Rio de Janeiro: Linhas de ônibus da Zona Sul são mais disputadas em licitação

domingo, 1 de agosto de 2010


O lote 2, que reúne os bairros da Zona Sul e Tijuca, foi o que atraiu mais concorrentes na licitação para a concessão das novas linhas de ônibus e implantação do bilhete único até o fim do ano, iniciada ontem. Três consórcios, sendo dois liderados por empresas de São Paulo, apresentaram propostas para operar na região: Intersul (liderado pela Real do Rio), SP RIO (liderado pela Vila Galvão) e Via Sul-Metropolitana (comandada pela Via-Sul). Fetranspor afirma que mercado está tenso
Na concorrência, as empresas do Rio optaram por apresentar ofertas para as regiões onde já atuam, com exceção da Zona Oeste, onde o consórcio liderado pela Pégaso foi o único a entrar na concorrência. Em todos os demais lotes, os cariocas disputarão com os paulistas. A Nossa Senhora de Lourdes (Lote 3, Zona Norte) disputará com o Consórcio Vila Galvão). A Viação Redentor (Lote 4, Jacarepaguá e Barra) com a Via Sul-Metropolitana. O Lote 1 (Centro) não foi licitado por ser de operação comum a todas as operadoras. Das 47 empresas filiadas ao Sindicato do Rio, sete não participam da licitação por não se adequarem ao edital.
Em meio à confirmação de que haverá disputa por mercado, a Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Rio (Fetranspor) quebrou o silêncio em nome das empresas de ônibus. A relações-públicas da entidade, Suzy Baloussier, admitiu que o setor vive momentos de inquietação com a licitação do sistema porque, segundo ela, fatores deixaram de ser levados em conta. A Fetranspor acredita que multinacionais que operam o transporte público, embora não apareçam como líderes de consórcios, devem estar participando, associadas às paulistas.
O diretor-executivo do Grupo Niff (que controla a Viação Galvão), José Roberto Iasbek Felício, contou que se associou com outra empresa (Pássaro Marrom, também com atuação do estado de São Paulo) para disputar mercado em regiões que considera atraentes (Zona Sul e Zona Norte). Segundo ele, a empresa atua em sete municípios da Grande São Paulo e ainda no transporte intermunicipal no Maranhão. As linhas de maior movimento são aquelas que ligam Guarulhos à capital paulista (200 mil passageiros/dia). A Via Sul, que atua na capital paulista, também foi procurada para falar sobre a licitação mas não retornou as ligações.

Bilhete único deverá ser implantado até dezembro
O prazo de concessão das linhas é de 20 anos. As empresas vencedoras terão que se comprometer em implantar o bilhete único até 31 de dezembro, além de operar os BRts que estão sendo projetados e que ligarão a Barra da Tijuca ao aeroporto Internacional Tom Jobim, Deodoro e Guaratiba. A abertura dos envelopes será marcada depois que o Tribunal de Contas do Município (TCM) concluir a análise do edital de licitação. A expectativa da prefeitura é que isso ocorra na segunda-feira.
Antes da licitação, os participantes foram notificados da existência de uma ação judicial movida pela Associação de Contratadas e Contratados do Poder Público, que pede em juízo a anulação do processo. O advogado Alexandro de Oliveira disse que entrou com a ação por achar que o processo vem sendo pouco transparente, com mudanças de última hora no edital. Ele alega também que faltam informações técnicas que permitam a interessados analisar a viabilidade econômica dos lotes.

Fonte: O Globo


READ MORE - Rio de Janeiro: Linhas de ônibus da Zona Sul são mais disputadas em licitação

Ribeirão Preto: Tarifa do ônibus vai subir para R$ 2,40


A tarifa simples de transporte público em Ribeirão Preto vai subir de R$ 2,30 para R$ 2,40, amanhã, um aumento de 4,3%. O anúncio foi feito ontem à noite pela Prefeitura. O reajuste é inferior ao solicitado pelas empresas permissionárias do transporte —de R$ 2,50— e ao proposto pela Transerp e aprovado pelo Conselho Municipal de Transporte Coletivo Urbano —R$ 2,45, na semana passada. Já o valor das tarifas integradas sobe de R$ 2,50 para R$ 2,60.

De acordo com a nota divulgada pela Prefeitura, o reajuste concedido foi inferior a inflação acumulada nos últimos doze meses, quando foi feito o último aumento. "A inflação neste período, segundo o Índice Geral de Preços do Mercado (IGPM) foi de 5,18%", informou a Coordenadoria de Comunicação Social da Prefeitura. Ninguém da Prefeitura comentou o reajuste ontem.

O último aumento nas tarifas de transporte, de 4,5%, foi concedido no dia 17 de julho do ano passado. As passagens simples subiram de R$ 2,20 para R$ 2,30.As empresas que fazem o transporte urbano de Ribeirão, que pediram em junho à Prefeitura um reajuste de 9,1% nas tarifas de ônibus, alegaram que o aumento concedido pela Prefeitura não cobre os custos. "Imaginávamos que, pelo menos o valor calculado pela Transerp seria aprovado. Mas, pelo segundo ano consecutivo, o valor das tarifas vai ficar abaixo dos custos que temos. Vamos ter de cortar gastos por conta disso, o que prejudica a qualidade do transporte", disse Luís Gustavo Guimarães Vianna, presidente do Sindicato das Empresas do Transporte Coletivo de Ribeirão. (Raissa Scheffer)

Fonte: Gazeta de Ribeirão


READ MORE - Ribeirão Preto: Tarifa do ônibus vai subir para R$ 2,40

Recife: Volta às aulas: CTTU faz ação educativa em colégios


Com o objetivo de garantir a melhor circulação de veículos e a segurança dos pedestres, entre os dias 2 e 13 de agosto, a Prefeitura do Recife, por meio da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), fará um monitoramento especial em pontos estratégicos da capital pernambucana. A Ação Educativa “Volta às Aulas” estará nas vias das 6h30 às 8h e das 12h às 13h, com 40 agentes de trânsito envolvidos nas atividades.
A fiscalização de trânsito será intensificada no seu entorno de 11 escolas, com o intuito de assegurar a fluidez do tráfego e o respeito às normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Os pais ou responsáveis que forem deixar os alunos nos colégios devem respeitar a sinalização, não obstruindo a via com estacionamento em fila dupla ou parada em local proibido.
Na Zona Sul da Cidade, serão monitoradas as vias próximas aos colégios Santa Maria, Boa Viagem, Atual e Motivo. Já na Zona Norte, a fiscalização atuará nas ruas adjacentes aos colégios Damas, São Luiz e Agnes. A operação ainda será realizada na área central do Recife, especialmente nas imediações dos colégios Neo Planos, Salesiano, Nossa Senhora do Carmo e GGE.
As infrações para estacionamento ou parada irregular são classificadas de leve, média e grave e, a multa varia de R$ 53,20 a R$ 127,69, com pontos de 3 a 5 na Carteira de Habilitação. Os agentes também irão orientar os motoristas sobre a condução correta de crianças nos automóveis com a utilização de cadeirinhas, bebê conforto, acento de elevação e o cinto de segurança. A partir do dia 1º de setembro, haverá fiscalização para o uso obrigatório destes equipamentos nas crianças que estejam sendo transportadas pelos veículos.

Fonte: Folha de Pernambuco


READ MORE - Recife: Volta às aulas: CTTU faz ação educativa em colégios

São Paulo: A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) inicia, nesta segunda-feira, a Operação Volta às Aulas


A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) inicia, na segunda-feira (2/8), a Operação Volta às Aulas - 2º Semestre nas proximidades de 129 escolas particulares e públicas, entre municipais e estaduais.
O objetivo dessa operação é dar continuidade às ações educativas e operacionais adotadas no 1º semestre, orientando, ordenando e fiscalizando o trânsito nas proximidades das escolas cujo tráfego intenso tem potencial para causar reflexos negativos ao sistema viário.
A operação, que conta com 252 operadores de tráfego da CET e funcionários de escolas devidamente treinados, visa disciplinar o embarque e desembarque de alunos e propiciar segurança na travessia de pedestres.
Filas duplas e estacionamentos irregulares são considerados alguns dos principais problemas que causam reflexos negativos no trânsito e, portanto, deverão ser coibidos com esta ação, que visa, ainda, diminuir o impacto no trânsito com o fim das férias, gerado pelo acréscimo médio de 20% no número de viagens realizadas na cidade, por meio de ajustes semafóricos e intensificação de fiscalização de estacionamentos irregulares.
O projeto conta com quatro atividades distintas para serem aplicadas nas 129 escolas contempladas na Operação Volta às Aulas, levando em conta o impacto que essas unidades geram no trânsito:
Operação Contínua (11 escolas) - aplicada em escolas localizadas em pontos estratégicos da Cidade e que geram grande número de viagens nos horários de entrada e saída das aulas provocando grande impacto no trânsito. Diariamente, equipe de agentes da CET estarão operando as entradas e/ou saídas dos alunos. A CET também oferece treinamento específico aos funcionários dessas escolas para desenvolverem ações operacionais.

Fonte: Prefeitura de São Paulo


READ MORE - São Paulo: A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) inicia, nesta segunda-feira, a Operação Volta às Aulas

Governador de SP diz que trem-bala é 'caso típico de fantasia'


O governador de São Paulo, Alberto Goldman, criticou na manhã desta sexta-feira (30) o projeto do trem de alta velocidade que deve ligar o estado de São Paulo ao Rio de Janeiro. Ele disse que “esse é um caso típico de fantasia”. Goldman fez as declarações no lançamento do corredor de ônibus Diadema-São Paulo, em Cidade Ademar, na Zona Sul da capital paulista.
“Se fosse investimento privado, iríamos aplaudir, mas com o dinheiro público, uma ligação para 50 mil pessoas, não dá para aceitar. Não queremos fantasias, queremos que coisas concretas aconteçam aqui”, completou o governador de São Paulo. Ele disse que o corredor de ônibus inaugurado nesta sexta-feira, cuja construção custou R$ 24 milhões, vai beneficiar 85 mil pessoas ao dia.

O edital para a construção do trem-bala foi divulgado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e pelo Ministério dos Transportes no dia 13 de julho. As empresas interessadas no projeto terão até o dia 29 de novembro para entregar a documentação. O leilão será realizado no dia 16 de dezembro. O investimento estimado é de estimados em R$ 33,1 bilhões – a concessionária poderá pleitear financiamento com recursos públicos, respeitado o limite máximo de 60,3% do total.
“O governo federal, do Orçamento da União, não põe um tostão em todo o sistema de transporte coletivo em São Paulo. Do BNDES, sim, mas é emprestado. Vamos pagar”, afirmou Goldman ainda durante a inauguração. Ele ainda fez menção às eleições deste ano, sem citar nomes. “Tem candidato por aí que diz que vai fazer investimento no transporte, mas nunca pegou trem, ônibus ou metrô. Deve estar voando nas nuvens”, afirmou.

Fonte: G1.com


READ MORE - Governador de SP diz que trem-bala é 'caso típico de fantasia'

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960