Rio de Janeiro: Secretaria recebe propostas de empresas interessadas na concessão das linhas de ônibus

sexta-feira, 30 de julho de 2010


A Secretaria municipal de Transportes recebeu, na manhã desta sexta-feira, as propostas dos consórcios interessados na concessão das linhas de ônibus da cidade. Os envelopes, porém, ainda não têm data para ser abertos. A Associação dos Contratados e Contratantes do Poder Público, em ação que pede a anulação da concorrência, conseguiu uma liminar que impede a análise imediata da documentação. De qualquer forma, os envelopes já não seriam abertos nesta sexta-feira, porque o Tribunal de Contas do Município ainda não concluiu a análise da documentação.
Os seis consórcios credenciados apresentaram propostas . Quatro têm como líderes empresas que já operam no mercado carioca. A maior disputa é para o Lote 2, que reúne os bairros da Zona Sul e Tijuca. Três consórcios disputam a concessão: o Inter-Sul, liderado pela Viação Real; o Via Sul - Metropolitana, liderado pela Via Sul Transportes Urbanos; e o SP Rio, liderado pela Vila Galvão Ltda. Os dois últimos são liderados por empresas baseadas em São Paulo.
Para o Lote 3 (Zona Norte), apresentaram propostas a SP Rio e o Consórcio Internorte, liderado pela Viação Nossa Senhora de Lourdes, com atuação no Rio. O consórcio Transcarioca, liderado pela Viação Redendotr e a Via Sul-Metropolitana são os consórcios que apresentaram propostas para o Lote 4 (Barra da Tijuca e Jacarepaguá). Para o Lote 5, apenas a Santa Cruz Transportes, liderada pela Expresso Pégaso, apresentou proposta. O prazo de concessão é de 20 anos, e as empresas vencedoras terão que se comprometer em implantar o bilhete único até 31 de dezembro, além de operar os BRTS que estão sendo projetados.



Fonte: O Globo


READ MORE - Rio de Janeiro: Secretaria recebe propostas de empresas interessadas na concessão das linhas de ônibus

Corredor de ônibus liga Diadema ao sul de São Paulo


O governo paulista inaugurou hoje o corredor metropolitano Diadema-São Paulo, uma alternativa de integração dos moradores da região do ABCD e da zona sul de São Paulo com a região sudoeste da capital, e que será gerenciado pela Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU/SP).
De acordo com a assessoria de imprensa do Palácio dos Bandeirantes, com investimento de R$ 24,5 milhões, o corredor conta com 24 quilômetros de faixas de ônibus exclusivas, 36 pontos de paradas e nove estações de transferência. A operação será iniciada amanhã. O corredor é extensão do corredor ABD, que liga São Mateus ao Jabaquara.
O trajeto se inicia no terminal metropolitano Diadema, incluindo a Avenida Presidente Kennedy, em Diadema, seguindo pelas avenidas Cupecê, Vereador João de Luca, Professor Vicente Rao e Roque Petroni Júnior, em São Paulo, até a estação de transferência Morumbi.
A partir desse ponto, é possível fazer a integração com a Linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú), da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). O corredor também permite integração com a Linha 5-Lilás, do Metrô, na futura estação Brooklin-Campo Belo.
Circularão pelo corredor linhas metropolitanas de ônibus gerenciadas pela EMTU/SP - operadas por concessionária - e linhas municipais, gerenciadas pela SPTrans. A demanda inicial total está estimada em 85 mil usuários por dia.

Fonte: G1


READ MORE - Corredor de ônibus liga Diadema ao sul de São Paulo

Curitiba: Linha alimentadora especial ligará terminal Pinheirinho à marginal da BR 476


A partir do próximo dia 2 de agosto, a Urbs iniciará a operação da linha alimentadora X-17 Especial BR-476, que sairá do Terminal Pinheirinho e seguirá até a marginal da BR-476, na altura da empresa Todeschini, com paradas na Faculdade Tupy (Sociesc) e na empresa. O objetivo é melhorar ainda mais o atendimento aos usuários da região.

O retorno ao terminal será realizado pelos fundos da empresa, com os ônibus circulando pelas ruas Cid Marcondes de Albuquerque e Luciano Puzzi. A linha funcionará apenas em dias úteis, em horários de maior movimento. No Terminal Pinheirinho, embarques e desembarques serão feitos na plataforma da linha 631 – Piratini / BR-476, sentido da rodovia federal.

Horários – Por se tratar de uma linha especial, a X17 Especial BR-476 funcionará nos seguintes horários:

Saídas do Terminal Pinheirinho – 6h03; 6h05; 6h25; 6h48; 7h13; 7h38; 12h10; 12h35; 13h; 13h02; 13h30; 17h05; 17h30; 17h55; 18h20; 21h; 21h02; 21h30; 21h58; 22h20 e 22h40.

Saídas da Marginal da BR-476, defronte à fábrica da Todeschini – 6h15; 6h35; 6h48; 7h; 7h25; 11h58; 12h23; 12h48; 13h15; 13h45; 17h17; 17h42; 18h07; 18h32; 21h15; 21h45; 22h10; 22h30 e 22h50.

Fonte: URBS


READ MORE - Curitiba: Linha alimentadora especial ligará terminal Pinheirinho à marginal da BR 476

SPTrans cria linha de ônibus na Vila Olímpia e altera itinerário de ônibus no Tucuruvi

A SPTrans informa que a partir de 31 de julho, a linha 6401/52 Vila Olímpia - Metrô Armênia, irá operar aos sábados, com a frota de seis veículos, das 4h40 às 23h10, atendendo aos moradores da região dos bairros do Itaim Bibi e Vila Olímpia.
Linha e itinerário:
6401/52 Vila Olímpia - Metrô Armênia
Ida: Praça Dr. Roger Patti, Rua Alvorada, Rua Ribeirão Claro, Rua Gomes de Carvalho, Rua Funchal, Rua São Tomé, Rua do Rócio, Rua Ramos Batista, Rua Min. Jesuino Cardoso, Av. Brig. Faria Lima, Rua Nova Cidade, Rua Casa do Ator, Rua Ribeirão Claro, Rua das Fiandeiras, Rua Clodomiro Amazonas, Rua Tabapuã, Rua Bandeira Paulista, Av. Nove de Julho, Passagem sob Túnel Daher Elias Cutait, Av. Nove de Julho, Viaduto Dr. Plínio de Queiróz, Av. Nove de Julho, Viaduto Dr. Eusébio Stevaux, Pq. Anhangabaú, Túnel Papa João Paulo II, Av. Prestes Maia, acesso a, Viaduto Eng. Romero Zander, Av. Tiradentes, Ponte Sd. José B. de Andrade, Av. do Estado, Rua Eduardo Chaves, Rua Guaporé, Av. Tiradentes, Rua Porto Seguro, Rua Dom Rodó, Rua Guaporé.
Volta: Rua Guaporé, Av. Tiradentes, Av. do Estado, Ponte Santo Dumont, Av. Santos Dumont, Av. Tiradentes, Av. Prestes Maia, passagem sub. Tom Jobim, Av. Prestes Maia, Túnel Papa João Paulo II, Pq. Anhangabaú, Av. Nove de Julho, Viaduto Dr. Plínio de Queiróz, Av. Nove de Julho, Rua Dr. Renato Paes de Barros, Rua Joaquim Floriano, Rua João Cachoeira, Rua Leopoldo Couto de Magalhães, Rua Prof. Atilio Inocenti, Rua Elvira Ferraz, Rua das Fiandeiras, Rua Olimpíadas, Rua Gomes de Carvalho, Rua Funchal, Av. Dr. Cardoso de Melo, Rua Baluarte, Rua Alvorada, Praça Dr. Roger Patti.
  • A SPTrans vai alterar o itinerário da linha 1722/10 Jardim Marina – Tucuruvi, durante a realização da Festa de Nossa Senhora das Neves, que acontece neste final de semana, 31 de julho e 1° de agosto, das 6h às 22h, no Tucuruvi.
Para informações sobre linhas e trajetos de ônibus consulte itinerários ou ligue 156.

Linha e itinerário:1722/10 Jardim Marina - Tucuruvi
Ida: normal até Avenida Comandante Antônio Paiva Sampaio, Avenida Guapira, prosseguindo normal.Volta: normal até Rua Guajaú, Avenida Maestro Villa-Lobos, Rua Pixibás, Avenida Guapira, Avenida Comandante Antônio Paiva Sampaio, prosseguindo normal.

Fonte: Sptrans



READ MORE - SPTrans cria linha de ônibus na Vila Olímpia e altera itinerário de ônibus no Tucuruvi

Campinas: Operação Volta às Aulas da EMDEC chega à região central, a partir de segunda


A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (EMDEC) intensificará as ações da Operação Volta às Aulas, iniciada nesta semana, com o monitoramento do trânsito nas escolas localizadas na região central da cidade, a partir da próxima segunda-feira, dia 2 de agosto.

Nesta segunda etapa do trabalho, o foco da EMDEC será o monitoramento do sistema viário no entorno de 13 escolas e três campi universitários da cidade, pontos onde qualquer interferência pode comprometer a fluidez do trânsito.

Para isso, a EMDEC disponibilizará 32 agentes da Mobilidade Urbana por turno no monitoramento da IBTA/Metrocamp, campus I da PUC-Campinas e campus Swift da Unip; além dos seguintes colégios: Anglo/COC, Aníbal de Freitas, Ave Maria, Carlos Gomes, Dom Barreto (estadual, na Avenida General Carneiro), Dom Barreto (particular, na Avenida Ângelo Simões), Escola Americana, Imaculada, Integral, Liceu, Novo Anglo, Pio XII, Progresso.

No trabalho, os agentes adotarão as medidas operacionais necessárias para facilitar a travessia com segurança dos alunos próximo aos portões das escolas e garantir agilidade no embarque e desembarque feito pelos pais e operadores do transporte escolar.

Além disso, os agentes vão coibir a parada em fila dupla e o fechamento de cruzamentos. Eles também serão responsáveis por fazer a reserva de vagas, com a proibição de estacionamento, nos pontos mais críticos nas imediações dos colégios para garantir a fluidez do trânsito.

Todas as intervenções no entorno dessas escolas e campi se estenderão, pelo menos, até a próxima sexta-feira, 6 de agosto.

Transporte escolar

Além do monitoramento do trânsito, a EMDEC disponibilizará outros cinco agentes por turno para fiscalizarem o transporte escolar na porta das escolas. Diariamente, os agentes vão fiscalizar três escolas até o dia 1º de setembro.

O objetivo desta ação é coibir que veículos que não passaram pela vistoria obrigatória do segundo semestre realizem o serviço. Além de checarem o estado de conservação dos veículos, os agentes darão atenção à situação da documentação do operador e do veículo e à conduta dos operadores.

Fonte: EMDEC


READ MORE - Campinas: Operação Volta às Aulas da EMDEC chega à região central, a partir de segunda

Teresina: Bilhete eletrônico deve entrar em circulação no próximo mês


Os usuários de ônibus de Teresina passarão por mais uma modificação no sistema de transporte coletivo. A partir de 16 de agosto deve entrar em vigor os cartões magnéticos de vales eletrônicos, que substituirão os bilhetes em papel, tal como aconteceu com os vales estudantis. A medida faz parte da integração das linhas de ônibus que só deve entrar em 2011.

O superintendente da Strans, Ricardo Freitas, afirmou que a medida trará uma série de benefícios. “O patrão compra o vale não precisará mais sair com um pacote do vales, bastará depositar o dinheiro e creditar aos funcionários. Outra vantagem é que elimina a burocracia, já que aquilo na prática é dinheiro. Além disso, torna o trâmite mais rápido, elimina o excedente de vale e a venda paralela”, pontua. Ele descreve ainda que se o empresário não distribuiu todos os vales aos funcionários, os créditos podem ser repartidos no mês seguinte.
Freitas afirma que a implementação do sistema eletrônico ocorrerá de forma transitória até a total eliminação dos vales de papel, o que deve ocorrer em um prazo de dois a três meses, período no qual os dois tipos de bilhete devem circular ao mesmo tempo. “O vale não foi criado para haver um comércio paralelo. A intenção é disseminar ao máximo possível (a bilhetagem eletrônica)”, diz. Segundo ele, o pagamento da passagem com dinheiro não será extinto e os usuários que não recebem vales nos locais onde trabalham poderão comprar cartões avulsos.

Integração

O superintendente afirma que a bilhetagem eletrônica e a padronização dos ônibus urbanos fazem parte da integração das linhas. Entretanto, ele admite que este projeto só deve entrar em vigor em meados de 2011. “Tenho receio em dizer uma data limite, mas o certo é até o final de 2011. Esse projeto é prioridade do prefeito Elmano Férrer. Estamos nos preparando agora para captar recursos nos órgãos de fomento”, afirma. Freitas afirma que a construção dos terminais de integração, por exemplo, dependerá de recursos da prefeitura e do governo federal.

Fonte: CidadeVerde


READ MORE - Teresina: Bilhete eletrônico deve entrar em circulação no próximo mês

SPTrans cria linha de ônibus na Zona Sul


A SPTrans criou a linha 637P/21 Term. Sto. Amaro - Itaim Bibi, que operará nos dias úteis, das 4h30 às 00h20, a partir deste sábado, dia 31 de julho.

Para informações sobre itinerários e trajetos de ônibus consulte itinerários ou ligue 156.

Linha e itinerário:

637P/21 - Term. Santo Amaro - Itaim Bibi

Ida: Term. Sto. Amaro, Av. Pe. José Maria, Lgo. Treze de Maio, Av. Adolfo Pinheiro, Av. Santo Amaro, Vd. Santo Amaro, Av. Santo Amaro, Pça Dom Gastão Liberal Pinto, Av. Santo Amaro, Av. Pres. Juscelino Kubitschek e Rua Prof. Geraldo Ataliba.

Volta: R. Prof. Geraldo Ataliba, Av. Henrique Chama, Av. Horácio Lafer, Av.Brig. Faria Lima, R. Tabapuã, R. Dr. Renato Paes de Barros, Av. Pres.Juscelino Kubitschek, Av. Santo Amaro, Vd. Santo Amaro, Av. Santo Amaro, Rua Dr. Antonio Bento, Pça. Da. Benta Vieira, Av. Mario Lopes Leão, Rua Barão do Rio Branco, Av. Pe. José Maria, Term. Sto. Amaro.

Fonte: Sptrans


READ MORE - SPTrans cria linha de ônibus na Zona Sul

Recife: Parada desativada na Pan Nordestina altera parada de 17 linhas


Atendendo a uma solicitação do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), o Grande Recife Consórcio de Transporte irá desativar permanentemente, neste sábado (31/07/2010), o ponto de embarque/desembarque localizado na Av. Pan Nordestina, em frente à empresa SANVIDRO, no sentido Olinda/Recife.
A interdição acontecerá para dar continuidade às obras de construção do Viaduto do Complexo de Salgadinho. Com essa modificação, as 17 linhas que paravam no local serão relocadas para dois outros pontos, localizados na mesma via. As paradas ativas estão loc alizadas em frente às empresas CINDFEL E SOSERVI, de acordo com as linhas (veja listagem abaixo).
Os usuários serão informados da modificação com cartazes na parada desativada e nos ônibus que operam nas linhas afetadas. Em virtude do andamento das obras, os motoristas estão orientados a não parar neste ponto a partir da data de interdição.
Para maiores informações sobre itinerário ou ponto de paradas das linhas, os usuários podem entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cliente (CAC) pelo telefone 0800 081 0158. A CAC funciona todos os dias, das 7h às 19h.

Detalhamento da operação:
LISTA DE LINHAS QUE IRÃO PARAR EM FRENTE AO Nº 50 (CINDFEL):

050-PE-15/BOA VIAGEM
909-PAULISTA/JOANA BEZERRA
913-PE-15/JOANA BEZERRA
915-PE-15
916-OURO PRETO/JOANA BEZERRA
921-OURO PRETO (JATOBÁ I)
926-OURO PRETO (JATOBÁ II)
927-OURO PRETO (BACURAU)
936-MIRUEIRA (BACURAU)
946-IGARASSU (BR-101)
956-IGARASSU (BACURAU)
967-IGARASSU (SÍTIO HISTÓRICO)
976-PAULISTA (PREFEITURA)
977-PAULISTA (CONDE DA BOA VISTA)
979-PAULISTA (RUA DO SOL)

LISTA DE LINHAS QUE IRÃO PARAR EM FRENTE AO Nº 325 (SOSERVI):
821-JARDIM BRASIL I (ESTRADA DE BELÉM)
822-JARDIM BRASIL I (CRUZ CABUGÁ)

Fonte: CGRT


READ MORE - Recife: Parada desativada na Pan Nordestina altera parada de 17 linhas

São Paulo: EMTU inaugura novo corredor de ônibus Diadema-Morumbi nesta sexta


A EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) fará a cerimônia de inauguração nesta sexta-feira (30) de um novo trecho do corredor de ônibus ABD, que vai ligar a cidade de Diadema, na Grande São Paulo, ao bairro Morumbi, da capital paulista. Segundo o governo do Estado, o custo do novo trecho foi de R$ 22,9 milhões.


Com a ampliação, a extensão total do corredor passa a ser de 45 km. Além do Morumbi, os outros limites do ABD são o terminal São Mateus, na zona leste da capital paulista, e terminal do Jabaquara, zona sul, passando pelas cidades de Santo André, São Bernardo do Campo e Diadema, da Grande São Paulo.

No Morumbi haverá um novo terminal vai estar perto da estação Morumbi da Linha 9-Esmeralda, da CPTM (companhia que administra os trens de superfície de São Paulo). A linha 5-Lilás do Metrô deverá passar perto da estação, mas não há prazo para essa expansão do trem subterrâneo.

A inauguração conclui parcialmente promessa feita há 24 anos pelo governo estadual. No projeto inicial, o corredor seria todo percorrido por trólebus, que não poluem. Porém, a partir de sábado (31), somente veículos a Diesel passarão pelo novo trecho. Para amenizar o impacto dessa alteração no projeto, o governo teria que plantar 12 parques Ibirapueras.

Dois dias depois da publicação dessa matéria, o promotor Saad Mazloum fez uma inspeção no corredor ABD e fez uma recomendação para a Metra (empresa contratada pela EMTU que vai operar os ônibus) usar ônibus híbridos, que usam eletricidade e combustão a diesel.

De acordo com Mazloum, esses veículos poluem 90% a menos que a versão somente de diesel. A Metra disse que em 45 dias poderia fazer a adaptação dos ônibus, segundo o promotor.

Linhas de ônibus do novo traçado
607C/10 - Jd. Míriam – Shopping Morumbi
516N/10 - Jd. Míriam – Itaim Bibi
5131/10 - Cidade Ademar – Pq. D. Pedro II
6358/10 - Jd. Luso – Term. Bandeira
6358/41 - Vila Império – Term. Bandeira
509M/10 - Jd. Míriam – Term. Princesa Isabel
5178/10 - Jd. Míriam – Lgo. São Francisco
577T/10 - Jd. Míriam – Vila Gomes
5129/10 - Jd. Míriam – Term. Guarapiranga
5129/41 - Jd. Míriam – Santo Amaro
6312/10 - Jd. Luso – Term. Amaral Gurgel (noturna)
675P/10 - Shop. SPMarket – Metrô Conceição
6040/10 - Term. Capelinha – Itaim Bibi (circular)
376 - Diadema (Terminal) / Brooklin (São Paulo)
376VP1 -Diadema (Terminal) / Shopping Morumbi (São Paulo)
044 - Jardim Castelo (São Paulo) / Itaim Bibi (São Paulo)

Fonte: R7.com


READ MORE - São Paulo: EMTU inaugura novo corredor de ônibus Diadema-Morumbi nesta sexta

Recife: Copa projeta o futuro nos trilhos


A excelência em mobilidade durante a Copa do Mundo é uma exigência da Fifa para os países que se propõem a organizar a maior competição esportiva do planeta. Estipular um tempo de acesso até a arena e cumpri-lo à risca é algo que não pode sair da pauta do comitê organizador do Mundial, que recebe telefonemas (cobranças pesadas) da diretoria da Fifa de 15 em 15 dias. Em Pernambuco, a Cidade da Copa está no papel para ser o legado do estado pós-2014. Entre os corredores elaborados para facilitar o caminho à arena está o metrô.
Principalmente o metrô, diga-se. Orçada em R$ 5,85 milhões, a estação Cosme e Damião, que ficará a 700 metros do futuro estádio em São Lourenço da Mata, já está em franco processo de construção e deverá receber a grande maioria dos 46 mil torcedores a cada um dos quatro (ou cinco) jogos do Mundial no Grande Recife. A obra está prevista para acabar em dezembro. Assim, a capital pernambucana será a primeira das 12 subsedes do Mundial de 2014 a ligar o aeroporto à estação do estádio.
Hoje,o tempo do Aeroporto Internacional dos Guararapes até o terreno do estádio, considerando a espera na estação e o percurso, é de 1 hora e 15 minutos. Muito alto. A meta é tentar fixar o acesso em, no máximo, uma hora. O percurso passa por 17 das 28 estações da rede Metrorec e conta com a vantagem de ter uma tarifa unificada (R$ 1,40), além de uma rota direta - exceção feita à conexão na estação Joana Bezerra, para a troca da linha sul pela linha centro. Além do metrô, o estádio também está programado para receber o movimento tradicional no Recife para jogos de futebol, via carro - já inflado. O estacionamento tem capacidade para seis mil veículos e o tempo médio entre o Marco Zero e a arena (19 quilômetros) é de 30 minutos. Durante a Copa de 2014 é possível que sejam criados corredores exclusivos para facilitar o acesso até a Cidade da Copa. Depois disso, é melhor pensar em andar de metrô mesmo.

Fonte: Diário de Pernambuco


READ MORE - Recife: Copa projeta o futuro nos trilhos

Fortaleza: Motoristas ameaçam nova greve de ônibus na Capital


Com a suspensão do processo de negociação salarial com os empresários, motoristas de ônibus se reuniram em duas assembleias, nesta quinta-feira, na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sintro), e em ambas aprovaram que vão para um segundo momento de greve se nas próximas rodadas de conversa com os patrões não alcançarem os 15% de reajuste reivindicado para os salários.

Os profissionais também decidiram que farão uma passeata pelas ruas de Fortaleza esclarecendo a população o problema pelo qual passa a categoria. Nas reuniões, a diretoria do sindicato esclareceu que a classe deve se manter atenta. Explicou que embora a entidade patronal tenha enviado ofício as empresas informando que deverão acrescentar na folha deste mês 5,5% de aumento aos salários, retroativos aos últimos três meses, não devem assinar nenhum documento dando conta que concordam com o percentual.

Redação O POVO Online


READ MORE - Fortaleza: Motoristas ameaçam nova greve de ônibus na Capital

Maceió: Rodoviários podem deflagrar greve geral na próxima semana


Os trabalhadores rodoviários de Alagoas podem deflagrar greve a partir da próxima semana em Maceió. Os funcionários vão fazer uma assembleia geral com indicativo de greve, no próximo sábado (31), às 17h, na sede do sindicado, no bairro da Levada, para decidir os rumos da paralisação. Eles reivindicam reajuste salarial de 16%, direito a plano de saúde, o recebimento do quinquênio para os servidores que entraram a partir de 1998 e ticket alimentação no valor de R$ 260.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários em Alagoas, Écio Luiz Angelo, a greve vai depender de uma reunião marcada para segunda-feira (02), na Procuradoria Regional do Trabalho (PRT), às 9h, com o procurador Rodrigo Gazzanéo e empresários do setor.

O sindicalista informou que esta será a terceira rodada de negociações e, caso não entrem em acordo, a categoria vai declarar greve geral. De acordo com Écio, os empresários alegam que não podem atender as solicitações dos funcionários porque não existe evasão de receita e a SMTT, segundo ele, não disciplina o transporte público como deveria.

A última audiência com todos os envolvidos na questão foi realizada nessa quarta-feira (28), na PRT, mas não houve nenhum avanço.

Fonte: Gazetaweb



READ MORE - Maceió: Rodoviários podem deflagrar greve geral na próxima semana

BH: Bilhetes do metrô só serão aceitos nos ônibus até sábado


No próximo sábado será o último dia em que os bilhetes do metrô serão aceitos nos ônibus metropolitanos. Para continuar usufruindo dos mesmos benefícios da integração, os cerca de 20 mil usúarios que utilizam diariamente o ônibus e o metrô com o Vale-transporte Integrado e o Bilhete Integrado devem trocá-los por créditos nos cartões Ótimo, de 1º a 31 de agosto.

O Vale-transporte integrado pode ser substituído por créditos eletrônicos (Cartão Ótimo) no posto de venda do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Metropolitano (Sintram), de segunda a sexta-feira, de 8 às 17h, na Rua Aquiles Lobo, 504, no Bairro Floresta, na Região Leste de BH. Já a troca do bilhete integral pode ser realizada em qualquer uma das 19 estações do metrô.Para efetuar a troca, o usuário deve apresentar a nota fiscal da compra dos vales-transporte em papel e a carteira de identidade. Os bilhetes já utilizados parcialmente no metrô ou nos ônibus não poderão ser trocados.

Fonte: Uai Minas


READ MORE - BH: Bilhetes do metrô só serão aceitos nos ônibus até sábado

Metrô Rio instala 22 máquinas de autoatendimento em nove estações


Metrô Rio instalou nesta quinta-feira, mais 22 máquinas de autoatendimento para venda e recarga do cartão pré-pago em nove estações: Pavuna (2), Vicente de Carvalho (1), Nova América/Del Castilho (2), Saens Peña (4), Central (2), Uruguaiana (4), Catete (1), Cardeal Arcoverde (2) e Siqueira Campos (4).

Os equipamentos permitem que o passageiro compre ou adicione créditos no cartão sem precisar enfrentar filas na bilheteria. A compra pode ser feita somente em dinheiro, com carga mínima de R$ 10,00, e a recarga com notas iguais ou superiores a R$ 5,00. A iniciativa faz parte dos serviços que estão sendo implantados pela concessionária a partir da modernização do sistema de bilhetagem concluído em 2009.

A empresa já conta com outras 17 máquinas de autoatendimento nas estações Ipanema/General Osório (6), Cantagalo (2), Largo do Machado (2), Cinelândia (3) e Carioca (4). O objetivo é instalar mais 12 terminais distribuídos nas estações Flamengo, Botafogo e Afonso Pena até o fim do ano. A empresa esclarece que não haverá redução no número de bilheterias hoje existentes.

Fonte: O DIA ONLINE


READ MORE - Metrô Rio instala 22 máquinas de autoatendimento em nove estações

Manaus: Prefeitura aprova projeto que fixa horário de ônibus


A Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou, ontem, o Projeto de Lei (PL) nº 006/2009, de autoria do vereador Hissa Abrahão (PPS), que obriga a instalação de placas indicativas do itinerário e horário das linhas do transporte coletivo nos abrigos onde os veículos são aguardados pelos usuários. A proposta altera a Lei nº 038 de 2 de maio de 2000. Na antiga lei, a divulgação dessas informações eram restritas, somente, aos terminais de ônibus. Agora, o projeto vai para a sanção do prefeito de Manaus, Amazonino Mendes.

De acordo com o vereador Hissa, que também é ouvidor-geral da CMM, a nova legislação vai beneficiar cerca de 900 mil pessoas em Manaus, que equivale ao número de usuários do transporte coletivo na cidade. O parlamentar, também, explicou a importância da alteração na lei. “Espero que essa legislação possa pelo menos amenizar o sofrimento que muitos usuários de transporte passam nos pontos de ônibus. Agora, as empresas de ônibus são obrigadas a informar os horários das linhas de ônibus nos locais onde os usuários aguardam o serviço. E quero deixar claro que eu, mesmo, vou fiscalizar o cumprimento dessa lei”, declarou o parlamentar.

Pela nova legislação, os empresários do sistema de transporte coletivo, também, deverão divulgar nos pontos de ônibus dados como o número da linha de ônibus que passa pelo local; os principais logradouros que integram o itinerário da linha; o logradouro e o bairro de destino; o tempo médio da rota nas respectivas paradas de ônibus, com ressalvas para horários de tráfego intenso, bem como de congestionamento de veículos, e em casos eventuais como chuvas, temporais ou calamidades.

Ainda na proposta de Hissa Abrahão, a empresa de ônibus deverá informar o número do telefone para que a população denuncie ao órgão fiscalizador do município de Manaus, os problemas de atraso de linha ou ônibus superlotados. O parlamentar, também, lembra no projeto que a execução da lei deverá contar com a participação Instituto Municipal de Transportes Urbanos no que diz respeito a fiscalização dos seus dispositivos.

Fonte: Camara Municipal de Manaus


READ MORE - Manaus: Prefeitura aprova projeto que fixa horário de ônibus

Transporte, um desafio no Distrito Federal


O caos no transporte público do Distrito Federal está entre os principais temas de debate dos candidatos que disputam as eleições deste ano. As propostas preveem ampliação da linha de metrô, implantação de ciclovias, melhorias no sistema rodoviário e até mesmo a expansão das áreas de estacionamento — inclusive na parte subterrânea da Esplanada dos Ministérios. Lado a lado com saúde, educação e segurança, a questão do transporte tem interferência direta na vida da população. Muitas pessoas moram nas regiões administrativas que cercam a capital federal e dependem de ônibus, trem ou carro para chegar ao trabalho. As reclamações diárias dos passageiros tratam da má condição dos veículos, do valor elevado das passagens e dos congestionamentos. Em ano eleitoral, os usuários do transporte coletivo enfrentaram paralisações dos rodoviários e panes no sistema metroviário.

Além de incrementar o transporte coletivo, o futuro governante deverá pensar em soluções voltadas à grande quantidade de carros que circulam nas ruas da cidade — são mais de 2 milhões. Segundo levantamento do Departamento de Trânsito (Detran), a cada ano, cerca de 100 mil veículos a mais tomam conta das ruas do DF. Esta realidade se reflete nos constantes engarrafamentos e na quantidade insuficiente de estacionamento para tantos veículos. Para amenizar os atuais problemas, o candidato a governador Agnelo Queiroz (PT) promete dar prioridade ao transporte coletivo, caso assuma o Palácio do Buriti em 1º de janeiro de 2011. No seu plano de governo, o petista garante a regularização da prestação de serviços de transporte é uma forma de tentar coibir a clandestinidade no setor. E ainda “romper o atual monopólio empresarial” com a renovação de concessões públicas e licitações.

Entre as propostas de Agnelo está a implantação do Plano Diretor de Transporte Público Coletivo. Segundo o ex-secretário nacional de Transportes Urbanos do Ministério dos Transportes e um dos responsáveis pelo setor na campanha petista, José Luiz Valente, a ideia é montar um fórum para pensar nas questões relacionadas à área a longo prazo. “A ideia é fazer um fórum para discutir ideias e elaborar um plano diretor. Algumas questões são óbvias: a necessidade de ampliar a abrangência do metrô e o funcionamento integrado das linhas de ônibus”, explicou. Ele aposta ainda na possível implantação do Veículo Leve sobre Pneus, seguindo os moldes do transporte público de Curitiba. “Mais na frente podemos chegar ao ponto de ter um bilhete único que dure até duas horas e meia nas mãos do passageiro. Além de ciclovias decentes para o DF”, disse.

Fonte: Correio Braziliense



READ MORE - Transporte, um desafio no Distrito Federal

Centro de Fortaleza ganha linha de ônibus


A partir do próximo dia 2, os usuários do Centro terão mais uma opção de linha de ônibus para chegar e sair do bairro. Isso porque, na segunda-feira, começará a operar a 061, chamada de Linha Central. Implantada pela Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), a linha poderá ser utilizada, nos dias úteis, até as 20h e, aos sábados, até as 16h.

Só terão acesso aos veículos da 061, os usuários que disponham de vale transporte eletrônico, pagamento avulso ou carteira estudantil com crédito. Conforme detalhou o presidente da Etufor, Ademar Gondim, a Linha Central funcionará de duas formas. Aqueles que chegarem ao Centro terão até 30 minutos para entrar em outro veículo, sem pagar nada. Por outro lado, os que forem sair do bairro poderão pegar outra linha do Centro e pagar a quantia de R$ 0,40 (inteira) e R$ 0,20 (para meia passagem).

Além disso, os usuários que pagarem essa quantia poderão, em até 30 minutos, pegar outro ônibus urbano e terão de apenas completar a passagem com R$ 1,40 (inteira) e R$ 0,70 (meia passagem).

De acordo com o presidente da Etufor, a Linha Central terá, basicamente, o objetivo de possibilitar o acesso ao bairro, já que a Avenida do Imperador foi bloqueada devido às obras do Metrô de Fortaleza (Metrofor), além de funcionar como projeto-piloto para que passageiros treinem o uso da complementação tarifária, que será utilizada nos metrôs. "Será o primeiro momento do projeto-piloto que, daqui a 90 dias, terá seu desempenho avaliado", disse.

Fonte: Diário do Nordeste


READ MORE - Centro de Fortaleza ganha linha de ônibus

Ônibus da Falcão voltam a circular em Itatiaia


Por causa de uma decisão judicial, moradores da Vila Flórida, em Itatiaia, levaram um susto na noite da última terça-feira, dia 20, quando foram comunicados, às 20h, que os ônibus da Viação Falcão estavam proibidos de circular no município. Homens, mulheres, crianças e idosos tiveram de ir de Itatiaia à Vila Flórida à pé, e ainda atravessar a Rodovia Presidente Dutra no escuro porque na entrada do bairro não há nenhuma passarela para pedestres. O ônibus voltou a circular normalmente no dia seguinte após nova decisão judicial dada pela juíza da 2ª Vara Cível.

A decisão de proibir a circulação dos ônibus da Falcão foi tomada pelo juiz substituto Hindenburg Brasil Pinto da Silva durante a licença da juíza titular 2ª Vara Cível da Comarca de Resende, Isabel Teresa Pinto Coelho, no último dia 16 de julho, mas os moradores só foram avisados na noite de terça-feira, quando os ônibus pararam de circular. No dia seguinte (21) a advogada, que está assessorando a Associação de Moradores da Vila Flórida (Amaflor), Rebecca Lavrador, entrou com uma ação pedindo a revogação da decisão. A juíza deu decisão favorável e os ônibus voltaram a circular.

Para sensibilizar o prefeito Luis Carlos Ypê (PP) e os vereadores de Itatiaia a Amaflor colheu assinaturas numa manifestação de repúdio à decisão judicial no processo, e entregou o abaixo assinado, na última semana, ao ex-vereador João Batista Paiva Pereira para que ele o encaminhasse ao prefeito. Pereira afirma que entregou o abaixo-assinado no gabinete do prefeito, mas não sabe o que aconteceu com o documento, por isso os moradores tiveram que recolher novas assinaturas esta semana. Desta vez constam nas listas os nomes dos moradores, identidade e título eleitoral, o que comprova que o cidadão reside no bairro Vila Flórida e circunvizinhos.

- Acho que a prefeitura deveria entrar com uma ação pedindo a nulidade desta decisão contra a Viação Falcão porque todos precisam de transporte - afirmou Pereira, assinando a manifestação de repúdio logo em seguida.O vice-presidente da Amaflor, Fábio Alves Ferreira, ressaltou que a Falcão atende melhor os moradores e não deveria ser impedida de circular.

- A São Miguel deveria atender melhor a nossa comunidade. Eles pegam o passageiro em Resende, e só depois que a pessoa passa pela roleta é que eles avisam que só vão parar ou em Engenheiro Passos ou no São Caetano. Isso já aconteceu algumas vezes, sendo que a Falcão atende bem melhor. Os motoristas e trocadores são educados, esperam as mulheres grávidas e os idosos entrarem com calma.

Os motoristas da São Miguel estão sempre com pressa e os ônibus superlotados. No final do ano passado nós fechamos a Dutra para reclamar esse descaso que estamos sofrendo e não veio ninguém da prefeitura, e nem da Câmara de Vereadores para apoiar a comunidade - desabafou o vice-presidente da Amaflor.

Fonte: Diário do Vale


READ MORE - Ônibus da Falcão voltam a circular em Itatiaia

Porto Alegre: EPTC gasta R$ 90 mil por mês no conserto de paradas de ônibus


O presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Capelari, afirmou, em entrevista ao programa Balanço da Tarde, da Rádio Guaíba, que o gasto com o conserto de paradas de ônibus em Porto Alegre chega a R$ 90 mil mensais. Nesta segunda-feira, foi assinado pedido de orçamento para a reforma das 15 paradas de ônibus da avenida Bento Gonçalves, entre a Cristiano Fischer e a João de Oliveira Remião. A licitação para os trabalhos de recuperação e manutenção desses abrigos deverá ser aberta em 60 dias.

"Já fizemos todo o levantamento necessário desses 15 abrigos. O custo que a prefeitura terá será de R$ 300 mil", disse o presidente. Ele revelou ainda que a EPTC fará uma parceria com o DMLU para a instalação de lixeiras nos pontos de ônibus e lembrou que foram consertadas paradas na avenida Ary Tarragô nos últimos dias.

População pode ajudar Capelari destacou a importância do apoio da população no combate ao vandalismo, denunciando casos de depredação por meio dos telefones 190 (Brigada Militar) e 118 (EPTC). "É importante que a população tenha consciência que pode nos ajudar."

Fonte: Correio do Povo


READ MORE - Porto Alegre: EPTC gasta R$ 90 mil por mês no conserto de paradas de ônibus

São Paulo: Prefeito anuncia pacote de medidas que visam a melhorar o trânsito na cidade, como a restrição de grandes caminhões


Os motoristas que enfrentam horas no trânsito da capital deverão ter um alívio a partir de agosto. Quatro meses depois da abertura do trecho Sul do Rodoanel e da nova pista da Marginal Tietê, a Prefeitura decidiu proibir o tráfego de caminhões de grande porte, entre 5h e 21h, nas avenidas dos Bandeirantes e Roberto Marinho e em parte da Marginal Pinheiros, três das principais vias da cidade.

Com a medida, a expectativa é reduzir em 20% a lentidão nessas importantes artérias da capital nos horários de pico. O tráfego de motos também estará proibido na pista expressa da Marginal Tietê, também durante a semana. As medidas foram anunciadas ontem pelo prefeito Gilberto Kassab e entrarão em vigor a partir de 2 de agosto.

Ao justificar a decisão, o prefeito falou sobre a importância do transporte de carga para abastecer a cidade, mas ressaltou que, com a conclusão do trecho Sul do Rodoanel e a ampliação na Marginal Tietê, era necessário fazer um "aperfeiçoamento" na restrição dos caminhões.

Segundo o secretário municipal de Transportes, Marcelo Branco, a fiscalização com multas só será feita depois que a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) terminar a sinalização nas novas vias com restrição de caminhões. "A restrição é uma forma de coibir a utilização dessas vias por veículos que têm a possibilidade de utilizar o Rodoanel", disse.

O Rodoanel foi construído para retirar os caminhões das ruas e avenidas da cidade. Porém, estima-se que 30% desses veículos voltaram para a Av. dos Bandeirantes, principal via de ligação das rodovias Anchieta e Imigrantes à Marginal Pinheiros. O que se espera agora é que eles voltem a utilizar o Rodoanel durante o dia e, como alternativa, usem Avenida dos Bandeirantes durante a noite.

Já na Marginal Tietê, foi investido R$ 1,3 bilhão para ampliação. A medida aliviou o trânsito nas primeiras semanas, mas a Marginal Pinheiros seguia sobrecarregada. Com as restrições dos caminhões, a previsão é o trânsito melhore.

A medida anunciada ontem amplia a restrição de caminhões na capital iniciada em 2008. Na ocasião, foi proibida a circulação de caminhões de grande porte entre 5h e 21h. A Av. dos Bandeirantes e as marginais foram as exceções. Agora, só a Tietê está totalmente liberada ao tráfego de carga.

Empresas de carga criticam a restrição aos caminhõesO presidente em exercício do Sindicato das Empresas de Transporte de Carga de São Paulo (Setcesp), Manoel Sousa Lima Jr, criticou a iniciativa da administração municipal de ampliar a restrição dos caminhões na capital."Foi péssimo, porque há de se oferecer alternativas além do Rodoanel. Nem todo caminhão que passa pela Avenida dos Bandeirantes está atravessando São Paulo. Existem aqueles que abastecem a cidade", disse.

Segundo Lima Jr, o Rodoanel não é uma alternativa segura, pois não tem policiamento, e é mais caro por causa do pedágio. "Apesar de ser uma obra linda, nem tudo é perfeito lá", afirmou.



READ MORE - São Paulo: Prefeito anuncia pacote de medidas que visam a melhorar o trânsito na cidade, como a restrição de grandes caminhões

Cidade de Caruaru recebe ônibus adaptado


Chega às ruas de Caruaru, hoje, os primeiros ônibus adaptados para o transporte de cadeirantes da cidade. Ao todos, serão nove veículos novos com plataformas elevatórias e rampa. Os coletivos integram o sistema de transporte público de passageiros. As linhas que terão os novos veículos são: North Shopping/Centro, Vila Serena/North Shopping/Centro, Hospital Regional, Cohab 1 e 2, Vila Padre Inácio, Vila Kennedy, Salgado, Cidade Jardim e Luis Gonzaga.
“Os ônibus vieram como uma melhoria no serviço, porque aqueles que não podiam usar o coletivo se consideravam excluídos”, comentou a presidente Associação das Empresas de Transporte de Passageiros de Caruaru (AETPC), Chrystianne Tabosa. Segundo ela, que também é empresária do setor, os veículos foram adquiridos pelas viações Tabosa, Bahia e Coletivo. “Vamos avaliar a demanda de cadeirantes e, se houver necessidade, iremos remanejar os ônibus”, completou o vice-presidente da associação, Adolfo José.
Segundo a presidente da Associação de Portadores de Deficiência de Caruaru (Apodec), Rosimery Silva, a entidade tem cerca de 180 cadeirantes cadastrados, mas o número de pessoas com este tipo de deficiência na cidade é bem maior. “Acredito que sejam mais de 500. Antes, circular de ônibus em Caruaru era impossível para quem usa cadeira de rodas”, desabafou. Quem está curiosa para utilizar o novo coletivo é a estudante Roberta Morgana, 17. “Será que vai ser bom mesmo?”, questionou. A preocupação da estudante é a mesma de Rosimery Silva: a infraestrutura da cidade. “O problema é que muitas vezes as calçadas são altas demais e não tem rampa”, reclamou Rosimery.
A assessoria de comunicação da Prefeitura de Caruaru informou que está realizando um levantamento nas rampas e calçadas do centro da cidade. O estudo começou há um mês e deve terminar dentro de 20 dias. “Será um diagnóstico para começar uma reforma”, destacou o diretor de Planejamento da Secretaria de Infraestrutura, Bernardo Lopes. Até agora, foi detectado que as rampas estão fora dos novos padrões de acessibilidade e deverão ser corrigidas.

Fonte: Folha de Pernambuco


READ MORE - Cidade de Caruaru recebe ônibus adaptado

Rio Grande: DATC receberá dez ônibus de transporte intermunicipal hoje


O prefeito Fábio Branco irá entregar, oficialmente, ao Departamento Autárquico de Transportes Coletivos (DATC) dez ônibus para a linha Rio Grande/Porto Alegre. A solenidade está marcada para hoje, às 10h, em frente ao prédio da Prefeitura, e deverá contar com a presença de diversas autoridades e convidados.

A medida faz parte da proposta de renovação da frota de veículos de transporte coletivo intermunicipal do departamento. Conforme o superintendente do DATC, Tailor Bastos Moralles, a previsão é de que os coletivos possam estar rodando já nos próximos dias.

O superintendente observou que os carros, apesar de seminovos, estão em excelentes condições de uso. Eles foram adquiridos em Pelotas, no mês passado, e, nas últimas semanas, foram submetidos a processo de adesivagem com as cores e logomarca do DATC e vistoria por parte do Daer.


Fonte: Jornal Agora



READ MORE - Rio Grande: DATC receberá dez ônibus de transporte intermunicipal hoje

Curitiba: Integração por cartão transporte também nos ônibus da Linha Verde


A partir de 3 de agosto, passageiros da Linha Verde poderão trocar de ônibus e de rota na Estação São Pedro sem pagar nova tarifa. A Urbanização de Curitiba S/A está ampliando o projeto experimental de integração temporal - feita por cartão de transporte, com tempo determinado.
A medida da Urbs beneficia principalmente moradores da Vila São Pedro, que se descolam ao Pinheirinho, e também quem está entre a Linha Verde e a canaleta da República Argentina e queira ir para a região central da cidade de forma mais rápida.
A integração temporária na Estação São Pedro atende reivindicação da comunidade que participou das audiências públicas da Prefeitura.
Os passageiros que estão, por exemplo, em qualquer um dos alimentadores: Vila São Pedro, Gramados e Urano, e queiram ir para o Terminal do Pinheirinho, podem descer na Estação São Pedro, atravessar a pista pela faixa de pedestre e entrar no tubo sentido bairro sem pagar nova passagem. Basta passar o cartão de transporte pelo validador de integração que está instalado nos dois tubos da estação.
A integração temporal nesse ponto agilizará as viagens de bairro para bairro. Antes, os passageiros dos alimentadores tinham de desembarcar no Terminal do Capão Raso, aumentando a distância para a integração com outro ônibus.
A integração temporária também traz vantagens para quem circula entre a Linha Verde e a República Argentina. "É mais uma opção de descolamento para o Centro, e para a quem quer ir para a região da avenida Marechal Floriano sem pagar outra tarifa", explica o gestor de Operação de Transporte, Luiz Filla.
Agora, quem sair do Terminal Capão Raso com cartão de transporte pode entrar na Estação São Pedro sentido centro, com a opção de parar Marechal Floriano. Antes, o passageiro desembarcava na praça Rui Barbosa e pagava outra passagem para trocar linha, ou seguia do Capão Raso, passando pelo Terminal do Hauer antes de chegar na Marechal Floriano.
Essa nova forma de integração começou em março, com a linha Vila Velha/Buriti (unificação das antigas linhas Uniandrade e Buriti), beneficiando passageiros das linhas Vila Velha; Carmela Dutra; Cotolengo; Santa Quitéria; e Água Verde-Buriti, que usam a nova linha Vila Velha Buriti, fazendo a integração temporal na estação Santa Quitéria.
Novo projeto - A implantação do projeto piloto tem como objetivo dar acesso à Rede Integrada de Transporte (RIT) a regiões em que, em função da necessidade de infraestrutura não foi possível viabilizar a integração através de terminais fechados. Os terminais de transporte são uma das principais características do sistema de Curitiba que permite ampla acessibilidade com várias trocas de ônibus pagando apenas uma tarifa.
O novo projeto pretende ampliar a integração que no restante da rede continuará a ser feita em terminais de transporte, mantendo a característica da RIT de indução dos locais de troca de ônibus, facilitando os processos de planejamento e crescimento da cidade, sem a vulnerabilidade do sistema de integração temporal ampla, como ocorre em outras cidades brasileiras.
A Rede Integrada de Transporte atende quase 93% dos passageiros do transporte coletivo da cidade. Além de Curitiba, a RIT atende outros 13 municípios vizinhos, atendendo a 73% da demanda por transporte coletivo na Região Metropolitana. A Rede é formada por 1.910 ônibus, 30 terminais de transporte e 364 estações tubo, transportando por dia útil, em torno de 2,4 milhões de passageiros.

Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba



READ MORE - Curitiba: Integração por cartão transporte também nos ônibus da Linha Verde

Sorocaba: Transporte coletivo terá alterações a partir de 2ª feira


A partir da próxima segunda-feira (02), a Urbes – Trânsito e Transportes informa que vai fazer mudanças com o objetivo de otimizar a frota e, conseqüentemente, beneficiar os usuários do transporte coletivo, em especial, os estudantes que voltam às aulas na semana que vem. As alterações seguem abaixo:
Linha 07 – Industrial / Vila Rica
Retorno das viagens de segunda a sexta-feira de 12h05 partindo do Terminal São Paulo com atendimento a Escola José Gagliardi, Condomínio Saint Claire e Estrada da Serrinha, e 12h20 partindo da Estrada da Serrinha com atendimento ao Condomínio Saint Claire e Escola Flávio Gagliardi.
Linha 12 – Guadalajara
Retorno do atendimento à Faculdade Anhanguera nas viagens de 22h e 22h38 partindo do ponto final de segunda a sexta-feira.
Linha 14 – Santa Rosália
Retorno da viagem de 12h30 partindo da Avenida Pereira da Silva com destino ao Terminal Santo Antonio de segunda a sexta-feira.
Linha 15 – Jd. São Paulo / Jd. Capitão
Criação de mais um horário de atendimento ao Hospital Unimed às 22h25 partindo do ponto final de segunda a sexta-feira.
Linha 16 – Angélica / Botucatu
Alteração de itinerário:
Partindo do Terminal Santo Antônio: segue normal até a Av. Santos Dumont, após segue pela Rua Capitão David Joaquim Augusto, Av. Ipanema, voltando ao seu itinerário normal;
Partindo do Ponto Final: segue normal até a Av. Ipanema, após segue pela Rua Nicanor Marques, Av. Santos Dumont, voltando ao seu itinerário normal.
Linha 19 – Progresso
Retorno das viagens de 6h40 e 12h24 partindo do Terminal Santo Antonio de segunda a sexta-feira.
Linha 20 – Carol
Retorno da viagem de 22h40 partindo da Escola Jordina do Amaral com destino ao Parque São Bento 2 de segunda a sexta-feira.
Linha 27 – Jd. dos Estados / Jd. São Carlos
Passa a realizar ponto final na Rua Cipriano Tozzi nos seguintes horários de segunda a sexta-feira:
Partindo do Terminal São Paulo: 5h36, 6h32, 7h28, 17h01, 17h57 e 18h53;
Partindo do Ponto Final: 6h11, 7h07, 8h08, 17h36, 18h32 e 19h38.
Linha 29 – Hollingsworth
Retorno dos atendimentos à Escola Flávio Gagliardi nas viagens de 12h e 13h20 partindo do Terminal São Paulo de segunda a sexta-feira.
Linha 30 – Brigadeiro Tobias
Retorno do atendimento à Cidade Universitária nas viagens de 7h11 e 7h47 partindo do Terminal São Paulo de segunda a sexta-feira.
Linha 31 – Cajuru
Criação de mais horários de atendimento ao Residencial Nilton Torres, como segue:
Segunda a sexta-feira:
Partindo do Terminal São Paulo: 5h, 6h22, 7h32, 8h56, 15h36, 20h48, 23h22.
Partindo do Ponto Final: 6h57, 8h18, 9h54, 10h50, 11h54, 13h30, 15h44, 18h44, 19h02, 20h08;
Sábados:
Partindo do Terminal São Paulo: 7h15, 9h25, 10h13, 12h53, 15h03, 17h13, 19h49, 22h51.
Partindo do Ponto Final: 4h05, 9h17, 10h35, 14h29, 15h47, 17h57;
Partindo do Terminal São Paulo: 6h48, 9h38 e 11h54.
Partindo do Ponto Final: 4h15, 9h21.
Linha 34 – Aparecidinha / Terra
Retorno da viagem de 22h10 partindo do SENAI com destino ao Terminal Santo Antonio de segunda a sexta-feira.
Linha 37 – Gutierres
Criação de mais um horário de atendimento ao Bairro Caputera na viagem de 16h partindo do ponto final de segunda a sexta-feira.
Linha 40 – Vila Jardini / Jd. América
Retorno da viagem de 16h15 partindo do ponto final com destino ao Terminal Santo Antonio e retorno dos atendimentos ao Colégio Ser de segunda a sexta-feira, como segue;
Partindo do Terminal Santo Antonio - 11h41, 12h35, 18h29 e 22h08,
Partindo do ponto final no Colégio Ser - 12h18, 13h12, 19h06 e 22h48;
Linha 42 – Laranjeiras
Alteração de horários de segunda a sexta-feira entre as 16h e 19h30.
Linha 45 – Retiro São João
Retorno do atendimento à escola Bierrembach no horário de 18h15 partindo do Terminal Santo Antonio de segunda a sexta-feira.
Linha 52 – Cidade Universitária
Ajuste na oferta de horários de segunda a sábado para atender a demanda de volta as aulas.
Linha 53 – Éden
Alteração no itinerário da linha Partindo do Terminal São Paulo, onde segue normal até a Rua Renato Gatti, após segue pela Rua Eugênio Leite da Cruz, Rua Salvador Leite Marques, Rua Bonifácio de Oliveira Cassú, voltando ao seu itinerário normal até o ponto final.
Alteração em dois horários de segunda a sexta-feira, como segue:
Partindo do Ponto Final de 7h para 6h55.
Partindo do Terminal São Paulo de 7h45 para 07h40min.
Retorno do horário de partida do Terminal São Paulo às 18h40 (até a Área de Transferência do Éden).
Retorno da viagem de 22h25 partindo da Avenida Independência defronte a UNIP com destino ao Terminal São Paulo.
Retorno da viagem de 23h05 partindo da Avenida Independência defronte a UNIP com destino ao Terminal Santo Antonio.
Linha 55 - Rodrigo
Retorno do horário de 23h03 partindo do Terminal Santo Antonio de segunda a sexta-feira.
Linha 56 - Iguatemi
Retorno do horário de 12h10 com atendimento à escola Bierrembach de segunda a sexta-feira.
Linha 59 – Maria Eugênia
Passa a realizar ponto final no Jardim Flamboyant em todas as viagens. Os atendimentos ao Jardim Pacaembu continuam sendo realizados nos mesmos horários.
Linha 61 – Iporanga
Retorno dos horários de 22h35 e 22h40 partindo da Avenida Independência defronte a Unip com destino ao Terminal Santo Antonio de segunda a sexta-feira.
Linha 64/3 – Paço Municipal / General Osório
Retorno do horário de 17h10 partindo da Fatec com destino ao Terminal Santo Antonio de segunda a sexta-feira.
Linha 67 – Ipanema das Pedras
Retorno do horário de 12h05 partindo do Terminal Santo Antonio de segunda a sexta-feira.
Linha 69 - Caguaçu
Retorno do horário de 5h50 partindo do ponto final com destino até a Escola Jordina do Amaral Arruda de segunda a sexta-feira.
Criação dos horários de 19h partindo do Terminal Santo Antônio e 20h partindo do Ponto Final de segunda a sexta-feira.
Linha 73 – Júlio de Mesquita
Alteração de alguns horários de segunda a sexta-feira entre 13h e 20h.
Linha 74 – Caputera
Retorno do horário de 18h40 partindo da Escola de Brigadeiro Tobias com atendimento aos bairros Genebra, Inhaiba e Caputera de segunda a sexta-feira.
Retorno do atendimento a Escola de Brigadeiro Tobias na viagem de 12h05 partindo do ponto final de segunda a sexta-feira.
Linha 77 – Santa Bárbara
Alteração de itinerário:
Partindo do Terminal Santo Antônio: segue normal até a Rua Jackson Gonçalves de Carvalho Gil, após segue pela Rua Hermes Waldemarim, Rua Alexandre Dias Batista, Avenida Américo Figueiredo, realizando o ponto final em frente o número 5.808 (Jardim Tropical);
Partindo do Ponto Final: Inicia na Avenida Américo Figueiredo, nº. 5.808 (Ponto Final), após segue pela Rua Alexandre Dias Batista, Rua Hermes Waldemarim, Rua Jackson Gonçalves de Carvalho Gil, voltando ao seu itinerário normal.
Linha 80 - Ufscar
Ajuste da oferta de horários de segunda a sexta-feira, para atender a demanda de volta as aulas.
Linha 302 – Interbairros II
Ajuste de oferta com alteração de todos os horários de segunda a sexta-feira.
Linha 303 – Interbairros III - Itavuvu / Éden
Retorno do horário de 22h40 partindo da UNIP de segunda a sexta-feira e criação da viagem de 5h aos sábados partindo do ponto final.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul


READ MORE - Sorocaba: Transporte coletivo terá alterações a partir de 2ª feira

Curitiba terá 1.ª ciclofaixa em 2011


Pela primeira vez Curitiba vai re­­ceber uma ciclofaixa, espaço ex­­clusivo para bicicletas, separado por tachões e que fica ao lado da via usada por carros. O projeto será implantado na Avenida Marechal Floriano Peixoto – entre o Ter­­mi­­nal do Carmo e a Linha Verde (antiga BR-116) – e deve ter cerca de seis quilômetros de extensão. A ci­­clofaixa ficará entre os carros e a ca­­naleta do ônibus expresso, com 1,5 metro de largura, e vai ser instalada nos dois sentidos. “A intenção é de que num lado andem os ciclistas na direção Centro e, no outro, os que vão ao bairro”, afirma a gestora de mobilidade urbana Olga Mara Prestes, da Urba­­nização de Curitiba (Urbs).
Ontem, no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curi­­tiba (Ippuc), foi assinado o convênio para dar início às licitações. O projeto das ciclofaixas faz parte do Plano Diretor Cicloviário de Curi­­ti­­ba, juntamente com o Sistema In­­tegrado de Mobilidade e é financiado com recursos do Banco Mundial e do Global Environment Facility (GEF) e coordenado pela Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP). O valor de todo o projeto é de US$ 2,1 milhões para a capital paranaense. Além da ciclofaixa, Curitiba vai usar o dinheiro para estudos e revitalização das ciclovias já existentes e ainda vai aplicar em um estudo de vulnerabilidade climática.

Antes das obras para a ciclofaixa, porém, o Ippuc anunciou que começará a revitalização da Mare­­chal nesse trecho, com a melhoria da pista de carros e das calçadas. No mês que vem deve ser aberta a licitação para essas obras, que serão bancadas com recursos municipais. O prazo previsto para o término da revitalização é o primeiro semestre do ano que vem, só depois disso as ciclofaixas serão instaladas. “É um projeto piloto e se der certo poderá ser ampliado para outros pontos ao lado de outras canaletas”, afirma Olga.
O projeto de instalação da ciclofaixa prevê ainda uma segunda etapa: quando a primeira for en­­tregue, o Ippuc pretende ampliar o espaço exclusivo aos ciclistas do Terminal do Carmo até o Parque Iguaçu (no limite com a cidade de São José dos Pinhais), totalizando oito quilômetros de extensão – ainda sem previsão de data para co­­meçar. Neste trecho, por en­­quanto, os ciclistas terão de usar as calçadas ou a canaleta dos ônibus – como muitos já usam por falta de opção. “A intenção é terminar de interligar alguns pontos que não se comunicam, dos 100 quilômetros de vias cicláveis já existentes, revitalizar esta malha viária e ampliá-la para 300 km. Apostamos neste modal de transporte para o futuro. O veículo privado não é o mais adequado para as grandes cidades, pois traz prejuí­­zos também ao meio ambiente”, diz o presidente do Ippuc, Clever Almeida.
Atualmente, cerca de 5% das pessoas usam diariamente a bicicleta de casa ao trabalho e vice-versa. Quem usar a ciclofaixa (de­­pois de pronta) sentido Centro de Curitiba terá de usar a ciclovia compartilhada da Rua Aluizio Finzetto, passando depois pelas ruas João Negrão, Conselheiro Lau­­rindo e, por fim, Mariano Torres pa­­ra chegar ao Centro. “Vamos re­­vitalizar este caminho, melhorar as sinalizações existentes. Isso é pri­­oritário. Depois vamos começar também uma campanha de conscientização de respeito no trânsito, entre pedestres, ciclistas e motoristas. Cada um vai ter de respeitar o espaço do outro”, diz Almeida.
À parte deste projeto, foi lançado nesta semana o edital de licitação do projeto de revitalização e ciclovia para a Visconde de Guara­­puava. Mas ainda não há prazos para o início das intervenções.

Fonte: Gazeta do Povo


READ MORE - Curitiba terá 1.ª ciclofaixa em 2011

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960