Novos trens do Rio já têm nome: "Dragão Chinês"

quarta-feira, 2 de junho de 2010


Se em 2011 você se deparar com uma composição com vagões refrigerados, bancos acolchoados, bagageiros e TVs de LCD na Central do Brasil, e achar que entrou no metrô, não se engane. Em março do próximo ano, chegará ao Rio o primeiro dos 30 trens comprados na China pelo governo estadual.

O Dragão Chinês, como já é chamado, promete fazer os 538 mil passageiros da SuperVia deixarem de soltar fogo pelas ventas em viagens desconfortáveis e no calor. Trazidos por US$ 165 milhões, os dragões desembarcarão no Rio com um nível tecnológico e de conforto inédito até no metrô.

Ao pôr os pés no vagão, os usuários encontrarão 54 assentos de fibra com tecido sintético e individualizados com vincos, para não haver aquele roça-roça de pernas. Oito deles serão reservados para idosos, gestantes e portadores de deficiência. Além disso, haverá quatro TVs que exibirão noticiário, mensagens de campanhas institucionais e até os gols da rodada.

— Vai ter gente achando que entrou no metrô por engano — brinca o secretário de Transportes, Sebastião Rodrigues. Cada vagão terá seis bagageiros para mochilas, sacolas e penduricalhos. Para tornar a viagem mais tranquila, os vagões terão som ambiente. Assim como os modelos sul-coreanos, os chineses também oferecem ar-condicionado. Mas serão mais gelados ainda, a 23ºC.

Com isso, a frota da SuperVia passará a ter 68 trens refrigerados. Hoje, a China Machinery Company monta os trens de alta velocidade da Alemanha e produz os modelos urbanos que circulam no Irã, no Paquistão e na Guiana Francesa. Agora, os asiáticos querem ampliar seus negócios para um mercado de economia emergente e aportam no Brasil.

Fonte: Extra online
READ MORE - Novos trens do Rio já têm nome: "Dragão Chinês"

Em Natal, Motoristas paralisam ônibus por 2 horas e ameaçam entrar em greve


As linhas de ônibus da empresa Guanabara foram paralisadas na manhã desta quarta-feira (2) durante duas horas. O motivo foi a protesto dos motoristas de ônibus, que reivindicam aumento salarial de 15% e unificação do vale alimentação para o valor de R$ 300.

Segundo a vice-presidente do Sindicato dos Motoristas de Ônibus, Maria da Paz, o movimento foi organizado para chamar atenção das autoridades quanto às melhorias salariais. “Paramos a Guanabara por duas horas para tentar negociar. Não estamos atingindo o valor do salário desejado e, por isso, estamos querendo negociar”, afirma.

Para isso, o Sindicato vai fazer uma assembleia na sede hoje pela manhã, reunindo funcionários de todas as empresas do setor, para debater e definir os próximos passos da campanha salarial, que pode incluir a realização de greve.Hoje à tarde, às 14h, a categoria tem audiência de conciliação marcada no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) com o vice-presidente do Tribunal, Ronaldo Medeiros.

Os ônibus já voltaram ao normal e estão atendendo às linhas de passageiros no horário previsto. Natal hoje conta com mais de 4 mil motoristas de ônibus trabalhando em sete empresas privadas.

Fonte: Nominuto.com
READ MORE - Em Natal, Motoristas paralisam ônibus por 2 horas e ameaçam entrar em greve

Cadeirantes sofrem com rampas defeituosas nos ônibus de Uberaba


Cadeirante e ativista Israel Garcez revelou ontem que os problemas relacionados à acessibilidade em Uberaba sofrem influência de vários fatores. Primeiro, por conta de problemas na malha viária da cidade, que acarretam defeitos no ônibus que circulam no município. No segundo caso, porque nem todos os carros são adaptados, e alguns veículos que possuem a adaptação apresentam defeito nas rampas.
“Nós tivemos uma audiência com representantes da empresa Líder, que se comprometeram a arrumar, mas os motoristas levaram para o lado pessoal e não param o ônibus para a gente”, contou Israel.
Morador do bairro Abadia, o cadeirante Rogério da Silva Batista frequenta aulas na Associação dos Deficientes Físicos de Uberaba (Adefu), e segundo ele, já encarou diversos obstáculos relacionados à inacessibilidade do transporte. “Precisei ir ao médico, mas perdi a consulta porque o ônibus estava com a rampa quebrada e o outro demorou a passar. Acho que essa questão poderia ser mais bem administrada e a sociedade precisa nos ver com bons olhos”, ressaltou.
O diretor de Operações e Fiscalização do Transporte Coletivo de Uberaba, Claudinei Nunes, informou que o número de 11 ônibus adaptados saltou para 98 ônibus. Mas o departamento ainda enfrenta entraves, principalmente no que diz respeito à manutenção. “Tivemos problemas de manutenção nas plataformas, mas as empresas conseguiram o serviço com fornecedor. Nós temos cobrado e notificado as empresas”, explicou.
Ainda de acordo com ele, até o fim do ano novos carros serão adaptados. “A gente já sente melhora, mas apesar disso, o sistema está a quem do que planejamos, já que a frota não está 100% adaptada”, concluiu.

READ MORE - Cadeirantes sofrem com rampas defeituosas nos ônibus de Uberaba

Mobilidade Urbana: Belo Horizonte X Curitiba


Para o especialista em trânsito Paulo Tarso Resende, da Fundação Dom Cabral, a diferença exorbitante entre Belo Horizonte e Curitiba – já que as duas possuem praticamente a mesma população e frota de veículos – é explicada pela falta de planejamento. “Curitiba teve, ainda na década de 1970, estratégias urbanas que levaram em consideração o transporte público. Já Belo Horizonte, até a década de 1990, praticamente não pensou no trânsito. Hoje, a capital do Paraná é referência em transporte coletivo. Como aqui isso não acontece, as pessoas preferem andar em seus carros particulares”, analisa Paulo Tarso Resende.

Ainda conforme Paulo Tarso, Belo Horizonte se aproxima cada vez mais do caos no trânsito existente em São Paulo. Segundo ele, a quantidade de vagas rotativas na capital paulista é escassa e, por isso, o número de estacionamentos particulares é enorme. “BH já possui muitos deles (estacionamentos privados) e a tendência é que aumentem ainda mais. Essa é a mais uma prova de que somente investimentos no transporte coletivo podem aliviar o transito”.

O gerente de Coordenação de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte, Marcelo Cintra, avalia que os estacionamentos rotativos não podem e não vão resolver o problema do trânsito na capital. Segundo ele, a prefeitura tem feito estudos constantes para melhorar a qualidade do transporte coletivo.

Fonte: Hoje em Dia
READ MORE - Mobilidade Urbana: Belo Horizonte X Curitiba

Curitiba: Passageiros aprovam bilhetagem por tempo


Após dois meses de implantação, o sistema de bilhetagem temporária entre a linha de ônibus Vila Velha/Buriti e a estação-tubo Santa Quitéria é visto como um sucesso pela Urbanização de Curitiba (Urbs), empresa responsável pelo gerenciamento do transporte coletivo na cidade, e por moradores da região. Com o novo sistema, a população tem 60 minutos para descer da linha Vila Velha/Buriti e embarcar no tubo Santa Quitéria, deixando de pagar nova passagem para usar a Rede Integrada de Transportes (RIT). No Santa Qui­­té­­ria, a falta de espaço físico da região inviabiliza a construção de um terminal, obrigando a Urbs a adotar um procedimento diferente.

Tecnicamente conhecido como integração temporal matricial, feita por cartão, com tempo determinado e localizada, o sistema é usado cerca de 500 vezes por dia, atingindo a demanda esperada pela Urbs. Programado para ser testado ainda em 2009, o sistema foi implantado em 29 de março deste ano e pode beneficiar até 160 mil pessoas da região. Os principais benefícios são sentidos no bolso e no relógio. “Está funcionando muito bem, consigo economizar R$ 4,40 por dia e ganho uma hora. Antes, para pagar uma passagem, precisava ir ao Terminal do Fazendinha”, relata o estudante Kelwin Kriguer Lopes, 16 anos.

“Antes, eu teria de descer na Rui Barbosa e pegar outro ônibus, pagando mais uma passagem. Agora, consigo fazer a integração com uma só”, afirma o técnico em informática Alberto Rodolfo Fer­­reira, 51 anos. “Desde que começou, está quase tudo ótimo. A única reclamação é de que o sistema não funciona aos domingos”, afirma o segurança Marcelo Araújo, 39 anos. De acordo com a Urbs, a im­­possibilidade de realizar a integração aos domingos se deve à tarifa domingueira, que é de R$ 1. Por­­tanto, pagar duas passagens sairia mais barato do que usar o cartão-transporte ao custo de R$ 2,20.

Com a avaliação positiva, a Urbs pretende testar a integração en­­tre tubos na Linha Verde. Até a­­gosto, a empresa deverá implantar na Estação São Pedro a possibili­­da­­de de conexão temporal, permitindo a troca de sentido aos usuários. No futuro, porém ainda sem da­ta definida, a integração deverá ser estendida a outros bairros em si­­tuação semelhante à do Santa Qui­­téria, caso do Pilarzinho e Jar­­dim das Américas. A iniciativa tam­­bém se transforma em incenti­­vo para o uso do cartão-transporte em Curitiba e região metropolitana. Sem o cartão é impossível participar da bilhetagem temporária.

Fonte: Gazeta do Povo
READ MORE - Curitiba: Passageiros aprovam bilhetagem por tempo

Rio Branco: TRT declara greve abusiva e estudantes protestam


O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) declarou abusiva a greve dos motoristas e cobradores e decidiu aumentar de R$ 20 mil para R$ 100 mil a multa diária que será aplicada em caso de retirada do número mínimo de ônibus que devem circular durante a greve.Segundo o Ministério Público do Trabalho (MPT), o castigo poderá ser aplicado tanto para a entidade que defende os trabalhadores como para o sindicato dos patrões, valor que será multiplicado pela quantidade de coletivos que deixarem de circular. Na determinação, a Justiça mantém o mínimo de 40% para os horários de menor movimento e de 70% para os horários de pico.Mesmo com a garantia do transporte público, os estudantes realizaram no começo da tarde de ontem uma manifestação, interrompendo o trânsito da Avenida Ceará e fechando as plataformas do terminal urbano.

Negociações

Para retomar as negociações, a deputada Perpétua Almeida (PCdoB), conversou com a categoria, com os empresários e com o MPT, garantindo novas reuniões. A intermediação de hoje será realizada com representantes do TRT que se encontrarão com os donos das companhias de ônibus e com os trabalhadores, a partir das 15 horas.

Fonte: A Tribuna
READ MORE - Rio Branco: TRT declara greve abusiva e estudantes protestam

Fiscalização de ônibus é intensificada na Zona Oeste do Rio


A subsecretaria de Fiscalização de Transportes (SubF) iniciou o mês de junho intensificando as inspeções direcionadas em ônibus e ampliando as áreas fiscalizadas no município. Neste quarta-feira, o alvo foi a empresa Viação Oeste Ocidental, que teve 100% dos seus veículos reprovados durante a ação dos fiscais da SubF, no Terminal Rodoviário de Campo Grande, na Zona Oeste do Rio.

Recém inserida no ranking trimestral elaborado pela Ouvidoria da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), a Ocidental teve seis veículos de sua frota fiscalizados durante a manhã desta quarta-feira, no Terminal, e todos foram retirados de circulação por apresentarem irregularidades, tais como extintor de incêndio vencido, falta de sinalização e ausência dos seguintes certificados: Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV); dedetização; e de autorização junto à SMTR para a circulação de passageiros pela cidade com fim remunerado, o que significa que o coletivo estava circulando de forma clandestina (“pirata”).

Os fiscais da SMTR também constataram outro tipo de irregularidade: um dos coletivos da Ocidental estava com as suas características adulteradas, já que o veículo encontrava-se cadastrado junto à SMTR em nome de outra empresa de ônibus.

Ações direcionadas

A SubF tem direcionado as suas ações baseada nos dados que são sinalizados em um ranking elaborado trimestralmente pela Ouvidoria da SMTR, que recebe e analisa, diariamente, as insatisfações da população quanto ao serviço de transporte urbano na modalidade ônibus.

A partir das informações, a Ouvidoria da SMTR faz uma estatística e classifica as empresas de ônibus de acordo com o resultado negativo que cada uma delas obteve, individualmente, no período. As empresas que ocupam os cinco primeiros lugares neste ranking têm recebido a prioridade da Subsecretaria quanto às fiscalizações.Balanço de três mesesEm três meses de atividades ininterruptas - março, abril e maio -, os fiscais da SubF fiscalizaram um total de 398 ônibus e reprovaram 208 deles.

Irregularidades

Apesar da documentação irregular constatada em parte dos veículos penalizados, a má conservação continua entre os itens que mais grande incidência nos coletivos, como vidro trincado, bancos soltos, sistema elétrico com falhas, pneus carecas, entre outros.

A SubF ressalta que os veículos penalizados só poderão voltar a circular com passageiros quando tiverem os seus problemas solucionados junto à SMTR. Para mais informações, os usuários podem entrar em contato pelo Disque Transporte da SMTR (2286-8010).

Fonte: O Dia online
READ MORE - Fiscalização de ônibus é intensificada na Zona Oeste do Rio

Greve no transporte coletivo de Blumenau esta descartada até dia 30


Novas paralisações do transporte coletivo de Blumenau estão descartadas até o dia 30 de junho. Na data haverá nova reunião entre Ministério Público do Trabalho, Seterb, Consórcio Siga e Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Público (Sindetranscol).

Nesta quarta-feira, durante a primeira audiência depois de 400 motoristas e cobradores cruzarem os braços durante três horas dia 20 de maio, ficou definida a criação de uma comissão com representantes de cada órgão para analisar e revisar o manual de infrações.

Motoristas e cobradores questionam as multas cobradas do Consórcio Siga pelo Seterb e repassadas aos trabalhadores.

As notificações referem-se a estacionamentos em local indevido nos terminais, atrasos no itinerário, embarque pela porta traseira de pessoas não autorizadas e falta de identificação do trabalhador. O enconto ocorreu no Ministério Público do Trabalho, sob a coordenação do procurador Eder Sivers.

Fonte: Jornal de Santa Catarina
READ MORE - Greve no transporte coletivo de Blumenau esta descartada até dia 30

São Paulo: EMTU, Metrô e CPTM operam em caráter especial no feriado de Corpus Christi


Durante o feriado prolongado que começa nessa quinta-feira, 3, dia de Corpus Christi, os ônibus da EMTU, os trens do Metrô e da CPTM operam em caráter especial para melhor assistir à população nesses dias. Haverá esquema especial também no domingo em algumas estações do Metrô devido a realização da Parada do Orgulho GLBT.

EMTU/SP

No feriado de quinta-feira (3), a frota de ônibus intermunicipal gerenciada pela EMTU/SP na Grande São Paulo trabalhará com, em média, 50% das viagens programadas para os dias úteis, mesmo número de viagens do domingo (6). Na sexta-feira, dia 4, e no sábado, 5, os ônibus intermunicipais oferecerão aos usuários a média de 75% das viagens disponibilizadas em dias úteis.

METRÔ

Para atender as pessoas que estiverem deixando a cidade por conta do feriado de Corpus Christi, na quarta-feira (2) o Metrô reforçará a oferta de viagens no período da noite. Na Linha 1-Azul, serão 10 viagens a mais do que no dia útil típico, totalizando 1.170 viagens; na Linha 3-Vermelha, serão 8 viagens a mais, o que resultará em 1.249 viagens. As linhas 2-Verde e 5-Lilás operarão normalmente, fazendo 804 e 492 viagens respectivamente. Na quinta-feira (3) a operação seguirá os padrões de um típico domingo. A Linha 1-Azul disponibilizará 16 trens no pico da manhã e no vale e 17 no pico da tarde. Na Linha 3-Vermelha, serão 15 trens no pico da manhã e no vale e 17 no pico da tarde. Na Linha 2-Verde, 9 trens estarão disponíveis o dia todo e 3 na Linha 5-Lilás.

Na sexta-feira (4), ponte de feriado, o Metrô operará normalmente, como em um dia útil comum. No sábado (5), o Metrô operará como em um sábado típicoJá no domingo, devido à realização da Parada do Orgulho GLBT, a Linha 2-Verde operará em caráter especial. Serão 9 trens no pico da manhã e 13 no vale e pico da tarde. Estão programadas 617 viagens. As demais linhas, 1-Azul, 3-Vermelha e 5-Lilás, oferecerão a quantidade comum de trens para um domingo típico. Para atender aos usuários que retornam à cidade após o feriado, o Metrô antecipará a operação comercial das Linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha. As Linhas 1 e 3 começarão a atender às 4h00; e a Linha 2, às 4h30. A Linha 5- Lilás abrirá as estações no horário habitual, ou seja, às 4h40.

CPTM

Durante todo o feriado de Corpus Christi, as linhas 7-Rubi, 8-Diamante e 11-Coral funcionarão normalmente. Nestas linhas, na quinta, 3, assim como no domingo, 6, a operação será semelhante a de um domingo típico. No sábado, 5, a operação será como a de um sábado comum. Na sexta-feira, dia 4, em todas as linhas, estará disponível a mesma quantidade de trens de um dia útil.

Nas demais linhas, 9-Esmeralda, 10-Turquesa e 12-Safira, devido à execução de obras nas vias da rede da CPTM, o fluxo será alterado. Na quinta-feira, 3, na Linha 9-Esmeralda, por exemplo, as composições circularão entre as estações Grajaú e Presidente Altino. O trecho que liga esta última a Osasco estará bloqueado. A mesma interrupção ocorrerá no sábado, 5. Na Linha 10-Turquesa, por sua vez, os intervalos de saída de trens passam de 15 para 20 minutos na quinta-feira. No domingo, os trens que operam nessa linha não farão parada em Tamanduateí, devido às obras na nova estação. No sábado, a operação será a de um sábado típico. A Linha 12-Safira operará com intervalos de 25 minutos na quinta-feira, 3; o mesmo intervalo será repetido a partir das 20h de sábado, dia 5, e durante todo o domingo, 6.

Fonte: SPTrans
READ MORE - São Paulo: EMTU, Metrô e CPTM operam em caráter especial no feriado de Corpus Christi

Metrô Rio: Estudantes perderão gratuidade no metrô se não se recadastrarem


A partir de hoje, só os estudantes da rede pública registrados podem viajar de graça no metrô. O prazo para recadastramento acabou ontem e, para não ficar a pé, a garotada tem que se apresentar à estação da Central do Brasil para revalidar seus dados.

Hoje, 2.729 alunos estão livres para embarcar gratuitamente. Até ontem, os jovens podiam se recadastrar em qualquer estação. Agora, têm que ir à Central com o seu cartão, de segunda a sexta, das 9h às 19h, e aos sábados, de 8h ao meio-dia. Para renovar a gratuidade, é necessário que a escola tenha enviado à concessionária os dados do aluno.

Quem vai se cadastrar pela primeira vez também deve ir à Central. Para isso, precisa estar uniformizado e com os seguintes documentos: carteira de estudante ou declaração escolar original do ano letivo atual, certidão de nascimento ou identidade original e comprovante de residência de um dos três últimos meses (uma conta de luz, por exemplo).

Se o estudante tiver menos de 18 anos, um responsável legal deve acompanhá-lo, com identidade e CPF originais.

Fonte: Extra online
READ MORE - Metrô Rio: Estudantes perderão gratuidade no metrô se não se recadastrarem

Rio de Janeiro: Veja como vai ficar o transporte neste feriadão


Metrô

O metrô vai funcionar das 7h às 23h, na quinta-feira (3), e das 5h à meia-noite, na sexta-feira (4). Nos dias, os trens da Linha 2 vão circular de Pavuna à Estácio para que a concessionária possa agilizar as obras da estação Cidade Nova, como já acontece nos finais de semana. Os passageiros que desejarem chegar a uma das estações da Linha 1 deverão fazer a transferência na estação Estácio.

Os ônibus Metrô, que saem das estações Botafogo e Ipanema/General Osório em direção à Gávea, funcionarão seguindo o horário das Linhas 1 e 2. As linhas de integração expressas também adotam o mesmo esquema de horário do metrô no período, com exceção das linhas 634 A e 696 A (Nova América/Del Castilho para o Fundão ) que não circulam nos feriados e finais de semana.

No sábado, o funcionamento será das 5h à meia-noite e no domingo, das 7h às 23h.

Trens

Na quinta-feira, os trens do ramal Santa Cruz e Japeri operam, das 05h28 às 19h, com intervalos de 30 minutos. Os mesmos trens vão atender os passageiros do ramal de Deodoro.

Já na sexta-feira, a programação será normal.

Barcas

Na quinta-feira, a linha Praça XV-Niterói terá partidas a cada 30 minutos. Na sexta-feira (4), as partidas também serão a cada 30 minutos, mas com intervalos de 20 minutos nos horários de maior movimento.

Também na sexta-feira, os catamarãs de Charitas terão intervalos de no máximo 50 minutos. Na linha que atende o Cocotá, na Ilha do Governador, haverá seis viagens em cada sentido. As linhas de Charitas e do Cocotá não funcionarão no sábado (5) e no domingo (6).
A grade de horários do trajeto Praça XV-Paquetá não sofrerá alterações durante o feriado. As barcas irão operar normalmente. A promoção na tarifa de feriado pode ser aproveitada pelos turistas na sexta-feira.

Nas linhas que atendem Angra dos Reis, Ilha Grande e Mangaratiba haverá barcas extras.

Rodoviária Novo Rio

Mais de 250 mil pessoas vão deixar a cidade a partir desta quarta-feira (2). O dia de maior movimento de saída será na própria quarta, quando 31 mil passageiros vão deixar a cidade. Cerca de 9 mil ônibus vão circular até segunda-feira (7), quando é esperado um movimento maior de retorno. Serão colocados 1.160 veículos extras.

Fonte: G1
READ MORE - Rio de Janeiro: Veja como vai ficar o transporte neste feriadão

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960