminais urbanos e no Poupatempo Centro, no próximo sábado, dia 28 de agosto, das 12 às 18 horas. O atendimento será interrompido nos terminais Central, Ouro Verde, Mercado, Campo Grande e Metropolitano (junto ao Terminal Ramos de Azevedo).

Vale salientar que, neste período de manutenção, os usuários do sistema Intercamp poderão adquirir os créditos na rede credenciada em mais de 250 pontos da cidade como farmácias, lotéricas, mercados, entre outros estabelecimentos, que funcionarão normalmente. A listagem com todos os credenciados está disponível nos sites da Transurc (http://www.transurc.com.br/); e Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) – (http://www.emdec.com.br/).

No domingo, dia 29, o posto do Terminal Central voltará a funcionar normalmente; uma vez que é o único que opera neste dia, dentre todos os citados. Já os demais retomam seu expediente normal na segunda, dia 30 de agosto.

Com o fechamento dos pontos de venda no sábado, os usuários do Bilhete Único Vale- Transporte não deverão ter problemas, já que a recarga acontece dentro dos ônibus, durante a passagem pela catraca.

Já os usuários do Bilhete Único Comum terão como alternativa todos os 250 postos da rede credenciada, que funcionarão normalmente. Apenas os estudantes beneficiados pelo Bilhete Único Escolar é que deverão fazer a compra até às 12 horas do sábado; ou, então, buscar o Terminal Central no domingo, dia 29 de agosto, para a aquisição dos créditos.

Fonte: EMDEC


READ MORE - Campinas: Venda dos créditos do Bilhete Único será suspensa no sábado, dia 28, nos terminais

Grande Recife retoma projeto dos corredores


Um dia depois de ter revelado mudanças no projeto proposto pelo urbanista Jaime Lerner para o sistema viário da Região Metropolitana do Recife, que prevê a implantação dos corredores exclusivos de ônibus, o Grande Recife Consórcio de Transporte Metropolitano voltou atrás e anunciou que a estrutura original do projeto vai ser mantida. A outra boa notícia é que o estado vai assumir a requalificação das paradas da Avenida Conde da Boa Vista, que vão ter o mesmo modelo do Corredor Leste/Oeste com estações fechadas e pagamento antecipado.

O presidente do Grande Recife, Dilson Peixoto, revelou ainda que a Avenida Domingos Ferreira, em Boa Viagem, vai mesmo fazer parte do corredor Norte/Sul e não será mais necessário negociar uma via segregada para os ônibus, uma vez que a licitação da Via Mangue já está em andamento. "Com a obra da Via Mangue, a Domingos Ferreira volta a fazer parte da estrutura original do corredor Norte/Sul nos dois sentidos", disse Peixoto.

Já sobre o trecho do corredor Norte/Sul, que deixariade passar por Jaboatão dos Guararapes, ele explicou que já está sendo negociada com o município uma via para a passagem do corredor de transporte. "O projeto prevê o corredor até a estação de Cajueiro Seco. Estamos negociando com o município uma via para viabilizar o percurso", ressaltou. Mesmo assim, segundo Dilson Peixoto, a Rua Barão de Souza Leão vai continuar sendo uma opção do corredor para fazer uma ligação com o Terminal do Aeroporto. "Por causa do corredor, as paradas da Barão também vão estar no mesmo padrão do piso nivelado e pagamento antecipado", afirmou.

Ainda no corredor Norte/Sul, o presidente do Grande Recife justificou a estratégia de não usar estações de embarque no padrão do Transporte Rápido por ônibus (TRO) ao longo da PE-15, entre Igarassu e Paulista. Segundo ele, uma pesquisa revelou que o fluxo nas paradas não se justificaria. "Vamos ter estações nos terminais e veículos expressos que não vão parar ao longo da pista. As linhas alimentadoras com ônibus comuns vão atender a essas paradas", afirmou. Ouvido pelo Diario, o arquiteto Carlos Ceneviva, do escritório de Jaime Lerner, explicou que essa não seria a melhor a estratégia. "É uma opção usar a linha expressa, mas não vejo como a mellhor forma de aproveitar a estrutura de um corredor exclusivo e com ônibus adaptados", afirmou.

Segundo o arquiteto, o que garante a frequência dos intervalos e a velocidade dos coletivos, além das pistas exclusivas, são as estações de embarque com piso no mesmo nível, a exemplo do metrô, e pagamento antecipado. A licitação para as obras dos corredores Norte/Sul, Leste/Oeste e ainda a requalificação da Avenida Norte, que estava prevista para o mês de junho, deve ocorrer ainda neste semestre. "Não posso afirmar a data exata, mas pretendemos licitar essas três obras ainda em 2010", disse Dilson Peixoto.



READ MORE - Grande Recife retoma projeto dos corredores

Metrô Rio fecha mais um acesso da estação Botafogo para obras


O acesso São Clemente/Humaitá da estação Botafogo do metrô ficará fechado por 30 dias a partir desta sexta-feira para obras de modernização da estação. Durante este período, os passageiros que fazem a integração com a linha Metrô Na Superfície Botafogo/Gávea devem utilizar a saída São Clemente/Praia. Promotores orientarão os passageiros e um operador de trânsito ficará no local para facilitar a travessia dos clientes na Rua Nelson Mandela. Já o acesso Muniz Barreto (Botafogo Praia Shopping), que foi fechado no dia 27 de julho, será reaberto a partir 6 de setembro. No dia 13, está previsto o término das obras da saída Voluntários da Pátria.

Para chegar à estação, os passageiros poderão usar outros três acessos: São Clemente/Praia, Mena Barreto e Nelson Mandela.

A concessionária está investindo R$ 4,9 milhões na modernização em Botafogo, que prevê a revitalização total das áreas comuns e bilheterias da estação. A expectativa é que as obras estejam concluídas até o fim do ano.

Fonte: O Globo


READ MORE - Metrô Rio fecha mais um acesso da estação Botafogo para obras

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960