São Paulo estuda sistema que informa localização do ônibus no celular

domingo, 22 de agosto de 2010


A Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) está desenvolvendo um sistema que permite aos passageiros de transporte coletivo visualizar por meios eletrônicos onde se encontra o ônibus que utilizam. A ideia é ampliar os serviços eletrônicos tanto aos passageiros como aos motoristas e empresas de transporte coletivo.

O sistema inteligente de transporte se baseia em experiências europeias. Em países do continente, os coletivos são equipados com monitores que dão informações aos passageiros sobre a viagem, como calor, poluição e trepidação. “Nosso objetivo é adaptar essa tecnologia à realidade brasileira e ampliar a quantidade de serviços oferecida”, afirmou, segundo a Agência Fapesp, o coordenador do projeto, Paulo Roberto Tavares.

Contudo, ele ressalta que o sistema de informação ao usuário de transportes coletivos, da forma como é feita em outros países, seria muito caro, se implantado no Brasil, já que custaria R$ 17 mil por ônibus.

Conjunto enxuto
Para oferecer esse serviço aos usuários, os pesquisadores estão estudando um sistema mais enxuto que inclui um hardware que usa uma plataforma utilizada em aparelhos de celular do tipo smartphone e dispõe de entradas para dispositivos de memória que pode ser do tipo USB, chip ou cartão.

O sistema também pode ser acompanhado pela tecnologia 3G, o que permitiria atualizar em tempo real o conteúdo para que os usuários possam acompanhar o trajeto do veículo.

“Em uma viagem de São Paulo ao Rio de Janeiro, por exemplo, o equipamento poderia exibir informações turísticas, durante o percurso, sobre a cidade de Aparecida do Norte, assim que o GPS detectasse a aproximação da cidade”, explicou Tavares.

Em ônibus urbanos circulares, o sistema daria a localização do veículo que poderia ser acompanhada pela internet em computadores e aparelhos de celular, o que permitiria aos usuários verificar onde o ônibus está e se dirigir ao ponto no horário certo.

Esse modelo mais compacto que o dos europeus custaria em torno de R$ 5 mil por ônibus. Para Tavares, esse custo menor é o principal diferencial do produto brasileiro. O protótipo desse sistema ainda está sendo montado para ser testado.

Fonte: InfoMoney
READ MORE - São Paulo estuda sistema que informa localização do ônibus no celular

Teresina recebe 20 ônibus para atender sistema de integração


A Prefeitura de Teresina e o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano (Setut) entregaram na manhã de ontem, 20 ônibus padronizados para a população. A iniciativa é vista como o início do processo de integração do SITT (Sistema de Transporte de Teresina). Até o final do ano, mais 20 coletivos serão padronizados na cor verde. Em até cinco anos toda a frota estará padronizada para atender o Plano Diretor de Trânsito, sendo esta a primeira etapa do processo de integração do transporte coletivo.
Segundo o superintendente municipal de Transporte e Trânsito, Ricardo Freitas, já é aguardado dificuldades no processo de adaptação ao novo sistema. “Vai ser uma padronização gradual para que as pessoas possam identificar seus destinos pelos dígitos. Admitimos que no início teremos problemas, mas com o tempo as pessoas saberão identificar”, diz.
Cada veículo entregue está adaptado para transportar com segurança e conforto cadeirantes e pessoas com outras deficiências. Estima-se que uma unidade do ônibus esteja avaliada em R$ 250 mil devido ao moderno sistema de elevador que promove a acessibilidade do transporte.
O presidente do Setut, Herbert Miúra, avalia com entusiasmo a iniciativa e vê, em um futuro breve, a implantação do sistema integrado de linhas coletivas de transporte urbano. “A padronização é vantajosa. É uma preparação para a integração. As empresas estão preparadas, agora dependem da estruturação da Prefeitura com a construção de terminais e definição de linhas”, opina.
A Prefeitura de Teresina está distribuindo panfleto esclarecendo a população sobre o novo sistema de padronização dos ônibus. “É importante que todo usuário aprenda a identificar o seu ônibus pela placa colorida que está no pára-brisa (vidro da frente do ônibus) observando a cor e o número referente a sua zona e o seu itinerário”, explica Ricardo Freitas.
A ideia é que todos os ônibus sejam na cor verde, mudando apenas a cor do painel frontal, e tenham na logomarca a Ponte do Sesquicentenário. Cada zona de Teresina terá uma cor: para a zona norte a cor verde; zona sul, amarelo; leste, vermelho; sudeste, azul; o universidade circular será laranja; e o diametral será cinza. Os ônibus trazem ainda em destaque um número com cinco dígitos. Os dois primeiros correspondem ao registro da empresa junto a Superintendência de Transportes e Trânsito de Teresina. Os três últimos são uma referencia ao veiculo para o controle interno na empresa. Outra novidade é que até o final do mês de agosto será lançado o vale transporte eletrônico.
Teresina tem atualmente uma frota de aproximadamente 570 ônibus urbanos que integram o SITT (Sistema de Transporte Coletivo na capital. Juntas elas operam em 87 linhas nos vários bairros de Teresina transportando uma média de 7 milhões de passageiros por mês, segundo dados do Setut (Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina).

Fonte: 24 Horas Piauí
READ MORE - Teresina recebe 20 ônibus para atender sistema de integração

Nove ônibus novos vão integrar frota de S.André


A partir desta semana, nove ônibus novos adaptados passam a integrar a frota de transporte público de Santo André. Os veículos atendem à lei federal que prevê acessibilidade para cadeirantes, idosos, deficientes físicos e cegos.

Do total que passa a circular, cinco coletivos serão utilizados nas linhas da empresa Expresso Guarará e quatro no Consórcio União Santo André. “Essa é uma maneira de atendermos à lei e mantermos a vida útil dos veículos”, destacou o superintendente da Santo André Transportes (S.A. Trans), Alberto Rodrigues Casalinho.

Atualmente, a cidade conta com frota de 401 veículos com idade média de três anos, sendo que 81 já estão adaptados para atender passageiros com necessidades especiais. “Temos um dos transportes públicos mais novos da região”, salientou Casalinho.

Quanto à possibilidade do município adotar a sistema de Bilhete Único, o superintendente afirmou que esse é um assunto que deve ser discutido no Consórcio Intermunicipal do ABC. “Para que a ação tenha sucesso é necessário que o ABC se mobilize.”

Corredor exclusivo
A cidade possui corredor exclusivo para ônibus, que está localizado ao longo da avenida Capitão Mário Toledo de Camargo. Casalinho disse que não deve haver outros na cidade, “pois seria necessário investimento muito alto em desapropriações”, explicou. Para o superintendente, a resposta para o transporte público está em linhas de metrô na região. (VR)

READ MORE - Nove ônibus novos vão integrar frota de S.André

São Paulo: Começou obras de ampliação da Parada Vital Brasil


A SPTrans informa que a partir de sábado, 21 de agosto, teve início a primeira fase das obras de ampliação da Parada Vital Brasil, sentido Bairro/Centro, que tem como objetivo reduzir o tempo no atendimento aos usuários e, consequentemente, diminuir a fila de ônibus nos horários de pico. As obras devem durar três meses.

A Parada Vital Brasil está situada próximo ao cruzamento das avenidas Professor Francisco Morato e Doutor Vital Brasil, atende linhas de ônibus municipais e intermunicipais, além de possuir duas faixas de rolamento para possibilitar a ultrapassagem.

Para esta primeira fase, será interditada a faixa de rolamento da esquerda para a construção da nova parada, ficando disponível para o tráfego de ônibus somente a faixa da direita.

Com isso, para amenizar o impacto ao sistema de transporte coletivo municipal e intermunicipal no local, serão adotadas, provisoriamente, as seguintes medidas:

A retirada do gradil próximo à parada atual, disponibilizando um trecho na plataforma para o atendimento às linhas intermunicipais, provenientes da Av. Prof. Francisco Morato, cujo embarque/desembarque será realizado com a porta esquerda;
As linhas intermunicipais provenientes da Avenida Eliseu de Almeida e Rodovia Raposo Tavares terão o itinerário alterado para a Av. Dr. Vital Brasil, deixando de atender o local;
As linhas do sistema municipal permanecerão atendendo à parada atual.
Para informações sobre linhas e trajetos de ônibus consulte itinerários ou ligue 156.

A seguir, a relação das linhas intermunicipais que serão desviadas para a Avenida Doutor Vital Brasil durante a realização das obras da Parada Vital Brasil:

029 Taboão da Serra (Jd. Monte Alegre) - São Paulo (Pinheiros)
035 Cotia (Pq. Mirante da Mata) - São Paulo (Pinheiros)
036 Vargem Gde. Paulista (Pq. São Marcos) - São Paulo (Pinheiros)
036BI1 Embu (Jardim Tomé) - São Paulo (Pinheiros)
037 Cotia (Km. 21 Rod. Raposo Tavares) - São Paulo (Pinheiros)
124 Embu (Jd. Santo Eduardo) - São Paulo (Clínicas)
125BI1 Embu (Jd. Nª. Sª. de Fátima) - São Paulo (Pinheiros)
125BI2 Embu (Vl. Isis Cristina) - São Paulo (Pinheiros)
297 Cotia (Caucaia do Alto) - São Paulo (Pinheiros)
308 Cotia (Atalaia) - São Paulo (T.R. Barra Funda)
308BI1 Cotia (Atalaia) - São Paulo (Itaim Bibi)
329 Carapicuíba (Vl. Menck) - São Paulo (Pinheiros)
324 Cotia (Jd. do Engenho) - São Paulo (Pinheiros)
396 Cotia (Term. Metropolitano de Cotia) - São Paulo (Pinheiros)
404 Osasco (Olaria do Nino) - São Paulo (Pinheiros)
413 Embu (Jd. Santo Eduardo) - São Paulo (Term. Rodov. Tietê)
422 Itapevi (Vl. Nova Esperança) - São Paulo (Pinheiros)
488 Carapicuíba (Vila Menck) - São Paulo (Pinheiros)
492 Carapicuíba (Pq. Santa Tereza) - São Paulo (Pinheiros)
543 Cotia (Jd. Santa Isabel) - São Paulo (Pinheiros)

Fonte: SPTrans
READ MORE - São Paulo: Começou obras de ampliação da Parada Vital Brasil

Teresina: Ônibus terão sistema contra fraudes e rastreamento via GPS


Quem nunca utilizou o cartão passe verde do irmão, do primo ou mesmo da mãe? Muitas vezes por falta de crédito ou mesmo na tentativa de pagar meia passagem nos transportes coletivos da cidade, alguns teresinenses optam por esse tipo de estratégia. Esse é o caso da auxiliar administrativa Mara Ruth, que por vários anos utilizou o cartão de transporte da irmã, até então estudante do ensino médio. “Como não
tinha carteira de estudante, aproveitava para utilizar o dela e gastar menos com a compra de vales-transporte, pois são muito caros”, ressalta.

Entretanto, esse tipo de conduta parece estar com os dias contados, já que até o final deste ano todos os ônibus de Teresina deverão estar equipados com um sistema de controle de fraudes de benefícios. Através da implantação de sistemas eletrônicos, o programa pretende coibir o uso inadequado de carteiras de estudante e gratuidade. Ou seja, assim que o usuário passar o cartão no leitor, este mostrará a foto cadastrada do proprietário do cartão, possibilitando ao cobrador ter a certeza de que a pessoa é de fato a dona do passe verde.

Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Teresina (Setut), um teste realizado com o equipamento detectou que 14% dos usuários de transporte coletivo da cidade entregam seus cartões a terceiros. “Agora, sim, poderemos receber o equivalente ao que gastamos, pois as pessoas muito reclamam da qualidade do transporte e dos altos preços, esquecendo-se de cumprir com suas obrigações”, enfatiza o diretor de transporte de uma empresa de ônibus, que não quis se identificar.

Caso seja identificada alguma irregularidade no uso do cartão passe verde, comprovando a existência da fraude, o passageiro poderá ter o benefício bloqueado por até um ano. A implantação do novo sistema de bilhetagem deverá englobar todas as empresas de transporte coletivo da capital, sendo que estas deverão iniciar o processo de implantação ainda este mês.

Além do sistema de controle de fraudes, as empresas de ônibus terão que arcar ainda com as despesas de implantação de aparelhos GPS, que serão responsáveis pelo rastreamento dos veículos a fim de resolver com mais agilidade problemas de desvio de frota, falhas mecânicas, congestionamentos e conter os excessos de velocidade. Cada empresa terá o seu próprio centro de controle operacional, de onde irá monitorar cada veículo de suas frotas.

Fonte: Portal O Dia
READ MORE - Teresina: Ônibus terão sistema contra fraudes e rastreamento via GPS

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960