Belo Horizonte com nova paralisação de ônibus a partir de segunda

sábado, 14 de agosto de 2010


Os usuários do transporte coletivo de Belo Horizonte e região metropolitana devem se preparar para novas paralisações dos rodoviários na próxima segunda-feira. Em assembleia, na tarde deste sábado na capital, os sindicalistas que representam a categoria decidiram continuar mobilizados alegando que precisam pressionar os donos das empresas para que cumpram a convenção coletiva de trabalho acertada com os empregados.

De acordo com o coordenador de comunicação do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Belo Horizonte e Região (STTRBH) , Carlos Henrique Marques, a partir de segunda-feira as mobilizações podem acontecer nas estações do BhBus, garagens e também nos principais corredores de Belo Horizonte. Ele ainda esclareceu que os locais onde vão acontecer os protestos serão decididos em uma reunião na madrugada de segunda.

Na manhã de sexta-feira, os funcionários das viações Betânia e Zurick cruzaram os braços. De acordo com o sindicato da categoria, houve paralisação de 100% dos coletivos da viação Zurick e 80% da Viação Betânia.

Segundo o sindicato estas empresas estariam descumprindo acordo em relação ao recebimento de atestado médico, repasse de multas de trânsito, participação nos lucros e ainda o recebimento no feriado dobrado dos últimos cinco anos. Em nota, a BHTrans informou que pediu os patrões que se comprometessem a cumprir a convenção coletiva de trabalho.



READ MORE - Belo Horizonte com nova paralisação de ônibus a partir de segunda

Sistema de Transporte Público no Brasil é Caótico


O sistema de transporte do Brasil é caótico e atrasado, como é de conhecimento geral. Historicamente, deu-se ênfase na construção de rodovias em detrimento da implantação de ferrovias, visando ao transporte de cargas e de pessoas; com isso, não se explorou com inteligência o perfil geográfico do nosso imenso território. Resultado: paga-se um alto preço para a manutenção do sistema rodoviário brasileiro e, pior, não há verbas suficientes para esta manutenção. De outro lado, vê-se que somente um sistema municipal de transporte ainda mantém um grau de qualidade suportável no Brasil: trata-se daquele implantado em Curitiba. Ali se tem um bom transporte público, com as estações-tubos e os "ligeirinhos e articulados". É tão bom e funcional que não foi preciso a implantação, até agora, de metrô.
No mundo, destacam-se em extensão os metrôs de Moscou - com 340 KM; Tokyo - 281 KM; Seul - 278 KM; Cidade do México - 202 KM; Nova York - 371 KM; Paris - 211 KM; Osaka - 114 KM; Londres - 415 KM; Hong Kong - 82 KM; e São Petersburgo - 110 KM.
Só para se ter uma ideia, o metrô do Rio tem cerca de 42 KM . Veja que mesmo com a construção do eixo alternativo da linha 2 (Pavuna-Botafogo) diminuindo o fluxo de pessoas na Estação do Estácio, a demanda/hora, sem apelação, liquidou a oferta/hora. Resultado: a hora do rush relembra-nos aquela de anos atrás dos velhos trens da Central do Brasil.
A conclusão a que se chega é que não adianta enfeitar o pavão das linhas existentes, como se faz no Rio, visto que a solução se situa na construção efetiva de novas linhas cortando os pontos cardeais de nossa cidade, com a maior brevidade possível, porquanto dentro de cinco anos o metrô tenderá a ficar mais lento (mais paradas e problemas técnicos); com maior demanda e com desgastes estruturais. O resto é incompetência e falta de vontade política.

Fonte: O Globo


READ MORE - Sistema de Transporte Público no Brasil é Caótico

Salvador: Frota de ônibus é reforçada para Stock Car


Devido à realização do GP Bahia de Stock Car, a frota das linhas de ônibus que circulam pelas proximidades do Centro Administrativo da Bahia (CAB) serão reforçadas. A informação é da Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador).
Segundo a Transalvador, as linhas devem chegar à frota máxima, com criação ainda de linha especial e utilização de veículos reguladores. A autorização da circulação de carros do Subsistema de Transporte Especial Complementar (STEC) também será dada pelo órgão da prefeitura.

Fonte: iBahia


READ MORE - Salvador: Frota de ônibus é reforçada para Stock Car

Cuiabá: BRT vem aí para resolver o problema


Para resolver o problema do trânsito de passageiros e preparar a mobilidade de Cuiabá para o Mundial de 2014, o governo de Mato Grosso, as prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande e a Agecopa (Agência Executora das Obras da Copa) optaram pela escolha mais viável: o BRT (Bus Rapid Transit), que é hoje a tendência mundial nas cidades que enfrentam congestionamentos no trânsito em horários de pico.

Já que não é possível hoje para Cuiabá falar em metrô ou VLT (metrô de superfície) devido à inviabilidade e custos de exploração, o martelo foi batido para a introdução do BRT. Resta agora saber quem vai explorar os serviços – o que deve ser definido através de processo licitatório.
Em maio deste ano, durante a visita do Comitê Organizador Local (COL) da Fifa a Cuiabá, um veículo de BRT desfilou pelas ruas da cidade para testar os limites do carro articulado em situações de curvas, ruas estreitas e subidas íngremes. Houve aprovação no teste e Cuiabá está pronta para receber o sistema.
Com uma obra que deve durar até dois anos até sua conclusão, o sistema vai capitalizar recursos de aproximadamente R$ 420 milhões e vem com a proposta de solucionar o problema da mobilidade urbana, especialmente no transporte de passageiros.
O BRT já tem suas linhas definidas para a Grande Cuiabá. O sistema percorrerá dois eixos: da avenida do CPA até o aeroporto Marechal Rondon, passando pela avenida da FEB (Várzea Grande), e do Centro à região do Coxipó, passando pela avenida Fernando Corrêa
Enquanto o sistema vem para resolver o principal problema do trânsito da capital, por outro lado o município prevê os obstáculos naturais à sua implantação, que são principalmente desapropriações na área central e a ampliação da avenida do CPA.
Segundo o coordenador de Mobilidade Urbana da Agecopa, Rafael Detoni, o teste feito com o veículo Volvo, ideal para a implantação do BRT (Bus Rapid Transit), servirá para que os consultores que prestam serviço para a agência avaliem se este tipo de ônibus servirá para compor o novo sistema.
"É um veículo confortável e seguro, de piso de baixo, que vai atender os deficientes e se adapta à necessidade de toda a comunidade", observou o coordenador de Transportes da SMTU, Leopoldino Pereira. O veículo seguiu pelas vias que vão formar os principais corredores exclusivos para o sistema BRT.
O secretário de Trânsito e Transporte Urbano de Cuiabá, Edivá Pereira Alves, que convive com a angústia da crise no transporte coletivo e individual ,vislumbra agora a oportunidade de resolver, senão todos, grande parte dos problemas referentes à mobilidade urbana, que será legado da Copa 2014.
De acordo com o projeto, o novo modelo compreenderá a área urbana da cidade, que será cortada por corredores exclusivos para ônibus, num desenho em forma de "Y".
O BRT vem com a promessa de apresentar transporte coletivo de qualidade e representar a saída para o problema do trânsito em Cuiabá. Na cidade, há um carro para 2,2 habitantes. O BRT, que terá deslocamento muito mais rápido nos horários de pico, já que haverá faixas exclusivas e cercadas para seu tráfego, vai estimular os motoristas a deixarem o carro em casa para aderir ao novo sistema. E isso, por si só, já traria um alívio ao trânsito da capital.
A Agecopa espera que com a implantação dos corredores do BRT e as melhorias previstas no projeto de mobilidade, Cuiabá vai solucionar seu problema de congestionamentos. Hoje a frota de veículos está na casa dos 250 mil e a previsão é de que daqui a 10 anos este número dobre. As soluções devem ser implantadas agora.
Uma solução para o caos
O aperto que perdura nos ônibus da cidade pode até sugerir o contrário, mas cada vez menos pessoas utilizam o transporte público em Cuiabá. Segundo a prefeitura, a cada ano os coletivos da capital perdem 5% de seus usuários para carros e motocicletas. Infelizmente, as atuais facilidades para compra em massa de veículos ainda não foram capazes de livrar os ônibus da pecha de "latas de sardinha", mas têm sido suficientes para deixar as ruas insuportavelmente saturadas.
Neste retrocesso, o "busão" acaba relegado quase que totalmente ao uso por parte dos que não têm mesmo condições de bancar um veículo. Situação impensável para uma cidade que precisa democratizar o direito de ir e vir e proporcionar verdadeira qualidade na mobilidade urbana antes da Copa de 2014, o que só é possível priorizando o transporte coletivo.
E o caminho para isso se espelha no exemplo mundialmente conhecido de Curitiba: o sistema de BRT, lançado no País pelos paranaenses em 1974. É ele que deve levar os cuiabanos, de todas as classes sociais, de volta aos ônibus – desta vez, sem apertos.
Para a capital mato-grossense, o modelo desbancou o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e emplacou entre o meio político, sendo anunciado como principal intervenção para a mobilidade urbana, tal como em outras sub-sedes da Copa de 2014. Funciona em pelo menos 100 cidades no mundo – grande exemplo é Bogotá (Colômbia).
O sistema segrega nos principais corredores urbanos pistas centrais exclusivas para ônibus articulados de grande capacidade (alguns de até 270 passageiros), possibilitando viagens rápidas e confortáveis e deixando as pistas laterais para o tráfego dos demais veículos.

Fonte: A Gazeta


READ MORE - Cuiabá: BRT vem aí para resolver o problema

Florianópolis: Linhas do Norte da Ilha terão novos horários e veículos executivos


Os usuários do transporte coletivo no Norte da Ilha terão à disposição novo quadro de horários e mais veículos executivos a partir desta segunda, 16/08. A empresa Canasvieiras, em acordo com a Secretaria Municipal de Transportes, anuncia mudanças em algumas linhas que irão reduzir o tempo de viagem e facilitar o dia-a-dia dos usuários.
A linha 271-Daniela, por exemplo, deixará de transitar pela rua Jurerê Tradicional-Al. César Nascimento-avenida dos Búzios-Forte e passará pela Avenida dos Dourados. A alteração deixará a viagem, em média, 13 minutos mais rápida e o quadro de horários será reformulado para garantir a integração com as linhas troncais.
Alteração também nas linhas 260-Cachoeira e 266-Praia Brava, que deixam de passar pela Avenida das Nações (centrinho de Canasvieiras), acessando diretamente a av. Luiz Boiteux Piazza – esta mudança provocará uma redução de 10 minutos nas viagens. Quem usava estas linhas para embarcar e desembarcar em Canasvieiras deverá utilizar a linha 276-Balneário Canasvieiras, que terá o quadro de horários reformulado para atender à demanda. As linhas 266-Praia Brava Direto e 265-Ponta das Canas não terão itinerários modificados.
Nove amarelinhos de última geração
A Canasvieiras coloca em operação a partir desta segunda-feira nove veículos executivos (amarelinhos) de última geração com 42 lugares, AC, som, poltrona estofada com regulagem, bagageiro e porta pacotes interno. Algumas linhas também será adequadas para atender à população do Norte da Ilha: a 1120-Canasvieiras deixa de passar por Jurerê Internacional e com isso a linha 1123-Jurerê será reativada, fazendo a ligação direta do balneário com o centro da cidade.

Fonte: Adjori SC


READ MORE - Florianópolis: Linhas do Norte da Ilha terão novos horários e veículos executivos

Porto Alegre: Novos ônibus da Carris começam a circular na segunda-feira


A Carris apresentou na tarde desta sexta-feira a nova frota de veículos no centro da Capital. Foram entregues 37 novos ônibus. Os carros ficaram expostos para visitação no Largo Glênio Peres, em Porto Alegre.

De acordo com o diretor-presidente da Carris, João Pancinha, os novos veículos entram em circulação a partir da próxima segunda-feira, 16. Os ônibus atenderão as linhas 476 Petrópolis-PUC, T1, T1D e T10. O investimento foi de cerca de R$ 17 milhões.



READ MORE - Porto Alegre: Novos ônibus da Carris começam a circular na segunda-feira

Mauá lança neste sábado novas linhas de ônibus


Neste sábado, começam a operar três novas linhas de ônibus em Mauá (SP). Ao todo oito linhas serão alteradas, segundo a prefeitura municipal, com mais ônibus e intervalos menores. A população da cidade vem reclamando que o transporte público é deficiente.
Os bairros beneficiados serão Jardim Guapituba, Jardim Cruzeiro, Jardim Paranavaí, Jardim Olinda, Jardim Campo Verde, Jardim Alto da Boa Vista, Jardim Mauá e Jardim Salgueiro.
Segundo a Secretaria de Comunicação, estes são os locais beneficiados diretamente. No entanto, com essas alterações, a cidade inteira perceberá a melhora no transporte público.
Os moradores do bairro Jardim Hélida esperam que isso realmente aconteça. De acordo com eles, os passageiros chegam a esperar mais de uma hora para conseguir pegar um ônibus.
Segundo o corretor de imóveis Roberval Barbosa, 31 anos, a situação piorou nos últimos três meses. "Durante a semana fico mais de quarenta minutos parado no ponto de ônibus. Nos finais de semana não tenho nem o que dizer, a situação fica ainda pior", reclama.
Para a diarista Valdelena dos Santos, 45 anos, o maior problema não é ficar esperando, e sim se comprometer com horários. "É difícil marcar qualquer compromisso com a situação que estamos passando. Tem dias que fico mais de uma hora esperando a condução", diz Valdelena.
O caixa de supermercados Anderson Francisco, 19 anos, disse que desistiu de pegar ônibus. "Estou fazendo alguns trajetos à pé agora. Demoro menos do que esperar o ônibus", diz. Além disso, o rapaz ressaltou o fato dos idosos serem os mais prejudicados por essa história. "Vejo pessoas mais velhas por horas no ponto de ônibus e quando entram no transporte não conseguem nem um lugar para sentar, de tão lotado que os ônibus ficam", reclama.
Segundo a Secretaria de Comunicação da Prefeitura, todas as providências para melhorar a qualidade do transporte na cidade estão sendo realizadas. A primeira etapa do projeto aconteceu no final de julho, quando a Secretaria de Mobilidade Urbana alterou algumas linhas de ônibus para diminuir os intervalos entre um ônibus e outro.
Para conhecer os novos trajetos basta acessar o www.maua.sp.gov.br. Para sugestões ou reclamações, os passageiros podem ligar para o 156.

Fonte: Terra


READ MORE - Mauá lança neste sábado novas linhas de ônibus

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960