Metrô Rio investe R$ 13 milhões na reforma do ar condicionado dos trens

quinta-feira, 17 de junho de 2010


A concessionária Metrô Rio está reformando dos equipamentos de ar condicionado de todos os 182 carros que compõem os 32 trens da frota. Ao todo, serão gastos R$ 13 milhões na substituição de todos os condensadores, na reforma dos evaporadores e compressores para melhorar o desempenho do sistema e aumentar vida útil de cada um dos 364 aparelhos instalados, sendo dois por carro. A expectativa da empresa é que todos os trens estejam com desempenho melhor até novembro, antes do próximo verão.
A reforma está sendo feita aos poucos, para não prejudicar o atendimento à população, já que exige a paralisação dos carros. Já foram reformados 24 carros e, a cada dia, um é retirado de operação para que o trabalho seja feito. As mudanças foram sugeridas pelas consultorias internacionais Carrier e a Interfleet, contratadas pela empresa para estudar as melhorias tecnicamente possíveis na frota atual do metrô, comprada pelo governo do estado na década de 70, e com tecnologia já ultrapassada.
Segundo a empresa, os 19 novos trens comprados no ano passado, que estão em fase de fabricação, terão sistema de ar condicionado 33% mais potente, com capacidade de 28 TR (toneladas de refrigeração por carro), contra as 21 TR atuais. Os novos trens chegam a partir do segundo semestre de 2011. A empresa também diz que está aumentando os recursos aplicados em manutenção: foram gastos R$ 20 milhões em 2008, R$ 27,4 milhões em 2009 e a previsão para este ano é de R$ 33 milhões.

Fonte: O Globo
READ MORE - Metrô Rio investe R$ 13 milhões na reforma do ar condicionado dos trens

Primeiro dia com frota de ônibus reduzida complica vida do brasiliense


Quem utilizou o transporte público para se locomover no Distrito Federal, na manhã desta quinta-feira (17/6), enfrentou, além da lentidão, uma espera que chegou a 1h30, já que os coletivos passaram nas paradas lotados e não conseguiram atender a demanda no horário de pico, entre 5h e 8h30. Em reunião na manhã desta quarta-feira (16/6), a diretoria do Sindicato dos Rodoviários decidiu, como forma de protesto, colocar os coletivos na ruas fazendo uma "jornada legal", o que representa menos 25% de ônibus rodando nas vias do DF.

A assitente de governaça - que mora em Vicente Pires - Patrícia Giordania Sousa Gonçalves, 36 anos, sofreu com a redução da frota. Ela precisou pegar carona até a rodoviária do Plano Piloto para chegar ao trabalho hoje. "Geralmente pego o ônibus às 5h30, mas não passou nesse horário. Depois de algum tempo passaram dois ônibus lotados, que nem pararam", diz.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Rodoviários, João Ozório, o primeiro dia com menos coletivos em circulação ocorreu sem incidentes, com apenas uma manifestação de moradores em São Sebastião. "A falta de carros cumpriu o seu objetivo que foi reduzir os ganhos dos empresários", diz Osório.

De acordo com ele, não há previsão de outro tipo de manifestação por parte dos rodoviários hoje.Desde a meia-noite de quinta-feira, os rodoviários pararam de fazer a chamada meia hora - trabalho extra que varia de 30 minutos a quatro horas diárias, o que implica ônibus lotados nos horários de rush, entre 5h e 8h30 e 16h e 20h.

Protesto

Por volta de 7h, moradores de São Sebastião interditaram a via principal da cidade em protesto por conta dos ônibus que passavam pelo local superlotados e, por isso, não paravam. Quatro coletivos foram impedidos de passar. A polícia foi chamada e conseguiu que uma empresa de ônibus enviasse mais dois veículos para levar os passageiros que se indignaram para a rodoviária. No entanto, como parte deles já havia se atrasado ou mesmo perdido compromissos, se recusou a embarcar e permaneceu na via, que foi liberada por volta de 10h. O trânsito precisou ser desviado.

Reivindicações

Os rodoviários pedem um reajuste salarial de 20%, além da renovação do acordo coletivo, que garante tíquete alimentação, cesta básica, quinquênio, e jornada de seis horas corridas.Até o momento, não houve nenhum tipo de acordo entre os rodoviários e empresários, que alegam não ser possível o reajuste sem aumentar o valor da passagem. Segundo a assessoria do Sindicato das Empresas de Transporte do DF, não nenhuma reunião está marcada para resolver o impasse com a categoria.

Fonte: Correio Braziliense
READ MORE - Primeiro dia com frota de ônibus reduzida complica vida do brasiliense

São Paulo: EMTU fala com exclusividade sobre reorganização dos transportes intermunicipais do ABC Paulista


Área é a única do Estado que ainda não passou por reformulação com o novo modelo operacional da gestora do governo paulista. Frota é a mais antiga das regiões metropolitanas e EMTU sugere que o entrave é das empresas.

Levantamento da EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – constata que das linhas intermunicipais que servem o Estado de São Paulo, a idade média da frota do ABC Paulista é uma das maiores.Em alguns casos, os ônibus ultrapassam a 15 anos de idade, sendo esta média é de 9 anos e meio, superior ao considerado ideal de 5 anos para a frota dos ônibus urbanos na Grande São Paulo.

Regiões de Osasco, Franco da Rocha, Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, já apresentam médias de idade de frota em torno de 3 anos.O Blog entrou em contato com a EMTU por e mail. A justificativa pela existência dessa frota antiga veio pela não realização da licitação da área 5, a única ainda não reformulada, o que implicaria, entre outras medidas, a renovação dos ônibus. A assessoria da presidência da EMTU, nos escreveu o seguinte:
“ Informamos que está em andamento o processo de concessão das 122 linhas de ônibus intermunicipais metropolitanas da região do ABC, gerenciadas pela Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – EMTU/SP.
A denominada Área 5, que inclui os municípios de Diadema, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul, é a única da Região Metropolitana de São Paulo onde, ainda, não se colocou em prática o novo modelo operacional que promoverá a flexibilidade no planejamento da rede em consonância com a dinâmica do sistema de transporte metropolitano por ônibus.

As alterações e criação de linhas serão avaliadas mais rapidamente, por conta da redução do número de interlocutores, que hoje no ABC somam 36 empresas de ônibus. As discussões para a melhoria do serviço ocorrerão somente com a concessionária.
O prazo da concessão será de 10 anos e, no novo modelo operacional, o planejamento do sistema deixa de ser por linha e passa a ser por área geográfica, diminuindo, assim, os custos do transporte e agilizando as decisões para um serviço mais racional. Assim como nas outras quatro Áreas de Operação, haverá a renovação da frota com a exigência de manter a idade média de seis anos na região. Hoje a idade média no ABC é de nove anos e meio.”
O número de 36 empresas de ônibus é considerado pela EMTU alto. Com a reformulação, tais empresas deveriam se unir em consórcios. Novas linhas seriam estudadas e as sobrepostas, quando mais de uma linha percorre boa parte do itinerário no mesmo trajeto, seriam racionalizadas, com a diminuição do número de linhas e aumento da oferta de veículos.

A EMTU, no entanto, sugere que o entrave é a postura das empresas que operam no ABC. As únicas que não concordaram com o novo modelo da gestora que controla os transportes intermunicipais por ônibus em três regiões metropolitanas do Estado: Baixada Santista, Campinas e São Paulo.


READ MORE - São Paulo: EMTU fala com exclusividade sobre reorganização dos transportes intermunicipais do ABC Paulista

Transporte coletivo da cidade de Canoas deverá ter GPS


Até o final do ano a Prefeitura pretende implantar um sistema de monitoramento por satélite (GPS) nos ônibus de Canoas. De acordo com o secretário-adjunto de Transporte e Mobilidade, Carlos Candiota, estão sendo estudados os modelos e a tecnologia a ser usada. A Sogal, concessionária do transporte coletivo, afirma que ainda não recebeu projeto formalizado da administração municipal, não sabendo, portanto, custos ou detalhes da iniciativa. Conforme Candiota, as experiências de Porto Alegre e Curitiba servem de exemplo. Na Capital os usuários podem consultar online, via Internet, o posicionamento, deslocamento e previsão de chegada dos veículos em paradas da zona central. Em alguns pontos foram instalados totens onde os passageiros pesquisam rotas e iontervalos dos ônibus. Nos próximos meses um projeto-piloto deverá estar funcionando nas ruas da cidade para testar o novo sistema.

Fonte: Jornalnh.com.br

READ MORE - Transporte coletivo da cidade de Canoas deverá ter GPS

Passe Livre continua sem recarga até semana que vem


A recarga dos cartões do passe livre estudantil continuará suspensa até semana que vem, prazo em que o governador Rogério Rosso (PMDB) pretende costurar o entendimento com os deputados sobre as mudanças na lei em vigor. Hoje e amanhã, os técnicos da Câmara Legislativa se debruçarão sobre as propostas de governo para sanar os problemas do benefício e as intervenções feitas pelos distritais. Ontem, avançaram pouco as negociações no segundo encontro entre representantes do Executivo e do Legislativo. Apenas 16 dos 24 deputados estiveram presentes na reunião da residência oficial, em Águas Claras. A bancada do PT, que apresentou um substitutivo ao projeto do governo, não compareceu. A sugestão da oposição é eliminar o limitador social como critério de concessão do benefício, ao contrário do defendido pelo GDF. Segundo Rosso, o limitador de quatro e seis salários mínimos foi acatado pelos distritais presentes, como a transmissão do controle do gerenciamento do benefício e do cadastro dos beneficiários à Secretaria de Educação.

Fonte: Correio Braziliense
READ MORE - Passe Livre continua sem recarga até semana que vem

Fortaleza: Greve de ônibus completa 10 dias


A greve dos cobradores e motoristas de ônibus de Fortaleza, no Ceará, entra no décimo dia nesta quinta-feira (17. Cerca de 1,5 milhão de usuários do transporte coletivo da cidade estão prejudicados. Apesar de a greve continuar, a situação nesta quinta é mais pacífica do que foi na quarta-feira (16), quando um homem se feriu durante confrontos com a Guarda Municipal.

Os motoristas pedem 33% de reajuste salarial, enquanto os empresários estão oferecendo 5,5%. Após descumprirem uma determinação do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 7ª região, o Sintro (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará) terão que pagar uma multa de R$ 90 mil. Ficou estabelecido que eles circulem com 70% da frota nos horários de pico e com 50% fora do pico. O dinheiro será revertido para o Fundo de Amparo ao Trabalhador. O Sintro afirma que está circulando com o número estabelecido nesta quinta-feira.

Na quarta, uma confusão por causa da greve tomou conta do terminal Parangaba. Motoristas e cobradores estão em greve porque reivindicam um aumento no salário.

A greve começou no início da semana.O confronto começou logo no início da manhã, quando os terminais ficaram lotados e as pessoas não conseguiram ir trabalhar porque não havia ônibus. Revoltados, eles fecharam o terminal do Parangaba e a Guarda Municipal e a Polícia Militar foram chamadas. Eles tentaram retirar as pessoas do local e alguns acabaram feridos por golpes de cassetetes. Houve tiro, mas ninguém foi atingido.

Fonte: R7.com
READ MORE - Fortaleza: Greve de ônibus completa 10 dias

Chuva pára o trânsito de Recife


Chuva para o trânsito em Recife, nestes últimos dias a cidade do Recife vem sofrendo com as chuvas que vem caindo na capital pernambucana, é tanta chuva que para chegar ao trabalho só se for de avião, as principais avenidas da cidade estão totalmente alagadas, deixando o trânsito totalmente parado.

As avenidas Caxangá, Abdias de Carvalho, Mascarenhas de Moraes, entre outras estão totalmente congestionadas neste momento, na Av. Dois Rios no Ibura, o nome da avenida virou realidade, pois a mesma virou um rio onde não passa nada neste momento, muitas pessoas estão nas paradas de ônibus esperando o coletivo sem sucesso, pois não passa nenhum ônibus, tem usuários que já estão a mais de 03 horas esperando um ônibus e nada.

A previsão é de mais chuva para essa sexta-feira na capital pernambucana.

Blog Meu Transporte

READ MORE - Chuva pára o trânsito de Recife

Após carreata, rodoviários ameaçam greve geral a partir de segunda-feira


Os 250 ônibus, 10% da frota dos ônibus no horário de pico, começaram a chegar na Rodoviária do Plano Piloto por volta das 18h50 desta quarta-feira (16/6). Segundo o tenente coronel Josias Seabra, comandante do Batalhão de Trânsito, a polícia fez o controle dos veículos na entrada da rodoviária. "Entraram 50 ônibus por vez e apenas uma das seis faixas, sentido Estrutural-Rodoviária foi bloqueada", afirmou.

Entretanto, três faixas foram utilizadas pelos ônibus, que não paravam de chegar. Apesar do protesto, o trânsito fluiu sem problemas. De acordo com o tenente, os ônibus chegavam à rodoviária, pegavam os passageiros e saíam sem atrapalhar o trânsito no sentido contrário.

Sobre um trio elétrico os rodoviários anunciaram que, se os empresários não apresentarem propostas, a greve será geral na próxima segunda-feira (21/6).

Fonte: Correio Braziliense
READ MORE - Após carreata, rodoviários ameaçam greve geral a partir de segunda-feira

Recife: Transporte publico é foco da campanha contra violência a idosos


Enquanto buscava um assento no ônibus, a aposentada Rita Gomes da Silva, 61 anos, recebeu uma bronca do motorista pela quantidade de sacolas que carregava. “Eu vinha com umas verduras de Águas Lindas. Não era tanta coisa assim, mas ele falou que velho não podia andar com tanta sacola. O negócio é que eles não querem respeitar a gente”, criticou.

Parece uma cena inusitada, mas a violência contra o idoso no transporte público é o foco, neste ano, da Campanha Nacional de Conscientização sobre a Violência contra a Pessoa Idosa. A iniciativa, coordenada pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, foi lançada ontem, no mesmo dia em que as Nações Unidas mobilizam todos os países sobre o tema.

A proposta do governo é distribuir cartazes e folhetos informando aos idosos e aos motoristas a conduta ideal a ser seguida. Inicialmente, a ação ocorrerá nas capitais e nas cidades com mais de 500 mil habitantes.

Ao todo, o Brasil tem hoje 20 milhões de idosos, o equivalente a pouco mais de 10% da população. Entre 1997 e 2007, o número de brasileiros com mais de 60 anos aumentou quase 50% — isso significa mais que o dobro do crescimento da população como um todo (21,6%).

No Brasil, a sanção do Estatuto do Idoso, em outubro de 2003, garantiu uma série de benefícios aos brasileiros dessa faixa etária. A legislação, que ficou em discussão no Congresso por sete anos, confirmou diversos direitos, como o atendimento preferencial no Sistema Único de Saúde (SUS) e o desconto de 50% em atividades culturais.

O documento impediu ainda o reajuste por idade de planos de saúde para clientes com mais de 60 anos, uma discussão que gerou divergências até mesmo no governo — o então ministro da Saúde, Humberto Costa, era contrário à medida. O argumento era de que a impossibilidade do reajuste para os mais velhos iria provocar o aumento da mensalidade para os demais clientes.

Fonte: Diário de Pernambuco
READ MORE - Recife: Transporte publico é foco da campanha contra violência a idosos

Estudantes voltam a protestar pelo meio-passe em BH


Estudantes voltam a protestar pelo meio-passe no transporte público em Belo Horizonte nesta quarta-feira. De acordo com o presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Leonardo Péricles, aproximadamente 600 estudantes ocuparam o plenário da câmara Municipal e o grupo que se concentrava na Praça Sete, desde as 8h da manhã, seguiu para o local.

Para ter acesso ao plenário, os estudantes quebraram a porta de vidro da portaria. A Polícia Militar foi acionada e acompanha a ocupação. A reivindicação dos estudantes é de que Prefeitura de Belo Horizonte apresente o projeto de lei do “Fundo Municipal do Transporte Estudantil” para votação. O presidente da Associação Metropolitana dos Estudantes Secundaristas da Grande Belo Horizonte (Ames-BH), Gladson Reis, informou que a Prefeitura Municipal se comprometeu a apresentar o projeto no mês passado.

Ainda segundo o presidente da associação, as discussões que foram feitas até o final de maio não tiveram resultados. Os organizadores da manifestação esperam que cerca de mil estudantes participem do protesto. A intenção dos estudantes é de ocupar a sede da câmara até que o projeto seja apresentado e encaminhado para votação.

Reivindicação antiga

Os líderes estudantis afirmam que a reivindicação pelo meio-passe em BH tem mais de 30 anos. Eles ressaltam que algumas cidades brasileiras já adotaram o benefício. Em maio deste ano, os estudantes fizeram várias manifestações no Centro da cidade e conseguiram se reunir com representantes do governo. De acordo com informações da Câmara Municipal, as discussões em torno do projeto de lei do “Fundo Municipal do Transporte Estudantil” estão sendo feitas com a participação de representantes da PBH e da BHTrans. A última audiência que contou com a presença de centenas de estudantes aconteceu no dia 28 de maio.

Fonte: Uai Notícias
READ MORE - Estudantes voltam a protestar pelo meio-passe em BH

Propostas para linhas de ônibus serão analisadas a partir de julho


Com a licitação das linhas de ônibus municipais, a prefeitura espera melhorar a organização do transporte e evitar engarrafamentos na cidade. O edital de licitação prevê a distribuição da frota e divide a cidade em regiões. As empresas vão concorrer em quatro zonas e só não haverá licitação para o Centro. As propostas dos concorrentes começam a ser analisadas em julho.
"Vai passar a ter contrato, ou seja, as regras vão estar mais claras. Na hora que a regra está clara, o poder concedente, no caso a prefeitura, pode cobrar e punir aquele que não cumprir com as regras que estão ali muito claras", disse o prefeito. "Em termos de quantidade de ônibus, acho que implantando o bilhete único nós vamos trabalhar muito pra que isso se reflita o mais rápido possível", concluiu.
Outro projeto da prefeitura é criar um bilhete único para o município. Mas, somente depois de analisar os impactos do novo sistema, a prefeitura vai decidir como serão organizadas todas as linhas do município.
Em abril, quando anunciou a licitação, o governo tinha informado que as empresas seriam responsáveis pelos projetos de racionalização das linhas. Ou seja, teriam que dizer, por exemplo, em que locais os ônibus passariam e com que frequência. Agora, a prefeitura decidiu assumir essa responsabilidade.
Aumento de ônibus na Zona OesteA Secretaria municipal de Transportes já prevê que o número de ônibus na Zona Oeste possa aumentar em até 30%. Em todas as outras regiões, está prevista uma redução na frota. Na Zona Sul e na Grande Tijuca, circulariam 20% menos ônibus.
O governo acredita que o bilhete único municipal começará a ser usado no máximo em outubro, depois da aprovação na Câmara de Vereadores. Num período de duas horas, os passageiros vão poder pegar dois ônibus e pagar apenas uma passagem, que vai custar R$ 2,40. Por exemplo, um morador de Bangu, na Zona Oeste da cidade, que salta no Centro e pega outro ônibus para Ipanema, na Zona Sul, paga R$ 4,70 pelas duas viagens.




Fonte: RJTV
READ MORE - Propostas para linhas de ônibus serão analisadas a partir de julho

Porto Alegre: Campanha combate desrespeito ao idoso no transporte público


Para combater o desrespeito aos idosos usuários do transporte público, a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República lança, nesta terça-feira, a Campanha Nacional de Conscientização sobre a Violência contra a Pessoa Idosa. O lançamento marca o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. O transporte coletivo urbano e semiurbano foi escolhido como tema da campanha porque tem sido alvo frequente de reclamações nos conselhos estaduais de Direitos do Idoso (CDI).

— Recebemos várias denúncias de que o motorista não para porque sabe que o idoso não paga passagem ou, quando para, o usuário tem que ouvir piadinhas como 'Aí vem o 0800' — conta a secretária executiva do CDI do Distrito Federal (DF), Alzira Borba. O aposentado Vitor Barros, 71 anos, morador do Guará II - região administrativa do DF - confirma a ocorrência de situações como essa.

— Uma vez, puxei a cordinha para o ônibus parar e o motorista disse que só podia pedir para parar quem estava depois da catraca e tivesse pagado a passagem. Eu deveria esperar alguém descer para ir junto — disse. Em outra ocasião, o aposentado pediu para a cobradora lhe ceder o lugar, pois ela ocupava dois assentos no banco dos passageiros.

A funcionária negou e ele procurou a empresa para denunciar o constrangimento. — Carrego comigo o telefone de todas as empresas para reclamar se for preciso — afirma. No entanto, é nas vans que os idosos são mais desrespeitados, de acordo com a aposentada Maria Lurdes Vilela, de 62 anos, moradora de Salvador.

— Há poucos dias fiquei mais de uma hora no ponto de ônibus porque as vans passavam e não paravam. Só consegui quando um cidadão me ajudou, fazendo sinal para a van e ainda deu uma bronca pra conseguir me colocar lá dentro.

As vans não param porque o idoso não paga, acham que é prejuízo. Nos ônibus, pelo menos são mais conscientes do nosso direito. Os usuários que forem discriminados ao usar transporte público podem denunciar o problema na empresa responsável ou no Conselho de Direitos do Idoso de seu estado. É necessário anotar o número da linha, o horário e a data.

A Campanha Nacional de Conscientização sobre a Violência contra a Pessoa Idosa começa nas capitais e nos municípios com mais de 500 mil habitantes. Serão afixados cartazes em ônibus e distribuídos folhetos informativos com orientações aos motoristas.

Fonte: Zero Hora
READ MORE - Porto Alegre: Campanha combate desrespeito ao idoso no transporte público

MP-BA defende direitos dos idosos nos ônibus de Salvador


Todos os ônibus coletivos de Salvador deverão circular com cartazes alertando para o direito dos idosos à prioridade no transporte coletivo afixados no vidro traseiro. A iniciativa foi anunciada nesta segunda-feira (14), durante o relançamento da campanha 'Idoso: prioridade no transporte coletivo' em um evento que marcou o início da 'Semana de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa', promovida pelo Ministério Público estadual, Secretarias da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos e de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza, Conselhos Estadual e Municipal do Idoso, Defensoria Pública e Delegacia Especial de Atendimento ao Idoso.
A decisão foi tomada junto ao Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Salvador (Setps), Associação de Empresas de Transporte Coletivo Rodoviário do Estado da Bahia (Abremtro) e Transalvador. De acordo com o Estatuto do Idoso (Lei nº 10.741/03), as pessoas idosas têm prioridade no embarque no sistema de transporte coletivo; aos maiores de 65 anos fica assegurada a gratuidade dos transportes coletivos públicos urbanos e semi-urbanos, exceto nos serviços seletivos e especiais, quando prestados paralelamente aos serviços regulares; e 10% dos assentos devem ser reservados para os idosos, devidamente identificados com placas de sinalização.
Segundo o promotor de Justiça César Correia, do Grupo de Atuação Especial de Defesa dos Idosos (Geido), diversas queixas chegam diariamente ao Ministério Público sobre desrespeito aos direitos dos idosos, mas um dos principais é a falta de educação e de respeito de motoristas, cobradores e dos usuários do transporte coletivo, que desconsideram as determinações do Estatuto do Idoso. “A ideia é massificar a informação sobre a campanha, que visa o enfrentamento permanente e defesa dos direitos dos idosos”, explicou o promotor.

Fobte: MP-BA
READ MORE - MP-BA defende direitos dos idosos nos ônibus de Salvador

Problemas do transporte urbano e preço das tarifas serão discutidos em audiência no Senado


Soluções para o transporte público urbano no Brasil e medidas para reduzir o valor das tarifas cobradas serão discutidas em audiência pública na Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI). Requerimento propondo o debate, de autoria do senador Acir Gurgacz (PDT-RO), foi aprovado em reunião realizada pela comissão nesta quarta-feira (16).
Relator do requerimento, o senador Leomar Quintanilha (PMDB-TO) explicou que as dificuldades de deslocamento enfrentadas pela população das grandes cidades do país motivaram a realização do debate.
- A audiência visa encontrar soluções para melhorar a vida dos usuários do transporte público no país - disse Quintanilha.
Serão convidados para o debate Luiz Carlos Bueno Lima, secretário Nacional de Transporte e Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades; Renan Chieppe, presidente da Associação Brasileira de Empresas de Transporte Terrestre(Abrati); Otávio Vieira da Cunha Filho, presidente da Associação Nacional das Empresas de Transporte Urbano (NTU); e Sônia Rodrigues Haddad, da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Fonte: Agência Senado
READ MORE - Problemas do transporte urbano e preço das tarifas serão discutidos em audiência no Senado

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960