Trânsito no Recife é devagar, quase parando

sexta-feira, 18 de junho de 2010


O Recife anda a passos lentos, quase parando. Ir e vir, todos os dias, têm sido mais penoso. As pessoas permanecem mais tempo nos carros, presas nos congestionamentos. A capital pernambucana ainda está longe de alcançar os transtornos da cidade de São Paulo, que registra até 200 quilômetros de engarrafamento, mas há corredores em que a velocidade média, nos horários de pico e no sentido mais carregado, é de 9 quilômetros por hora, no máximo 10 quilômetros por hora. A ausência dos agentes de trânsito nas ruas agrava a situação. Deixa condutores à vontade para cometer as mais variadas infrações, principalmente, o estacionamento irregular e a carga e descarga em horário e local proibidos.

A capital atingiu em junho deste ano 500 mil veículos registrados. Mas, na prática, recebe em seu sistema viário a frota da Região Metropolitana, que até o mesmo período era de 800 mil carros. Por mês, são dois mil novos veículos entrando nas ruas. Mesmo assim, o efetivo da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) é de 296 agentes de trânsito. E, diariamente, cai para 200 homens, devido à escala de trabalho. São profissionais que se dividem em variadas funções, não apenas na fiscalização de rua.

Dos 296 agentes de trânsito da capital pernambucana, menos da metade trabalha por turno e, desses, 44 são destacados para pontos fixos. Ou seja, sobram pouco mais de 50 agentes para dar conta do restante das ocorrências e da fiscalização, em uma cidade com um fluxo atual de cerca de 800 mil carros, incluindo a frota metropolitana. "A gente perde um tempo enorme com as ocorrências de trânsito, principalmente quando há vítimas, e também nas intervenções de obras quando há necessidade de desvio de tráfego e acaba sobrando pouco para a fiscalização", admitiu o diretor de trânsito da CTTU, Agostinho Maia. Segundo ele, seria necessário pelo menos duplicar o número atual de agentes de trânsito.

Em 2003, quando a CTTU começou a operar, a frota do Recife era de 300 mil carros. Em 2008 já estava em 450 mil. Um aumento de 150% para os mesmos agentes. Sem falar na frota metropolitana.

Para o engenheiro civil e professor da Universidade Federal de Pernambuco, Oswaldo Lima Neto, especialista em planejamento de transporte urbano, a operação de tráfego deve obedecer a uma receita simples. É preciso, segundo ele, olhar o que está acontecendo no tráfego e agir rapidamente para garantir a fluidez. "Em São Paulo quando não havia esse tipo de tecnologia, eles já faziam a operação do tráfego colocando agentes com binóculos em postos de observação para avisar quando algum motorista estava atrapalhando o trânsito. A lógica é justamente vigiar e desobstruir. Aqui, a operação de tráfego simplesmente não funciona ", afirmou. Afinal, aonde estão os agentes de trânsitoquando mais se precisa deles?

Fonte: Diário de Pernambuco e Blog Meu Transporte
READ MORE - Trânsito no Recife é devagar, quase parando

Em Salvador e RMS, assaltos à ônibus aumentaram este ano


Do início de junho até a quarta-feira, 16, 33 assaltos a ônibus coletivos já foram registrados em Salvador e região metropolitana, segundo dados do Grupo Especializado no Monitoramento dos Roubos em Ônibus e Similares (Gêmeos), unidade do Batalhão de Choque da Polícia Militar que desde 1997 atua nessa área. O número chega próximo ao registrado em todo o mês de maio último, quando 45 assaltos foram computados.
Dados oficiais mostram, no entanto, uma queda no registro de ocorrências nos últimos anos. Em junho de 2009, por exemplo, foram 144 assaltos a ônibus. No mesmo mês, em 2008, 193. No dia da morte do rodoviário Pedro Jorge, terça-feira, oito assaltos a ônibus foram registrados na Grande Salvador (a média é de cinco por dia).
O capitão Cristiano José de Oliveira Paraíso, comandante da Companhia Gêmeos, atribui a redução das ocorrências à atuação da unidade, com ações como abordagens itinerantes (em que o ônibus é seguido pelos policiais para depois ser revistado), além das blitzes, as abordagens em pontos de ônibus e o trabalho de patrulhamento, feito, segundo ele, 24 horas por dia.
A PM disponibiliza os telefones 192 ou 3116-6290 (Cia. Gêmeos) para comunicar roubos a coletivos ou mesmo atitudes suspeitas.

Fonte: A Tarde
READ MORE - Em Salvador e RMS, assaltos à ônibus aumentaram este ano

DF: Transporte pirata se torna opção para usuários de ônibus

Mais um dia complicado para quem precisa de transporte coletivo no DF. Falta ônibus na rua e sobra transporte pirata. Desde segunda(14),o DFTrans apreendeu mais de 50 carros de transporte clandestino.
DFTV
READ MORE - DF: Transporte pirata se torna opção para usuários de ônibus

João Pessoa: Linhas da praia ficam em mesma plataforma na integração


Visando a melhoria no atendimento dos passageiros que utilizam o Terminal de Integração da Capital, a Superintendência de Transportes e Trânsito de João Pessoa (STTrans) remanejou as linhas 507 e 528 da empresa Marcos da Silva, que estavam na plataforma 03 da Integração para se juntar às linhas 510, 511 e 513 que possuem percurso parecido, na plataforma 01. A mudança está em vigor desde domingo (13) e tem o objetivo de unificar as linhas de ônibus que tem um destino em comum: as praias.
Para o diretor executivo da Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de João Pessoa (AETC-JP), Mário Tourinho, essas mudanças beneficiam os passageiros e a própria organização das linhas que ficarão unificadas em um mesmo local. “Todas as modificações que servem para aperfeiçoar o serviço prestado à população tem o nosso total apoio, a exemplo desta alteração”, atesta Mário, complementando que “agora os passageiros e os turistas que visitam a nossa cidade podem usufruir dos transportes coletivos de forma mais organizada e lógica já que a plataforma estará destinada para um mesmo destino”, explica o diretor executivo da AETC-JP.~

Fonte: PBNews
READ MORE - João Pessoa: Linhas da praia ficam em mesma plataforma na integração

Empresas vão investigar os envolvidos na liberação de catraca de ônibus em Fortaleza


O Sindionibus (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará) instaurou nesta sexta-feira (18) uma sindicância para investigar os trabalhadores envolvidos na “catraca livre”, realizada na noite de quinta (17). Na ação, os motoristas e cobradores de Fortaleza (CE) permitiram transporte gratuito aos usuários, sem a permissão das empresas.
A entidade patronal, que representa 28 empresas (21 que atendem só a capital cearense e mais sete para a região metropolitana), diz que está reunindo provas, como documentos, relatórios de quilômetros percorridos, balanço do caixa, além de fotos de testemunhas, para identificar os envolvidos.

Os trabalhadores identificados serão demitidos por justa causa. A greve, que começou no último dia 7, afeta cerca de 1,5 milhão de usuários do transporte coletivo da cidade.
Os motoristas pedem 33% de reajuste salarial, enquanto os empresários estão oferecendo 5,5%. Após descumprirem uma determinação do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 7ª região, o Sintro (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará) terá de pagar uma multa de R$ 90 mil.
A categoria não cumpriu o regulamento que estabelece a circulação de 70% da frota nos horários de pico (5h às 9h e 17h às 21h) e com 50% fora do pico.
Prevista para esta sexta-feira (18), a decisão do dissídio coletivo foi postergada pelo TRT. A reportagem do R7 tentou contato com o Sintro, mas não obteve retorno.

Fonte: R7.com
READ MORE - Empresas vão investigar os envolvidos na liberação de catraca de ônibus em Fortaleza

Porto Alegre: Ônibus lotados, passageiros apertados e paradas cheias, especialmente nas chamadas horas de pico


A reportagem que o Diário Gaúcho publicou ontem desvendando os transtornos dos usuários do transporte público de Porto Alegre é reveladora de uma das deficiências da cidade, além de apontar para uma questão crucial para sua qualidade de vida.

O jornal constatou ônibus lotados, passageiros apertados e paradas cheias, especialmente nas chamadas horas de pico. Como consequência dessa realidade, segundo as pesquisas feitas regularmente pela Agergs (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados), quatro de cada 10 usuá-rios consideram que as empresas desrespeitam o limite de lotação imposto pela legislação do setor.

A questão do transporte coletivo numa cidade como Porto Alegre tem implicações que vão muito além da simples constatação de gargalos nos serviços. É toda a questão viária da cidade que está em causa.

Sem um serviço adequado e confortável de ônibus ou trens, não há como convencer o cidadão a deixar em casa seu automóvel e, portanto, a colaborar para que a cidade não se transforme num território em que duas, três ou quatro vezes por dia o trânsito se congestione.

A Capital já avançou com algumas medidas, como a dos corredores de ônibus, e com alguns projetos, como o dos portais da cidade. A sensação, no entanto, é de que estamos muito distantes de um sistema de transporte público que realmente garanta o direito dos cidadãos nessa área vital da cidade e que seja uma alternativa real para o uso de automóveis.

A solução para o problema do transporte dos porto-alegrenses é estratégica para a cidade. Já é tempo de definir um projeto que seja abrangente – de ônibus e trens, que tenha a capacidade não só de resolver questões emergenciais como as constatadas na reportagem, mas acima de tudo que devolva a perspectiva de uma circulação eficiente, sem gargalos, sem transtornos e sem sofrimento para os passageiros.

A tarefa envolve necessariamente o poder público e as empresas concessionárias. E pressupõe uma pressão permanente – e exigente – da sociedade.

Fonte: Intelog
READ MORE - Porto Alegre: Ônibus lotados, passageiros apertados e paradas cheias, especialmente nas chamadas horas de pico

Pessoa com deficiência passa a ter gratuidade no transporte seletivo municipal de Vitória


As pessoas com deficiências incapacitantes, que residem na capital e tenham renda individual ou familiar de um a três salários mínimos, respectivamente, têm direito à gratuidade no transporte coletivo convencional para si e para o seu acompanhante, quando necessário.
Agora esse direito passa a valer, também, para o transporte seletivo. Para usufruir do benefício é preciso apresentar ao motorista do ônibus o Cartão de Gratuidade do Deficiente. Para fazer o cartão é preciso ligar para o número 3382-6486 e agendar um horário para o atendimento.
A pessoa com deficiência será informada sobre toda a documentação necessária para o cadastramento, que fica pronto em, aproximadamente, sete dias. Quem já possui o documento não precisa fazer novo cadastramento, pois ele tem validade para o seletivo.
No dia do cadastramento, a pessoa com deficiência será avaliada por uma equipe médica que definirá o grau de deficiência física, motora, mental, oral e auditiva, para emissão do laudo de incapacitação e avaliação, também, da necessidade de uma segunda pessoa para a sua locomoção.
O posto de atendimento para o cadastramento e realização da perícia médica fica no Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac), na rua Vitório Nunes da Motta, 220, térreo, edifício Ítalo Batan Régis, na Enseada do Sua.

Fonte: Pref. de Vitória
READ MORE - Pessoa com deficiência passa a ter gratuidade no transporte seletivo municipal de Vitória

DF: Sindicato das empresas de ônibus entra com petição no TRT contra greve


O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros e das Empresas de Transportes Coletivos (Setransp-DF) entrou, nesta quinta-feira (17/6), com uma petição no Tribunal Rregional do Trabalho contra a greve dos rodoviários. Os patrões alegam irregularidade na paralisação, porque, segundo eles, os funcionários não têm cumprido a determinação judicial de colocar 60% da frota nas ruas, o que implicaria em mula diária de R$ 100 mil.

De acordo com a Secretaria do Tribunal Pleno do TRT, por volta de 14h de hoje (18/6), foram iniciadas as fiscalizações para verificar a quantidade de ônibus nas ruas. O julgamento ainda não tem data estabelecida, mas a próxima sessão especializada, responsável por casos que envolvem paralisações, será no dia 7 de julho. Ainda assim, não está confirmado que este processo esteja entre os que serão julgados neste dia. As empresas devem pedir um acordo coletivo, que, se for conseguido, agilizará o andamento da ação.

De acordo com a assessoria de imprensa do Sindicato das Empresas de Transporte de Passagerios e das Empresas de Transportes Coletivos (Setransp-DF), não há a possibilidade de atender as reinvidicações da categoria, porque os patrões com déficit de 28% no orçamento. Para que houvesse um acordo, a passagem de R$ 3 subiria para R$ 3,20.

A assessoria de imprensa do Governo do Distrito Federal (GDF) afirmou não ter recebido, até por volta de 15h desta sexta, um pedido formal de reunião, mas que a posição do governador acerca do assunto é imparcial. Ele acredita que essa é uma discussão entre patrões e empregados e, por enquanto, pretende não interferir nas negociações.

Fonte: Correio Braziliense
READ MORE - DF: Sindicato das empresas de ônibus entra com petição no TRT contra greve

Rio de Janeiro: Bilhete único de ônibus municipais deverá valer para qualquer direção


O prefeito Eduardo Paes e o líder do Governo na Câmara dos Vereadores, Adilson Pires (PT), admitiram nesta quarta-feira a possibilidade de retirar do projeto de lei que instituiu o bilhete único municipal (R$ 2,40), encaminhado esta semana ao Legislativo, o dispositivo que restringe o uso do benefício a viagens num único sentido. O parágrafo único do artigo quinto da proposta, que exclui o retorno dentro prazo de duas horas para usar o talão, foi criticado por vereadores.
- Acho que não teríamos um sistema de controle que permitisse identificar direções. Essa é uma formalidade que não faria diferença se fosse suprimida do projeto - comentou Paes.
Por recomendação de Paes, Adilson quer agilizar a aprovação do projeto. Vai propor parecer conjunto das comissões da Casa e convocará o secretário de Transportes, Alexandre Sansão, para uma reunião, a fim de esclarecer eventuais dúvidas.
- O dispositivo que fala em deslocamento unidirecional tem um componente subjetivo forte - ressaltou o vereador Alfredo Sirkis (PV).
Sirkis não considera claro ainda o artigo que trata de contrapartidas às gratuidades. O vereador Paulo Pinheiro (PPS) também defende que esse dispositivo seja detalhado:
- Como vai ser essa contrapartida? Através, por exemplo, de redução de ISS?
A vereadora Andrea Gouvêa Vieira (PSDB), que vê a contrapartida como subsídio indireto, decidiu apresentar emenda:
- Vou relacionar aqueles que têm direito à gratuidade - disse Andrea, que vai emendar outro artigo, de modo que o reajuste da tarifa do bilhete único obedeça à legislação em vigor (como a Lei 8.666, de licitações).
Presidente de entidade critica ausência de ônibus noturnos
O Rio Ônibus - sindicato que representa as empresas de ônibus - continua sem se manifestar sobre o edital de licitação da linhas, sob a alegação de que o documento está sendo analisado pelo departamento técnico da entidade. Enquanto isso, o prefeito espera não ter que enfrentar um embate judicial para realizar a concorrência:
- Rezo todo o dia. Faço muita oração para não ter nenhum problema judicial. Vamos esperar - brincou Paes.
O Movimento O Rio pela Paz foi a primeira entidade a se manifestar sobre o edital dos ônibus. Rommel Cardozo, presidente da organização, lamentou que não haja uma cláusula tratando do transporte noturno:
- É positiva a iniciativa do prefeito de reformular o sistema de transporte de ônibus da cidade, mas um detalhe que deve ser levado em consideração e não está presente no edital é o da obrigatoriedade de circulação 24 horas de pelo menos uma linha por trajeto. Da forma que o sistema está desenhado hoje, várias regiões ficam sem operação durante a madrugada, favorecendo a ocorrência de assaltos.

Fonte: O Globo
READ MORE - Rio de Janeiro: Bilhete único de ônibus municipais deverá valer para qualquer direção

Avenidas terão sentido único em Fortaleza


As mudanças ainda não têm prazo para serem implantadas, mas o assunto foi discutido, ontem, na Câmara

As avenidas Desembargador Moreira, Dom Luiz e Santos Dumont passarão a ter sentido único. Ainda não há previsão de quando as mudanças serão implantadas, mas elas são parte de um projeto de intervenções de circulação para a região da Aldeota e adjacências, cuja versão inacabada foi apresentada, ontem, na Câmara Municipal, pelo presidente da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania de Fortaleza (AMC), Fernando Bezerra.

O projeto definitivo ficará pronto somente em agosto, mas ele adiantou que a Desembargador Moreira passará a começar na Avenida Raul Barbosa em direção ao litoral; a Dom Luiz assumirá o sentido Aldeota/Centro; e a Santos Dumont terá sentido Centro/Aldeota. O objetivo é reduzir os congestionamentos nas vias.De acordo com Fernando Bezerra, o transporte coletivo será priorizado, com a criação de faixas preferenciais para ônibus e vans.

Os canteiros centrais serão mantidos, já que sua remoção aumentaria os custos do projeto. Os recuos para estacionamentos deixarão de existir. As calçadas passarão a ser padronizadas e adaptadas para pessoas com deficiência. A Praça Portugal, que fica na confluência das avenidas Desembargador Moreira e Dom Luiz, também será modificada. Nesse ponto, porém, Fernando não detalhou as mudanças previstas. O valor de todas as alterações ainda não estão definidos.

A chefe do Departamento de Engenharia de Transportes da Universidade Federal do Ceará (UFC), Nadja Dutra, declarou que é cedo para avaliar o projeto com profundidade, já que seu conteúdo ainda não é conhecido na íntegra. Contudo, ela afirmou que é comum grandes cidades adotarem corredores de mão única para promover melhorias no tráfego de veículos.

"Por enquanto, não há como emitir nenhuma opinião, pois eu não sei, por exemplo, que solução será dada para as diferenças na largura das vias em questão, que apresentam tamanhos variados em suas extensões", explicou ela.

Fonte: Diário do Nordeste
READ MORE - Avenidas terão sentido único em Fortaleza

Prefeitura de Boa Vista entrega mais cinco novos ônibus neste sábado

A Prefeitura está investindo na melhoria do transporte coletivo em Boa Vista. Neste sábado (19), às 8h30, o Prefeito Iradilson Sampaio entregará à população mais cinco novos ônibus com elevadores para o acesso de deficientes físicos que fazem o uso de cadeiras de rodas.
A entrega será no estacionamento da Praça das Artes, no Complexo Ayrton Senna, e os veículos ficarão expostos no local durante todo o dia. Os novos veículos vão ampliar e reforçar a frota existente, totalizando 20 ônibus mais confortáveis e com acessibilidade para portadores de necessidades especiais.
No início deste ano foram entregues à população outros seis ônibus novos com acessibilidade, além de veículos semi-novos adaptados para portadores de deficiência. No total, 30% da frota foi totalmente renovada.
O prefeito Iradilson Sampaio destaca que a renovação da frota é mais um compromisso que a Prefeitura cumpre com a população. A meta é disponibilizar até o final do ano a acessibilidade para cadeirantes em 50% da frota do município.
“Vamos continuar investindo para melhorar o transporte coletivo em Boa Vista. Os novos ônibus atenderão a diversas linhas e itinerários para beneficiar um maior número maior de pessoas. Além disso, a acessibilidade tem sido uma prioridade”, destaca.
O Município disponibiliza gratuidade no transporte público para três públicos: idosos com 65 anos que precisam apenas apresentar a carteira de identidade, para pessoas que precisam de acompanhantes, pois não conseguem se locomover sozinhos e para os deficientes físicos. São quase 20 mil pessoas beneficiadas com transporte gratuito.

Fonte: Roraíma Hoje
READ MORE - Prefeitura de Boa Vista entrega mais cinco novos ônibus neste sábado

DF: Acidentes e redução de ônibus provocam trânsito intenso nesta sexta-feira

Os motoristas do Distrito Federal encontram, nesta manhã de sexta-feira (18/06), o trânsito bastante intenso motivado pela redução do número de ônibus operando e, também, por conta de acidentes nas principais vias.
Uma pessoa foi atropelada, por volta de 8h05, no Riacho Fundo. A Central Integrada de Atendimento e Despacho (Ciade) do Corpo de Bombeiros ainda não tem informações sobre vítima. O acidente aconteceu em frente ao Quartel dos Bombeiros, no sentido Núcleo Bandeirante. Os Bombeiros informaram que na via não existe passarela.
Por volta de 7h20, um carro e uma moto colidiram na DF-280, próximo ao Condomínio São Francisco, no sentido Santo Antônio do Descoberto - Plano Piloto. De acordo com a Ciade, o acidente deixou uma vítima, que teve apenas lesões leves e recebeu o atendimento da corporação.
Neste mesmo horário, outro acidente atrapalhou o tráfego em Ceilândia. Dois carros bateram em frente à Feira de Ceilândia, no cruzamento do Pistão Norte, na QNP 9/13. Segundo os Bombeiros, as duas vítimas tiveram pequenas lesões e foram encaminhadas ao Hospital Regional de Ceilândia.
Na Estrutural, por volta das 7h15, dois veículos se envolveram em um acidente que complicou bastante o trânsito na via, no sentido Plano Piloto. A batida aconteceu na Pista Sul, próximo à Cidade do Automóvel. Quem puder, é melhor optar pela Pista Norte.
De acordo com o Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv), ainda não há informações sobre vítimas, porque os agentes ainda estão no local.Na Estrada Parque Indústria e Abastecimento (EPIA), um acidente também congestiona o tráfego de veículos na via.
Um carro e uma moto bateram, próximo ao posto da CPRv, no sentido Plano Piloto. O acidente aconteceu por volta das 7h. Segundo agentes da CPRv, as duas vítimas foram encaminhadas com ferimentos leves ao Hospital Regional do Gama. Mais cedo, às 7h, na DF-003, próximo ao início da Ponte da Granja do Torto. O posto rodoviário informou que o acidente atrapalhou bastante o trânsito na região, apesar de não ter sido grave.
De acordo com a CPRv, nas BR-020 e BR-060, o trânsito de veículos é tranquilo. Já na BR-040, é bastante intenso por causa do horário, no sentido Plano Piloto, porém, não há registro de acidentes.

Fonte: Correio Braziliense
READ MORE - DF: Acidentes e redução de ônibus provocam trânsito intenso nesta sexta-feira

Em Cubatão, Integração de transportes aumenta com nova empresa e mais ônibus


Com a entrada em circulação de mais seis veículos (todos dentro dos novos padrões de acessibilidade), e a operação da frota municipal pela empresa Trans Líder, no próximo domingo (dia 20), consolidam-se a integração entre as linhas municipais e a presença dos cobradores nos veículos, iniciada com a contratação emergencial da empresa Bom Jesus, em 2009, e agora assegurada em contrato ao menos pelos próximos dez anos.
Segundo lembra o titular da Companhia Municipal de Trânsito (CMT), Silvano da Silva Lacerda, a reestruturação do transporte coletivo, iniciada no ano passado, agora está garantida documentalmente, no próprio contrato de concessão por dez anos (prorrogáveis por mais cinco). Em função dessas mudanças, foram contratados na cidade 252 funcionários, inclusive cerca de 100 cobradoras, dentro do programa de incentivo à criação de postos de trabalho para a população local. Nesse quesito, Silvano ressalta que em muitos casos tem sido o primeiro emprego de muitas mulheres, que também compõem a maioria dos empregados contratados.
A integração de transportes em Cubatão funciona em qualquer ponto, sempre no mesmo sentido da viagem (é vedado o retorno à origem na mesma linha), sendo uma integração por passagem, em até 60 minutos (o bilhete é entregue pelo cobrador, sem custo adicional).
Por mês, o transporte coletivo movimenta cerca de 900 mil passageiros, incluindo os transportados nos veículos da concessionária e nos de transporte alternativo, com pagamento ou não de passagem. Para prestar informações e receber sugestões ou críticas, a população pode acessar o site da CMT (http://www.cmtcubatao.sp.gov.br/), os telefones 0800-7711194 (CMT) e 0800-7747020 (Trans Líder).

Melhorias – Dos 49 ônibus que compõem a frota atual, 14 já possuem os elevadores para cadeirantes, e em poucos meses mais toda a frota da concessionária terá equipamentos de acessibilidade, pois os novos coletivos já virão nesse padrão.
Em julho, será iniciado o cadastramento de passageiros com direito à gratuidade na passagem, que receberão carteira provisória comprovando esse direito, até a instalação da bilhetagem eletrônica nos veículos – que deve ocorrer dentro de 120 dias.
Quatro meses é também a previsão para a instalação, na sede da CMT, do Centro de Controle e Monitoramento do Transporte Coletivo, destinado a fazer em tempo real esse trabalho em toda a frota (de concessionária e alternativos), ampliando a regularidade e confiabilidade no transporte. Serão monitorados: o cumprimento de horários de partida e de itinerários, a velocidade dos veículos e os desvios de rota (todos os veículos serão dotados de rastreadores). Isso permitirá também que, através do site na Internet (e eventualmente por meio de totens multimídia instalados em pontos de maior concentração), seja possível consultar o tempo de espera até a passagem do próximo veículo em cada linha.
Silvano informou ainda terem sido iniciados recentemente os entendimentos com a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) para estudar a possibilidade de integração com o transporte metropolitano. Quanto às linhas atuais, permanecerão as mesmas, podendo haver ajustes no itinerário por solicitação da comunidade, ou ampliações para atender a novos núcleos habitacionais, como o da Mantiqueira, na divisa com Santos (e que depende apenas de entendimentos com a Ecovias).
Vem ocorrendo também a cobertura dos pontos de parada dos coletivos, à razão de 50 lugares por ano: 12 coberturas já foram instaladas, e outras 38 serão colocadas até o final deste ano.


Fonte: Prefeitura Munic. Cubatão

READ MORE - Em Cubatão, Integração de transportes aumenta com nova empresa e mais ônibus

Em Marília, Prefeitura emperra projeto do transporte


Anunciado para quarta-feira pela prefeitura, o projeto que dá fim ao monopólio da Circular e modifica a lei do transporte em Marília ainda não ficou pronto e a informação é de que só será encaminhado à Câmara na próxima semana.
Enquanto o texto não for votado pelos vereadores, a Circular segue explorando de forma exclusiva o transporte coletivo na cidade, praticando tarifa de R$ 2,30, uma das mais caras do estado.
Ainda na quarta-feira o secretário municipal da Administração, José Carlos da Silva, garantiu que faltava apenas a assinatura do prefeito e que o projeto seria protocolado na manhã de ontem, o que não aconteceu. Em nota, a prefeitura justificou que a suspensão do envio se deu para evitar “equívocos”.
A população que faz uso do transporte coletivo, grande interessada na questão, pede agilidade nos procedimentos e alguns temem que o projeto acabe não saindo no papel.
É o que observa o pintor Edson dos Santos Costa. “Estamos há tantos anos aguardando por isso e já ouvimos tantas promessas que chego a duvidar que dará certo quando anunciam. Mas que a concorrência seria positiva seria”.
A secretaria da Administração acredita ser possível que o projeto entre na pauta da Câmara antes do início recesso, daqui a 12 dias. É o tempo que o legislativo teria para cumprir os dois dias para apresentação de emendas, avaliar nas comissões e votar o projeto.

READ MORE - Em Marília, Prefeitura emperra projeto do transporte

Estudantes cobram ''Meio-Passe'' prometido na campnha eleitoral em Montes Claros


Lançar mão da receita proveniente do ISSQN - Imposto sobre serviços de qualquer natureza, pago pelas empresas de transporte coletivo urbano de Montes Claros, como única alternativa para financiar a implantação do meio-passe estudantil. Esta proposta foi enviada pelo prefeito Tadeu Leite, em forma de oficio, à câmara municipal, durante audiência pública que aconteceu na manhã de ontem, 17, proposta pelos vereadores Claudim da prefeitura (PPS) e Alfredo Ramos (PT), para discutir a implementação da lei municipal 4.008/ 2008, que institui o meio-passe estudantil no transporte coletivo urbano.
O ofício diz ainda que será necessário adequar a verba ora definida à despesa com a implantação do meio-passe, razão pelo qual novos estudos estão sendo processados.
Durante aproximadamente três horas, alunos de escolas estaduais e universidades públicas e privadas lotaram as dependências da câmara municipal, onde se manifestaram com músicas e faixas alusivas à imediata implementação do meio-passe estudantil.

Segundo o presidente municipal da união juventude socialista, Daniel Dias, o meio-passe estudantil deveria ter sido discutido e inserido no edital de licitação das empresas de transporte coletivo urbano de Montes Claros. Para o presidente, o município perdeu nesta ocasião a grande oportunidade de implementar algo que é direito dos estudantes. Ele ainda sugeriu como fonte de recursos para a implantação da lei verba do Fundeb - Fundo de manutenção e desenvolvimento da educação básica e de valorização dos profissionais da educação.
O presidente da associação mineira dos estudantes, Fábio Neves, por sua vez, criticou também a morosidade do poder executivo municipal em tratar de um assunto que interessa toda a classe estudantil.
- Agradecemos os vereadores proponentes. A audiência pública é, no meu entendimento, um avanço para a implementação do meio-passe estudantil. Mas, cobramos agilidade por parte do poder executivo municipal em fazer cumprir algo que já é lei - afirma.
Também esteve presente o presidente do DCE, Daniel Coelho. Ele citou cidades onde o meio-passe já é uma realidade, como, por exemplo, Governador Valadares, onde os estudantes recebem um cartão magnético e intransferível que lhes garante o transporte grátis durante o mês.
O presidente da Mctrans, Orlando Walter Camargo, disse que a administração municipal está aberta ao diálogo com lideranças estudantis. Athos Mameluque (PMDB), presidente da câmara, afirmou que, como resultado da audiência, um documento será elaborado e entregue ao prefeito.
- Imaginou-se que o vale-verde, que, teoricamente, levaria a população aos parques da cidade, seria utilizado. Isso não acontece. Por isso, a receita para este transporte poderia ser revertida para o meio-passe estudantil, como disseram os colegas Claudim da prefeitura e Alfredo Ramos. Posso afirmar que a câmara municipal, com os 15 vereadores, não se furtará a debater este assunto até que o meio-passe estudantil em Montes Claros seja uma realidade.

READ MORE - Estudantes cobram ''Meio-Passe'' prometido na campnha eleitoral em Montes Claros

DF: Apesar de menos ônibus nas ruas, a volta para casa ocorre sem problemas


Ao contrário da noite de ontem (16) e o início da manhã de hoje (17/6),a volta para casa ocorreu sem problemas para os brasilienses. Apesar das grandes filas na Rodoviária do Plano Piloto, que para o horário de pico são consideradas normais, não houve tumulto.Segundo os rodoviários, nesta sexta-feira (18/6) a frota continuará a mesma, de 75% nas ruas do Distrito Federal.

Os rodoviários pedem um reajuste salarial de 20%, além da renovação do acordo coletivo, que garante tíquete alimentação, cesta básica, quinquênio, e jornada de seis horas corridas.Até o momento, não houve nenhum tipo de acordo entre os rodoviários e empresários, que alegam não ser possível o reajuste sem aumentar o valor da passagem. Segundo a assessoria do Sindicato das Empresas de Transporte do DF, não nenhuma reunião está marcada para resolver o impasse com a categoria.

Fonte: Correio Braziliense
READ MORE - DF: Apesar de menos ônibus nas ruas, a volta para casa ocorre sem problemas

Tarifa de ônibus fica mais cara a partir deste sábado em Sorocaba


A dona-de-casa Zélia Matias, 42 anos, reclamou. O auxiliar de produção Everaldo Miranda, 22, não gostou. A estoquista Maristela Alves, 24, achou um absurdo. Mas não tem jeito: todos eles dependem do transporte coletivo e nesta sábado (19) a tarifa de ônibus ficará 4,89% mais cara em Sorocaba.
“Eu preciso do transporte coletivo todos os dias para poder trabalhar. Meu salário vai quase todo em passe de ônibus, agora mais este aumento. Acho certo os motoristas brigarem pelo salário deles, mas acho injusto isso sobrar para a população” protesta Everaldo.
Ele estava nesta quinta-feira no Terminal Santo Antônio para colocar créditos em seu cartão de vale transporte e aproveitar o preço antigo. Aliás, quem quiser, só tem o dia de hoje para fazer o mesmo.
“Todo ano é mesma coisa. Eu acho esse aumento do passe um absurdo”, comenta Zélia. “Eu nunca concordo com o aumento anual da tarifa de ônibus, mas não tem outro jeito”, completa a doméstica Simara Silva, 26.

Domingão a R$ 1

O programa Domingão – a sua passagem a R$ 1 vai continuar beneficiando os usuários. O programa social, lançado em dezembro de 2007, permite que as pessoas utilizem o transporte coletivo, aos domingos e feriados, pagando somente R$ 1.
O benefício é extensivo a todos, desde que tenham cartão social. Ao passar pela catraca nos ônibus ou nos terminais, aos domingos e feriados, o desconto da tarifa será de R$ 1.
Aqueles usuários que ainda não têm o cartão social podem retirá-lo nas bilheterias dos dois terminais urbanos e também nas unidades da Casa do Cidadão, onde é preciso apenas apresentar um documento de identidade e adquirir dois créditos.

Urbes explica razão do reajuste

A Urbes – Trânsito e Transporte, empresa que gerencia o trânsito e o transporte público em Sorocaba explica, por meio de nota, o motivo do aumento do valor da tarifa de ônibus, a partir deste sábado.
“Em razão do reajuste da planilha de custos operacionais do transporte coletivo urbano, com base no aumento salarial e de benefícios concedidos à respectiva categoria profissional e, ainda, na reposição da variação de preços de insumos básicos que compõem a mencionada planilha, o poder público se obriga a reajustar a tarifa do transporte coletivo.”.
Com relação aos aumentos de preços dos insumos básicos, a Urbes destaca as variações no período de junho de 2009 a maio de 2010: salários: reajuste de 6,5%; benefícios: vale-refeição teve reajuste de 8,33%; Participação nos Lucros e Resultados: aumento de 20%; material de rodagem: 2,16%; seguros: 3,76%; veículos: 2,06%.

Fonte: Rede Bom Dia
READ MORE - Tarifa de ônibus fica mais cara a partir deste sábado em Sorocaba

SuperVia promove ação social na estação Central do Brasil


Rio: Nos dias 17 e 22 de junho, das 9h às 12h, o programa VIDA, da SuperVia, em parceria com a UFRJ, através da escola Ana Nery, realizará mais uma ação social na Central do Brasil. Quem passar pela estação poderá fazer, gratuitamente, teste de glicose capilar, aferição de pressão arterial, medir peso e altura, além de receber orientações sobre prevenção de doenças.

O Programa VIDA de Responsabilidade Social da SuperVia tem o objetivo de levar atividades e serviços gratuitos à população dos 11 municípios do Rio de Janeiro, os quais a SuperVia abrange, contribuindo para promoção da qualidade de vida da população das comunidades onde o sistema ferroviário está inserido.

Fonte: Supervia
READ MORE - SuperVia promove ação social na estação Central do Brasil

São Paulo: A CPTM e o Metrô elaboraram uma operação especial para a Festa de São João no Anhembi


A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e o Metrô elaboraram uma operação especial para a Festa de São João no Anhembi – Sambódromo, que ocorrerá nesta sexta-feira (18), sábado (19) e domingo (20). A Prefeitura de São Paulo construirá uma cidade cenográfica de 30 mil m² dentro do sambódromo, na zona Norte de São Paulo (Av. Olavo Fontoura, 1.209, Santana) para a primeira festa oficial de São João. A estimativa é de que 30 mil pessoas passem pelo local em cada dia da festa.

CPTM
Na sexta-feira (18), a fim de atender quem irá à festa, a CPTM manterá em locais estratégicos dois trens extras nas seguintes linhas: 7-Rubi (Jundiaí – Luz), 8-Diamante (Itapevi – Julio Prestes), 10-Turquesa (Rio Grande da Serra – Brás), 11-Coral (Estudantes – Luz) e 12-Safira (Calmon Viana – Brás). Essa operação ocorrerá entre o fim do horário de pico e o final da operação comercial, às 24h. Nos dias 19 e 20 de junho, sábado e domingo, respectivamente, estas linhas terão o mesmo esquema operacional, das 15h até o término da operação comercial. A segurança será reforçada e a operação monitorada para verificar a necessidade de acréscimo de composições nas estações da Luz, Brás e Palmeiras/Barra Funda.

Metrô
O Metrô também colocará trens reservas próximos às estações Tucuruvi, na Linha 1-Azul (Jabaquara – Tucuruvi) e Palmeiras/Barra Funda, na Linha 3-Vermelha (Palmeiras/Barra Funda – Corinthians/Itaquera) para atender um eventual aumento de demanda. Haverá reforço de agentes de estação e agentes de segurança nas estações mais envolvidas com o evento.


Fonte: Metrô SP
READ MORE - São Paulo: A CPTM e o Metrô elaboraram uma operação especial para a Festa de São João no Anhembi

Em Foz do Iguaçu, tarifa de ônibus sobe apenas para quem paga em dinheiro


A prefeitura de Foz do Iguaçu, na região Oeste, vai aumentar o valor da tarifa para os passageiros que pagam em dinheiro. Cartazes nos terminais de transportes informam que a partir da segunda-feira (21) o valor da passagem passa a ser de R$ 2,40 para esses usuários. Já as pessoas que utilizam o cartão único de transporte continuam pagando a tarifa de R$ 2,20. A medida também não afeta quem usa passe de estudante.

De acordo com o telejornal ParanáTV 1ª edição, da RPCTV, desde que o sistema de bilhetagem eletrônica foi implantado na cidade, há poucos meses, 25 mil pessoas já se cadastraram e usam o cartão único. Isso equivale à metade do número de usuários do transporte coletivo. A medida de subir o valor da passagem para quem paga em dinheiro foi tomada para estimular que cada vez mais pessoas optem pelo uso dos cartões. Outro motivo alegado pelo Instituto de Transportes e trânsito de Foz do Iguaçu (FozTrans) é de que a opção foi feita para diminuir a circulação de dinheiro nos ônibus e, com isso, reduzir o número de assaltos.

O reajuste no preço das passagens é feito anualmente para seguir o aumento repassado pelas empresas de transporte coletivo. A decisão de aumentar apenas a tarifa dos usuários que usam dinheiro desagradou aos passageiros, que não gostaram da mudança que implica em mais gastos.

O Procon de Foz do Iguaçu vai registrar as reclamações dos consumidores, mas cabe à Justiça determinar a legalidade da medida.
Para conseguir o cartão transporte, o usuário precisa levar a carteira de identidade, CPF e comprovante de residência até a sede da Único, que fica ao lado do terminal de ônibus, na Rua Mem de Sá, 449. O cartão fica pronto na hora e não tem custo, mas é preciso fazer uma carga de R$ 22, que equivale a 10 passagens. O atendimento é feito de segunda a sexta das 8h30 às 16h30 e não fecha para o almoço. Mais informações pelo fone (45) 3027-0100 ou pelo site.

Fonte: RPC online
READ MORE - Em Foz do Iguaçu, tarifa de ônibus sobe apenas para quem paga em dinheiro

Porto Alegre: Paradas de ônibus deterioradas expõem pessoas à chuva na Capital


Com a chegada de fortes chuvas à Capital esta semana, evidenciam-se os problemas na estrutura dos abrigos de ônibus em vários pontos da cidade. Na Avenida Bento Gonçalves, próximo à Avenida Antônio Carvalho, bairro Partenon, os usuários do transporte coletivo estão expostos às intempéries enquanto esperam o ônibus.

— A situação é muito precária. Faltam vários pedaços da parada e o pessoal se molha. Ontem [na terça-feira] tivemos que ficar com o guarda-chuva aberto — explica o estudante Rafael Luís da Rosa, 18 anos, acrescentando que, como há muitas pessoas na parada, o espaço fica menor com o uso dos guarda-chuvas. A falta de espaço também gera alguns tumultos.

De acordo com Ederson Conratt, que trabalha com fretes, é comum que as pessoas reclamem umas das outras. — Dá um tumulto. As pessoas começam a se xingar e a maioria acaba indo para a outra parada, que é muito mais longe — relata Ederson.

Segundo os usuários do abrigo, a estrutura está deteriorada há algum tempo: — Faz mais de ano que tá esse problema. Não tem proteção, não tem telhado. Com a tempestade de ontem, os veículos passavam e também jogavam água na gente — afirma o aposentado Otacílio Oliveira, 53 anos, que espera a esposa todas as noites na parada.

A pensionista Tânia Pinto, 55 anos, que usa a parada de ônibus frequentemente, testemunhou uma placa da estrutura voar para a avenida com uma rajada de vento.

— O problema é que, além da falta de segurança, o pessoal fica na chuva. Uma vez, há cerca de uma ano, caiu uma das camadas da cobertura e foi parar no meio da rua — conta a pensionista.

Fonte: Diário Gaúcho
READ MORE - Porto Alegre: Paradas de ônibus deterioradas expõem pessoas à chuva na Capital

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960